Você está na página 1de 4

Concílio Pastoral- ASP

Reunião com Pr. Ivanaldo Barbosa:

I-Saída de membros: 1.Falecimento, 2.Apostasia, 3.Desaparec. 4.Carta de Transf.

Precisa ser votado quando for apostasia, desaparecimento e carta de transferência. A


comissão recomenda e a Igreja vota, os casos 2,3,4.

Caso 2, precisa ser VISITADO.

Caso 3, procura por parentes ou amigos. Depois, se houve insucesso, enviar para a lista da
Associação, acompanha a lista se tem membros seus, acompanha as três publicações . Após
a confirmação de não saber os paradeiros, vai para a comissão e votação de
desaparecimento.

CARTA DE TRANSFERÊNCIA:
1.O recebimento de membro tem que ser votado, e Ter duas leituras na Igreja. 2.Toda
transferência deve ser comunicada para a Associação
3.O Pastor pode levar sua carta de transferência em mãos, após voto da Igreja. A carta tem
dois meses de validade.

IMPORTANTE: Não eleger oficial de Igreja, as pessoas que não forem membros da Igreja
local.

II-ENTRADA BATISMOS:
1. Batismo: Preencher todos os dados da ficha batismal, e colocar o nome completo do
batizando.
2. Os membros, obreiros ou anciãos podem preencher a ficha de rascunho, mas a oficial é
o Pastor que deve preencher. Conferir e corrigir, se necessário.
3. Checar a ficha batismal e também o candidato (perguntar ao candidato sôbre o pôr de
sol, café, etc...)
4. Não batizar uma pessoa sem ser visitada pelo Pastor do Distrito.
5. Resumo: Revisar a ficha e o membro, não aceitar tudo por informações de terceiro.
6. Quando outro Pastor é convidado a fazer o Batismo, ele não tem responsabilidade sôbre
os batizandos... É o Pastor do Distrito que tem a responsabilidade sôbre a situação de
cada candidato.
7. Fazer o voto do candidato de Batismo, uma semana antes do Batismo, para haver
espaço para observações sem constrangimentos no dia.

III- REBATISMOS:
1.Alguns insistem e se rebatizar...não importa o “tamanho” do irmão, temos que agir de
forma honesta, correta e justa.
2. Quando a pessoa não pode ser rebatizada, fazer tudo o mais que for possível para mantê-
la fiel, visitar, orar, mas deixar apenas como Membro da Escola Sabatina.
3. Quando aparece algúem pedindo o rebatismo, perguntar
por sua origem. Ligar para o local de origem, perguntar
ao Pastor, ao Campo... ter informações da pessoa.
4. Consultar a Associação local, se esta pessoa não está
registrada como membro de alguma Igreja do campo.
5. REBATISMO: Após o terceiro rebatismo, cuidado....

BOM SENSO: é a voz do Espírito Santo. Quando voce não tem o que voce procura escrito
na Bíblia, não tem nada declarado pela Organização(Igreja), sua comunhão com Deus lhe
proporcionará esclarecimento através do Espírito Santo.

Quando o Ancião batiza: (Anciãos ou Anciões – as duas formas estão certas)


1- Somente quando o Pastor viaja, ou não têm um Pr. ordenado para fazê-lo.
2- O Pastor programa o batismo, visita o candidato, a comissão elege o Ancião que vai
batizá-lo, e o Pastor comunica ao Presidente do campo, para ter a autorização final, e então,
após todos estes passos tomados, o ancião pode Batizar.
3- Quando o candidato não quer ser batizado pelo Ancião, deve ser respeitado o pedido do
candidato, e aguardar então o Pastor Ordenado.

IV-PROFISSÃO DE FÉ:
1.Os que vem de outra Igreja Cristã, podemos aceitar por profissão de fé, conforme o
Manual da IASD... Mas conversando, e havendo acordo, pode-se batizá-lo na àgua também.
2. Quando não se acha a Igreja que o membro está registrado, e fez-se todos os esforços,
então se aceita por profissão de fé.
3. A Profissão de Fé, pode ser feito no dia do Batismo, ou em outro culto.
4. Deve ser feito um “exame” público, ou uma demonstração para a Igreja, quando houver
ingresso de membro por profissão de fé.
IMPORTANTE:
1-Nunca se recebe por profissão de fé, alguém que foi excluído da Igreja.
2-Não há admissão de membro por voto. OU é batismo, rebatismo, profissão de fé, ou carta
de transferência.

V-DISCIPLINA:
Não se disciplina ninguém por vingança.
Não se disciplina ninguém sem antes fazer uma visita.
Que a sua visita seja com amor, e fé , com o objetivo de que ele mesmo chegue ao final e
diga a verdade.
Na ata, ou leitura da mesma, não colocar adultério, roubo, etc. mas outro termo, tipo:
desvio de conduta das normas da Igreja.

Casos de separação, divórcio e novo casamento:


Quem é o CULPADO numa separação? Pode ser avaliado:
1- Objetivamente
2- Subjetivamente
“Se pudéssemos, entrar no íntimo da pessoa (subjetivo), poderíamos entender que o
inocente poderia ser a parte culpada. Porém, cabe-nos decidir objetivamente, o subjetivo
pertence a Deus.”
Importante:
1- O Pastor não deve ser detetive para detectar problemas. O Pastor deve acreditar até que
se prove o contrário.
2- Seja caso de adultério, separação, ou outros “casos enrolados”, deve-se ter PACIÊNCIA.
E deve ser IMPACIENTE, ser firme para resolver.
3-Noivos que confessam relacionamento pré matrimonial, sem gravidez, e não for de
conhecimento público, podem casar, mas se vier a público, deve haver a censura.
4- Uma pessoa excluída não deverá ter seu reingresso na Igreja=rebatismo, antes do prazo
máximo da disciplina que é um ano.

VI-Três problemas mundiais da IASD atualmente:


1- Congregacionalismo, 2- Unidade, e 3- Divórcio e Novo Casamento

VII- NOTAS ESPECIAIS:


1-Pode haver um Batismo especial de Consagração, pelo pedido do membro, após aval do
Pastor, da comissão e da Igreja. Sem necessidade de ficha Batismal. Desde que seja
membro da Igreja, e esteja em plena harmonia com os princípios da Igreja.
2-Os problemas que voce enxerga que outros Pastores não resolveram, não permita sua
continuidade, conserte o problema. Não procure desenterrar defuntos com uma chave de
fenda, mas use o bom senso com os casos que estão em evidência que merecem ser
resolvidos.
2- Quando um Pastor foi excluído, para ser readmitido como membro, é bom consultar a
Associação antes de aceitá-lo.

VIII- MÚSICA:
1- É importantíssimo que cada Igreja tenha consciência, comande, com o Pastor as
atividades de grupos e cantores nas suas Igrejas. Os convidados e as saídas.
2- Os eventos que abrangem eventos acima do Distrito, devem ter o aval da Associação,
para que não conflitem com eventos da Igreja.

IX- FRASES MARCANTES:

I- Do Pr. Ivanaldo Barbosa:


1. “AMAR AOS IRMÃOS NÃO É COLOCAR TODOS NA IGREJA...”
2.“Se dependêssemos dos Estados Unidos como exemplo para os procedimentos da Igreja,
estaríamos perdidos...o que mantêm os bons princípios é a Igreja do resto do mundo.”.
3.“OS MEMBROS CONFIAM MUITO NA PALAVRA DO PASTOR...”
4. “Deus não é Papai-noel.”

II- Do Pr. Antonio Moreira:


1-“Normalmente o problema se agiganta, quando eu fujo dele.”
2-“Até hoje, não ví um problema insolúvel.”
3-“Ouvir e ouvir bastante, orar para ter a visão completa e a decisão certa.”
4-“Recolta é para todos. Inclusive para o Presidente.”
5- “Não faça nada sem antes pedir uma Benção.”
X- SUGESTõES:
1- Fazer um cadastro de membros da IASD, a nível de Campo, USB, ou Brasil, na
internet, para consultas de membros adventistas de todo o País.
2- Quando um Pastor agiu de forma incorreta no procedimento de rebatismos, casamentos,
ou outras aplicações erradas do manual, este deverá receber uma “chamada de
advertência” pela comissão ministerial.
3- Usar o boletim da Igreja para orientar aos membros,
quando mudarem, pedirem sua carta de transferência
Imediatamente.
4- Criação de uma comissão de Música para analisar eventos
musicais que abrangem mais de um Distrito para não haver
conflito de eventos da Igreja, etc.
5- Estudar melhor incentivo para a Recolta. Maior porcentagem para \
a Igreja...O Pastor deve continuar tendo alvo separado?