ANEXO VI À PORTARIA Nº 26, DE 31 DE JANEIRO DE 2008.

TERMO DE DOAÇÃO DE BENS PERMANENTES ADQUIRIDOS
Pelo
Nome da Escola

presente

instrumento
Nome da UEx
Nome da UEx

a(o) da Instituição

____________________________________________________________________________,

Educacional/Diretoria Regional de Ensino__________________________________________________________ faz, em conformidade com a legislação aplicável ao Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF) e demais normas pertinentes à matéria, a doação do(s) bem(ns), conforme discriminado(s) abaixo, adquirido(s) com recursos do referido Programa de Descentralização Administrativa e Financeira, no exercício_______ ao Governo do Distrito Federal/Secretaria de Estado de Educação para que seja(m) tombado (s) e incorporado(s) ao seu patrimônio público e destinado(s) à instituição educacional/diretoria regional de ensino acima identificada, à qual cabe a responsabilidade pela guarda e conservação do(s) mesmo(s). N.º ORD. DESCRIÇÃO DO BEM
QTDE.

NOTA FISCAL N.º DATA

VALOR (R$)
UNITÁRIO

TOTAL

TOTAIS:

_________________
Data e Local

___________________________________
Nome por extenso e Assinatura do(a) Presidente da UEx

___________________________________
Nome por extenso e Assinatura do(a) Tesoureiro da UEx

Observação: • DESCRIÇÃO DO BEM: Nome, marca, modelo, tamanho, medidas, número de série e/ou demais características do bem; • QUANTIDADE: Deverá constar sempre uma unidade do bem por linha; • VALOR UNITÁRIO: Valor unitário dos bens em reais. Os descontos deverão ser considerados e atribuídos aos bens de maior valor; • VALOR TOTAL: Lançar o valor total do(s) bem(ns) adquirido(s).

6

ANEXO VII À PORTARIA Nº 26, DE 31 DE JANEIRO DE 2008.

TERMO DE DOAÇÃO DE BENS PERMANENTES PRODUZIDOS
Pelo presente instrumento
Nome da Escola

a(o)

____________________________________________________________________________,
Nome da UEx
Nome da UEx

da

Instituição

Educacional/Diretoria Regional de Ensino_______________________________________________________________ faz, em conformidade com a legislação aplicável ao Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF) e demais normas pertinentes à matéria, a doação do(s) bem(ns), conforme discriminado(s) abaixo produzido(s) com recursos do referido Programa, no exercício_____ ao Governo do Distrito Federal/Secretaria de Estado de Educação para que seja(m) tombado (s) e incorporado(s) ao seu patrimônio público e destinado(s) à instituição educacional/diretoria regional de ensino acima identificada, à qual cabe a responsabilidade pela guarda e conservação do(s) mesmo(s). N.º ORD. 1 - DESCRIÇÃO DOS BENS (nome, marca, modelo, tamanho, medidas, número de série e/ou demais características do bem) QTDE. NOTA FISCAL N.º DATA VALOR (R$) UNITÁRIO TOTAL

OTAIS

Local e Data

Nome por extenso e Assinatura do(a) Presidente da UEx

Nome por extenso e Assinatura do(a) Tesoureiro da UEx

Observação:
• • • • O valor unitário do bem será expresso em reais; O valor dos bens produzidos será baseado no custo da matéria-prima + custo da mão-de-obra + impostos(INSS), quando houver; Nota fiscal: lançar o nº da nota fiscal dos materiais adquiridos para a confecção do bem; Recibo: lançar o nº do recibo emitido ao profissional (pessoa física) contratado para confeccionar o bem.

7

Unidade Executora: DESCRIÇÃO (Materiais e/ou Produtos) UNID QUANT. VALOR TOTAL RELAÇÃO DAS PESQUISAS DE PREÇOS Vendedor: O R Ç A ME N T O S Tel: Data: VALOR UNIT. VALOR TOTAL EMPRESA: Vendedor: Tel: Data: VALOR UNIT. À PAGAR DATA/ASSINATURA/MATÍCULA DO ESPONSÁVEL PELA PESQUISA 8 . EMPRESA: EMPRESA: Vendedor: Tel: Data: VALOR TOTAL VALOR UNIT. DE 31 DE JANEIRO DE 2008.ANEXO XIII À PORTARIA Nº 26.

Sem outro motivo para o momento. cuja correção solicitamos providenciar (em): Códig o 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 Códigos Especificação Razão Social Endereço Município Estado Nº de Inscrição no CGC/MF Nº de Inscrição Estadual Natureza da Operação Código Fiscal da Operação Insc. solicitamos acusarem o recebimento desta. Recebi(emos) __________________________________ (Local e Data) __________________________________ (Carimbo e Assinatura do Presidente da UEx) Carimbo e assinatura da empresa 9 . Rasuras Retificações a Serem Consideradas Para evitar-se qualquer sanção fiscal._______________________ Prezado(s) Senhor(es) Ref.: Conferência de Documento Fiscal e Comunicação de Incorreções S/ Nota Fiscal Nº./Quant. Atenciosamente./Marc/Num. _____ de __________________20___ Á Carimbo Padronizado do CNPJ Nº. De Transporte Data de Emissão Data de Saída Unidade (produto) Código 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 Especificação Quantidade (Produto) Descrição dos Produtos Preço Unitário Valor do Produto Classificação Fiscal Alíquota do IPI Valor do IPI Base de Cálculo do IPI Valor Total da Nota Alíquota do ICM Valor do ICM Base de Cálculo do ICM Códig o 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 Especificação Nome do Transportador Endereço do Transportador Termo de Isenção do IPI Termo de Isenção do ICM Peso Bruto/Líquido Vol.ANEXO IX À PORTARIA Nºº 26. Modelo de Retificação de Documentos Fiscais _________________. _________________ Série _______ de ______________ Em atendimento às disposições da legislação fiscal. DE 31 DE JANEIRO DE 2008. subscrevemos-nos. Sª. comunicamos que a Nota Fiscal em referência contém a(s) irregularidade(s) que abaixo apontamos. na cópia que a acompanha.(s) ficar arquivada juntamente com a Nota Fiscal em questão./Esp. devendo a via de V. __________________ Série _______ de _____________ N/ Nota Fiscal Nº.

fluidos. adaptadores para aranha. oxigênio e afins. acetileno. MATERIAL DE CONSUMO Despesas com álcool automotivo. material odontológico. inseticidas. tais como: medicamentos. adoçante. ração balanceada. 03. GÊNEROS DE ALIMENTAÇÃO Registra o valor das despesas com gêneros de alimentação ao natural. suprimento de aviação. chumbadas. tais como: alfafa. socorro e sobrevivência. suplementos vitamínicos e afins. água mineral. coelhos. material gráfico e de processamento de dados. picles. condimentos. arreamento.ANEXO II À PORTARIA Nº 26. nas universidades entre outros. chás. estribos. molinetes. MATERIAL DE EXPEDIENTE Registra o valor das despesas com os materiais utilizados diretamente nos trabalhos administrativos. gl. tiradeiras. alimentos para animais. biscoitos. cravos. de iluminação. azeitonas. mantas de pano. macacos. material para manutenção. suprimento de proteção ao vôo. tais como: ácidos. linhas de nylon. iscas. muar e bufalino. cangas. aquisição de disquete. baldes para ordenha. soro. MATERIAL FARMACOLÓGICO Registra o valor das despesas com medicamentos ou componentes destinados à manipulação de drogas medicamentosas. ovos. fubá grosso. farinhas em geral. óculos para motocicletas. capim verde. conservas e produtos concentrados. bolsas para desportistas. uniformes. ANIMAIS PARA PESQUISA E ABATE Abelhas para estudo e produção. joelheiras. beneficiados ou conservados: açúcar. material de construção para reparos em imóveis. COMBUSTÍVEIS E LUBRIFICANTES PARA OUTRAS FINALIDADES Registra o valor das despesas com combustíveis e lubrificantes para outras finalidades que não se classificam nos itens anteriores. telas. carvão vegetal. 10 . arpões. 16. flâmulas e insígnias e outros materiais de uso não-duradouro. óleo diesel. análises laboratoriais. farmacológico e laboratorial. extrato de tomate. material de acondicionamento e embalagem. essências. material de cama e mesa. nos centros de estudos e pesquisas. material para instalação elétrica e eletrônica. material de manobra e patrulhamento. explosivos e munições. hidrogênio. nos escritórios públicos. MATERIAL QUÍMICO Registra o valor das despesas com todos os elementos ou compostos químicos destinados ao fabrico de produtos químicos. bandeiras para arbitragem. caneleiras. MATERIAL EDUCATIVO E ESPORTIVO Registra o valor das despesas com materiais utilizados ou consumidos diretamente nas atividades educativas e esportivas de crianças e adultos. pães. bois. milho em grão. cobaias. como também para animais silvestres em cativeiro (jardins zoológicos ou laboratórios) e afins. e afins 09. manteiga. carvão mineral. bem como aqueles destinados ao combate de pragas ou epizootias. corte ou abate. geleias. lombinhos. verduras. material de expediente. com exceção da sela. bridões. querosene comum. de caixa de transmissão de força e graxas grafitadas para altas e baixas temperaturas. 01. cordoalhas para redes. fardamento. patins. alpiste. frutas. ferro para forjar. de tratamento de água. carbureto. álcool hidratado. cabritos. gás hélio. varas e afins. DE 31 DE JANEIRO DE 2008. óleos comestíveis. café. gás freon. barrigueiras. 11. todas as espécies de mamíferos. tais como: apitos. quimonos. bandeiras. hidramáticos. caldos. peitorais. sopas. ferraduras. combustível e lubrificantes de aviação. agendas. bombas para encher bolas. queijos. colchões para ginástica. testes psicológicos. carnes em geral. doces. herbicidas. tais como: aditivos. licores. 04. nadadeiras de borracha. sucos. e afins. trigo. leite. produtos químicos para tratamento de água. legumes. nas escolas. compotas. luvas. GÁS ENGARRAFADO Registra o valor das despesas com gases de uso industrial. sais. raspadeiras. rédeas. 14. camundongos. escovas para animais. material para telecomunicações. gelatinas. peixes. tais como: anzóis. feijão. gases destinados a recarga de extintores. material de proteção. tais como: achuriadores para desenho. vacinas e afins. material de coudelaria ou de uso zootécnico. máscaras e óculos para visão submarina. gelo. vestuário. COMBUSTÍVEIS E LUBRIFICANTES AUTOMOTIVOS Registra o valor das despesas com combustíveis para motores a combustão interna de veículos rodoviários. s e acessórios para mergulho. reagentes químicos. sapos. lenha. sobressalentes de máquinas e motores de navios e esquadra. brinquedos educativos. pára-sol. ALIMENTOS PARA ANIMAIS Registra o valor das despesas com alimentos destinados a gado bovino. gêneros de alimentação. reposição e aplicação. 12. temperos. requeijão. alimentação e preparação de produtos biológicos. e afins. redes para pratica de esportes. material para apicultura. 07. de uso médico. 06. maionese. gás carbônico. sementes e mudas de plantas. redes. material biológico. combustíveis e lubrificantes de uso ferroviário e afins. óleo para carter. segurança. copa e cozinha. material para esportes e diversões. cabrestos. fungicidas. tratores em geral. cereais. material químico. gasolina automotiva. artigos e acessórios para camping. suínos. palmito. embarcações diversas e grupos geradores estacionados ou transportáveis e todos os óleos lubrificantes destinados aos sistemas hidráulicos. diesel automotivo. tecidos e aviamentos. massas alimentícias. fubá. sal mineral. tornozeleiras. esteiras. animais para estudo. e afins. MATERIAL DE COUDELARIA OU DE USO ZOOTÉCNICO Registra o valor das despesas com materiais utilizados no arreamento de animais destinados a montaria. raquetes. substâncias utilizadas para combater insetos. frios e conservas de peixes. aves de qualquer espécie. gás engarrafado. gasolina. ovinos. repteis. material de ferragem e contenção de animais. bolas. 13. hospitalar e ambulatorial. material para fotografia e filmagem. eqüino. meias. graxas. e produtos de higienização. livros em geral quando não forem utilizados em bibliotecas. bebidas. lubrificantes automotivos. touca para natação e afins. cobras. fungos e bactérias. caprinos. farelo. óleo para freio hidráulico e afins. solventes. materiais pedagógicos. ao adestramento de cães de guarda ou outro animal doméstico: argolas de metal. 08. cinchas. cordas. alimentos para crianças. MATERIAL DE CAÇA E PESCA Registra o valor das despesas com materiais utilizados na caça e pesca de animais. peixes ou qualquer outro animal destinado a estudo genético. produtos químicos para combate a incêndios e sinistros. liqüefeito de petróleo. mariscos. chuteiras. crustáceos. CLASSIFICAÇÃO DE MATERIAL DE CONSUMO E DE MATERIAL PERMANENTE POR SUB-ITEM 30. nitrogênio. aves abatidas seus miúdos. outros combustíveis e lubrificantes. iogurte. refrigerantes. tênis e sapatilhas.

portas e portais. aventais. granito. ripas. tais como: absorvente higiênico. acendedor para fogões. compensados. almofada para carimbos. arquivo para disquete. bonés. garfos. grampeador. blusas. lapiseira. plásticos. capas plásticas protetoras para micros e impressoras. lápis bicolor. basculante. de escritório. frigideiras. massa corrida. algodão bruto. barbantes. papel bufon. macacões. estiletes. chapéus. desentupidor de pia e vasos. conservadores de gelo. marcos de concreto. sacos e afins. extrator de grampos. tintas. correntes. tampão de ferro. grampo-trilho. papel carbono. cal. arruelas de abas. papel acetinado. MATERIAL PARA MANUTENÇÃO DE BENS IMÓVEIS Registra o valor das despesas com materiais de consumo para aplicação. chaleiras. cintéis. desinfetante. desodorizante. fita adesiva. espátula. pegador de gelo. rebites. sapatos. sarrafos. limpa tipos. visores para pastas. bobinas papel para calculadora. barbante. zíperes e afins. MATERIAL ELÉTRICO E ELETRÔNICO 11 . madeira. pedras. tarugos. apagador. tais como: agasalhos. saponáceo. palitos de dente. manutenção e reposição de qualquer bem público. flanela. napas. farinheiras. telha. creolina. cola. acomodações ou embalagens de qualquer produto: arame. 25. de fábricas: abridor de garrafa.alfinete de aço. MATERIAL DE LIMPEZA E PRODUÇÃO DE HIGIENIZAÇÃO Registra o valor das despesas com materiais destinados a higienização pessoal. curvas. postes de madeira. pastas em geral. jaquetas. papel higiênico. desengraxante. tinta para carimbo. sabonete. utensílios para limpeza de piscinas. tonalizadores. madeirite. ferro de engomar. envelopes sem impressão. capa de processo. ferro chato. curvas francesas e universais. arruela. papelão e isopor. 22. tais como: aguarrás. 20. tinta guache. venezianas. pranchas. cerâmica. fita para relógio datador e de ponto. papel manteiga. manutenção e reposição de bens móveis em geral: cabos. caixas plásticas. elásticos. ladrilhos. batedeira manual. torneira. restaurantes: cobertores. médicos. bandejas. colchões. MATERIAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS Registra o valor das despesas com materiais utilizados no funcionamento e manutenção de sistemas de processamento de dados. detergente. estacas premoldadas. escova para roupas e sapatos. colchetes. brita. verniz. esponjeiras. papel crepom. calhas. joelhos. guia para arquivo. porta-toalhas. alfinetes para costura. réguas. caderno. margaridas. aparelho de barbear descartável. oleados. corantes. trincha. caixa de descarga. e afins. tinta. mangueira para fogão. envelopes plásticos. giz. saibro. elásticos. acessórios e sobressalentes para aplicação. facas. tais como: cartuchos de tinta. fósforos. tubo de concreto. velas. jalecos. esfera para máquina datilográfica. fita magnética. lápis borracha. espumadeiras. bloco para rascunho. de escolas. panos para limpeza. papel copiador. MATERIAL DE ACONDICIONAMENTO E EMBALAGEM Materiais aplicados diretamente nas preservações. esquadros. lavatórios. lajotas. móveis em geral. lápis. courvins. impresso e formulários em geral. percevejo. fitas de aço ou metálicas. aparelhos sanitários. guarda-pós. e afins. papeleiras. pincéis para prancheta. agulhas de máquina. balde plástico. esquadrias. entretelas. tela de estuque. fraldas geriátricas e descartáveis. luvas. toner para impressora lazer. zarcão. condutores de fios. arames liso e farpado. ralos. lustra móveis. MATERIAL PARA MANUTENÇÃO DE BENS MÓVEIS Registra o valor das despesas com Materiais. anilinas. canetas para desenho. e afins. seladores. aparelhos domésticos. 23. fita para impressora. coadores. tarjetas. polidor em geral. lençóis. cintas. lápis de cor. sabão. papel kraft. residenciais. cordas. vidro. selos para correspondência. cesto para lixo. impermeabilizantes. fechaduras. tijolo. álcool etílico. calendários. caibros. papel almaço. papel de embrulho. buchas. cordão para persianas. de universidades. cimento. lixas. vernizes corretores. porcas. grades. óleo de linhaça. pano de prato. quepes. perfurador. uniformes militares ou de uso civil. gabaritos. tampa para vaso. chaves. porta-canetas. lápis de cera. papel de parede. gesso. manilhas. areia. pregos. pontaletes. botas. vergalhes. caneta. mangueira. lacres. amianto. borracha. cabo metálico. caldeirões. janelas. bandeja para papéis. MESA E BANHO Registra o valor das despesas com Materiais utilizados em dormitórios coletivos. recipientes para água e mantimentos. bóia. pratos. 19. bules. lambris. garrafas. odontológicos. assadeiras. dobradiças. 21. máquinas de oficina. aspersor. papel camurça. jarras. portões. tiralinhas. registros. com linhas de qualquer espécie destinadas a costuras e afins materiais de consumo empregados direta ou indiretamente na confecção de roupas. fichários de mesa. parafusos. talheres. CD-ROM virgem. caixas d’água. laminados plásticos. mármore. placas de gesso. fio dental. mouse PAD peças e acessórios para computadores e periféricos. cotonetes. malotes. colchonetes. chuveiro ou ducha elétrica. de ponto e de protocolo. massa para fixação de vidro. camisas. papéis corretivos. papel copia “flost-post”. formas. grampos para estofamento. vivos para estofamento. calções. escalas. preservativo. MATERIAL DE COPA E COZINHA Registra o valor das despesas com materiais utilizados em refeitórios de qualquer tipo. borzeguins. livros de ata. guardanapo de papel. residenciais. cintos. UNIFORMES. disquetes. peças de reposição de aparelhos e máquinas em geral. maletas. plug. guia de endereçamento postal. cadarços. papel canson. niple. azulejos. papel sulfite. etiqueta em formulário contínuo sem impressão. gráficos. breu. linha. capacho. feltros. sifão. classificador. de hospitais. cartolina. apontador de lápis. porta-fitas. transferidores. panos de cozinha. artigos de vidro e plástico. peças. bacias. anticorrosivo. tábuas. água sanitária. guardanapos. e afins. 17. eletrodutos. tecidos em geral. cargas para caneta. pias. hospitalares. ferro para construção. etiquetas. cano. estopa. travesseiros. vassoura. tacos. artigos de costura. industria. clipe. artísticos. intercalador para fichário. plásticos. carimbos em geral. palha de aço. tecnígrafos. boca de lobo. saco para lixo. papel apergaminhado. argamassa. cartões magnéticos e afins. decalque a seco. blazer. 26. fios. tintas para caneta. fórmicas. registrador. cestos para pão. solventes. isolantes acústicos e térmicos. brocha. de hotéis. laboratoriais. cozinhas. formulário contínuo. toalha de papel. bomba para inseticida. porta-carimbos. naftalina. espumas. xícaras. gazetas. açucareiros. caixas de gordura. papel vegetal. ebulidores. colheres. calçados. botões. sacolas com ou sem impressão. mantas de sisal. cilindros e grampos para máquina copiadora. vitrô. reabastecedor para pincel. mourão premoldado. agulhas de mão. cascalhos. materiais de reposição para instrumentos musicais. creme de barbear. soda cáustica. recarga de cartuchos de tinta. luvas. tesoura. espelhos. papel milimetrado. grafites. escovas para desenho. colchas. papel jornal. óleos de limpeza. chapas de ferro e galvanizadas. suportes de copos para cafezinho. escova de dente. capas. goma elástica. flanges. papel para cópia xerográfica. de hospitais. mouse. carrapetas. fitas gomadoras. fita para máquina de escrever e calcular. garrafões e potes. ceras para assoalho e veículos. paliteiros. fronhas. índices. pigmentos. transparência. linhas. 24. meias. panelas. placas de acrílico. calças. MATERIAL DE CAMA. de madeira. vigota. papel heliográfico. penas para desenho. comercio e transporte e afins. cantoneiras. estêncil. hotéis. porta-clipe. pincel atômico. lixas para grafite. conexões. e afins. papel alumínio. cosméticos. creme dental. válvulas. de ambientes de trabalho. toalhas. porta-lápis. malas. gravatas. engradados. tanque. conchas. papéis. esponja. pasta para limpeza de utensílios. fivelas. coldres. espanador. rolos. pá para lixo. removedor. copos. garrafas térmicas. blocos premoldados. TECIDOS E AVIAMENTOS Registra o valor das despesas com uniformes ou qualquer tecido ou material sintético que se destine à confecção de roupas. papelão. papel para fac-símile. tigelas. rodo.

bandejas para rolo. cânulas. materiais para pavimentação asfáltica. em manobras de tropas. mudas envasadas ou com raízes nuas. MATERIAL PARA COMUNICAÇÕES Registra o valor das despesas com materiais utilizados em comunicações. termômetro. receptáculos. crachás. rolhas. lâmpadas especiais. cintos. perneiras. cossinetes. argila. bengalas. próteses e materiais especiais e afins. balão volumétrico. frascos. globos. plaina manual. escalas de madeira. 46. material para radiografia. erlemeyer. chaves para testes. lentes e armações para óculos. torquês. suportes. tachinhas. carpintarias. enxadões. filmes para radiologia. na selva. bastões. xaxim e afins. peças ou partes de equipamentos de comunicações. componentes. pilhas e baterias. 40. metais e metalóides para análise. respiradores e afins. tais como:. condutores. 35. picareta. riscador de azulejos. caixas para ferramentas. conta-gotas. corretivos de solo. bases. papel para revelação de fotografias. broca. formão. tais como: agulhas hipodérmicas. endereçamento e afins. MATERIAL DE SINALIZAÇÃO VISUAL E AFINS Registra o valor das despesas com materiais utilizados para identificação. lamparinas a álcool. bisturis. MATERIAL LABORATORIAL Registra o valor das despesas com todos os utensílios usados em análises laboratoriais. curetas. molduras. circuitos eletrônicos. chaves de ligação. 42. machos. pincéis e rolo para pintura. e plugs. 44. trenas e afins. sacos de dormir. cordas. carta náutica. enxertos. MATERIAL PARA PRODUÇÃO INDUSTRIAL Registra o valor das despesas com matérias-primas utilizadas na transformação. lentes de contato. anuários médicos. sinalização visual. cisalhas. cinturão para eletricistas. tais como: borracha. reveladores e afins. martelo. cadeados. porta-resíduos. piquetes. mochilas. tais como: adubos químico e orgânico. marretas. calhas. MATERIAL DE PROTEÇÃO E SEGURANÇA Registra o valor das despesas com materiais de consumo utilizados diretamente na proteção de pessoas ou bens públicos. porta eletrodo. chuveiro elétrico. cubas. 31. anuário estatístico e afins inclusive em cd-rom e afins. serrote. esparadrapo. chaves. massa asfáltica. grosas. VÍDEO E FOTO Registra o valor das despesas com materiais de consumo de emprego direto em filmagem e revelação. autofalantes. sementes. revistas. tesoura cirúrgica. corantes. soquetes. pegadores. primo. placas de baquelite. mangueira de lona. fios e cabos. MATERIAL BIBLIOGRÁFICO NÃO IMOBILIZÁVEL Registra o valor das despesas com material bibliográfico não destinado a bibliotecas. MUDAS DE PLANTAS E INSUMOS Registra o valor das despesas com qualquer tipo de semente destinada ao plantio e mudas de plantas frutíferas ou ornamentais. alicate. ancinhos. piche e afins. sacolas. seringas. cones sinalizadores. lâminas de vidro para microscópio. borbulhas. bastões. foice. 29. cassetetes. artigos para gravação em acetato. sachos. funis. aparelhos e equipamentos elétricos e eletrônicos. luvas cirúrgicas. lâmpadas. forcados. canivetes. pinos. níveis para pedreiro. aparelhos para surdez. MATERIAL HOSPITALAR Registra o valor das despesas com todos os materiais de consumo utilizados na área hospitalar ou ambulatorial. reatores. cunhas de aço. fixadores. braceiras para injeção. placas indicativas para os setores e seções. bandejas para refeição de acamado. tais como: binóculo. papeis e fitas para telex. fresas. porta-crachá. jogos/conjunto de chaves. garra metálica. carrinho de mão para obra. coletes refletivos. pedras para afiação. botões para campainha.Registra o valor das despesas com materiais de consumo para aplicação. pá. soldas. espelhos para interruptores. flâmulas e bandeiras de sinalização. telegráficas e afins. peneiras. compressa de gaze. lonas. aeronaves e embarcações assim como qualquer outro item aplicado diretamente nas atividades de sobrevivência de pessoas. pinças. MATERIAL BIOLÓGICO Registra o valor das despesas com amostras e afins de materiais biológicos utilizados em estudos e pesquisas científicas em seres vivos e inseminação artificial. radiotelegráficas. starts. fita isolante. disjuntores. becker. tubérculos. manutenção e reposição dos sistemas. terra. drenos. guarda-chuvas. ponteira. botas. 50. cálices. tomada de corrente e afins. dedais. quadros de distribuição. tachões e afins. enxós. filmes para fotografia. MATERIAL PARA ÁUDIO. filtros de papel. . em treinamento ou em ação em patrulhamento ostensivo ou rodoviário. lâmpadas especiais. FERRAMENTAS Registra o valor das despesas com todos os tipos de ferramentas utilizadas em oficinas. termômetro clínico. tais como: Ácidos e sais para revelação e fixação de filmes. vidrarias e afins. fusíveis. trocateres e afins. beneficiamento e industrialização de um produto final. talhadeiras. plantas ornamentais. extensão de encaixe. aetze especial para chapa de papel. tais como: alavancas. órteses. pipetas. bedames. bits. bulbos. tesoura de podar. periódicos em geral. fresas. lâmina de serra. fios cirúrgicos. grampos cirúrgicos. dilatadores. alfanges. lanternas. placas para veículos. em campanha de saúde pública. antenas. tais como: arandelas. osteotomos. goivas. baldes para construção. porta-algodão. plaquetas para tombamento. microesferas. cavadeiras. álbuns para retratos. óculos. colheres de pedreiro. rebolo para esmeril. fitas zebradas. bico de gás. 43. capacetes. bocais. cartuchos e filtros para máscaras e respiradores. lâminas para bisturi. cuja defasagem ocorre em um prazo máximo de dois anos. MATERIAL DE MANOBRA E PATRULHAMENTO Registra o valor das despesas com materiais de consumo utilizados em campanha militar ou paramilitar. diodos. kits para testes. interruptores. diamantes para cortar vidros. SEMENTES. óculos de segurança e proteção. joelheiras. tais como: meios de cultura. travadeiras simples para serrote. ferro de solda. botons identificadores para servidores. FLÂMULAS E INSÍGNIAS 12 . facões. 27. tais como: almofarizes. componentes de aparelho eletrônico. tais como: jornais. mangas. ampliações e reproduções de sons e imagens. hastes para lâmpadas. mosquetão. minérios. enxada. tubo de ensaio. espátulas. filmes virgens de áudio e vídeo. chaves em geral. placas sinalizadoras de trânsito. para socorro de pessoas e animais ou para socorro de veículos. algodão. BANDEIRAS. sêmen e afins. navalhas para desempenadeira. cantil. matérias-primas em geral. proveta. postes e materiais para semáforo. ciseis. 28. esquadros para pedreiros. escovas de aço. suportes. circuitos impressos ou integrados. capacitares e resistires. 30. sutas. medicamentos de pronto-socorro. meias elásticas e assemelhados. couro. sinaleiros e afins. fertilizantes. limatões. tais como: abafadores de ruído tipo concha e plug. rabichos. luvas de borracha. eliminador de pilhas. luvas de proteção. jardins. benjamins. lima. no mar ou em sinistros diversos. saco para gelo. microfilmagem e cinematografia. adesivos para identificação. disco de serra. assim como todos os insumos utilizados para fertilização. calçados especiais. película refletiva. MATERIAL PARA REABILITAÇÃO PROFISSIONAL Registra o valor das despesas com materiais utilizados em programas de reabilitação profissional. 33. máscaras. 36. resistências. cateteres. eletrodos. almotolia. machado. como materiais para instalações radiofônicas.

35. impostos. locação de imóveis (inclusive despesas de condomínio e tributos à conta do locatário. flâmulas e insígnias. serviços de comunicações (telefones. pagos diretamente a esta e não enquadrados nos elementos de despesa específicos. gravações e fotografias. consertos. locação de equipamentos e materiais permanentes. energia elétrica e gás. ESTIVA E PESAGEM Registra o valor das despesas com remuneração de serviços utilizados na movimentação e pesagem de cargas (mercadorias e produtos). sem vínculo com a administração pública. advocacia. FRETES E TRANSPORTES DE ENCOMENDAS Registra o valor das despesas com serviços prestados por pessoa física. prestados por pessoa física. DIÁRIAS A COLABORADORES EVENTUAIS NO PAÍS Registra o valor das despesas com diárias. SERVIÇOS DE ÁUDIO. diárias a colaboradores eventuais. sem vínculo com a administração pública. recuperações e adaptações de biombos. encadernação e emolduramento. recortes de publicações. literárias ou em que a divulgação seja de interesse do governo.Creche (exclusive a indenização a servidor). telex. 36. SERVIÇO DE CONSERVAÇÃO E REBENEFICIAMENTO DE MERCADORIAS Registra o valor das despesas com serviços de natureza eventual prestados por pessoa física na conservação e rebeneficiamento de mercadorias. transporte de mercadorias e produtos e afins. boletins e outros. podendo estar na forma de disquete. revisões e adaptações de bens móveis não classificados em subitens específicos. pagas a prestadores de serviços de caráter eventual. 38. aparelhos médicos.). tais como: assinaturas de jornais e periódicos. etc. taxas e multas. bandeiras. ASSINATURAS DE PERIÓDICOS E ANUIDADES Registra o valor das despesas com assinaturas de TV por assinatura (TV a cabo). revistas. calculadoras. contabilidade. serviços de divulgação. Vale Refeição. estagiários e monitores diretamente contratados. 03. jardinagem.274/57). divisórias e lambris e afins. 36. capina. conferências ou exposições. Vale Transporte. e outras despesas pagas diretamente à pessoa física. bandeiras. OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS . BANDEIRAS E FLÂMULAS Registra o valor das despesas com serviços de costureiras. correios. despesas com congressos. tais como: máquinas e equipamentos de processamento de dados e periféricos. 18. selo nacional e afins. a saber. de caráter eventual. tais como: pedreiro. 31. serviços auxiliares e afins. escudos. sacolas e afins. cd-rom. quando previstos no contrato de locação. DIREITOS AUTORAIS Registra o valor das despesas com direitos autorais sobre obras científicas. economia. tais como: assistência técnica. 22.Registra o valor das despesas com aquisição de bandeiras. despesas miúdas de pronto pagamento. engenharia. 21. reparos em instalações elétricas e hidráulicas. carpinteiro e serralheiro. TÉCNICO E OPERACIONAL Registra o valor das despesas com serviços de natureza eventual prestados por pessoa física. 37. consertos. 05. impressão. no exterior. mochilas. desde que não se destinem a coleções ou bibliotecas. Auxílio. hospitalares e laboratoriais.PESSOA JURÍDICA Despesas com prestação de serviços por pessoas jurídicas para órgãos públicos. tarifas de lixo. brasões e estandartes. instrumentos de trabalho e implementos profissionais de órtese e prótese. SERVIÇOS TÉCNICOS PROFISSIONAIS Registra o valor das despesas com serviços prestados por profissionais técnicos. inclusive diários oficiais.PESSOA FÍSICA Despesas decorrentes de serviços prestados por pessoa física. software e outros congêneres. serviços de asseio e higiene (inclusive taxas de água e esgoto. salário de internos nas penitenciárias (Lei nº 3. arquitetura. aparelhos de fax. 39. CONFECÇÃO DE MATERIAL DE ACONDICIONAMENTO E EMBALAGEM Registra o valor das despesas com serviços prestados por pessoa física na confecção de. recepcionistas. máquinas e equipamentos gráficos. alfaiates e outros utilizados na confecção de uniformes. informática e outras. etc. caixas. tais como: fretes e carretos. tais como: transporte e locomoção urbana. 06. carpetes. aparelhos de medição e aferição. MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE BENS MÓVEIS DE OUTRAS NATUREZAS Registra o valor das despesas com serviços de reparos. tais como: Armas da república. tais como: remuneração de serviços de natureza eventual prestado por pessoas físicas sem vínculo empregatício. brasões. 12. CONFECÇÃO DE UNIFORMES. reparos. 59. odontológicos. flâmulas e insígnias. MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE BENS IMÓVEIS Registra o valor das despesas com serviços de reparos. fretes e carretos. locação de imóveis. conservação e adaptação de bens imóveis seguros em geral (exceto os decorrentes de obrigação patronal). remessa de encomendas. 13 . VÍDEO E FOTO Registra o valor das despesas com serviços de filmagens. DIÁRIAS A COLABORADORES EVENTUAIS NO EXTERIOR Registra o valor das despesas com diárias. 39. no país. alimentação e inscrição em cursos profissionalizantes. pagas a prestadores de serviços. tais como: bolsas. estatística. flâmulas.). MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE EQUIPAMENTOS Registra o valor das despesas com serviços de reparos. revisões e adaptações. CAPATAZIA. OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS . periódicos. 02. SERVIÇO DE APOIO ADMINISTRATIVO. nas áreas tais como: administração. jornais. 01. pintura. consertos. simpósios. SERVIÇOS DE REABILITAÇÃO PROFISSIONAL Registra o valor das despesas realizadas com serviços de reabilitação profissional prestados por pessoa física sem vínculo empregatício. operadores de máquinas e motoristas. máquinas de escrever e afins. eletrodomésticos. revisões e adaptações de bens imóveis. serviços funerários.

12. turbinas e afins. aferição e controle. 70. administração. registros postais. CONFECÇÃO DE UNIFORMES. encartes. noticiários e materiais jornalísticos para vídeos. revisões e adaptações de bens imóveis. limpeza de fossa e afins. eletrodomésticos. aéreos. 24. inclusive cobertura de danos causados a pessoas ou bens de terceiros. SERVIÇOS DE ENERGIA ELÉTRICA Registra o valor das despesas com tarifas decorrentes da utilização dos serviços de energia elétrica. impressão de jornais. correios e telégrafos. desinsetização. tarifas de habilitação. HIGIENE E TRATAMENTO DE ÁGUA Registra o valor das despesas com higiene e tratamento de água. PRODUÇÕES JORNALÍSTICAS Serviços com edição de jornais. imagens de satélites. locação de equipamentos de proteção e segurança. FRETES E TRANSPORTES DE ENCOMENDAS Serviços de transportes de mercadorias e produtos diversos. como por exemplo. reparos em instalações elétricas e hidráulicas. locação de equipamentos gráficos. orçamento. confecções de impressos em geral. acomodação ou embalagem de produtos diversos: bolsas. para processamento de dados. carpetes. 47. 06. publicação de editais. turbinas. locação de motores e aparelhos para indústria e transporte. locação de máquinas de escrever e calculadoras. médicos. recuperações e adaptações de biombos. LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS DE OUTRAS NATUREZAS E INTANGÍVEIS 16. MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE BENS MÓVEIS Registra o valor das despesas com serviços de reparos. motores e aparelhos para industria. 17. SERVIÇOS DE ÁGUA E ESGOTO Registra o valor das despesas com tarifas decorrentes da utilização dos serviços de água e esgoto. divisórias e lambris. SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO EM GERAL Serviços de comunicação prestados por pessoa física ou jurídica. equipamentos agrícolas. odontológicos. 59. MANUTENÇÃO. 45. SERVIÇOS TÉCNICOS PROFISSIONAIS Serviços prestados por empresas ou profissionais técnicos nas áreas de advocacia. revistas. consultoria. 05. as piscinas do DEFER. microfilmagem e afins. carpintaria e serralheria em imóveis. telefonia celular. SERVIÇOS DE ÁUDIO. 58. comércio e transporte. encomendas e correlatos. 74. desratização. odontológicos. SERVIÇOS DE CAPATAZIA. informática e outras. 14 . prêmios de seguros de bens do estado ou de terceiros. de segurança. revisões e adaptações de máquinas e equipamentos de telecomunicações. serviços de pintura. de oficinas e postos de abastecimento. encadernação de livros. 49. hospitalares e laboratoriais. de elevadores. faxinas. descupinização e assemelhados. confecção de crachás funcionais por empresas especializadas. medição. desembaraço aduaneiro e afins. 44. eletrodomésticos. 18. centrex 2000. fretes e carretos. alimentação e inscrição em cursos profissionalizantes. locação de palanques. contabilidade. instrumentos de trabalho e implementos profissionais e órtese e prótese devidas aos segurados em programa de reabilitação profissional. ESTIVA E PESAGEM Serviços utilizados na movimentação e pesagem de cargas (mercadorias e produtos). SERVIÇOS DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO Serviços de limpeza e conservação de bens imóveis. brasões. alto relevo. reparos e reforma em imóveis em geral. higienização. de equipamentos de microfilmagem. BANDEIRAS E FLÂMULAS Serviços utilizados na confecção de bandeiras. serviços de portes de correspondências. médicos. aferição e controle. serviços de entrega de correspondências. emolduramento de fotografias. SERVIÇOS GRÁFICOS Serviços de artes gráficas. boletins. VÍDEO E FOTO Serviços de filmagens. telefônico e fotocinematográfico. tais como: transporte e locomoção urbana. estatística. máquinas de escrever e calculadoras. arquibancadas e assemelhados. extratos. literárias ou em que a divulgação seja de interesse do governo. SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES Serviços de telecomunicações. convocações e assemelhados desde que não tenham caráter de propaganda. 52. seguro obrigatório de veículos. economia. 69. jornais e revistas. 20. telegramas e radiogramas e afins. equipamentos gráficos. arquitetura. DIREITOS AUTORAIS Registra o valor das despesas com direitos autorais sobre obras científicas. auditoria. hospitalares e laboratoriais. 78. SERVIÇOS DE GÁS Registra o valor das despesas com tarifas decorrentes da utilização de gás canalizado. equipamentos de Proteção e Segurança. estandartes e uniformes sob medida (alfaiataria). LOCAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Serviços de aluguel de máquinas e equipamentos de medição. confecção de álbuns. SEGUROS EM GERAL Registra o valor das despesas com prêmios pagos por seguros de qualquer natureza. SERVIÇOS DE REABILITAÇÃO PROFISSIONAL Registra o valor das despesas realizadas com serviços de reabilitação profissional. MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE BENS IMÓVEIS Serviços de reparos. 71. sacolas e afins. consertos. consertos. LOCAÇÃO DE MEIOS DE TRANSPORTE 43. mochilas. manutenção de elevadores. sinalização e rádio-chamada. serviços de serigrafia e afins. CONSERVAÇÃO E INSTALAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Serviços de reparos.04. profilaxias. 63. folder e assemelhados. 14. caixas. revelação de filmes. revelações. locação de máquinas e equipamentos para coleta e transportes de lixo. consertos. revisões e adaptações de bens móveis não classificados em subitens específicos. reparos. equipamentos de processamento de dados e periféricos. de comunicação. SERVIÇOS DE CONFECÇÃO DE MATERIAL DE ACONDICIONAMENTO E EMBALAGEM Serviços de confecção de materiais destinados a preservação. ampliações e reproduções de sons e imagens. de sinalização e fotocinematográfico. sistemas de ar condicionado e refrigeração industrial. gravações.

bafômetro. quando não expressamente citado. equipamentos e utensílios hidráulicos e elétricos. COFINS.81. aparelho de transfusão de sangue. aparelhos e equipamentos para esportes e diversões. EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE Registra o valor das despesas com aeronaves. bloqueador telefônico. mira-falante. detector de chamadas telefônicas. sobressalentes de máquinas. balanças em geral. rádio transmissor. motor de navios de esquadra. embarcações. tais como: adipômetro (para medir dobras cutâneas). 97. aparelho de ultravioleta. níveis topográficos. Quando estes aparelhos forem incorporados a um equipamento maior serão os mesmos considerados componentes. teodolito. desde que possua uma outra aplicação específica. que não se incorporem em instalações. cadeira de dentista. sonda. biombo (hospitais e clínicas). tais como: antena parabólica. planímetro. PERECIBILIDADE. central telefônica. aparelho de telefonia. cirurgias e mecanoterapia. quando sujeito a modificações (químicas ou físicas) ou que se deteriora ou perde sua característica normal de uso. fantômetro (medidor de percentual). taquímetro. aparelhos de medição e orientação. spin-light. INCORPORABILIDADE. obras de arte e peças para museu. IPVA. veículos ferroviários. camisa diagnóstica e 15 . utensílios médico-odontológicos. equipamentos de manobra e patrulhamento. berço aquecido. datasat-bi. Por outro lado. SERVIÇOS BANCÁRIOS Registra o valor das despesas com comissões. equipamentos. peças e acessórios marítimos. odontológico. COMISSÕES E DESPESAS BANCÁRIAS 03. rádio telex. relógio medidor de luz. UTENSÍLIOS MÉDICO-ODONTOLÓGICOS. quando adquirido para fim de transformação. transceptores e afins. cronômetro. segurança e socorro. EQUIPAMENTOS. tarifas e remunerações decorrentes de serviços prestados por bancos e outras instituições financeiras. fastnet. ENCARGOS TRIBUTÁRIOS 02. bússola. tais como: alinhador óptico. hidrômetro. acessórios para automóveis. autoclave. afastador. mobiliário em geral. veículos de qualquer espécie. voltímetro e afins. OBRIGAÇÕES PATRONAIS SOBRE SERVIÇOS DE PESSOA JURÍDICA 52. analisador Holter. laboratorial e hospitalar que não se integrem a instalações. psicrômetro. STM400. aparelhos e utensílios domésticos. peças e acessórios aeronáuticos. calposcópico. aparelho de Raio X. o fato de um material estar exemplificado no ementário não significa que não possa ser classificado em outro do mesmo elemento de despesa. tripés especiais. coleções e materiais bibliográficos. aparelhos para oxigenoterapia. máquinas. telêmetro. portátil ou transportável. câmara de infravermelho. equipamento de proteção. barômetro (medidor de pressão atmosférica). câmara de radioterapia. equipamentos de processamento de dados. classificadas como obrigações patronais. armamentos. balança pediátrica. amalgamador. 47. serviços de rede privativa virtual. ferramentas e utensílios de oficina. bem como os encargos resultantes do pagamento com atraso das obrigações de que trata este elemento de despesa. vídeo e foto. conversores rotativos ou estáticos. tensiômetro. amperímetro. peças e acessórios de proteção ao vôo. osciloscópio. e/ ou tem uma durabilidade superior a dois anos. SLDD. estação total para topografia. semoventes e equipamentos de montaria. FRAGILIDADE. magnetômetro. 83. veículos de tração mecânica. CONTRIBUIÇÕES PARA O PIS/PASEP 07. secretária eletrônica. por ser quebradiço ou deformável. caracterizando-se pela irrecuperabilidade e/ou perda de sua identidade. 06. torquímetro. máquinas e equipamentos agrícolas e rodoviários. OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS E CONTRIBUTIVAS Despesas decorrentes do pagamento de tributos e contribuições sociais e econômicas (Imposto de Renda. aspirador cirúrgico. etc. No caso de fazerem parte de instalações ou outros conjuntos. banho maria com agitador.). aparelho de medição meteorológica.SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA 08. fac-símile. cadeira de rodas. rernav e afins. datasatplus. calibrador de pneus. tacógrafo. 04. medidor de gás. PIS/PASEP. fluvial. marítimo. APARELHOS E EQUIPAMENTOS DE COMUNICAÇÃO Registra o valor das despesas com todo material considerado permanente. utensílios e equipamentos diversos. ou a outros conjuntos monitores. Os componentes relacionados não esgotam todos os tipos de bens possíveis de serem adquiridos pelos órgãos. ICMS. rádio telegrafia. equipamentos. equipamentos e sistema de proteção e vigilância ambiental. aparelho de esterilização. higrômetro. aparelhos e equipamentos para odontologia e oftalmologia. lacustre e aéreo. ip direto. PABX. quando o material em uso normal perde ou tem reduzidas as suas condições de funcionamento. concentração e nos de acesso da rede de comunicação. carros de combate. para a identificação do material permanente: DURABILIDADE. aparelhos eletrocirúrgicos. fonógrafo. aeronaves ou embarcações. OBRIGAÇÕES PATRONAIS . CPMF. peças não incorporáveis a imóveis. aparelhos e equipamentos de comunicação. interfone. utensílio ou equipamento de uso médico. analisador de monóxido de carbono. micrômetro. INSS – DIÁRIAS 09. receiver (receptor de satélite). em razão de seu uso corrente. turbímetro. equipamentos de mergulho e salvamento. Taxa de Limpeza Pública. bomba de infusão microprocessada. aparelho de radar e semelhantes. discotecas e filmotecas. SERVIÇOS DE CÓPIAS E REPRODUÇÃO DE DOCUMENTOS Serviços de cópias xerográficas e reprodução de documentos. baliza topográfica. aparelho infravermelho. cuja estrutura esteja sujeita a modificação. Na classificação da despesa serão adotados os seguintes parâmetros excludentes. internet. controlador de terminal telefônico central. orientação e controle. decibelímetro. máquinas e equipamentos de natureza industrial. manômetro. aparelhos para endoscopia. veículos diversos. máquinas e equipamentos energéticos. no prazo máximo de dois anos. paquímetro. aparelhos. instalações e utensílios de escritório. outros materiais que. 08. pirômetro. máquinas. tele-speaker. IPTU. e TRANSFORMABILIDADE. APARELHOS. razão pela qual os executores deverão utilizar o subitem que mais se assemelha às características do item a ser apropriado. exceto as incidentes sobre a folha de salários. rádio receptor. câmara de oxigênio. instrumentos musicais e artísticos. DESPESAS DE TELEPROCESSAMENTO Serviços de teleprocessamento: locação de circuito de dados locais ou interurbanos para atendimento de nos de comutação. aparelho para inalação. tomados em conjunto. sonar. quando destinado à incorporação a outro bem. atmnet. de uso em comunicações. inclusive locação e manutenção de equipamentos reprográficos e afins. boticão. aparelho de sinalização de trânsito terrestre. sistema de comunicação. ozonoterapia. não perde a sua identidade física. trenas para topografia. multímetro. 01. laboratorial e hospitalar. não podendo ser retirado sem prejuízo das características do principal. equipamentos. aparelhos e móveis para veterinária. máquinas. topnet. equipamentos. equipamentos. LABORATORIAL E HOSPITALAR Registra o valor das despesas com qualquer aparelho. deverão ser considerados componentes. alargador. máquinas e equipamentos gráficos. contagem. APARELHOS DE MEDIÇÃO E ORIENTAÇÃO Registra o valor das despesas com todos os aparelhos de medição. equipamentos para áudio.

ficha bibliográfica. máquina de passar roupa. tais como: balcão frigorífico. placar. arco. escada de aço. grill. como também outros instrumentos utilizados pelos artistas em geral. medidor de PH. foco parabólico e cirúrgico. românticas. tais como: fotocopiadora/copiadora. carro para curativo. máquina de lavar roupa. palestras. viteógrafo e afins. capacete para neonatologia. estabilizador. mesa para ginástica. desumidificador. tímpano. livro técnico. disco. monitor cardíaco. secador para cabelo com pedestal (profissional). serra elétrica para gesso. torradeira elétrica. vara de salto e afins. turbina (hidrelétrica). dicionários para uso em bibliotecas. extintor de incêndio. utilizados em serviços domésticos. tais como: acordeon. máquina de secar pratos. torneira elétrica. cavaquinho. pára-raios. mesa de totó. surdo. máquina de plastificar. fone de ouvido. órgão. esteira ergométrica.endoscópica. truck-tunga. cabine para guarda (guarita). grampeadeira. boiler. barra. máquina lavadora e extratora industrial computadorizada e afins. unidade supervisionadora de corrente alternada e afins. centros esportivos. conjunto para salvamento composto de máscara e cilindro. gerador. técnicas. chapa elétrica para frituras. trombone. colete a prova de balas. máquina heliográfica. xilofone e afins. secador rotativo. guilhotina gráfica. freezer. refletor cirúrgico. coleções e materiais bibliográficos informatizados. linotipo. máquina de lavar louça. mochos. deslizador. poste para vôlei. mesa para exames clínicos. eletrola. baliza. cardioscópio (monitor de sinais vitais). aparelhos e equipamentos utilizados em reprografia ou artes gráficas. 33. porta giratória. 12. algema. chassis para mamografia. estetoscópio. hamper em aço para roupa suja hospitalar. filtro de ar de parede para uso odontológico. contos e documentários históricos. forno elétrico para oficina ortopédica. seladora para material médico. geladeira industrial. laboratórios e clínicas odontológicas. cortadeira elétrica. enciclopédias. manequim de simulação para treinamento de canulação de veia central. filmadora. flash eletrônico. cama elástica. material folclórico. haste de contato. carrinho para transporte de alimentos. máquina colocadora de espirais. forno e torradeira industrial. forno elétrico. máquina para encadernação. gerador de vapor para caldeira hospitalar. escudo de metal. sopro ou percussão. carrossel. 32. duplicadora (mimeógrafo). step oficial. circuito interno de televisão. chave automática. máquina perfuradora. CD e coleções de fitas gravadas com músicas e fitas cinematográficas de caráter educativo. picotadeira. kit meditherm (termômetro especial). cilindro para aspirador de secreções e líquidos. teleimpressora e receptadora de páginas e afins. megatoscópio. periódicos encadernados para uso em bibliotecas. mesa operacional. carregador de bateria para celular (de mesa). dicionários. fritador elétrico. peso. microfone. operadora de ilhoses. jornal e revista (que constitua documentário). circulador de ar. partitura musical. cafeteira elétrica. pandeiro. aparelho ou equipamento empregado na fabricação de produtos ou no recondicionamento de afins. objetiva. móveis em geral para uso em hospitais. etc. poste de iluminação. eletro-cardiográfico. desde que não integrados a instalações de ginásios de esportes. cofre. APARELHOS E UTENSÍLIOS DOMÉSTICOS Registra o valor das despesas com aquisição de eletrodomésticos em geral e utensílios. painel 16 . bandolim. exaustor. filtro de água tipo ozônio. catraca para controle de acesso. incubadora. no-break. tenda de oxigênio. barraca para uso não militar. máquina de secar roupa. pistão. máquina de offset. mapotecas. caneta de alta rotação. gravação e reprodução de sons e imagens. APARELHOS E EQUIPAMENTOS PARA ESPORTES E DIVERSÕES Registra o valor das despesas com instrumentos. científico e informativo. com durabilidade superior a dois anos. carneiro de madeira. como também qualquer outro utilizado para socorro diverso. termocautério. MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS GRÁFICOS Registra o valor das despesas com todas as máquinas. gerador de fluxo para tratamento de apnéia. forno de microondas. tais como: álbum de caráter educativo. microscópio. corneta. gravadora de estêncil. máquina de fabricação de laticínios. sinalizador de garagem. EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO. 28. máquina de fazer café. faqueiro. botijão de gás. ou sobrevivência em qualquer ecossistema. destinados a geração de energia de qualquer espécie. conversor de fibra ótica. violino. sanduicheira elétrica. MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS DE NATUREZA INDUSTRIAL Registra o valor das despesas com qualquer máquina. 10. copiadoras e leitoras para microfilmagem. EQUIPAMENTOS PARA ÁUDIO. mesa de sinuca. fogão. pipeta de precisão em aço. banho maria elétrico (tipo marmiteiro). calandra para passar roupa. publicações e documentos especializados destinados a bibliotecas. tais como: alarme. COLEÇÕES E MATERIAIS BIBLIOGRÁFICOS Registra o valor das despesas com coleções bibliográficas de obras científicas. capela de fluxo liminar. 26. fita de áudio e vídeo com aula de caráter educativo. destilador. aparelho para iluminação de emergência. bastão. tábua de passar roupas. martelo. expansores e extensores para resgate. micropipeta de monocanal de precisão. conjunto de suporte para isolamento de área. ressuscitador manual. clarinete. mapa. maca. violão. 30. halteres. destilador de água. aparelhos e equipamentos não incorporáveis a instalações. lixadeira para oficina ortopédica. teatro. obras especializadas. SEGURANÇA E SOCORRO Registra o valor das despesas com todos os materiais permanentes utilizados na proteção e segurança de pessoas ou bens públicos. barco de regata. gravador de som. tais como: anilha. livros escolares para uso em bibliotecas. cinema. betoneira. órtese para confecção de calçados ortopédicos. enciclopédias em cd-room. suporte para soro em aço tipo tripé. máscaras especiais. máquina de costura. tirfor para resgate e afins. laboratório didático móvel. enceradeira. estufa. máquina de moer café. 18. teclado musical. centrífuga para lavanderia. aparelhos e utensílios destinados a qualquer modalidade de esportes e diversões de qualquer natureza. cegonha elétrica para transporte de deficientes. purificador de água. megafone. bicicleta ergométrica. kit para coleta de impressões digitais. equalizador de som. aparelho de som. remo. esterelizador. aparelho de CD. enciclopédia. secador de prato. carro-maca. VÍDEO E FOTO Registra o valor das despesas com aquisição de equipamentos de filmagem. corador de lâminas. saxofone. violoncelo. geladeira. DISCOTECAS E FILMOTECAS Registra o valor das despesas com discos. aparelho registrador de som. vácuopress. piano. cilindro de salvamento. medidor de pressão arterial (esfignomanômetro). liqüidificador. MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ENERGÉTICOS Registra o valor das despesas com máquinas. estação repetidora de imagem. conjunto de chá/café/jantar. calandra industrial. container isotérmico para recipientes gastronômicos. oboé. bombo. 19. escada portátil. centrifugador. caixa acústica. tais como: amplificador de som. manifold. máquina de cortar frios. exaustor industrial. detector de metais. batedeira. tais como: alternador energético. microfilme e afins 24. tambor. aspirador de pó. microfilmadora. manta aquecedora. cilindro para uso hospitalar. assinaturas de publicações técnicas (dicionários. tais como: disco educativo. transformador de voltagem. dardo. mesa de ping-pong. tais como: aparelhos de copa e cozinha. guitarra. retificador. cavalo. eletroanalisador. sistema de alarme eletrônico. alicates especiais. bóia salva-vidas. máquina de fabricação de tecidos. máquina fotográfica. trilho. bem como os acessórios de durabilidade superior a dois anos. umidificador de ar e afins. INSTRUMENTOS MUSICAIS E ARTÍSTICOS Registra o valor das despesas com todos os instrumentos de cordas. baixelas. costuradora de papel. caldeirão a gás (vapor). espremedor elétrico de frutas. repertório legislativo e afins.

estofado. monitor de vídeo. notebook. tais como: aparelho rotulador. bebedouro elétrico. relógio de mesa/parede/ponto. cadeira. escada extensível padrão CEB. computador. normógrafo. HD. 51. carrinho fichário. espelho moldurado. processador. arquivo de aço ou madeira. tais como: bomba d’água. vitrine e afins. passadeira tipo persa. furadeira. pinturas em tela. prancheta para desenho. cama. coleção de zoologia. quadro decorativo. multiplexador. exceto quando for aquisição de peças destinadas à reposição diretamente ao equipamento ou mesmo para estoque. data show. OBRAS DE ARTE E PEÇAS PARA MUSEU Registra o valor das despesas com objetos de valor artístico e histórico destinados a decoração ou exposição em museus. bomba de desentupimento. vídeocassete e afins. máquina de calcular. 36. tanque subterrâneo para armazenamento de combustíveis. tapeçaria. vaso decorativo e afins. carteira e banco escolar. grampeador para estofador. tais como: biombos. tape-deck. régua T em aço. 17 . cinzeiro com pedestal. banqueta. pantógrafo. quebra-luz (luminária de mesa/refletor). quadro para editais e avisos. fitas e discos magnéticos. bomba de irrigação. porcelana. caixa registradora. UTENSÍLIOS E EQUIPAMENTOS DIVERSOS Registra o valor das despesas com máquinas. suporte para bandeira (mastro). sistema de audição pública com caixa para divulgação. balcão (tipo atendimento). roda d’água. carimbo digitador de metal. penteadeira. PEÇAS NÃO INCORPORÁVEIS A IMÓVEIS Registra o valor das despesas com materiais empregados em imóveis e que possam ser removidos ou recuperados. container. globo terrestre. controlador de irrigação. sintonizador de som. posto de trabalho tipo guichê. aparelho para apoiar os braços. carpetes (primeira instalação). projetor. bomba de sucção e elevação de água e de gasolina. persianas. projetor de multimídia. scanner. tais como: aparador de grama. urna eleitoral. compasso.eletrônico. mesa digitalizadora. banco. rack. ventilador de coluna e de mesa e afins. roupeiro. animais empalhados. suporte para TV e vídeo. escrivaninha. 39. bomba de lubrificação. MOBILIÁRIO EM GERAL Registra o valor das despesas com móveis destinados ao uso ou decoração interior de ambientes. modem. MÁQUINAS. mapotecas. criado-mudo. quadro de chaves. toca-discos. televisor. zip driver externo e afins. aparelhos e equipamentos que não estejam classificados em grupo específico. kit multimídia. molduras. cortinas. urna eletrônica. estação disk-less. fichário de mesa com base em aço ou madeira. guarda-louça. envelopadora. EQUIPAMENTOS E UTENSÍLIOS HIDRÁULICOS E ELÉTRICOS Registra o valor das despesas com equipamentos destinados a instalação conservação e manutenção de sistemas hidráulicos e elétricos. tais como: abajur. tais como: caneta óptica. 34. poltrona. trilhos para exposição de quadros. quadro imantado. base para mastro. micro e minicomputadores. fragmentadora de papéis. apontador fixo (de mesa). fichário eletro-mecânio. rádio. EQUIPAMENTOS DE PROCESSAMENTO DE DADOS Registra o valor das despesas com todas as máquinas. divisórias removíveis. conservados em álcool. tanques para revelação de filmes. aparelho de ar condicionado. régua de precisão. porta-plantas de engenharia. sofá. sauna. moto esmeril de bancada. impressora. estojo para desenho. máquina de tratamento de lixo. 35. sistema de irrigação e afins. carneiro hidráulico. pirógrafo. estrados de aço ou metal. toldos e afins. aparelhos e utensílios utilizados em escritório e destinados ao auxílio do trabalho administrativo. charter negro. rebobinadora. módulo de expansão. botânica e mineralogia. máquina de tratamento de água. teclado para micro. mesa. desidratadora. tais como: alfaias em louça. maleta executiva. máquina autenticadora. relógio protocolador e afins. portachapéus. moinho. gravuras. MÁQUINAS. flipsharter. gravador de cd rom. máquina franqueadora. cristaleira. driver. roteador. guarda roupa. máquina de cortar cerâmica. placas. pedestais especiais e similares. unidade tracionadora. 44. aparelhos e equipamentos utilizados em processamento de dados de qualquer natureza. retroprojetor. hub inteligente. armas antigas e desusadas. tapetes. máquina de escrever. tela para projeção. documentos e objetos históricos. INSTALAÇÕES E UTENSILIOS DE ESCRITÓRIO Registra o valor das despesas com todas as máquinas. controladora de linhas. grampeador (exceto de mesa). leitora. plotter. captador vox. máquina de tratamento de esgoto. quadro escolar. pinacotecas completas. 42. máquina de contabilidade. peças em marfim e cerâmica. escada telescópica. dissecados. desentupidor elétrico de tubulação. carrinho de feira. esculturas. estante de madeira ou aço. armário.

MINUTA DO EDITAL DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS CONVITE N. DE 31 DE JANEIRO DE 2008. º : ______/2008-SE OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA ________________________________________________________________ ________________________________________________________________ _________________________________.ANEXO III Á PORTARIA Nº 26. 18 .

3.1 . na sala n. para conhecimento dos interessados que às ___: _____ do dia _____/____/2008 será realizado o recebimento e abertura dos envelopes de documentação e proposta de preços do Convite nº _______/2008. 1. e manifestem interesse.3. direta ou indiretamente. 2.1 – O autor do Projeto Básico. b) A não-regularização da documentação. cujo termo inicial corresponderá ao momento em que o proponente for declarado o vencedor do certame. por intermédio da Comissão de Gestão Financeira. 81 19 . .º _____ no endereço ______________.2.3 – Servidor ou dirigente do Governo do Distrito Federal.INTRODUÇÃO 1. 2.É vedada a participação de consórcios ou grupos de empresas. para a regularização da documentação.2 .br.Se a participante do certame for empresa de pequeno porte ou microempresa. endereço:______________________________________________________________. pessoa física ou jurídica. financeira ou trabalhista entre o autor do Projeto Básico. comercial. pessoa física ou jurídica e o licitante ou responsável pelos serviços a estes necessários.3. nos termos do art. acionista ou detentor de mais de 5% (cinco por cento) do capital com direito a voto ou controlador ou responsável técnico que tenha sido autor do Projeto Básico. devidamente comprovada. 123/2006. quaisquer empresas do ramo. 2.1 – A UNIDADE EXECUTORA DO PROGRAMA DE DESCENTRALIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA__________________________________. 1.9 da Lei 8666/93: 2.3. econômica. a) Havendo alguma restrição na comprovação da regularidade fiscal. bem como as empresas suspensas para licitar junto à Administração Direta e indireta do Distrito Federal. 2. gerente. prorrogáveis por igual período. pagamento ou parcelamento do débito. telefones:__________________________ e no sítio da Secretaria de Estado de Educação: www. sem prejuízo das sanções previstas no Art. ou seja. legalmente estabelecidas e que satisfaçam às condições deste convite e seus anexos.3 . e emissão de eventuais certidões negativas ou positivas com efeito de certidão negativa. para a homologação e posterior elaboração de contrato.O objeto da presente licitação consiste na CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA_________________________________________________________________. Estadual.df.1 – Poderão apresentar proposta.gov.3 – Não poderá participar. 44. torna público.neste edital denominada UEx.2 – Empresa cujo dirigente. a documentação de regularidade fiscal poderá ser apresentada após ser declarada a vencedora.4. 2. implicará decadência do direito à contratação.O Edital e seus anexos encontram-se à disposição dos interessados na sede da Unidade Executora.4 – Para efeito do item 2. Brasília-DF. 2. da LC 123/2006.DA PARTICIPAÇÃO DE MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE: 2.3. além das empresas convidadas.Tipo: Menor Preço 1 .se. desta licitação. 2 – CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO 2. a critério da Administração Pública. 2.4 .5 – Empresas declaradas inidôneas para licitar com a Administração Pública direta ou indireta Federal. será assegurado o prazo de 02(dois) dias úteis. Municipal ou do Distrito Federal. com antecedência mínima de até 24 horas da data fixada por este Convite para apresentação das propostas. no prazo previsto no §1º do Art. considera-se participação indireta. conforme estabelece a Lei Complementar Nº.3. a existência de qualquer vínculo de natureza técnica.

20 . 3. serão convocadas as remanescentes que porventura se enquadrem na hipótese dos §§ 1º e 2º do Art. 44 da LC 123/2006. 2. o objeto licitado será adjudicado em favor da proposta originalmente vencedora do certame. do DISTRITO FEDERAL ou. 44 da LC 123/2006. d) No caso de equivalência dos valores apresentados pelas microempresas e empresas de pequeno porte que se encontrem nos intervalos estabelecidos nos §§ 1º e 2º do Art.2 .1 – Prova de Regularidade para com a FAZENDA FEDERAL. 3.1 . 3. de 21 de junho de 1993. da LC 123/2006. na ordem de classificação. preferência de contratação para as microempresas e empresas de pequeno porte. do domicílio ou sede do licitante. 2. após o encerramento dos lances.3 . emitido por pessoa jurídica de direito público ou privado. 3. em plena validade. ou revogar a licitação. 44 da LC 123/2006.Contrato Social ou Ato Constitutivo. e) Na hipótese da não-contratação nos termos previstos no caput do Art.CNPJ. que comprove estar o licitante executando ou ter executado. sob pena de preclusão.1 .3. proceder-se. b) Estando esta convocada para apresentar nova proposta no prazo máximo de 5 minutos. será realizado sorteio entre elas para que se identifique aquela que primeiro poderá apresentar melhor oferta. 3 – DA DOCUMENTAÇÃO 3. c) Não ocorrendo a contratação da microempresa ou empresa de pequeno porte. de forma satisfatória.da Lei nº 8. f) O disposto no Art.REGULARIDADE FISCAL 3.4.666. situação em que será adjudicado em seu favor o objeto licitado. na ordem classificatória.2 . ocorrendo o empate. 44 da LC 123/2006.5 . sendo facultado à Administração convocar os licitantes remanescentes.2.QUALIFICAÇÃO TÉCNICA: 3. ESTADUAL e MUNICIPAL. para a assinatura do contrato. mediante apresentação de certidões negativas.ATESTADO DE CAPACIDADE TÉCNICA. serviços semelhantes em características e quantitativos aos do objeto da presente licitação sendo os quantitativos iguais ou superiores aos exigidos no subitem.Documento de Identificação Fiscal expedido pelo órgão competente da situação da sede ou domicílio do licitante.Nas licitações será assegurada. conforme o caso. ou positivas com efeitos de negativa.4.á da seguinte forma: a) A microempresa ou empresa de pequeno porte mais bem classificada poderá apresentar proposta de preço inferior àquela considerada vencedora do certame.1 .Para efeito do disposto no Art. para o exercício do mesmo direito. 44 da LC 123/2006. somente se aplicará quando a melhor oferta inicial não tiver sido apresentada por microempresa ou empresa de pequeno porte.3 . 44. como critério de desempate. a) Entende-se por empate aquelas situações em que as propostas apresentadas pelas microempresas e empresas de pequeno porte sejam iguais ou até 5%(cinco por cento) superiores à proposta mais bem classificada. na forma do inciso I do caput do Art.

1. emitida pelo INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL. através de Certidão Negativa ou Certidão Positiva com efeitos de Negativa.1 – A prova de regularidade para com a FAZENDA FEDERAL será feita mediante apresentação.4.4. de 11/05/1990. se assim o desejar.3. em plena validade.99).1. em plena validade. de 29. 3. 3. de Certidão Negativa ou Certidão Positiva com efeitos de Negativa expedida pela SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA E DO DF. 3. em seu quadro de pessoal. ressalvado o documento previsto no subitem 3.OUTROS DOCUMENTOS 3.5. no qual conste expressamente ter poderes para a devida outorga. 3.2 .3 – Para os licitantes domiciliados fora do Distrito Federal. acarretará a inabilitação do licitante. em plena validade. 3.3 – Prova de Regularidade relativa à Seguridade Social.A não apresentação ou incorreção do documento de credenciamento não inabilitará o licitante. fornecido pela Caixa Econômica Federal (CEF). a prova de regularidade para com a FAZENDA DO DISTRITO FEDERAL será feita mediante apresentação. em plena validade. emitidas pela SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL (Certidão de Tributos e Contribuições Federais Administrados pela Secretaria da Receita Federal) e pela PROCURADORIA DA FAZENDA NACIONAL (Certidão Quanto à Divida Ativa da União) DO MINISTÉRIO DA FAZENDA. de inexistência de fatos supervenientes impeditivos à licitação (Estado de Falência. das respectivas Certidões Negativas ou Certidões Positivas com efeitos de Negativa. ressalvados as declarações de desistência à Interposição de Recursos. 3.3. 3. 3.Apresentação de procuração.1.2 . apresentar documento que comprove sua capacidade de representar a mesma.1 .6 . Recuperação Judicial e/ou Extrajudicial). de Certidão Negativa ou Certidão Positiva com efeitos de Negativa de Tributos Federais.3 . 3. sob pena de retardamento na contratação. 3.5.No caso do titular. empregados menores.Para se manifestar nas fases do procedimento licitatório.2 – Para os licitantes domiciliados no Distrito Federal.4. 21 .5 .4 – As certidões extraídas pela INTERNET terão sua aceitação condicionada à verificação de sua autenticidade junto à previdência social (Dec.3. 3.265.Prova de regularidade relativa ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. conforme dispõe do Art.3.3. 3.036. em plena validade.1 – Declaração sob as penas da lei. será exigida a prova de regularidade para com as FAZENDAS ESTADUAL e MUNICIPAL além da regularidade para com a FAZENDA DO DISTRITO FEDERAL mediante a apresentação. mas impedirá o representante de se manifestar e responder pela mesma.8 . 7° da Lei n.2 – Declaração de que não possui.5. habilitado na forma seguinte: 3.11.3.Fornecer as informações acerca da pessoa física que deverá firmar o contrato.A falta de qualquer dos documentos mencionados no presente Edital e seus Anexos. com apresentação da carteira de identidade do outorgado.Os documentos apresentados em papel de "fac-símile" (FAX) não serão considerados pela Comissão Permanente de Licitação.3. o participante poderá credenciar um representante. com firma reconhecida. diretor ou sócio da empresa. 3. 3. através de CERTIFICADO DE REGULARIDADE DO FGTS .º 8.4 .7 .CRF.

no dia da reunião para recebimento dos respectivos envelopes.9 . deverão entregar sua documentação e proposta em envelopes distintos numerados: nº 01 DOCUMENTAÇÃO e nº 02 PROPOSTA DE PREÇOS. os envelopes contendo as propostas permanecerão em poder da Comissão de Gestão Financeira. 3.11 . mediante recibo. datada. fechados.Quando todos os licitantes forem inabilitados ou todas as propostas forem desclassificadas.1 .1 Os licitantes.5 . em língua portuguesa. dos documentos relativos a esta licitação. 4. As atas serão assinadas pela Comissão e por todos os licitantes presentes. após o recebimento dos envelopes. . 4. 4.2 . escoimada das causas que geraram a inabilitação ou desclassificação.12 . se todos os licitantes participantes manifestarem desistência expressa de interpor recurso. o documento terá validade de 90 (noventa) dias contados da data de sua expedição. fechados e devidamente rubricados pelos presentes. rasuras ou entrelinhas. 4. na hora. 4.Após o Presidente da Comissão de Gestão Financeira declarar encerrado o prazo para recebimento dos envelopes. Os documentos não procurados no prazo de 60 dias serão destruídos pela Comissão de Gestão Financeira. nenhum outro será aceito.DA PROPOSTA 5. sem emendas.9 . na qual serão consignados todos os licitantes. após o julgamento de eventuais recursos interpostos a Comissão fará comunicação aos licitantes.Concluída a fase de habilitação serão restituídos aos licitantes inabilitados.4 . 22 . dia e local fixados neste Edital. ou ainda. serão lavradas atas circunstanciadas e distintas. os seguintes dizeres: NOME DA UNIDADE EXECUTORA E Nº DO CONVITE.1. intenção esta que deverá constar da ata a ser lavrada e assinada por todos os credenciados pelos licitantes. os respectivos envelopes de proposta de preços. obrigatoriamente.1 .A ata da reunião será franqueada aos licitantes para os registros que julgarem necessários e assinatura.8 .Quando não houver prazo estabelecido pelo órgão competente expedidor.7. na parte externa e frontal.A proposta deverá ser elaborada atendendo às seguintes exigências: 5.É vedada. dia e local determinados no Convite. 4. até a data a decisão final. bem como as demais ocorrências que interessarem ao julgamento da licitação. 5 . 4.10 . 4. passar-se-á imediatamente à fase de julgamento da proposta de preços. bem como.Desde que não exista qualquer impugnação ou recurso pendente de julgamento. esta será conferida e rubricada pelos membros da Comissão e pelos licitantes ou por delegados designados para tal fim. as reclamações e impugnações feitas.10 – Transcorrido o prazo recursal sem a respectiva interposição.3 . e apresentados até o dia imediatamente anterior ao do recebimento dos envelopes. contendo.Os documentos ou publicações em órgão da imprensa oficial que contenham informação exigida no edital poderão ser entregues no original ou em cópias autenticadas por autoridade competente ou por membro desta Comissão de Gestão Financeira. assinada na última folha e rubricada nas demais e ser entregue na hora.Ser datilografada.3. a Comissão poderá fixar aos licitantes o prazo de 3 (três) dias úteis para a apresentação de nova documentação ou de outras propostas. 4 – DA HABILITAÇÃO 4.Na hipótese de recurso. Não haverá autenticação pelos membros da Comissão. 4. a inclusão posterior de documentos que deveriam constar originariamente nos mesmos. além da razão social do proponente. 4.Abertos os envelopes contendo a documentação.Das reuniões para recebimento e abertura dos documentos de habilitação e propostas.

6 . 5. irrisórios ou de valor zero. taxas.1 .conter o nome do proponente. seguros. transcorrido o prazo recursal ou decididos os recursos eventualmente interpostos. 6. atendidas todas as condições estabelecidas neste edital e seus anexos. eventualmente constante da proposta.Não serão consideradas as propostas que não satisfaçam as características básicas especificadas neste Edital. suas características e identificação individual ou social. 5.Não será considerada qualquer oferta de vantagem não prevista neste Edital. material.Concluído o julgamento das propostas.Somente os licitantes habilitados passarão à fase de julgamento das propostas. 5. endereço e telefone do representante nesta capital. salvo por motivo justo decorrente de fato superveniente e aceito pela Comissão Permanente de Licitação.1. benefícios e despesas indiretas adotadas. depois de apresentadas. supressões ou retificações em propostas. todos os tributos incidentes e demais encargos necessários para a entrega do serviço concluídos e de acordo com as especificações e projetos apresentados aos licitantes. se existir. contado da data de sua abertura.1 . 23 .Não serão admitidos quaisquer acréscimos. não lhe cabendo o direito de pleitear qualquer alteração do mesmo. supressões. nem se admitirá proposta que apresente preços unitários simbólicos. exclusivamente. 6.1. 5.3 . 6. equipamentos e ferramentas. sendo vedada a retirada das propostas após a abertura dos envelopes a elas correspondentes.1. que compreenderá a análise dos elementos contidos no envelope nº.7 . por meio de sorteio a ser realizado no mesmo instante.1. 7 . serão adotados o critério de menor preço global.Dos atos da Administração que resultarem a habilitação ou inabilitação de licitante e julgamento das propostas. custos. será desconsiderada na ocasião do julgamento. 02 "PROPOSTA DE PREÇOS".2 . 5.5 . endereço. 5. sendo que a terceira casa decimal.3 – conter o preço global expresso em algarismos e por extenso.2 .Conter prazo de validade da proposta não inferior a 60 (sessenta) dias corridos.1 . 6 .1 .Será afixado no quadro de avisos da Instituição Educacional ou da Diretoria Regional de Ensino o resultado de julgamento das propostas.DOS RECURSOS 7. 6. será o procedimento licitatório submetido ao Presidente da Unidade Executora para homologação do procedimento licitatório. mão-de-obra.3. retificações ou desistências de propostas depois de apresentadas.2.Quando se tratar de licitantes de outras cidades deverá ser informado o nome.2 .5.No julgamento das propostas.3 . os preços serão considerados inalteráveis e neles deverão estar incluídas todas as despesas com impostos.Abertas as propostas.DO JULGAMENTO 6.4 – O preço proposto será de exclusiva e total responsabilidade do licitante. 6. fretes.4 – Ocorrendo empate de preços será esse dirimido.5 . 5.Não serão admitidos quaisquer acréscimos.4 . nem preço ou vantagem baseada nas ofertas dos demais licitantes. caberá recurso que será julgado no mesmo instante e perante todos os presentes. 6. em moeda nacional (real). 6.A classificação entre os licitantes considerados qualificados se dará pela ordem crescente dos preços propostos.

hipótese em que tal comunicação não terá efeito de recurso.Decairá do direito de impugnar os termos deste Convite perante a Comissão o licitante que não o fizer até o segundo dia útil que anteceder a data estabelecida para recebimento dos envelopes 01 e 02.DO CONTRATO 8. mediante notificação entregue diretamente a contratada ou por via postal em Aviso de Recebimento (AR). 7. não podendo ocorrer prorrogação em hipótese alguma.A vigência do contrato não poderá ser superior a 12 (doze) meses a partir da assinatura do contrato.7.1 – Os contratos não poderão ser prorrogados. através da apresentação do instrumento de procuração ou documentação equivalente. devidamente fundamentado e assinado.5 .1 – Escrito.O recurso deverá ser: 7. ficarão adstritos ao âmbito da controvérsia.Farão parte integrante do Contrato. 11 . 12 . 7. 8 .Qualquer cidadão é parte legítima para impugnar este Convite por irregularidade. independente de transcrição. 7.DA RESCISÃO DO CONTRATO 12. 24 . poderá o contratante rescindir unilateralmente o presente instrumento contratual. 7. sujeitando-se seu autor às sanções legais e administrativas aplicáveis.2 .8 .Pela ocorrência de algum dos motivos abaixo elencados.Endereçado ao Presidente da Comissão de Gestão Financeira. mediante a utilização de meios meramente protelatórios.2 – A interposição de recursos após a fase de habilitação. todos os elementos apresentados pelo licitante vencedor que tenham servido de base para julgamento da licitação.O contrato não poderá ser alterado pelas partes.3.1 – Quando houver a obrigatoriedade de assinatura do contrato.O recurso somente será conhecido se interposto dentro do prazo. 8.3. devendo a Comissão julgar e responder à impugnação em até 03 (três) dias úteis.4 . 7. bem como as condições estabelecidas neste edital.2 . 7.6 . devidamente credenciado. 9 .3 – Interposto pelo representante legal.1. o mesmo será assinado no mesmo instante. devendo protocolizar o pedido na Unidade Executora até 05 (cinco) dias úteis antes da data fixada para a abertura dos envelopes de habilitação. 8.DA PRORROGAÇÃO DO CONTRATO 11. 7.REAJUSTE 9.1 – Não será aceito pedido de reajuste de preços.1.A interposição de recurso será comunicada aos demais licitantes que poderão impugná-lo.É defeso a qualquer licitante tentar impedir o curso normal do processo.3 .3 . observados os tipos de licitação.3.DA ALTERAÇÃO 10.7 . 7. 10 .

cisão ou incorporação.8 . desde que haja conveniência para a UNIDADE EXECUTORA. 12. 13.2 .2. de alta relevância e amplo conhecimento justificadas e determinadas pela alta esfera administrativa a que está subordinada a contratante e exaradas no processo administrativo que se refere o contrato.3.Razões de interesse Público.1.1.1.Paralisação do serviço sem justa causa e prévia comunicação à Unidade Executora.Cumprimento irregular de cláusulas contratuais.Ocorrência de caso fortuito ou de força maior.1. regularmente comprovada. projetos ou prazos.1 .Subcontratação total do seu objeto.Lentidão do seu cumprimento.5 .9 Alteração social ou modificação da finalidade ou estrutura da empresa.A presença da fiscalização não diminuirá a responsabilidade da contratada. 12. 12.1. bem como fusão. 12.1.Dissolução da sociedade ou falecimento do contratado.1 . cessão ou transferência total ou parciais.10.2 .6 . 13 . 25 .Acompanhar a execução de todos os serviços.2. 12.Judicialmente. que afetem a boa execução do Contrato. nos prazos estipulados.Não cumprimento de cláusulas contratuais. 13. levando a UNIDADE EXECUTORA a comprovar a impossibilidade da conclusão do serviço.Amigavelmente.3.1. que prejudique a execução do contrato. 12.3 – Cabe a contratada a reparação de danos causados direta ou indiretamente à Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal .12. a qual cabe: 13.A fiscalização será exercida pela Comissão de Recebimento de Materiais e Serviços.1. associação da contratada com outrem.1 .ou a terceiros. 13.O contrato poderá ser rescindido: 12.1. por acordo entre as partes. 12. 13.2 . especificações. reduzidas a termo no processo de licitação.Exigir o cumprimento de todos os itens das especificações. 12. impeditiva da execução do contrato.Decretação de falência ou instauração de insolvência civil.2 .DA FISCALIZAÇÃO EXECUÇÃO DO SERVIÇO 13.2 . paralisação ou sustação do contrato. nos termos da legislação. 12. 12.4 .1 . projetos ou prazos. decorrentes da execução das obras ou serviços. 12.1.1.1.Atraso injustificado no início do serviço.3 .infração ou multas ocorridas pela inobservância de qualquer regulamento ou legislação vigente referentes aos serviços executados. a contratada deverá apresentar as devidas justificativas com amparo na legislação. 12. especificações.7. 12.1.11.Ocorrendo impedimento.1.

não comprometam sua lisura e não venham em prejuízo dos demais licitantes. em plena validade. 103 de 31 de maio de 2005.1 . 17. pertinente e suficiente para justificar tal conduta. mediante parecer escrito e devidamente fundamentado. em qualquer fase da licitação. publicado no Diário Oficial do Distrito Federal nº.A Comissão Permanente de Licitação. FUNDO DE GARANTIA POR TEMPO DE SERVIÇO (FGTS).5 .DISPOSIÇÕES GERAIS 17. 14 . desde que não contrariem a legislação vigente.2 . pág.4 . 17.6 .Nenhuma indenização será devido aos licitantes pela elaboração e/ou apresentação de documentos relativos a esta licitação. de ofício ou por provocação de terceiros.O pagamento será de acordo com o Cronograma Físico-Financeiro. objeto do presente Convite.º 8. técnica ou a idoneidade do licitante adjudicado. 05 a 07.A responsabilidade sobre esses serviços não será transmitida aos subcontratados perante a Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal. devendo anulá-la por ilegalidade.4 . serão aplicadas as penalidades estabelecidas no Decreto 26. A contratada continuará respondendo direta e exclusivamente pelas obrigações estabelecidas neste convite. a promoção de diligência destinada a esclarecer ou a complementar a instrução do processo licitatório. deste Convite e seus Anexos.851/2006. sem direito à indenização ou ressarcimento e sem prejuízo de outra sanções cabíveis.A Contratada deverá emitir o documento de cobrança expresso em reais.É facultada à Comissão de Gestão Financeira. 16. 26 . devendo somente ser efetuado em moeda nacional (real). 17.A participação nesta licitação implica na aceitação.3 .13. no interesse da Administração. poderá relevar omissões puramente formais.2 – O presidente da Comissão de Gestão Financeira somente poderá revogar a licitação por razões de interesse público decorrente de fato superveniente devidamente comprovado. passíveis de serem sanadas imediatamente. vedada a inclusão posterior de documentos. 16 . que desabone a capacidade financeira. caso se comprove posteriormente fato existente à época do julgamento. 16. e o recolhimento pela Contratada de qualquer multa que lhe tenha sido imposta em decorrência de atraso na execução do contrato ou inexecução contratual. após a realização dos serviços.Na ocasião do pagamento a contratada deverá apresentar provas de regularidade relativas à SEGURIDADE SOCIAL (CND). 17. para com a FAZENDA DO DISTRITO FEDERAL. bem como vistoriar as instalações das concorrentes. observadas na documentação e propostas.A Comissão de Gestão Financeira poderá sugerir a desclassificação de propostas por ato fundamentado.Será obrigatória a citação na nota fiscal a indicação que o recurso utilizado para pagamento das despesas decorrentes deste convite é do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira da Secretaria de Estado de Educação do Governo do Distrito Federal.DAS PENALIDADES 15.1 – Pelo descumprimento de quaisquer cláusulas ou condições da presente Licitação.4 .069/2006.7 .666/93 e alterações introduzidas pelos Decretos nº 26. plena e irretratável.993/2006 e 27. 17 . que regulamentou a aplicação das sanções administrativas previstas nas Leis Federais Lei n. 17. para com a SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL e. proposto pela contratada e aprovado pela Comissão de Gestão Financeira. 16.DO PAGAMENTO 16.3 .

Presidente da Comissão de Gestão Financeira da Unidade Executora______________________ Aviso de Adiamento Convite n. de de ..gov.º A Comissão de Gestão Financeira comunica aos interessados que o Convite em epígrafe. às _______. ____de _______ de _____.df. às _______horas.Para dirimir quaisquer questões oriundas deste instrumento fica eleito o foro da cidade de Brasília/DF. COMISSÃO DE GESTÃO FINANCEIRA Presidente Aviso de Abertura Convite nº A Comissão de Gestão Financeira da Unidade Executora______________________. com exclusão de qualquer outro. 17.br). Brasília-DF. foi adiado para o dia ________________. no endereço_____________________________________________________________________________O Edital poderá ser retirado no endereço acima ou no sítio da Secretaria de Educação (www. Brasília.O licitante é responsável pela fidelidade e legitimidade das informações e dos documentos apresentados em qualquer fase da licitação.9 . Brasília. sagrou-se vencedor a empresa _________________________. Os autos encontram-se com vista fraqueada aos interessados. Comissão de Gestão Financeira Presidente 27 . de de . Brasília.se.8 . realizado dia ____ de ___________ de _____. ___ de __________ de_____. A COMISSÃO Resultado Convite nº A Comissão de Gestão Financeira comunica aos interessados que na abertura do envelope nº 02 de proposta de preços referente ao Convite em epígrafe. comunica aos interessados a abertura de processo licitatório em epígrafe.17. com data marcada para o dia ____ de ________ de _____. para contratação de ___________________________. no endereço:____________________________________.

.. neste ato representada pelo Diretor.... neste ato............ . brasileiro.... inscrito no Cadastro de Pessoa Física do Ministério da Fazenda sob o nº. de .DAS OBRIGAÇÕES DA SEDF 2.. .. 00. simplesmente Equipe Gestora.. matrícula nº....... (estado civil)...... Subcláusula Primeira ..... com transparência.. inscrita no CNPJ sob o nº...... SEDF e Equipe Gestora.. Prof....... observados os ditames da lei... divorciado. doravante denominado PDAF.. CLÁUSULA SEGUNDA .. portador da Carteira de Identidade nº...394.....075-900. CLÁUSULA PRIMEIRA . Subcláusula Segunda ... ............. na Lei Orgânica do Distrito Federal e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e em legislações decorrentes. por intermédio da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal ...500-34.... pelo Secretário de Estado de Educação do Distrito Federal..de... subordinada à Diretoria Regional de Ensino ... 700 751 451-1 ... doravante denominada. Pelo presente instrumento celebram este Termo de Responsabilidade da Gestão Escolar Compartilhada. o gerenciamento dos recursos materiais e financeiros.. inscrito no Cadastro de Pessoa Física do Ministério da Fazenda sob o nº. publicado no DODF nº.. E A INSTITUIÇÃO EDUCACIONAL/DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO...... o presente instrumento especifica as obrigações e as responsabilidades dos partícipes .O presente Termo de Responsabilidade tem como pressupostos básicos.....1 Cumprir e fazer cumprir as diretrizes e os preceitos.....Para o alcance da finalidade assinalada..OBJETO E FINALIDADE O presente Termo de Responsabilidade tem por objeto estabelecer as obrigações dos partícipes. JOSÉ LUIZ DA SILVA VALENTE...... na Instituição Educacional. a prática pedagógica diversificada e a pedagogia ativa... brasileiro....... doravante denominada.676/0001-07. a autonomia.. CEP 70. inscrito no Cadastro de Pessoa Física do Ministério da Fazenda sob o nº...... de 8 de agosto de 2007....ANEXO XI À PORTARIA Nº 26. portador da Carteira de Identidade nº. .. . de um lado o Governo do Distrito Federal......SSP/RS.. que assuma o desenvolvimento de um currículo por competências.....SEDF e Equipe Gestora... Prof. portanto. . que visa garantir os meios para a efetivação de uma Proposta Pedagógica. nomeado pelo decreto de 7 de agosto de 2007. DE 31 DE JANEIRO DE 2008....SEDF.. ... representada........ ... portador da Carteira de Identidade nº... que pressupõe a centralidade no aluno e. 9º andar.. POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO. estabelecidos na Constituição Federal.147. cujo foco é a qualidade.... TERMO DE RESPONSABILIDADE DA GESTÃO ESCOLAR COMPARTILHADA QUE ENTRE SI CELEBRAM O GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL... nomeados pelo decreto de.... de modo a garantir o avanço no processo pedagógico.. simplesmente SEDF e da Instituição Educacional.. localizada à .......... 28 ........ (estado civil)... matrícula nº. na participação do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira... REPRESENTADA POR SEUS DIRETOR E VICE-DIRETOR.. com sede no anexo do Palácio do Buriti.... . 152.....de 200. 207..... brasileiro...e pelo Vice-Diretor....... publicado no DODF nº. ... na aprendizagem. . .....

Das Obrigações Específicas A Equipe Gestora se compromete a cumprir metas e indicadores educacionais e de gestão. relativas aos recursos transferidos à Instituição Educacional.4 Responder as diligências dentro do prazo estabelecido. estabelecidos na Constituição Federal. Subcláusula .2. 2. nas orientações da SEDF e em legislações decorrentes. CLÁUSULA SÉTIMA . ressalvadas as exigências da legislação vigente. na Política Educacional do Governo do Distrito Federal. de pessoal e administrativa. independentemente das demais medidas legais cabíveis.5 Assegurar autonomia administrativa e financeira. 2. 3.Da Revisão Ocorrerá a revisão. observadas as especificidades da Instituição Educacional. que integrará o presente instrumento. CLÁUSULA QUARTA . entre outras.2 Acompanhar e orientar as ações administrativas e financeiras da Instituição Educacional.3 Garantir as condições básicas de infra-estrutura.9 Transferir o recurso no prazo estabelecido. observadas as normas gerais do Direito Público. 3. para execução da Proposta Pedagógica da Instituição Educacional. 3.1 Cumprir e fazer cumprir as diretrizes e os preceitos. segurança. 3.4 Sistematizar e organizar o acesso. definidos pela Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal. 2. a manutenção e o suporte técnico à rede de informática. Subcláusula . 2.7 Assegurar a qualidade das informações contidas na Solução Integrada de Gestão Educacional . bem como daqueles diretamente arrecadados. observadas as necessidades da Instituição Educacional. por meio da atualização contínua dos dados. na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.3 Entregar a prestação de contas dentro do prazo estabelecido. 2. progressivas. a qualquer tempo.SIGE. no início do exercício financeiro.2 Estabelecer os objetivos a serem atingidos de acordo com o Termo de Responsabilidade assumido. limpeza. 3. merenda e transporte. 2.7 Monitorar e acompanhar o cumprimento do presente Termo de Responsabilidade. conforme diretrizes da SEDF.6 Assegurar transparência nas transferências automáticas de recursos financeiros às Unidades Executoras.DAS OBRIGAÇÕES DA EQUIPE GESTORA 3. a partir de critérios estabelecidos e publicados no Diário Oficial do Distrito Federal. 2. na Lei Orgânica do Distrito Federal. 3.DA RESCISÃO O presente Termo de Responsabilidade poderá ser rescindido: Por acordo entre as partes ou administrativamente. quando da elaboração ou da adequação das metas específicas de cada Instituição Educacional.5 Recolher os recursos diretamente arrecadados. 29 . a contar da data de sua assinatura.8 Cumprir o presente Termo de Responsabilidade em todas as suas cláusulas. no Regimento Interno das Instituições Educacionais da Rede Pública de Ensino. ao cofre do Governo do Distrito Federal. mediante a celebração de termo aditivo. CLÁUSULA TERCEIRA .DA VIGÊNCIA E DAS ALTERAÇÕES CONTRATUAIS O presente Termo de Responsabilidade vigorará por 24 (vinte e quatro) meses.6 Garantir a transparência na prestação de contas. a título de receita. renovável por igual período.

... por mais privilegiado que seja... o que ensejará exoneração da Equipe Gestora.. na presença das testemunhas abaixo assinadas. para dirimir quaisquer dúvidas ou solucionar questões que não possam ser resolvidas administrativamente... das cláusulas.. Brasília... em 03 (três) vias..... estabelecidos neste instrumento. atendidos os aspectos legais..DO FORO Fica eleito o foro de Brasília... renunciando as partes a qualquer outro.Se houver descumprimento... de . os partícipes responsáveis pelo cumprimento deste Termo de Responsabilidade firmam o presente instrumento. CLÁUSULA OITAVA ... objetivos e metas.... E. __________________________________ Diretor da Instituição Educacional (Nome por extenso) _________________________________ Vice-diretor da Instituição Educacional (Nome por extenso) __________________________________ Representante da UEx (Nome por extenso) __________________________________ Representante da UEx (Nome por extenso) ____________________________________ José Luiz da Silva Valente Secretário de Estado da Educação Testemunhas: Nome: Nome: CPF: CPF: 30 . de 2008... por estarem de pleno acordo e.. de igual teor e forma. ainda que parcial. salvo se o descumprimento for ocasionado por ato da SEDF..

ANEXO XVI À PORTARIA Nº 26. DE 31 DE JANEIRO DE 2008.DAR ___________________ CF/DF 1ª VIA CONTRIBUINTE 2ª VIA SEF 18 NOME OU RAZÃO SOCIAL 06 INSCRIÇÃO DO IMÓVEL 07 PLAC A 08 NÚMERO DO PROC/AIA/NOT 09 CPF OU CNPJ (CGC) 19 ENDEREÇO 20 CIDADE 10 RESERVADO À SEF 21 ESPECIFICAÇÃO DA RECEITA 11 RESERVADO À SEF 22 INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES 23 TELEFONE ATENÇÃO VERIFICAR INSTRUÇÃO DE PREENCHIMENTO NO VERSO 12 RESERVADO À SEF 13 PRINCIPAL 14 MULTA 15 JUROS DE MORA 16 OUTROS 17 VALOR TOTAL AUTENTICAÇÃO MECÂNCIA 31 . Modelo aprovado pela Secretaria da Fazenda do Distrito Federal para o DAR DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE FAZENDA 01 CARIMBO DO CF/DF 02 CÓDIGODA RECEITA PARCELA OU REFERENCIA 05 EXERCÍCIO 04 DATA DO VENCIMENTO DOCUMENTO DE ARRECADAÇÃO .

_____________ de _____________________ de ______________. DE 31 DE JANEIRO DE 2008. ____________________________________________________________ (NOME DO DIRETOR DA INSTITUIÇÃO EDUCACIONAL OU DA DRE) 32 .ANEXO X À PORTARIA Nº 26. GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL RELATÓRIO MENSAL DE ACOMPANHAMENTO DAS DESPESAS COM CONCESSIONÁRIAS Nome da Unidade Executora: Nome da Diretoria Regional de Ensino Nome da Instituição Educacional: Mês/Ano de competência: Serviço Prestado Água e Esgoto Energia Elétrica Telefonia Serviços de Banda Larga Valor final da conta (R$) Consumo: Número do Registro/Telefone Data de Pagamento Brasília-DF.

segue os termos da licitação. independente de transcrição. O pagamento será feito mediante apresentação de Nota Fiscal especificando os valores relativos ao ISS. CLÁUSULA QUINTA – PAGAMENTO 5. inscrita no CNPJ sob nº________________________________com sede _____________________________________. que passa a integrar o presente contrato. _____/200___ QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIDADE EXECUTORA________________________________________________ E __________________________________. modalidade Convite nº___________e de acordo com a proposta de preços apresentada pela contratada. O valor total do presente Contrato é de R$ _______________(_________________________). 5. com sede _____________________________________________. resolvem firmar o presente Contrato baseado no Programa de Descentralização Administrativa e Financeira da Secretaria de Estado de Educação do Governo do Distrito Federal. a ser paga no prazo máximo de 5(cinco) dias de sua apresentação. Certidão Negativa de Débito com o INSS.DO VALOR 4.ANEXO IV À PORTARIA Nº 26. se for o caso. CLÁUSULA QUARTA . procedente da transferência de recursos do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira da Secretaria de Estado de Educação do Governo do Distrito Federal . residente e domiciliado em Brasília-DF. DE 31 DE JANEIRO DE 2008.DA FORMA E REGIME DE EXECUÇÃO O Contrato será executado sob o regime de empreitada por preço global. neste ato representado por seu presidente Sr.DO PROCEDIMENTO O presente Contrato é baseado no Programa de Descentralização Administrativa e Financeira da Secretaria de Estado de Educação do Governo do Distrito Federal. CI nº __________________________________. Não cabe a este contrato nenhum tipo de reajuste. 4.3. A Nota fiscal deverá detalhar todo o material adquirido e/ou serviço prestado. em plena validade: Certidão Negativa de Débitos para com o GDF. inscrita no CNPJ sob nº____________________________________. IR e INSS. 33 . doravante denominada CONTRATADA.1. CLÁUSULA TERCEIRA .(Srª) ____________________________________________. devidamente atestada pela Comissão de Recebimento de Materiais e Serviços. CPF nº _______________________________________. CLÁUSULA SEGUNDA . Certificado de Regularidade do FGTS (CRF). doravante denominada CONTRATANTE e a empresa ___________________________________________. CONTRATO Nº.2. CLÁUSULA PRIMEIRA . A UNIDADE EXECUTORA ___________________________________. de empresa especializada para 5.DO OBJETO Constitui objeto do presente Contrato a contratação ___________________________________________________. Na ocasião do pagamento a CONTRATADA deverá apresentar a seguinte documentação. representada por _______________________________________.1.2.

com antecedência mínima de 60 (sessenta) dias. não excluindo ou reduzindo essa responsabilidade. para dirimir quaisquer dúvidas relativas ao cumprimento do presente Contrato.CLÁUSULA SEXTA – DO PRAZO DE VIGÊNCIA O contrato terá o prazo de ___________ (________) meses a contar da data de sua assinatura.DAS OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA 7. conforme as obrigações por ela assumidas. para tanto. correndo exclusivamente por sua conta. CLÁUSULA OITAVA . manifestação escrita de uma das partes. Responsabilizar-se pela contratação de todo o pessoal e cumprir as prescrições referentes às leis trabalhistas e Previdência social. todas as despesas correspondentes.3. de igual teor e forma. Distrito Federal.2.______________________________2.___________________________ Nome: Nome: CPF: CPF: 34 . _______ de _________________ de 200__. Manter durante a execução do Contrato. CLÁUSULA NONA . CLÁUSULA SÉTIMA . Brasília-DF. que a tudo assistiram. CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA . mesmo que haja fiscalização ou acompanhamento. 7.DAS PENALIDADES A Contratada estará sujeita as penalidades previstas no Decreto nº. bastando.DA DISSOLUÇÃO O Contrato poderá ser dissolvido de comum acordo. completa e exclusiva do acordo entre elas celebrado. assinam o presente Instrumento. por assim estarem de pleno acordo. 26851/06 ou outra legislação que vier a alterálo.1. Responsabilizar-se pelos danos causados diretamente à CONTRATANTE ou a terceiros decorrentes de sua culpa ou dolo na execução do objeto do Contrato. E. em 02 (duas) vias. 7. sem interrupção do curso normal da execução do Contrato.DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Declaram as partes que este Contrato corresponde à manifestação final.DO FORO Fica eleito o foro de Brasília. na presença das duas testemunhas abaixo. para todos os fins de direito. todas as condições de habilitação e qualificação exigidas no procedimento licitatório. CLÁUSULA DÉCIMA . Pela CONTRATANTE: ____________________________________________ (nome da UEx e do respectivo presidente) Pela CONTRATADA: ______________________________________________ (nome da contratada e do respectivo representante) TESTEMUNHAS: 1.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful