Você está na página 1de 49

A conquista da terra firme

Anfíbios
Classe Amphibia (anfíbios)

 Primeiros tetrápodes
 Fase larval aquática e adulta terrestre
 Divididos em 3 ordens:
 Anura:(sapos, rãs, pererecas)
 Caudata ou Urodela: (salamandras e tritões)
 Apoda: (cobras-cegas ou cecílias)
Anfíbios
Primeiros vertebrados que colonizaram o
ambiente terrestre

Novidades evolutivas (adaptativas)

 Estruturas esqueléticas resistentes;


 Quatro apêndices locomotores (primeiros tetrápodes);
 Respiração pulmonar e cutânea, simultâneas;
Sapo de chifre Sapo de chifre

Sapo-boi-azul Sapo-cururu
Rã dourada Rã Kambo

Rã transparante Sapo-roxo
Perereca-verde Iberia Eleutherodactylus

Rã vermelha Paedophryne amauensis


Rã leiteira Salamandra de fogo

Bolitoglossa mexicana

Ambystoma
Salamandra gigante do Japão Cobra-cega

Cobra-cega Cobra-cega
Anfíbios
Sistema Digestório:
 Completo (boca + cloaca)
 Maioria (carnívora)
 Alguns possuem língua protátil (predação)

Sistema Respiratório:
 Fase larval: respiração branquial
 Fase adulta: respiração pulmonar e cutânea.
Anfíbios
A respiração cutânea

Pele fina, altamente


permeável com glândulas
mucosas que lubrificam a
superfície, facilitando as
trocas gasosas.
Anfíbios
Sistema Circulatório:
 Circulação dupla, incompleta,
com coração tricavitário (dois
átrios e um ventrículo)

 Pecilotérmicos (heterotérmicos)
 Ectotérmicos
Anfíbios
Sistema Excretor:
 Fase larval (girino): excretam amônia
 Fase adulta: excretam uréia
Sistema Nervoso:
 Visão e audição bastante desenvolvidos

Membrana
timpânica
Anfíbios
Reprodução:

 Dióicos
 Fecundação externa (anuros) ou interna
(urodelos/caudata);
 Desenvolvimento direto (s/ metamorfose) ou indireto (c/
metamorfose)
 Ovo anamniótico sem casca.
 O saco vitelínico é o único anexo embrionário presente
Reprodução:
Répteis
Características Gerais
Squamata Crocodilia Chelonia
Lagartos, Serpentes e Jacarés, Crocodilos e Tartarugas, Jabutis e
Anfisbenas Gaviais Cágados
Répteis
Crocodilo-do-Nilo
Répteis
Jacaré do Pantanal
Répteis
Gavial
Répteis

Iguana-verde
Répteis
Serpentes-marinhas
Répteis
Cobra-de-água-viperina
Répteis

Suçuabóia
Répteis
Anfisbena
ou
Cobra de duas cabeças
Répteis
Tartaruga-verde
Répteis
Jabuti-piranga
Répteis
Camaleão-velada
Répteis
Monstro de Gila
Répteis
Dragão de Komodo
Répteis
Píton-burmesa-albina
Répteis
Cobra-coral-verdadeira
Répteis
Surucucu
Répteis
Características Gerais

Primeiro grupo de vertebrados a conquistar’


definitivamente o ambiente terrestre.

 Ovo amniótico com casca (calcária ou coriácea);


 Pele seca altamente queratinizada e impermeável;
 Fecundação interna;
 Ácido úrico como excreta nitrogenada.
Répteis
Ovo amniótico
 Casca: proteção mecânica, proteção contra desidratação e
trocas gasosas.
 Âmnion: produz o líquido amniótico que hidrata o embrião.
 Córion: proteção e trocas gasosas.
 Alantóide: Armazenamento de excretas (ácido úrico).
Répteis
Ovo amniótico
Temperatura do ovo relacionada com a
determinação do sexo em répteis

Grupos Crocodilia Chelonia


Ovos incubados Machos Fêmeas
em altas
temperaturas
Ovos incubados Fêmeas Machos
em baixas
temperaturas
Répteis
Répteis
Répteis
Répteis
Pele seca altamente queratinizada
 Impermeável
 Proteção contra choques mecânicos
 Adaptação contra desidratação (dessecação)
Répteis
Fecundação Interna
 Adaptação para a vida em terra, pois não há necessidade
da cópula ser realizada em ambiente aquático.
Répteis
Eliminação de ácido úrico
 O ácido úrico é pouco tóxico pode permanecer maior
tempo no organismo animal, sendo eliminado com pequena
quantidade de água.
Répteis
Sistema Digestório

 Completo: boca e cloaca


 Serpentes: possuem ossos cinéticos no crânio que
permite a ingestão de alimentos grandes.
 Lagartos: possuem língua protátil que facilita a
captura de presas.
 Quelônios: não possuem dentes, mas sim um bico
córneo.
 Há espécies carnívoras e herbívoras.
Répteis
Sistema Respiratório

 Respiração pulmonar
 Algumas espécies de tartarugas apresentam
brânquias cloacais que permitem as trocas gasosas
no ambiente aquático.
Répteis
Sistema Circulatório

 Duplo, incompleto, com


coração tricavitário.

 Nos crocodilianos o
coração é tetracavitário.
Répteis
Répteis
Sistema Excretor

 1 par de rins
 Principal excreta é o ácido úrico
Répteis
Sistema Nervoso
 Serpentes
 Ossos do crânio detectam vibrações do solo
 Órgão de Jacobson – detecção de odores
 Fossetas loreais – detecção de calor
Répteis
Répteis
Reprodução
 Fecundação interna
 Desenvolvimento direto (sem fase larval)
Há espécies:
o Ovíparas: que botam ovos
o Vivíparas: filhotes nascem totalmente formados
(não botam ovos).
o Dióicas: sexos separados (machos e fêmeas)
o Monóicas: hermafroditas
o Algumas espécies se reproduzem
assexuadamente por partenogênese.