Você está na página 1de 3

INTERCÂMBIO INTERNACIONAL

Os programas de intercâmbio da Unesp são abertos a todos os alunos de


graduação regularmente matriculados. As oportunidades de mobilidade são divulgadas
exclusivamente por meio de editais publicados no Sistema de Graduação (SisGrad), onde
todo o processo de inscrição e a submissão de candidaturas são realizados.

As condições gerais para que um aluno possa beneficiar-se do intercâmbio


devem constar de Acordo de Cooperação (ou adendo) que deverá existir entre a Unesp e
uma Instituição de Ensino Estrangeira, por iniciativa das autoridades da Reitora e das
Unidades de Ensino. Na página da AREX https://apps.unesp.br/arex/conv_cons/ é
possível consultar os cadastros das instituições conveniadas com a Unesp.

Atualmente, o intercâmbio internacional, no âmbito da graduação, dentro da


universidade é regulamentado pela Resolução Unesp nº 72 de 10 de outubro de 2014,
que “Dispõe sobre o Programa de Intercâmbio de Alunos de Graduação e estabelece
normas para o reconhecimento de atividades acadêmicas desenvolvidas em instituições
estrangeiras de ensino superior conveniadas ou não com a Unesp”.

Conforme a fundamentação legal citada, para participar dos processos


seletivos o aluno deverá atender aos seguintes requisitos:

 ter integralizado 20% dos créditos de seu curso, no momento da inscrição;


 bom desempenho acadêmico;
 proficiência na língua do país de destino;
 elaborar e apresentar para prévia apreciação do Conselho de Curso um
contrato de estudos com os componentes curriculares pretendidos no exterior
(disciplinas, estágio, trabalho de conclusão de curso ou similar);
 observar o período máximo de três semestres;
 estar ciente que o período de intercâmbio será contado no prazo de
integralização curricular;
 contar com um tutor designado pelo Conselho de Curso.

Caso o aluno decida realizar o intercâmbio sem prévia análise do contrato de


estudos, o mesmo ficará sujeito a apreciação posterior, podendo ter ou não o
aproveitamento dos créditos cursados.

Ao avaliar os contratos de estudos, os Conselhos de Curso deverão considerar


a carga horária e a presença de conteúdos relevantes e significativos previstos nos planos
de ensino das disciplinas e outros componentes curriculares do curso.

Conforme regulamentação vigente “O aluno que se ausentar da Unesp para


realizar intercâmbio no exterior, terá mantida sua matrícula na Unesp inscrito unicamente
em “Componentes Curriculares em Intercâmbio”.

Finalizado o período de intercâmbio, o histórico das notas emitido pelas


universidades estrangeiras deverá ser apresentado ao Conselho de Curso que, caso o
estudante tenha cumprido integralmente seu Contrato de Estudos, os componentes
curriculares cursados em intercâmbio serão incluídos no histórico escolar do aluno.

No histórico escolar do aluno os registros serão feitos conforme determinado


pela Resolução Unesp nº 72/ 2014, abaixo transcrito:

"Artigo 7º – Os componentes curriculares cumpridos no exterior serão relacionados no


Histórico Escolar do aluno sob a rubrica: “Componentes Curriculares em Intercâmbio”,
com a carga horária total cumprida.
§ 1° – Os componentes pertencentes ao curso da UNESP, correspondentes aos
mencionados no caput do artigo, serão listados no Histórico Escolar com a observação:
“cumprido em intercâmbio”.
§ 2° – Caso o estudante não obtenha aprovação em disciplina prevista em seu Contrato
de Estudos, ele deverá cursar disciplina do currículo da UNESP indicada pelo Conselho
de Curso.

§3º – Os estágios realizados no exterior serão aproveitados, para efeito do cumprimento


do Estágio Curricular obrigatório, com a carga horária correspondente à efetivamente
cumprida."
O aluno com matrícula suspensa e que, concomitantemente, realize atividades
em instituições de ensino estrangeiras poderá requerer aproveitamento de estudos,
quando de seu retorno, cuja análise favorável implicará em contagem do tempo de
estudos correspondentes para fins de integralização curricular

No caso de alunos oriundos de instituições estrangeiras que desejem realizar


componentes curriculares na Unesp, é possibilitado o período máximo de três semestres,
assim como é facultado o intercâmbio aos alunos da Unesp. A matrícula do estudante
estrangeiro de verá ser feita sob a rubrica "Estudante Especial".

Cabe ao Conselho de Curso de Graduação aprovar o Contrato de Estudos dos


estudantes estrangeiros que solicitarem intercâmbio na UNESP e indicar um Tutor. Todo
o procedimento de verá ter a anuência da Congregação ou do Conselho Diretor.

Importante: No caso do aluno pleitear o Intercâmbio Nacional após ter realizado o


Intercâmbio Internacional, ou vice e versa, recomenda-se que, somados os dois
intercâmbios, não seja ultrapassado o máximo de 50% da carga horária total do
curso com componentes curriculares cursados em intercâmbio.

 LEGISLAÇÃO PERTINENTE:

 Resolução Unesp nº 73, de 10/10/2014.