Você está na página 1de 26

Administrativos

Processos

CONTROLE
TÁTICO E OPERACIONAL
2/28
CONTROLE TÁTICO
Administrativos
Processos

• É o controle exercido no NÍVEL INTERMEDIÁRIO.


• Também denominado CONTROLE DEPARTAMENTAL ou
CONTROLE GERENCIAL.
• Seu conteúdo está limitado a aspectos DEPARTAMENTAIS.
• É direcionado para o MÉDIO PRAZO ou para o EXERCÍCIO CONTÁBIL,
em geral 12 meses de duração.
• BASEIA-SE EM DOIS CONCEITOS IMPORTANTES:
1. RETROINFORMAÇÃO:
④ Mecanismo que fornece informações relativas ao
desempenho passado ou presente.
2. HOMEOSTASE:
④ A tendência que os organismos tem de retornarem ao estado de
equilíbrio estável, quando submetidos a algum estímulo
(perturbação) externo.
2/26
O PROCESSO DE
CONTROLE TÁTICO
Administrativos
Processos

Objetivos Definidos no
Nível Institucional

NÍVEL
INTERMEDIÁRIO PADRÕES
Comparação
Dos Resultados
Ações Com Padrões
Corretivas
Avaliação de
Desempenho
Entradas Resultados
NÍVEL
OPERACIONAL
Recursos
3/26
O PROCESSO DE
CONTROLE TÁTICO
Administrativos
Processos

1
Estabelecimento
de Padrões
4 2
Ação Avaliação
Corretiva dos
Resultados
3
Comparação dos
Resultados
com os
Padrões
4/26
1 – ESTABELECIMENTO DOS PADRÕES
Administrativos
Processos

➫ Os padrões táticos de controle dependem


diretamente dos OBJETIVOS, ESPECIFICAÇÕES e
RESULTADOS resultantes do planejamento tático.
➫ Um padrão significa um nível de realização ou de
desempenho que se pretende adotar com referência.
➫ A finalidade do controle tático é assegurar que os
resultados departamentais se ajustem aos planos táticos.
➫ O PADRÃO fornece critérios para medir o desempenho a
avaliar os resultados.
➫ Ao fixar os objetivos principais, cada departamento define
os PADRÕES pelos quais poderá verificar se o que está ou
não se atingindo dentro do que se propôs alcançar.
5/26
TIPOS DE PADRÕES
TÁTICOS
Administrativos
Processos

• Volume de Produção
PADRÕES DE • Níveis de Estoque
QUANTIDADE • Número de Horas Trabalhadas
• Total de Vendas

• Matéria-Prima
PADRÕES DE • Qualidade de Produto
QUALIDADE • Especificações do Produto
• Atendimento ao Consumidor
PADRÕES DE
CONTROLE
• Tempo-Padrão de Produção
PADRÕES DE • Tempo-Médio de Estocagem
TEMPO • Ciclo Operacional
• Tempo de Atendimento ao Cliente

• Custo de Produção
PADRÕES DE • Custo de Estocagem
CUSTO • Custo Padrão
• Custo de Financiamento
6/26
2 – AVALIAÇAÕ DOS
RESULTADOS
Administrativos
Processos

➫ É o ACOMPANHAMENTO da execução dos PLANOS


de ação de CADA UNIDADE organizacional.
➫ Seu objetivo é AVALIAR O DESEMPENHO ou garantir
que os RESULTADOS estejam DENTRO DOS LIMITES
previstos pelos padrões.
➫ É o instrumento adequado para INFLUIR NAS DECISÕES a
fim de CORRIGIR a ATIVIDADE PLANEJADA.
➫ A CENTRALIZAÇÃO/DESCENTRALIZAÇÃO influencia o
controle:
➫ Maior DESCENTRALIZAÇÃO maior ênfase nos
controles globais.
➫ Maior CENTRALIZAÇÃO: maior ênfase nos padrões
detalhados de cada fase do trabalho. 7/26
3 – COMPARAÇÃO DOS RESULTADOS
COM OS PADRÕES
Administrativos
Processos

➫ Proporciona a INFORMAÇÃO DE RETORNO sobre a quantidade,


qualidade, tempo e custo das atividades de cada departamento,
permitindo sua avaliação com relação aos padrões.
➫ O processo de comparação repousa na MENSURAÇÃO, na
VARIÂNCIA e no PRINCÍPIO DA EXCEÇÃO.
➫ MENSURAÇÃO:
➫ É a informação sobre o desempenho de uma unidade,
de modo a avaliá-la de acordo com algum critério
QUANTITATIVO ou QUALITATIVO.
➫ VARIÂNCIA:
➫ É o grau de desvio ou afastamento do desempenho
atual em relação ao padrão estabelecido.
➫ PRINCÍPIO DA EXCEÇÃO:
➫ Deixar de lado as ocorrências normais e concentrar-se
nas exceções, que requerem ações corretivas. 8/26
TÉCNICAS
DE MENSURAÇÃO
Administrativos
Processos

1. OBSERVAÇÃO:
• O NÍVEL DE ATIVIDADE, o COMPORTAMENTO dos
empregados, suas REAÇÕES e SUGESTÕES, são
diretamente observados e utilizados.
• Indagações feitas aos EMPREGADOS, comentários
de CLIENTES, notícias de CONSUMIDORES, são um
importante meio.

2. RELATÓRIOS:
• Relatórios Narrativos: descritivos (verbais ou escritos).
• Relatórios Estatísticos: comparações quantitativas.
• Relatórios Periódicos: semanais, mensais, anuais.
• Relatório de Progresso: folow-up ou de seguimento.
• Relatórios Especiais: esporádicos, específicos e não-rotineiros.
9/26
4 – AÇÃO CORRETIVA
Administrativos
Processos

➫ Os administradores concentram em suas


mãos o controle sobre muitos assuntos e
somente autorizam o prosseguimento das
atividades após certificarem-se de que os
padrões estão sendo observados.
➫ Cada administrador procura verificar as
possíveis alterações da decisão sobre os
planos de suas áreas.
➫ A verificação e o controle de certos assuntos
são delegados a terceiros.
10/26
TIPOS DE CONTROLES
TÁTICOS
Administrativos
Processos

1. CONTROLE ORÇAMENTÁRIO:
• Constitui um sistema que busca definir previamente as
despesas de custos fixos e variáveis a serem incorridos
no exercício contábil de cada unidade.
• Perfaz um plano apresentado em linguagem monetária.
• A atividade da empresa é traduzida em dinheiro.
• AS PRINCIPAIS VANTAGENS SÃO:
1. Aprimoramento do planejamento tornando-o mais objetivo e
realista.
2. Auxílio a coordenação: a troca de informações permite a
detecção de desequilíbrios.
3. Controle global: pelo estabelecimento de padrões e pela
elaboração de relatórios que indicam desvios e medidas
corretivas . 11/2
TIPOS DE CONTROLES
TÁTICOS
Administrativos
Processos

2. ORÇAMENTO-PROGRAMA:
• Nasceu no Departamento de Defesa dos EUA.
• Veio substituir os pedidos orçamentários anuais.
• Requer a identificação das missões e despesas com elas
relacionadas, desde a justificativa de sua necessidade, o
projeto e a produção, até sua entrega e utilização.
3. CONTABILIDADE DE CUSTOS:
• É um ramos especializado da contabilidade.
• Utiliza a seguinte classificação de custos:
1. CUSTOS FIXOS: são permanentes e constantes. Não
dependem do volume de produção ou atividade da empresa.
2. CUSTOS VARIÁVEIS: Estão diretamente relacionados com
o volume de produção e nível de atividade da empresa.
12/2
CONTROLE OPERACIONAL
Administrativos
Processos

• É o subsistema de controle realizado no nível de


execução das operações.
• É uma forma de controle realizada sobre a execução das
tarefas e operações desempenhadas pelo pessoal não-
administrativo.
• Refere-se aos aspectos mais específicos como: Tarefas e
Operações.
• Sua dimensão de tempo é o CURTO PRAZO.
• Seu objetivo é imediatista e focado no cotidiano da empresa:
avaliar e controlar o desempenho das tarefas e operações a
cada momento..
• É voltado para a realidade concreta da empresa: o dia-a-dia.
13/26
O PROCESSO DE CONTROLE
OPERACIONAL
Administrativos
Processos

1
Estabelecimento
de Padrões
4 2
Ação Avaliação
Corretiva dos
Resultados
3
Comparação dos
Resultados
com os
Padrões
14/26
O PROCESSO DE CONTROLE
OPERACIONAL
Administrativos
Processos

Entrada Saída
TAREFA OU LOCALIZAÇÃO
OPERAÇÃO DE DESVIOS
Matéria-Prima Objetivo
Mão-de-Obra Resultado
Planos

Retroação
Ação
Corretiva PROCESSO DE
CORREÇÃO

15/2
1 – ESTABELECIMENTO DOS
PADRÕES
Administrativos
Processos

➫ PADRÕES são metas de desempenho. São a base


fundamental do controle operacional.
➫ O PADRÃO é o ponto de referência para o que será
feito.
➫ os PADRÕES devem sempre conter melhorias futuras.
➫ Um PADRÃO é uma norma ou um critério que serve como
base para avaliação ou comparação de algo: metro, litro,
grama, watt, bell (padrões de medida universais).
➫ Os PADRÕES constituem um nível aceitável de eficiência
da produção.
➫ devem ser utilizados para motivar as pessoas a executar
as operações com eficiência.
16/2
2 – AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO
Administrativos
Processos

➫ Consiste em avaliar o desempenho por


meio do acompanhamento e da
monitoração do que está sendo
executado.

➫ Busca colher dados


sobre o que está
sendo realizado.

17/26
3 – COMPARAÇÃO DO DESEMPENHO
COM OS PADRÕES
Administrativos
Processos

➫ Consiste em comparar o desempenho com o que foi


previamente estabelecido como padrão, para verificar se há
DESVIO ou VARIAÇÃO.
➫ Trata-se de alinhar o desempenho com o padrão planejado e
verificar possíveis distorções ou falhas.
➫ Pode resultar em três Possibilidades:
➫ CONFORMIDADE OU ACEITAÇÃO:
➫ O resultado está de acordo com o
planejado. Aceito.
➫ ACEITAÇÃO:
➫ O resultado apresenta leve desvio,
mas dentro da tolerância.
➫ REJEIÇÃO:
➫ O resultado apresenta desvio,
afastamento, ou discrepância para mais
18/26
ou para menos, além da tolerância.
4 – AÇÃO CORRETIVA
Administrativos
Processos

➫ É função básica do controle.


➫ O propósito é corrigir, reduzir ou eliminar os
desvios observados em relação ao padrão.
➫ Busca colocar as coisas em ordem. Fazer as
coisas caminharem de acordo com o planejado.
➫ Deve permitir a correção das falhas de planejamento
e direção.
➫ Deve permitir o próprio aperfeiçoamento, detectando
falhas e impropriedades nele contidas.
➫ Uma boa parte das ações corretivas é realizada
sobre pessoas é a chamada AÇÃO DISCIPLINAR.
19/26
Ação Disciplinar
Administrativos
Processos

➫ É a ação corretiva realizada sobre o comportamento das


pessoas.
➫ Poder ser:
➫ POSITIVA: encorajamento, recompensas, reconhecimento.
elogios, treinamento ou orientação
➫ NEGATIVA: advertências, castigos, admoestações,
desligamento.
➫ Para ser eficaz deve ter as seguintes características:
➫ DEVE SE ESPERADA: prevista previamente em regras/regulamentos
➫ DEVE SER IMPESSOAL: não focar em indivíduos/grupos.
➫ DEVE SER IMEDIATA: tão logo seja detectado o desvio.
➫ DEVE SER CONSISTENTE: devem ser feitas para todos.
➫ DEVE SER LIMITADA AO PROPÓSITO: tomada a ação as
coisas devem tornar a normalidade>
20/26
TIPOS DE CONTROLES
OPERACIONAIS
Administrativos
Processos

1. CUSTO PADRÃO:
• Envolve material direto, mão-de-obra direta e custos
indiretos.
• Esses padrões são desdobrados em dois componentes:
Preço-padrão e Qualidade-Padrão.

2. CONTROLE DE ESTOQUES:
• É o inventário do volume de materiais ou produtos em
estoque.
• Manutenção dos estoques de materiais, de materiais em
processamento ou de produtos acabados em níveis adequados
as necessidades operacionais.
21/26
TIPOS DE CONTROLES
OPERACIONAIS
Administrativos
Processos

3. PROGRAMAÇÃO DE PRODUÇÃO JUST-IN-TIME:


• Significa uma tentativa de reduzir custos e melhorar o
fluxo de trabalho por meio da programação de materiais
que devem chegar a uma estação de trabalho no
momento certo e na quantidade certa.
• Os principais FATORES DE SUCESSO são:
1. A ALTA QUALIDADE DO FORNECIMENTO:
• Os usuários devem receber somente bons materiais dos
fornecedores.
1. CADEIA DE FORNECEDORES:
• Um número mínimo de fornecedores facilita a negociação e a
entrega de qualidade.
1. CONCENTRAÇÃO GEOGRÁFICA:
• Menor tempo de trânsito dos fornecedores para os clientes.
1. TRANSPORTE E MANUSEIO DE MATERIAIS EFICIENTES:
• O transporte entre fornecedor e usuários deve ser
extremamente confiável.
1. FORTE COMPROMISSO DA ADMINISTRAÇÃO. 22/26
TIPOS DE CONTROLES
OPERACIONAIS
Administrativos
Processos

4. PRODUÇÃO EM LINHA DE MONTAGEM:


• É um mecanismo impessoal de controle cuja função é
exercer, mais do que a hierarquia administrativa, uma
contínua limitação do desempenho dos subordinados.
• A linha de montagem reduz as responsabilidades do chefe na
supervisão dos subordinados e aumenta a responsabilidade
de ajudá-los e treiná-los.
• Ao contrário da hierarquia administrativa, o subordinado pede
ajuda ao supervisor, mais do que o supervisor faz exigências ao
subordinado.
5. QUADROS DE PRODUTIVIDADE:
• São quadros estatísticos que abordam
aspectos quantitativo e qualitativo do
desempenho dos subordinados.
• Colocados em lugar público para
conhecimento de todos.
23/26
TIPOS DE CONTROLES
OPERACIONAIS
Administrativos
Processos

6. AUTOMAÇÃO:
• A MECANIZAÇÃO substituiu o músculo humano ou do
animal pela máquina (1ª Revolução Industrial).
• A AUTOMAÇÃO passou a substituir o cérebro humano
pela máquina (2ª Revolução Industrial) – A revolução
da Cibernética.
• AUTOMAÇÃO é utilizado para definir operações desempenhadas
por máquinas ou sistemas automaticamente controlados.
7. MEDIDAS NÃO FINANCEIRAS DE DESEMPENHO:
• Juntas, a MEDIÇÃO FINANCEIRA e a MEDIÇÃO NÃO
FINANCEIRA, aumentam a abrangência ao envolver vários
objetivos de desempenho (as vezes conflitantes).
• Exemplos: Rotatividade de Estoques, Rotatividade de Pessoal,
Pontualidade nas Entregas, Tempo entre o Pedido e a Entrega,Tempo de
Resposta ao Cliente (carta, telefone, e-mail), Tempo de Desenvolvimento de
novos Produtos, Nível de Satisfação dos Empregados, Número de Reclamações
24/26 de Clientes, Nível de Satisfação dos Clientes.
TIPOS DE CONTROLES
OPERACIONAIS
Administrativos
Processos

8. CONTROLE DA QUALIDADE:
• Consiste em assegurar que a qualidade do produto
atenda aos padrões prescritos.
• QUALIDADE significa a adequação aos padrões definidos
previamente.
• PODE SE FEITO DE TRÊS MANEIRAS:
1. CONTROLE DA QUALIDADE 100%:
• Corresponde a inspeção total da qualidade (alto custo).
• A totalidade dos itens deve ser comparada com o padrão para
verificar se há desvio ou variação.
1. CONTROLE DE QUALIDADE POR AMOSTRAGEM:
• Um lote de amostras são recolhidos aleatoriamente, ao acaso,
ou periodicamente para serem inspecionados.
1. CONTROLE DE QUALIDADE ALEATÓRIO:
• Controle Probabilístico ou Inspeção Probabilística.
• Consiste em inspecionar somente uma certa porcentagem de
produtos tomada aleatoriamente 25/26
Administrativos
Processos

“Gerenciamento é ciência. Liderança é arte.”


(BARRY WOLF - Presidente do American Institute of Management and Development)