Você está na página 1de 4

PESSOAS PRIVADAS DE LIBERDADE POR O QUE DEFENDEMOS?

MASSACRES!
CHEGA DE
NATUREZA DA PRISÃO E TIPO DE REGIME No lugar de ampliar e construir presídios, de-
0% 0%
6% fendemos um programa voltado para a redução
da população prisional, além da implementação
Sem condenação
15%
Sentenciados regime de políticas de acolhimento social de jovens e
fechado
Sentenciados regime
adultos egressos.
40%
semiaberto Defendemos a resolução não-violenta de con-
Sentenciados regime
aberto flitos e a suspensão imediata de qualquer verba
Medidas de segurança -
Internação para a construção de novas cadeias.
Medida de segurança -
Tratamento ambulatorial
Temos como objetivo frear o encarceramento
em massa, ou seja, a redução gradativa e

SEM CÁRCERES!
POR UM MUNDO
38%
substan-cial da população prisional do país;
além da garan-tia de dignidade e de
FONTE: Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias - Infopen, junho/2016
sociabilidade para as pesso-as presas e a seus
familiares.
QUEM ESTÁ PRESO E O
PORQUÊ
O encarceramento em massa não significa jus-
tiça. Ao contrário, o sistema penal está cheio de
PARA MAIS INFORMAÇÕES,
ilegalidades, como a escolha de quem se quer ACESSE A AGENDA PELO
prender: pobres, negros e moradores de favelas.
A escolha de quem vai preso passa pela cor da
DESENCARCERAMENTO: -
pele e pela classe social. 64% DAS PESSOAS http://carceraria.org.br/agenda
PRESAS SÃO NEGRAS, EM COMPARAÇÃO -pelo-desencarceramento.html
AOS 53% QUE REPRESENTAM A POPULA-
ÇÃO TOTAL DO PAÍS, ISSO INDICA O CA-
RÁTER RACISTA DO SISTEMA PENAL.

PESSOAS PRIVADAS DE LIBERDADE POR


REALIZAÇÃO
NATUREZA DA PRISÃO E TIPO DE REGIME Para mais informações sobre a
branca 1% 1% 1%
1%
negra
Frente Estadual pelo
amarela
índigena
33%
Desencarceramento de SP,
outros

POPULAÇÃO SISTEMA
acesse nossa página no Facebook:
TOTAL PRISIONAL
facebook.com/desencarceramentosp
46% 64%
53%
FONTE: Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias - Infopen, junho/2016; PNAD, 2015.
QUEM SOMOS NÓS? DE CADA 100 PESSOAS Além disso, sabemos que a pena se estende
também aos familiares e amigos. Nas filas de
ASomos
Frente instituições
Estadual pelo eDesencarceramento
grupos que desejam
édiscutir,
formada entender, ajudar
por grupos, e apoiar
coletivos
de SP
as pessoas
e militantes que
QUE SOFREM visitas, seja no sistema prisional adulto, seja na
fundação CASA, a revista vexatória continua
presas discutir,
desejam
prisão
e seus familiares.
não é
entender, Acreditamos
uma boa forma para
que
ajudar e apoiar as
resolver
a
os
HOMICÍDIO NO BRASIL, como uma prática do governo que penaliza,
tor-tura e humilha familiares, geralmente
71 SÃO NEGRAS.
pessoas presas e seus familiares. Acreditamos
conflitos
que da não
a prisão nossa sociedade.
é uma boa forma de resolver mulheres. Sem falar nas outras humilhações,
os conflitos da nossa sociedade. como o des-respeito ou a arbitrariedade dos
funcionários em decidir o que entra e o que não
POR QUE PRISÃO Jovens negros são mortos todos os dias no
Brasil, como se vivêssemos numa guerra. Em entra na hora da visita.
NÃO É SOLUÇÃO? 2015 foram registrados 3.320 assassinatos desses
O Brasil, atualmente, possui a terceira maior jovens pelas mãos da polícia, segundo consta no MULHERES E O
população carcerária do mundo. Do iní- Mapa da Violência de 2017.
cio da década de 90 até 2016, a popula- Acreditamos que matar e prender pobres e
ENCARCERAMENTO
ção prisional brasileira cresceu 707%. Em relação às mulheres, a seletividade se tor-
negros é uma estratégia do Estado para manter na um problema pior, uma vez que a maioria
ESSE AUMENTO VEM ACOMPANHADO DA a desi-gualdade social.
SUPERLOTAÇÃO DAS CADEIAS E DA VIO- está presa por crimes não violentos. O TRÁ-
Apesar de existirem muitos delitos, cerca de FICO DE DROGAS PRENDE 62% DAS
LAÇÃO SISTEMÁTICA DOS DIREITOS HU-
80% da população carcerária está presa por MULHERES NO BRASIL, QUE, NA MAIOR
MANOS, INCLUINDO TORTURAS E MAUS-
crimes contra o patrimônio ou por pequeno PARTE DOS CASOS, SÃO PEQUENAS
-TRATOS. COMERCIANTES OU MERAS USUÁRIAS.
tráfico de dro-gas, o que desmente a ideia de que
população pri-sional tem, em sua ficha, crimes A prisão de mulheres muitas vezes envolve uma
EVOLUÇÃO DAS PESSOAS PRIVADAS DE separação violenta e ilegal de seus filhos ou
violentos.
LIBERDADE ENTRE 1990 E 2016 mesmo submete mulheres grávidas a con-dições
precárias de saúde, chegando a casos de terem
DISTRIBUIÇÃO POR GÊNERO DOS CRIMES que dar à luz algemadas ou no chão.
726.7
691.6

800.0
622.2

TENTADOS/CONSUMADOS ENTRE OS
700.0
581.5
549.8
514.6
495.5

600.0
473.6

REGISTROS DAS PESSOAS PRIVADAS DE


451.4
427.4
401.2

500.0
361.6
335.4

LIBERDADE, POR TIPO PENAL


328.5

400.0
239.3
233.9
232.8

300.0
194.1
170.6
148.5
126.2

4%
125.2
114.3

200.0
2% Tráfico
90.0

100.0 11% 1%
Quadrilha ou bando
0.0 6%
1990 1992 1993 1994 1995 1997 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 1% 25% Roubo
FONTE: Ministério da Justiça. A partir de 2005, dados do Infopen. 1% Furto
5%
Receptação
Homicídio
Estar na prisão não significa cumprir a pena 3% 9% Latrocínio
Desarmamento
determinada pelo juiz. Na realidade, quase Violência Doméstica
metade das pessoas presas ainda estão suma- HOMENS 2% MULHERES
Outros
11% 62%
riando, ou seja, são juridicamente inocentes.
A prática do sistema penal é, portanto, punir 11% FONTE:Levantamento
Nacional de Informa -
antecipadamente. Sem falar nos condenados 3%
ções Penitenciárias
- Infopen, junho/2016
que estão presos mais tempo do que deve- 2%
riam ou dos que tiram a cadeia de ponta a 26%
12%
ponta nos CDPs, uma ilegalidade.
orientação de
vinco e ordem
de dobra

face 3 face 6 face 1


verso capa
face 2 face 4 face 5