NOÇÕES DE CONTABILIDADE GERAL

Professor Sobral

Programas Objeto e Finalidade Técnicas Contábeis Campo de Aplicação Fatos Administrativos (Contábeis) Patrimônio: conceito, componentes e aspectos. Capital Contas: débito, crédito e saldo. Classificação funcional Estrutura das contas Plano de contas Lançamentos Escrituração Livros utilizados na escrituração Variações do Patrimônio Líquido

Contabilidade
Conceito e finalidade: É a ciência que permite através de suas técnicas manter a orientação e controle permanente do patrimônio da empresa. Isto é através de suas funções de orientação, controle e registro ela alcança sua finalidade que é orientar o administrador sobre as alterações

ocorridas no patrimônio. Sendo que estas alterações foram efetuadas pela escrituração e lançamentos dos fatos contábeis ocorridos. O objetivo da contabilidade é fornecer dados à administração, e a terceiros referente a situação econômica financeira da empresa. O campo de aplicação da contabilidade é o das entidades com fins lucrativos ou sem fins lucrativos. Atualmente a contabilidade deixou de ser um simples instrumento de registro e de controle, e sim um instrumento importante que o administrador dispõe para tomar decisões. Atos e Fatos Administrativos Contábeis: Na administração do Patrimônio de uma empresa, ocorrem atos e fatos administrativos. A diferença do ato para o fato administrativo é que o primeiro não altera a substância do Patrimônio (como admitir empregados, assinar documentos e etc...) e o segundo, altera a substancia patrimonial (compras, vendas e etc...). As variações decorrentes dos fatos administrativos dão margem a três tipos de alterações no Patrimônio, ou seja: a-) Fatos Permutativos; são aqueles que não alteram o Patrimônio Líquido. Representam modificações entre componentes do Ativo e ou Passivo, sem que o Patrimônio Líquido se modifique. Ex.: Compra de Mercadorias à vista; Compra de Instalações à prazo; Recebimento de Direitos; Pagamento de Obrigações. b-) Fatos Modificativos; são aqueles que alteram o Patrimônio Líquido. Podem ser aumentativos, quando o Patrimônio Líquido aumenta e diminutivo quando diminui. Ex.: Pagamento de despesas (diminutivo) Recebimento de receitas (aumentativo)

2

-)Pagamento de Duplicatas com juros.. Entrou dinheiro no Caixa. veículos. Direitos: clientes. diminui as obrigações do (Passivo) e houve uma despesa (os juros pagos). Direito ou Obrigação) e uma ou mais contas de Resultado ou do Patrimônio Liquido. Bens Dinheiro Veículos Máquinas 20.. Para representar graficamente daremos valores para os componentes do patrimônio. *Fatos modificativos: envolvem apenas uma Conta Patrimonial (que representa Bem.000 30. Saiu dinheiro do Caixa (Ativo). salários a pagar. OBS.. impostos a recuperar e etc. Ex. *Fatos mistos: envolvem mais de uma Conta Patrimonial e uma ou mais Contas de Resultado ou Patrimônio Liquido. Bens: dinheiro.. impostos a recolher e etc. mercadorias e etc. Direitos e Obrigações. fatos mistos provocam alterações no Ativo. PATRIMÔNIO: É o conjunto de Bens.000 3 ..: *Fatos permutativos: envolvem apenas contas patrimoniais. títulos a pagar. títulos a receber. saiu Mercadorias (Modificações no Ativo) e aumentou o Patrimônio Líquido.c-) Fatos Mistos. Obrigações: fornecedores. simultaneamente.: -)Venda de Mercadorias com Receita de Vendas.000 15. máquinas. diminuindo o Patrimônio Liquido.. no Passivo e no Patrimônio Liquido.

000 refere-se ao capital.Mercadorias Direitos Clientes Títulos a receber Obrigações Fornecedores Salários a pagar Títulos a receber 5.000 10. Por convenção os elementos positivos são denominados componentes ativos e o seu conjunto forma o grupo do ATIVO.000 25.000 8.000 20.000 Veículos 30.000 Mercadorias 5. e do lado direito as Obrigações que formam o grupo dos elemento negativos (C . a pagar 20. Na representação gráfica apresentada temos do lado esquerdo os Bens e os Direitos.000 Direitos Clientes Tít. a receber 10.000 PASSIVO Elementos negativos C Obrigações Fornecedores 25.000 PATRIMÔNIO ATIVO D Elemento positivos Bens Caixa 20.000 Tít.: A diferença de 29.000 Máquinas 15.natureza credora).natureza devedora). e os elementos negativos são denominados componentes passivos e seu 4 .000 2.000 obs. que formam o grupo dos elementos positivos (D .000 Salários a pagar 8.000 2.

Ex.000 20. máquinas. que o proprietário da empresa fornece para iniciar suas atividades. é usada para representar o conjunto dos elementos .000 Veículos 5. CAPITAL: Para podermos iniciar uma empresa. O capital pode ser integralizado em dinheiro.000 Lançamentos Contábeis Diversos a Capital (sócio A) Caixa 20. imóveis.000 Mercadorias 10. direitos a receber e etc. é preciso inicialmente um capital.000 Imóveis 20.000 Máquinas 10. e são os dois grupos do Patrimônio. Sócio A Dinheiro Veículos Mercadorias 20.000 35.000 35.000 35.000 Sócio B Dinheiro Máquinas Imóveis 5.conjunto forma o grupo do PASSIVO.000 10. veículos.000 Diversos a Capital (sócio B) Caixa 5. móveis.000 10.: Formação da empresa Delta com dois sócios. Quando a empresa está sendo constituída. 5 . Histórico Pela integralização de sua parte de 50% do capital social.000 Histórico Pela integralizaçao se sua parte de 50% do capital social..000 35. a palavra Capital..000 5.

como as compras. CONTAS Conta é nomenclatura usada aos componentes patrimoniais (bens. etc. elemento Veículos.000 10.. os recebimentos são registrados em livros próprios através das contas. direitos.000 70.000 Como podemos observar na formação do patrimônio acima. Estrutura Gráfica de uma conta 6 .000 70.). Todos os acontecimentos que ocorrem na empresa.BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO Bens Caixa Mercadorias Veículos Máquinas Imóveis 25.000 PASSIVO Obrigações Patrimônio Liquido Capital 70. Quando no referimos aos componentes patrimoniais falamos em elementos. conta Veículos. o capital além de formar o patrimônio líquido da empresa Delta.000 5. representa uma obrigação da empresa delta para seus sócios A e B. os pagamentos.. obrigações e patrimônio liquido) e aos elementos de resultados (despesa e receita). as vendas. Agora não apresentaremos nada de novo. simplesmente quando no referimos aos componentes patrimoniais não diremos mais elemento e sim contas (conta Caixa. É através das contas que a contabilidade consegue desempenhar o seu papel por isso elas devem ser tratadas com bastante carinho pelos contabilistas. elemento Fornecedores. Por exemplo: elemento de Caixa. responsáveis pela sua gestão.000 20.000 10. elemento Móveis.

Exemplo: Água e Esgoto Aluguéis Passivos Café e Lanches Contrib. da Previdência Descontos Concedidos Desp. são elas que representam o patrimônio da empresa através do balanço patrimonial. Bancária 7 .D (débito) Nome da Conta Crédito C _______________________________________________________ Saldo__________________________________________________ Classificação das contas a-) Contas Patrimoniais b-) Contas de Resultados Contas Patrimoniais: são as contas que vimos até agora. direitos. Contas de Resultados: dividem-se em contas de Despesas e contas de Receitas. Não fazem parte do balanço patrimonial. representam os bens. Aparecem durante o exercício social encerrando-se no final do mesmo. Despesas: Decorrem do consumo de bens e da utilização de serviços. mas permitem apurar o resultado do exercício. obrigações e o patrimônio líquido dividem-se em ativas e passivas.

de 15/12/1976 (Lei das Sociedades por Ações). principalmente. a legislação pertinente. são as contas que representam os elementos positivos. Plano de Contas Simplificado (como exemplo) A-) Contas Patrimoniais 8 .Fretes e Carretos Luz Material de Limpeza Salários Prêmio de Seguro Telefone Receitas: Decorrem das vendas de bens e da prestação de serviços. são as contas que representam os elementos negativos. Contas de natureza credora (saldo). sendo as mais comuns: Aluguéis Ativos Descontos Obtidos Juros Ativos Vendas Receitas de Serviços OBS: Contas de natureza devedora (saldo). que é o lado esquerdo (Ativo) do balanço patrimonial. Plano de contas: é um elemento onde encontra-se todas as contas previstas pelo setor contábil da empresa e necessário para a classificação dos documentos que irão efetuar os registros contábeis. que é lado direito (Passivo) do balanço patrimonial. Cada empresa deve elaborar o seu plano de contas obedecendo seus interesses e. Atualmente o plano de contas deve obedecer as disposições da lei 6404.

10 Estoque de Mercadorias 10.9 Ações de outras empresas (Investimento) 10.6 Participação em Outras Empresas Imóveis de Renda Computadores Imóveis Instalações Móveis e Utensílios 9 .1 Caixa 10. Ativo Circulante 10.4 Clientes 10.6 (-) Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa 10.2 Promissórias a receber 12.1 12.11 Estoque de Material de Expediente 10.4 12.12 Juros Passivos a vencer 10.Ativo: 10.7 Promissórias a receber 10.8 ICMS a recuperar 10.3 12.5 Duplicatas a receber 10.1 Duplicatas a receber 11. 11. Ativo Permanente 12.2 Bancos Conta Movimento 10.2 12. Ativo Realizável a Longo Prazo* 11.1.13 Prêmios de Seguros a vencer.5 12.3 Aplicações Financeiras 10.

13 Provisão p/ Impostos de Renda 21. Passivo Exigível a Longo Prazo** 21. Deferido 13.7 Veículos 12.12 Provisão p/ Contribuição Social 20.9 Fundo de Comércio 12.1 Fornecedores 20.12. Passivo Circulante 20.5 ICMS a recolher 20.Passivo: 20.7 Contribuições de Prev.1 Despesas pré .2 Promissórias a Pagar 22.10 Dividendos a pagar 20.2 (-)Amortização Acumulada 2.operacionais 13.3 Promissórias a pagar 20.4 COFINS a recolher 20. Resultados de Exercícios Futuros 10 .1 Duplicatas 21.8 (-) Depreciação Acumulada 12. a Recolher 20.10 Marcas de Patente 13.8 FGTS a recolher 20.9 Salários a pagar 20.6 PIS s/ faturamento a recolher 20.2 Duplicatas a pagar 20.11 Impostos e Taxas a recolher 20.

3 Reserva Legal 23.22. ** Obrigações cujos vencimentos ocorram após o término do exercício subsequente. Despesas Operacionais 30.4 Reserva Estatutária 23.2 Aluguéis Passivos 11 .1 Capital 23.1 Água e Esgoto 30.1 Aluguéis Ativos a vencer 22. As obrigações cujos vencimentos ocorram no curso do exercício subsequente estão no Passivo Circulante.2 Outras Receitas a vencer 23. B-) Contas de Resultado 3. Os direitos cujos vencimentos ocorram no curso do exercício subsequente estão no Ativo Circulante.5 (+ ou -) Lucros ou Prejuízos Acumulados * Direitos cujos vencimentos ocorram após o término do exercício subsequente (seguinte). Patrimônio Líquido 23.2 (-) Titular Conta a realizar 23.Despesas: 30.

12 FGTS 30.30.11 Encargos Sociais 30.17 Material de Expediente 30.15 Juros Passivos 30.2 Descontos Obtidos 40.3 Juros Ativos 40.1 Perdas em Transações do Ativo Permanente 4-) Receitas 40.18 Prêmios de Seguro 30.16 Luz e Telefone 30.4 Café e Lanches 30.9 Despesas Bancárias 30. Despesas não Operacionais 31.4 Receitas Eventuais 12 .6 Contribuições de Previdência 30.7 Depreciação 30.8 Descontos Concedidos 30.13 Fretes e Carretos 30.5 Combustíveis 30.14 Impostos e Taxas 30.3 Amortização 30. Receitas Operacionais 40.1 Aluguéis Ativos 40.10 Despesas com Crédito de Liquidação Duvidosa 30.19 Salários 31.

a situação do Patrimônio da empresa. Você ficou sabendo também que o lado do Ativo é composto pelos Bens e pelos Direitos. Porém essas Contas Patrimoniais são agrupadas no Balanço Patrimonial em grupos e subgrupos. Ativo Realizável a Longo Prazo 12. devidamente classificadas em três grupos: 10. 13 . os estoques de mercadoria serão transformados em dinheiro quando forem vendidos à vista. segundo a legislação vigente. conforme nosso propósito. e que o lado do Passivo é composto pelas Obrigações e pelo Patrimônio Líquido. através do Balanço Patrimonial. Ativo Circulante 11. Para facilitar. Ativo Permanente A ordem de disposição. você havia apreendido que Contas Patrimoniais são aquelas que representam.41. e assim por diante. dividindo-se em Ativo e Passivo.Ativo No Ativo você encontra todas as contas que representam os Bens e os Direitos. as Duplicatas a Receber quando forem recebidas. Por exemplo. é a ordem decrescente do grau de liquidez dos elementos nelas registrados. elaboramos o Plano de Contas utilizando apenas os grupos principais. Veja: A-) Contas Patrimoniais 1. OBS: Grau de Liquidez: É o maior ou menor prazo no qual Bens e Direitos podem ser transformados em dinheiro.1 Ganhos em Transações do Ativo Permanente Antes que apresentássemos o Plano de Contas simplificado. Receitas não Operacionais 41.

12. Ativo Realizável a Longo Prazo Neste grupo você encontra classificadas todas as contas que representam Direitos cujos vencimentos ocorram após o término do exercício social subsequente.. estão em constante circulação.A conta Caixa e a conta Bancos Conta Movimento são as que possuem maior grau de liquidez. pela sua finalidade. que a todo instante está sendo movimentada (entra e sai dinheiro). devido a sua finalidade. Ativo Permanente Neste grupo você encontra classificadas todas as contas que representam os Bens ou Direitos que.. a conta Caixa. o mesmo ocorre com as contas de Estoque. pois representam disponibilidades imediatas. 11.. Bancos Conta Movimento. Por isso são as primeiras contas que aparecem no Plano de Contas. Os títulos a receber (duplicatas.. 14 . Por exemplo. etc... os veículos de uso da empresa. 10 Ativo Circulante Neste grupo você encontra todas as contas que representam os Bens e os Direitos que. etc. os móveis de uso da empresa. promissórias. Correspondem aos recursos aplicados em elementos que estão em franco movimento. como por exemplo. e em sua maioria.). representam recursos aplicados na empresa de maneira permanente. etc.

21.no Ativo Permanente: *) 12.no Ativo Circulante: *) 10. devem figurar no Ativo.12 (-) Amortização Acumulada Conforme explicamos no item 3 anterior. São elas: a. Passivo Exigível a Longo Prazo 22. Vamos ficar por enquanto. Passivo Exigível a Longo Prazo 15 .Nota: Contas retificadoras do Ativo: Você deve ter percebido que no Ativo apareceram três contas precedidas do sinal menos (-). as contas do Ativo são de natureza devedora (Débito). Passivo Circulante: Neste grupo você encontra classificadas as contas que representam as Obrigações da empresa que vencem no curso do exercício seguinte.8 (-) Depreciação Acumulada *) 12. porém com sinal de menos(-). Resultados de Exercícios Futuros 23. pois no momento oportuno voltaremos a abordar o assunto com mais propriedade. 2. Entretanto. Passivo Circulante 21. Patrimônio Líquido 20.Passivo No passivo você encontra as contas que representam as Obrigações e o Patrimônio Líquido. devidamente classificados em quatro grupos: 20. existem contas que embora de natureza credora (Crédito).6 (-) Provisão para créditos de Liquidação Duvidosa b. por força da lei. apenas com estas informações.

diminuídas dos custos e despesas correspondentes.5 (+ ou -) Lucros ou Prejuízos acumulados (quando o saldo for devedor representando prejuízos).13 . isto é antes do seu vencimento. como você pode observar nas contas 10. 23. deverão figurar no Ativo Circulante.2 (-) Titular Conta Capital a Realizar 23.12 . 16 .Prêmios de Seguro a vencer. no grupo do Patrimônio Líquido. você encontra Contas Retificadoras: 23. Por exemplo. esta Receita figurará no Balanço de dezembro como receita Antecipada. se a empresa receber no mês de dezembro uma Receita de aluguel correspondente ao mês de janeiro do exercício seguinte. Resultados de Exercícios Futuros Neste grupo você encontra contas que representam as receitas recebidas antecipadamente. Patrimônio Líquido Neste grupo você encontra as contas que representam o Patrimônio Líquido: *) Capital *) (-) Titular Conta Capital a Realizar *) Reserva Legal *) Reserva Estatutária *) (+ ou -) Lucros ou Prejuízos acumulados As contas deste grupo representam os capitais próprios. Nota: Também no lado do Passivo. todas as Despesas que a empresa pagar antecipadamente.Juros Passivos a Vencer e 10. Por outro lado. 22.Neste grupo você encontra classificadas as contas que representam as Obrigações da empresa que têm vencimentos após o término do exercício seguinte.

inicialmente no livro Diário.São contas que. * conta a ser debitada. embora de natureza devedora. de acordo com o método das partidas dobradas. -) Primeira fórmula. e os elementos que o compõe obedecem a uma determinada disposição.: 17 . usada inclusive para os sistemas contábeis mecanizados e computadores. As fórmulas de lançamentos dividem-se em: primeira. é usada para os lançamentos simples em que se usa uma conta devedora em contrapartida com outra conta credora. contratos e etc. recibos. * histórico. mediante documentos que comprovem a legitimidade da operação (notas fiscais. no século XV. figuram no Passivo pelas mesmas razões já expostas em relação às do Ativo. terceira e quarta. O lançamento.).. Lançamentos Lançamento é o meio pelo qual se processa a escrituração. * conta a ser creditada. Os fatos administrativos são registrados através do lançamento.. e consiste no seguinte: Não há devedor sem que haja um credor e não há um credor sem que haja um devedor. sendo que cada débito corresponde a um crédito de igual valor. * valor. É a partida contábil em sua fórmula mais simples. O método das partidas dobradas é o uso universal e foi divulgado pelo frade franciscano Luca Pacioli. e é feito de uma ordem cronológica (data). segunda. Ex. Observe que todo lançamento deve ter os seguintes elementos essenciais: * local e data da ocorrência do fato. (ou vice-versa).

É uma fórmula que não é usada na prática pois. n/ compra à prazo 10000 11000 -) Terceira fórmula: é usada para os lançamentos onde temos diversas contas devedoras em contrapartida com uma única conta credora.: Diversos a Caixa Aluguéis Pago aluguel do mês. Ex. n.: Mercadorias a Diversos a Caixa Pago pelas compras à vista 1000 a Duplicatas a pagar Ponto Frio Vlr. (data) Móveis e Utensílios a Caixa Pago pela compra de uma mesa conf. Ex. Ex. fiscal 100 -) Segunda fórmula: é usada para os lançamentos de uma única conta devedora em contrapartida com diversas contas credoras. 500 Materiais de escritório Compra referente diversos impressos 200 700 -) Quarta fórmula: é usada para os lançamentos onde temos diversas contas devedoras em contrapartida diversas contas credoras. ref... como pode ser visto representa vários lançamentos de primeira fórmula.São Paulo.: Diversos A Diversos Valor referentes as seguintes aquisições Mercadorias 18 .

CREDITAR a respectiva conta. 2. CREDITAR a respectiva conta. DEBITAR a respectiva conta.Para elementos Patrimoniais: a-) Toda vez que aumentar o Ativo. f-) Toda vez que se realizar uma Receita. b-) Toda vez que diminuir o Ativo. 19 . a Caixa Pago primeira parcela das compras acima. d-) Toda vez que diminuir o Passivo.Para os elementos de Resultado: e-) Toda vez que ocorrer uma Despesa. c-) Toda vez que aumentar o Passivo. a Duplicatas a pagar Ponto Frio Duplicatas referente à parte Financiada.Compra conforme nota fiscal n. DEBITAR a respectiva conta. CREDITAR a respectiva conta. DEBITAR a respectiva conta. 132 Móveis e Utensílios Compra conforme de uma mesa com cadeiras. 3000 7000 2000 10000 8000 10000 QUADRO AUXILIAR DA ESCRITURAÇÃO 1.

Caixa e Contas-Correntes não são obrigatórios. com individualização e clareza. O Diário é um livro obrigatório na legislação comercial. Por ser obrigatório ele está sujeito as formalidades legais externa e internas. Os principais livros utilizados na contabilidade são: *) Livro Diário *) Livro Razão *) Livro Caixa *) Livro Contas . tipograficamente. borraduras. Formalidades externas: o livro Diário deve ser encadernado com folhas numeradas em seqüência. LIVROS UTILIZADOS NA ESCRITURAÇÃO Escrituração é uma técnica que consiste em registrar nos livros próprios todos os fatos administrativos que ocorrem na empresa. Deve conter. emendas e transportes para as margens. Formalidades internas: a escrituração do Diário deve ser completa. mas são usados como auxiliares para a contabilidade. sem intervalos em brancos nem entrelinhas. mês e ano. Os outros livros Razão. As contas de Receita só serão debitadas para estorno ou encerramento de exercício. em forma mercantil. Os termos de abertura e encerramento devem der transcritos na primeira e na última página do Livro Diário.Correntes. rasuras. respectivamente. ainda os termos de abertura e de encerramento e ser submetido a uma autenticação do órgão competente do Registro do Comércio. em idioma e moedas nacionais. Esses termos são colocados na época da abertura dos livros.OBS. por ordem cronológica de dia.: As contas de Despesas só serão creditadas para estorno ou encerramento de exercício. SITUAÇÕES LÍQUIDAS E PATRIMONIAIS 20 .

ATIVO Bens + Direitos PASSIVO Obrigações SITUAÇÃO LÍQUIDA POSITIVA 2-Situação Líquidas Negativa (Passiva ou Deficitária). isto é. ATIVO Bens + Direitos PASSIVO Obrigações SITUAÇÃO LÍQUIDA NEGATIVA 3-Situação Líquida Nula. Deixamos de lado porém o aspecto quantitativo. conforme nosso propósito. O total dos Bens mais o total dos Direitos menos o total das Obrigações denomina-se Situação Líquida Patrimonial. quando o total dos elementos negativos (Obrigações) supera o total dos elementos positivos (Bens e Direito). ATIVO Bens + Direitos Regimes Contábeis 21 PASSIVO Obrigações SITUAÇÃO LÍQUIDA NULA . dos Direitos e das Obrigações. o valor de cada um desses elementos.Até agora. Logo: BENS + DIREITOS . neste caso o Ativo é inteiramente absorvido pelas obrigações. nos limitamos a esclarecer o que é Ativo e Passivo e onde devem ser colocados os elementos dos respectivos Bens.OBRIGAÇÕES = SITUAÇÃO LÍQUIDA PATRIMONIAL 1-Situação Líquida Positiva (Ativa ou Superavitária). quando o total dos elementos positivos (Bens + Direitos) supera o total dos elementos negativos (Obrigações).

mesmo que não tenham sido pagas ou recebidas. 22 .Para registrar despesas e receitas existem dois métodos: 1-Regime de Caixa: consiste no registro contábil do pagamento ou recebimento. 2-Regime de Competência: é aquele que registra mensalmente as despesas e as receitas. apropriando-se cada despesa e receita ao seu respectivo mês. no momento de sua efetivação não importando a que mês se refere o fato.