Você está na página 1de 20

Copyright © 2008 by Discovery Knowledge Ltda. Copyright © 2008 by Carla Cruz, Caroline Hoffmann & Uirá Ribeiro. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida sem autorização prévia e escrita da Editora.

Capa: Cassimiro de Jesus Andrade Editoração: Cassimiro de Jesus Andrade Ilustrações: Uirá Ribeiro Software: Uirá Ribeiro Foto Capa: Carla Cruz

CRUZ, Carla; HOFFMANN, Caroline, RIBEIRO, Uirá. TCC - Trabalho de Conclusão de Curso. Belo Horizonte: 2008.

ISBN: 85-60095-04-7

Os conceitos emitidos nesta obra são de responsabilidade dos autores.

Editora Discovery Knowledge Ltda.

Visite o site dos autores para atualização:

www.carlacruz.com.br

PREFÁCIO

A necessidade de se encontrar explicações e buscar equacionamentos, que procurem dar conta

das várias demandas e questionamentos envolvidos nas relações que construímos em nosso cotidiano

e das novas e múltiplas questões que surgem da crítica a respostas aparentemente plenas e imutáveis, têm movido o caminhar do conhecimento ao longo dos tempos, gerando os conflitos e impulsionando

o refinamento dos conceitos. Esse caminhar não linear em busca de uma maior compreensão do entorno gera novos e constantes desafios a serem ultrapassados.

Em um contexto de tal complexidade e diversidade, o desafio que se apresenta é a estruturação e construção desse conhecimento proporcionando a comunidade em geral, acadêmica ou não, uma melhor apresentação deste novo saber, de forma que desenvolvam competências para análise crítica dos embates atuais, contribuindo assim para uma melhoria das condições do meio sócio-cultural.

Este é o objetivo de deste livro, desenvolver competências para análise crítica dos embates atuais. Consciente desse compromisso com a comunidade e com a importância da estruturação do método

e da técnica em pesquisa, os autores contemplam objetivos bem definidos, os quais tornam mais

simples e didáticos à produção/construção de conhecimento por pesquisadores discentes e docentes. Porém, mais do que a técnica está o despertar para o raciocínio lógico, o interesse científico, a analise criteriosa dos dados, a postulação dos questionamentos. Isto sim, desperta o saber e o amor pelo conhecimento, pelo novo, pelo inusitado.

Com o software desenvolvido pelos autores, a parte técnica, muitas vezes dita como entediante e enfadonha-mas sempre necessária; fica leve, fácil; e permite que o tempo do pesquisador seja investido em outras áreas. Isto é fantástico, isto é adaptação e utilização do conhecimento.

Finalmente, o autores desmistificam o trabalho de conclusão de curso –TCC, levando os profissionais

a atingirem a autonomia intelectual e a competência técnica, especificidades necessárias ao desempenho eficiente de suas atividades no ambiente social em que estiverem inseridos.

Foi um prazer o convite e a leitura! Obrigado!

Prof. Dr. Marcio Barros Dutra Pró-reitor de Pós-graduação e Pesquisa UNIVERSO

APRESENTAÇÃO

A motivação deste livro nasceu dentro da sala de aula, presenciando a dificuldade e

até mesmo sofrimento de nossos alunos na tentativa, por tantas vezes frustradas, de expressar suas idéias, após pesquisa, durante a elaboração de um texto de tema objetivo: projetos de pesquisa, artigos científicos, monografias e dissertações.

Após uma caminhada considerável enquanto professoras da disciplina de Metodologia da Pesquisa Jurídica, entendemos, mais do que nunca, que ensinar não é transferir conhecimento, mas criar possibilidades para a sua produção ou a sua construção. Estamos agora mais convictas de que nossos alunos possuem potencialidades, mas também existem limitações que os impossibilitam de alguma forma. Daí a necessidade

de ‘possibilitar’ a não ‘dar’ o conhecimento, e reforçar a capacidade crítica, a curiosidade

e a insubmissão. E foi nesta via de mão dupla ensinar/aprender, aprender/ensinar

que criamos um projeto pedagógico que se dedica, modestamente, a todas as pessoas que buscam a EXCELÊNCIA ao trabalharem temas objetivo-científicos.

Dedicado aos nossos queridos alunos, este livro discorre didaticamente sobre: Ciência

e conhecimento; Escolha de temas com vistas à necessidade de reformular os

instrumentos de realização das diversas àreas de conhecimento; elaboração do projeto de pesquisa; elaboração da monografia de conclusão de curso; seminários de pesquisa, orientação de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC; técnicas de pesquisa e pesquisa na internet; orientações para a defesa oral da monografia; redação científica, dentre outros. Finalmente, as normas técnicas de documentação padronizadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) são contempladas em um software que acompanha este livro, com o intuito de facilitar a sua aplicação. A novidade desta edição é a ampliação desta ferramenta de trabalho com os modelos de algumas Instituições de Ensino Superior, facilitando ainda mais o trabalho de nossos queridos alunos.

Saudações acadêmicas e o nosso sincero agradecimento à todos os alunos que sempre apoiam os nossos projetos.

Professora Carla Cruz, Professora Caroline Hoffmann & Professor Uirá Ribeiro

Belo Horizonte, 2008 .

Sumário

A

IMPORTÂNCIA DO TCC

14

OBJETIVO DO TCC

16

O

que fazer?

18

O CONHECIMENTO

22

O

conhecimento científico e outros tipos de conhecimento

22

Correlação entre Conhecimento Popular e Conhecimento Científico

23

Conhecimento filosófico

24

Conhecimento religioso ou teológico

25

Conhecimento científico

26

 

CIÊNCIA

27

O

que é ciência?

27

O

que é ciência?

28

A

Verdade, a Certeza e a Evidência

29

Então, o Que Seria a Verdade?

29

Pressuposto da Ciência: o Espírito Científico

30

A

Natureza da Ciência

31

Características da Ciência

32

A

Neutralidade Científica

33

Divisão da Ciência

33

METODOLOGIA CIENTÍFICA

33

Metodologia, método e técnica

33

Desenvolvimento histórico do método

34

Técnicas de pesquisa qualitativa

37

Técnicas de pesquisa quantitativa

40

Procedimentos estatísticos

42

Análise estatística

42

Outros Tipos de Métodos

43

Método de pesquisa

45

Como proceder a uma investigação científica?

46

O

QUE VOCÊ PRECISA PARA ELABORAR UM TRABALHO CIENTÍFICO?

48

O

método de estudo

51

PESQUISA ELETRÔNICA

53

Internet - Biblioteca

54

Fontes de informações digitais com acesso público

55

Como Buscar Informações de Acesso Público na Internet

56

Como Buscar as Informações?

57

Comandos utilizandos na busca de informações:

57

O

uso de aspas " "

58

O

uso do sinal de mais +

58

O

uso do sinal de menos -

58

O

uso do asterisco *

58

Como avaliar a informação disponibilizada na internet?

59

LEITURA, FICHAMENTO E RESUMO

59

Leitura

59

Fichamento

63

Ficha Bibliográfica por Autor

63

Ficha Bibliográfica por Assunto

64

Ficha de Transcrição (ou de Citação)

64

Ficha Resumo/Analítica

65

Resumo

67

Resenha ou Resumo Crítico

68

A REDAÇÃO CIENTÍFICA

73

Linguagem, Redação e Organização do Texto

74

Texto dissertativo de caráter científico

75

DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA CIENTÍFICA

80

PRINCÍPIOS BÁSICOS DA CORREÇÃO DE UM TEXTO

85

Exercícios micro estruturais: estruturação do período e do parágrafo

87

Exercícios micro estruturais: a dissertação científica da monografia

94

ETAPAS DA PESQUISA CIENTÍFICA

97

A

escolha do assunto

97

A

delimitação do assunto: definição do tema

98

A

Hipótese

101

O

estabelecimento de um plano provisório de trabalho

102

PESQUISAS CIENTÍFICAS: MONOGRAFIA, DISSERTAÇÃO E TESE

103

Monografias

103

Dissertações

103

Teses

104

PROJETO DE PESQUISA: Etapas de Elaboração

104

Momento Decisório

104

Momento de Elaboração

104

Coleta de Dados

106

Análise dos Dados

107

Momento Redacional

107

ELEMENTOS CONSTITUTIVOS DE UM PROJETO DE PESQUISA

108

Capa

108

Listas

110

Sumário

110

Introdução

111

Justificativa

111

Objetivos - Para quê? / Finalidade

112

Hipóteses

113

Referencial Teórico - A Partir de quê?

113

Metodologia - Como?

114

Pesquisa Bibliográfica

114

Pesquisa de Campo

115

Cronograma - Quando?

115

Recursos Necessários (item opcional)

116

Referências

116

Glossário

116

Exemplo de um pré-projeto de pesquisa

118

TRABALHO CIENTÍFICO DE CONCLUSÃO DE CURSO

123

Elementos Pré-Textuais, Textuais e Pós-Textuais

126

Capa

126

Lombada

128

Folha de Rosto

129

Página de Aprovação

131

Dedicatória e Oferecimentos

132

Agradecimentos

133

Resumo

134

Epígrafe

134

Sumário

135

Listas - Ilustrações, Quadros, Tabelas e Siglas

136

Introdução

139

Referencial Teórico ou Revisão de Literatura

141

Metodologia ou Material e Métodos

143

Resultados e Discussão dos Resultados

145

Conclusões ou Considerações Finais

145

Referências

147

Glossário

148

Anexos ou Apêndices

148

AQUISIÇÃO E DIVULGAÇÃO DAS INFORMAÇÕES CIENTÍFICAS

153

Preparação de slides

154

Preparação da apresentação oral dos trabalhos

154

ARTIGO CIENTÍFICO

156

Artigo científico: apresentação

157

Título

157

Autor e colaboradores

157

Resumo na língua do texto

158

Palavras-chave

158

Elementos textuais

160

Introdução

160

Desenvolvimento

160

Material e métodos ou Metodologia

161

Resultados e discussão

161

Conclusão

161

Elementos Pós-Textuais

161

Título e subtítulo

161

Resumo em língua estrangeira

161

Agradecimentos (opcional)

162

Anexos e apêndices (elemento opcional)

162

Referências

162

O RELATÓRIO TÉCNICO-CIENTÍFICO

163

Tipos de relatórios

163

Fases de um relatório

164

Estrutura do relatório técnico-científico

165

Capa

165

Folha de rosto

166

Prefácio ou apresentação (opcional)

168

Resumo

168

Listas de tabelas, ilustrações, abreviaturas, siglas e símbolos

168

Sumário

168

Texto

168

Anexos (opcional)

168

Agradecimentos (opcional)

169

Referências

169

Glossário

169

Ficha de identificação

169

ABREVIATURAS E SIGLAS

172

PALAVRAS OU EXPRESSÕES LATINAS UTILIZADAS EM PESQUISA

177

NUMERAÇÃO PROGRESSIVA DAS SEÇÕES DE UM DOCUMENTO: NBR-6024

(2003) da ABNT

178

FIGURAS E TABELAS

179

NOTAS DE RODAPÉ

183

REFERÊNCIAS: NBR-6023 (2002) da ABNT

188

Utilização de Publicações em sua Totalidade

190

Dois Autores

191

Três Autores

192

Mais de Três Autores

192

Autor Desconhecido

192

Pseudônimo

192

Organizador, Compilador, Coordenador

192

Autor Entidade Coletiva (Associações, Empresas, Instituições)

193

Órgãos Governamentais

193

Livros e Folhetos

194

Dupla Editora

194

Monografias, Dissertações e Teses

195

Normas Técnicas

195

Bíblia

196

Citação de Citação

196

Leis e Decretos

197

Pareceres

197

Portarias, Resoluções e Deliberações

198

Acórdãos, Decisões, Deliberações e Sentenças das Cortes ou Tribunais

199

Utilização de Parte de uma Publicação

201

Capítulos de Livros, Volumes, Páginas e Coleções

202

Parte com Autoria Própria de Congressos e Conferências

203

Separatas

203

Publicações Periódicas Consideradas no Todo

203

Coleções

204

Fascículos

204

Fascículos com Título Próprio

204

Partes de Publicações Periódicas

205

Artigos de Jornal com Autoria

205

Artigos de Revista com Autoria

205

Artigos de Jornal ou Revista sem Autoria (Sem o Nome do Autor)

205

Referências com Notas Especiais

205

Traduções

205

Trabalhos Não Publicados (Inéditos)

206

Trabalhos Escolares e Notas de Aula

206

Ensaios

206

Resenhas

206

Bula de Remédio

207

Atas de Reuniões

207

Discos e CD (Compact Discs)

207

Fita Cassete

208

Filmes e Vídeos

208

Material Cartográfico (Atlas e Globos)

208

Entrevistas

209

Documentos Eletrônicos

209

CD-ROM

209

Arquivos em Disquetes

209

Monografias, Bases de Dados e Softwares Considerados no Todo (On-Line)

210

Publicações Periódicas Consideradas no Todo (On-line)

210

Partes de Publicaçõe Periódicas (On-line)

211

Artigos de Periódicos

211

Artigos de Jornais

211

Lista de Discussão

211

Mensagens Recebidas via Lista de Discussão

212

E-mail

212

CITAÇÕES: NBR-10520 da ABNT

212

Citação Textual

215

Citação Textual Curta (Citação com até Três Linhas)

215

Citação Textual Longa (Mais de Três Linhas)

215

Citação Livre

216

Citação de Citação

216

SUMÁRIO: NBR- 6027 da ABNT

217

NORMAS MAIS UTILIZADAS PARA APRESENTAÇÃO

218

O SOFTWARE DE FORMATAÇÃO DE TEXTOS

222

Como Instalar o Software

222

Como Ativar o Software

223

Como Salvar Cada Elemento de seu Trabalho Científico

226

Como Compor seu Documento Final

234

Formatando seu Trabalho Científico: Monografias, Dissertações e Teses

237

Capa

237

Folha de Rosto

238

Página de Aprovação

239

Dedicatória e Oferecimentos

239

Agradecimentos

240

Epígrafe

240

Listas

241

Resumo

242

Abstract

242

Sumário

243

Introdução

243

Revisão de Literatura ou Referencial Teórico

244

Subcapítulos

245

Citações

246

Metodologia ou Material e Métodos

247

Resultado e Discussão

247

Análise e Discussão dos Resultados

248

Conclusão

249

Referências

249

Anexos

252

Glossário

255

Formatando seu Artigo Científico

257

Elementos pré-textuais

257

Elementos textuais

258

Introdução

258

Desenvolvimento:

260

Material e métodos ou Metodologia:

260

Resultados e discussão:

260

Conclusões

260

Elementos pós-textuais

260

Resumo em língua estrangeira

260

Agradecimentos

261

Anexos

262

Referências

262

Compor o Documento Final do Artigo Científico

263

Formatando seu Projeto de Pesquisa

264

Capa

264

Folha de Rosto

265

Sumário

265

Listas

265

Introdução

267

Justificativa

268

Objetivos

268

Hipótese

268

Formulação do problema

268

Referencial Teórico

268

Metodologia

268

Plano de Desenvolvimento

269

Recursos necessários

269

Glossário

269

Referências

270

Anexos

271

Compor o Documento Final do Projeto de Pesquisa

271

Formatando seu Relatório Técnico

272

Capa

273

Folha de Rosto

274

Prefácio

275

Resumo

275

Lista de Símbolos

275

Corpo

275

Anexos

276

Agradecimentos

276

Referências

277

Glossário

277

Ficha de Identificação

278

Compor Relatório Técnico Final

278

Formatando seu Trabalho Acadêmico

280

Folha de Rosto

280

Sumário

280

Elementos Textuais

281

Pós-Textuais

281

Referências

281

Glossário

282

Compor o Documento Final do Trabalho Acadêmico

282

Exemplo de Elementos Formatados com o Software

283

Referências

310

12

CRUZ, HOFFMANN & RIBEIRO

TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

13

TCC - Trabalho de Conclusão de Curso 13

14

CRUZ, HOFFMANN & RIBEIRO

A IMPORTÂNCIA DO TCC

A educação, processo de desenvolvimento essencial ao ser humano, não é estática

porque acompanha a evolução e, portanto, é dinâmica e adaptável a cada novo tempo que chega. Não obstante, são criados modelos de se educar que permanecem por determinado período, às vezes longo, nas famílias, escolas e organizações. Há uma

constante preocupação quanto à validade de cada modelo, a sua obsolescência ou tempo de vida útil, levando muitos estudiosos a compreender o momento em que vive

a sua sociedade e as novas demandas educacionais.

Quando se trata da educação no âmbito da graduação superior, vêem-se constantes debates a respeito das formas mais adequadas para se promover as relações que permeiam o conhecimento. Percebe-se, cada vez melhor, a sutileza com que se processa a relação ensino-aprendizagem. Nomes consagrados do meio, a exemplo de Paulo Freire, revelam que “ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção”.

Surgem, então, novos desafios para quem deseja construir métodos e estratégias educacionais de forma refinada, levando-se em conta a evolução pela qual trafegam

mestre e aluno. A experiência tem demonstrado que a busca pela informação deve ser sempre motivada, para que o senso de pesquisa seja internalizado e a obtenção dos dados seja como um esforço desprendido, sem perder de vista a qualidade de ensino

e a adequação de conteúdos à realidade em permanente evolução.

Baseados nesse sentimento, a nossa intensão não é impor estratégias, mas instrumentalizar melhor nossos alunos que vivenciam uma rotina diária preenchida com leituras e produção de textos necessários à apreensão dos conteúdos, tornando esta conduta “árdua” e “fascinante” em um instrumento que viabilize seu papel de cidadãos do mundo, através de uma comunicação mais eficaz.

Acreditamos que a disciplina de Metodologia e Técnicas de Pesquisa supõe muito mais do que obediência às normas da metodologia científica, aspecto diferenciador dessa composição. Esta disciplina tem, hoje, novas tarefas, muito mais importantes que a de verificar se as regras normativas foram observadas na escritura dos trabalhos

acadêmicos:

! O de instilar nos alunos o gosto pela pesquisa, pela investigação e pelo espírito crítico e que realmente quer preparar cientistas cidadãos.

TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

15

Mais do que fundamentar um raciocínio científico, buscamos desmanchar um mito: o

de que a disciplina de Metodologia e Técnicas de Pesquisa deve necessariamente ser

mal-humorada e pomposa.

Ora, se nos referimos a um curso superior estamos naturalmente nos referindo a uma "academia" de Ciência e, como tal, as respostas aos problemas de aquisição de conhecimento deveriam ser buscadas através do rigor científico e apresentadas através das normas acadêmicas vigentes. Isso porque, qualquer instituição educacional nada mais é do que o próprio local da busca incansável do saber científico. O que torna a disciplina Metodologia e Técnicas de Pesquisa eminentemente prática e com a função de estimular os alunos para que busquem motivações para encontrar respostas às suas dúvidas. Dito isto, parece que fica claro que esta disciplina não é um simples conteúdo a ser decorado pelos alunos ou para ser verificado num dia de prova. Ao contrário, trata-se de estimular a prática do raciocínio e de fornecer aos alunos um instrumental indispensável para que sejam capazes de atingir o estudo e a pesquisa em qualquer área. Trata-se então de se aprender fazendo, como sugere os conceitos mais modernos da pedagogia.

OBJETIVO DO PROJETO

O objetivo desse projeto pedagógico é despertar o aluno para a importância da

pesquisa, enquanto instrumento divulgador de seu discurso crítico sobre a formação da instância jurídica, além de implicar numa importante relativização de dogmas até hoje assentes entre os operadores do direito, tal como a inevitabilidade da lei, ou a inevitabilidade de sua forma e seu modo de aplicação, dentre outros.

Objetivos específicos

Com a implementação do projeto pedagógico proposto por este livro, os autores alcançaram os objetivos a seguir:

1. Orientar o aluno na elaboração de seu projeto científico e desenvolvimento de

sua pesquisa. E neste percurso o aluno é o agente de construção do seu conhecimento, que ao concluir o curso de graduação, será capaz de conduzir suas atividades de

maneira autônoma;

2. Fornecer informações importantes de metodologia da pesquisa servindo de guia

à elaboração do projeto de pesquisa e da monografia de graduação;

3. Esclarecer princípios teóricos e fornecer orientações práticas que ajudarão o

aluno/pesquisador a aprender a pensar criticamente, ter disciplina, escrever e

apresentar trabalhos conforme padrões metodológicos e acadêmicos;

4. Possibilitar ao aluno o exercício de habilidades intelectuais mais complexas,

como aplicação, análise, síntese e julgamento;

5.

Melhoria nas pesquisas, a democratização do conhecimento, o enriquecimento

da

experiência de ensino, onde a comunicação independe de tempo e espaço, melhora

nos processos de decisão, dentre outros;

16

CRUZ, HOFFMANN & RIBEIRO

Para aprender a pesquisar, a estudar, precisamos entrar em contato com o problema, perceber as lacunas, aprender a questionar, abandonando os ! maus hábitos de mera repetição e reprodução dos conhecimentos já consagrados pela ciência, em função da busca por uma construção de novos saberes. O desejo de saber nos leva a respostas autênticas às nossas perguntas.

6. Estimular professores/pesquisadores a incorporarem estudantes de graduação nos

seus trabalhos de pesquisa;

7. Contribuir para diminuição das disparidades regionais na distribuição da competência

científica no país;

8. Preparar alunos para a pós-graduação;

9. Proporcionar a aprendizagem de métodos e técnicas de pesquisa ao aluno orientado;

10. Estimular o desenvolvimento do pensar de modo científico e criativo nos alunos, em

decorrência de condições criadas confrontadas diretamente com os problemas de pesquisa;

11.

Enfatizar as metodologias inovadoras e não-convencionais, capazes de sensibilizar

os

alunos e estimulá-los a proporem questionamentos atuais e com preocupação social;

12.

Consolidar um espaço para o preparo sistematizado, além do diálogo e intercâmbio

dos trabalhos científicos, através da realização de palestra científica semestral;

13. Estimular a excelência da produção científica jurídica mediante a realização de

concursos, cuja premiação compreenda a publicação de trabalhos, participação em congressos e a apresentação dos mesmos em workshop;

14. Atribuir à disciplina de Metodologia e Técnicas de Pesquisa identidade específica

enquanto um agente catalisador que fará com que a aprendizagem seja conduzida e encarada como uma meta a ser conquistada;

15. Tornar a interdisciplinaridade um dos pontos principais da atividade, através de

leitura e produção de dissertações científicas, buscando o referencial teórico nas disciplinas

jurídicas;

16. Criar um espaço de interlocução e atuação articulada e integrada entre o professor

e o aluno;

OBJETIVO DO TCC

O objetivo de um Trabalho de Conclusão de Curso é despertar o aluno para a

importância da pesquisa, enquanto instrumento divulgador de seu discurso crítico.

TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

Objetivos específicos

17

Com a implementação do projeto pedagógico proposto por este livro, os autores alcançaram os objetivos a seguir:

1. Orientar o aluno na elaboração de seu projeto científico e desenvolvimento de sua pesquisa. E neste percurso o aluno é o agente de construção do seu conhecimento, que ao concluir o curso de graduação, será capaz de conduzir suas atividades de maneira autônoma;

2. Fornecer informações importantes de metodologia da pesquisa servindo

de guia à elaboração do projeto de pesquisa e da monografia de graduação;

3.

Esclarecer princípios teóricos e fornecer orientações práticas que ajudarão

o

aluno/pesquisador a aprender a pensar criticamente, ter disciplina, escrever

e

apresentar trabalhos conforme padrões metodológicos e acadêmicos;

4.

Possibilitar ao aluno o exercício de habilidades intelectuais mais complexas,

como aplicação, análise, síntese e julgamento;

5. Melhoria nas pesquisas, a democratização do conhecimento, o

enriquecimento da experiência de ensino, onde a comunicação independe de tempo e espaço, melhora nos processos de decisão, dentre outros;

6. Estimular professores/pesquisadores a incorporarem estudantes de

graduação nos seus trabalhos de pesquisa;

7. Contribuir para diminuição das disparidades regionais na distribuição da

competência científica no país;

8. Preparar alunos para a pós-graduação;

9. Proporcionar a aprendizagem de métodos e técnicas de pesquisa ao aluno

orientado;

10. Estimular o desenvolvimento do pensar de modo científico e criativo nos

alunos, em decorrência de condições criadas confrontadas diretamente com os problemas de pesquisa;

11. Enfatizar as metodologias inovadoras e não-convencionais, capazes de

sensibilizar os alunos e estimulá-los a proporem questionamentos atuais e com

preocupação social;

18

CRUZ, HOFFMANN & RIBEIRO

12. Consolidar um espaço para o preparo sistematizado, além do diálogo e

intercâmbio dos trabalhos científicos, através da realização de palestra científica semestral;

13. Estimular a excelência da produção científica mediante a realização de

concursos, cuja premiação compreenda a publicação de trabalhos, participação

em congressos e a apresentação dos mesmos em workshop;

14. Atribuir à disciplina de Metodologia e Técnicas de Pesquisa identidade

específica enquanto um agente catalisador que fará com que a aprendizagem seja conduzida e encarada como uma meta a ser conquistada;

15. Tornar a interdisciplinaridade um dos pontos principais da atividade, através

de leitura e produção de dissertações científicas, buscando o referencial teórico nas disciplinas;

16. Criar um espaço de interlocução e atuação articulada e integrada entre o

professor e o aluno;

O que fazer?

A argumentação, o saber ouvir, a empatia, o altruísmo e o exercício constante da sensibilidade nos fortalecem.

Para transformarmos nossos alunos em cidadãos conscientes, capazes de respeitar e conviver com o outro, precisamos estar em dia com os nossos deveres de cidadãos também. Uma instituição educacional preocupada com o aluno cidadão não precisa ser rica em recursos, necessita de riqueza de sentimentos, de pessoas preparadas para lidar com as diferenças. Um corpo docente experiente e com alto grau de sensibilidade para gerar momentos de grande aprendizado. Um corpo docente capaz de "tocar o canto das estrelas do coração de cada um" e "povoar o céu da vida" que viabiliza a pesquisa e a permanente reconstrução humana ao longo do tempo da realidade em que estamos inseridos, sem se referir ao corpo discente simplesmente como turma "X" (CORNELI, 2004).

Nenhuma instituição educacional pode se dar ao luxo de passar por cima de sentimentos, de vivências, de oportunidades de fazer crescer. Ao contrário, deve mostrar a necessidade do espírito de cooperação, lealdade, dignidade e da compreensão, e que tais sentimentos são pontos fundamentais para se viver em sociedade. É preciso levar em consideração a carga de experiências trazidas pelos alunos, como também seus sonhos e aspirações.

TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

Como fazer?

19

A previsão de um leque de contatos com a disciplina de Metodologia e Técnicas de Pesquisa fornecerá ao aluno mais segurança, criando uma estrutura de apoio e que sirva como uma fonte de informações que se processa por meio de seminários dinâmicos, com três objetivos centrais:

1. O primeiro objetivo visa não só à relação palavra/sujeito, mas também à relação

palavra-objeto, matéria-prima da eficiência textual científica.

2. O segundo objetivo pretende reforçar a busca pela excelência, fazendo com que os

alunos demonstrem melhor compreensão sobre:

a) conceitos e fatos científicos;

b) métodos e técnicas científicas;

c) terminologia científica;

d) formas de comunicação da informação científica.

Usem e apliquem:

a) fatos e conceitos científicos;

b) métodos e técnicas científicas;

c) terminologia científica para a comunicação efetiva;

d) métodos apropriados para a apresentação da informação científica.

Construam, analisem e avaliem:

a) hipóteses, questões e probabilidades científicas;

b) métodos e técnicas científicas;

c) explanações científicas.

3. O terceiro objetivo pretende colocar em prática tudo aquilo que o pesquisador

precisa para fazer o seu trabalho científico através do software que acompanha este livro. Este software é uma ferramenta de trabalho que assimilou as normas técnicas de documentação e as tornaram instrumentos de simples e fácil aplicação mediante a organização de um trabalho científico, seja ele uma monografia, uma dissertação ou

até mesmo uma tese, além de projetos e relatórios científicos. Trata-se de uma nova abordagem que propõe inovações facilitadoras à arte de redigir, sem desconsiderar a

20

CRUZ, HOFFMANN & RIBEIRO

utilização de metodologia específica que orienta a formatação de trabalhos científicos.

O que se pretende é um desenvolvimento comunitário!