Você está na página 1de 36

MERCADO DE DERIVATIVOS

O que são Derivativos?


- São mercados em que ocorrem operações com liquidações
futuras.
- Sua origem está ligada ao fato dos preços de seus
contratos derivarem dos preços do ativo subjacente ao
contrato.
Finalidades dos derivativos:
- Hedge: é uma operação que visa fixar antecipadamente o
preço de uma mercadoria ou ativo financeiro diminuindo assim
o risco a oscilações de preços. Mantém os preços.
- Arbitragem: são operações que aproveitam a diferença entre
preços de um mesmo produto negociado em mercados
diferentes. O arbitrador é o participante que objetiva lucrar.
Ele compra barato e vende mais caro. Lucrando com o
diferencial. O processo de arbitragem causa uma queda de
preços. Arbitrador age como árbitro por eliminar distorções
de preços.
- Especulação: Procura obter lucro. Não há
necessidade de proteção visto que suas
negociações não ocorrem no mercado físico.
Mesmas ações dos Hedgers, porém sem interesse
no ativo-objeto. Assumem riscos.
Derivativos Não Padronizados:
- Define-se por não padronizado o contrato que é
negociado em balcão diretamente entre as partes
contratantes, sem intermédio de terceiros. Os contratos
são específicos para estes interessados, sendo assim o
contrato não pode ser rompido até a data de vencimento
do mesmo.
Derivativos Padronizados:
- São negociados em bolsas, são uniformes e atendem as
necessidades de todo o mercado, por esse motivo são mais
líquidos. São intercambiáveis, ou seja, podem ser repassados
a outros participantes.
Diferenças: A opção.

Com o mercado organizado de opções, os negócios passaram a


ser menos arriscados visto que a câmara de compensação passou
a interpor-se entre as partes.
Tipos de ambientes de
negociação:
Classificação dos Derivativos:

Derivativos Agropecuários: Ativo objeto commodities


agrícolas. Ex: café, boi, milho...
Derivativos financeiros: seu valor é definido a partir de uma
taxa ou índice financeiro de juro, taxa de inflação, taxa de
câmbio, índice de ações...
Derivativos de energia e climáticos: negociam energia
elétrica, gás natural, créditos de carbono.
Funcionamento de Mercado:
- Abertura de Posição:
Posição: O saldo líquido dos contratos negociados do
investidor para uma mesma data de vencimento delimitam
uma posição.
Sua abertura acontece quando um participante compra ou
vende determinado vencimento.
Participante Vendido (Short) : mais contratos vendidos que
comprados.

Participante Comprado (Long) : mais contratos comprados


que vendidos.

A posição líquida é fixada para um único vencimento do


mesmo contrato.

O encerramento da posição acontece quando o participante


que comprou vende e vice-versa. De modo que acontece uma
transferência de direitos e obrigações a outros participantes.
Exemplo 1
Suponha que o participante tenha comprado 30 contratos
futuros de taxa de câmbio reais por dólar para vencimento
em abril e vendido a mesma quantidade de contratos para
maio.
Qual é sua posição líquida? Esse participante assumiu
posição comprada para abril em 30 contratos e vendida para
maio em 30 contratos.
Se esse participante tivesse comprado 30 contratos de dólar
para março e vendido 20 contratos de dólar para esse
mesmo vencimento, qual seria sua posição líquida?
A posição líquida seria comprada em 10 contratos para
março.
Liquidação de Operações:

De não padronizados acontecem diretamente entre as


partes contratantes.
De padronizados acontecem nas câmaras de
compensação ligadas às bolsas ou aos sistemas de
negociação.
Liquidação financeira: é feita por diferença financeira.
Utilizando-se o preço de referência, no dia de vencimento do
contrato, registram-se uma venda para o comprador original e
uma compra para o vendedor original. A diferença apurada é
liquidada entre as partes, sem que haja entrega física do ativo
negociado.
Liquidação física: o negócio é liquidado mediante a entrega
física do ativo negociado. A liquidação física, mais comum nos
mercados agropecuários e de energia, consiste na entrega física
do ativo em negociação na data de vencimento do contrato.
Benefícios da utilização de
Derivativos:
Agrícolas: trata de oferecer garantias aos agricultores que produzem e
aos consumidores que pretendem comprar os produtos. Somente o
mercado de derivativos pode oferecer garantias para a fixação de preços,
por meio de operações de hegding.
- Grandes volumes de capital de risco são atraídos.
- Visibilidade dos preços.
- O custo da mercadoria para o publico diminui.
- O custo de financiamento dos estoques cai.
Financeiros:
- O benefício dos derivativos financeiros diz respeito à
possibilidade de proteção (hedge).
- Empresas podem proteger-se contra variações adversas na
moeda que impactem negativamente seus ativos e passivos.
- Empresas podem proteger-se da volatilidade de taxas.
- Investidores individuais e fundos de investimento financeiro
possuidores de carteiras de ações podem utilizar os derivativos
de índice de ações para proteger o valor de suas carteiras
diante das oscilações de preço das ações.
Análise de Investimento
Boi Gordo
● Características do produto:
- Bovino, macho, castrado, bem acabado
- Pesar entre 450 e 550 Kg
- Ter no máximo 42 meses de idade
- Cada contrato é de 330 arrobas líquidas (quase
5 Ton)
Boi Gordo
● Características do Investimento
- Baixo risco, pois há proteção contra oscilações
indesejadas (hedge)
- Possibilidade de alavancagem
- Transparência nas negociações
Custos do Investimento
● Valor fixo de R$ 2,08 pago a BM&FBovespa,
liquidado no vencimento
● Taxa de permanência de R$ 0,0303000 por dia
● Corretagem de 0.30% do volume total (TOB)
● Incidência de 15% de Imposto de Renda sobre o
Lucro Líquido
Porque Investir na Boi Gordo?
● Expectativas de crescimento do valor do derivativo

● Tendência a ser mais “acessível” a pessoa física (51% das


ações são de pessoas físicas)

● Preço médio “acessível” (R$ 136,05)*


Investidor Ideal
● Aversão a riscos
● Aporte de capital relativamente alto
● Resgate em no máximo 2 anos
Investidor Ideal
● O investidor ideal é o número 16

- Com a cotação a R$ 136,05, este poderá adquirir 7 contratos (sobra R$ 47,65)

- Em 6 meses, segundo o canal rural (2017) a expectativa é que alcance em média


R$ 155 (podendo chegar a R$ 160)

- Lucro bruto de R$132,65

- Retirada taxa fixa da BM&FBovespa (R$2,08), custo de permanência


(R$5,45), Taxa de corretagem (TOB - R$ 3) e o IR, o lucro líquido será R$
103,8

- Somado aos R$ 47,65 não investidos gera um resultado final de


Resultado
● Um computador de boa qualidade custa em
média R$ 1.150; ou
● O investidor conseguirá alcançar o retorno
desejado de R$ 150
Mercado Futuro do Milho
O que é Milho Futuro?
- São acordos de compra e venda de sacas de milho em uma
data futura e a um preço estabelecido entre as partes no
momento da negociação.

- Os contratos futuros de Milho são negociados no Mercado


BM&F e padronizados de acordo com suas datas de
vencimento. Cada contrato negociado estabelece um acordo de
compra e venda de 450 sacas de 60 kg.
Como funciona o Milho Futuro?
- Os negócios com milho futuro são realizados por telefone, através da Mesa de
Operações das corretoras de valores mobiliários.
- O contrato futuro de milho negociado no Mercado BM&F resume-se à liquidação
financeira do valor do contrato em sua data de vencimento, não envolvendo a entrega
física do produto.
- O preço de mercado do milho futuro varia de acordo com: a oscilação da cotação do
milho no mercado físico e a proximidade do vencimento do contrato futuro.
- A BM&F disponibiliza contratos com vencimentos em Janeiro, Março, Maio, Julho,
Agosto, Setembro e Novembro de cada ano.
Custos para negociar Milho Futuro
- Taxa de corretagem de 0,30% sobre o volume financeiro (tabela TOB).
- Taxa de emolumentos de R$ 0,58 por contrato na BM&FBovespa.
- Taxa de liquidação de R$ 0,52 por contrato liquidado pela prestadora
de serviços de derivativos.
- Taxa de permanência de R$ 0,0023 (valor diário) pago a bolsa de
valores pelo acompanhamento
- Imposto de Renda de 15% sobre o lucro líquido da operação.
Simulação de investimento em
Milho Futuro
- Investidor número 21, com capital de 35.000.
- Tempo de resgate de até 1 ano
- Aplicação única, com valor de retorno indeterminado
- Cotação do milho atual R$ 27,57 (preço da saca de 60 kg em
22/08/2017).
- Cotação do milho futuro R$ 30,65 (preço da saca de 60 kg em
09/2018).