Você está na página 1de 28

Apometria

Lei das Afinidades


Se nosso corpos vibram com a energia que os percorre, será que
existe alguma sintonia entre nós e os irmãos desencarnados que
nos cercam?

Por que, muitas vezes, atraímos obsessores ou captamos


energias desequilibradas de encarnados e desencarnados?
Lei das Afinidades
Ressonância, em física, refere-se ao fenômeno em que se registra
transferência de energia de um sistema oscilante para outro, quando a
frequência do primeiro coincide com uma das frequências próprias do
segundo.

O corpo de um instrumento musical, um violão, por exemplo, é uma caixa de


ressonância. As vibrações da corda entram em ressonância com a estrutura da
caixa de madeira que “amplifica” o som e acrescenta vários harmônicos,
dando o timbre característico do instrumento. Sem o corpo, o som da corda
seria fraco e insosso.
Lei das Afinidades
Podemos dizer que a ressonância é o fenômeno físico, energético, espiritual e
consciencial responsável pela lei de afinidades, que diz: “Os semelhantes se
atraem e os diferentes se repelem”.

Você atrairá quem tiver o mesmo padrão vibratório ou energético que seu
campo mental exterioriza, ou seja, quem sintoniza ou ressoa com você.
Lei das Afinidades
Quando você se agrega (casa, reúne, se agrupa) com uma ou mais pessoas, é
porque tem afinidade com elas. Se tem afinidade, são semelhantes do ponto
de vista espiritual; se são semelhantes, provavelmente têm defeitos e virtudes
semelhantes. Vocês formam um grupo chamado de “grupo carma”.

Ódio, mágoa, ressentimento, são prisões cármicas. Quando você se


desequilibra diante de um evento negativo que alguém gerou em você, está
entrando em ressonância ou sintonia com ela. Acontece que o ódio desta
pessoa que te fez mal continua atuando em você energeticamente, e seu
ressentimento contra ela abre uma porta de sintonia emitindo a ela energias
do mesmo padrão, que reforçam o seu ódio, que volta para você estimulando
seus ressentimentos, formando um ciclo vicioso só quebrado pelo perdão ou,
no mínimo, quando você deixar de alimentar raiva, rancor, ressentimento pela
pessoa…
Lei das Afinidades
Ódio, mágoa, vingança e ressentimento são prisões grupo cármicas. Quando
você gera desordem, desequilíbrio em seu padrão psicoemocional e
energético (aura) diante de algo negativo que alguém fez para você, estará
entrando em ressonância ou sintonia com ela.
Lei das Afinidades
O perdão é um sentimento que confere uma qualidade positiva à nossa
energia, sadia e protetora, que dinamiza a evolução consciencial humana e
livra da prisão grupo cármica.

Perdão: desvencilhamento cármico.


Ciclo Vicioso

O ódio desta pessoa que te fez mal continua atuando em você


energeticamente e seu ressentimento contra ela abre uma porta de sintonia,
emitindo energias negativas que reforçam o seu ódio, que vai e volta
indefinidamente num processo de sinergia negativa.
Ciclo Vicioso

Uma pessoa te faz mal

Ressentimento Ódio

Raiva
Ciclo Vicioso

PERDÃO
Ciclo Vicioso

Árvore
dos
Desejos
Acoplamento Áurico

Consiste na interfusão de duas ou mais auras que se misturam, trocando energias.


Cada integrante ou participante desta fusão pode ler, sentir ou perceber as energias
resultantes.

Podemos criar estes acoplamentos consciente ou inconscientemente, como o


fazemos em todas as horas e locais diferentes aonde vamos.
Acoplamento Áurico
Em todo relacionamento há trocas de energia e acoplamentos em diferentes
graus de intensidade. Até num rápido bate papo com um estranho há trocas
energia, seguindo a regra: quem tem mais doa para quem tem menos,
analogamente aos vasos comunicantes que ligam dois recipientes com líquido.
Acoplamento Áurico
Continuando a linha de raciocínio, o semelhante se atrai, ou seja, energias do
mesmo tipo ou mesmo padrão tendem a se agregar. Consciências negativas
atraem espíritos negativos, que estimulam ódio, revolta, ignorância e maus
sentimentos. Neste caso, os espíritos mentores nada ou pouco podem fazer,
pois não conseguem obter ressonância positiva com a pessoa que desejam
proteger.

Ela não se permite receber ajuda. Não basta pedir, é preciso saber receber
ajuda espiritual, pois nestas situações, mesmo os guias espirituais querendo
ajudar não conseguem. Eles podem se afastar temporariamente até que o
estado mental da pessoa melhore. Se esta pessoa guarda um grande ódio ou
mágoa para o resto da vida, a assistência espiritual a ela estará prejudicada.
Acoplamento Áurico
Se a pessoa possui seu padrão psicoemocional e energético desequilibrados,
os assediadores ou obsessores “acoplam” em sua aura, desvitalizando a
pessoa e deixando-a com a aura ainda mais desordenada.

Se a pessoa possui pensamentos, sentimentos e energia positiva, os


amparadores acoplam em sua aura doando energias e liberando mais ideias
positivas para ela.
Acoplamento Áurico
As consciências que possuem pensamentos bons (de amor, paz e luz) são
rodeadas por espíritos que inspiram boas ideias. Eles orientam, protegem e
indicam sempre o caminho do bem. As pessoas que procuram viver em
equilíbrio, desenvolvendo o autoconhecimento e a reforma íntima, são peças
interdimensionais importantes.

Suas energias são utilizadas pelos amparadores para fazer assistência


espiritual extrafísica. As pessoas que não vivem em um clima interno sadio e
equilibrado, constantemente são vítimas dos assediadores, que as levam para
“passear fora do corpo a locais promíscuos, para terem suas energias
vampirizadas, de forma que quando acordam estão cansadas e mal dispostas.
Equilíbrio Energético
Aura

Campo energético sutil que envolve o corpo físico.


Acoplamento Áurico

O ser humano é composto por diversos corpos, em diversas faixas de


frequência, para facilitar vamos resumir em dois tipos: o corpo físico e o
energético.

Tudo o que acontece no corpo físico reflete-se na estrutura do corpo


energético, bem como tudo o que ocorre no corpo energético, reflete-se no
corpo físico. A aura humana é exatamente o nosso corpo energético.

Assim como o planeta mantém um campo de energia que bloqueia a


passagem de asteroides e cometas na atmosfera terrestre, a aura humana
serve como um escudo protetor que bloqueia o acesso de forças negativas
externas.
Equilíbrio Energético

Corpo e mente sadios,


aura e campos de
forças expansivos,
bloqueio de energias
negativas.
Equilíbrio Energético

Formação de
bloqueios que
geram doenças
Equilíbrio Energético

Somatização de bloqueios energéticos formando a doença


Equilíbrio Energético

FORÇA PENSAMENTO
Equilíbrio Energético
Tudo o que pensamos e sentimos se
configura em um dos chakras.

Causa maior, da força que vem do alto, da ligação


com Deus, da existência.
Capacidade de co-criar o mundo, agir com base
pensamento, o que deve ou não ser feito, ancorar
os pensamentos a respeito de tudo o que nos
envolve.
Materialização de objetivos, capacidade de falar,
comunicar, expressar ao mundo o que penso.
Pensamentos que se referem ao amor,
sentimento de compaixão, tolerância pelo amor.

Poder pessoal, emoção, iniciativa, alegria, tristeza,


força interior, força de criatividade por ação.

Relacionamento com outras pessoas, auto estima,


auto amor, prazer pela vida.
Trabalho, energia material, energia física, energia
de base.
Equilíbrio Energético
Tudo o que pensamos e sentimos esta
departamentalizado.

Vibrações ruins, pesadas.

Pensamentos inapropriados, uso da mente para


coisas ruins, pensar besteiras.

Não conseguir materializar sonhos e projetos.

Falta de compaixão, falta de amor.

Tristeza.

Problemas de auto estimas.

Problemas de base, estrutura, dinheiro, trabalho,


casa.
Equilíbrio Energético
As energias ou bioenergias são constantemente trocadas por duas ou mais
pessoas, que interagem consciente ou inconscientemente. Elas são trocadas
por duas pessoas conversando, pelo professor dando aula a seus alunos, pelo
casal de namorados, em um grupo de colegas, um par de amigos, pela mãe
com seu filho e por inimigos que se odeiam, mesmo à distância.

Entre cada membro do grupo há um acoplamento positivo (sadio) ou não,


com troca de energias. É simples de se entender. Quem tem mais doa, quem
tem menos recebe. É o princípio dos vasos comunicantes. Imagine duas caixas
d’água ligadas por um cano, e neste um registro.

A caixa cheia é o amigo cheio de energia, a caixa vazia é outro com menos
energia (ninguém é totalmente vazio) e o registro se abrindo é o momento do
encontro. Após algum tempo os níveis da água (das energias) entram em
equilíbrio.
Equilíbrio Energético
De alguma forma, com intensidade e qualidade variáveis, estas trocas de energia
acontecem em todos os encontros. Lembre-se: para haver um acoplamento áurico não
é necessário estar próximo fisicamente. A distância não existe para a energia, basta um
pensamento potencializado por um sentimento ou emoção.

Se emano pensamento de amor no meu dia a dia, em casa, contribui com a paz no
mundo. Se emano pensamentos de raiva, inveja, vingança, revolta, mágoa, frustração e
depressão, estas irão reforçar estes sentimentos em outras pessoas mundo afora. Se
emano pensamentos positivos, isto é, com base em sentimentos sadios, equilibrados,
além de produzi-los e ajudar outras pessoas, recebo esta mesma qualidade de energia
em mim, revigorando-me todo dia a todo instante.

É uma sinergia positiva: eu motivo a outros e outros me motivam inconscientemente.


Caso contrário, será uma sinergia negativa, ou seja, meu ódio aumenta o ódio de
outros e o dos outros amplifica o meu, formando um ciclo vicioso.
Equilíbrio Energético
A primeira coisa que um bom espiritualista deve fazer é uma reforma íntima e
silenciosa.

O karma é uma lei que não é considerada pela física humana. As leis só se
transformam em leis da física quando esta as estuda e posteriormente as
entende. Independentemente disso, o karma é uma lei que administra a nossa
vida todos os dias.