Você está na página 1de 2

A MINERAÇÃO NO BRASIL

A procura por minérios no Brasil iniciou-se no século XVII com as expedições de


entradas e Bandeiras, organizadas pelo governo e financiadas por pessoas, respectivamente.
O resultado positivo dessas expedições atraiu o interesse de outros países tais como
Portugal, no qual trouxe varias mudanças para a sociedade e economia da época.
Atualmente, o Brasil possui um dos subsolos mais ricos em minérios no mundo. Os
país possui um grande índice de exportações e produção de produtos primários oriundos do
ferro, calotas e alumínio. Contudo, alguns especialistas afirmam que a mineração nacional é
um pouco tardia em relação á outros países produtores no setor.
De acordo com a Agência Nacional de Mineração (ANM), existem 790 barragens de
rejeitos de minério nos pais, sendo que mais de 300 delas não possuem classificação de risco
por não se enquadrarem nos aspectos críticos de danos em relação à dimensão e capacidade
de rejeitos. Ademais, a ANM fica a cargo de receber relatórios e monitoramento feito por
especialistas engenheiros das próprias empresas mineradoras que, na maioria das vezes, não
são pontuais com as exigências e acabam acumulando riscos em que, mais cedo ou mais
tarde, poderão se tornar em tragédia.
A Agencia Nacional de Aguas (ANA), que possui a responsabilidade de consolidar os
relatórios de segurança de barragens, apresenta um número muito superior, cerca de 24 mil
barragens no país (este número esta relacionado com barragens de finalidades, métodos de
construção e fiscalização diferentes, dentre eles: produção de energia elétrica, disposição de
resíduos industriais e usos múltiplos de água). Porém, a ANA afirma que esta estimativa pode
ser ainda maior, visto que, a maioria está localizada em áreas rurais e, consequentemente,
não são todas que possui registro.

Principais mineradoras no Brasil

Um dos grandes propulsores do comercio de minério no Brasil, a Vale S.A, é uma empresa
multinacional considerada a maior do mundo, sobretudo em mineração de ferro, níquel e pelotas.
No Brasil não é diferente, ela lidera a produção nacional e esta em quase todos os estados do país.
Outra gigante da mineração nacional é a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), exporta
cerca de 37 milhões de toneladas de ferro para a Ásia e Europa, tendo um faturamento anual de
R$18 milhões de reais.