Você está na página 1de 13

A DEMOCRACIA BRASILEIRA

– Constituição de 1988
• A DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA;

• O DIREITO DO INDIVÍDUO À SUA


CIDADANIA;

• RECONHECIMENTO DA IGUALDADE
BÁSICA ENTRE OS SERES HUMANOS;

• A GARANTIA DE QUE A IGUALDADE DA


CIDADANIA ESTÁ ACIMA DAS
DESIGUALDADES ECONÔMICAS.
Art. 227 (C.F) A Liberdade A Saúde
Art. 4° do (Eca)
A Alimentação O Respeito

A Convivência O Direito à Vida


Familiar
É
A Educação DEVER DA FAMÍLIA, A Dignidade
DA SOCIEDADE E DO
PODER PÚBLICO
A Convivência ASSEGURAR A Cultura
Comunitária

O Esporte O Lazer A Profissionalização

COM ABSOLUTA PRORIDADE


DIREITO À

• CULTURA
• VIDA • DIGNIDADE
• SAÚDE • RESPEITO
• ALIMENTAÇÃO • LIBERDADE
• EDUCAÇÃO • CONVIVÊNCIA
FAMILIAR
• LAZER
• CONVIVÊNCIA
• ESPORTE
COMUNITÁRIA
• PROFISSIONALIZAÇÃO
NEGLIGÊNCIA
DISCRIMINAÇÃO
Além de colocá-los a EXPLORAÇÃO
salvo de toda forma de
VIOLÊNCIA
CRUELDADE
OPRESSÃO
Direitos das crianças e adolescentes

Vigorava no Brasil a doutrina do menor em


situação irregular( Código de Menores- 1979 ) , em
que só se vê a criança em situação de irregularidade
e não como uma pessoa dotada de dignidade.
A partir do Estatuto
da Criança e do
Adolescente( lei
8069/90), introduziu-
se a doutrina da
Proteção Integral.
No Brasil , as crianças e adolescentes
representam 61 milhões( 35,9% da
população local. Deste universo 45%
do total de crianças e adolescentes são
pobres, 71% são indígenas o são e
58% de crianças negras. .
O caminho da garantia dos direitos é
conhecer o ECA na sua especificidade de
observar violações que acontecem
cotidianamente ,sendo que,na maioria
das vezes passam despercebidas, deve-se
identificar o agente violador e propor
uma ação reparadora.
Premissas do Estatuto
da Criança e do
Adolescente
• Intensificar e fortalecer as políticas
públicas. Este fortalecimento se dá a partir
das diretrizes, em que as ações e projetos
devem ser articulados entre Governo e
Sociedade Civil e harmônicos entre si.
Considerando que estas ações e projetos
auxiliam no processo de transformação
social, é desafiador trabalhar o conceito
de Rede, descrito no Art. 87
O ECA institui órgãos
responsáveis em zelar pelos
direitos das crianças e
adolescentes.

Conselhos de Direitos-compostos de
forma paritária( governo e sociedade
civil ) para deliberação de políticas
públicas.
O Conselho Estadual dos Direitos da
Criança e do Adolescente normatiza,
delibera e realiza o controle social
das ações implantadas no Estado
• Conselho tutelar- composto por
cidadãos comuns eleitos por
suas comunidades para zelar e
garantir os direitos das crianças
e adolescentes.
Desafios da REDE

•Esclarecer os objetivos da rede;


•Promover a participação dos setores governamentais e sociedade
civil;
•Fazer a atualização e mapeamento dos serviços da rede e
socializar esta informação;
•Executar um planejamento local e coordenar as ações das redes
regionais;
•Ampliar os serviços (creches, geração de renda, atenção à
saúde);
Lembretes Importantes!

• As pessoas são livres.


• Risco do “fatalismo” e do “determinismo social”.
• Risco do preconceito e da falta de respeito às
diferentes configurações familiares e modos de
viver.
• Necessidade de trabalhar a capacidade de acolhida,
escuta e empatia.
• Necessidade de acreditar nas “fortalezas” da
família.