Você está na página 1de 51

Morfologia bacteriana

Prof. Ângela de Oliveira


Prof. Associado
DMIV
CARACTERÍSTICAS DIFERENCIAIS ENTRE EUCARIÓTICOS E
PROCARIÓTICOS

PROCARIÓTICOS *Material genético separado por
sistema de membranas- não tem
*Tamanho usual da célula ou diâmetro 0,2 a 2,0 µm
 *Mitocôndria Ausente
 *Cloroplastos (espécies fotossintéticas) Ausentes
*Retículo Endoplasmático e Complexo
de Golgi Ausentes
 *Vacúolos de gás Algumas espécies
*Inclusões de poli-β-hidroxibutirato Algumas espécies
 *Fluxo citoplasmático Ausente
*Habilidade de ingerir partículas
alimentares insolúveis Ausente
*Flagelos, se presente:
Diâmetro 0,01 a 0,02 µm
*Arranjo do microtúbulos “9 + 2” Não
 *Esporos (endosporos) Algumas espécies
*Ácidos graxos polissaturados ou
esteróis em membranas Raros
CARACTERÍSTICAS DIFERENCIAIS ENTRE EUCARIÓTICOS E
PROCARIÓTICOS
 PROCARIÓTICOS
*Ácido murâmico na parede celular Comum
*Habilidade em utilizar compostos inorgânicos como única
fonte de energia Algumas espécies
*Habilidade em fixar nitrogênio Algumas espécies
*Habilidade em reduzir nitratos a
gás nitrogênio Algumas espécies
*Habilidade em produzir gás metano Algumas espécies
*Sítio da fotossíntese se ocorre: Extensão da
 membrana
citoplasmática: Tilacoides
 *Divisão celular por mitose Não
*Mecanismos de transferência genética
e recombinação, se ocorrem envolvem
gametogênese e formação do zigoto Não
CARACTERÍSTICAS DIFERENCIAIS ENTRE EUCARIÓTICOS E
PROCARIÓTICOS


PROCARIÓTICOS
– Cromossomos: Forma Circular
– Número por célula Usualmente 1

– Ribossomos:
localização na célula Dispersos no citoplasma
– Coeficiente de sedimentação 70 S
 DIFERENÇASENTRE AS CÉLULAS:
CÉLULA EUCARIÓTICA ANIMAL
 DIFERENÇASENTRE AS CÉLULAS:
CÉLULA EUCARIÓTICA VEGETAL
MORFOLOGIA BACTERIANA: CÉLULA PROCARIÓTICA
COLÔNIA BACTERIANA
ASPECTOS DAS COLÔNIAS
COLÔNIA LISA X COLÔNIA RUGOSA
 Smooth, S; Rough, R.
TIPOS MORFOLÓGICOS DE BACTÉRIAS
VISTOS À MICROSCOPIA
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia

 Cocos
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia

 Cocos
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia
 Diplococos
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia

 Tetrades
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia

 Sarcina
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia
 Estreptococos
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia

 Estafilococos
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia

 Bacilos
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia

 Espiroqueta
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia

 Espirilo
Tipos Morfológicos Bacterianos à Microscopia

 Vibrião
MOROFOLOGIA BACTERIANA – CÉLULA
PROCARIÓTICA

 PAREDE CELULAR
FUNÇÕES:
*RESPONSÁVEL
PELA FORMA DA
CÉLULA; *PROTEGE
A MEMBRANA
CITOPLASMÁTICA
DE ALTERAÇÕES
DO AMBIENTE
EXTERNO.
MORFOLOGIA BACTERIANA

 PAREDE CELULAR – COMPOSIÇÃO:

*Peptidioglicana (Mureína) +
Polipeptídeos

*Porção dissacarídica =
Monossacarídeos:
N-acetilglicosamina e
ácido N-
acetilmurâmico
MORFOLOGIA BACTERIANA

 PAREDE CELULAR – BACTÉRIAS GRAM


POSITIVAS:
Componentes da parede das
bactérias Gram positivas
 Camada espessa de peptidoglicano
 Ácido teicóico- que são cadeias de
ribitol ou glicerol ligadas por pontes
fosfodiéster.
Estes tem sido divididos em 2 tipos:
ácidos teicóicos ligados ao
peptidoglicano e ácidos lipoteicóicos
encontram-se ligados a fração lipídica
da membrana plasmática.
Funções dos ácidos teicóicos
 Ligam-se ao íon magnésio e tem o papel de
suprir este íon a célula.
 Sítios receptores de bacteriófagos.
 Importantes Antígenos celulares tornando
possível a identificação sorológica .

 Polissacarídeos: açúcares neutros como


arabinose, galactose, manose e outros ( em
certas espécies).
Parede as bactérias Gram
negativas
 Camada de peptidoglicano mais delgada.
 Espaço periplásmico- área entre a membrana
externa e membrana citoplasmática.
 Membrana externa- é uma bicamada lipídica
assimétrica contendo proteínas, lipoproteínas e
lipopolissacarídeos. Possui permeabilidade seletiva.
 Forma uma barreira protetora que impede a
exposição das bactérias às enzimas hidrolíticas e
substâncias tóxicas , como bile .
 A superfície externa é composta de moléculas de
lipopolissacarídeo (LPS), a endotoxina de bactérias
Gram negativas, que é liberado durante a lise
celular.
Parede da bactéria Gram negativa
 Os principais componentes da molécula de
LPS são o núcleo polissacarídeo ligado ao
lipídeo A e a longa cadeia polissacarídica (
que estimulam a produção de anticorpos e
correspondem aos antígenos somáticos
(O) usados para sorotipagem de células
Gram negativas.
 O lipídeo A é o componente molecular
que reside a atividade endotóxica.
Bactérias Gram negativas
Lipoproteínas – é a proteína mais
abundante dessas células.,
constituída de 57 aa.
Função: a) estabilizar a membrana
externa
b) Fixá-la à camada de peptideoglicano
MORFOLOGIA BACTERIANA
 PAREDE CELULAR DE BACTÉRIAS GRAM
NEGATIVAS:
MEMBRANA CITOPLASMÁTICA
*FUNÇÕES:

BARREIRA SELETIVA

DIGESTÃO DE
NUTRIENTES

PRODUÇÃO DE ENERGIA
MORFOLOGIA BACTERIANA
 MEMBRANA CITOPLASMÁTICA
CONSTITUIÇÃO: CAMADA DUPLA DE FOSFOLIPÍDEOS +
PROTEÍNAS
CITOPLASMA
 80% composto de água
contendo:
 *proteínas
*carboidratos
*lipídeos
*íons inorgânicos
*compostos de baixo
peso molecular
 É espesso, aquoso,
semitransparente e
elástico
 Principais estruturas:
DNA, Ribossomos e
inclusões
ÁREA NUCLEAR ou NUCLEÓIDE
 Contém única molécula longa de DNA
dupla fita (informação genética da célula);
 Não são circundados por membrana
nuclear;
 Não tem nucléolos.
Ribossomos
 Locais de síntese protéica;
 Dezenas de milhares de
estruturas pequenas =
aspecto granular do
citoplasma;
 São composto de 2
subunidades: proteína +
RNA ribossômico (rRNA);
 Menores = 70S (unidade
Svedberg = velocidade
relativa de sedimentação
à centrifugação);
MORFOLOGIA BACTERIANA
 FLAGELO – ESTRUTURA: PROTEÍNA FLAGELINA
MORFOLOGIA BACTERIANA
 FLAGELO: FUNÇÃO = PROPULSÃO
MORFOLOGIA BACTERIANA
 FLAGELOS E FILAMETOS AXIAIS: PROPULSÃO.
MORFOLOGIA BACTERIANA
 PILI = PROTEÍNA
PILINA

 TIPOS: PILI
(LONGOS) E
FIMBRIAS
(CURTAS)

 FUNÇÃO:
FIMBRIAS =
FIXAÇÃO PILI =
FIXAÇÃO E
PREPARAÇÃO PARA
TRANSFERÊNCIA DE
DNA.
MORFOLOGIA BACTERIANA

*CÁPSULA:

PROTEÇÃO,
ARMAZENA
NUTRIENTES,
VIRULÊNCIA, etc.

* COMPSIÇÃO:
POLISSACARÍDEOS,
ÁCIDO D-GLUTÂMICO,
etc.
MORFOLOGIA BACTERIANA
 GLICOCÁLICE:
POLÍMERO VISCOSO E GELATINOSO
SITUADO EXTERNAMENTE A PAREDE
CELULAR.
 COMPOSIÇÃO:
POLISSACARÍDEO EXTRACELULAR
(PSE), POLIPEPTÍDEO OU AMBOS.
 FUNÇÃO:
FIXAÇÃO DA BACTÉRIA A VÁRIAS
SUPERFÍCIES EM SEU AMBIENTE
NATURAL. (Streptococcus mutans =
cárie dentária)
MORFOLOGIA BACTERIANA
 INCLUSÕES = GRÂNULOS:

- METACROMÁTICOS = VOLUTINA

- POLISSACARÍDEO = GLICOGÊNIO E
AMIDO

- LIPÍDEO = ÁCIDO POLI-BETA-


HIDROXIBUTÍRICO

- ENXOFRE

-CARBOXISSOMOS = RIBULOSE

- VACÚOLOS DE GÁS
PLASMÍDEO
MORFOLOGIA BACTERIANA
ENDOSPORO (ESPORO)
 FORMA DE RESISTÊNCIA DOS
GÊNEROS Clostridium e Bacillus

 COMPOSIÇÃO = MATERIAL GENÉTICO


ENVOLTO POR:
CAMADA ESPESSA DE
PEPTÍDEOGLICANA
CAPA ESPESSA DE PROTEÍNA
ÁCIDO DIPICOLÍNICO
ÍONS CÁLCIO
FORMAÇÃO DO ENDOSPORO (ESPORO)
MORFOLOGIA BACTERIANA

 FORMAS DO
ENDOSPORO:

*CENTRAL REDONDO OU
OVAL

*SUB-TERMINAL
REDONDO OU OVAL

*PLECTRÍDEO
FIM