Você está na página 1de 37

Gestão Escolar

Profª. Maria Aparecida Carvalho Alencar


 ACORDO DIDÁTICO
• Pontualidade;
• Assiduidade;
• Agilidade para se deslocar para as
atividades de grupo;
• Cumprimento das tarefas/participação;
• Autonomia e disciplina para estudar;
• Assinatura da folha de frequência;
• Desligar o celular.
DE QUE TRATAREMOS
 Democratização da Educação
 Função Social da Escola e gestão
 O que é gestão
 Dimensões da gestão escolar
 Gestão Democrática na Legislação
 Gestão Democrática nos Sistemas de
Ensino
 Instrumentos de Gestão Democrática
O Brasil Revelado
Brasil é um país muito rico em recursos
naturais,
mas apresenta um desempenho educacional
vergonhoso.

 53° lugar entre 65 países avaliados;


 Altos índices de analfabetismo;
 Repetência;
 Abandono;
 Evasão;
 Distorção idade-série do ensino básico.
Um dos grandes – se não o maior do fracasso escolar no
Brasil é a precariedade do processo de alfabetização na
idade correta e a fragilidade da aprendizagem nos
primeiros anos do ensino fundamental. Superar esses
problemas na fase inicial da vida escolar é condição
primeira para se elevar a qualidade da aprendizagem nas
séries subsequentes. Revelação das avaliações oficiais:
Mais de 50% de alunos de 5º ano não sabem ler
nem escrever ;
Cerca de 56 bilhões são gastos anualmente com a
má gestão
Consequências :
perpetuação do ciclo de pobreza e analfabetismo;
Solução :
atuação dos profissionais apoiados por lideranças competentes
: GESTÃO.
Reflexão: A Escola é capaz de
resolver os problemas da
sociedade?
FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA ATIVIDADE
 Considerando a Lei de Diretrizes e Bases da Educação
Nacional, indique se as proposições são falsas ou
verdadeiras:
 ( ) A proposta pedagógica é uma incumbência da escola,
sendo a responsabilidade de sua elaboração uma tarefa
exclusiva da direção.
 ( ) O rendimento e a frequência das crianças devem ser
informados aos pais.
 ( ) O cumprimento do plano de trabalho dos professores é
uma tarefa a ser administrada pela escola e pelas Secretarias
da Educação.
 ( ) A integração entre a escola e a comunidade é um
dispositivo importante a ser considerado pelo
estabelecimento escolar.
 ( ) A administração financeira e de pessoal também é uma
incumbência a ser compartilhada com o sistema pela escola.
O QUE É GESTÃO ESCOLAR
 RESPONSABILIDADE do diretor da
escola, cujo objetivo é estabelecer a
unidade e integração de todas as ações
do estabelecimento de ensino, de modo
que se concentrem na formação e
aprendizagem dos alunos.
 UNIDADE
 INTEGRAÇÃO
 FOCO EM RESULTADOS
FUNDAMENTOS E PRINCIPIOS DA
EDUCAÇÃO E DA GESTÃO EDUCACIONAL
 O sentido da educação na sociedade atual
 O papel da escola na promoção da formação e
aprendizagem dos alunos
 As determinações da legislação nacional para a
realização da educação
- Constituição Federal
- LDBEN
- Plano Nacional de Educação
- Diretrizes curriculares
 As mudanças sociais e os desafios apresentados a
educação
 O significado e o papel da gestão escolar
 As dimensões da gestão escolar
DIFERENÇAS ESSENCIAIS
uma questão paradigmática...
GESTÃO ADMINISTRAÇÃO

Enfoque sobre o Enfoque sobre as


todo e sua partes e sua
efetividade global.
Aprendizagem – Rotina escolar –
Ensino – Política Educacional
Ampliar as competências de todos os envolvidos é
fundamental para a construção dessa nova cultura de
gestão.

CAPACITAÇÃO INTERVENÇÃO

Compete ao gestor articular recursos e


conhecimento
para que as ações conjuntas viabilizem o objetivo
final da educação, que é o pleno desenvolvimento do
estudante.
INDICADORES DE QUALIDADE
DA ESCOLA. O QUE DIZEM AS
PESQUISAS
 FOCO NA APRENDIZAGEM
 LIDERANÇAS EDUCACIONAL
 FLEXIBILIDADE E AUTONOMIA
 APOIO DA COMUNIDADE E DOS PAIS
 CLIMA E CULTURA ESCOLAR EDUCATIVA
 PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM ATIVO
 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO CONTÍNUO
 SUPERVISÃO DE PROFESSORES
 AMBIENTE FÍSICO ESTIMULANTE
DIMENSÕES DA GESTÃO
ESCOLAR
 Fundamentação e princípios da educação e gestão
escolar
 Planejamento e organização do trabalho escolar
 Monitoramento de processos e avaliação de
resultados educacionais
 Gestão de resultados educacionais
 Gestão democrática e participativa
 Gestão de pessoas
 Gestão pedagógica
 Gestão administrativa
 Gestão do clima e cultura escolar
 Gestão do cotidiano escolar
Que significa exatamente gestão
democrática?
Participação democrática; consciência,
conhecimento e esclarecimento nas
decisões;
compromisso coletivo; resultados efetivos e
significativos.

Definição de gestão de acordo com o IAS –


articulação de conhecimentos e de recursos
humanos, materiais e financeiros com foco em
resultados.
OS DESAFIOS DA GESTÃO
DEMOCRÁTICA DO ENSINO
 Gestão democrática da escola:

• Acolhimento da norma.
• Concepção de autonomia – delegada e efetivamente
construída na escola.
• Democracia e eleição.
• O direito a novos direitos - Permanência do aluno na
escola/acesso à educação básica e ensino de
qualidade: atributo da gestão democrática do ensino.
• Democracia supõe participação dos iguais.
• Formação comum para o exercício da cidadania,
progredir no trabalho e em estudos posteriores.
• Efetividade das normas legais e realização da justiça:
participação e atribuição de responsabilidades.
OS DESAFIOS DA GESTÃO
DEMOCRÁTICA DO ENSINO

• Conhecer os seus alunos: um dos princípios da


gestão democrática – a equipe gestora precisa
dar conta disto.
• Direito à educação – supõe obrigatoriedade de
freqüência.
 Como articular a ação de pessoas?
 Articular ações no espaço público e construir
ações:
◦ democráticas – acolhimento da lei
◦ participativas – atividades em equipe
 Promover processos de gestão:
◦ com autonomia – formulando objetivos
◦ com solidariedade – reconhecendo diferenças
Art. 206 – O ensino será ministrado com base nos
seguintes princípios:
I- igualdade de condições para o acesso e
permanência na escola;
II- liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e
divulgar o pensamento, a arte e o saber;
III- pluralismo de idéias e de concepções
pedagógicas, e coexistência de instituições públicas
e privadas;
IV- gratuidade do ensino público em
estabelecimentos oficiais;
V- valorização dos profissionais de ensino,
garantindo, na forma da lei, planos de carreiras para
o magistério público, com piso salarial profissional e
ingresso, exclusivamente, por concurso público de
provas e títulos, assegurado regime jurídico único
para todas as instituições mantidas pela união;
VI- Gestão democrática do ensino público, na
forma da lei;
VII- garantia de padrão de qualidade.
Art. 14 – Os sistemas de ensino definirão
as normas da gestão democrática do
ensino público na educação básica, de
acordo com as sua peculiaridades e
conforme os seguintes princípios:
I- participação dos profissionais da
educação na elaboração do projeto
pedagógico da escola;
II- participação das comunidades escolar e
local em conselhos escolares ou
equivalentes.
Art. 15 – Os sistemas de ensino
assegurarão às unidades escolares públicas
de educação básica que os integram
progressivos graus de autonomia
pedagógica e administrativa e de gestão
financeira, observadas as normas gerais de
direito financeiro público.
BONS RESULTADOS
EFETIVIDADE EFICÁCIA EFICIÊNCIA

O Sucesso de ação ou Ações exigem uma sucessão de processos gerando um


verdadeiro ciclo virtuoso:
Diagnóstico (coletar, consolidar, cruzar e ler informações);
Planejamento (prioridade, responsáveis, cronograma, viabilidade e recurso);
Pensar estrategicamente é proteger o futuro a partir do
presente
Execução – Acompanhamento (sistemática - presencial ou distância);
Avaliação (identificar em tempo hábil as ameaças para as intervenções);
Novo diagnóstico;
Replanejamento.

UNIDADE DE TRABALHO
COMO ESTIMULAR AÇÕES INOVADORAS,
CAPAZES DE MODIFICAR O AMBIENTE DE
FORMAÇÃO E TRABALHO NAS ESCOLAS?
 As ações imbuídas de valores e procedimentos democráticos
contribuem para superar obstáculos.
 Desenvolver a organização das escolas e estimular a formação
de liderança.
 Desenvolver novas estratégias de organização dos tempos e
do trabalho nas escolas.
 Ações inovadoras e promoção de lideranças nas escolas.
 Relações sociais e situações de trabalho nas escolas.
 Função social da escola: promover mudanças para a
superação de uma sociedade desigual.
 Habilidade: Diagnosticar situações-problema e formular
alternativas
GESTÃO COLETIVA FORMAÇ
FORMAÇÃO E
UNIÃO AÇÕES COLETIVAS PRÁ
PRÁTICA DA
DEMOCRACIA

COMUNIDADE
FORMAÇ
FORMAÇÃO
DIREÇ
DIREÇÃO PROFESSORES
DA CIDADANIA
PRODUÇ
PRODUÇÃO
DE IDÉ
IDÉIAS
EDUCANDOS
ESCOLA APOIO
BUSCA DE
ALTERNA-
ALTERNA-
TIVAS ADMINIS-
ADMINIS-
COORDENAÇ
COORDENAÇ ÃO TRAÇ
TRAÇÃO DIVISÃO DE
ADMINIS- RESPONSA-
RESPONSA-
ADMINIS-
TRAÇ BILIDADES
TRAÇÃO DE
CONFLITOS PARTICIPAÇ
PARTICIPAÇÃO
COLEGIADO
Mãos dadas
Não serei o poeta de um mundo caduco.
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros.
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Entre eles, considero a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mão dadas.
Não serei o cantor de uma mulher, de uma história,
Não direi os suspiros, ao anoitecer, à paisagem vista da
janela,
Não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida,
Não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.
O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens
presentes, a vida presente.
Competências para a gestão
PROATIVIDADE CRIATIVIDADE MOBILIDADE

EFICÁCIA EFETIVIDADE EFICIÊNCIA

CONHECIMENTO HABILIDADE ATUALIZAÇÃO

ARTICULAÇÃO

Gestores não nascem prontos, mas são frutos


de um processo de formação que requer
compromisso pessoal para a aquisição e
ampliação de conhecimentos gerais e
habilidades específicas.
As 10 competências para o
século 21
O IAS destacou um grupo de 10 competências
que considera estruturantes para que o ser
humano do século 21 possa exercer
plenamente sua emancipação intelectual,
social e afetiva. Essas competências estão
diretamente relacionadas a quatro dimensões
fundamentais da essência humana – conhecer,
fazer, conviver e ser.
DIMENSÕES COMPETÊNCIAS DEFINIÇÃO DA COMPETÊNCIA
Saber fazer escolhas e tomar decisões acerca
de questões pessoais e coletivas,
SER AUTONOMIA fundamentadas no autoconhecimento e em
seu projeto de vida, de forma responsável e
solidária.
Acessar, selecionar, processar, transmitir e
GESTÃO DA INFORMAÇÃO compartilhar informações, em contextos e
mídias diversas.
Planejar, executar e avaliar os processos de
GESTÃO DE PROCESSOS
FAZER aprendizagem, trabalho e convivência.
Fazer novas conexões a partir de
conhecimentos prévios, trazendo
CRIATIVIDADE
contribuições de valor para si mesmo e para o
mundo.
Mobilizar-se diante de um problema, lançando
RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS mão de conhecimentos e estratégias diversos
para resolvê-lo.
Ter interesse e persistência para explorar,
CONHECER CURIOSIDADE INVESTIGATIVA indagar, experimentar, aprender e reaprender
sobre si, o outro e o mundo.
Analisar, relacionar e sintetizar ideias, fatos e
PENSAMENTO CRÍTICO situações, assumindo posicionamentos
fundamentados.
Atuar em sinergia e responsabilidade
COLABORAÇÃO compartilhada, respeitando diferenças e
decisões comuns.
Compreender e fazer-se compreender em
CONVIVER COMUNICAÇÃO situações diversas, respeitando os valores e
atitudes envolvidos nas interações.
Mobilizar e orientar as pessoas em direção a
LIDERANÇA objetivos e metas compartilhados, liderando-
as e sendo liderado por elas.
Construção do perfil do gestor
Mobilidade para construir as competências
de:
 Gestão de informação;
 Gestão de processos;
 Criatividade;
 Resolução de problemas;
 Comunicação;
 LIDERANÇA.
LIDERANÇA

“ A única definição de líder:aquele que


tem seguidores”
Peter Drucker

“O líder é alguém especial que conduz,


convence e obtém resultados”.
Que precisamos saber sobre
liderança?
 Está nas pessoas e não nos postos que ocupam;
 É capaz de influenciar pessoas para trabalharem
entusiasticamente em busca de objetivos identificados
como sendo para o bem comum do grupo;
 Desperta confiança nos liderados(as);
 Nem sempre está ligada ao poder;
 É ouvinte, articulador e estrategista;
 É servir e servir não significa fazer o que os outros
querem, mas o que os outros precisam para serem
responsáveis;
 Ter autocontrole e determinação, sem deixar de ser
flexível.
Trabalho Final
 O que aprendi

 O que acrescento

 O que preciso aprofundar