Você está na página 1de 4

Formulário para Atividade ​Online ​– AO 02- Unidade II

Nome da Disciplina: História Contemporânea I


Natureza: Obrigatória
Cursista: Alexandre Victor dos Santos Bernardo
Polo: Santo Antônio do Descoberto
Tutor:
Turma: A

Atividade:

AS REVOLUÇÕES BURGUESAS

ROTEIRO PARA CONSTITUIÇÃO DE CRONOGRAMA DE ACONTECIMENTOS

5.1- Leia os textos indicados procurando identificar os principais acontecimentos da Revolução


Inglesa e da Revolução Francesa (leve em consideração a data/ano, o acontecimento e os
principais envolvidos nesses acontecimentos).
5.2- Preencha o cronograma de acontecimentos no Formulário para Elaboração de AO 02-
Unidade II.
5.3- E​nvie o Formulário para Elaboração de AO 02- Unidade II por meio do link – AO 02- Unidade
II: Envio de Tarefa. Para que o Tutor possa avaliá-lo.

A Revolução Inglesa (1640-1660)

Data/ano, o acontecimento e os principais envolvidos nesses acontecimentos

Ex: 1640-1642 - A Grande Rebelião - a revolta do Parlamento contra a Monarquia


Absolutista, após luta pela direção política do Estado;

- 1642-1648 - Guerra civil mostra o confronto entre o Parlamento e a Monarquia,


especialmente por conta das diferenças religiosas e acabou em conflito armado.
Cem anos antes a Inglaterra vinha de momento de grande desenvolvimento e
alguns historiadores viam nesse momento quase uma pré revolução industrial.
Para fugir dos limites da indústria têxtil o trabalho era mais doméstico, mas mesmo
assim dividido em busca de especializações. Também se desenvolvia a indústria
baseada no carvão e além dela as construções navais tanto em âmbito interior
como exterior. Esse processo de mudança econômica aliada à inflação causou
uma intensa redistribuição de renda e também processo de mobilidade social. Isso
se deu por meio de um deslocamento das riquezas da Igreja e da Coroa, mas
também de pessoas muito ricas ou muito pobres, indo para a classe média e
classe média alta. A propriedade de terra ainda era o responsável pelo prestígio
social e poder político e surgiu na burguesia o interesse em adquirir terras. Dentro
da hierarquia social inglesa os Gentry eram uma nobreza mais de status que de
sangue e os Gentlemen eram os proprietários de terras e acima deles estavam os
pares, a nobreza e a aristocracia. Era diferente do restante da Europa pela aptidão
ao comércio e tratamento sem preconceito por conta da desclassificação social,
comum na França. No reinado de Charles I acontece disputa acirrada entre o rei e
o parlamento discutindo o direito de governar e levou Charles a dissolver o
parlamento por quatro vezes. Como também havia o desejo de unificar a religião
com a Escócia e a igreja escocesa se rebela contra a decisão começa a guerra
entre o rei e seus opositores. Já frágil, o rei enfrenta o exército do parlamento
numa guerra civil e sai derrotado, sendo condenado à morte por seus compatriotas,
mas deixando de herança a tentativa de modernizar o país e também a ligação
com as artes.
- 1649-1658 - Foi a época da República de Cromwell e apontou para o
desdobramento lógico do processo e fruto de criação de um exército revolucionário
(New Model Army), além da política radical dos niveladores (Levellers). Isso
conduziu ao julgamento e execução do rei até a proclamação da República
(Commonwealth). Isso se deu após a morte de Charles I e Oliver Cromwell era
membro do parlamento e com a Commonwealth privilegiou os burgueses que o
apoiavam. Para fomentar ainda mais a indústria naval em crescimento determinou
que somente navios de bandeira inglesa levariam produtos ingleses.
- 1653 - Mesmo assim, Cromwell se sentia ameaçado pelo parlamento e decide
fechá-lo. Ainda manda executar os chefes do exército burguês que ele mesmo
havia criado e decide deixar Richard, seu filho, frente ao governo. Mas sem o
mesmo prestígio do pai a própria burguesia pede a volta da monarquia e Charles II
assume e assim se restaura a dinastia Stuart na Inglaterra.
- 1660 - Momento da Restauração, apontando assim os limites da Revolução.

Referência
FLORENZANO, Modesto. ​A Revolução Inglesa​. In: As Revoluções Burguesas. Ed.
Brasiliense. 1998. SP.

A Revolução Francesa (1789-1799)

Data/ano, o acontecimento e os principais envolvidos nesses acontecimentos

Ex: O fim do século XVIII: época de crise para os velhos regimes da Europa e seus
sistemas econômicos e de grandes agitações políticas.

- 1720-1780 - época de disputa comercial entre Inglaterra e França com expansão


do comércio externo francês em quatro vezes no período e com áreas coloniais de
maior dinâmica que a Grã-Bretanha, mas ainda sim com menos poder que os
ingleses.
- 1774-1776 - reforma fracassada de Turgot, buscando o fim das restrições e
desigualdades sociais.
- Século VIII - os nobres passaram a exercer seus privilégios ocupando os lugares
na monarquia mesmo que em lugares de pessoal mais competente. Desse modo a
nobreza centralizava o poder e buscava conseguir cada vez mais renda, afetando a
classe média e até mesmo o campesinato com altos tributos.
- 1787 - convocação da assembleia dos notáveis, sendo a primeira brecha do
absolutismo, que convocou os Estados Gerais, como não acontecia desde 1614.
- 1789 - a burguesia adota a expressão do “povo” como ideal de nação e força
motriz da revolução. Após uma má safra e um inverno muito difícil tornaram a crise
como uma oportunidade política para o desespero do povo francês com a ideia de
se libertar da pequena nobreza e da opressão.
- 14 de julho de 1789 - data mais importante do período com a queda da bastilha. O
efeito simbólico era ainda mais importante, pois esta era uma prisão real que
mostrava o poder da monarquia e como diz Hobsbawm “em tempos de revolução
nada é mais poderoso do que a queda de um símbolo” (1981, p. 79).
- Julho a Agosto de 1789 - o feudalismo francês caía aos poucos e máquina estatal
se desmontava com o Grande Medo (Grande Peur).
- 1793 - feudalismo finalmente abolido.
- Entre 1789 a 1791 - a vitoriosa burguesia moderada que agora era a Assembleia
Constituinte buscou a reforma na França. Realizou-se então a Constituição de
1791 que rechaçou a democracia excessiva por meio de um sistema de monarquia
constitucional. No mesmo ano, Luís XVI tentou ainda fugir, mas acabou preso.
- Abril de 1792 - declaração de guerra e invasão da França pela Áustria e pela
Prússia e em Agosto/Setembro a monarquia foi derrubada.
- 1793 - continuou a tentativa de se estabelecer um acordo e foi firmada uma nova
Constituição e começou também a perseguição contra os inimigos da Revolução.
- 1794 - Derrubada de Robespierre.
- 1795 - É estabelecida a 3ª Constituição.
- 1799 - Golpe do 18 de Brumário (9 de Novembro) de Napoleão.

Referência
HOBSBAWM, Eric J. ​A Revolução Francesa​. In: A era das revoluções, 1789-1848. Rio
de Janeiro: Paz e Terra, 1981.