Você está na página 1de 19

Guia do Tutor

Curso a Distância

Escola Virtual Prodemge

1
Guia do Tutor
O foco da EaD está diretamente relacionado ao papel educacional da UCP, sendo instrumento
para a implementação e gestão das diretrizes que visam promover a educação continuada e a
cultura da cooperação entre os clientes internos e externos da Companhia.

A Educação a Distância (EaD) é uma das modalidades que reúne condições ideais para cumprir
essas metas, pois sua característica mais marcante é a capacidade de organização do sistema
educativo – meios de comunicação, estratégias, tutoria, material para estudo autônomo – de
forma a viabilizar ao aprendiz a construção de seus saberes e a autonomia para aprender a
conhecer.

Para concretizar, portanto, o processo desencadeado pela UCP, tendo em vista o oferecimento
de programas de educação continuada por áreas de conhecimento, foram definidos
procedimentos pedagógicos que consideram um novo paradigma educacional: o aprendizado
colaborativo.

Para tanto, é preciso garantir que a atuação dos tutores seja a de mais alto nível profissional
para que os processos de interação com os participantes nos cursos garantam o aprendizado e
sua aplicação nas diversas áreas de atuação.

O tutor, portanto, como mediador entre a UCP e os participantes, torna-se


elo fundamental para a viabilização bem sucedida das diretrizes e metas da
Prodemge, junto aos clientes internos e externos.

Professor Tutor

O professor tutor é o professor responsável pela mediação do conhecimento e pela orientação


dos alunos que participam dos cursos na modalidade à distância. Ele, através do material
didático elaborado pelo professor autor, ajudará no seu processo de aprendizagem durante o
decorrer do curso. É ele que estabelece a interatividade, laços colaborativos e se comunica
com os alunos, para enviar as atividades e tirar suas dúvidas. O professor tutor também é
responsável por corrigir as atividades, elaborar e aplicar as avaliações aplicadas ao longo do
curso e/ou presenciais (quando houver).

Porém, mais do que conhecer os materiais de ensino que são disponibilizados aos alunos, o
tutor administra situações de conflito, situações de euforia, desânimos, rotinas. O modo como
se responde a estas questões vai sendo constituído por passos que a educação presencial já
nos mostra em sua caminhada histórica.

2
Apoio Técnico Pedagógico, Tecnológico e Administrativo

A equipe de Apoio Técnico Pedagógico, Tecnológico e Administrativo é responsável


pela orientação dos alunos em suas dúvidas e/ou dificuldades técnicas relacionadas
ao Ambiente Virtual de Aprendizagem e/ou questões relacionadas à gestão
acadêmica e/ou administrativa de cada curso.

O apoio ao aluno é uma das principais preocupações desse modelo de oferta das disciplinas a
distância da UCP. Você é o centro desse processo. Para tanto, reservamos uma equipe de
apoio (formada por profissionais da UCP) que atenderá a todas as suas solicitações, seja por
telefone ou por e-mail.

Perfil do Tutor

Para se apropriar desta função, é necessário que a pessoa apresente


algumas características importantes, tais como: dinamismo, visão
crítica e global, responsabilidade, capacidade para lidar com
situações novas e inesperadas e saber trabalhar em equipe.

Para ingressar na atividade de tutoria na UCP, é necessário ter interesse em desenvolver


trabalhos ligados às necessidades técnicas e tecnológicas da Prodemge, tendo em vista que as
atividades estarão inseridas num contexto empresarial e de negócios. Além disso, o interesse
por Educação a Distância é uma condição fundamental do tutor.

Podemos definir seis características de atuação nas quais se concentram as competências


necessárias de um tutor.

1. Condições pessoais: englobam as características pessoais que facilitam a


atuação como tutor na internet.
2. Envolvimento com a Prodemge: dizem respeito às atitudes pessoais de
comprometimento com a proposta de EaD e com a Companhia.
3. Domínio do conteúdo: compõem-se de conhecimentos específicos
relacionados aos conteúdos dos cursos.
4. Conhecimentos pedagógicos em EAD: relacionados com os conhecimentos
específicos sobre a proposta pedagógica dos cursos.
5. Conhecimentos técnicos: são os conhecimentos específicos ligados à
fluência no ambiente virtual dos cursos.
6. Capacidade de Interação e Comunicação: caracterizam-se pelas habilidades
e atitudes ligadas à capacidade de interação e comunicação on-line.

3
Níveis de Atuação do Tutor

A tutoria visa à orientação acadêmica, acompanhamento


pedagógico e avaliação da aprendizagem dos alunos à
distância. Para isso o tutor deve possuir um papel profissional
com capacidades, habilidades e competências inerentes à
função. Precisa expressar uma atitude de excelente
receptividade diante do aluno e assegurar um clima
motivacional.

O professor tutor deve diferenciar e seqüenciar as diversas informações que


proporciona aos estudantes, sistematizando as seguintes ações:

No primeiro encontro com o aluno, o tutor deve expressar uma atitude de


excelente receptividade para assegurar um clima motivacional de
entendimento pleno;
Em seguida, informar o estudante sobre a estrutura e o funcionamento do
sistema de EaD, dos meios didáticos utilizados e sistema de avaliação, etc.
Comentar, ainda, o sentido e o papel da tutoria no processo de ensino e
aprendizagem em EaD;
Diferenciar para o estudante as funções de tutoria e de presencialização dos
professores, já que o sistema de EaD foi planejado para promover auxílio aos
alunos em dificuldades de aprendizagem e não sistematizar encontros
semanais de tutoria.

Para exercer o seu papel, o tutor deve, portanto, possuir um perfil profissional com certo
número de capacidades, habilidades e competências inerentes à função. A importância e a
complexidade da posição que ocupa o tutor dentro de um sistema de EaD exige que ele possua
o domínio de uma prática política educativa, formativa e mediatizada.

Como suporte ao desenvolvimento e reflexão do


trabalho do tutor, apresentamos quatro checklists
(Anexos 1, 2, 3 e 4), ao final desse Guia.

4
Princípios e estratégias correspondentes a tutoria

Interesse: adaptar o ensino aos interesses dos alunos.


Estratégia: Introduzir estímulos, situações instigantes e paradoxais para assegurar a atenção
dos alunos.

Relevância: o aluno deve perceber que o ensino está relacionado às suas necessidades e a
objetivos pessoais.
Estratégia: Usar exemplos ligados a situações reais dos alunos para que na aprendizagem
intervenham aspectos pessoais e emocionais e não seja só uma assimilação intelectual.

Expectativa: o aluno deve perceber que pode ser bem sucedido mediante um esforço
adequado.
Estratégia: considerar os conhecimentos que os alunos possuem aprofundá-los e aproximá-los
dos desconhecidos de maneira progressiva e moderada.

Satisfação: procurar que a aprendizagem seja satisfatória em si mesma (motivação intrínseca)


ou pelas recompensas recebidas (motivação extrínseca).
Estratégia: Orientar os alunos para um processo de curiosidade pelo desconhecido e para a
pesquisa.

5
Perfil de competências do tutor

A definição de competências profissionais para o exercício de uma determinada função é algo


bem complexo.

Qualidades / Nível de Recrutamento


Características desejáveis Básicas de formação Capacidades

Entendimento do processo Experiência pessoal como aluno Capacidade em construir um


online online; flexibilidade nas ambiente online de confiança.
aproximações entre ensinar e Compreender o potencial da
aprender; empatia com os desafios aprendizagem online e da atuação
de tornar-se um aprendiz online. dos grupos.

Habilidades técnicas Entendimento operacional do uso do Capacidade de apreciar as


software, boa habilidade no teclado, estruturas básicas de conferências
capacidade razoável de leitura na online e o potencial de
tela e acesso bom e regular à aprendizagem da Web e da
Internet. Internet.

Habilidades para Cortês e respeitável na comunicação Capacidade em escrever


comunicação online online (escrita), capacidade em usar mensagens online de forma
o tempo de forma apropriada. concisa, personalizada e que
motivem. Capacidade para criar
“presença” e “visibilidade” no
ambiente virtual.

Conhecimento e experiência para Capacidade em incentivar as


Expertise no conteúdo compartilhar; boa vontade para dar contribuições dos alunos e
sua contribuição. conhecimento dos recursos online
úteis para esse fim.

Características pessoais Determinação e motivação para Capacidade de estabelecer uma


tornar-se um tutor online. identidade como tutor online.

6
Novas competências devem ser desenvolvidas através de
capacitação. Algumas competências são:

Qualidades / Nível de Capacitação


características desejáveis Desenvolvimento Ação como facilitador

Entendimento do processo Habilidade em desenvolver-se e Saber quando controlar os


online capacitar outros, agindo como grupos, quando deixar ir, como
catalisador, promovendo discussões, trazer os não-participantes, saber
resumindo, desafiando, os passos de uma discussão
monitorando o nível de online e como usar o tempo.
entendimento, dando feedback.

Habilidades técnicas Saber usar características especiais Capacidade para usar


do software para tutoria online. características especiais do
software para explorar a
contribuição dos alunos, por
exemplo, histórico de mensagens,
resumos, acessos etc.

Habilidades para Capacidade em se comprometer Capacidade para interagir através


comunicação online com as pessoas online (não com o de e-mail e reuniões online, e
computador ou com o software), conseguir a interação entre os
respondendo às mensagens de alunos. Capacidade em,
forma apropriada, tornando-se gradualmente, inserir os
“visível” apropriadamente, participantes nas atividades sem
“administrando” as expectativas dos gastar uma enorme quantidade
estudantes. de tempo extra.

Expertise no conteúdo Capacidade em provocar debates Trazer consigo a autoridade do


colocando questões provocativas. conhecimento do conteúdo para
Saber quando intervir e quando conferir aos alunos “notas” pelas
voltar atrás. participações, contribuições e
resultados de aprendizagem.

Características pessoais Capacidade em se adaptar ao novo Mostrar sensibilidade para


contexto de ensino, métodos, relacionamentos e comunicação
audiências e papéis. online.

7
Após estar atuando como tutor on-line em vários cursos, é
esperado que as competências abaixo, entre outras, já tenham sido
adquiridas:

Qualidades / Nível de Desenvolvimento


características
desejáveis Compartilha conhecimento Criatividade

Entendimento do processo Capacidade em explorar idéias, Capacidade em usar uma escala de


online desenvolver argumentos, promover aproximação entre as atividades
boas discussões, encerrar discussões estruturadas e as discussões, e
improdutivas. avaliar o sucesso do processo.

Habilidades técnicas Capacidade em criar links entre Capacidade em usar as facilidades do


características de outros programas software para criar e manipular
de aprendizagem, introduzir outros reuniões e atividades e gerar um
recursos online sem desviar/perder a ambiente de aprendizagem online.
interação já existente. Capacidade para usar um
software/plataforma alternativa.

Habilidades para Capacidade em avaliar a diversidade Capacidade para comunicar-se


comunicação online com sensibilidade cultural; explorar confortavelmente sem sugestões
diferenças. visuais. Capacidade para diagnosticar
e resolver problemas online, usar o
humor no ambiente online, usar e
trabalhar com a “emoção online”
resolvendo os conflitos de forma
construtiva.

Expertise no conteúdo Saber sobre recursos valiosos (por Capacidade em animar reuniões
exemplo, na Web) e usá-los nas através do uso da multimídia e dos
atividades. recursos eletrônicos. Capacidade em
dar feedback criativo e edificar as
idéias dos participantes.

Características pessoais Mostrar uma atitude positiva, Saber como criar e sustentar uma
compromissada e entusiasmada com comunidade de aprendizagem online
o ensino online. útil e relevante.

8
Competências pessoais e profissionais

1. Ter atenção aos detalhes do curso.

2. Estar atento aos movimentos da turma.

3. Ser paciente. Não se irritar com facilidade.

4. Agir de maneira paciente com os participantes.

5. Ser crítico.

6. Gostar do que faz como tutor.

7. Ser persistente. Não desistir fácil diante das dificuldades.

8. Ser entusiasta.

9. Ser criativo.

10. Ser dinâmico.

11. Ser pró-ativo. Tentar se antecipar aos problemas e dificuldades.

12. Ser responsável em relação às atividades que realiza.

13. Ser assertivo. As soluções que encontra são adequadas (ou pertinentes) aos problemas.

14. Ser empático. Consegue se colocar no lugar dos participantes.

15. Conduzir a tutoria sem problemas.

9
16. Usar o tempo de tutoria de forma apropriada.

17. Conseguir se comunicar com participantes sem usar palavras de baixo calão e ofensivas -
Netiqueta.

18. Ter bom domínio da linguagem escrita.

19. Ter capacidade para conduzir os debates.

20. Ter capacidade para animar a comunidade de participantes do curso.

21. Gostar de enfrentar os desafios postos em cada nova turma do curso.

22. Compartilhar com os participantes os seus conhecimentos e experiências em relação aos


temas do curso.

23. Ter dedicação e comprometimento com o trabalho e com as pessoas envolvidas:


participantes e demais tutores.

24. Agir dentro das normas éticas estabelecidas para os cursos em EAD da UCP> Netiqueta.

25. Ter ética profissional.

26. Cumprir os prazos das tarefas pertinentes ao seu trabalho na tutoria do curso.

27. Realizar ações que visam sua capacitação e aperfeiçoamento técnico e educacional como
tutor.

28. Ter motivação para ser Tutor on-line.

29. Procurar criar sua própria identidade como Tutor.

30. Ter consciência da importância do seu papel como agente de mudanças.

10
COMPETÊNCIAS LIGADAS AO PROCESSO DE EDUCAÇÃO DA UCP

1. Conhecer a metodologia de educação à distância da UCP EAD.

2. Identificar-se com a filosofia de educação a distância da UCP EAD

3.
Conhecer a realidade do público-alvo atendido pela Prodemge.

4. Elaborar o planejamento de tutoria para a turma que se inicia.

5. Identificar-se como educador da UCP, promovendo o saber conhecer, saber


ser/conviver e saber fazer.

6. Conhecer o sistema de avaliação da UCP para EAD.

7. Participar dos cursos e dos eventos de educação continuada promovidos pela UCP.

8. Colaborar com os demais tutores da UCP.

11
COMPETÊNCIAS LIGADAS AOS CONTEÚDOS DOS CURSOS

1. Possuir domínio do conteúdo do curso em que exerço tutoria.

2. Demonstrar capacidade lógica de análise e síntese do conteúdo do curso.

3. Ser capaz de interpretar os textos escritos do curso.

4. Conhecer formas diferenciadas de estudo dos conteúdos do curso em que exerce tutoria.

5. Conhecer a proposta educacional do curso (objetivos, conteúdos, seqüência, incentivos,


método, atividades, avaliação...).

6. Conhecer alternativas (bibliografias, cursos, etc), principalmente da Biblioteca da UCP,


que podem auxiliar os participantes no aprofundamento dos conteúdos do curso.

COMPETÊNCIAS RELATIVAS AOS CONHECIMENTOS EDUCACIONAIS EM EAD

1. Analisar previamente a proposta do curso para poder planejar as minhas ações como
tutor.

2. Planejar atividades diferenciadas ligadas aos conteúdos do curso.

3. Esclarecer para os participantes, as competências a serem desenvolvidas em cada


tema do curso.

4. Conduzir os debates nos fóruns, colocando questões que fazem sentido para os
participantes.

5. Usar os recursos disponíveis no ambiente virtual para animar e dinamizar as atividades


do curso.

12
COMPETÊNCIAS RELATIVAS AOS CONHECIMENTOS TÉCNICOS EM EAD VIA
INTERNET/WEB

1. Conhecer as formas de acesso ao LMS – Sala de Aula Virtual da UCP e à Internet.

2. Conhecer facilidades na Internet (sites de busca, sites de pesquisa, acesso a textos e


revistas especializadas, etc...) que podem auxiliar os participantes na compreensão dos
conteúdos do curso.

3. Ser hábil no uso do teclado (velocidade e correção na escrita).

4. Saber usar o editor de texto e a planilha de cálculo.

5. Saber usar acessórios e periféricos básicos do computador, bem como os mecanismos


de comunicação pela internet (MSN, Skype e compatíveis).

6. Conseguir oferecer suporte técnico aos participantes quando solicitam.

7. Saber para quem encaminhar os problemas técnicos apresentados pelos participantes,


quando não consegue resolver.

8. Conhecer as ferramentas e possibilidades do ambiente educacional virtual do curso.

COMETÊNCIAS LIGADAS À COMUNICAÇÃO E INTERAÇÃO ON-LINE

1. Saber escrever corretamente em português.

2. Procurar utilizar linguagem escrita correta, sem o uso de gírias.

3. Ser capaz de estabelecer comunicação oral e escrita. Entende os questionamentos e as


pessoas compreendem o que quer dizer.

4. Ser cortês e respeitável. Consegue manter uma postura simpática e de respeito na

13
comunicação escrita.

5. Escrever mensagens de forma concisa e personalizada. As mensagens são feitas de


acordo com os questionamentos de cada participante.

6. Usar linguagem profissional e adequada ao nível do curso.

7. Ser capaz de responder dúvidas de forma pertinente, clara e objetiva.

8. Ter facilidade para se relacionar, comunicar e conversar pela Internet.

9. Como tutor, saber explorar idéias, desenvolver argumentos, promover boas discussões,
encerrar discussões improdutivas.

Saber controlar os grupos: quando deixar a comunicação mais livre e quando for mais
10. diretivo.

11. Saber como trazer os não-participantes de volta ao ambiente do curso.

12. Como tutor, conseguir criar “presença” e “visibilidade” no ambiente virtual.

13. Ser atencioso com participantes e colegas tutores.

14. Incentivar os participantes a apresentarem suas contribuições.

15. Evitar tomar atitudes autoritárias ou excessivamente permissivas.

16. Desenvolver formas de comunicação com os participantes para evitar que eles se sintam
sozinhos.

17. Interagir com os participantes por e-mail e demais ferramentas disponíveis no ambiente
educacional.

18. Estabelecer com os participantes um ambiente propício para o aprendizado e a troca de


informações entre todos.

14
19. Conseguir criar e manter com os participantes uma comunidade on-line útil e relevante.

20. Saber trabalhar em equipe.

21. Conseguir administrar os conflitos que ocorrem nos cursos.

22. Saber quando deve intervir nos conflitos e quando é melhor voltar atrás.

23. Não ter problemas nas relações com os demais membros da equipe de tutores dos
cursos e a equipe EaD.

24. Respeitar as idéias apresentadas por outros tutores e pela equipe EaD.

25. Manter um fluxo de comunicação com os demais Tutores.

Anexos 1, 2, 3 e 4

CHECKLIST 1 DO TUTOR - ANTES DO CURSO

Tenho todo o material do curso que os alunos receberam?


Compreendo como o curso funciona: o que os alunos esperam fazer e o que eu espero
fazer?
Tenho uma cópia do manual do tutor para o curso?
Tenho um calendário do curso para os tutoriais, interação entre os alunos, datas dos
trabalhos, de emissão das notas, etc.?
Experimentei algumas atividades de auto-avaliação e compreendo a sua relação com o
conteúdo do curso?
Entendo os objetivos de cada trabalho e como eles se relacionam com o conteúdo do
curso?
Tenho os nomes e os contatos de todos os alunos do curso?
Conheço as expectativas quanto aos contatos com os alunos? Frequência, tipo de contato,
etc.?
Tenho informação sobre regulamentos acadêmicos e administrativos que afetam o curso?
Tenho o contato de uma pessoa em todos os setores da UCP?

INFORMAÇÃO

15
Tenho o contato de um apoio administrativo que trate da recepção e devolução de
trabalhos?
Sei quem devo contatar se tiver algumas questões sobre o conteúdo e processo do curso?
Sei quem devo contatar se tiver questões sobre determinados alunos?
Sei como e onde obter ajuda no uso das tecnologias necessárias para o curso?
Existe um tutor mais experiente a quem eu possa recorrer informalmente sobre questões
difíceis?

APOIO

Tenho os nomes de outros tutores do UCP, área de especialização, ou tema?


Tenho os nomes dos funcionários da biblioteca que fornecem serviços aos alunos à
distância?
Sei quais os serviços e recursos de biblioteca disponíveis para alunos à distância?
Tenho os nomes dos profissionais da UCP que podem ajudar os alunos com problemas de
estudo ou com questões pessoais?

RECURSOS

Tenho conhecimento dos mecanismos de apoio adicionais disponíveis para os alunos?


(exemplo: apoio para quem tenha necessidades especiais)
Tenho conhecimento do software/AVA, informação técnica, estação de trabalho e o
equipamento adequado de que preciso exercer a função de tutor?
Estou mais confiante quanto aos seguintes aspectos da atividade de tutoria:
Estou menos confiante quanto aos seguintes aspectos da tutoria:

DESENVOLVIMENTO

Penso que a melhor forma de responder às minhas necessidades de desenvolvimento de


competências é:

CHECKLIST 2 DO TUTOR - DURANTE O CURSO

Já verifiquei os nomes e as informações de contato de todos os alunos do curso, e contatei


todos os alunos?
Sei como proceder se não conseguir contatar um aluno?

INFORMAÇÃO

Se algumas partes do curso forem menos claras para os alunos, poderei obter a informação
necessária para explicá-las aos alunos?
Com quem poderei obter respostas a problemas acadêmicos (questões sobre o conteúdo
do curso, entrega de trabalhos alternativos)?
Com quem poderei obter respostas para problemas administrativos (por exemplo, um

16
pedido de adiamento da entrega de um trabalho)?
Sei como solicitar para mim e para os meus alunos ajuda na utilização das tecnologias para
o curso?
Sei como garantir que os locais para as atividades presenciais estejam disponíveis e
equipados?
Sei como obter uma segunda opinião sobre questões decorrentes de interações com os
alunos?

APOIO

Existem oportunidades para discutir com outros tutores as experiências de tutoria ou


outras interações com os alunos?
Os alunos podem ter ajuda da equipe de EAD da UCP sobre outros serviços de apoio ao
aluno quando necessário?
Se não, conheço o alcance da minha responsabilidade perante os alunos?
Os alunos podem obter ajuda, informações e os materiais de que precisam junto a equipe
de EAD da UCP?

RECURSOS

Se não, poderei resolver o problema?


Quando interajo com os alunos, sinto-me mais confiante nos seguintes aspectos:
Quando interajo com os alunos, sinto-me menos confiante nos seguintes aspectos:

DESENVOLVIMENTO

Considero que a melhor forma de desenvolver as competências de que preciso para


facilitar a interação com os alunos é:

CHECKLIST 3 DO TUTOR - AVALIAÇÃO

Sei o que se espera de cada trabalho?


Tenho as informações necessárias para criar um esquema de atribuição de notas para cada
trabalho?
Disponho dos regulamentos referentes à classificação de trabalhos, entrega de trabalhos
fora do prazo, ou plágio?
Conheço os procedimentos referentes a recursos apresentados pelos alunos em relação à
nota atribuída a um trabalho?
Conheço o limite da minha autoridade para tomar decisões sobre o trabalho dos alunos?

INFORMAÇÃO

Sei quem tem poder de decisão para além do limite da minha autoridade?
Posso obter uma segunda opinião sobre questões que surjam a propósito da classificação
de trabalhos e/ou avaliações?
Existem oportunidades de discutir com outros tutores problemas relativos à avaliação em

17
geral?

APOIO

Um profissional da equipe EAD da UCP, irá rever os trabalhos e/ou as avaliações aplicadas e
classificadas por mim e comentar o critério utilizado na minha avaliação?
Posso ter acesso aos recursos que os alunos podem utilizar nos seus trabalhos, tais como
jornais, livros, software etc.?

RECURSOS

Sei o suficiente sobre os recursos de que os alunos dispõem (pesquisa, recursos de


biblioteca, software, acesso à avaliação de incapacidades de aprendizagem (alunos com
necessidades especiais, etc.) para recomendá-los quando necessário?
Quando faço a avaliação do trabalho dos alunos sinto-me mais confiante nos seguintes
aspectos:
Quando faço a avaliação do trabalho dos alunos sinto-me menos confiante nos seguintes
aspectos:

DESENVOLVIMENTO

Penso que a melhor forma de desenvolver as competências de que necessito para a tarefa
de avaliação dos alunos é:

CHECKLIST 4 DO TUTOR – DEPOIS DO CURSO

Conheço todos os requisitos para que os alunos tenham um aproveitamento satisfatório e


sejam aprovados no curso?
Sei quando devo e para quem entregar as notas ou outras informações para o registro do
estudante?
Conheço os procedimentos para lidar com a avaliação que os alunos fazem do curso?

INFORMAÇÃO

Irei receber as informações sobre os resultados dos alunos após o exame final, se não for
eu a classificá-los?
Receberei prontamente ajuda se existir algum problema com decisões relativas a
avaliações finais? De quem?

APOIO

Posso transmitir as minhas observações, experiências e reflexões sobre a tutoria a alguém


que possa alterar o curso?
Tenho acesso ao feedback dos alunos sobre o curso e a tutoria, para me ajudar a identificar
quais as estratégias de tutoria que resultaram positivamente, e quais as que poderão
precisar de melhoramento?

RECURSOS

18
Tenho a oportunidade de recomendar recursos adicionais que possam ser úteis para o
curso?
A partir da minha experiência de tutoria neste curso, e a partir do feedback sobre as
avaliações do curso, estes são os aspectos da tutoria que geri bem; e estes são os aspectos
da tutoria que gostaria de melhorar:

DESENVOLVIMENTO

Penso que a melhor forma para desenvolver as minhas competências seria:

19