Você está na página 1de 40

Organização, rotina e materiais utilizados para

estética facial.

Prof. Geisenely Vieira Santos Ferreira


BIOSSEGURANÇA EM ESTÉTICA
BIOSSEGURANÇA EM ESTÉTICA
 Higiene Pessoal No Ambiente de Trabalho
 local de trabalho é onde passamos a maior parte do
nosso tempo
 Além da limpeza diária do local de trabalho, é
necessária uma boa higiene pessoal
 Escovar os dentes no ambiente de trabalho.
 Manter os cabelos sempre bem penteados e presos
 Maquiagem profissional
Postura Profissional

 Cuidados pessoais:
 Cuidados com as roupas:
 Organização pessoal:
 Atenção ao modo de se comunicar
 Assuma uma boa postura no ambiente de
trabalho
 A linguagem corporal fala muito sobre você:
 Tenha um bom código de ética:
Mascara
MATERIAIS Cubeta
MATERIAIS Cubeta rim
MATERIAIS
MATERIAIS Pipeta
MATERIAIS Cureta extratora
MATERIAIS Cureta de alça dupla
MATERIAIS Cureta de alça dupla
MATERIAIS
Introdução a Estética Facial II

 Tratamentos estéticos faciais promovem o bem


estar e recuperação da pele, depois de identificada e
analisada por um profissional habilitado, então, será
definido todo o processo de tratamento, como,
limpeza de pele, rejuvenescimento, anti-acnes,
manchas e vários outros benefícios que sua pele
merece.
Higienização da pele

 O procedimento de higienização consiste na


remoção das impurezas acumuladas na superfície da
pele, desobstruindo os óstios
Finalidade

 Facilitar a penetração de cosméticos e aumenta a


oxigenação dos tecidos.
 Favorecer a escolha do plano de tratamento.
Peles normais

 Pele equilibrada.
 Textura normalmente é fina, flexível, muito macia e aveludada.
 Possui quantidade exata de hidratação e oleosidade, a pele Exige
menos cuidados, estando livre de manchas e o aparecimento de
espinhas.
 Por ser balanceada, os poros da pele normal são pequenos e
imperceptíveis.
 Como tudo que está em perfeito equilíbrio, a pele normal é o tipo
menos recorrente na fase adulta. Porém, quando somos crianças,
aquela pele de bebê que todo mundo acha linda, é a famosa pele
normal, ou cientificamente conhecida como eudérmica
Peles oleosas e acneicas

 Alta produção de sebo


 Oleosidade fica acumulado no interior dos poros,
fazendo com que eles fiquem mais dilatados e, portanto,
mais visíveis.
 A produção exacerbada de gordura pode ter diversas
causas, tais como: mudanças hormonais, estresses ou até
mesmo efeito colateral de medicamentos.
 Além disso, a abundância de gordura produzida acarreta
em uma aparência mais brilhosa da pele e uma textura
mais oleosa, ao mesmo tempo em que é pálida e muito
grossa.
 Pele Alipica ou Alipidica
Pele mista

 A pele mista também possui um excesso de oleosidade


restringindo-se apenas à “zona T”, que envolve testa,
nariz e queixo.
 Nessas áreas os poros também são muito dilatados e
visíveis, justamente por estarem inchados com grandes
quantidades de sebo, resultando em um aspecto oleoso.
 Nas demais regiões, como nas bochechas e na área dos
olhos, a pele pode variar entre seca e normal, sendo a
última mais recorrente.
 A pele mista é com certeza o tipo de pele mais comum
entre as pessoas, justamente por estar nessa zona
intermediária, entre a pele oleosa e a pele normal ou, até
mesmo, a pele seca.
Higienização da Pele

 Permeabilidade seletiva de água


 Proteção dos raios UVA e UVB
 Proteção contra impactos
 Sensorial (corpúsculos de Pacini)
 Excreção
 Imunidade
CLASSIFICAÇAO DE GLOGAU
CLASSIFICAÇÃO DE FITZPATRIK
Higienização da Pele
HIGIENIZAÇAO FACIAL

 Requisitos dos cosméticos de higienização:


 Possuir detergência moderada
 Espalhar facilmente e bom poder de arraste
 Ser ligeiramente antisséptico
 Ação superficial e pH combatível com o cutâneo
 Fácil eliminação e deixar a pele suave
 Compatível dermatologicamente
Importância do pH
HIGIENIZAÇAO FACIAL

 Formulações –
Cosméticos de limpeza
Sabonete
Géis
Mousse
Loção ou creme
Serum
HIGIENIZAÇAO FACIAL

 Sabonete Líquido
 Sabonete antisséptico
 Sabonete Cremoso
 Sabonete Barra
 Sabonete Esfoliante
Equilíbrio hídrico da pele

 Emulsão epicutânea

 Trocas de água entre a pele e meio ambiente


(transpiração; absorção da água do ambiente; ou
cosméticos).

 Falta de água no estrato córneo: deficiência sudoral;


na absorção (respiração) e fatores hidro-retentores
Mecanismos que controlam a hidratação e
lubrificação da pele

 Creme noturnos – (baixa espalhabilidade e alta


oleosidade)óleo de amêndoas e oleato de oleila

 Cremes e loções para o dia e fotoprotetor (cuidado da


pele) (média espalhabilidade e oleosidade) oleato de
decila; miristato de miristila

 Creme e loções para o dia; mãos; corpo (alta


espalhabilidade e baixa oleosidade)dioctil ciclo
hexano; miristato de isopropila;
Maior aceitação do paciente

 São estes detalhes que mudam de uma marca para


outra ou entre os produtos maior aceitação do cliente

 Demonstra o preparo da profissional que escolhe o


melhor produto para cada tipo de pele
Emoliente

 São substâncias como óleos ou lipídios, que têm


finalidade de suavizar, amaciar ou tornar
a pele mais flexível.

 Os emolientes diminuem a perda transepidermal


de água e mantêm o nível adequado de umidade no
estrato córneo, permitindo flexibilidade cutânea.
Umectante

 São substâncias que contêm água em sua formulação

 Criam uma camada protetora, que protege a pele de


perder água para a atmosfera, mantendo-a umedecida.

 Essas substâncias não permeiam no estrato córneo, elas


formam um filme hidrofílico sobre a pele, retendo água
na superfície da camada córnea.

 Também são adicionadas nos cosméticos para melhorar


a consistência do produto,
Hidratante

 Conseguem permear na camada córnea, ligando-se


às moléculas de água, retendo-as em toda sua
extensão não somente superficialmente.

 Uma das substâncias hidratantes mais utilizadas


na cosmética é a ureia.
Oclusão

 Hidratação por oclusão acontece quando os ativos


presentes no cosmético promovem uma redução da
evaporação.
higienização

 limpeza
Faça uma limpeza facial sem agredir ou ressecar a
pele. É preciso que o sabonete específico para
limpeza tenha ativos para remover impurezas, como
restos de maquiagem e poluição.
Esfoliação

 Esfoliação
Deve ser feita de uma a duas vezes por semana. O
objetivo é remover as células mortas e desobstruir os
poros, além de retirar os incômodos cravos.

 Renovação celular, retira células mortas, afina e


prepara a pele para a penetração de cosméticos,
melhora circulação sanguínea, elimina toxinas e
estimula a produção de colágeno
Tonificação

 tonificação
 PH 4,6 a 5 ,8
A função do tônico é equilibrar o PH da pele. Ele
também remove sujeiras que não foram totalmente
retiradas na primeira etapa. Deve ser usado todos os
dias de manhã e antes de dormir
Hidratação

 Hidratação

É importante para devolver a umidade ao rosto. Evita


o ressecamento causado por raios solares, vento e
poluição. Dá proteção a pele e a deixa macia e
saudável. Esta etapa precisa ser feita todos os dias
após a esfoliação ou tonificação
 Protetor solar