Você está na página 1de 20

2020/2021

Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares


Direção de Serviços da Região Centro

Desenvolvimento embrionário
e fetal do novo ser

Trabalho realizado por: Filipe Dias,12ºE1,Nº5


Disciplina: Saúde
Professor: Pedro Costa
UFCD 6578: “Cuidadosna Saúde Materna”
ESCM_DCP_MOD013
Curso Profissional Técnico Auxiliar de Saúde
2020/2021

Índice

Período fertíl; Fecundação; Nidação; Mitos sobre a gravidez;

Pré-parto; Parto; Webgrafia; Conclusão.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Introdução

 Com a realização deste trabalho proposto na disciplina de Saúde pelo professor Pedro Costa pretendo
abordar o seguinte tema: “Desenvolvimento embrionário e fetal do novo ser” .
 Gostava de referir que este foi um tema que me agradou bastante porque permitiu aprofundar alguns
conhecimentos e adquirir novos conhecimentos sobre esta temática.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Período fértil
 O período fértil é a altura certa para a mulher engravidar e ocorre aproximadamente durante seis
semanas.
 O período fértil dura 6 dias e acontece todos os meses até a menopausa, começando entre 10 a 14 dias
após o primeiro dia da menstruação.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Fecundação

 Fecundação ou Fertilização é uma das etapas da reprodução sexuada, na qual as células sexuais ou
gametas se unem originando o zigoto ou célula-ovo. O zigoto passa por muitas divisões celulares
originando um embrião, que se desenvolverá formando um novo ser.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Nidação

 Entende-se por nidação o processo de fixação do óvulo que foi fecundado na Trompa de Falópio e
migrou para o útero, se fixando na mucosa do endométrio, que é a parede que reveste a parte interna
do útero.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Mitos sobre a
gravidez
 Existem diversos mitos e crenças durante a gravidez dos quais se destacam os seguintes:

3º: “Ficar em jejum para diminuir os


1º: “Tenho de comer por dois”; 2º: “O sexo pode prejudicar o bebé”;
enjoos”;

4º: “A grávida não deve fazer 6º:”A grávida não pode andar de
5º:”A grávida não deve beber café”
ginástica”; avião”.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Pré-parto

 O pré-parto é o que antecede o parto propriamente dito e caracteriza-se por ser geralmente um período
de preparação .

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Parto

 Parto é o nome dado ao momento em que o bebé deixa o útero da mulher, finalizando o período de
gestação. Trata-se, portanto, do nascimento da criança.
 O parto pode dividir-se em quatro períodos distintos:

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Diferentes
períodos do parto
 O primeiro período do parto caracteriza-se pelo encurtamento e pela dilatação do colo do útero. Esse
período pode ser dividido em duas partes:
1) A primeira parte é designada por fase latente e caracteriza-se por ser a fase inicial, lenta e termina
quando a mulher apresenta dilatação de 3 cm do colo do útero.
2) A segunda parte é designada por fase ativa e inicia-se quando a mulher apresenta um colo do útero
com 4 cm de dilatação e termina com a dilatação completa. Nesse período, ocorre um aumento na
frequência das contrações, sendo possível observar de 2 a 3 contrações a cada 10 minutos.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Segundo período
do parto
 O segundo período do parto caracteriza-se por ser a expulsão do bebé e esta fase só se inicia quando
o colo do útero está completamente dilatado.
 Terceiro período do parto caracteriza-se por seIniciar depois da saída do bebé e finaliza-se com a
expulsão da placenta e das membranas para o meio externo. Nesse período, observam-se o
descolamento da placenta, a sua descida e expulsão.
 Por fim o quarto período do parto caracteriza-se por ser considerado o período de estabilização do
quadro da mulher. Durante, aproximadamente, uma a duas horas, a mulher fica em observação para
verificar se não ocorrem hemorragias, por exemplo.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Diferentes tipos
de parto
 O parto normal caracteriza-se por ser quando o bebé nasce pela via vaginal. O que caracteriza o parto
natural é a ausência de intervenções médicas, como episiotomia, uso de fórceps, indução com
ocitocina sintética ou outros medicamentos, como anestesia ou analgesia.
 A cesariana é um outro tipo de parto e caracteriza-se por ser um parto cirúrgico, em que o bebé é
retirado através do abdómen materno. A procura do bem-estar de mães e bebés leva a que, em
determinadas situações, haja necessidade de proceder a uma cesariana. Uma cesariana pode ser uma
experiência tão compensadora como um parto vaginal e o importante é que seja tomada a melhor
opção para a saúde da mãe e do bebé.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

O que é a
ecografia?
 A ecografia obstétrica é um exame de imagem que através de ultrassons nos permite observar o bebé
dentro do útero da mãe e assim conhecer o seu estado de saúde ao longo da gravidez.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Quando se deve
realizar as
ecografias?
 Devem-se realizar três ecografias obstétricas e são realizadas em diferentes fases da gravidez e os
objetivos são diferentes mas eu vou explicar cada uma delas mais à frente.
 A ecografia obstétrica do primeiro trimestre deve ser realizada entre as 11ª e as 13ª semanas a seis
dias. É nesta ecografia que se avalia a presença de marcadores ou sinais ecográficos (translucência
da nuca) que nos permitirão suspeitar de anomalias no feto (por exemplo: o Síndrome de Down) e
outras malformações que se podem diagnosticar numa fase precoce da gravidez.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

 A ecografia obstétrica do 2º trimestre deve ser realizada entre as 20 a 22 semanas de gestação. Esta é
também a etapa mais importante para se detetrar malformações fetais.
 A ecografia obtétrica do 3º trimestre deve ser realizada entre as 30 a 32 semanas e esta ecografia para
além de ser muito útil na deteção de algumas malformações fetais que podem aparecer mais
tardiamente na gravidez e permite ainda comprovar o adequado crescimento e bem-estar do feto
dentro do útero através do estudo ((doppler) da circulação do feto e da placenta.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Vantagens do
parto normal
1. Neste tipo de parto não há nenhum tipo de intervenção cirúrgica;
2. É um tipo de parto de baixo custo;
3. No parto normal o útero da mãe volta ao normal mais rapidamente, evitando assim infeções e
hemorragias.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Vantagens do
parto por
cesariana
1.
2.
Este parto tem o seu internamento mais curto,
Permite uma recuperação mais rápida;
3. Permite menos custos hospitalares.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Fisiologia normal
do parto
 O parto é consituido por 3 fases que são a dilatação, a expulsão e por fim a dequitadura.
 A primeira fase (dilatação) é quando as contrações com intervalos regulares e o colo do útero começa a
dilatar considera-se então que a mulher entrou oficialmente em trabalho de parto.
 A segunda fase (expulsão) é quando o colo do útero está completamente dilatado, tem ínicio a segunda
fase do trabalho do parto que é a descida e aparecimento do bebé.
 A terceira fase (diquetedura) é a última fase do parto e começa imediatamente após o nascimento do
bebé e termina com a expulsão da placenta.

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Vídeo

 https://www.youtube.com/watch?v=mhmcTP_rz2M

ESCM_DCP_MOD013
2020/2021

Conclusão

 Com a realização deste trabalho pude aprofundar mais os meus conhecimentos sobre vários assuntos
que envolvem a gravidez e pude concluir que a gravidez passa por diversas fases.
 Este foi um trabalho que me deu imenso gosto de fazer e espero ter superado os meus objetivos.

ESCM_DCP_MOD013