Você está na página 1de 3

Melhor GPS – como escolher o melhor GPS?

Qual o melhor GPS? Após muito tempo perdido no trânsito, você quer um GPS. O Terra Shopping explica
o funcionamento da tecnologia GPS e como escolher o melhor GPS.

Tecnologia GPS – Entenda o Funcionamento:

GPS - Global Positioning System - significa Sistema de Posicionamento Global, em inglês. Trata-se de
um sistema americano de localização via satélite, que é utilizado para determinar a posição de um
receptor GPS na superfície da Terra.

O GPS foi criado e é controlado pelo DoD (Department of Defense) - Departamento de Defesa dos
Estados Unidos -, órgão federal que coordena e supervisiona todas as unidades do governo ligadas à
segurança nacional e às forças armadas. O uso do GPS antes era exclusivamente militar, mas
atualmente é aberto para uso da população, necessitando apenas de um receptor para captar os sinais
dos satélites.

O sistema GPS é composto por três partes: espacial, de controle e utilizador. A primeira é formada pelos
satélites. A segunda, pelas estações terrestres espalhadas ao longo da Zona Equatorial que monitoram
as órbitas dos satélites. As estações também sincronizam os relógios de bordo dos satélites e atualizam
os dados transmitidos. A parte do utilizador é o tão cobiçado receptor GPS que as pessoas utilizam como
guia.

Um receptor GPS capta e descodifica os sinais emitidos pelos satélites e calcula sua posição baseado na
distância em que está dos satélites. O sistema é formado por 24 satélites que operam seis órbitas, cada
um deles circunda a Terra duas vezes ao dia. O receptor GPS capta sinais de quatro satélites para
determinar sua localização exata. Ele calcula a distância que está de cada um dos satélites pelo intervalo
de tempo entre a emissão e a recepção dos sinais. A localização do receptor encontra-se na intersecção
de quatro superfícies obtidas pelas posições dos quatro satélites em um sistema de coordenas
geográficas (latitude, longitude, elevação).

Modelos de GPS

Existem categorias distintas de GPS, para diversas áreas de atuação, e a maior diferença entre elas é o
grau de precisão. O GPS para navegação é aquele que as pessoas usam para dirigir, não é dos mais
precisos, mas é o suficiente para guiar os motoristas contemporâneos. A vantagem, além do menor
preço, é a variedade de aplicações.

O primeiro critério na escolha do melhor GPS é o local de uso. Você pretende usá-lo em estradas, trilhas,
no mar ou na cidade? Existem modelos de GPS mais adequados para cada uma dessas possibilidades.
E se você pretende fazer tudo isso, aí o melhor é um GPS multiuso.

Procure conhecer as funcionalidades de cada modelo de GPS e de quais delas você precisa. Por
exemplo, se você precisa de um GPS que diz “vire à esquerda agora e à direita em seguida” ou se as
coordenadas não precisam ser assim tão detalhadas.

Um fator relevante para encontrar o melhor GPS é o mapa utilizado por ele, já que o aparelho sozinho
apenas diz onde você está, mas não como chegar aonde quer. Alguns modelos permitem compartilhar
informações e arquivar os caminhos percorridos. Você pode depois salvar as rotas no seu computador.
Um dos programas mais utilizados para essa troca de roteiros é o Trackmaker. Com o registro das rotas,
fica muito mais fácil fazer o caminho de volta, sem o risco de ficar perdido.

A interação entre usuários de GPS também abrange atividades de lazer como caças ao tesouro, alguns
sites como o www.geocaching.com e www.confluence.org são especializados em realizar competições de
exploração geográfica.
Como escolher o melhor GPS – principais itens de avaliação:

• Sensibilidade de recepção - quanto mais alta, melhor a captação dos sinais em condições
adversas. Em geral, modelos com pelo menos 10 canais de recepção apresentam um
desempenho satisfatório. Acima de 12 canais, não faz mais diferença, pois é o número máximo
de satélites que o receptor consegue visualizar.

• Processador / chipset - determina a taxa de transferência entre uma posição e a próxima.


Também é responsável pela TTFF - Time To First Fix -, tempo que o receptor leva para
determinar a primeira posição.

• Altímetro barométrico - indica a altitude, em uma tela exclusiva com o perfil altimétrico.
Conforme o local em que estiver, essa função pode ou não ser prioritária.

• Bússola eletrônica - indica os pontos cardeais, assim como uma bússola comum. É útil se você
estiver parado.

• Mapa incluso - deve estar de acordo com as regiões em que você vai utilizar o aparelho. Você
salva os trajetos utilizando a memória do mapa, alguns modelos permitem a navegação em
algumas cidades por comandos de voz. Outro uso da memória dos mapas é gravar a localização
de radares e pedir para que ao aparelho avise quando estiver se aproximando de algum radar.

• Capacidade para tracklog - é a capacidade de armazenar caminhos. Prefira um receptor com


capacidade para no mínimo 10.000 pontos. Existem modelos de GPS com cartão de memória,
aí é possível ganhar espaço a mais para gravação de rotas. Um cartão de 64 MB grava milhões
de pontos.

• Pontos de interesse - esse item faz parte do navegador, o software, que o seu receptor irá
utilizar. Quanto mais pontos de interesse, melhor. São endereços já gravados no mapa, veja o
que é mais interessante para você: bancos, farmácias, restaurantes, etc.

• Atualizações - mais um item a ser avaliado no software. Veja quais atualizações estão
disponíveis e se são pagas.

• Tela / visor - o tamanho da tela deve ser o suficiente para que você possa visualizá-la bem,
quando estiver em movimento. Outros fatores de escolha são a iluminação da tela, cores de
visualização, tela sensível ao toque (touchscreen).

• Acessórios - confira quais acessórios vêm com o receptor. Antena externa, por exemplo, além
de aumentar a precisão e rapidez do aparelho, é útil para camuflar o receptor no carro, evitando
furtos. Outros acessórios úteis são o carregador e o suporte para usá-lo no carro.

• Outros recursos - alguns aparelhos trazem entrada para fone de ouvido, alto-falante embutido,
entrada USB e transferência Bluetooth. Outros agregam leitor de e-book e MP3/MP4 players.

• Autonomia da bateria - se for usá-lo para viagens longas, há modelos que oferecem até 20
horas de autonomia.

• Robustez / resistência - se vai utilizá-lo em trilhas, esse aspecto é fundamental. Verifique se o


aparelho é resistente a quedas e se é à prova d’ água.

• Serviços extras - algumas marcas disponibilizam serviços como informações sobre o trânsito,
preço de gasolina, etc.

O Terra Shopping tem diversos modelos de receptores de GPS e acessórios, para você comparar e
escolher o melhor GPS.
A Pro Teste, realizou pesquisa com nove aparelhos de GPS vendidos no Brasil e
elaborou um ranking.

Os modelos avaliados no ranking da Pro Teste foram:

Guia Quatro Rodas Navegador Mio C310, Navisystem DOTB 400, Guia Quatro Rodas
Navegador Mio C320, Aquarius GPS com tela widescreen de 4,3 polegadas (nv618), T-
Levo Navegador GPS Pessoal N3 (Elgin) e Ndrive GPS G50 (Navcity).

Nos testes foram adotados os seguintes critérios: avisos de segurança para o motorista;
qualidade e rapidez na recepção do sinal de GPS, cálculo das rotas, portabilidade dos
aparelhos, visibilidade da tela, qualidade gráfica, instruções por voz, velocidade de
navegação no produto e duração da bateria.

O aparelho que melhor se saiu nos testes foi o Tom Tom One V3 Brasil 3ª edição, com
preços que vão de R$ 1.098 a R$ 1.399. A melhor relação custo-benefício foi para o
Apontador GPS G7, 4 polegadas, que custa entre R$ 799 e R$ 913.

O motorista deve ficar atento ao preço das atualizações dos mapas usados pelos
aparelhos para traçar as rotas. Em alguns casos, ele pode ter que desembolsar a cada seis
meses o equivalente a 10% do valor do aparelho.

Quem compra um Navegador Guia Quatro Rodas paga R$ 149 pelo software e R$ 79
pela atualização anual. O GPS Apontador oferece atualização gratuita por dois anos e
depois cobra taxa anual de R$ 90. As atualizações do Navisystem e do T-Levo custam
R$ 99 a cada seis meses.

O Ndrive é o único da lista com atualização gratuita.


Os produtos funcionam bem e podem ser úteis nas grandes cidades e viagens de férias.
A Pro Teste recomenda a compra pela Internet, onde há maior variedade de marcas e
ofertas.

Teste jornal da globo

• Apontador G8 – mais barato e tela menor, com lateral ocupada fica ainda menor;
• Airis T954BR – tela é maior, mas esquerda lateral ocupada a deixa do tamanho
da outra;
• Aquarius Discovery – tela é maior, mas direita lateral ocupada a deixa do
tamanho da outra;
• Tom Tom XL – tela é a maior e os dados ocupam a parte inferior da tela não
interfere tanto na visão dos dados expostos.