Você está na página 1de 45

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO

CAMPUS MATA NORTE


LICENCIATURA EM MATEMÁTICA
LABORATÓRIO DE ENSINO DE MATEMÁTICA

SEQUÊNCIA DIDÁTICA

Matemática – Ensino Fundamental Anos Finais


Operações com Números Naturais

Introdução

Esta sequência didática inicialmente foi pensada para atender estudantes do 6º ano do ensino
fundamental, anos finais quanto a compreensão de operações com números naturais, tais
como adição, multiplicação e potenciação, tendo como operações inversas subtração divisão
e radiciação. No entanto, em virtude das possibilidades de desenvolvimento de habilidades
relacionadas a este objeto do conhecimento em atividades mais complexas em outros anos
do ensino fundamental – anos finais, esta sequência apresentando atividades mais simples e
outras de maior complexidade abordando as operações com números naturais.

As situações propostas procuram por meio de atividades contextualizadas e explorando os


campos conceituais que envolvem o objeto de ensino que será trabalhado desenvolver
sentidos e significados de tais operações para os estudantes do ensino fundamental – anos
finais.

Habilidades da BNCC

(EF06MA03) Resolver e elaborar problemas que envolvam cálculos (mentais ou escritos,


exatos ou aproximados) com números naturais, por meio de estratégias variadas, com
compreensão dos processos neles envolvidos com e sem uso de calculadora.

Objetivos de ensino e aprendizagem


 Resolver e elaborar problemas com números naturais que envolvam cálculos –
mentais ou escritos, exatos ou aproximados;
 Reconhecer diferentes estratégias para resolução e elaboração de problemas
envolvendo os números naturais;
 Compreender os processos envolvidos nas operações com e sem o uso da
calculadora.

Objetos do conhecimento
Operações (adição, subtração, multiplicação, divisão e potenciação) com números naturais.
Duração
11 aulas

Materiais
caderno, caneta, lápis, calculadora; folhas de ofício, papelão para confecção das cartas de
baralho, piloto de quadro branco, quadro, atividades impressas.

Espaço
Sala de aula.

Processo de avaliação contínua


Utilização de estratégias de avaliação formativa considerando a observação contínua dos
níveis de apropriação dos conhecimentos pelos estudantes. Tal observação pode ocorrer de
maneira formal e informal, oral ou escrita buscando sempre a superação das dificuldades
encontradas pelos estudantes e o compartilhamento de estratégias com vistas a autoregulação
da aprendizagem.

Desenvolvimento

Aulas 1 e 2 - Adição e Subtração

Como fundamentação para o desenvolvimento das atividades envolvendo adição será


utilizada a teoria dos campos conceituais de Vergnaud, que divide o campo aditivo em cinco
classes:

1. Transformação - Alteração do estado inicial por meio de uma situação positiva ou


negativa que interfere no resultado final.

2. Combinação de medidas - Junção de conjuntos de quantidades preestabelecidas.

3. Comparação - Confronto de duas quantidades para achar a diferença.

4. Composição de transformações - Alterações sucessivas do estado inicial.

5. Estados relativos - Transformação de um estado relativo em outro estado relativo.


Aula 1

1. Transformação positiva de um estado inicial

2. Transformação negativa de um estado inicial


3. Combinação de medidas

4. Comparação
5. Composição de transformações

Em seguida, proponha para os alunos a elaboração de problemas, cuja a resolução faça uso
das operações de adição e subtração, utilizando o material dourado para compreensão do
algoritmo, resolver com o uso do papel e lápis e conferir na calculadora.
Aula 2 - Jogo dos fatos Básicos da adição e subtração

Separe a turma em trios, para dois serem juízes e um ser o jogador, e depois alternar. O
propósito da atividade é o exercício de cálculos de adições e subtrações, utilizando o cálculo
mental.

Aulas 3 a 7 – Multiplicação e Divisão

No caso das estruturas multiplicativas, Magina et. al (1997), levando em consideração


as idéias de Vergnaud (1983, 1988, 1991), apontava a multiplicação, divisão, fração,
razão, proporção e números racionais como os vários conceitos matemáticos presentes
nesse campo conceitual.
Mais recentemente, a partir de novos resultados de pesquisa, complementaram a lista dos
conceitos envolvidos nesse campo, identificando a razão, 4ª proporcional, Combinação,
Relação um para muitos, divisão como partição, divisão como cota, entre outros,
considerando que eles podem ser trabalhados dentro de situações de proporcionalidade
simples, comparação multiplicativa, produto cartesiano, e pode, ainda, haver misturas
entre essas situações, gerando problemas bi-lineares e de proporção múltiplas.
Assim, como objetivos específicos das aulas de multiplicação e divisão teremos:

Objetivos Específicos Aulas

Ampliar o senso numérico e a compreensão dos significados da 2


multiplicação e da divisão em situações-problemas envolvendo
quantidades até a ordem dos milhares, utilizando estratégias de
cálculo que podem ou não envolver o uso dos algoritmos.

Reconhecer a multiplicação e divisão como operações inversas, 1


fazendo ou não uso dos algoritmos usuais.

Utilizar a estratégia do cálculo mental com eficiência para resolver 1


situações-problemas de multiplicação e divisão.

Resolver situações-problemas com o uso da calculadora na 1


realização de operações com números naturais