P. 1
Locomoção Nos Animais

Locomoção Nos Animais

4.25

|Views: 51.747|Likes:
Publicado porPedro Afonso

More info:

Published by: Pedro Afonso on Feb 09, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

02/11/2015

A locomoção é o modo como o animal se desloca no ambiente em que se encontra.

Os órgão responsáveis pelos movimentos dos animais são os músculos e os ossos.

Os ossos, duros e resistentes, servem de apoio aos músculos, que ora se contraem, ora voltam à posição inicial. Pela concentração, o músculo encurta, fazendo mover os ossos.

Os músculos ligam-se aos ossos através dos tendões.

Os ossos encaixam ao nível das articulações, que lhes permitem mover-se uns em relação aos outros.

Embora a locomoção seja uma característica dos animais, há animais como a esponja e os percebes, entre outros que não se deslocam – vivem fixos.

Função da Locomoção:
Procurar alimento; Reproduzir-se; Fugir de outros animais; Procurar abrigo,

Encontrar melhores condições climáticas quando o clima muda com as estações do ano.

Existem modos de deslocação diferentes consoante os seres vivos se deslocam na água, no solo ou no ar.

Então há animais que nadam, que voam, que, marcham, correm, saltam ou se arrastam, e há até aqueles que se deslocam de várias maneiras.

Muitos dos animais que vivem no ambiente terrestre marcham, correm ou saltam, apoiando no solo as extremidade das patas articuladas ou dos membros. Mas outros animais só conseguem rastejar, pois não têm membros ou estes estão dispostos lateralmente.

Relativamente à marcha e à corrida, estas determinam-se de acordo com a parte do pé que se apoia no solo durante a deslocação.

Marcha: O animal apoia toda a planta do pé no solo e tem sempre, pelo menos, um membro a tocar no solo.

Corrida:
Apoiam apenas os dedos ou as unhas (transformadas em casco) no solo. Todo o corpo se eleva frequentemente do solo.

Salto:
As patas posteriores do animal (geralmente em forma de Z) dão-lhe um grande impulso uma vez que funcionam como mola quando o animal salta.

Reptação:
O animal desliza, apoiando o ventre no solo uma vez que não tem membros ou estes estão dispostos lateralmente ao corpo, não tendo força para o segurar durante muito tempo.

Locomoção no Ar

A maioria das aves e dos insectos e certos mamíferos como os morcegos, deslocam-se facilmente no ar porque têm órgãos especializados para o voo.

As aves têm um par de asas, forma aerodinâmica, esterno em forma de quilha e ossos ocos e leves.

Os insectos possuem asas reforçadas com nervuras de quitina que são movidas por músculos peitorais fortes.

Os morcegos apresentam uma membrana alar (prega de pele que une os dedos, as patas e a cauda) que lhe permite voar.

Locomoção na Água

Os vertebrados (peixes, mamíferos, anfíbios, répteis e aves) que se deslocam no meio aquático têm órgãos adaptados à locomoção na água.

Os peixes têm um corpo fusiforme com escamas viradas para trás e barbatanas, que facilitam a locomoção na água.

Barbatana:
Caudal

Dorsal

Anal Ventrais

Peitorais

Os mamíferos aquáticos são excelentes nadadores devido a terem forma hidrodinâmica, membros e cauda transformados em barbatanas.

Os anfíbios, as aves aquáticas, os mamíferos semi-aquáticos e os répteis deslocam-se dentro e fora da água. Têm uma membrana, chamada membrana interdigital, que, ao aumentar a superfície das patas, facilita a natação.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->