Você está na página 1de 6

1

FATORAÇÃO DOS POLINÔMIOS

96. Fatoração pelos divisores binômios. — A teoria da divisão por x a


permite instituir um processo regular para a decomposição, em fatores primos, de um
polinômio racional inteiro em x .
Seja o polinômio

F ( x) A0 x n A1 x n 1
... An

Os divisores do primeiro grau que ele pode admitir são da forma

bx a

Onde a e b são números inteiros. Em virtude das condições de visibilidade de


polinômios, a deve dividir An e b deve dividir A0 .
Supondo que os divisores de An sejam 1, A e An e os de A0 sejam 1 e A0 , os
valores de a e b são

a 1, a A, a An ; b 1, b A0

Portanto os divisores binômios prováveis são

x 1, x A, x An
A0 1 , A0 A, A0 An

Onde A e An devem ser primos com A0 , sem o que, pondo em evidência o fator
comum, o binômio ficará reduzido a um dos binômios anteriores.
Experimentam-se os divisores prováveis, na ordem dos valores crescentes de a
e de b , portanto devemos começar por x 1 , passando a x 1 , x A , x A , e assim
sucessivamente. A experimentação consiste em calcular o resto da divisão do polinômio
e dos quocientes sucessivos pelo divisor provável.
Calcula-se F ( 1) ; sendo F ( 1) 0 , passa-se ao divisor seguinte; F ( 1) 0 ,
determina-se o quociente da divisão de F (x) por x 1 , obtendo-se

F ( x) ( x 1) Q1 ( x)

Calcula-se Q1 ( 1) ; sendo Q1 ( 1) 0 , passa-se ao divisor seguinte, que deverá


ser experimentado Q1 ( x) ; sendo Q1 ( 1) 0 , determina-se o quociente da divisão de
Q1 ( x) por x 1 , obtendo-se

Q1 ( x) ( x 1) Q2 ( x)

Calcula-se Q2 ( 1) ; sendo Q2 ( 1) 0 , passa-se ao divisor provável seguinte,


que deverá ser experimentado em Q2 ( x) ; sendo Q2 ( 1) 0 , determina-se o quociente
da divisão de Q2 ( x) por x 1 , obtendo-se

Por Honilton Medeiros


Belém-Pa.
2
CURSO DE ÁGEBRA

Q2 ( x) ( x 1) Q3 ( x)

Assim se continua até obter um quociente que não se anule para x 1 . Passa-se
ao divisor provável seguinte, com o qual se procede do mesmo modo, partindo do
último quociente obtido. De igual modo procede-se com os demais divisores prováveis,
até obter um quociente do primeiro grau ou de grau superior ao primeiro que não seja
divisível por seus divisores prováveis.
No decorrer da operação, o ultimo termo do quociente pode ser inferior ao
ultimo termo do polinômio; daí em diante, devem ser excluídos os divisores prováveis
do polinômio que não são do quociente. Encontrando-se os divisores prováveis da
forma bx a , ficando somente os da forma bx a .
O produto dos fatores primos é formado pelos binômios que serviram de
divisores e pelo ultimo quociente.
Na decomposição dos polinômios, empregamos um dispositivo de cálculo
semelhante ao da decomposição em fatores primos. Alguns autores usam um dispositivo
puramente numérico, que embora seja prático, não dá a idéia clara das operações, não
me parecendo muito conveniente o seu emprego na prova de exame.

1.º EXEMPLO. — Decompor 2 x 6 3 x 5 17 x 4 11x 3 39 x 2 4 x 12.


Os divisores de 2, coeficiente do primeiro termo do polinômio, são 1 e 2; os de
12, ultimo termo do polinômio, são 1, 2, 3, 4, 6 e 12; então, os divisores prováveis são

x 1 , x 2 , x 3 , x 4 , x 6 , x 12
2x 1 , 2x 3 .

Não consideramos 2x 2 , 2x 4 , 2x 6 , 2x 12 , porque pondo 2 em


evidência, obtemos

2( x 1) , 2( x 2) , 2( x 3) , 2( x 6)

E os binômios x 1 , x 2 , x 3 , x 6 , já figuram na primeira linha de


divisores prováveis.

O dispositivo de cálculo que empregamos é o seguinte:

F ( x) : 2 x 6 3 x 5 17 x 4 11x 3 39 x 2 4 x 12 x 1( 1 F 1 0
5 4 3 2
Q1 ( x) : 2 x 5x 12 x 23x 16 x 12, 0 x 1( 1 Q1 1 0
4 3 2
Q2 ( x) : 2 x 7x 5x 28 x 12, 0 x 2( 2 Q2 1 36
3 2
Q3 ( x) : 2 x 11x 17 x 6 , 0 x 2( 2 Q2 1 6
2
Q4 ( x) : 2 x 7 x 3 , 0 x 3( 3 Q2 2 0
Q5 ( x) : 2 x 1 , 0 2x 1 Q3 2 0
Q4 3 0

Por Honilton Medeiros


Belém-Pa.
3
FATORAÇÃO DOS POLINÔMIOS

Explicação. — À esquerda do primeiro traço escrevemos o polinômio a


decompor, que designamos por F x , e os quocientes sucessivamente obtidos pela regra
de Ruffini, sendo feitos mentalmente os cálculos dos coeficientes. Ao terminar cada
quociente, calculamos o resto, a título de verificação, e o escrevemos embaixo do último
do polinômio que serviu de dividendo. Os restos que estão à direita do segundo traço,
são calculados pela primeira lei e não escrevemos o desenvolvimento completo de seus
cálculos por conveniência da composição. Não calculamos Q3 2 porque Q3 x tem
todos os termos positivos e Q4 2 porque o último termo de Q4 x é 3. Entre os dois
traços colocamos os divisores os divisores que dão resto zero e a direita de cada um
escrevemos seu segundo termo com sinal trocado, para ser utilizado no cálculo dos
coeficientes do quociente.

Os fatores primos do polinômio são os que se acham entre os dois traços,


portanto

2
F x x 1 x 2 x 2 x 3 2x 1

O tipo de cálculo numérico, baseado no dispositivo prático de Briot, para o


cálculo dos coeficientes do quociente é o seguinte, para o mesmo polinômio

2 3 17 11 39 4 12 +1 x 1
2 5 12 23 16 12 ; 0 +1 x 1
2 7 5 28 12 ; 0 +1
2 9 4 24 ; 36 1
2 5 10 18 ; +6 +2 x 2
2 11 17 6 ; 0 2 x 2
2 7 3; 0 3 x 3
2 1; 0

Explicação. — Na primeira linha, à esquerda do primeiro traço, estão os


coeficientes do polinômio a decompor, na segunda os coeficientes do quociente da
divisão por x 1 , e assim sucessivamente. Debaixo do último coeficiente de cada linha
está o resto da divisão. Na primeira coluna à direita do primeiro traço estão os segundos
termos dos divisores com sinal trocado. Quando o resto é zero, escreve-se o divisor à
direita do segundo traço; quando é diferente de zero, passa-se ao divisor provável
seguinte, retornando aos coeficientes da última linha que deu resto zero para prosseguir
os cálculos. Os restos são calculados pela segunda lei de formação.

Os fatores primos são os que estão à direita do segundo traço e o binômio cujos
coeficientes estão na última linha, portanto, designando o polinômio por F x , temos

2
F x x 1 x 2 x 2 x 3 2x 1
2.º EXEMPLO. — Decompor 3x 5 8 x 4 9 x 3 34 x 2 12 x 8.
Os divisores prováveis são

x 1, x 2, x 4, x 8
Por Honilton Medeiros
Belém-Pa.
4
CURSO DE ÁGEBRA

3x 1 , 3x 2 , 3x 4 , 3x 8

Aplicando o dispositivo de cálculo habitual, temos

F x : 3x 5 8x 4 9x3 34 x 2 12 x 8 x 1 1 F 1 36
4 3 2
Q1 x : 3 x 5x 14 x 20 x 8 , 0 x 2 2 F 1 0
3 2
Q2 x : 3 x 8x 4 11x ,0 x 2 2 Q1 1 12
2
Q3 x : 3x 5 x 2 ,0 x 2 2 Q1 2 0
Q4 x : 3 x 1 , 0 3x 1 Q2 2 80
Q2 2 0
Q3 2 0

Então,
2
F x x 1 x 2 x 2 3x 1

3.° EXEMPLO. — Decompor x 5 2 x 3 3x 2 8 x 12.


Os divisores prováveis do 1.º grau, são

x 1 , x 2 , x 3 , x 4 , x 6 , x 12

Empregando o dispositivo de cálculo habitual, temos

F x : x5 0x 4 2x3 3x 2 8 x 12 x 1 1 F 1 18
4 3 2
Q1 x : x x x 4 x 12 , 0 x 2 2 F 1 0
3 2
Q2 x : x x x 6 , 0 x 2 2 Q1 1 15
Q3 x : x 2 x 3 , 0 x2 x 3 Q1 2 0
Q2 2 0
Q3 3 9
Q3 3 15

Não calculamos Q2 2 porque Q2 x tem todos os termos positivos, nem


Q3 2 porque o último termo de Q3 x é 3. Pela mesma razão não experimentamos os
demais divisores prováveis do polinômio. Como x 2 x 3 não é divisível por nenhum
de seus divisores prováveis, concluímos que não é possível decompô-lo, portanto
F x x 1 x 2 x 2 x2 x 3

EXERCÍCIO

1. Fazer as seguintes decomposições pelo processo dos divisores binômios:

1.1) x 4 9x3 21x 2 x 30


Re sposta : x 1 x 2 x 3 x 5

Por Honilton Medeiros


Belém-Pa.
5
FATORAÇÃO DOS POLINÔMIOS

1.2) 2 x 4 11x 3 16 x 2 x 6
Re sposta : x 1 x 2 x 3 2 x 1

1.3) 3 x 4 3 x 3 18 x 2 12 x 24
2
Re sposta : 3 x 1 x 2 x 2
1.4) 3x 4 10 x 3 3 x 2 12 x 4
2
Re sposta : x 1 x 2 3x 1

1.5) 3x 4 5 x 3 14 x 2 20 x 8
2
Re sposta : x 2 x 2 3x 1

1.6) 4 x 4 x2 2x 1
Re sposta : x 1 2 x 1 2 x 2 x 1

1.7) 2 x 5 5x 4 6 x 3 17 x 2 4 x 12
2
Re sposta : x 1 x 1 x 2 2x 3

1.8) 3x 5 4 x 4 13x 3 18 x 2 4x 8
2
Re sposta : x 1 x 2 x 2 3x 2

1.9) x 6 x 5 11x 4 5x 3 34 x 2 4 x 24
2
Re sposta : x 1 x 1 x 2 x 2 x 3

1.20) 2 x 7 7x6 9x5 54 x 4 24 x 3 96 x 2 112 x 32


2 3
Re sposta : x 1 x 2 x 2 2x 1

Por Honilton Medeiros


Belém-Pa.
This document was created with Win2PDF available at http://www.win2pdf.com.
The unregistered version of Win2PDF is for evaluation or non-commercial use only.
This page will not be added after purchasing Win2PDF.