P. 1
NBR 11403 PB 1510 - Parafuso de Cabeca Sextavada Flangeada - Serie Leve

NBR 11403 PB 1510 - Parafuso de Cabeca Sextavada Flangeada - Serie Leve

|Views: 424|Likes:
Publicado porezequieltoniazzo

More info:

Published by: ezequieltoniazzo on Apr 17, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/28/2015

pdf

text

original

Cópia não autorizada

CDU: 621.882.211

NOV./1990

PB-1510

Parafuso de cabeça sextavada flangeada - Série leve
ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas
Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar CEP 20003 - Caixa Postal 1680 Rio de Janeiro - RJ Tel.: PABX (021) 210 -3122 Telex: (021) 34333 ABNT - BR EndereçoTelegráfico: NORMATÉCNICA

Padronização Registrada no INMETRO como NBR 11403 NBR 3 - Norma Brasileira Registrada Origem: Projeto 04:003.01-064/89 CB-04 - Comitê Brasileiro de Mecânica CE-04:003.01 - Comissão de Estudo de Elementos de Fixação Roscados PB-1510 - Hexagon flange bolts - Small series Esta Norma foi baseada na ISO/DIS 4162.2 Palavra-chave: Parafuso 6 páginas

Copyright © 1990, ABNT–Associação Brasileira de Normas Técnicas Printed in Brazil/ Impresso no Brasil Todos os direitos reservados

1 Objetivo
Esta Norma padroniza as dimensões e as propriedades físicas e mecânicas de parafusos de cabeça sextavada flangeada, série leve, com rosca normal de diâmetros M5 até M16, nas classes de resistência 8.8, 10.9 para açocarbono e A2-70 para aço inoxidável, com grau de produto “A” para o corpo e “B” para a cabeça.

PB-882 - Elementos de fixação roscados, tolerâncias, dimensões de forma, posição e rugosidade para graus de produto A, B e C - Padronização ISO 261 - ISO general purpose metric screw threads - General plan ISO 898-1 - Mechanical properties of fasteners - Part 1: Bolts, screws and struds ISO 965 - ISO general purpose metric screw threads ISO 3269 - Fasteners - Acceptance inspection ISO 3506 - Corrosion - Resistant stainless steel fasteners - Specifications ISO 4042-2 - Threaded components - Electroplated components ISO 4759-1 Tolerances for fasteners - Part 1: Bolts, screws and nuts with threads diameters between 1,6 (inclusive) and 150 mm (inclusive) and product grades A, B and C ISO 6157-1 - Fasteners - Surface discontinuities - Part 1: Bolts, screws and studs for general requirements

2 Documentos complementares
Na aplicação desta Norma é necessário consultar: EB-168 - Elementos de fixação - Parafusos - Especificação EB-2030 - Revestimentos para eletrodeposição em elementos de fixação roscados - Especificação NB-97 - Rosca métrica ISO - Procedimento NB-320 - Elementos de fixação de aço inoxidável e aço resistente à corrosão - Especificação NB-1001 - Defeitos superficiais em porcas - Procedimento NB-1019 - Inspeção de aceitação de elementos de fixação - Procedimento PB-114 - Pontas de rosca e partes salientes de parafusos - Padronização

3 Condições gerais
3.1 Designação Na designação de um parafuso de cabeça sextavada

2

Cópia não autorizada

PB-1510/1990

flangeada, série leve, devem constar as seguintes informações: a) nome e número desta Norma; b) diâmetro nominal da rosca; c) comprimento nominal; d) classe de resistência; e) forma opcional da superfície de assentamento; f) forma opcional da haste; g) acabamento superficial, quando exigido.
3.1.1 Exemplo de designação 3.1.1.1 A designação de um parafuso de cabeça sextavada flangeada, série leve, conforme esta Norma, de diâmetro M12 rosca normal, de comprimento l = 80, com superfície de assentamento de forma “F” ou “U”, haste cheia e classe de resistência 8.8 é a seguinte:

3.1.1.2 Se for desejado um parafuso com formas opcionais de superfície de assentamento (U) ou haste reduzida (R), isto deve constar adicionalmente na designação.

Por exemplo: A designação de um parafuso de cabeça sextavada flangeada, série leve, conforme esta Norma, de diâmetro M12 rosca normal, de comprimento l = 80, com superfície de assentamento de forma “U”, haste reduzida e classe de resistência 8.8 é a seguinte: Parafuso PB-1510 - M12 x 80 - U - R - 8.8
3.1.1.3 Para fins internacionais, os parafusos, segundo esta Norma, podem ser designados pela respectiva designação ISO, por exemplo:

HEXAGON FLANGE BOLT ISO 4162 - M12 x 80 - U R - 8.8

4 Condições específicas
4.1 Propriedades físicas e mecânicas Os parafusos devem atender aos requisitos da Tabela 1.

Parafuso PB-1510 - M12 x 80 - 8.8

Tabela 1 - Propriedades físicas e mecânicas Características/material Rosca Tolerância Norma Propriedades mecânicas Classe de resistência Norma Grau do produto Tolerância Norma Defeitos superficiais PB-882 (ISO 4759-1) Aço 6g NB-97 (ISO 261 - ISO 965) Aço inoxidável

8.8 - 10.9 EB-168(ISO 898-1) cabeça - B haste - A

A2-70 NB-320 (ISO 3506)

Norma

NB-1001 (ISO 6157-1) Oxidado preto (térmico ou químico) Outro acabamento mediante acordo

Acabamento Norma Aceitação

Limpo

Revestimento eletrodepositado EB-2030 (ISO 4042-2) NB-1019 (ISO 3269)

4.2 Dimensões dos parafusos As dimensões dos parafusos de haste não reduzida (tipo

normal) e de haste reduzida (tipo R) são mostradas nas Figuras 1 e 2, respectivamente, e Tabelas 2 e 3.

PB-1510/1990

Cópia não autorizada

3

Figura 1 - Haste não reduzida (tipo normal)

Figura 2 - Haste reduzida (tipo R)
A) O topo da cabeça deve ser de forma cheia ou com rebaixo, a critério do fabricante. Se o topo da cabeça for rebaixado, a periferia pode ser arredondada. O diâmetro mínimo do círculo chanfrado deve ser a dimensão “s” menos 15%. (B) Rosca incompleta U -2P. (C) d2 corresponde ao diâmetro de flanco (diâmetro de laminação). (D) k’ é a altura mínima da face de acionamento.

4

Cópia não autorizada

PB-1510/1990

Tabela 2 - Dimensões principais Unid.: mm Diâmetro nominal (d) P (B)
(C)

M5 0,8 16 1 5,7

M6 1 18 1,1 6,8 7,4 13,6 6 5,82 6,6 11,6 8,56 6,8 2,9 2 0,25 0,4 0,1 3,4 8 7,64 0,2 0,05

M8 1,25 22 28 1,2 9,2 10 17 8 7,78 9 14,9 10,8 8,5 3,8 2 0,4 0,5 0,15 4,3 10 9,64 0,25 0,1

M 10 1,5 26 32 1,5 11,2 12,6 20,8 10 9,78 11 18,7 14,08 9,7 4,3 2 0,4 0,6 0,2 4,3 13 12,57 0,3 0,15

M 12 1,75 30 36 1,8 13,7 15,2 24,7 12 11,73 13,5 22,5 16,32 11,9 5,4 3 0,6 0,7 0,25 6,4 15 14,57 0,35 0,15

(M 14)(A) 2 34 40 2,1 15,7 17,7 28,6 14 13,73 15,5 26,4 19,68 12,9 5,6 3 0,6 0,9 0,3 6,4 18 17,57 0,45 0,2

M 16 2 38 44 57 2,4 17,7 20,7 32,8 16 15,73 17,5 30,6 22,58 15,1 6,7 3 0,6 1 0,35 6,4 21 20,16 0,5 0,25

bref

(D)

(E)

c da F

mín. máx. U

6,2 máx. máx. mín. 11,4 5 4,82 5,5 9,4 7,44 5,6 2,3 1,4 0,2 0,3 0,1 3 7 6,64 0,15 0,05

dc ds

dv dw e k k’ lf r1 r2(F) r3 r4 s

máx. mín. mín. máx. mín. máx. mín. máx. mín. ref. máx. mín. máx.

v mín.
(A)

As dimensões entre parênteses devem ser evitadas, se possível. P = passo normal da rosca. Para comprimentos 1 -125 mm. Para comprimentos 125 mm < 1 -200 mm. Para comprimentos 1 > 200 mm. r2 é o raio de concordância entre o flange e o plano ou canto do sextavado.

(B)

(C)

(D)

(E)

(F)

Nota: Se o produto passar pelo calibrador mostrado na seção 4.3, os requisitos para as dimensões "e" e "k'" são satisfeitos.

Cópia não autorizada

PB-1510/1990

5

Tabela 3 - Série de comprimentos em função de Is e Ig Unid.: mm Diâmetro nominal (d) I (B) nom. 10 12 16 20 25 30 35 40 45 50 55 60 65 70 80 90 100 110 120 130 140 150 160 180 200 mín. 9,7 11,6 15,6 19,6 24,6 29,6 34,5 39,5 44,5 49,5 54,4 59,4 64,4 69,4 79,4 89,3 99,3 109,3 119,3 129,2 139,2 149,2 159,2 179,2 199,1 Is Ig Is Ig máx. mín. máx. mín. máx. 10,3 12,4 16,4 20,4 25,4 30,4 35,5 40,5 45,5 50,5 55,6 60,6 65,6 70,6 80,6 90,7 100,7 110,7 120,7 130,8 140,8 150,8 160,8 180,8 200,9 5 10 15 20 25 30 9 14 19 24 29 34 7 12 17 22 27 32 37 12 17 22 27 32 37 42 6,75 13 6,5 14 6,25 15 6 11 16 21 26 36 46 56 66 76 80 90 16 21 26 31 36 46 56 66 76 86 90 100 7 12 17 22 32 42 52 62 72 76 86 96 106 17 22 27 32 42 52 62 72 82 86 96 106 116 Is mín. M5 M6 M8 M 10 Is e Ig (C)(D) Ig Is Ig Is máx. mín. máx. mín. Ig Is Ig Is máx. mín. máx. mín. Ig máx. M 12 (M14)(A) M 16

11,75 18 16,75 23 21,75 28 26,75 33 31,75 38 36,75 43 41,75 48 51,75 58

11,5 19 16,5 24 21,5 29 26,5 34 31,5 39 36,5 44 46,5 54 56,5 64 66,5 74

11,25 20 16,25 25 21,25 30 26,25 35 31,25 40 41,25 50 51,25 60 61,25 70 71,25 80 81,25 90

(A) As dimensões entre parênteses devem ser evitadas, se possível. (B) Valores máximo e mínimo de acordo com a PB-882. (C) Comprimento “l” para parafusos do tipo “R” (corpo reduzido), somente abaixo da linha tracejada. (D) “lg” é o comprimento mínimo de aperto.

Cópia não autorizada

6

PB-1510/1990

Calibradores para verificação da cabeça e flange do parafuso
4.3.1 A cabeça do parafuso deve ser verificada utilizan-

4.3.1.1 Calibrador “A”

Deve ser posicionado sobre a cabeça e deve assentar-se no flange.
4.3.1.2 Calibrador “B”

do-se dois anéis calibradores “A” e “B”, para verificar se as dimensões do sextavado estão dentro dos valores exigidos para aceitação dos cantos e a altura da face de acionamento. Conforme ilustra a Figura 3, os calibradores “A” e “B” não devem estar em contato após a montagem.

Deve ser posicionado no topo da cabeça, perpendicular ao eixo do parafuso.
Nota: As dimensões de Wa, Ta, Wb e Tb são dadas na Tabela 4.

Figura 3 - Posicionamento dos calibradores Tabela 4 - Verificação das dimensões através dos calibradores “A” e “B” Unid.: mm Calibrador “A” Diâmetro nominal (d) máx. M5 M6 M8 M 10 M 12 M 14 M 16 8,09 9,25 11,56 15,02 17,33 20,79 24,26 Wa mín. 8,08 9,24 11,55 15,01 17,32 20,78 24,25 máx. 2,3 2,9 3,8 4,3 5,4 5,6 6,7 Ta mín. 2,29 2,89 3,79 4,29 5,39 5,59 6,69 Calibrador “B” Wb máx. 7,43 8,55 10,79 14,07 16,31 19,67 22,57 mín. 7,42 8,54 10,78 14,06 16,3 19,66 22,56 Tb mín. 3 3 4 4 5 5 6

Nota: Wa mín. = máximo téorico entre cantos. Wb máx. = mínimo entre cantos menos 0,01 mm. Ta máx. = mínimo de altura de acionamento k‘.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->