Você está na página 1de 32

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software

http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Caros alunos,
modifiquei pequenas coisas na apresentação, de modo a
direcioná-la as dúvidas mais frequentes de vocês. Estejam
atentos ao símbolo de exemplo (EX.) marcado no canto de
algumas folhas. Os exemplos aqui dispostos, não podem
ser considerados os melhores ou mais completos, eles
servem apenas para dar uma ideia do que deve ser feito.
Tenho certeza que vocês farão melhor! :p
E lembrem-se que esta apresentação é um resumo com os
elementos essenciais da metodologia de BONSIEPE, não
está completíssima!!! É sempre bom consultar livros!!!
Prof. Viviane Pupim
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Metodologia Projetual

Prof. Ms. Viviane M Pupim


Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Projeto
O QUE É?
uma ferramenta
A metodologia projetual constitui-se em
para orientação e organização do trabalho, conduzindo-o
sem perda de tempo, estimulando a criatividade e podendo sofrer
alterações quando isto for positivo para o projeto.

Dentre as principais metodologias voltadas para o Desenho


Industrial estão as de:

Ø Bonsiepe ØMunari
Ø Baxter ØNegreiros
Ø Pahl & Beitz ØLobach
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Projeto

Munari (1981, p. 10) faz as seguintes considerações sobre a


metodologia projetual: “O conhecimento do método de projetar, de
como se faz para construir ou conhecer as coisas, e um valor
liberatório: e um ‘faca você mesmo’ (...) O método de projetos
não é mais do que uma serie de operações necessárias, dispostas
em ordem lógica, ditada pela experiência. Seu objetivo é o de
atingir o melhor resultado com o menor esforço”.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Projeto

O método projetual auxilia o designer na resolução de


problemas. Portanto não se aconselha a projetar sem utilizar um
método e muito menos procurar logo a solução do problema. Faz-se
necessáriopesquisar antes sobre o que já foi feito
anteriormente, conhecer os materiais envolvidos, e definir
bem a otimização da função.

Saber projetar é uma tarefa interessante, que torna o trabalho


do designer mais fácil de ser executado; e projetar é fácil
quando se sabe como fazer.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Projeto

Para Bonsiepe e Munari, o método de projeto para o


desenhador não é definitivo. Pode e deve ser modificado se
valores objetivos, que melhorem o processo, forem encontrados. Isso
vai depender muito da experiência e visão do projetista.

Geralmente o conhecimento de mais de um método


torna possível uma hibridização, aproveitando o melhor ou
o mais apropriado de cada um.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Gui Bonsiepe
à Nasceu em Gluecksburg, 1934.
à High School em Stuttgart.
à 1955 entrou na HfG - Hochschule für Gestaltung
em Ulm, onde graduou-se.
Nesta teve a definição clara do papel profissional do designer industrial e do
programador visual.
à docente da HfG/Ulm, onde permaneceu até 1968
à Optou por trabalhar na América Latina, com experiências expressivas
no setor do Design no Chile, na Argentina e no Brasil.
à Lecionou nas principais universidades da Europa, Asia e America
Latina
à Hoje vive entre Florianópolis/SC e La Plata/AR
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Bonsiepe
“...a metodologia não deve ser confundida com um livro de
receitas de bolo.” BONSIEPE (1986, p. 34).

1. PROBLEMATIZAÇÃO Define o problema e de que forma irá solucioná-lo.

Prepara o campo de trabalho para depois poder entrar na


2. ANÁLISE fase do design em si. Esclarece a problemática projetual,
interpretando informações que serão relevantes ao projeto.
3. DEFINIÇÃO DO Consiste em listar os requisitos funcionais e os parâmetros
PROBLEMA
condicionantes (materiais, processos, preços), tempo, RH.

4. ANTEPROJETO/ Objetiva facilitar a produção de um conjunto


GERAÇÃO DE ALTERNATIVAS de ideias básicas, como alternativas.

5. PROJETO Finalização detalhada do projeto num todo. Documentação


completa para que o produto possa ser fabricado.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Bonsiepe
m-se erá o
s
fereque iste n s do
O quê?
1. PROBLEMATIZAÇÃO r e
Porque?
l i ses jeto já ex álise s
á b n a a
Como? s an de o que ão a o. El para
a s d
Est tipo ido, eNÃO cria eos orre a o
Lista de Verificação ao oduz do. será ubsíd e oc itos d
Análise Diacrônica pr erca que o s ond quis
2. ANÁLISE m jeto comerior ré-re
Análise Sincrônica ob rvem post os p
Análise Estrutural se apa ão d .
Análise Funcional et finiç ojeto
de pr
Análise Morfologica
Análise do Produto em relação ao uso

3. DEFINIÇÃO DO Lista de Requisitos


PROBLEMA Estruturação do Problema
Hierarquização dos Requisitos Brainstorming
Método 635
4. ANTEPROJETO/ Ferramentas Mét. de transformação
Desenhos e Esboços Cx. Morfológica
GERAÇÃO DE ALTERNATIVAS
Maquete, modelo Criação sistemática de
variantes

5. PROJETO Documentação com desenho técnico


Texto descritivo
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Bonsiepe

1. PROBLEMATIZAÇÃO

O quê? A situação ou coisa que se deve melhorar, os fatores


essênciais do problema, os fatores influentes.

Porque? Os objetivos, a finalidade do projeto incluindo os


requisitos/critérios que uma solução boa deve ter.

Como? O caminho – os meios, métodos, técnicas, recursos


humanos e econômicos, tempo disponível, experiência.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Bonsiepe

2. ANÁLISE
Lista de Verificação Serve para organizar de forma exaustiva as
informações sobre atributos de um produto,
servindo assim para detectar deficiências de
informações que devem ser superadas.

Análise Diacrônica É a coleção de material histórico para demonstrar


as mutações do produto no transcurso do tempo.

Análise Sincrônica Serve para reconhecer o universo do produto em


questão e para evitar reinvenções. A comparação e
crítica dos produtos requer a formulação de critérios
comuns. Convém incluir informações sobre preços,
materiais e processos de fabricação.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Análise de Mercado

1 2

3 4

5 EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Bonsiepe

Cont. 2. ANÁLISE

Análise Estrutural Serve para reconhecer e compreender os tipos e o


número dos componentes, dos subsistemas,
princípios de montagem, tipologia de uniões, e tipo de
carcaça de um produto.

Análise Funcional Serve para reconhecer e compreender as características


de uso de um produto, incluindo aspectos
ergonômicos (macroanálise), e as funções técnico-
físicas de cada componente ou subsistema do produto
(microanálise).
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto
Projeto de
de Produto
Produto –– Prof.
Prof. Ms.
Ms. Viviane
Viviane M
M Pupim
Pupim

Metodologia de Bonsiepe
(cont. à análise funcional)
Para Bonsiepe (1984, p. 39), as características ergonômicas do
produto são verificadas junto a análise funcional do mesmo.

“A ergonomia é o estudo da adaptação do trabalho ao


homem”. (IIDA, 1990, p.1)

“Ergonomia é o estudo do relacionamento entre o homem e o


seu trabalho, equipamento e ambiente, e particularmente a
aplicação dos conhecimentos de anatomia, fisiologia e
psicologia na solução dos problemas surgidos desse
relacionamento” (Ergonomics Research Society, Inglaterra em IIDA,
1990, p.1)
A ergonomia analisa questões como o ruído, a vibração,
iluminação, temperatura, ergonomia, tamanho, peso, pegas,
transporte, e sua interação com o ser humano.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

• Análise Funcional

• Função Básica: apoiar pequenos objetos de uso diário ou de


decoração, e também integrar-se com o ambiente.

• Função Secundária: ela pode conter bandejas, tabuleiro para


jogos, compartimentos de uso livre, movimento para
aproximação ao usuário, porta CDs e dvd´s, mobilidade através
do uso de rodízios, revisteiro, porta copos, porta garrafas, puffs,
gavetas etc.

EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Bonsiepe

Cont. 2. ANÁLISE

Análise Morfológica Serve para reconhecer e compreender a estrutura


formal (concepção formal) de um produto, sua
composição, partindo de elementos geométricos e
suas transições (encontros). Incluindo também
informações sobre acabamento cromático e
tratamento das superfícies.

Análise do Produto Serve para detectar pontos negativos e criticáveis.


em relação ao uso Para este fim convém utilizar técnicas fotográficas de
documentação para localizar detalhes problemáticos.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Bonsiepe

3. DEFINIÇÃO DO PROBLEMA

Lista de Requisitos Serve para orientar o processo projetual em relação às


metas a serem atingidas (materiais e processos).
Convém formular cada requisito separadamente, e
utilizar uma forma comum.

Estrutura do Problema Ordena os requisitos em grupos segundo


afinidades, facilitando, dessa maneira, o acesso ao
problema. È possível, de forma geral, representar
essa estrutura através de uma árvore hierarquizada.

Hierarquização Deve estabelecer prioridades no atendimento dos requisitos,


dos Requisitos que quase sempre são antagônicos (a otimização de um fator
implica a subordinação de outro fator). Pode-se representar a
interação dos fatores em forma de matrizes, indicando uma
interação positiva, neutra ou negativa.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Metas

A mesa a ser desenvolvida deve buscar:

• coerência tanto de estilo como aspecto construtivo com o


móvel para home theater.

• manter suas características individuais, ou seja, que possa


ser comercializada individualmente.

• agregar valor por meio da definição da função secundária


– revisteiro e gaveta para pequenos objetos, e de utilização
de outros tipos de materiais – metal, couro sintético
(recouro), sendo que o material básico é o MDF de 15, 20 ou
30mm com impressão.

EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Materiais e Processos
Materiais e processos
Para o desenvolvimento de um projeto de design, é
importante conhecer os materiais e processos de fabricação.

Os materiais e processos de fabricação são


determinados segundo o tipo de produto, custos,
disponibilidade de matéria-prima e maquinaria
disponível.
O projeto também deverá levar em conta fatores como o
impacto ambiental e o ciclo de vida do produto (a
reciclabilidade do material, a durabilidade de cada peça, a
facilidade da montagem e desmontagem (descarte) e o
consumo de energia necessários na obtenção e
transformação das matérias-primas, entre outros).
EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Bonsiepe

4. ANTEPROJETO/ GERAÇÃO DE ALTERNATIVAS


Ferramentas Esta etapa visa a geração de ideias variadas que poderão servir como
possíveis soluções ao problema projetual. Para isto, podem ser
utilizadas várias técnicas conhecidas como ferramentas de criatividade.
Entre elas estão: Brainstorming, Método 635, Método de
transformação, Caixa Morfológica, Criação sistemática de
variantes…

Desenhos e Após a seleção das melhores ideias, dá-se início as


Esboços representações bidimensionais: esboços, rendering do produto,
definido o desenho “final” parte-se para o desenho técnico com
detalhes, porém ainda sucetível a mudanças.

Maquete/ Aqui o desenho técnico torna-se tridimensional, são elaboradas


modelo maquetes (escala reduzida) ou mokups (escala 1:1) do produto para a
realização de estudos formais do mesmo. Já o Protótipo é elaborado
em escala 1:1 e no material definitivo, analisando seu uso.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Esboços

EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Ilustrações

EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Maquete

Fotos de maquete de
mesa de centro,
confeccionada em madeira
marupá tingida cor tabaco
e em plástico. Rendering
a direita inferior.

EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Modelagem 3D

Rendering de cozinha.

EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Metodologia de Bonsiepe
5. PROJETO

Documentação com Detalhamento do projeto num todo, è a documentação


completa para que o produto possa ser fabricado.
desenho técnico
Desenho técnico definitivo em conformidade com a as
normas da ABNT. Contendo detalhamento de todos
os componentes e especificação de materiais.
Deverão também estar especificados os meios de
produção; bem como, desenhos de arte final, renderings
do objeto em uso. Manual de montagem e uso e
cuidados ilustrado.

Texto descritivo Texto descritivo do produto, explicando seu conceito, sua


finalidade, com descrições das funções, usabilidade.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Desenho Técnico EX.


Vistas
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Desenho Técnico – Cotas e cortes

EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Desenho Técnico
Vista expandida

EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Memorial Descritivo

A mesa foi desenvolvida utilizando os seguintes materiais:


Estrutura:
Madeira: MDF de 15 e 30 mm.
Metálica: tubos em alumínio com diâmetro de 1” e comprimento
de 7, 12 e 27cm. Fixados a base com bucha interna e ao tampo do vidro
com cola UV.
Vidro: vidro transparente de 8mm.
Acessórios:
Rodízios: SQ80 croma da Squadroni.
Gaveta: gaveta de série produzida pela THB. Nela estão inclusos
o acabamento em couro sintético (recouro) e o puxador tipo pontual.
Corrediça: corrediça metálica de 300mm da Ducasse.
Revisteiro: chapa metálica cromada fornecida pela indústria
Bigfer.
Acabamentos:
Madeira: com impressão no padrão tabaco.
Metálico: alumínio polido.
Vidro: polido e com cantos arredondados. EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

EX.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Projeto de Produto – Prof. Ms. Viviane M Pupim

Bibliografia

BAXTER, Mike. Projeto de produto guia prático pára o desenvolvimento de


novos produtos. São Paulo, Editora Edgard Blucher ltda., 1998.

BONSIEPE, G., e outros. Metodologia Experimental – Desenho Industrial.


Brasilia: CNPq/Coordenacao Editorial, 1986.

MORRIS, Richard. Fundamentos de Design de Produto. São Paulo, SP:


Bookman, 2010.

MUNARI, B., Das coisas nascem coisas.Sao Paulo: Editora Martins Fontes,
1981.