Você está na página 1de 19
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
 Também isquêmicas; chamadas de úlceras  Decorre de insuficiência arterial que pode ser causada
 Também
isquêmicas;
chamadas
de
úlceras
 Decorre de insuficiência arterial que
pode
ser
causada
por
obstrução,
estenose,
trauma
ou
transtornos
crônicos;
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
 Têm como causa frequente a aterosclerose;  É considerada como um problema grave; 
 Têm
como
causa
frequente
a
aterosclerose;
 É
considerada
como
um
problema
grave;
 São lesões de difícil cicatrização;
 Tem evolução rápida;
 Evolui com frequência para amputação;
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
 Idade;  Sedentarismo;  Tabagismo;  Hipertensão arterial;  Diabetes mellitus;  Outras doenças
 Idade;
 Sedentarismo;
 Tabagismo;
 Hipertensão arterial;
 Diabetes mellitus;
 Outras doenças crônicas;
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
 Claudicação: dor provocada pela atividade e aliviada após repouso;  Dor ao repouso; 
 Claudicação:
dor
provocada
pela
atividade e aliviada após repouso;
 Dor ao repouso;
 Pulsos
pediosos
e
tibial
posterior
diminuídos ou ausentes;
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
 Rubor postural;  Palidez à elevação das pernas;  Pés frios e cianóticos; 
 Rubor postural;
 Palidez à elevação das pernas;
 Pés frios e cianóticos;
 Diminuição de pêlos;
 Pode evoluir para gangrena do pé;
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
 Anamnese: completa. Ressaltar: se sente dor nos MMII, qual a distância consegue andar até
 Anamnese: completa.
Ressaltar: se sente dor nos MMII, qual a
distância consegue andar até a dor
começar; se sente dor em repouso; o
que faz para a dor diminuir;
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
EXAME FÍSICO: INSPEÇÃO: pontas dos dedos dos pés, cantos dos leitos ungueais, proeminências ósseas, entre
EXAME FÍSICO:
INSPEÇÃO: pontas dos dedos dos pés, cantos
dos leitos ungueais, proeminências ósseas,
entre os dedos, elevar o MI e observar
alteração da coloração, as unhas podem estar
amarelo-escuras ou escuras devido a infecção
fúngica.
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
EXAME FÍSICO: PALPAÇÃO: pulsos femoral, poplíteo, tibial posterior e pedioso dorsal. Tocar na pele de
EXAME FÍSICO:
PALPAÇÃO:
pulsos
femoral,
poplíteo,
tibial posterior e pedioso dorsal. Tocar
na pele de ambas as pernas para sentir a
temperatura.
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
Cirúrgico:  Na tentativa de reverter a isquemia. Uso de antibioticoterapia:  Em evidência de
Cirúrgico:
 Na tentativa de reverter a isquemia.
Uso de antibioticoterapia:
 Em evidência de infecção;
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
Da ferida:  Manutenção do meio seco, se revascularização positiva utilizar o meio úmido de
Da ferida:
 Manutenção
do
meio
seco,
se
revascularização positiva utilizar o
meio úmido de cicatrização;
 Evitar pressão no membro afetado;
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
 Resulta de traumatismo no presença de linfedema;  Linfedema: edema resultante de uma obstrução
 Resulta de traumatismo no presença de
linfedema;
 Linfedema: edema resultante de uma
obstrução que impede o fluxo normal
de linfa na circulação venosa;
 O
linfedema pode ser congênito ou
adquirido (cirurgia, obesidade, edema
crônico)
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
 Os pacientes com linfedema são susceptíveis a infecção de pele;  Uso prolongado de
 Os pacientes com linfedema são
susceptíveis a infecção de pele;
 Uso prolongado de ATB;
 O linfedema cria dobras na pele que
acumulam umidade resultando em
ulceração;
 Ocorre mais em braços e pernas;
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
 Localizam-se geralmente na área do tornozelo;  Geralmente são rasas;  Podem ser exsudativas,
 Localizam-se geralmente na área do
tornozelo;
 Geralmente são rasas;
 Podem
ser
exsudativas,
úmidas
ou
cobertas de bolhas;
 A pele ao redor é normalmente firme,
fibrótica e espessada pelo edema.
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho
 Redução do edema;  Prevenção de infecção;  Tratamento da ferida semelhante ao da
 Redução do edema;
 Prevenção de infecção;
 Tratamento da ferida semelhante ao da
úlcera venosa, lembrando que esta é
mais exsudativa.
Profª Enfª Ms.Narley Alves Coelho