Você está na página 1de 11

19/02/2021 Alta Programada no INSS: Tudo o que você precisa saber - Blog do Juris

Alta Programada no INSS: Tudo o que você


precisa saber
 22/12/2017  Redação Juris Correspondente  Advogados  3 Comentários

Vou começar este artigo com um exemplo radical, porém muito possível: imagine uma enfermeira que
sofre de grave problema psiquiátrico e, devido a uma crise que agrava este problema, ela precisa se
afastar de suas funções para se tratar em segurança (sua e dos pacientes).

Ela requer auxílio-doença e o perito entende que ela estará boa em 3 meses (assim, prevendo o futuro
mesmo). Ela é orientada a, caso ainda sinta que está em crise, pedir a prorrogação do auxílio-doença.
Mas, se achar que está bem, pode voltar a trabalhar.

Três meses se passam e a enfermeira acredita estar bem. Mas, como sofre de problemas psiquiátricos,
ela não está bem realmente e não percebe isso. Chegando no trabalho, ela confunde os medicamentos
e acaba causando a morte de um paciente.

https://blog.juriscorrespondente.com.br/alta-programada-no-inss-tudo-o-que-voce-precisa-saber/#:~:text=A alta programada é uma,será agendada n… 1/11


19/02/2021 Alta Programada no INSS: Tudo o que você precisa saber - Blog do Juris

Você acha certo uma pessoa avaliar a própria saúde? Eu penso que isso é trabalho de médico…

Sumário

1. O que é alta programada?

2. Quando surgiu

3. Histórico e legalização da alta programada

4. Entendimento do STJ

1) O que é Alta Programada?


A alta programada é uma prática do INSS de, ao conceder o benefício de auxílio-doença, estabelecer
automaticamente a data de cessação, dispensando-se da realização de nova perícia.

Caso o segurado entenda ainda estar incapaz, ele deve agendar um Pedido de Prorrogação, quando
então será agendada nova perícia médica. Exatamente como no exemplo que eu dei na introdução
deste artigo… Um verdadeiro absurdo!

[Obs.: para saber mais sobre o benefício de auxílio-doença, leia o artigo “Auxílio-doença: guia completo –
tudo o que você precisa saber!”]

2) Surgimento e Previsão Normativa


A alta programada surgiu com a Orientação Interna nº 130/DIRBEN do INSS. Atualmente, está prevista
na IN 77/2015 (art. 304, § 2º), no Decreto 3.048/99 (art. 78, §§ 1º e 2º) e na Lei 8.213/91(art. 60, §§ 8º
e 9º). Vejamos:

IN 77/2015, Art. 304. O INSS poderá estabelecer, mediante avaliação médico-pericial, o prazo su ciente
para a recuperação da capacidade para o trabalho do segurado.

(…)

https://blog.juriscorrespondente.com.br/alta-programada-no-inss-tudo-o-que-voce-precisa-saber/#:~:text=A alta programada é uma,será agendada n… 2/11


19/02/2021 Alta Programada no INSS: Tudo o que você precisa saber - Blog do Juris

2º Caso o prazo xado para a recuperação da capacidade para o seu trabalho ou para a sua
atividade habitual se revele insu ciente, o segurado poderá:

I –   nos quinze dias que antecederem a DCB, solicitar a realização de nova perícia médica por meio de
pedido de prorrogação – PP;

II – após a DCB, solicitar pedido de reconsideração – PR, observado o disposto no § 3º do art. 303, até
trinta dias depois do prazo xado, cuja perícia poderá ser realizada pelo mesmo pro ssional responsável
pela avaliação anterior; ou

III – no prazo de trinta dias da ciência da decisão, interpor recurso à JRPS.

Decreto 3.048/99, Art. 78 § 1º  O INSS poderá estabelecer, mediante avaliação pericial ou com base na
documentação médica do segurado, nos termos do art. 75-A, o prazo que entender su ciente para a
recuperação da capacidade para o trabalho do segurado.

2º  Caso o prazo concedido para a recuperação se revele insu ciente, o segurado poderá solicitar a
sua prorrogação, na forma estabelecida pelo INSS.

Lei 8.213/91, Art. 60. O auxílio-doença será devido ao segurado empregado a contar do décimo sexto dia
do afastamento da atividade, e, no caso dos demais segurados, a contar da data do início da
incapacidade e enquanto ele permanecer incapaz.

8o   Sempre que possível, o ato de concessão ou de reativação de auxílio-doença, judicial ou


administrativo, deverá xar o prazo estimado para a duração do benefício.   (Incluído pela Lei nº
13.457, de 2017)

9o  Na ausência de xação do prazo de que trata o § 8o deste artigo, o benefício cessará após o
prazo de cento e vinte dias, contado da data de concessão ou de reativação do auxílio-doença,
exceto se o segurado requerer a sua prorrogação perante o INSS, na forma do regulamento,
observado o disposto no art. 62 desta Lei. (Incluído pela Lei nº 13.457, de 2017)

3) Histórico e legalização da alta programada

https://blog.juriscorrespondente.com.br/alta-programada-no-inss-tudo-o-que-voce-precisa-saber/#:~:text=A alta programada é uma,será agendada n… 3/11


19/02/2021 Alta Programada no INSS: Tudo o que você precisa saber - Blog do Juris

Como já dito, a alta programada surgiu com a Orientação Interna nº 130/DIRBEN do INSS. Em seguida,
foi adicionada ao Decreto 3.048/99 (através do Decreto 5.844 de 2006).

Por muito tempo, o INSS aplicou a alta programada apenas com base no Decreto e na IN, ou seja, sem
fundamentação legal alguma. Sabemos que, de acordo com a hierarquia das normas, leis são
superiores a decretos e instruções, de forma que a alta programada era considerada ilegal.

Em 7 de julho de 2016, foi feita uma tentativa de legalizar a alta programada através da medida
provisória 739. No entanto, esta MP expirou dia 04/11/2016, pois foi revogada tacitamente, já que não
houve votação pelo Congresso Nacional no prazo constitucional.

Inconformado, o governo apresentou nova medida provisória virtualmente idêntica à esta: a MP 737 de
06/01/2017. Dessa vez, o governo conseguiu converter a medida provisória na Lei 13.457/2017.

Foi esta lei que introduziu a alta programada na Lei 8.213/91, com a redação que reproduzi acima.
Como se vê, os horrores da Reforma da Previdência começaram bem antes da PEC 287/2016…

No entanto, precisamos saber que, de acordo com o art. 62 da Lei 8.213/91 (que trata da reabilitação
pro ssional) é imprescindível que no caso concreto, o INSS promova nova perícia médica, para que o
segurado retorne às suas atividades habituais apenas quando efetivamente constatada a restauração
de sua capacidade laborativa. Caso contrário, deverá passar pelo processo de reabilitação pro ssional.

4) Entendimento do STJ

Apesar de ser totalmente injusta e ilegal, mesmo antes da Lei 13.457/2017, muitos juízes já aceitavam a
alta programada e, inclusive, a traziam a em suas sentenças, criando uma verdadeira “alta programada
judicial”. Precisamos lutar contra isso!

O STJ, brilhantemente, vem continuamente posicionando-se contra a alta programada. Em decisões


recentes, posteriores à edição da Lei 13.457/2017, manteve este posicionamento. vejamos:

PREVIDENCIÁRIO. AUXÍLIO-DOENÇA. ALTA PROGRAMADA. CANCELAMENTO AUTOMÁTICO DO


BENEFÍCIO À MÍNGUA DE NOVA PERÍCIA MÉDICA. IMPOSSIBILIDADE.

https://blog.juriscorrespondente.com.br/alta-programada-no-inss-tudo-o-que-voce-precisa-saber/#:~:text=A alta programada é uma,será agendada n… 4/11


19/02/2021 Alta Programada no INSS: Tudo o que você precisa saber - Blog do Juris

1. O procedimento conhecido por “alta programada”, em que a autarquia previdenciária, ao conceder


benefício de auxílio-doença, xa previamente o prazo para o retorno do segurado à atividade
laborativa, à míngua de nova perícia, não encontra respaldo na legislação federal.

2. Em atenção ao art. 62 da Lei n. 8.213/91, faz-se imprescindível que, no caso concreto, o INSS
promova nova perícia médica, em ordem a que o segurado retorne às atividades habituais apenas
quando efetivamente constatada a restauração de sua capacidade laborativa.

3. No que regulamentou a “alta programada”, o art. 78 do Decreto 3.048/99, à época dos fatos (ano de
2006), desbordou da diretriz traçada no art. 62 da Lei n. 8.213/91.

4. Recurso especial do INSS improvido.

PROCESSUAL CIVIL. PREVIDENCIÁRIO. MANDADO DE SEGURANÇA. AUXÍLIO-DOENÇA. ALTA


PROGRAMADA. OFENSA AO ART. 62 DA LEI 8.213/1991. NECESSIDADE DE PERÍCIA. SUSPENSÃO DO
EXPEDIENTE FORENSE. COMPROVAÇÃO. DOCUMENTO IDÔNEO. INTEMPESTIVIDADE AFASTADA.
OFENSA AO ART. 535 DO CPC/1973 NÃO DEMONSTRADA. DEFICIÊNCIA NA FUNDAMENTAÇÃO. SÚMULA
284/STF.

1. Trata-se na origem de Mandado de Segurança contra ato do Chefe de Agência do INSS que cessou o
benefício de auxílio-doença do ora recorrido com base no sistema de alta programada.

2. O Agravo em Recurso Especial interposto pelo INSS não foi conhecido ante a sua intempestividade.

3. O Superior Tribunal de Justiça passou a admitir a comprovação posterior da tempestividade do


Recurso Especial, em virtude de feriado local ou de suspensão de expediente forense no Tribunal de
origem, quando da interposição do Agravo Interno (AgRg no AREsp 137.141/SE, Rel. Ministro
Antonio Carlos Ferreira, Corte Especial, DJe 15/10/2012).

4. Não se conhece de Recurso Especial em relação à ofensa ao art. 535 do CPC/1973 quando a parte
não aponta, de forma clara, o vício em que teria incorrido o acórdão impugnado. Aplicação, por
analogia, da Súmula 284/STF.

5. O sistema de alta programada estabelecido pelo INSS apresenta como justi cativa principal a
desburocratização do procedimento de concessão de benefícios por incapacidade. Todavia, não é
possível que um sistema previdenciário, cujo pressuposto é a proteção social, se abstenha de
acompanhar a recuperação da capacidade laborativa dos segurados incapazes, atribuindo-lhes o
ônus de um auto exame clínico, a pretexto da diminuição das las de atendimento na autarquia.

6. Cabe ao INSS proporcionar um acompanhamento do segurado incapaz até a sua total capacidade,
reabilitação pro ssional, auxílio-acidente ou aposentadoria por invalidez, não podendo a autarquia
https://blog.juriscorrespondente.com.br/alta-programada-no-inss-tudo-o-que-voce-precisa-saber/#:~:text=A alta programada é uma,será agendada n… 5/11
19/02/2021 Alta Programada no INSS: Tudo o que você precisa saber - Blog do Juris

focar apenas no aspecto da contraprestação pecuniária.

7. Na forma do art. 62 da Lei 8.213/1991, “o segurado em gozo de auxílio-doença, insusceptível de


recuperação para sua atividade habitual, deverá submeter-se a processo de reabilitação
pro ssional para o exercício de outra atividade”, e “não cessará o benefício até que seja dado
como habilitado para o desempenho de nova atividade que lhe garanta a subsistência ou, quando
considerado não-recuperável, for aposentado por invalidez”. Transferir essa avaliação ao próprio
segurado fere gravemente o princípio da dignidade da pessoa humana .

8. Além disso, a jurisprudência que vem se rmando no âmbito do STJ é no sentido de que não se
pode proceder ao cancelamento automático do benefício previdenciário, ainda que diante de
desídia do segurado em proceder à nova perícia perante o INSS, sem que haja prévio procedimento
administrativo, sob pena de ofensa aos princípios da ampla defesa e do contraditório.

9. Agravo Interno parcialmente conhecido para afastar intempestividade e, no mérito, não provido.

(STJ, AgInt no AGRAVO EM REsp Nº 1.049.440 – MT, Rel. MINISTRO HERMAN BENJAMIN, Data do
julgamento: 27/06/2017)

Vamos esperar que o STJ mantenha este posicionamento e que a alta programada seja extirpada da
legislação o quanto antes. Eu não quero ser tratada por uma enfermeira adoentada. E você?

Precisa de auxílio jurídico? Encontre um advogado quali cado para atendê-lo no Dubbio! Clique aqui e
acesse para pesquisar um advogado.

FONTES:

MP 739/2016;

MP 767/2017;

Lei 13.457/2017;

Lei 8.213/91;

Decreto 3.048/99;

https://blog.juriscorrespondente.com.br/alta-programada-no-inss-tudo-o-que-voce-precisa-saber/#:~:text=A alta programada é uma,será agendada n… 6/11


19/02/2021 Alta Programada no INSS: Tudo o que você precisa saber - Blog do Juris

IN 77/2015;

Santos, Marisa Ferreira dos, Direito previdenciário esquematizado, – 6. ed. – São Paulo: Saraiva, 2016.

Castro, Carlos Alberto Pereira de. Manual de Direito Previdenciário – 19. ed. rev. atual. e ampl. – Rio de
Janeiro: Forense, 2016.

Dê uma nota a este post


[Total: 4   Average: 4.5/5]

     

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.

3 Comentários. Deixe novo

Jezuel Pinto dos Santos


31/01/2019 10:53

Com minha alta programada para o dia 10/02, estando eu já curado com atestado medico com alta,
preciso marcar nova perícia ou eu já posso trabalhar no dia 11.

Responder

https://blog.juriscorrespondente.com.br/alta-programada-no-inss-tudo-o-que-voce-precisa-saber/#:~:text=A alta programada é uma,será agendada n… 7/11


19/02/2021 Alta Programada no INSS: Tudo o que você precisa saber - Blog do Juris

Marlon Kielek
08/03/2019 09:38

No caso de um pedido por meio do tribunal federal, para uma nova perícia,(fui liberado para voltar ao
trabalho, porém recorrido tribunal federal), tenho um atestado de 180 dias de um especialista em
coluna, caso o perito me libere novamente para as atividades normais, mesmo não tendo condições,
todos esses meses que estou sem receber, desde janeiro até o presente momento, como cará? Não
tenho direito a nada, ou seja todos esses meses sem pgto, como poderei sustentar a minha família?
Fico no aguardo de sua resposta. Atte. Marlon.

Responder

João Martins Netto


30/07/2019 10:19

A alta programa da pelo INSS tra de uma decisão estúpida sem realizar nova perícia.e muito cômodo
Hagar para a sociedade que já é vítima do sistema criminoso de tributo.ter que se organizar para cuidar
de doentes que são catado os benefícios sem qualquer base cientí ca isso não pode continuar desta
forma que com certeza não vai dar certo

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentário *

Nome *

E-mail *

Publicar comentário

https://blog.juriscorrespondente.com.br/alta-programada-no-inss-tudo-o-que-voce-precisa-saber/#:~:text=A alta programada é uma,será agendada n… 8/11


19/02/2021 Alta Programada no INSS: Tudo o que você precisa saber - Blog do Juris

Assine nosso conteúdo:

Assinando o Blog do Juris você irá receber nossos melhores conteúdos em primeira mão.

Nome

E-mail

Assinar

https://blog.juriscorrespondente.com.br/alta-programada-no-inss-tudo-o-que-voce-precisa-saber/#:~:text=A alta programada é uma,será agendada n… 9/11


19/02/2021 Alta Programada no INSS: Tudo o que você precisa saber - Blog do Juris

Categorias
Advogados
Amicus Curiae
Artigos Jurídicos
Audiência
Dicas Concursos
Direito 4.0
Direito Constitucional
Direito de Família
Direito Penal
Direito Previdenciário
Direito Trabalhista

https://blog.juriscorrespondente.com.br/alta-programada-no-inss-tudo-o-que-voce-precisa-saber/#:~:text=A alta programada é uma,será agendada … 10/11


19/02/2021 Alta Programada no INSS: Tudo o que você precisa saber - Blog do Juris

Direitos do Cidadão
E-books
Escritórios
Estudantes
News
Novidades do Juris
Resoluções
Sem categoria

https://blog.juriscorrespondente.com.br/alta-programada-no-inss-tudo-o-que-voce-precisa-saber/#:~:text=A alta programada é uma,será agendada … 11/11