Volt ar

Receptores e associação de geradores e de receptores (lei de Pouillet) Exercícios
01-(MACKENZIE-SP) A diferença de potencial nos terminais de um receptor varia com a corrente conforme o gráfico abaixo.

a) 25Ve 50 Ω b) 22V e 2,0 Ω c) 20V e 1,0 Ω d) 12,5V e 2,5 Ω e) 11V e 1,0 Ω 02-(ESAL-MG) Um motor elétrico (receptor), de resistência interna 10Ω, está ligado a uma tomada de 200V, recebendo uma

potência de 1.600W. Calcule: a) A potência elétrica dissipada internamente b) a força contra-eletromotriz do motor c) o rendimento do motor 03-(UFB) Aplica-se uma ddp de 50V a um motor de resistência interna 1Ω, o qual é percorrido por uma corrente elétrica de

intensidade 2,5A. Determine: a) a força contra-eletromotriz do motor b) a indicação de um voltímetro ligado aos terminais do motor 04-(AFA) Um gerador fornece a um motor uma ddp de 440V. O motor tem resistência interna de 25 e é percorrido por uma

corrente elétrica de 400mA. A força contra-eletromotriz do motor, em volts, é igual a: a) 375 b) 400 c) 415 d) 430 e) 220 05-(UEL-PR) No gráfico a seguir estão representadas as curvas características de um gerador e de um receptor. A f.e.m. do gerador e a resistência interna do receptor valem, respectivamente:

a) 10V e 0,1 Ω b) 10V e 1 Ω c) 20V e 0,1 Ω d) 40V e 1 Ω e) 40V e 0,1 Ω 06- (PUC - SP) No circuito da figura abaixo, a diferença de potencial VA – VB, com a chave K aberta, e posteriormente fechada, tem valores, aproximadamente iguais a:

a) 35V e 15V b) 20V e 17V c) 20V e 20V d) 5V e 5V zero e 5V 07-(UNESP-SP) O esquema a seguir representa duas pilhas ligadas em paralelo, com as resistências internas indicadas:

Dados: E1=55V e E2=5V 10-(UFCE-CE) No circuito abaixo. e) 6/11. d) 2/11. c) 1/6. em volts. a) 1/2. 09-(UFRS-RS) Calcule o valor de R para que a corrente fornecida pela associação de geradores em oposição seja 2 A. b) 1/3. considerando que as baterias têm resistências internas . determine a diferença de potencial nos terminais do resistor de 2Ω 11-(UFPE-PE) Calcule o potencial elétrico no ponto A.a) Qual o valor da corrente que circula pelas pilhas? b) Qual é o valor da diferença de potencial entre os pontos A e B? c) Qual das duas pilhas está se "descarregando"? 08-(UFPA) A figura representa um circuito elétrico: Calcule a intensidade da corrente elétrica que passa pelo resistor R1 e a diferença de potencial nos terminais de R2.

0Ω. (Considere desprezível a resistência elétrica dos fios de ligação do circuito. E2 = 3. E1 = 10V. R = 2Ω. 0 e 4 e) 9. A corrente i no circuito é de: a) 6.) .0 A b) 5.0 A e) 3.75Ω e R2= 1. r1 = 0.desprezíveis e que o potencial no ponto B é igual a 15 volts. um resistor R de resistência elétrica 1.25Ω. 9 e 4 b) 2. estão representadas diversas fontes de força eletromotriz de resistência interna desprezível que alimentam os resistores R1 = 1. 6 e 9 c) 8. 12-(UFPA) No circuito a seguir. nos pontos B.0 A 14-(UFRS-RS) O circuito a seguir representa três pilhas ideais de 1. 5 e 2 13-(UFLA-MG) No circuito apresentado na figura a seguir.0 A c) 4. 1 e 2 d) 4.0V e r2= 1.5 A d) 2. Sabendo que o potencial no ponto A é de 4V.5Ω. em volts. i = 2A. 0 Ω e um motor. C e D são. todos ligados em série. podemos afirmar que os potenciais. respectivamente: a) 0. 5 V cada uma.

5 W. 20/3) e) (7/3. e) 10. d) 8. e) 8. 5 W. b) 2. c) 1. a intensidade da corrente que os percorre. elas se interceptariam no ponto: a) (2/3. 17-(PUCCAMP-SP) Considere as retas suportes das curvas que aparecem nos gráficos I e III. fechando um circuito. Qual é a potência elétrica consumida pelo motor? a) 0. pelo qual passa uma corrente I = 12 A.4 V.0. 10) 18-(ITA-SP-09) Considere um circuito constituído por um gerador de tensão E = 122. 80/3) d) (5/3. Nessa linha encontram-se um motor e uma carga de 5 lâmpadas idênticas.A tensão entre os terminais A e B do motor é 4. é correto afirmar que a intensidade da corrente elétrica que o percorrerá. 0 V.0. será de: a) 2.0.1Ω. Sendo o motor ligado a essa bateria.0. (PUCCAMP-SP) Este enunciado refere-se às questões de números 16 e 17. São dadas as curvas características de três elementos de um circuito elétrico: 16-(PUCCAMP-SP) Associando os três elementos em série. ligado a uma linha de transmissão com condutores de resistência r = 0. 0 W.0.0. c) 6. b) 4. em ampère. 40/3) b) (4/3. c) 3. de acordo com a figura.0. 15-(UFRJ-RJ) Os gráficos característicos de um motor elétrico (receptor) e de uma bateria (gerador) são mostrados nas figuras (1) e (2). d) 5. .0.0. ligadas em paralelo. vale: a) 1. 5 W. em ampères. d) 2. 0 W e) 2. respectivamente. Se ambas estivessem representadas em um mesmo sistema de eixos. b) 1. 20) c) (5/3. cada qual com resistência R = 99Ω.

20-(UFRJ-RJ-010) Um estudante dispunha de duas baterias comerciais de mesma resistência interna de 0. ele desenhou o circuito indicado na figura a seguir e calculou a corrente i que passaria pelas baterias desse circuito.Determinar a potência absorvida pelo motor. 21-(UFG-GO-010) . PR. Sabendo que os dois estão interligados. e a dissipada na rede. PM. a) Calcule o valor encontrado pelo estudante para a corrente i. por meio de um voltímetro ideal. PL. determine a resistência interna e o rendimento para o gerador e para o receptor. de força eletromotriz igual a E e resistência interna r. e um receptor ativo de força contra eletromotriz E’ e resistência interna r’. A fim de avaliar se deveria conectar em paralelo as baterias para montar uma fonte de tensão. de 11Volts. pelas lâmpadas. que uma delas tinha força eletromotriz de 12 Volts e a outra. mas verificou. b) Calcule a diferença de potencial VA − VB entre os pontos A e B indicados no circuito.10 W. 19-(ITA-SP-010) No gráfico a seguir estão representadas as características de um gerador.

Os gráficos da Figura 2 mostram o comportamento desses objetos por meio de suas características tensão (U) versus intensidade de corrente (I). foram ligados a dois resistores iguais. de tensões iguais a V. Considerando o exposto. de resistência R. a razão da corrente em um dos resistores do circuito (a) pela de um resistor de (b) é: a) 1/4 b) 1/2 c) 1 d) 2 e) 4 22-(UFPA-PA) Na Figura 1 estão representados três objetos que utilizam eletricidade. .Dois geradores ideais. conforme ilustram os circuitos a seguir.

0W e está ligado a uma ddp de 100 V. liquidificador. Verifica-se que ele é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade igual a 5. etc. respectivamente.0 A. como robôs. o cientista dinamarquês Hans Christian Oersted (17771851) não imaginava que. enceradeira. 350 W b) 90 V. Acerca do assunto tratado no texto acima. aspirador de pó. espremedor de frutas. 23-(UEPB-PB-010) Em 1820. furadeira. o cientista dinamarquês Hans Christian Oersted (1777-1851) não imaginava que. com uma singela experiência. tais como: bateria. 300 W e) 100 V. carrinhos. descobriria um princípio físico fundamental para o funcionamento do motor elétrico. com uma singela experiência. além de inúmeros brinquedos movidos a pilha e/ou tomada. b) Para uma corrente de 2A. ventilador. 400 W 24-(UEPB-PB-010) Em 1820. são a) 80 V. tais como: bateria. A força contra-eletromotriz do motor e a potência total recebida pelo motor. que possibilitou o surgimento e o desenvolvimento de um grande número de aparelhos elétricos. lixadeira. descobriria um princípio físico fundamental para o funcionamento do motor elétrico. utilizados em todo o mundo. resolva a seguinte situação-problema: Um motor elétrico tem resistência interna de 2. associe cada um deles com o gráfico correspondente que o caracteriza. . que possibilitou o surgimento e o desenvolvimento de um grande número de aparelhos elétricos. calcule o rendimento do objeto que se comporta como receptor.a) Levando-se em conta o comportamento elétrico desses objetos. 500 W d) 70 V. 450 W c) 90 V.

espremedor de frutas. furadeira. ( ) Um motor elétrico é uma aplicação do princípio fundamental do eletromagnetismo que afirma que uma força magnética vai atuar sobre um condutor elétrico se esse condutor estiver convenientemente colocado num campo magnético e for percorrido por uma corrente elétrica. 26-(ITA-SP-011) Considere um circuito constituído por um gerador de tensão E = 122. liquidificador. Após a análise feita. além de inúmeros brinquedos movidos a pilha e/ou tomada. Quando um gerador encontra-se em circuito aberto. A força contra-eletromotriz pode. em relação ao motor elétrico. Nessa linha encontram-se um motor e uma carga de 5 lâmpadas idênticas. 08. 16.4 V.1Ω. assinale a alternativa que corresponde à sequência correta: a) VVV b) FVF c) VVF d) FVV e) VFV 25-(UEPG-PR-010) Dispositivos que transformam outras formas de energia em energia elétrica são conhecidos como geradores elétricos. etc. escrevendo V ou F conforme sejam verdadeiras ou falsas.Geradores elétricos podem ser associados somente em paralelo. em termos práticos.ventilador. assinale o que for correto. cada qual com resistência R = 99 Ω. ligado a uma linha de transmissão com condutores de resistência r = 0. A potência útil fornecida por um gerador a um circuito onde só existem resistores será máxima se a resistência equivalente do circuito for igual à resistência interna do gerador. aspirador de pó. ligadas em paralelo. a diferença entre seus terminais é igual a sua força eletromotriz. como robôs. Acerca do assunto tratado no texto. 01. utilizados em todo o mundo. O rendimento elétrico de um receptor corresponde ao produto entre a potência elétrica útil e a potência elétrica fornecida ao receptor. analise as proposições a seguir. Dispositivos capazes de receber energia elétrica e transformá-la em outras formas de energia que não a térmica são denominados receptores elétricos. lixadeira. ( ) O motor elétrico é uma máquina que converte energia mecânica de rotação em energia elétrica. de acordo com a figura. enceradeira. carrinhos. . 04. Sobre geradores elétricos e receptores elétricos. ser pensada como uma força eletromotriz que se opõe à passagem da corrente elétrica. 02. pelo qual passa uma corrente I = 12 A. respectivamente: ( ) O motor elétrico é um elemento de trabalho que converte energia elétrica em energia mecânica de rotação.

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).Determinar a potência absorvida pelo motor. 02. O potencial elétrico no ponto D é menor do que no ponto C. pelas lâmpadas. 16. 27-(UFSC-SC-011) Considere o circuito abaixo. PM. A potência dissipada no resistor de 4Ω é 16 W. A corrente no circuito é 2. A diferença de potencial entre os pontos A e B (VB – VA) é 6 V. PR. A potência elétrica útil do motor é .0 A. PL. e a dissipada na rede. A potência fornecida ao circuito externo pela fonte de 15 V é 14 W. 01. 08. 28-(UPE-PE-012) Um motor elétrico sob tensão 220 V é alimentado por uma corrente elétrica de 10 A. 04.

respectivamente.80 B) 200. . II. 0.80 E) 400.91 C) 400.de 2000 W. A potência dissipada no resistor R2 vale 12 W. R2 = 3. 1 D) 400. 2. III.0 ohm. 2.5 29-(UPE-PE-012) Um circuito com duas malhas contém duas fontes de tensão constante E1 = E2 = 14 V e três resistores R1 = 1. 0. em ohms. 4. 4. IV. O sentido da corrente que passa pelo resistor R é de cima para baixo. e ao rendimento elétrico do motor. em volts. A corrente que passa pelo resistor R1 vale 6 A. A) 200. 1. à resistência interna do motor. 0. O sentido da corrente que passa pelo resistor R2 é da esquerda para a direita. 4.0 ohm. Assinale a alternativa que corresponde à força contra eletromotriz.0 ohms e R = 1. conforme mostrado na figura a seguir: Analise as seguintes proposições: I.

D) II e IV. III e IV. d) as três resoluções anteriores. III e IV. II e III. E) I. Resoluções Volt ar Galvanômetro como amperímetro e como voltímetro . e) fazer passar uma corrente menos intensa que iG . A finalidade de se colocar uma resistência em paralelo com ele é: a) fazer passar uma corrente mais intensa que iGpelo galvanômetro sem danificá-lo. III e IV. b) permitir a medida de corrente (I) mais intensa que iG. B) II.Ponte de Wheatstone Exercícios 01-(FUVEST-SP) Um galvanômetro permite a passagem de corrente máxima iG. II.Estão CORRETAS A) I. C) I. c) permitir a medida de tensões elevadas.

do que o valor de RG.9 vezes menor c) 1/10 . ligando-se a resistência interna RG do galvanômetro em paralelo com uma resistência RS. chamada de 'shunt' (palavra inglesa que significa desvio). . na ordem em que elas aparecem... B) um voltímetro para medir uma tensão máxima de 20 V. 05-(UFRS-RS) Selecione a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto abaixo...9 vezes menor b) 1/10 .0 mA. miliampères.02-(MACKENZIE-SP) É dado um galvanômetro de resistência 10 e fundo de escala 1.10 vezes maior d) 9/10 – 9 vezes maior . Constrói-se um amperímetro a partir de um galvanômetro.. (MACKENZIE) Usando um voltímetro de fundo de escala 20V e resistência interna de 2000. da corrente elétrica I deverá passar pelo galvanômetro.) a) 1/9 . que é um galvanômetro modificado da maneira representada na figura adiante.. e o valor de RSdeverá ser . Um "galvanômetro" é um aparelho delicado e sensível capaz de medir uma corrente elétrica contínua. Assim. muito pequena.. desejamos medir uma ddp de 100V. Para medir correntes elétricas maiores do que essas. quando muito.0V... Calcule a resistência necessária para utilizá-lo como: A) um amperímetro para medir uma corrente máxima de 50 mA. Qual deve ser o valor da resistência série para medir 10V? Qual deve ser o fator de multiplicação? a) 90  e 10 b) 9  e 10 c) 100  e 10 d) 10  e 100 e) 1000  e 10 03.. para se obter um amperímetro cuja "corrente de fundo de escala" seja 10 vezes maior do que a do galvanômetro usado. I.. da ordem de alguns microampères ou. (Dado: A "corrente de fundo de escala" é o valor máximo de corrente elétrica que o amperímetro ou o galvanômetro podem medir.. A resistência do resistor adicional que devemos associar a esse voltímetro é: a) 1k b) 2k c) 6k d) 8k e) 12k 04-(UFG-GO) Um laboratório possui um galvanômetro de resistência interna 100 Ω e corrente de fundo de escala 2. usa-se um "amperímetro"...

Qual deve ser o valor da resistência de um resistor que precisa ser colocado nesse aparelho para que ele se transforme num voltímetro apto a medir até 10V? Como deve ser colocado esse resistor.0mA e sua resistência é de 0.104.0.0 Ω c) 2.104 e 9. O instrumento é acoplado a um voltímetro de escala múltipla.0.9. respectivamente: a) 9.103.5 A. na forma indicada.106 08-(UNESP-SP) Pretende-se medir a corrente no circuito abaixo intercalando-se entre os pontos A e B um amperímetro que tem resistência interna de 1.e) 9/10 – 10 vezes maior 06.103 e 9.9.(UNESP-SP) A corrente que corresponde à deflexão máxima do ponteiro de um galvanômetro é de 1. Que valor de resistência ( r ) satisfaz o requisito? a) 4.103. Acontece que o máximo valor que o instrumento mede (fundo de escala) é 3.0.105 c) 9. 9. Aumentando-se o fundo de escala para 4. devem ser de.105 e 9.9.5Ω.5Ω. em série ou em paralelo com o galvanômetro? 07-(UERJ-RJ) O galvanômetro abaixo tem resistência interna de 100Ω e sofre a máxima deflexão com a passagem de uma corrente de 1.105 e) 9. R2 e R3.9.0.104 e 9.10-4 A.0.0 Ω d) 1. 9.9.0. 9. Os valores das resistências R1.104 b) 9.102.0A.0 Ω e) 0. 9.0 Ω b) 3. em ohms. de modo que sua escala seja ampliada para 4.0.5 A.105 d) 9.103. e a corrente no circuito é maior que isso. São fornecidos resistores ( r ) que devem ser ligados ao amperímetro . 9.5 Ω . o instrumento pode ser utilizado.0.104e 9.0.9. como indicam os valores que representam as leituras máximas de cada escala no esquema que se segue.9.

Para que isso ocorra. R2=30Ω. Esses pontos são: a) B e C b) B e D c) C e D d) C e E e) D e E 11-(UFLA-MG) A ponte de Wheatstone mostrada abaixo estará em equilíbrio quando o galvanômetro G indicar zero volt.C.D e E) e desligados. Ligando-se o interruptor I. R1=210Ω. qual dos ventiladores não funcionará? Justifique.09-(UFB) Na parede de uma loja de produtos elétricos estão expostos cinco ventiladores idênticos (A. Os pontos M e N estão ligados à uma rede de tensão elétrica constante de 117V. 10-(UEL-PR) Abaixo está esquematizado um trecho de circuito em que todos os resistores são iguais. conforme o esquema da figura. Obteve-se o equilíbrio do galvanômetro para L=150mm. pode-se tocar simultaneamente em dois pontos desse circuito sem tomar um "choque". O valor de X é. em ohms: . Entretanto. AB é um fio homogêneo de seção reta transversal constante e resistência 50Ω e comprimento 500mm. R1deve ter valor igual a: a) R/3 b) R c) 2R d) R2/2 e) R2 12-(UEL-PR) No circuito esquematizado.B. Entre os pontos A e F existe uma diferença de potencial de 500V.

cuja temperatura θ se deseja conhecer. até que a corrente medida pelo amperímetro no trecho AB seja nula. o galvanômetro indica uma corrente nula. pode-se afirmar que: a) i1R4 + i2R3=0 b) i1R1 – i2R3=0 c) i1R4– i2R3=0 d) i1R4 + i2R2=0 e) i1R1 + i2R2=0 15-(UNICAMP-SP) No circuito abaixo a corrente na resistência de 5Ω é nula. Neste caso.10-3A. . a) Qual a temperatura θ do corpo quando a resistência R2for igual a 108Ω? b) A corrente através da resistência R é igual a 5. Considere uma resistência R que varia com a temperatura θ de acordo com a expressão R=Ro(1 + αθ) onde Ro=100Ω. ajusta-se a resistência R2.0. Esta resistência está em equilíbrio térmico com o corpo. α=4. Para medir o valor de R. indicada no circuito abaixo.10-3 oC-1e θ é dada em graus celsius. Qual a diferença de potencial entre os pontos C e D indicados na figura? 14-(UFRN-RN) No circuito da figura abaixo.a) 120 b) 257 c) 393 d) 180 e) 270 13-(UNICAMP-SP) A variação de uma resistência elétrica com a temperatura pode ser utilizada para medir a temperatura de um corpo.

na situação de equilíbrio. . isto é. 17-(FUVEST) Considere o circuito da figura.a) Determine o valor da resistência X b) Qual a corrente fornecida pela bateria? 16-(UFSC) O circuito fechado é o de uma “ponte de fio” e serve para determinação de uma resistência desconhecida RX. onde E=10V e R=1.000Ω. Sabendo que a ponte da figura está equilibrada . o galvanômetro G não acusa nenhuma passagem de corrente elétrica. determine o valor numérico de R (em ohms). conforme figura. considerando que L1=20cm e L2=50cm. a) Qual a leitura do amperímetro A? b) Qual a leitura do voltímetro V? 18-(UNESP-SP) Um circuito contendo quatro resistores é alimentado por uma fonte de tensão.

diagonalmente opostos. será alterada para 50 Ω. em ohms: .5 Ω. Entre os vértices A e C. a ddp entre os terminais A e B é de 60V e o galvanômetro G acusa uma intensidade de corrente elétrica zero. A1 e A2. formando um quadrilátero. a diferença de potencial entre A e C é igual a 50V. Se a ddp entre os terminais A e B for duplicada e o galvanômetro continuar acusando zero. calcule o potencial do vértice B. Se.(Mackenzie-SP) No circuito a seguir. (Mackenzie-SP) No circuito abaixo. poderemos afirmar que: a) a resistência R permanecerá constante e igual a 25 Ω. Determine a diferença de potencial em volts entre os pontos D e B. diametralmente oposto a D. será alterada para 12. sabendo-se que o potencial eletrostático em A é igual ao potencial em B. 20-(UnB-DF) Quatro resistores iguais são ligados.Calcule o valor da resistência R. C e D. indiquem zero. que era de 25 Ω. Se o potencial do vértice D vale 6 volts. 21. para que ambos os amperímetros ideais. c) a resistência R permanecerá constante e igual a 10 Ω. quando uma diferença de potencial de 100V é aplicada entre os pontos A e B. é ligada uma fonte de 6 volts. é necessário que as resistências R1 e R2 valham. 19-(UFPE) O circuito da figura é formado por resistores idênticos. b) a resistência R permanecerá constante e igual a 15 Ω. 22-. e) a resistência R. cujos vértices são identificados pelas letras A. que era de 50 Ω. de resistência igual a 42 ohms cada. respectivamente. d) a resistência R. B.

composto de fios ideais e cinco lâmpadas idênticas L.a) 10 e 120 b) 40 e 90 c) 90 e 40 d) 40 e 10 e) 10 e 40 23-(AFA-012) A figura abaixo mostra quatro passarinhos pousados em um circuito elétrico ligado a uma fonte de tensão. o(s) passarinho(s) pelo(s) qual(quais) certamente não passará(ão) corrente elétrica é(são) o(s) indicado(s) pelo(s) número(s) a) I b) II e IV c) II. Ao ligar a chave Ch. III e IV d) III Resoluções .