Você está na página 1de 3

1. Motivação é estado psicológico em que a pessoa sente falta de alguma coisa.

Todas as pessoas têm motivação para uma ou para outra coisa. A motivação
consiste em cativar o Colectivo da classe e cada aluno em relação à sua orientação
para os objectivos da aula, à disposição para aprender e às actividades de
aprendizagem no processo da aula assim como despertar a sua consciência sobre a
importância dos conteúdos da aprendizagem

Contudo, a motivação é importante na aprendizagem porque direciona atenção dos


alunos para um certo objectivo; estimula uma opinião afirmativa (atitude positiva/aceitação)
por parte do aluno, em relação ao tema em causa; permite o reconhecimento da problemática
inserida no tema da aula e estimula a prontidão para a pesquisa da reconhecida problemática
(desenvolvimento da inteligência investigadora). Assim, A motivação é um dos factores que
determina se um aluno irá, ou não, adquirir o conhecimento, a compreensão ou habilidade em
desempenhar uma determinada tarefa.
Portanto, é de referir que a motivação é importante na aprendizagem, pois ela concorre
como facto principal para o alcance dos objectivos traçados pelo professor, e ela estimula o
processo de aprendizagem no aluno.

2. Para motivar os alunos para uma aula sobre o estudo da reflexão da luz, procederia
na realização da seguinte experiência.

Materiais necessário para a experiencia:

 1 Fonte de tensão
 1 Banco ópticos
 1 Candeeiro
 1 Transferidor
 3 Diafragmas opacos
 2 Diafragmas com fendas (1 e 5 fendas)
 2 Suportes
 1 Espelho plano
 1 Papel A4
Procedimentos:
1. Monte a experiência segundo mostra a figura
ao lado
2. Coloque o diafragma com uma fenda no
candeeiro e faça incidir o raio de luz de acordo
com os ângulos de incidência indicados e
complete os respectivos ângulos de reflexão na
tabela a baixo.
3. Coloque o diafragma com 5 fendas e um
papel A4 e faça incidir obliquamente ao espelho
um feixe de raios paralelos.
4. Marque no papel alguns pontos sobre a
trajetória de cada um dos cinco raios, antes e
depois de serem refletidos
5. Retire o espelho e trace a trajetória de cada
raio
Avaliação:
Profª: descrevam o que acontece com os raios
refletidos por um espelho plano, em todos
aspectos observados.
Profª: que condições devem ser impostas para
que se observe o fenómeno de reflexão?

3. De Acordo com Mavanga, A maior vantagem do trabalho em grupo é que o aluno


não é um passivo recebedor de informações, mas participa ativamente falando e
discutindo com seus colegas, o que proporciona o desenvolvimento de aptidões de
relações interpessoais. trabalho em grupo permite que cada um exponha seu ponto
de vista, comparando-o com o dos outros. Isto contribui para a descentração do
ponto de vista individual e o desenvolvimento do respeito mútuo. Contudo o
trabalho em Grupo tem as vantagens de:
 facilitar a construção do conhecimento;
 permitir a troca de ideias e opiniões;
 possibilitar a prática da cooperação para conseguir um fim comum.
As desvantagens desse método é que alguns alunos não apresentam um empenho
exaustivo no que tange ao PEA.
4.
 Quais são os principais tipos de energia?
 O que é energia cinética, qual é formula matemática que traduz a energia cinética?
Quando é que se diz que temos energia potencial num dado instante? Qual e sua
formula matemática?
 Identifica diferentes formas de energia de uso social, suas transformações.
5. Os procedimentos de consolidação podem ser a (Revisão/Recapitulação,
Exercitação, Resumo/Sistematização, Síntese, Aplicação).
Dos procedimentos de consolidação creio que a mais eficiente é a excitação
exercitação, pois este tem como objectivo a fixação das capacidades, habilidades e
hábitos. (p.ex.: resolução de exercícios e problemas usando fichas de trabalho,
leitura de aparelhos de medição, montagem de circuitos, etc.)
9. A avaliação é a parte mais importante de todo o processo de ensino
aprendizagem. Ela proporciona uma crescente responsabilidade do aluno em
relação à sua aprendizagem e uma participação efetiva no seu processo avaliativo,
tomando consciência das suas conquistas, dificuldades e possibilidades para a
reorganização dos seus esforços nas tarefas de aprender. Para além disso, a
avaliação e controlo, quando devidamente aplicados, contribuem igualmente para
motivação do aluno para a aprendizagem.
Relativamente ao professor, a avaliação subsidia o trabalho deste com informações
objetivas e claras sobre o desempenho dos seus alunos, possibilitando-lhe a
reflexão sobre a sua prática letiva e a tomada de decisões adequadas ao bom
andamento do processo de ensino aprendizagem que desenvolve em cada aula

10. A avaliação e controlo podem ser realizadas no início, ao longo como no fim
da aula e serve igualmente para despertar a atenção do aluno, como do professor,
para uma autoavaliação e autocontrole. O professor pode faze-la de varias formas.