Você está na página 1de 13

PROJETO HEGA

HEALTH SCIENCES
LAUREATE BRASIL

DOCUMENTAÇÃO ACADÊMICA DA UNIDADE


CURRICULAR
FONOAUDIOLOGIA DO TRABALHO

Curso: Fonoaudiologia
Instituição: Faculdades Metropolitanas Unidas
Autores: Marina M Padovani e Ana Paula Bruner
Revisão: Gabriela R. Ivo Rodrigues e Vivian Silva

2019
APRESENTAÇÃO

Este material apresenta todo o planejamento acadêmico da Unidade Curricular Fonoaudiologia do


Trabalho, que está inserida no Mapa Curricular do curso de Fonoaudiologia. O conjunto de todos os
documentos aqui apresentados permite a operacionalização das Unidades Curriculares e, afinal, do Modelo
Laureate de Ensino para as Ciências da Saúde. Ele é todo o programa de estudos de uma Unidade Curricular
e todos os documentos que o compõem são construídos com vistas à formação de competências, a serviço
das quais estão os objetivos de aprendizagem de cada unidade curricular, aula ou atividade.

A construção deste material faz parte dos esforços empreendidos no sentido de colocar o estudante
numa posição mais ativa em relação à construção do seu conhecimento, na medida em que, ao ter acesso
ao Plano de Ensino e aos Planos de Aula, ele é convocado tanto a preparar-se para as aulas, quanto a
aprofundar-se de forma autônoma nos conhecimentos, cuja construção está sendo facilitada pelo docente.

Em virtude disso, este material apresenta a seguinte disposição de documentos, obedecendo a


lógica dedutiva da granularização. Em outras palavras, partimos do Macro (competências) para o Micro
(aulas e suas respectivas ferramentas):

Competências
profissionais

Mapa curricular

Plano de Ensino

Planos de
Aulas

Ferramentas
de práticas*

* Cenários de Simulação, Roteiros de Práticas Laboratoriais Ativas, Check-lists, Roteiro de perguntas/questões para avaliação do
aprendizado, roteiros de OSCE, OSPE, Avaliação de Práticas Laboratoriais Ativas, ou quaisquer outros materiais a serem utilizados
nas aulas.

1
MALTA, M.L., SCORSI, L., Manual de Elaboração de Documentos Acadêmicos relativos ao Modelo Laureate de Ensino para as
Ciências da Saúde. Faculdade Guararapes: Jaboatão dos Guararapes, 2016.
Embora esse conjunto de documentos apresente todo o planejamento da Unidade Curricular é de
extrema importância que seja revisto a cada semestre pelo docente responsável, a fim de imprimir as
atualizações e revisões necessárias no que diz respeito às inovações, ou mesmo a novas propostas que, a
depender do perfil da turma, precisam substituir as anteriores.

Esta Unidade Curricular está diretamente ligada à educação Clínica e Profissional. Em


Fonoaudiologia do Trabalho o estudante desenvolve conhecimentos, habilidades e atitudes relativas à
promoção da saúde auditiva e vocal no âmbito da legislação e da política nacional de saúde do trabalhador.
A Educação Clínica e Profissional nesta Unidade Curricular está assim mapeada:

Número total de horas: 66h

Em sala de aula Em Simulação Em Prática Externa

Nº de Nº de Nº de
Metodologia Metodologia Metodologia
horas horas horas

Treino de Habilidades
Aulas expositivas 6 8 Prática Exploratória 6
Isoladas
Aulas baseadas em Treino de Habilidades
9 0 Prática Comunitária 0
casos clínicos Integradas
Aulas baseada em
9 Cenário de Simulação 13 Prática Ambulatorial 0
metodologias ativas

Cenário de Simulação
Avaliação 12 0 Prática Hospitalar 0
Interprofissional
Prática em outros
locais de Intervenção
Avaliação prática -
Subtotal Horas Teóricas 33 3 profissional (escolas 0
OSPE
restaurantes,
academias, etc)
Rounds Clínicos e
Avaliação prática -
Profissionais (Prática In- 3 Xx
OSCE
classroom)

Total 36 Total 24 Total 6


1. COMPETÊNCIAS DO CURSO DE FONOAUDIOLOGIA

1. COMPETÊNCIAS GERAIS LAUREATE

I.ANALISAR E RESOLVER PROBLEMAS

II.TRABALHAR EM EQUIPE

III.ATINGIR OBJETIVOS

IV.ADAPTAR-SE À MUDANÇA

V.APRENDER E AUTODESENVOLVER-SE

VI.COMUNICAR-SE ORALMENTE E POR ESCRITO

2.COMPETÊNCIAS GERAIS DA ÁREA

VII.ATENÇÃO À SAÚDE - Desenvolver ações de promoção, prevenção, proteção e reabilitação da


saúde, apresentando prática integrada com as instâncias do sistema de saúde, respeitando
padrões de qualidade, segurança do paciente/cliente, autocuidado e princípios da ética/bioética,
com resolutividade em saúde nos níveis individuais e coletivos.

VIII.TOMADA DE DECISÕES - Decidir, avaliar e sistematizar o uso, a eficácia e o custo-efetividade


da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e/ou de condutas
com base em evidências científicas.

IX. GERENCIAMENTO EM SAÚDE - Gerenciar tempo, processos e recursos humanos, físicos,


materiais e de informação na saúde em equipes profissionais e interprofissionais, para garantir
a operacionalização da profissão, a sustentabilidade do serviço e a qualidade do cuidado ao
cliente/paciente.

X.COMUNICAÇÃO EM SAÚDE - Utilizar a comunicação verbal, não-verbal, leitura e escrita


garantindo a interação interprofissional e interpessoal, a confidencialidade das informações e o
domínio de tecnologias de comunicação e informação.

XI.LIDERANÇA - Liderar equipes, processos, serviços ou clientes/usuários/pacientes com


responsabilidade, profissionalismo, empatia e compromisso, para garantir a efetividade e a
qualidade dos resultados dos serviços prestados a pessoas e comunidade.

XII. EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE – Responsabilizar-se pela produção de conhecimento


no cotidiano das instituições de saúde e pela educação e treinamento das futuras gerações de
profissionais, para que haja benefício mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos
serviços, atendendo as necessidades sociais e buscando melhorar a qualidade do atendimento
do serviço.

XIII. VISÃO BIOLÓGICA INTEGRADA - Analisar de forma integrada as bases da formação e


funcionamento dos organismos, visando a compreensão e manutenção da saúde e bem-estar
individual e coletivo.

XIV. APERFEIÇOAMENTO DA COMUNICAÇÃO HUMANA – Atuar na promoção, aperfeiçoamento


e aprimoramento da motricidade orofacial e cervical, voz, fala, aprendizagem, linguagem oral e
escrita e da audição e equilíbrio levando em consideração a integralidade do indivíduo e as
necessidades da sociedade.

XV. PREVENÇÃO FONOAUDIOLÓGICA- Desenvolver ações de saúde coletiva na comunidade,


promovendo a saúde fonoaudiológica de forma apropriada e efetiva, considerando as políticas
públicas da área da saúde e de educação.

XVI. AVALIAÇÃO E DIAGNÓSTICO FONOAUDIOLÓGICO- Avaliar e diagnosticar os distúrbios da


linguagem (oral e escrita), audição e equilíbrio, voz, fala e sistema sensório motor oral e cervical
em toda extensão e complexidade, de forma a obter informações, indicar exames, interpretá-
los, fazer avaliações, formular diagnósticos diferenciais junto à equipe.

XVII. HABILITAÇÃO E REABILITAÇÃO FONOAUDIOLÓGICA- Realizar terapia (habilitação e


reabilitação) da linguagem (oral e escrita), audição e equilíbrio, voz, fala e sistema sensório motor
oral e cervical de maneira a promover cuidado centrado nas necessidades do pacientes, família
e comunidade, em todos os ciclos de vida de forma humanizada e empática.
XVIII. PESQUISA EM FONOAUDIOLOGIA- Dominar métodos e técnicas de investigação e
elaboração de trabalhos científicos e aplicar inovações técnico-científicas no campo
fonoaudiológico com base nas melhores evidências científicas.
2. Mapa Curricular
3. Plano de Ensino
Curso: Fonoaudiologia Carga Horária: 66h Turma: 6º período

Unidade Curricular: Teórica:33h Prática: 33h Atividade


prática
Fonoaudiologia do Trabalho
supervisionada:
11h

EMENTA
Estudo das especificidades envolvidas na promoção, avaliação, gerenciamento e acompanhamento da
saúde auditiva e vocal de trabalhadores e da inserção do fonoaudiólogo nas equipes de saúde
ocupacional no setor público e privado. Desenvolvimento das habilidades de promoção da saúde
auditiva e vocal no âmbito da legislação e da política nacional de saúde do trabalhador.
OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM COMPETÊNCIAS RELACIONADAS
Compreender e a legislação vigente sobre saúde do trabalhador e II, IV, V, VII, XIV, X
estabelecer relação saúde-trabalho-doença entre os transtornos
fonoaudiológicos e as atividades do trabalhador.
Reconhecer os efeitos do ambiente e da adoção de hábitos II, IV, V, VII
deletérios na saúde auditiva e na saúde vocal.
Selecionar procedimentos preventivos e de diagnóstico precoce II, IV, V, VII, XIV, X
para as alterações auditivas e da voz adequados aos diferentes
casos.
Conduzir os procedimentos de triagem e avaliação da audição e da voz, II, IV, V, VII, XIV, X, XI, XV, XVI
de forma correta e precisa, com orientações e encaminhamentos
necessários.
Elaborar diagnóstico situacional do ambiente, verificando a II, IV, V, VII, XIV, X, XI, XV, XVI
exposição dos trabalhadores a agentes de risco e desenvolver
programas de prevenção e promoção da saúde auditiva e vocal
em diferentes situações laborais, diferenciando perícia e
assistência técnica em Fonoaudiologia da Auditoria em
Fonoaudiologia.
Relacionar os dados obtidos na avaliação com as possíveis II, IV, V, VII, XIV, X, XI, XV, XVI
patologias auditivas e da voz, formulando hipóteses diagnósticas
e definindo a conduta.
Conhecer a atuação fonoaudiológica no setor empresarial, com II, IV, V, VII, XIV, X, XI, XV, XVI
diagnóstico e intervenção corporativa para a expressividade e
programas de Media Training.
Planejamento de Atividades Práticas da Unidade Curricular
Práticas Laboratoriais Ativas Simulação Práticas Externas
Número de Número de Número de Número de Número de Número de
Práticas Horas Práticas Horas Práticas Horas
0 0h 9 24h 2 6h
TEMAS ABORDADOS
Unidade 1
• Legislação sobre Fonoaudiologia Ocupacional
• Perda auditiva decorrente de exposição a nível de pressão sonora elevado
• Causas de Perda Auditiva Ocupacional e Fatores de Risco para PAINPSE
• Avaliação audiológica ocupacional
• Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional
• Programas de Conservação Auditiva
Unidade 2
• Disfonias ocupacionais
• Fonoaudiologia e Telesserviço
• Protocolo DVRT
• Programa de Conservação vocal
• Campanhas de Promoção da Saúde Vocal
• Perícia e Auditoria em Fonoaudiologia
• Fonoaudiologia Forense
• Avaliação e intervenção em Expressividade no meio corporativo
• Media Training
METODOLOGIAS
• Aula expositiva dialogada
• Estudo de Caso
• Simulação
• Cenário
• Treino de Habilidades
• Snowbolling
• TBL
• KWL
• Aprendizagem baseada em projeto
• Round Clínico
• Visitas técnicas
ATIVIDADE PRÁTICA SUPERVISIONADA - APS
Objetivos Atividades a serem desenvolvidas Avaliação
1. Aplicar os conteúdos As atividades que serão desenvolvidas Os critérios de avaliação estão
adquiridos na disciplina pelos estudantes encontram-se explícitos no ambiente virtual de
para orientar trabalhadores detalhadas no ambiente virtual de aprendizagem (Blackboard) da
e empregadores. aprendizagem (Blackboard) da disciplina. disciplina.
2. Analisar fatores de risco
intrínsecos e extrínsecos
para a perda auditiva
induzida por níveis de
pressão sonora elevados.
Organizar o conteúdo
selecionado para a criação
de um material
informativo.
PROCESSOS E PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO
A Média Final (MF) da disciplina considera os seguintes elementos e valores:

N1 N2

A1 – Avaliação(ões) a ser(em) definida(s) de A2 – Avaliação(ões) a ser(em) definida(s) de


acordo com os objetivos de aprendizagem acordo com os objetivos de aprendizagem (9,0
pontos) + APS – Atividade Prática Supervisionada
[nota de 0 a 10] (1,0 ponto)

[nota de 0 a 10]
OU

SUB – Avaliação Substitutiva

[nota de 0 a 10]

A Média Final (MF) é calculada por meio da média ponderada das duas notas, N1 e N2, com peso, respectivamente
de 40% e 60%, resultante da seguinte equação:

MF = (N1*0,4) + (N2*0,6)

Para aprovação, a Média Final deverá ser igual ou superior a 6,0 (seis), além da necessária frequência mínima de
75% nas aulas.

O estudante que não realizar a A2 ou não atingir a média final 6,0 (seis) na disciplina, poderá realizar uma
Avaliação Substitutiva (SUB), cuja nota substituirá a nota de A2 obtida, caso seja maior.

Avaliação Somativa
Unidade 1
Modelo da Avaliação: x Individual X Grupo Pontuação Geral
Prova escrita x Disciplinar Interdisciplinar da Avaliação:
Relatório da prática Interprofissional: ( ) SIM ( x ) NÃO 10,0
exploratória
Tema(s) da Avaliação
• Legislação sobre Fonoaudiologia Ocupacional
• Perda auditiva decorrente de exposição a nível de pressão sonora elevado
• Causas de Perda Auditiva Ocupacional e Fatores de Risco para PAINPSE
• Avaliação Audiológica Ocupacional
• Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional
• Programas de Conservação Auditiva
Critérios de Avaliação Pontuação
Prova escrita 1,0
Relatório da prática exploratória
Unidade 2
Modelo da Avaliação: x Individual X Grupo Pontuação Geral
Prova prática - OSPE x Disciplinar Interdisciplinar da Avaliação:
Projeto de intervenção– Interprofissional: ( ) SIM ( x ) NÃO 10,0
Conservação auditiva e
vocal
• Disfonias ocupacionais
• Fonoaudiologia e Telesserviço
• Protocolo DRVT
• Programa de Conservação vocal
• Campanhas de Promoção da Saúde Vocal
• Perícia e Auditoria em Fonoaudiologia
• Fonoaudiologia Forense
• Avaliação e intervenção em Expressividade no meio corporativo
• Media Training
Critérios de Avaliação Pontuação
OSPE 5,0
Projeto de intervanção 5,0
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
• MORATA, T.C. Caminhos para a saúde auditiva: Ambiental – Ocupacional. Plexus, 2005.
• LOPES FILHO, O. (ed). Novo tratado de fonoaudiologia. Barueri: Manole, 2013.
• FERREIRA, L.P.; ANDRADA E SILVA, M.A.; GIANINI, S. Distúrbios de voz relacionado ao trabalho. Práticas
fonoaudiológicas. São Paulo: Roca, 2015.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
• BALEN, S.A.; PAGNOSSIM, D.F.; FIALHO, I.M. Saúde Auditiva: da teoria à prática. Ed. Santos, 2010.
• KYRILLOS, L. (org). Expressividade, da teoria à prática. Rio de Janeiro: Revinter, 2004.
• MORATA, T.C.; ZUCKI, F. Saúde Auditiva - Avaliação de Riscos e Prevenção. Plexus, 2010.
• OLIVEIRA, I.B. Atuação fonoaudiológica em voz profissional. São Paulo: Roca, 2011.
• MARQUESAN, I.Q.; SILVA, H.J.; TOME, M.L.(org). Tratado de Especialidades em Fonoaudiologia. São
Paulo: Gen Roca, 2014.
ATUALIDADES
• Site do Conselho Federal de Fonoaudiologia: www.fonoaudiologia.org.br
• Resolução CFFa nº 427, de 1º de março de 2013 "Dispõe sobre a regulamentação da Telessaúde em
Fonoaudiologia e dá outras providências." - http://fonoaudiologia.org.br/legislacaoPDF/Res%20427-
2013.pdf
• RESOLUÇÃO CFFa n. 428, de 2 março de 2013. “Dispõe sobre a atuação do fonoaudiólogo na saúde do
trabalhador e dá outras providências.” - http://www.fonoaudiologia.org.br/cffa/wp-
content/uploads/2013/07/res.-428-2013-site1.pdf
• RESOLUÇÃO CFFa nº 455, de 30 de outubro de 2014 (*). “Dispõe sobre a auditoria em Fonoaudiologia
e dá outras providências”. - http://www.fonoaudiologia.org.br/cffa/wp-
content/uploads/2013/07/res-455-14-republicada-ok1.pdf
• RESOLUÇÃO CFFa nº 467, de 24 de abril de 2015. “Dispõe sobre as atribuições e competências relativas
ao profissional fonoaudiólogo Especialista em Fonoaudiologia do Trabalho, e dá outras providências.”
- http://www.fonoaudiologia.org.br/cffa/wp-content/uploads/2013/07/res-467-2015-fono-
trabalho.pdf
• RESOLUÇÃO CFFa nº 469 de 10 de julho de 2015 “Dispõe sobre a competência do fonoaudiólogo para
implantar, monitorar, assessorar, supervisionar e coordenar o Programa de Prevenção de Perdas
Auditivas (PPPA), e dá outras providências”. - http://www.fonoaudiologia.org.br/cffa/wp-
content/uploads/2013/07/res-469-20151.pdf
• RESOLUÇÃO CFFa nº 493, 7 de abril de 2016 “Dispõe sobre perícia em Fonoaudiologia e dá outras
providências”. - http://www.fonoaudiologia.org.br/cffa/wp-content/uploads/2013/07/res-493-
20163.pdf
• http://www.fonosp.org.br/2014/09/22/iii-forum-atuacao-fonoaudiologica-em-saude-do-
trabalhador/
• http://www.fonoaudiologia.org.br/cffa/wp-content/uploads/2013/07/revistacomunicar61.pdf
• http://www.scielo.br/pdf/rcefac/v15n5/v15n5a31.pdf

CRONOGRAMA DE AULAS TEÓRICAS E PRÁTICAS


Nº Tema Local Carga horária da
da aula
Aula
1 Legislação sobre Fonoaudiologia Sala de Aula 3h
Ocupacional
[Metodologia ativa 1: KWL]
2 Legislação em Fono Ocupacional Laboratório de 3h
[Simulação – paciente estandardizado 1] - Simulação
Júri simulado
3 Perda auditiva decorrente de exposição a Sala de Aula 3h
nível de pressão sonora elevado
[Aula baseada em caso clínico 1]
4 Causas de Perda Auditiva Ocupacional e Sala de Aula 3h
Fatores de Risco para PAINPSE
[Metodologia ativa 2: Snowbolling]
5 Avaliação audiológica ocupacional Laboratório de 3h
EPI, medição de ruído, procedimentos Habilidades
audiológicos
[Simulação: Treino de habilidades 1]
6 Programa de Controle Médico de Saúde Sala de Aula 3h
Ocupacional e Programa de Conservação
Auditiva
[Metodologia ativa 3: TBL]
7 Programas de Conservação Auditiva – Visita técnica 3h
orientação para trabalho a ser
desenvolvido
[Visita técnica 1]
- Aprendizagem baseada em Projeto
8 Avaliação 1 Sala de Aula 3h
Apresentação e entrega de relatório de
visita técnica a empresa de Medicina do
Trabalho
9 Avaliação 2 Sala de Aula 3h
10 Disfonias ocupacionais Sala de Aula 3h
[Aula baseada em caso clínico 2]
11 Protocolo DRVT Laboratório de 2h
[Simulação: Treino de habilidades 2] Habilidades
Fonoaudiologia e Telesserviço Consultório Simulado 1h
[Simulação – paciente estandardizado 2]
12 Campanha de promoção da saúde vocal e Visita técnica 3h
Programa de Conservação vocal
[Visita técnica 2]
Workshop com Serviço convidado –
sugestão parceria com SINPRO / UNIVOZ
13 PAIR simulada e disfonia ocupacional Laboratório de 3h
Fonoaudiologia e Telesserviço Simulação
[Simulação – paciente estandardizado 3]
14 Perícia e Auditoria em Fonoaudiologia Sala de Aula 3h
[Round clínico 1]
15 Fonoaudiologia Forense Laboratório de 3h
[Simulação: Treino de habilidades 3]- Habilidades
avaliação acústica da voz e da fala com
enfoque forense
16 Avaliação e intervenção em Expressividade Sala de Aula 3h
no meio corporativo
[Aula expositiva dialogada 1]
17 Avaliação e intervenção em Expressividade Laboratório de 3h
no meio corporativo Simulação
Fonoaudiologia e Telesserviço
[Simulação – paciente estandardizado 4]
18 Media Training Sala de Aula 3h
Treinamento para enfrentamento de mídia
[Aula expositiva dialogada 1]
19 Conduta multiprofissional em casos Laboratório de 3h
clínicos em Fonoaudiologia Ocupacional Simulação
Fonoaudiologia e Telesserviço
[Simulação – paciente estandardizado 5]
interprofissional - otorrinolaringologista,
médico do trabalho e fonoaudiólogo
20 Avaliação 3 Sala de Aula 3h
Apresentação do Programa de
Conservação Vocal e Auditiva

21 OSPE Laboratório de 3h
Habilidades
22 Prova Final Sala de Aula 3h