Você está na página 1de 2

Sacerdocio

1. Descrição:
a. Vida do Sacerdócio:
• Os levitas foram separados para o serviço de Deus.
• Arão e sua descendência foram separados para o sacerdócio.
• Não podia se casar com: repudiada ou divorciada, prostituta e deflorada.
• Os Sacerdotes podiam se casar com virgens puras e viúvas mas o Sumo-Sacerdote
não podia se casar com viúvas. Lev. 21:1-3, 11.
b. Eles teriam que ser puros.
c. Eles não tinham herança da terra, recebiam parte do sacrifício dado pelo povo. Deut. 18:3.
Recebiam os primeiros frutos do cereais, da videira, e óleo e lã de ovelha, farinha, oferta de
manjares cozido ao forno ou na sertã, misturado com óleo ou seca. Lev. 2:3, 10; 1; 2; 3; 4;
5; 24:5-9. Recebiam também o couro, despojos de guerra, ofertas alçadas, movidas e
dedicadas. Os primogênitos tanto de homens quanto de animais eram do sacerdócio; O
primogênito dos homens poderia ser resgatados por cinco ciclos, para cada primogênito.
Num. 15-19
d. Todo o dízimo era do Sacerdotes. Lev. 27:30-34, 18:21-24
e. Os Sacerdotes eram ministros de Deus, divinamente apontados para serem mediadores
entre Deus e os homens.
f. Vestes do Sacerdotes:
• Linho alvo e de uma so peça, que vai até os pés.
• Cinto branco de linho e bordado de azul, púrpura e vermelho.
• Turbante de linho ou mitra.
g. Vestes do Sumo-Sacerdote:
• Túnica azul com campainhas na orla.
• Vestimento azul, como acréscimo ao manto Sacerdotal, Tecido em uma só peça. Era
ornamentado com campainhas de ouro, e romãs azuis, púrpura, escarlata e branco.
• Cinto azul.
• O efode não tinha manga, tinha uma vestidura mais curta de ouro, azul, púrpura,
escarlate e branco, em sua obreiras bordada de ouro achava-se colocado duas pedras
de ônix, trazendo os nomes dos 12 tribos de Israel.
• Peitoral, é o mais sagrado das vestimentas sacerdotal, tinha o mesmo material que o
éfodo. Quadrado, medindo um palmo. Nas bordas varias pedras preciosas as mesmas
dos 12 fundamento da cidade santa. Com os nomes das 12 tribos de Israel.
• Descrição das pedras do peitoral: Bíblia da Mulher 127p
• Mitra com a inscrição: “Santidade ao Senhor”.

2. Função:
• Os Sacerdotes eram ungidos e trabalhavam diretamente no Santuário.
1. Acender as lâmpadas.
2. Queimar incenso.
3. Oferece todos os Sacrifícios.
4. Espargir o sangue.
5. Preparar, acondicionar o pão da proposição em dele comer.
6. Preservar a ciência e ensinar a lei.
7. Julgava o povo.
b. Mediadores entre Deus e o homem.
c. Três tipos de serviços.
1. Mediação.
* Todo o ritual do Santuário é baseado na mediação.
2. Reconciliação.
• Era feito pelas ofertas queimadas.
• Incenso que acendia com as orações. Era possível se aproximar de
Deus e desse jeito era restaurado a comunhão e efetuado a
reconciliação.
3. Santificação.
* Dia da expiação.
3. Tipologia:
a. Ombreiras do éfodo– Urim e Tumim, ficava no coração: Juízo do povo de Israel ficava no
coração. Exo.28:30
Jesus o Sacerdote e Sumo-Sacerdote.
4. Ministério Pastoral:
a. São separados por Deus para o Ministério. I Pedro 2:9 - I Tim. 4:14
b. O sustento do Ministro.
• Dízimo
c. Os ministros de Deus são intocáveis.
• Exemplo de Davi – I Samuel 26:9 – II Samuel 1:12
• Exemplo de Elizeu – II Reis 2:23-24.