Introdução à Ética do Obreiro

INTRODUÇÃO: O que é ética? a ética nos ensina que ³sendo a veracidade a base de todo o bom intercurso entre os homens, a lei de conservação social exige de todo homem obediência estrita a esta lei em toda as relações com os seus semelhantes´. O colega de ministério é nosso irmão e no sso próximo também (Lc10.29;Lv 19.18;). No trato de colegas de ministérios as epístolas pastorais nos d á um verdadeiro código de ética. Justapondo -se (Ex 20.1-17;Mt 5-7). Quando tratamos de liderança, segundo os mais renomados dicionários, ³Liderança´ é a forma de denominação baseada no prestígio pessoal do líder e aceita pelos seus liderados. Vem a ser a ascendência e autoridade de um indivíduo sobre o grupo. Liderança é, pois, um comportamento, e nunca um fato isolado. 1. PRINCIPIOS BÁSICOS MINISTERIAL DOS OBREIROS a) Da vocação: O obreiro deve estar consciente que seu ministério é uma vocação divina, e que o alcançou através da chamada divina e não por seus próprios méritos, mas por Deus. ( Ef 3.7; Hb 5.4). b) Do Serviço: Apesar do Obreiro exercer uma e levada posição, deve sempre lembrar-se que ele também está na posição de servo do Senhor Jesus Cristo e da igreja de Deus (Tt 1.1; At 9.15,16). c) Da Mordomia Cristã: O obreiro como mordomo do seu tempo, deve administra-lo tendo pleno domínio sobre o seu uso, e com denodada sabedoria (Gn 24.2, 39.4 -6; Ef5.15,16). d) Da Reputação: O obreiro é o único que pode manchar o seu próprio caráter, por isso, ele deve garantir que suas condutas morais, pessoais, espirituais e ministeriais, seja a melhor possível (Jo 1.47; 1ª Pe 3.13-17; 2ª Pe 3.14). e) Da atividade Ministerial: A atividade ministerial, por ser puramente de cunho espiritual, a sua mensuração deve ser qualidade e serviço, nunca voltada para o lucro financeiro e material, e sim espiritual (Jo 6.27) 2. A ÉTICA DA VIDA DO OBREIRO: a) Na vida Pessoal b) Fisicamente: Obreiro deve conservar-se fisicamente saudável e viver no equilíbrio do sentimento, por que o corpo é o templo e morada do Espirito Santo para que possa c umprir a gloriosa missão que lhe foi confiada por Deus nesta vida (1ª Co 6.19,20; )Rm 12.1) todo o corpo oferecido a Deus não podia ter defeito. c) No crescimento Espiritual: O obreiro deve diariamente, cultivar o seu crescimento espiritual através da: Oração. Leitura diária e do estudo da Palavra de Deus e outros auxílios complementares. Busca constante, Esmerando no jejum. Possuindo um coração cheio do fruto e dons do Espirito Santo de Deus, consagrando toda a sua vida no trabalho do Evangelho (Gl 5.22; Hb 12.14). a) Costumes: O obreiro deve abster-se dos costumes rudimentares que prejudicam a eficácia do seu ministério, quando adquiridos, (Hb 12; Gl 4.9).

a Bíblia diz: ³ora. 3. que é vergonhoso e desabonador para um homem o fato de não se encarregar de suprir as necessidades financeiras.1ª Pe 3. Toda liderança tem o seu preço a pagar.b) Orçamento Financeiro: O obreiro deve se esforçar para viver dentro dos limites do seu orçamento. muitas mulheres vão ficar caidas por ele.). Em relação aos obreiros jovens. e impedirá o progresso do líder e do grupo em direção ao alvo comum. considerando a ação de Deus permanente no lar (1ª Tm 3.8). e) Lidando com o Sexo Oposto: Você como obreiro.8 -9. Vejamos alguns aspectos considerados de custo elevados para os que ostentam uma liderança.25. d) Tratando os Problemas Ministeriais em Casa: O obreiro deve abster -se de tratar dos problemas eclesiásticos diante dos filhos. sabe instintivamente.(Ef 5. principalmente os de menor idade e nunca citar nomes de pesso as envolvidas para que não cause escândalos à obra de Deus (1ª Pe 5. se conquista´. Procure entender porque ela é da maneira que é. c) A Bíblia: A bíblia é a palavra de Deus. portanto o obreiro deve considera -la como a única regra de fé e prática. 29. ainda está emocionalmente imaturo.1-2).4 -7). c) Prover as Necessidades da Família: O obreiro como esposo. b) Critica: Se alguém não pode suportar critica. 2ª Tm 2. Esse defeito cedo ou mais tarde virá à tona.28.15). (Rm 11.2 Na Vida Familiar: a) O obreiro tem o dever fundamental de certificar -se de que suas relações familiares são justas e se constituem de um viver piedoso para toda comunidade ( 1ªTm 3. O obreiro como marido deve: Dispor-se a satisfazer as carências da esposa. como lida com o sexo oposto? O obreiro como esposo deve dispor-se a empregar tempo e esforço necessário. especialmente os que se dispõem ao exercício do ministério. Contudo ele é suficientemente sábio para entender que a mulher de sua v ida é a sua esposa. e se propõe a ajudá-la superar suas fraquezas. Em conseqüência. Compreender que a relação sexual dela depender á diretamente de sua decisão de suprir as carências emocionais da esposa.21. mas o obreiro que determina o poder. ³O poder não se impõe. e é pior do que o infiel´. . emocionais. espirituais. e deve usa-la a substância de seu ministério docente e profético.28). eles devem esperar no senhor (1ªCo 7. maior será o preço a pagar.7).6 -7). e físicas de seus familiares (1Tm 3. se alguém não tem cuidado dos seus e especialmente do s de sua própria casa tem negado a fé. a) A busca do Poder: O obreiro deve compreender que não é o poder que faz o obreiro. b) Matrimônio: O obreiro deve buscar no matrimônio uma esposa apta para auxiliá -lo no seu ministério. pois quanto maior a conquista.13. para que possa com honestidade saldar integralmente seus compromissos financeiros (Mt 22.4 -5. usando de sua maravilhosa capacidade mental para conhecer a esposa. 2.Rm 13. Tratar todas as mulheres com gentileza e respeito. O PREÇO DA LIDERANÇA. É necessário que ele gaste somente o menos do seu limite.

e) Rejeição: O líder precisa ter uma forte personalidade para ser capaz de enfrentar a rejeição. e por isso o lí der deve ter a capacidade de enfrentar isso com moderação.c) Competição: A um preço a pagar quando o líder sofre de uma ³ansiedade de competição´. deprimentes. entusiastas. É um grupo heterogêneo que tem pessoas ricas. Portanto o obreiro ou líder precisa estar preparado para relacionar-se com todos estes tipos. A igreja. afáveis. etc. como também deve ser capaz de resistir o louvor. Os mais jovens por exemplo: normalmente são muito sensíveis. analfabetas. Sentimento de infalibilidade pode corroer sua eficiência. assume a forma de fracasso ou medo do êxito. emocionais. rudes. pobres.21). O orgulho se torna egoísmo quando enaltecemos a nós mesmos. Sempre há forte possibilidade de alguém ser caluniado por sua fé. CONCLUSÃO: Paulo advertiu a Timóteo contra a parcialidade (1ª Tm 5. não aceitam a idéia de favoritismo ou de desdém para com alguém. . cultas. d) Orgulho e Inveja: Estes são irmãos gêmeos. descorteses. é uma comunidade de pessoas com os diferentes problemas sociais. dedicadas. A popularidade pode afetar o desempenho da liderança. espirituais e os mais diferentes tipos.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful