Você está na página 1de 1
Vera Levy e Eduardo Amos No mundo inteiro, quando duas pessoas se encontram, elas se
Vera Levy e Eduardo Amos No mundo inteiro, quando duas pessoas se encontram, elas se

Vera Levy e Eduardo Amos

No mundo inteiro, quando duas pessoas se encontram, elas se cumprimentam. Japoneses fazem

uma mesura, os americanos dão um aperto de mão, os russos se beijam na face.

Há muitos tipos de cumprimentos: o aperto de mão, o beijinho, o abraço, o tapinha nas costas.

No Brasil , os cumprimentos são, geralmente, muito afetuosos. Muitas vezes, os cumprimentos dos

brasileiros chamam a atenção do estrangeiro.

Quando duas pessoas são apresentadas, elas sempre se cumprimentam com um aperto de mão.

Quando são mais amigas, elas substituem o aperto de mão pelo abraço ou o beijinho na face.

O

abraço expressa grande cordialidade e amizade. Geralmente, acontece entre dois homens.

O

brasileiro é muito informal e afetuoso. Quando ele fala com outra pessoa, fica fisicamente muito

próximo dela. Para ao brasileiro é natural conversar com um amigo e colocar a mão nos ombros

dele ou dar tapinhas nas costas.

O contato físico faz parte do comportamento social do brasileiro.

Levy, Vera e Amos, Eduardo.

Prata da Casa Vida e Cultura Brasileira 1-1

EPU, São Paulo, 1991.

(adaptado)