Você está na página 1de 4

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMEIRIM

Ano letivo 2020/2021

CURSO PROFISSIONAL: TÉCNICO DE MULTIMÉDIA


DISCIPLINA: PROJETO E PRODUÇÃO MULTIMÉDIA
UFCD 9955 PROJETO DE DESIGN | 2ºANO Ficha nº2
NOME: ____________________________

Conteúdos:
• Elementos básios
o Cor o Teoria das cores o Profundidade de cor
o Distinção das cores o Combinação de cores
o Dimensões da cor o Modelos de cor

Uma compreensão profunda de cor é essencial para qualquer design especializado, além de
ser uma das ferramentas mais importantes em design. Há infinitas variações de cores e de
formas de combiná-las, desde tintas para impressão até cores para a tela, cada qual com
suas características. A cor possui uma linguagem única e complexa e a capacidade de mudar
de significado quando combinada a outras cores. Na hora de escolher as cores para o nosso
design, é preciso ter em conta questões de contraste e harmonia e a
forma como essas questões podem afetar a legibilidade da tipografia.
Também se pode estabelecer o clima geral de um design usando a
psicologia das cores, mas deve se certificar de que as cores selecionadas
transmitam a mensagem correta num nível inconsciência e de são
adequadas para o público que o projeto pretende alcançar.

Para entender como escolher ou atribuir cores para um fim específico, os designers
devem, primeiro, desenvolver um conhecimento acerca de como as cores
funcionam, de como são classificadas e dos termos usados para descrevê-las.

Cores são diferenciadas de três maneiras principais: matiz, tom e saturação. “Matiz” refere-se
ao nome genérico da cor – por exemplo, vermelho, amarelo ou azul. Um único matiz pode ter
muitas variações, desde as mais claras até às mais escuras. Isso é chamado de tom ou valor.
Um mesmo matiz varia também de acordo com a sua saturação
ou croma (também chamada de intensidade). A saturação varia
de máxima a mínima, ou da cor pura a cinza (ou o branco,
dependendo do modelo de cor). A cor também pode ser descrita
por sua temperatura e movimento. Matizes no espectro do
vermelho parecem mais quentes e mais próximos do
observador do que matizes no espectro do azul, que parecem
mais frios e distantes.

Cores complementares, como vermelho e verde, são opostas entre si no círculo cromático,
enquanto cores análogas, como verde e azul, são adjacentes. As complementares estão
associadas ao contraste; as análogas estão associadas à harmonia. Certas cores possuem
uma profunda influência umas sobre as outras, quando combinadas. Elas podem entrar em
vibração ou em fusão, podem parecer vibrantes quando combinadas com uma cor ou
discretas quando posicionadas junto a outras. Quanto mais você experimentar com as cores,
mais entenderá como selecionar e agrupar os diversos matizes para expressar o sentido
desejado.

“As cores falam todas as línguas.” Joseph Addison


CORES COMPLEMENTARES
Estas cores opõem-se na roda cromática. Se as cores complementares num esquema
forem matrizes puros (sem acréscimo de cinzento, branco ou preto), elas criam um
contraste máximo. Quando se juntam, cada uma torna a outra mais intensa.

CORES ANÁLOGAS
Estas cores estão lado a lado na roda cromática. O uso de pequenos grupos de cores
análogas pode criar composições bonitas, mas a harmonização entre si é de tal ordem,
que por vezes é preciso introduzir tensão.

CORES TRIÁDICAS
Esquemas com três cores equidistantes umas das outras na roda cromática são
conhecidas como triádicos. O esquema triádico produz um bom contraste e mantém
uma sensação de harmonia.

CORES MEIO-COMPLEMENTARES
Este é o esquema complementar pois usa uma cor base (como verde), com as outras
duas cores ao lado da que é complementar da base (no caso do vermelho, é o laranja
e o violeta).

CORES TETRÁDICAS
Quatro cores dispostas em pares complementares na roda cromática são conhecidas
como cores tetrádicas. Equilibrar quatro cores de forte contraste é um desafio, mas
dá margem para variação.

CORES MONOCROMÁTICAS
Variações do mesmo matiz (cor) chamam-se cores monocromáticas. A tonalidade é
um matiz com branco acrescentado; a cambiante é um matiz com preto acrescentado;
o tom é um matiz com cinzento acrescentado.

 MATIZ distingue uma cor da outra. Trata-se do nome genérico da cor, por
exemplo, vermelho, em oposição ao azul.
 TOM (ou valor) é a carga relativa de uma cor, que a torna mais clara ou mais
escura. Uma cor acrescida de branco é matizada (do inglês, tinted); enquanto uma cor
acrescida de preto é sombreada (shaded).
 SATURAÇÃO (ou croma) equivalente, essencialmente, ao brilho. Uma linha de
alta intensidade é uma cor brilhante, enquanto uma linha de baixo intensidade é
uma cor opaca. Duas cores podem ser da mesma linha, porém com diferentes intensidades.
 CÍRCULO CROMÁTICO Cores de pigmento primárias, secundárias e terciárias são mostradas no
círculo. As cores primárias são vermelho, amarelo e azul. As cores secundárias são criadas por meio da
mistura de quaisquer duas cores primárias produzindo laranja, verde e violeta. Uma cor terciária é
produzida por meio da mistura de uma cor primária com a cor secundária mais próxima dela no
círculo. As cores terciárias aqui são vermelho-laranja, amarelo-laranja, amarelo-verde, azul-verde,
azul-violeta e vermelho-violeta.
 COR SUBTRATIVA Uns envelopes de acetato impresso em cores primárias transparentes
transformam a capa de uma publicação e cria múltiplos triângulos e diversos matizes e tons ao ser
removido. Este mesmo efeito pode ser visualizado digitalmente trabalhando com transparência e
adicionando camadas ao ser arquivo. Experimentos de cor ajudam a controlar a hierarquia no design
de página, a criar legibilidade na tipografia e a estabelecer um clima e um ritmo.
2
 COR NA TELA Primárias aditivas e luz RGB são usadas GLOSSÁRIO
para criar cor nos computadores, televisores e monitores.
Cominadas, as primárias aditivas resultam em luz branca. CMYK: ciano, magenta, amarelo,
preto; as quatro cores que compõem o
 CORES IMPRESSAS Primárias
processo de impressão colorida.
subtrativas e CMYK – ciano,
magenta, amarelo e preto – são as COR ADITIVA: sistema usado em
primárias usadas para impressão. Quando combinadas, as monitores e televisores, baseado em
cores subtrativas formam preto. RGB (vermelho, verde, azul). Quando
combinadas, essas três cores formam
PRIMÁRIAS ADITIVAS E SUBTRATIVAS luz branca.
Para entender o funcionamento das cores, o ponto COR ANÁLOGA: cores adjacentes
mais importante é saber que a luz colorida (cores entre si no círculo cromático; por
aditivas no sistema RGB) e pigmentos coloridos (cores exemplo, azul e verde.
subtrativas no sistema CMYK) não funcionam da COR COMPLEMENTAR: cores opostas
mesma maneira. entre si no círculo cromático; por
exemplo, vermelho e verde.
Por outras palavras, se estiver a trabalhar no
computador, as cores do monitor (sistema RGB) não COR PRIMÁRIA: vermelho, amarelo
serão as mesmas cores impressas (sistema CMYK). ou azul.
Esse fenómeno gera problemas em projetos impressos, COR SECUNDÁRIA: mistura de duas
uma vez que, no ecrã, as cores parecem mais claras primárias: laranjas, verde ou violeta.
que na impressão. COR SPOT/ COR ESPECIAL:
qualquer cor chapada (po exemplo,
Com material impresso, estará trabalhando com cores
cores Panones ou Toyo) impressa
subtrativas. Aqui, cada cor impressa sobre o papel é
como um sólido, ou invés de ser
subtrativa do branco e, se as três primárias forem composta por CMYK.
sobrepostas, o resultado será preto. O círculo
cromático mostra as cores primárias; as primárias COR SUBTRATIVA: sistema usado
em impressão, baseado em cores
subtrativas são vermelho, amarelo e azul. As
CMYK.
secundárias são uma mistura das duas primárias,
resultando em laranja, verde e violeta, e as terciárias COR TERCIÁRIA: mistura de duas
são uma mistura de duas secundárias. Para obter secundárias.
cores, as impressoras usam ciano, amarelo, magenta e GAMA DE CORES: a gama completa
preto (conhecidas como CMYK, com base no nome das de cores disponíveis dentro de um
cores em inglês). sistema de reprodução; por exemplo,
gama de cores CMYK ou RGB.
PANTONE
CONTRASTE SIMULTÂNEO: o olho
Uma cor adicional usada num projeto de design é humano tende a diferenciar entre duas
chamada de cor chapada, cor especial ou, às vezes, cor cores justapostas enfatizando suas
spot. Na hora de selecionar cores para isso, deve-se diferenças, em vez de suas
semelhanças – as cores de fundo
usar um sistema de combinação conhecido como
afetam as cores em primeiro plano (a
Escala de Cores Pantone. Uma cor Pantone é misturada imagem).
a partir de 15 pigmentos (incluindo preto e branco) e é
usada, principalmente, para correspondência de cores EFEITO DE PROXIMIDADE E
DISTANCIAMENTO DAS CORES: as
na impressão. Esse sistema é diferente do CMYK e
cores no espectro vermelho parecem
poucas cores podem corresponder entre um sistema e
avançar em nossa direção, enquanto
outro. as no espectro azul parecem
retroceder.
TABELA DE CORES E MODOS DE COR
MODOS DE COR: a expressão de uma
Ao imprimir em quatro cores (CMYK), é útil identificar e cor em valores numéricos que
especificar a cor exata que quer ver impressa, usando permitem referenciá-las de maneira
uma tabela de cores fornecida pela gráfica. Essa tabela eficiente: CMYK, LAB, RGB.
mostra todas as cores que se pode criar especificando
3
e combinando diferentes tonalidades de ciano, GLOSSÁRIO
magenta, amarelo e preto. Ao criar designs para PESO: o “peso” percebido das cores é
impressão, na tela do computador, certifique-se de diferente. Por exemplo, se alguém
trabalhar no modo CMYK e não no RGB. Depois de tiver de carregar duas cores de mesmo
escolher o modo de cor, pode criar um novo grupo de tamanho, uma delas verde-clara e a
amostras para o seu documento, especificando as outra marrom-escura, a verde
diferentes tonalidades. Essa é a única forma de pareceria mais clara. Geralmente,
parte-se do pressuposto de que os
especificar com precisão a cor impressa que obterá
azuis e verdes parecem mais leves,
quando a tinta for para o papel.
enquanto os vermelhos têm mais força
MODOS DE CORES DIFERENTES: e, portanto, parecem mais pesados.

1. Modo RGB (milhões de cores) VIBRAÇÃO: a justaposição de cores


complementares com o mesmo brilho
2. Modo CMYK (quatro cores de impressão)
e alta saturação tendem a fazer ambas
3. Modo índice (256 cores)
parecerem mais brilhantes e causam a
4. Modo Tons de cinza (256 tons de cinza) ilusão de movimento ao longo do limite
5. Modo bitmap (2 cores) em que se encontram.

O modo de cores ou o modo de


imagem determina como as cores
são combinadas com base no
número de canais em um modelo de
cores. Os modos de cores diferentes
resultam em níveis diferentes de
detalhes de cor e tamanho de
arquivo. Por exemplo, use o modo
de cores CMYK para imagens num
folheto impresso totalmente colorido
e use o modo de cores RGB para
imagens na Web ou e-mail para
reduzir o tamanho do arquivo
enquanto mantém a integridade das
cores.

EXERCÍCIO 1

No Photoshop crie um documento onde deve apenas usar uma das seguintes palavras: arte;
digital; ou medo. O objetivo é que através do uso da cor e da fonte utilizada relembre a
palavra ou cause uma sensação. Ver os seguintes exemplos: