Você está na página 1de 68

Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.

Fernando Pestana – Aula 02

AULA 02: Flexão Nominal e Verbal. Emprego de tempos e modos verbais. Voz Verbal.
SUMÁRIO RESUMIDO 1- Questões da FCC 2- Gabarito Comentado Salve, salve, meus alunos inquietos! Sem muito lesco-lesco, vamos a uma nova bateria de exercícios comentados! Espero que as questões de hoje, recorrentes em qualquer prova da FCC, principalmente verbos, não sejam mais um grande problema em sua vida. Que seja pequenininho, quiçá minúsculo! Hoje vou ser um pouco mais abrangente, pois sei que “verbo” é triste... como já dizia a gíria, “bota muita gente pra chorar”. Nas questões iniciais, darei uma microaula sobre alguns assuntos para que, nas próximas questões, você perceba que não há tanta dificuldade assim, quando se domina a teoria. Teoria + Prática = Aprovação! Este curso é de questões comentadas, ou seja, exercícios da banca FCC. Creio eu que você não é nenhum ‘novato’ em gramática para fazer este curso, pois parto do princípio que você já não está no nível básico, por isso adquiriu este curso de exercícios, certo? No entanto, sempre acho necessário falar da teoria junto ou após cada justificativa do gabarito das questões. Consulte as microaulas se (e somente se) julgar necessário. Espero que esta didática o ajude. Faça com tranquilidade, beleza? O Pestaninha aqui está sempre às ordens, se surgirem dúvidas:
fernandopest@yahoo.com.br ou fernandopestana@estrategiaconcursos.com.br

PÁGINA 01 15

Questões da FCC
As últimas questões são atuais! Fica ligado! FCC – TRE/AP – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 1- A palavra destacada que está empregada corretamente é: (A) Diante de tantos abaixos-assinados, teve de acatar a solicitação. (B) Considerando os incontestáveis contra-argumento, reconheceu a falha do projeto.

Prof. Fernando Pestana

www.estrategiaconcursos.com.br

1 de 68

Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Fernando Pestana – Aula 02 (C) Ele é um dos mais antigos tabeliões deste cartório. (D) Os guardas-costas do artista foram agressivos com os jornalistas. (E) Os funcionários da manutenção já instalaram os corrimãos.

FCC – TRE/AP – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 2- Está correta a seguinte frase: (A) Ainda que os méritos pela execução do projeto não coubessem àquele engenheiro, foram-lhe logo atribuídos, mas ele, com humildade, não hesitou em recusá-los. (B) Parecia haver muitas razões para que seus estudos de metereologia não convencesse, mas a mais excêntrica era inventar pretextos inverossímeis para seus erros. (C) Devem fazer mais de seis meses que ele não constroe nenhuma maquete, talvez por estresse; por isso, muitos são a favor de que lhe seja concedido as férias acumuladas. (D) Ele é especialista em vegetais euros-siberianos, motivo das suas análizes serem feitas em extensa faixa da Europa e dele viajar tão à vontade. (E) Ao que me disseram, tratam-se de questões totalmente irrelevante para o pesquisador, mas, mesmo assim, jornalistas tentam assessorá-lo na divulgação delas.

FCC – TRE/PE – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 3- Estão plenamente adequadas a flexão e a correlação entre tempos e modos dos verbos na frase: (A) As ponderações de Kucinski seriam úteis se acatadas por todos os que estivessem envolvidos no campo de atuação que ele analisou. (B) Todo louvor aos que se disporem a assumir valores éticos, sem que se importassem com os sacrifícios que isso representaria. (C) Teria sido o mercado, e não a fraqueza moral de cada um, o fator que levará os jovens a uma competição cada vez mais violenta. (D) Os jovens jornalistas agem hoje como se nunca houvera necessidade de sobreviver ao tempo em que trabalhassem os veteranos. (E) Caso ninguém venha a se preocupar com a ética no trabalho, seria inútil que os velhos profissionais venham a nos lembrar o nome de Pulitzer.

FCC – TRT/SE (20R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 4- Paulo Honório (querer) contar a própria vida, mas, julgando que não o (conseguir), (pedir) ao jornalista Gondim que o (fazer).

Prof. Fernando Pestana

www.estrategiaconcursos.com.br

2 de 68

Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Fernando Pestana – Aula 02 Os verbos indicados entre parênteses estarão adequadamente correlacionados na frase acima caso se flexionem nas seguintes formas: (A) quisera − conseguirá − pedisse − faria (B) queria − conseguiria − pediu − fizesse (C) queria − conseguisse − pedia − faça (D) quis − consegue − pede − fizesse (E) quis − conseguiu − pediu − faça 5- A transposição para a voz ativa da frase Foi assim que sempre se fez a literatura tem como resultado: (A) Sempre foi assim que a literatura fez. (B) Assim é que sempre foi feita a literatura. (C) Terá sido feito sempre assim, a literatura. (D) Foi sempre assim que a literatura tem feito. (E) Foi assim que sempre fizeram a literatura.

FCC – TRT/SE (20R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 6- ... a leitura em profundidade foi substituída pela informações, em sua maioria superficiais... (2oparágrafo) massa de

Com a transposição da frase acima para a voz ativa, o verbo passará a ser (A) substituíram. (B) substituiu. (C) substituíra. (D) tinham substituído. (E) substituiriam. 7- O ex-ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, afirma que os ganhos da produtividade na pecuária poderiam liberar terras suficientes para dobrar a área plantada com alimentos. (último parágrafo) O emprego da forma verbal grifada acima indica, considerando-se o contexto, (A) certeza que consolida a afirmativa feita. (B) ação habitual e repetitiva, em relação à pecuária. (C) fato histórico, constante no tempo. (D) realidade a ser confirmada num futuro imediato. (E) hipótese, a partir de certa condição implícita. 8- A expectativa é de que o Brasil tenha de arcar com 40% desse aumento. (1º parágrafo)

Prof. Fernando Pestana

www.estrategiaconcursos.com.br

3 de 68

Preenche corretamente as lacunas da frase acima..... as crianças se . que pouco conhecia sobre ciência. FCC – TRE/RN – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 10..com. esse investimento muitas vezes não se justifica do ponto de vista estritamente econômico. escritores do século XIX elogiaram as realizações de Leonardo. as pastagens brasileiras possuem uma unidade animal por hectare... embora uma corrente de autores continuem..estrategiaconcursos. (B) .... (D) . (3º parágrafo) A passagem para a voz passiva da frase acima resulta na seguinte forma verbal: (A) viu-se. (B) é visto. a produtividade da agropecuária brasileira ainda está distante de alcançar seu pleno potencial. afirma FCC – TRT/AL (19R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 9.. na ordem dada....É comum que.. 11...... o que está em: Prof. (E) O poderoso mito de Leonardo alcança esse patamar... a identidade de uma personagem admirada. (D) tinha visto... se ele não realizou coisa alguma... (C) Para isso... para um universo mágico e . um super-herói ou uma figura da realeza. (E) "Além disso. como o milho..Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. (B) Grosso modo.. na média.. durante suas brincadeiras.. Fernando Pestana www. o Brasil ainda pode aumentar muito a produtividade de grãos. Fernando Pestana – Aula 02 O verbo flexionado nos mesmos tempo e modo em que se encontra o grifado acima está também grifado na frase: (A) Embora domine as técnicas mais modernas... (E) foram vistas. o trigo e o feijão".. (D) Pelo contrário. (C) Os relatos do século XIX sobre Leonardo enfatizavam o fato. (C) são vistas.. . O verbo flexionado nos mesmos tempo e modo que o da frase acima está em: (A) ..br 4 de 68 . viu pedrinhas ali perto. terá dois caminhos ..

(C) III. apenas. a forma verbal resultante..com..) Não. os verbos grifados estão flexionados no mesmo modo. Prof.estrategiaconcursos. me dê a mão. Substituindo-se a expressão a gente pelo pronome nós nos versos A gente agora já não tinha medo e Acho que a gente nem tinha nascido. apenas. não fuja não Finja que agora eu era o seu brinquedo Eu era o seu pião O seu bicho preferido Sim. Em Finja que agora eu era o seu brinquedo e Sim. Fernando Pestana www. me dê a mão A gente agora já não tinha medo No tempo da maldade Acho que a gente nem tinha nascido Chico Buarque e Sivuca 12I. pois os verbos conjugados no pretérito imperfeito designam fatos transcorridos no tempo passado. sem alterar o contexto. o uso do advérbio agora mostra-se inadequado. Nos versos Agora eu era o herói e A gente agora já não tinha medo. II. apenas. será teríamos.br 5 de 68 . III.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Fernando Pestana – Aula 02 (A) transportam – assumem – seja (B) transportem – assumem – seria (C) transportem – assumam – seja (D) transportam – assumiriam – sendo (E) transportariam – assumiriam – seria Observe o texto: João e Maria Agora eu era o herói E o meu cavalo só falava inglês A noiva do cowboy Era você Além das outras três Eu enfrentava os batalhões Os alemães e seus canhões Guardava o meu bodoque E ensaiava um rock Para as matinês (. (B) II. Está correto o que se afirma em (A) I.

(C) se falaram.O verbo corretamente empregado e flexionado está grifado em: (A) É de se imaginar que... se os viajantes setecentistas antevessem as dificuldades que iriam deparar.... cabe admirar a coragem desses homens que partiam para o desconhecido sem saber o que os aguardava a cada volta do rio.. (B) O que quer que os compelisse. (D) . o que inclui a fé. (B) foi falada. mas basta uma que o faça por vontade própria... pode despachá-la imediatamente... Prof. Transpondo-se a frase acima para a voz passiva.. (C) Os fiscais reteram o material dos artistas.. (B) As pessoas mais conscientes requereram anulação daquele privilégio.. A intenção de discriminar muçulmanas transparece quando se considera a exceção feita na lei.Tanto as fontes quanto a própria historiografia falavam a linguagem do poder.Está corretamente empregada a palavra destacada na frase (A) Constitue uma grande tarefa transportar todo aquele material.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.br 6 de 68 . "desde que se revistam de caráter tradicional". Fernando Pestana – Aula 02 (D) I e II. muitos deles desistiriam da aventura antes mesmo de embarcar.. trataremos do assunto. a forma verbal resultante será: (A) eram faladas. (E) I.com. (E) ... (B) . apenas. Fernando Pestana www. II e III. (E) Se eles porem as pastas na caixa ainda hoje.. FCC – TRE/AP – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 13. (D) era falada.. A intenção de discriminar muçulmanas transparece quando se considera a exceção feita na lei.estrategiaconcursos.(ADAPTADA) O modo verbal que faz referência a um evento incerto está presente em (A) . FCC – TRT/MT (23R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 15.. deveriam ser considerados parte integrante do direito à expressão da personalidade. (D) Quando ele vir até aqui. 14. (E) tinha-se falado 16.... (C) .

Fernando Pestana – Aula 02 (C) Caso não se surtisse com os mantimentos necessários para o longo percurso. FCC – TRT/RO/AC (14R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 18. (D) O próprio criminoso. evitaram a guerra. se mantivesse alguma dose de decência. talvez os convertidos tenham sido mais numerosos. sem que pretenda convencê-lo do que penso nem convidá-lo a repensar suas ideias) em que a frase acima foi empregada.. FCC – TRF (1R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 19. (E) Na história da humanidade. (E) Sempre houve povos que... 17.br 7 de 68 . (C) Tão logo fossem denunciados os horrores do stalinismo.. em que estas anotações vadias foram feitas. (B) Ele acredita que haverão de justificar-se todos os meios quando os fins representarem um ganho de alcance coletivo. o viajante corria o risco de literalmente morrer de fome antes de chegar ao destino. (D) Será que alguém acreditou que uma sociedade sem classes e sem preconceitos possa ter-se formado num regime autoritário? (E) Se a catequese pudesse propagar a fé religiosa sem recorrer à intimidação.com. é bastante provável que muitos dos viajantes maldizessem ao menos o destino diante das terríveis tribulações que deviam enfrentar.Está adequada a correlação entre tempos e modos verbais na frase: (A) Os criminosos que tenham ultrajado a pátria seriam forçados a servila pelo tempo que se julgava necessário. desbravadores foram não raro aqueles que sobreporam o desejo de enriquecer à relativa segurança de uma vida sedentária. a sua transposição para a voz ativa produz corretamente a seguinte forma verbal: Prof.Está adequada a correlação entre tempos e modos verbais na frase: (A) Um fim talvez justificaria os meios caso estes implicarem sacrifícios que não se distribuam desigualmente. (D) Se não maldiziam os santos.estrategiaconcursos. os comunistas devem ter revisto suas antigas convicções.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. ainda quando fossem provocados. (C) Ninguém seria indiferente a uma vultosa soma que venha a receber como indenização ao delito que o prejudique.. Fernando Pestana www. (B) Os que vierem a ultrajar a pátria deveriam ser submetidos a um castigo que trouxera consigo uma clara lição. Observando o contexto (Andei reunindo pedacinhos de papel em que estas anotações vadias foram feitas e ofereço-as ao leitor. por forte convicção. possa tirar proveito da lição a que seja submetido.

Mas alguns sinais já demonstravam que o sistema estava prestes a se espalhar e a invadir todos os domínios: imagens como as de Gandhi ou Che Guevara. do show business. 22. os autores referem-se a certas ações pretéritas que consideravam contínuas. por muito tempo restrito apenas à tela grande. “mágica”. FCC – TRT/RS (4R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 21. (C) fiz. (E) poderia fazer FCC – TRE/AP – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 As indústrias culturais.br 8 de 68 .com.NÃO admite transposição para a voz passiva a seguinte construção: (A) pegaram suas cestas para piquenique.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. (D) Espera-se que o nível de insegurança não atinge um patamar ainda mais alto. (E) Sempre haverá os que julguem aceitável este baixo nível de segurança que atingíssemos. indo de fotos a pôsteres. ligados primeiro aos setores do espetáculo. A forma verbal que demonstra essa atitude é (A) criaram. (B) tinha feito. a outros domínios. da televisão. (D) faziam. Prof. absolutamente moderna: a estrela. estendeu-se progressivamente. Depressa ela desempenhou um papel importante no sucesso de massa que o cinema alcançou. anunciavam a planetarização de um sistema que o capitalismo de hiperconsumo hoje vê triunfar. criaram uma nova figura. no mundo inteiro.estrategiaconcursos. 20. E isso continua. Mas o sistema. (C) continua. Fernando Pestana – Aula 02 (A) fizeram-se. Fernando Pestana www. (D) anunciavam.(ADAPTADA) Em certas passagens do primeiro parágrafo. (B) Alguém imaginaria que nosso nível de insegurança alcançasse este patamar? (C) Era de se prever que nosso nível de insegurança chegava ao ponto em que está. e mais especificamente a do cinema. com o desenvolvimento das indústrias culturais. (B) alcançou. (E) vê triunfar.Está adequada a correlação entre tempos e modos verbais na frase: (A) Ninguém imaginava que chegou a esse ponto nosso nível de insegurança.

Fernando Pestana – Aula 02 (B) mutilou uma geração inteira. quando Ouro Preto foi elevada à condição de vila. (E) provocou a tempestade de fogo. dependia.. Para que a frase acima seja clara e correta. haviam sido. 23 (adaptada). foram. a não ser o apartamentinho de Boston onde morreria em 1979.. dois anos após a descoberta do ouro na região. só delas. e 1711. (D) morreria. tem-se (A) havia verbos supostamente ativos que não expressavam ação realizada. dizia. que o acordo . agora à venda. Bem cuidada... “o telhado mais lindo da cidade”.. dependeu. a forma verbal que designa um evento posterior à época em que a poeta viveu no Brasil é: (A) adorava. (C) para atingir o moral do inimigo.. FCC – TRF (1R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 Observe o texto: Ela adorava aquela casa. seriam. Fernando Pestana www. (E) sabiam. . teriam sido. os espaços devem ser preenchidos pelas seguintes formas verbais: (A) saibam. dependeria.. (D) saibam.estrategiaconcursos.com. cuja forma lhe sugeria “uma lagosta deitada de bruços”. Tinha. sejam.. dependa. Comprou-a em 1965 e não teve outra na vida.Em há verbos supostamente ativos que não expressam ação realizada (linhas 35 e 36)... Prof.. (D) chegaram à sua apoteose tétrica. depende. (C) Comprou-a. a casa. 24. (B) sabem. (B) houve verbos supostamente ativos que não expressaram ação realizada. (B) foi elevada.No segundo parágrafo.Embora elas . FCC – DPE/RS – DEFENSOR PÚBLICO – 2011 25. (E) Tinha.br 9 de 68 . (C) soubessem. inábeis na argumentação..Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.. pertence aos Nemer desde 1982... construída entre 1698. alterando a flexão dos verbos haver e expressar para o pretérito perfeito do indicativo.

sem que se altere o sentido e a correção originais. (B) fato real e definido no tempo. Fernando Pestana www.com. e o modo verbal. b) As leis de perfeição tinham por objeto mais a bondade dos homens que as seguir do que a da sociedade na qual serão observadas. (C) condição de realização de um fato. (E) temporalidade que situa as ações no passado FCC – TRT/MS (24R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 27. (D) finalidade das ações apontadas no segmento. (3º parágrafo) O emprego das formas verbais grifadas acima denota (A) hipótese passível de realização.Minha outra mulher teve uma educação rigorosa. d) As leis de perfeição teriam por objeto mais a bondade do homem que as siga do que a da sociedade na qual têm sido observadas.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. (D) haviam verbos supostamente ativos que não expressavam ação realizada.Está plenamente adequada a correlação entre tempos e modos verbais na frase: a) As leis de perfeição teriam por objeto mais a bondade do homem que as seguisse do que a da sociedade na qual fossem observadas. (E) houve verbos supostamente ativos que não expressavam ação realizada. c) As leis de perfeição terão por objeto mais a bondade dos homens que as tivessem seguido do que a da sociedade na qual terão sido observadas. FCC – TRE/TO – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 28.br 10 de 68 . entre tantas meninas de uma família distinta. O verbo grifado na frase acima pode ser substituído. mas mesmo assim mamãe nunca entendeu por que eu escolhera justamente aquela. que sejam bem-sucedidos na profissão.É irrelevante que entrem na faculdade. e) As leis de perfeição terão tido por objeto mais a bondade do homem que viesse a segui-las do que a da sociedade na qual fossem observadas. Fernando Pestana – Aula 02 (C) houveram verbos supostamente ativos que não expressavam ação realizada. FCC – BB – ESCRITURÁRIO – 2011 26. por: Prof. que ganhem muito ou pouco dinheiro.estrategiaconcursos.

Transpondo o segmento destacado na frase acima para a voz passiva.br 11 de 68 . como antes o rei absorvera o homem..A conciliação.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.. c) tinham proporcionado.. Fernando Pestana www... pois elas participam diretamente no resultado apaziguador do conflito. b) tem sido proporcionado.. antes de tudo. os princípios clássicos que proclamava . (C) absorveu-se... e) foi proporcionado... (E) havia de absorver. (C) Defendia valores eternos..estrategiaconcursos. (B) . foi essencial para artistas. em 1911...com. Fernando Pestana – Aula 02 (A) escolheria.. (D) fora absorvido.. a forma verbal resultante será: (A) seria absorvido. Observe o texto: Prof. FCC – TRT/RS (4R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 31.. (D) .. Passando-se a frase acima para a voz passiva. 30. (C) houvera escolhido. d) era proporcionado. (E) teria escolhido FCC – INFRAERO – ANALISTA DE SISTEMAS – 2011 29.. (B) havia escolhido.. (E) Quando houve.. (D) escolhesse. tem proporcionado às partes o efetivo acesso à Justiça. a forma verbal resultante é a) têm proporcionado. pelo menos passar a mão sobre. O verbo que se encontra flexionado nos mesmos tempo e modo que o da frase acima está em: (A) Não há pintor tão enigmático. (B) é absorvido...

d) (linhas 8 e 9) acabou se intrometendo. (B) Experimentáramos a certeza de que aquela grande e única alegria não pudesse compensar as muitas tristezas que sobrevieram.com.estrategiaconcursos. assim.O segmento que expressa uma ação durativa que se prolonga do passado até ao momento da fala do autor é: a) (linha 5) tendo sido escrito.Está inteiramente adequada a correlação entre tempos e modos verbais na frase: (A) As grandes paixões nos moverão. em sua fúria. e só nos resta esperar que também eles não se classificarão.br 12 de 68 . Prof. tornar-nos-emos alvo da galhofa dos argentinos. também. (C) Muitos brasileiros terão experimentado tal sensação / Tal sensação terá sido experimentada por muitos brasileiros. e) (linha 11) têm. Fernando Pestana – Aula 02 32. c) (linha 7) começou a trocá-la. FCC – MPE/SE – ANALISTA – 2010 33. 34. (D) Essa perversão gerará uma antítese / Uma antítese terá sido gerada por essa perversão. a vir a se exaltar com outros prazeres simples da vida. (E) Quem se exalta com um simples jogo de futebol habilita-se. (C) Se desclassificados. (D) Os que nunca vierem a sentir o peso trágico de uma derrota também não seriam capazes de ter experimentado o júbilo de uma vitória. Fernando Pestana www. quando já não o fossem.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. b) (linha 5) vem ouvindo. para muito perto do desequilíbrio.Está inteiramente correta a transposição para a voz passiva em: (A) As grandes paixões nos movem sempre / Têm-nos movido sempre as grandes paixões. (B) O poeta formulou esta consideração / Tinha formulado esta consideração o poeta.

ao passo que eu. na ordem dada: (A) seria . (D) Meu irmão refreiou por um momento sua curiosidade.levantara . (D) Se não se conterem roubos de obras-primas.cansar (E) seria .deteria – cansasse FCC – TRE/RS – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2010 37. 35. Fernando Pestana www. para que ninguém viesse a suspeitar do que lhe ocorrera. houve grande confusão. não tinha ainda reavido os documentos que perdera.levantaria . as outras formas verbais deverão ser.br 13 de 68 .levantasse .detesse . pelo que o helicóptero se levantava e só se detinha quando o braço da gente cansava. reiniciando-a com o segmento Se eu girasse uma manivela.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. FCC – TRT/MS (24R) – AUXILIAR JUDICIÁRIO . a frase que está em total concordância com o padrão culto escrito é: (A) Os tabeliões reúnem-se sempre às quinta-feiras.detivesse .cansara (C) seria . e eu já tinha eleito o meu favorito: um belo helicóptero.com.cansasse (D) fora .estrategiaconcursos. (C) Seria preciso que eu retivesse o helicóptero em sua caixa. Reescrevendo-se a frase acima. como não detesse a curiosidade. passei a abrir os presentes. (B) Nos últimos botas-foras. Fernando Pestana – Aula 02 (E) A alegria compensaria a dor / A dor teria sido compensada pela alegria. (E) Meus pais se manteram para todo o sempre à margem do que ocorrera com meu helicóptero e do pequeno ardil que lhes impigira. (C) Na delegacia.levantara .detera .levantasse . quando entrou o rapaz considerado a testemunha mais importante de famoso crime. 36. (E) Os lusos-africanos ostentavam no braço fitinhas verde-amarela. (B) O helicóptero alçava o ar pela força dos meus braços.Ao girar uma manivela.deteria . gerações futuras serão privadas de grandes realizações do espírito humano. que deporam junto à árvore de Natal.cansara (B) fosse .2006 Prof. o movimento era multiplicado. pois a agência de turismo não reteu os que não possuíam ingresso.Está apropriado o emprego e correta a flexão de todos os verbos na frase: (A) Tínhamos ganho vários presentes.Considerada a flexão. sem que intervisse qualquer tipo de dispositivo eletrônico.

(E) As causas de sofrimento não são simples lugares-comuns.vales-refeições (D) meias-tigelas . Fernando Pestana – Aula 02 38..valem-refeição (C) meias-tigelas . de visão magnífica. não existiam os .vale-refeições (B) meia-tigelas .. Fernando Pestana www. (B) micos-leão-dourado e ararinha-azuis.. (B) Esses são pontos-chave para evitar o nervosismo. como se pensa. (A) meia-tigelas . Prof.O município de Bonito é exemplo de preservação de suas belezas naturais. com .. ....com...cartões-postais (D) quedas d’água .. (A) quedas d’água .estrategiaconcursos. .Assinale a frase em que o plural do substantivo composto está INCORRETO é: (A) Os brasileiros não são cucas-frescas. (E) micos-leões-dourados e ararinhas-azuis.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.. FCC – TRE/SP – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2012 42..vales-refeição FCC – TRT (20R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2002 41. (C) São coletes salvam-vidas contra os fatores de stress.Na época em que alguns trabalhadores recebiam suas . verdadeiros .cartão-postais (E) queda d’águas ...A forma correta de plural dos substantivos compostos mico-leãodourado e ararinha-azul é (A) micos-leão-dourados e ararinhas-azul.Está inadequada a correlação entre tempos e modos verbais no seguinte caso: (A) Muitos se lembrariam da alegria voraz com que eram disputadas as toneladas da vítima...... (D) Os chefes são geralmente todo-poderosos no serviço. (D) mico-leão-dourados e ararinhas-azul. (C) mico-leões-dourados e ararinha-azuis.br 14 de 68 .cartões-postal (B) quedas d’água .cartões-postais (C) queda d’águas .. FCC – TRT (5R) – AUXILIAR JUDICIÁRIO – 2003 40.valem-refeições (E) meias-tigela .cartão-postais FCC – TRT (24R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2006 39.

eis que ela imerge do esquecimento..O emprego.... agora em definitivo. (C) Talvez João Rubinato não exista. (E) Já informado do salvamento da baleia. (B) Quando se imaginou que Paraty havia sido para sempre renegada a um segundo plano. (B) .. refreando as ações predatórias.. o cronista teve um sonho em que o animal lhe surgiu com a força de um símbolo.. o prestígio de um polo turístico de inegável valor histórico. em que as melhores cadências do samba e da canção se aliaram com naturalidade às deformações normais de português brasileiro. (D) A Casa Azul envidará todos os esforços. sobreviram longos anos de esquecimento. até que. a partir de 1855.. Fernando Pestana – Aula 02 (B) Foi salva graças à religião ecológica que andava na moda e que por um momento estabelecera uma trégua entre todos. (C) A cada novo ciclo econômico retificava-se a importância estratégica de Paraty. FCC – TRE/SP – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2012 43..com.. a grafia e a flexão dos verbos estão corretos em: (A) A revalorização e a nova proeminência de Paraty não prescindiram e não requiseram mais do que o esquecimento e a passagem do tempo. Adoniran não a deixará acabar. (E) Paraty imbuiu da sorte e do destino os meios para que obtesse. (C) Um malvado sugere que se dê por perdida a batalha e comecemos logo a repartir os bifes. O verbo flexionado nos mesmos tempo e modo que o grifado acima está em: (A) São Paulo muda muito. Fernando Pestana www.. Prof. para que a cidade não sucumba aos atropelos do turismo selvagem. (E) Mas a cidade que nossa geração conheceu.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.. (D) Depois de se haver debatido por três dias na areia da praia a jubarte acabara sendo salva por uma traineira que vinha socorrê-la.br 15 de 68 .. para nos porem no Alto da Mooca.. deve cuidar para que os impactos ambientais sejam mitigados e compensados.. em 1974....... (D) .estrategiaconcursos. FCC – TRF/2R – ANALISTA JUDICIÁRIO (ADM) – 2012 44.. FCC – TCE/SP – AUXILIAR DE FISCALIZAÇÃO FINANCEIRA – 2012 45.

– PREFEITURA MUNICIPAL/SP – AUDITOR-FISCAL FCC TRIBUTÁRIO MUNICIPAL I (GESTÃO TRIBUTÁRIA ) – 2012 Fragmento de texto: Prof..br 16 de 68 . (B) (linha 10) preocupava-se / a forma verbal designa que o fato é concebido como contínuo. que podem ser feitos na direção de . a elaboração anterior à CEPAL preocupava-se principalmente com os países capitalistas avançados. atenuando a ideia de obrigação ou dever. e pode ser legitimamente considerado equivalente a “e interessava-se”.) Assim. (C) As questões que se contrapõem . (... (. indica uma ação simultânea ou posterior. (B) . 46.. (C) (linha 11) interessando-se / esse gerúndio. Fernando Pestana – Aula 02 O verbo flexionado nos mesmos tempo e modo em que se encontra o grifado acima está em: (A) Quando se tem em conta .Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.... interessando-se pelos países “atrasados” na medida em que desenvolvimentos ocorridos neles repercutissem para além deles. o marxismo.. ainda que nem todo o potencial lá existente venha a ser desenvolvido. (D) . latino-americano..estrategiaconcursos. a teoria da modernização e a economia neoclássica tendiam a considerar que os mesmos caminhos seguidos pelas sociedades em que foram formulados teriam que ser trilhados pelo resto do mundo. (D) (linha 13) repercutissem / essa forma subjuntiva enuncia a ação do verbo como eventual. “atrasado”..com.....) No entanto.A única afirmação INCORRETA sobre a forma transcrita do texto é: (A) (linha 2) vincula-se / o tempo e o modo verbais indicam que a ideia é tomada como verdadeira. (E) .. (E) (linha 31) teriam / constitui forma polida de presente.. FCC – TRE/PR – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2012 Fragmento de texto: A discussão sobre “centro” e “periferia” no pensamento brasileiro vinculase a elaborações que se dão num âmbito mais amplo. colocado depois do verbo principal − preocupava-se −. não podemos abrir mão de nenhum dos dois objetivos. Fernando Pestana www.

ritualmente. na Bahia. 47. publicava seu artigo mais famoso.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.. (B) (linha 6) A forma verbal foi redigida exprime fato passado considerado contínuo. Trata-se de um documento aprovado por vários intelectuais ibero-americanos. Transpondo a frase destacada para a voz passiva. a forma verbal exprime. a mais célebre crítica de cinema dos Estados Unidos. que nem sempre têm por que coincidir com as do mundo altamente industrializado’. que hão de alimentar a busca de soluções endógenas. que a cultura brasileira (ou latino-americana) deve desfazer-se dos modelos importados e voltar-se para sua própria tradição cultural.. Ela não foi redigida no princípio do século XIX e sim no dia 29 de maio de 1993. mas passado em relação à data do artigo.) Ao que parece. a forma verbal encontrada é: (A) publicaram. Quase todos os brasileiros se orgulhariam de repeti-las. (C) (linhas 8 e 9) A forma a realizar-se em Salvador exprime fato futuro em relação à data de redação do documento. como se fôssemos contemporâneos do grito do Ipiranga. (. (. exceto a data.) Só uma coisa não mudou: o nacionalismo cultural. (E) (linha 4) Em hão de alimentar. Fernando Pestana – Aula 02 ‘Precisamos levar sempre em conta os traços culturais que nos caracterizam. (D) tinha publicado. como se elas fossem novas e matinais. Pauline Kael (1919-2001). mas considerado de pouca probabilidade. a ideia de ação em processo é decorrência exclusiva da forma Continuamos.Há 40 anos. (D) (linhas 12 e 13) Em se orgulhariam de repeti-las... (E) era publicado. Continuamos repetindo. a realizar-se em Salvador. exatamente um mês antes da redação deste artigo. Prof.com.O texto legitima o seguinte comentário: (A) (linha 17) Em Continuamos repetindo. (. como parte da preparação da III Conferência de Cúpula da região. FCC – TRE/PR – ANALISTA JUDICIÁRIO (ADM) – 2012 48. (C) publicou-se.. na Guatemala.. a de que o evento é desejado. nada envelheceu nessas palavras.) O que há de extraordinário nessa citação? Nada.br 17 de 68 . além da ideia de futuro. (B) havia sido publicado. tem-se a expressão de um fato possível.estrategiaconcursos. Fernando Pestana www.

C. B. segundo os gramáticos. Este último é mais usual. Em suma: há o plural corrimãos e corrimões. guarda + adjetivo (ambos variam). ou seja. etc.pt/pergunta. o plural de tabelião é tabeliães.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. o substantivo varia.) + substantivo. veja alguns casos particulares (de acordo com a nova reforma ortográfica): Prof. logo o certo é guarda-costas. só o adjetivo varia. B: Quando um substantivo composto é formado por palavra invariável (preposição.com. Sobre a letra E: Olhando pela lógica. adjetivos e numerais variam nas formas compostas. D. porque há tendência para fazermos em -ões o plural da maioria das palavras terminadas em -ão. prefixo. tornou-se comum o plural corrimões por possíveis duas razões: por um lado. Mas vulgarizou-se. Sobre as letras A. respectivamente. porque esta palavra é formada de correr + mão. Veja este link: http://www. logo é contra-argumentos. por outro lado. porque se perdeu bastante a noção de que em corrimão entra o elemento mão.estrategiaconcursos. só os substantivos. ok? Aqueles substantivos que apresentam mais de um vocábulo ligado ou não por hífen seguem regras especiais. C: Por convenção. logo é abaixo-assinados. cujo plural é mãos. Fernando Pestana – Aula 02 Gabarito Comentado FCC – TRE/AP – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 1GABARITO: E. o plural de corrimão seria apenas corrimãos. Veja mais regras detalhadas de plural dos substantivos compostos: Via de regra. interjeição.br 18 de 68 . observe os comentários: A: Quando um substantivo composto é formado por advérbio + adjetivo.ciberduvidas. Fernando Pestana www.php?id=6135 D: Sobre o plural composto por guarda: guarda + substantivo (só o substantivo varia).

reco-recos... pores do sol. • • • • • • • • FCC – TRE/AP – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 2GABARITO: A. frases substantivadas (só o determinante indicará o plural): as maria vai com as outras. exceção (sempre tem uma): couves-flores substantivo + preposição + substantivo (só o 1º varia): pés de moleque. afro-brasileiros.. Fernando Pestana www. as leva e traz. 2º substantivo delimitando o 1º indicando semelhança/finalidade (é normal que só o 1º varie): peixes-espada(s).• Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. exemplo: bandeiras verde-amarelas / uniformes verde-amarelos. Prof. logo preciso aproveitá-las. casos especiais: alto-falantes. ítalo-americanos. guardascivis. ‘guarda’ + adjetivo (ambos variam): guarda-chuvas.. guarda-roupas.. Bem.. os arco-íris... os zés-ninguém. verbos iguais ou palavras onomatopeicas (é normal que só o 2º varie): corre-corres.br 19 de 68 . malmequer > malmequeres. vaivém > vaivéns... pombos-correio(s). só o último elemento varia em gênero e número com o termo de valor substantivo.. os bumba meu boi. é isso mesmo. os xeques-mates.. os mapas-múndi. Escolhi esta questão por um motivo muito simples: são raras as questões de flexão nominal na FCC (ou seja. Fernando Pestana – Aula 02 os não separados por hífen seguem as regras dos simples: girassol > girassóis. segundo a regra geral dos adjetivos compostos.são invariáveis (só o último termo varia): as grãduquesas. salve-rainhas... rs grã-. os bel-prazeres. guardas-noturnos.. bem-te-vis. bel. pais dos burros. mesmo que seja uma alternativa de cinco. substantivos indicando origem (só o 2º varia): nova-iorquinos.. mandachuva > mandachuvas.. ‘guarda’ + substantivo (só o 2º varia).. bananas-maçã(s). homens-rã(s).. plural dos substantivos e adjetivos simples e compostos). grão-. pôr do sol é pluralizado SIM! E agora sem hífen.. ave-marias.. papéis-moeda(s). padrenossos ou padres-nossos..estrategiaconcursos.com. os grão-mestres. mulas sem cabeça..

ultravioleta. Esta dobradinha de correlação verbal é clássica! Futuro do pretérito + Pretérito imperfeito do subjuntivo (ou vice-versa). vestidos laranja... o trecho deveria estar escrito assim: “Ele é especialista em vegetais euro-siberianos.” Veja mais sobre regra do plural dos adjetivos compostos: Variação de gênero e número Como disse. surdo(a/s)-mudo(a/s) e pele(s)-vermelha(s) são exceções. na próxima página. veja a microaula adiante. amarelo-ouro. (‘cirúrgicas’ (adjetivo) concorda em gênero e número com ‘clínicas’ (substantivo)) Observações: • • qualquer substantivo usado como adjetivo fica invariável: homens monstro. sem que se importassem com os sacrifícios que isso representaria. Fernando Pestana – Aula 02 Sendo assim. se o último elemento do composto for um substantivo. marromcafé.com. Certíssima a correlação verbal! (B) Todo louvor aos que se disporem a assumir valores éticos. verde-musgo. azul-celeste. por exemplo) • • FCC – TRE/PE – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 3GABARITO: A. todos os elementos podem variar. ok?): (A) As ponderações de Kucinski seriam úteis se acatadas por todos os que estivessem envolvidos no campo de atuação que ele analisou.. sem-terra. alguns gramáticos dizem que ‘infravermelho’ pode variar (o Sacconi. Por que a letra A é o gabarito? Veja (para mais detalhes. Esta é a regra geral..br 20 de 68 . Prof. furta-cor. blusas creme. em gênero e número.. concordando com o termo de valor substantivo ao qual se refere.. são invariáveis sempre: azul-marinho.: As clínicas médico-cirúrgicas estão milionárias.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. sem-sal. varia-se apenas o último elemento do adjetivo composto.. Ex.. ternos cinza. o adjetivo fica invariável: blusas verde-garrafa.estrategiaconcursos. Fernando Pestana www.

Reescrevendo com a correta correlação verbal: “Teria sido o mercado. daí que eu fiz a minha ‘leitura’ da questão para poder explicar melhor a você. Para que houvesse adequada correlação.com. não? Mas “disporem” é o cúmulo! Parece-me que a frase carece de um complemento. a conjugação de dispor é igual a de pôr. seria inútil que os velhos profissionais venham a nos lembrar o nome de Pulitzer. certo? Sendo assim.” Temos aí mais uma dobradinha prevista na tabela. Fernando Pestana www. Fernando Pestana – Aula 02 Esta frase em si está estranha. (E) Caso ninguém venha a se preocupar com a ética no trabalho. todos sabemos que o verbo dispor é derivado do verbo pôr. de novo.” Percebeu que eu não comentei nada a respeito da correlação verbal entre os dois últimos verbos? Adivinha por quê? Porque. Na tabela que criei está assim: Pretérito Perfeito do Indicativo + Futuro do Pretérito do Indicativo. (D) Os jovens jornalistas agem hoje como se nunca houvera necessidade de sobreviver ao tempo em que trabalhassem os veteranos. a frase deveria ser assim: “(Eu dei) Todo louvor aos que se dispuseram a assumir valores éticos. sem que se importassem com os sacrifícios que isso representaria. ora bolas. o fator que levou os jovens a uma competição cada vez mais violenta. e não a fraqueza moral de cada um.estrategiaconcursos.br 21 de 68 .. seria necessário que a frase estivesse assim: “Os jovens jornalistas agem hoje como se nunca houvesse necessidade de sobreviver ao tempo em que trabalharam/tinham trabalhado os veteranos.” Mais uma dobradinha: Futuro do Pretérito do Indicativo + Pretérito Perfeito do Indicativo (ou vice-versa). a saber: Pretérito imperfeito do subjuntivo + Pretérito mais-que-perfeito do indicativo (simples ou composto). Bem.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Portanto. Prof. e não a fraqueza moral de cada um. Beleza? Pretérito (C) Teria sido o mercado.. o fator que levará os jovens a uma competição cada vez mais violenta. temos aí aquela dobradinha clássica! imperfeito do subjuntivo + futuro do pretérito.

em –ER. Fernando Pestana – Aula 02 Para que houvesse adequada correlação. O treinamento com exercícios é o grande caminho para que você “entube” as correlações. a 2ª. Existem três conjugações: a 1ª é de verbos que terminam em –AR.estrategiaconcursos. Relembre: VERBO AMAR Indicativo Pretérito Pretérito Pessoas Radical Presente Perfeito Imperfeito EU TU ELE NÓS VÓS ELES Am Am Am Am Am Am o as a amos ais am ei aste ou amos astes aram Ava avas Ava ávamos áveis avam VERBO AMAR Subjuntivo Pessoas EU TU Radical Am Am Presente e es Pretérito asse asses Futuro ar ares Pretérito Futuro Futuro Maisdo do QuePresente Pretérito Perfeito ara aras ara áramos áreis aram arei arás ará aremos areis arão aria arias aria aríamos aríeis ariam Prof. Acompanhe. a microaula: Flexão Verbal A flexão verbal diz respeito às maneiras como os verbos são conjugados. seria necessário que a frase estivesse assim: “Caso ninguém venha a se preocupar com a ética no trabalho. em –IR.com. Fica a dica! Acredito que é preciso explicar o que vem a ser “flexão verbal” e “correlação entre tempos e modos verbais”.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. a 3ª. nos tempos e nos modos verbais existentes em nossa língua complexa. Ou pelo menos as mais “difíceis”. Fernando Pestana www. se eu fosse você. então.” Temos aí mais uma dobradinha prevista na tabela.br 22 de 68 . Na boa. a saber: Presente do indicativo + Presente do subjuntivo. eu memorizaria (eufemismo para decorar) estas correlações. é inútil que os velhos profissionais venham a nos lembrar o nome de Pulitzer.

Fernando Pestana www.com.estrategiaconcursos. Fernando Pestana – Aula 02 ELE NÓS VÓS ELES Am Am Am Am e emos eis em asse ássemos ásseis assem ar armos ardes arem Formas Nominais Radical Infinitivo Gerúndio Particípio Am ar ando ado VENDER Indicativo Pretérito Pretérito Pessoas Radical Presente Perfeito Imperfeito EU TU ELE NÓS VÓS ELES Vend Vend Vend Vend Vend Vend o es e emos eis em i este eu emos estes eram Ia Ias Ia íamos Íeis Iam VENDER Subjuntivo Pessoas EU TU ELE NÓS VÓS ELES Radical Vend Vend Vend Vend Vend Vend Presente a as a amos ais am Pretérito esse esses esse êssemos êsseis essem Futuro er eres er ermos erdes erem Pretérito Futuro Futuro Maisdo do QuePresente Pretérito Perfeito era eras era êramos êreis eram erei erás erá eremos ereis erão eria erias eria eríamos eríeis eriam Formas Nominais Radical Infinitivo Gerúndio Particípio Vend er endo ido Prof.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.br 23 de 68 .

com. sobrepor. impor. faço questão de apresentar a formação do verbo PÔR. afinal ele e seus derivados são figurinhas repetidas nas questões de concursos. mas cadê o imperativo?” Calma. pospor. Fernando Pestana www. antes disso. propor. dispor. depor. Fernando Pestana – Aula 02 PARTIR Indicativo Pretérito Pretérito Pessoas Radical Presente Perfeito Imperfeito EU TU ELE NÓS VÓS ELES Part Part Part Part Part Part o es e imos is em i iste iu imos istes iram Ia Ias Ia íamos Íeis Iam PARTIR Subjuntivo Pessoas EU TU ELE NÓS VÓS ELES Radical Part Part Part Part Part Part Presente a as a amos ais am Pretérito isse isses isse íssemos ísseis issem Futuro ir ires ir irmos irdes irem Pretérito Futuro Futuro Maisdo do QuePresente Pretérito Perfeito ira iras ira íramos íreis iram irei irás irá iremos ireis irão iria irias iria iríamos iríeis iriam Formas Nominais Radical Infinitivo Gerúndio Particípio Part ir indo ido Você deve estar se perguntando: “Ué. Como você já sabe. compor. antepor. originado da forma latina ponere > poer (vogal temática E).estrategiaconcursos.br 24 de 68 . o verbo pôr e seus derivados (apor.) pertencem à segunda conjugação. porque pôr é verbo de 2ª conjugação. repor.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. como nesta questão. meu nobre. Veja agora a conjugação do verbo supor (mais um derivado como o verbo dispor da letra B): SUPOR Indicativo Prof. etc.

Prof.br 25 de 68 . a formação do imperativo – em tese.com.estrategiaconcursos. Fernando Pestana www. subj..Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Fernando Pestana – Aula 02 Pretérito Pretérito Pessoas Radical Presente Perfeito Imperfeito EU TU ELE NÓS VÓS ELES Sup Sup Sup Sup Sup Sup onho ões õe omos ondes õem us useste ôs usemos usestes useram unha unhas unha únhamos únheis unham Pretérito Futuro Futuro Maisdo do QuePresente Pretérito Perfeito usera useras usera uséramos uséreis useram orei orás orá oremos oreis orão oria orias oria oríamos oríeis oriam SUPOR Subjuntivo Pessoas EU TU ELE NÓS VÓS ELES Radical Sup Sup Sup Sup Sup Sup Presente onha onhas onha onhamos onhais onham Pretérito usesse usesses usesse uséssemos usésseis usessem Futuro user useres user usermos userdes userem Formas Nominais Radical Infinitivo Gerúndio Particípio Supo R ndo sto Enfim.: O verbo SER não se adapta perfeitamente a essa formação: no imperativo afirmativo. todos os verbos seguem o paradigma (modelo) abaixo: Presente do indicativo Eu amo Tu amas Ele ama Nós amamos Vós amais Eles amam Imperativo afirmativo --Presente do subjuntivo (Que) Eu venha Tu venhas Imperativo negativo (igual ao pres. SEDE (vós)..) --não venhas não venha não venhamos não venhais não venham -> ama (tu) ama (você) amemos (nós) <<<- Ele venha Nós venhamos Vós venhais Eles venham -> amai (vós) amem (vocês) -> -> -> -> -> Obs. ele fica assim: SÊ (tu).

! Entendi. Vamos ao que interessa? Além de dois verbos de mesmo tempo e mesmo modo poderem se “combinar”. Repetindo: existem três modos verbais: indicativo (certeza. FAZER. mas fiz uma pesquisa extensa nas “dobradinhas”. Faria: hipótese. FARIA UM CURSO. fato).br 26 de 68 . Por exemplo. Infelizmente este é um assunto bem difícil. faço um curso”. vamos lá! Normalmente. é preciso que você saiba quais são os modos verbais e os tempos verbais!!! Só para que você relembre bem. Pestana!” É isso aí. Veja como a frase acima deveria ficar. o modo indicativo. para haver harmonia de sentido na frase: CASO EU TIVESSE DINHEIRO. Ah! Prof.. O que você diria dela? Há uma boa relação de sentido entre os verbos dessa frase? O verbo TER está no pretérito imperfeito do subjuntivo (tivesse). e isso se deve muito à correlação entre tempos e modos verbais.. exprime certeza/fato. presente e futuro (presente/pretérito).. indicando certeza e ação atual. imagine a seguinte frase: “Caso eu tivesse dinheiro. o subjuntivo. É preciso que determinados tempos e modos verbais se complementem na frase para que ela tenha um sentido harmônico. Existem três noções temporais: passado (pretérito perfeito/imperfeito/mais-queperfeito). Relembrou? Agora. Ah. Fernando Pestana – Aula 02 Correlação Verbal A Correlação entre Tempos e Modos Verbais se dá através da ligação semântica entre os verbos de um período composto por subordinação de modo que haja uma harmonia de sentido na frase em que os verbos se encontram.. ordem/sugestão/pedido. há outras “combinações” possíveis.. meu nobre! Para haver harmonia é preciso que haja “dobradinhas” harmônicas entre os tempos verbais e os modos verbais. o imperativo.com. está no presente do indicativo... hipótese) e imperativo (ordem. incerteza/hipótese.! Agora sim. acho que você já começou a entender. não?! Deveria ser “O que você quer que eu faça?” Por quê? Para haver correlação verbal.estrategiaconcursos. Fernando Pestana www. pedido). ouvir alguém dizendo “O que você quer que eu faço?!” é dose. “Tivesse: hipótese.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. verá mais à frente.. certo? Podemos misturar hipótese e certeza na mesma frase? Faz sentido? NENHUM!!! Bem. certo? O outro verbo. Por isso. indicando hipótese. subjuntivo (incerteza.

• Presente do Indicativo + Pretérito Imperfeito do Indicativo Ex. • Pretérito Perfeito do Indicativo + Pretérito Imperfeito do Indicativo Ex. Prof. Fernando Pestana www.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. seja feliz! ☺ Eu decorei e não erro mais! Conheça algumas possibilidades de “dobradinhas” verbais para que você não erre mais questões desse tipo: Iniciando com o tempo Presente • Presente do indicativo + Pretérito Perfeito do Indicativo Ex.: Hoje eu sei que tive chances com aquela mulher.: Notei que você ia me apresentar àquela mulher. se quiser decorar. • Presente do Indicativo + Presente do Subjuntivo Ex.: Sei que você me apresentará àquela mulher.: Disseram que ela seria apresentada a mim. • Presente do Indicativo + Futuro do Presente do Indicativo Ex.: Pedi que você me apresentasse àquela mulher. Mas.: Espero que ele tenha te apresentado àquela mulher.estrategiaconcursos. perceba a relação de sentido entre os verbos.: Quero que você me apresente àquela mulher ainda hoje! Iniciando com o tempo Pretérito • Pretérito Perfeito do Indicativo + Pretérito Imperfeito do Subjuntivo Ex. • Presente do Indicativo + Pretérito Perfeito Composto do Subjuntivo Ex. • Pretérito Perfeito do Indicativo + Futuro do Pretérito do Indicativo Ex.: Quis que você tivesse me apresentado àquela mulher.br 27 de 68 .: Só hoje eu vejo que naquela época tinha chances com ela. Fernando Pestana – Aula 02 Não é para ficar que nem um louco devorador de tabelas. • Pretérito Perfeito do Indicativo Composto do Subjuntivo + Pretérito Mais-Que-Perfeito Ex.com.

• Pretérito Mais-Que-Perfeito do Indicativo (simples ou composto) + Pretérito Imperfeito do Subjuntivo Ex.: Queria que ela tivesse sido apresentada a mim.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.: Se eu tivesse passado por ela. • Pretérito Imperfeito do Indicativo + Pretérito Mais-Que-Perfeito Composto do Subjuntivo Ex.: Desejava que você me apresentasse àquela mulher. Iniciando com o tempo Futuro • Futuro do Pretérito + Pretérito Imperfeito do Subjuntivo Ex. • Pretérito Imperfeito do Subjuntivo + Futuro do Pretérito (simples ou composto) do Indicativo Ex. Fernando Pestana – Aula 02 • Pretérito Perfeito Composto do Subjuntivo + Futuro do Presente Ex.com.: As mulheres que me tenham ignorado se arrependerão. Fernando Pestana www.: Desejaria que me apresentasse àquela mulher. • Futuro do Presente + Pretérito Perfeito do Indicativo Ex.: Gostaria que você tivesse visto àquela mulher.: Se eu passasse por ela. teria apresentado a você. Prof.estrategiaconcursos. • Pretérito Mais-Que-Perfeito Composto do Subjuntivo + Futuro do Pretérito Composto do Indicativo Ex.: Eu apelara/tinha apelado que você me apresentasse àquela mulher.br 28 de 68 .: Conquistarei aquela mulher que me desprezou. • Pretérito Imperfeito Subjuntivo do Indicativo + Pretérito Imperfeito do Ex. • Futuro do Pretérito + Pretérito Mais-Que-Perfeito Composto do Subjuntivo Ex. apresentaria/teria apresentado a você.

Prof. Por que a correta correlação é esta e nenhuma outra: “Paulo Honório queria contar a própria vida. mas.: Quando chegarmos até ela. Portanto. pois temos aí Pretérito perfeito + Futuro do pretérito.com. é como se estivesse escrito assim: “julgou que não o conseguiria”: voilà!. você precisaria perceber a correlação entre estas estruturas de subordinação (note a conjunção integrante marcando a relação de subordinação): “julgando que não o conseguiria” “pediu ao jornalista Gondim que o fizesse” No primeiro caso. Fernando Pestana www.estrategiaconcursos.br 29 de 68 . • Futuro do Subjuntivo + Futuro do Presente Composto do Indicativo Ex.: Quando eu passar por ela. apresentarei/apresento a você. julgando que não o conseguiria. No segundo caso. temos a adequada correlação verbal Pretérito perfeito (pediu) + Pretérito imperfeito do subjuntivo (fizesse). Fernando Pestana – Aula 02 Futuro do Presente + Presente do Subjuntivo Ex. pediu ao jornalista Gondim que o fizesse”? Lembre-se de que a correlação ocorre entre dois verbos em uma estrutura de subordinação.• Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. correlação adequada. já terá ido embora. • Futuro do Presente + Pretérito Perfeito Composto do Subjuntivo Ex. não é? FCC – TRT/SE (20R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 4GABARITO: B. Ufa! Boa relembrada essa.: Eu me certificarei de que se tenha deixado em paz a mulher.: Eu me certificarei de que se deixe em paz aquela mulher. • Futuro do Subjuntivo + Futuro do Presente Indicativo/Presente do Indicativo Ex. como se trata de uma narração. o verbo no gerúndio mantém a ideia de passado.

leia esta micro-aula de voz verbal para relembrar este assunto: Voz verbal é a maneira como o verbo se apresenta para indicar sua relação com o sujeito. Foi? Questão de voz verbal é sempre muito simples.: João acordou atrasado. Ocorre voz ativa quando o verbo indica uma ação praticada pelo sujeito. basta retirar o SE e o verbo da ativa ficará na 3ª pessoa do plural sem sujeito explícito. O Prof. No entanto.br 30 de 68 . ao trabalho. uma ação sofrida pelo sujeito (voz passiva) ou uma ação praticada e sofrida pelo sujeito (voz reflexiva). Quando o cara não pede para você perceber a passagem (transposição) de voz ativa para passiva analítica (ou vice-versa). Ex. há voz ativa.com. dependendo de sua forma. Fernando Pestana www. Desse modo. Fizeram um grande arranjoo para o casamento. ele pede para você perceber a passagem de passiva sintética para passiva analítica (ou vice-versa). meu nobre. Exemplo: Fez-se um grande arranjo para o casamento.estrategiaconcursos. o enunciado não quer que você marque a frase que esteja na voz passiva analítica. Foi assim que sempre se fez a literatura (passiva sintética) = Foi assim que sempre fizeram a literatura (ativa). Note. mas precisou de dinheiro para isso. mas sim na voz ATIVA. Se quiser. Foi a um banco ainda. o verbo pode indicar uma ação praticada pelo sujeito (voz ativa). ou seja. o que dá no mesmo. enfim. Fernando Pestana – Aula 02 5GABARITO: E. Em todas as frases abaixo.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Passando da voz passiva sintética para a ativa. no enunciado. Chegou. sujeito indeterminado. certo? Esta partícula é apassivadora porque podemos reescrever a frase passando para a voz passiva analítica (a marca de voz passiva analítica é o verbo ‘ser + particípio’. Veja: Foi assim que sempre se fez a literatura = Foi assim que sempre a literatura foi feita. Esta reescritura prova que o SE é partícula apassivadora e que encontra semelhança com a letra B. Resolveu pegar um táxi. que a forma verbal ‘fez’ está acompanhada da partícula SE.

: Os cabelos foram penteados por mim. No terceiro caso do exemplo acima.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.estrategiaconcursos. Veja: (O homem) (resolveu) (todas as pendências do dia).: Eu penteei os cabelos. há como traço de passiva analítica também o agente da passiva (AGP): “pelo cansaço da rotina” e “por seu patrão”. Agora você vai aprender a fazer a passagem da ativa para a passiva. devemos crer nisto: “Recompensam-se os esforçados!”. há voz passiva. Nas frases abaixo.: Hoje. Ex. (sintética)* * Para ter certeza de que este SE é apassivador. não há AGP nesta voz! Resumindo: VOZ ATIVA: o sujeito é agente da ação verbal. ou seja. Ex. Sendo assim. será recompensado por seu patrão. locução verbal (normalmente “ser + particípio” na FCC). (Voz Ativa) Sujeito (S) VTD Complemento (OD) Prof. reescreva a frase na voz passiva analítica: Vendeu-se a casa = A casa foi vendida. nosso amigo João foi derrotado pelo cansaço da rotina.br 31 de 68 . Lembre-se: só há passagem de voz ativa para a passiva se o verbo for transitivo direto (VTD) ou transitivo direto e indireto (VTDI). Esta é a marca principal da voz passiva analítica. (analítica) Pentearam-se os cabelos. Foi possível a transposição? Maravilha! Então o SE é apassivador. há uma locução verbal (normalmente formada pelo verbo ser/estar/ficar + particípio: “foi derrotado”. Informaram-no daquela hora extra. ocorre a chamada voz passiva sintética. Se você não se lembra da voz passiva. cuja característica principal é a presença do pronome apassivador “se”. Fernando Pestana www. VOZ PASSIVA: o sujeito é paciente da ação verbal. “será recompensado”).com. Coitado. aqui vai a definição clássica: ocorre voz passiva quando o verbo indica que o sujeito sofre a ação verbal. mas — como todo brasileiro — ele não desiste fácil. No primeiro e no segundo caso. Fernando Pestana – Aula 02 homem resolveu todas as pendências do dia. Ex. Por isso. pode ser analítica (ser/ estar/ ficar + particípio) ou sintética (VTD + ‘se’ apassivador).

chegamos à seguinte conclusão: a passagem da ativa para a passiva sintética acima está errada. (voz ativa) E mais: só é possível passar da voz ativa para a voz passiva sintética se o sujeito da ativa estiver indeterminado. o S vira AGP e o verbo vira uma locução verbal (ser/estar/ficar + particípio). (VA) Resolveram-se as pendências da empresa. se o ‘homem da banca’ pedir que você passe da passiva sintética para a ativa. ora. Está certo? Então.com. veja se esta transformação seria possível: Resolveram-se todas as pendências do dia. mantendo-se o tempo verbal.: (S?) Resolveram as pendências da empresa.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. note abaixo 1) a conservação do tempo verbal do verbo auxiliar e 2) a estrutura ‘ser’ + particípio. verbo na 3ª pessoa do plural (importante: na passiva analítica. Ok? Veja: Ex.estrategiaconcursos. Fernando Pestana – Aula 02 Passando para a voz passiva analítica: o OD vira S. o AGP ficará igualmente indeterminado*). Mas não é possível passar essa frase da ativa para a passiva sintética”? Resposta: Não!!! Entenda: os elementos que estão na voz ativa precisam aparecer na voz passiva quando a passagem for feita. Entendi. pois falta um elemento da voz ativa! Agora.: Aqui se aceitam encomendas (voz passiva sintética) Aqui aceitam encomendas.: Vou comprar uma casa. (VA) Uma casa vai ser comprada por mim. Portanto. Sujeito (S) Ser + Particípio AGP Você agora se deve estar perguntando: “Ok.) Não está faltando algum elemento que aparece na voz ativa? É claro! “O homem”. o sujeito da ativa sempre será indeterminado. Fernando Pestana www. (VPA) Preste atenção em como vai ficar a passagem de voz ativa para a passiva analítica quando houver locuções verbais e tempos compostos (ter/haver + particípio).br 32 de 68 . Veja: Todas as pendências do dia foram resolvidas pelo homem. (VPS) As pendências da empresa foram resolvidas (AGP?)*. (VPA) Prof. note também como vai ficar o tempo composto na voz passiva!!! Ex. ficando o verbo na 3ª pessoa do plural. Ex. (Voz Passiva Sint.

)..... Um verbo no futuro do pretérito. Foi? 7GABARITO: E. Fernando Pestana – Aula 02 Estou comprando uma casa. possibilidade.com.br 33 de 68 . Tudo bem. (VA) Uma casa está sendo comprada por mim. (VPA) FCC – TRT/SE (20R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 6GABARITO: B. de novo. Agora que você já está safo em passagem de voz ativa para passiva e vice-versa com a microaula acima (nem tão micro assim. Em outras palavras. a leitura em profundidade (sujeito da passiva vira objeto direto na ativa) foi substituída (vira um simples verbo com o mesmo tempo e modo verbais do ‘ser’ (pretérito perfeito)) pela massa de informações (agente da passiva vira sujeito da ativa). eu sei que você já sabe que ‘poderiam’ é um verbo no futuro do pretérito.. incerteza. e suas minúcias: Prof.. Fernando Pestana www.. normalmente numa condição hipotética ou irrealizável.. . creio que não teve dúvidas. A pergunta é: “Se pode-ri-am liberar terras. Logo: “A massa de informações (sujeito) substituiu (simples verbo no pretérito perfeito) a leitura em profundidade (objeto direto)”. (VPA) Espero que tenham resolvido as pendências (VA) Espero que as pendências tenham sido resolvidas. não!? Então. certo? Vamos lá. dar uma microaula (☺).. Esta questão trata da natureza semântica dos tempos e modos verbais.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.estrategiaconcursos. enfim. é uma hipótese! Bem.. o ex-ministro afirma que os ganhos po-de-ri-am liberar terras. Sorte a sua.. hehe. indica hipótese.. enunciando uma ação ou um estado em tempo futuro em relação a momento passado.. mas o que vem a ser um verbo no futuro do pretérito? Ãrrãããã.. aí está a resposta. mas. vai re-al-men-te liberar? Não sei! Quem sabe?! Talvez! É possível.. mas meus dedos coçam e eu preciso. apesar de ser do modo indicativo.. veja todos os tempos e modos verbais agora.

• Fato atemporal. Ex. Água mole em pedra dura tanto bate até que fura. verdade absoluta ou tomada como tal Morre todos os dias uma pessoa a cada 5 segundos. Estou ouvindo música agora. A homofobia vem proliferando nas grandes cidades.: Ex.. • Fato habitual (presente iterativo) Aos domingos.: Ex. Fernando Pestana – Aula 02 Emprego dos Tempos e Modos Verbais Os diferentes tempos verbais atendem a necessidades distintas dos falantes. incerteza (subjuntivo) e ordem (imperativo). Eles indicam o momento em que o falante quer situar os fatos.: Prof.br 34 de 68 . certeza (indicativo). O galo sempre canta às 5 horas aqui perto. fique ligado nos tempos compostos (locução verbal formada por “ter/haver + particípio”) correspondentes aos tempos simples a cada detalhamento abaixo! Tal correspondência é abordada em questão de prova. • Fato que se iniciou e dura até o presente momento da declaração (presente durativo) Os cientistas estudam a cura da AIDS ainda. vou à missa.: Ex.. Preste atenção!!! O MODO INDICATIVO PRESENTE • Fato ocorre no momento em que se fala (presente pontual) Ouço vozes estranhas lá de fora. Fernando Pestana www.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Os modos verbais vão exprimir. normalmente.estrategiaconcursos.com. depois do subjuntivo e em seguida falaremos do modo imperativo. Vejamos primeiramente os tempos do modo indicativo. Por favor.

Fernando Pestana – Aula 02 Estilística do Presente do Indicativo O presente do indicativo pode ser usado no lugar do pretérito perfeito neste caso ele é chamado de ‘presente histórico’. Ex. Vale dizer ainda que este tempo verbal é o tempo da certeza. ou que apresenta certa duração Prof. fiquem calmos.: João. incompleto. que eu volto logo. aproximando.: do indicativo. em jogo disputadíssimo. os portugueses chegam ao futuro Brasil. indicando fato que vem ocorrendo (do passado até o momento da declaração). Ex. Ex. Fernando Pestana www. como se demonstrasse maior convicção de que o fato futuro vai se realizar.com. Ex. Isso ocorre muito nas jornais e livros didáticos de história. pois torna recente um como se estivesse atualizando um fato passado para torná-lo mais vivo. mas não concluído. por isso mesmo muito usado nas dissertações argumentativas. da convicção.br 35 de 68 . o fato passado à realidade do interlocutor.: Eu tenho estudado muito esses dias.: Viajo amanhã para SP. em que se defende uma tese com uma tônica de verdade. Em 1500.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.: Não há tempo composto do presente! PRETÉRITO PERFEITO • Fato ocorrido e concluído antes do momento em que se fala O Rock’n Rio foi um sucesso. você me serve um cafezinho? Obrigado. Obs.estrategiaconcursos. Ex.: • Pretérito perfeito composto do indicativo Verbo auxiliar ter ou haver no “presente do indicativo + o principal no particípio”. PRETÉRITO IMPERFEITO • Fato realizado. Às vezes o presente substitui a forma imperativa para demonstrar mais polidez. Além disso. manchetes de Flamengo vence o Vasco por 3x2 no Maracanã. fato passado. do fato. portanto. o presente pode ser usado no lugar do futuro do presente para tornar o futuro mais próximo da realidade do falante.

Obs. Fernando Pestana www. e depois virava doutor.: Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Fernando Pestana – Aula 02 Betinho lutava pela erradicação da fome.br 36 de 68 ..: Não há tempo composto! PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO • Fato passado anterior a outro fato também passado Depois que ela me pedira um favor. dando-me muito orgulho. Ex..estrategiaconcursos.: • Fato passado fantasioso. João faleceu antes disso tudo ocorrer. Ex.: Prof.: • Fato habitual. Lá meu filho entrava para uma boa escola. formava-se.Ex. mas.: Estilística do Pretérito Imperfeito do Indicativo Este tempo pode indicar polidez ao ser usado no lugar do presente do indicativo: Ex. Eu fazia musculação todo santo dia.com. presente em histórias infantis Era uma vez um rei e uma rainha. No entanto.: Meu irmão João era um homem muito bom. iterativo. repetitivo Impressionante! Eu chegava. Enquanto eu estudava. Ex. pois ia levar seu sobrinho para os EUA.. tive de sair de casa. ela saía. • Fato passado em curso que indica simultaneidade. ela me atrapalhava.. concomitância a outro fato passado concluído A velhinha foi atropelada quando eu atravessava a rua.: Você podia me ajudar? Pode ser usado no lugar do futuro do pretérito: Ex. Quem me dera passar na prova! • Pretérito mais-que-perfeito composto do indicativo Ex. Estávamos conversando animadamente.

estrategiaconcursos. • Futuro do presente composto do indicativo Ex. hipotético (em perguntas.: Quando você chegar. esta construção é mais usual aqui no Brasil. não cobiçarás. É comum o uso da locução verbal formada pelo verbo auxiliar IR (no presente do indicativo) + infinitivo a fim de substituir o futuro do presente simples: Prof. Ex. exprimindo um fato futuro anterior a outro fato futuro. denotando mais força na lei de modo que ela seja entendida e atendida atemporalmente.com. fato futuro já iniciado no presente ou futuro incerto (em perguntas). Fernando Pestana www.br 37 de 68 .: Ex. Ex.: Eu já havia estudado em PDFs. mas certo de ocorrer Passarei na prova. meu nobre. eu já terei partido.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. quando conheci o Estratégia. Fernando Pestana – Aula 02 Verbo auxiliar ter ou haver no “pretérito imperfeito do indicativo + o principal no particípio”.. Ex.: Verbo auxiliar ter ou haver no “futuro do presente simples do indicativo + o principal no particípio”.: Não matarás. exprimindo o mesmo que o pretérito mais-queperfeito do indicativo simples.. Fato! Tu te classificarás tão logo. normalmente) Serão pessoas felizes as que moram na periferia? Ela terá seus quarenta anos. Terá Maria sabido a verdade sobre João? Estilística do Futuro do Presente do Indicativo Pode substituir o imperativo (em leis). no máximo. • Fato futuro incerto. terei absorvido informações valiosas. FUTURO DO PRESENTE • Fato posterior ao momento da fala. Daqui a dois meses.

• Fato futuro que não chegou a realizar-se Eu levaria uma bronca se não fizesse os exercícios. Ele pode ser substituído pelo presente do indicativo. se ela estudasse. Fernando Pestana – Aula 02 Ex. Ex. eu quero (quererei) estar junto a ti.: Ex. Você me prometeu que passaria de ano.: Quando o inverno chegar. • Fato futuro incerto.: Ex.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. a vaga estaria garantida.com.estrategiaconcursos.: Ex.br 38 de 68 . exprimindo o mesmo valor que o futuro do pretérito simples do indicativo nos casos acima. Estilística do Futuro do Pretérito do Indicativo Prof. Ex.: Interessante é dizer que esta frase acima pode significar que ela não estudou. Faríamos os exercícios caso não fôssemos interrompidos. por isso não passou ou que. Ex. • Futuro do pretérito composto do indicativo Verbo auxiliar ter ou haver no “futuro do pretérito simples do indicativo + o principal no particípio”.: “Eu vou estudar muito amanhã” no lugar de “Eu estudarei muito amanhã”.: Teria feito diferente se tivesse tempo. FUTURO DO PRETÉRITO • Fato posterior a um fato passado Disseram (fato passado) que ela chegaria (fato futuro) logo.: Obs. no futuro. hipotético Seria o sol o causador destas queimaduras? Certamente eu conseguiria minha vaga. passaria fácil. • Fato futuro hipotético relacionado a uma condição (muito comum) Contanto que ela estudasse (condição). Fernando Pestana www.

estrategiaconcursos.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.: Espero que você tenha estudado essas classes gramaticais. Nada de cerimônias: pensem que estão em sua casa. cuja concretização pode depender da realização de um outro acontecimento. indicando polidez: Ex. possibilidades. que tu faças. suposições. Fernando Pestana www. Talvez a realidade seja mais forte que a ficção. Quando chegarmos. NOTA: É de observar a presença da palavra que antes de quase todas as formas do subjuntivo dos exemplos. Grato.: Eu lá beijaria aquela boca! O MODO SUBJUNTIVO Segundo o conceituado gramático Adriano da Gama Kury: PRESENTE DO SUBJUNTIVO • Geralmente utilizado quando desejamos expressar desejos.: Pediria que todos saíssem.com.br 39 de 68 . etc. • Pretérito Perfeito Composto do Subjuntivo Ex. Pode indicar impossibilidade diante de um juízo de valor Ex. É provável que surja outra oportunidade. Deus te guie. o que nos leva a usá-la na conjugação desse tempo verbal: que eu faça. é provável que a palestra já tenha acabado. Receio que aconteça o pior.: Verbo auxiliar ter ou haver no “presente do subjuntivo + o principal no particípio”. indicando normalmente desejo de que algo já tenha ocorrido ou um fato futuro já terminado em relação a outro Ex. PRETÉRITO IMPERFEITO Prof. Fernando Pestana – Aula 02 Substitui o presente do indicativo.

Fernando Pestana – Aula 02 Este tempo. logo nada obteve) Ex.br 40 de 68 . Na primeira frase. que só tem ideia de passado hipotético. presente ou futuro). Assim que ele se desocupar. FUTURO DO SUBJUNTIVO • Exprime uma ocorrência futura possível. Se tivesses paciência. trará o livro.com. eu teria feito um curso’.: Não confunda o verbo no futuro do subjuntivo com o verbo no infinitivo. eventual. se você não tivesse arrumado problemas. quando a principal tiver o verbo num tempo do pretérito ou futuro do pretérito. exprimindo o mesmo valor que o pretérito imperfeito do subjuntivo simples. Obs.: Nunca é demais falar o óbvio: perceba que todas as frases remetem a ação obrigatoriamente para o passado.: • Pretérito mais-que-perfeito composto do subjuntivo Verbo auxiliar ter ou haver no “pretérito imperfeito do subjuntivo + o principal no particípio”.estrategiaconcursos. se usa nas orações subordinadas. Ex. A frase ‘Se eu tivesse dinheiro. precisarei de apoio (infinitivo) / Quando eu estudar. o que nnão acontece na segunda frase.: Teríamos ficado aqui. (mas não tiveste. de conjunção: Para eu estudar. vem visitar-nos. Obs. Era provável que surgisse outra oportunidade. precisarei de apoio. Ex. há a possibilidade de transportarmos a hipótese para o futuro. que expressa uma hipótese (no passado. É um tempo verbal que ocorre sobretudo com orações iniciadas com conjunção temporal ou condicional: Quando puderes.• Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Expressa uma condição não realizável quando vem junto a uma ideia condicional: Não admitia que se fizesse greve. Proibiu que revelassem o acordo. virá atendê-lo.: • Futuro composto do subjuntivo Prof. Se (ou caso) ele puder. obterias o que pretendes. faria um curso’ é completamente diferente de ‘Se eu tivesse dinheiro. Fernando Pestana www. este vem antecedido de preposição e aquele.

de uma eventualidade. conselhos e exortações: — Que é que estava lendo? Não diga. mas de um fato real. e não de uma certeza. já sei. é o romance dos Ex. É de observar que. usa-se o subjuntivo. exprimindo o mesmo valor que o futuro do subjuntivo simples. enquanto. não se trata de uma eventualidade. caso em que ocorre o indicativo). na fala das pessoas incultas. usa-se o subjuntivo: Cuide dessa gripe. Ex. usase o subjuntivo: “Sendo preciso despir a camisa e dá-la a um mendigo. Fernando Pestana www.” (Machado de Assis. Nóbrega o faria.: Assim que você tiver terminado sua leitura. de Assis. Só sairei depois que ele chegar.com. vou atendê-lo. descanse um pouco. mesmo que.: Mosqueteiros. EJ) Nas orações subordinadas adverbiais temporais introduzidas por antes que. Amar-te-ei até que a morte nos separe.” (M.br 41 de 68 . Amaram-se até que a morte os separou. não te esquecerei. (Nestas três frases.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. aparece o indicativo em lugar do subjuntivo. por isso o verbo está no indicativo. logo que. Nosso amor foi grande enquanto durou. Compare-se: O cidadão que ama sua pátria engrandece-a. Fernando Pestana – Aula 02 Verbo auxiliar ter ou haver no “futuro do subjuntivo simples + o principal no particípio”. posto. (realidade) O cidadão que ame sua pátria engrandece-a.) O MODO IMPERATIVO • Para expressar ordens. ainda que. ainda que a camisa fosse bordada. É comum ouvir “O senhor quer que eu faço?”. Logo que termine esta carta. (conjectura) (Bechara. Sempre que se trate de uma possibilidade. 1899) Prof. até que. antes que ela se transforme em pneumonia. por “O senhor quer que eu faça?”. Enquanto o mundo for mundo. assim que. Compare: Assim que terminou a carta foi atendê-lo. quando ocorrem nas indicações de possibilidade (e não de realidade. conquanto. acontecido.estrategiaconcursos. posto que e outras. Moderna Gramática) Nas orações subordinadas adverbiais concessivas iniciadas pelas conjunções embora. depois que.

☺ Bem. que nós amemos.. para conjugar o presente do subjuntivo. Embora “domine”. muito bem.: www. Usualmente. portanto prestemos atenção nas conjunções para que conjuguemos os verbos corretamente. A expectativa é de que o Brasil “tenha”.com. que tu ames.. quando começou a ter aula de conjugar verbos. etc. a desinência que sempre vai aparecer no presente do subjuntivo é a desinência modo-temporal E. — Isso aí. ela falava assim: — Alunos.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.. que ele A. Para adultos. Para verbos de 2ª conjugação (ER) e de 3ª conjugação. podemos memorizar assim: Para verbos de 1ª conjugação (AR). — “ME”.. Assim. • Para expressar pedidos. Fernando Pestana Ex. aparecem após conjunções subordinativas.. Note que não há conjunção antes dos verbos das demais alternativas.! Direto do túnel do tempo. Aqui vai um bizuzinho: para saber se um verbo está no subjuntivo. Por favor.. a desinência será A. o que ela falou é a mais pura verdade.. venha comigo agora! Depois dessa aula. Fernando Pestana – Aula 02 Faça já o dever de casa! Estude mais. Veja: Presente do subjuntivo: Prof. perceba se há alguma conjunção antes dele. assim como. isso fará seu futuro melhor. a explicação seria esta: os verbos no subjuntivo. dá para errar questão desse tipo? Só se não estudar com vontade! Fica esperto! Sempre focalizando seu objetivo e mentalizando que a vaga é sua! 8GABARITO: A.estrategiaconcursos. lá na escolinha que você estudava. Lembra a Tia Teteca. porém..br 42 de 68 . Normalmente funciona. coloquem o QUE antes da conjugação. olha o verbo amar: “Que eu ame. normalmente. súplicas: Perdoai as nossas ofensas.. que ele “ame”..

As marcas desinenciais (ou seja.) Modo Indicativo va (ve) Prof... ele VENDA/PARTA..estrategiaconcursos..: u Plural 1ª p.: ram Os verbos que se encaixam aqui são ‘elogiaram’ e ‘realizou’ Restou-nos apenas a forma verbal ‘enfatizavam’ que pertence ao mesmo tempo e modo verbal que ‘conhecia’... Antes de mais nada.. eu VENDA/PARTA. certo? Daí que eliminamos as letras A e E. VENDER/PARTIR Que. eu AME. Pretérito imperfeito do subjuntivo (a desinência é sempre SSE) Se. perceba a noção temporal do verbo: passado.. ele AME.: stes / 3ª p... Futuro do subjuntivo (a desinência é R) Quando. eu AMAR/VENDER/PARTIR..Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Fernando Pestana – Aula 02 AMAR Que. revisite as páginas 7 a 10 para se familiarizar com as conjugações verbais.com. Fernando Pestana www. presente ou futuro? Passado.br 43 de 68 .. Lembra o dia que você matou aula para não conjugar verbos? Olha aí no que deu! Agora chora! Kkkkk.. Veja as terminações: Tempo Imperfeito (1ª conj.. Há três pretéritos no modo indicativo: perfeito. eu AMASSE/VENDESSE/PARTISSE.: ste 3ª p.. imperfeito e mais-que-perfeito. tu VENDAS/PARTAS..: mos / 2ª p. Brincadeirinha. tu AMES. as terminações formais) de verbos no pretérito perfeito são: Tempo Pretérito perfeito do indicativo Singular 1ª p.. FCC – TRT/AL (19R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 9GABARITO: C. Passado = pretérito....: i / 2ª p. Por favor.

.. chamadas tecnicamente de ‘alomorfias’.: AMAR: Eu amei. • Vogal Temática: é uma vogal que vem após o radical.com. (presente do indicativo) Obs.. nós amamos. normalmente ocorre a combinação de alguns elementos. conhecidos como: Radical. É importante dizer que estes elementos verbais podem sofrer algumas mudanças na forma.. PARTIDO.. tu partirás. Desinência Modo-Temporal (DMT) e Desinência Número-Pessoal (DNP).Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Prof. ele comera. Vogal Temática (VT). ele faz. COMENDO.. Ex. aqui vai uma micro aula: Entendendo a Estrutura do Verbo Na conjugação de um verbo. Ex.br 44 de 68 .: AMAR. tu fazes. (pretérito perfeito do indicativo) COMER: Eu comera.. Fernando Pestana – Aula 02 Imperfeito (2ª e 3ª conj. (pretérito mais-que-perfeito do indicativo) PARTIR: Eu partirei..) a (e) Para que você tome conhecimento do quadro completo de terminações verbais. (futuro do presente do indicativo) • TEMA: é a combinação dos elementos anteriores (Radical + VT) que serve de preparação para o recebimento das desinências verbais. • Radical: indica a significação do verbo. nós comêramos. Formas arrizotônicas: a sílaba tônica do verbo recai fora do radical: Nós estudaremos mais a Língua Portuguesa. Ex. Fica ligado nisso quando eu apresentar os exemplos abaixo.: Importante saber sobre radical: Formas rizotônicas: a sílaba tônica do verbo recai dentro do radical: Eu amo muito minha esposa. tu comeras. Fernando Pestana www. Tema.. / Eles precisam de ajuda. nós fazemos. ele amou. ele partirá.estrategiaconcursos. é a sua base.. permitindo uma boa pronúncia do verbo e indicando como vai ser o modelo (paradigma) das conjugações (1ª conjugação: -A / 2ª conjugação: E / 3ª conjugação: -I). nós partiremos. tu amaste.: FAZER: Eu faço.

a vogal temática de 2ª conjugação (E) fica mais clara quando o conjugamos: Eu ponho.: o 1ª p. eles põem. não há DMT em todos os tempos e modos.: ste 3ª p. o objeto direto da ativa vira sujeito da Prof.: mos / 2ª p.: s 1ª p. cujo radical é PO.: u 1ª p. esta desinência de particípio (do) pode mudar.: mos / 2ª p.: des / 3ª p.com. tu pões.: stes / 3ª p. vós pondes. mais-queperfeito.: i. nós pomos. dependendo do verbo. que é: 2ª pessoa do singular: S.: i / 2ª p. o a e o i do particípio são vogais temáticas. • Desinência Número-Pessoal: indica o número e a pessoa do verbo. 1ª pessoa do plural: MOS.: mos / 2ª p.estrategiaconcursos.: em 1ª p. Fernando Pestana www.: is / 3ª p. ele põe. é de 2ª conjugação (POER). 2ª pessoa do plural: IS e 3ª pessoa do plural: M.) --Perfeito --Imperfeito (1ª conj.: mos / 2ª p. FCC – TRE/RN – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 10GABARITO: E. não há DNP em todos os tempos e modos.: i / 2ª p. Singular 1ª p.) a (e) Mais-que-perfeito ra (re) (átono) Futuro do presente ra (re) (tôn.: mos / 2ª p.) --Presente (2ª e 3ª conj.: es --Plural 1ª p. vem depois da DMT. futuro do pretérito.: o / 2ª p. de Obs. presente do subjuntivo e pretérito imperfeito do subjuntivo) seguem um modelo (paradigma) de desinências.) Futuro do pretérito ria (rie) Futuro do subjuntivo * Para alguns gramáticos.br 45 de 68 .: O verbo PÔR.) va (ve) Imperfeito (2ª e 3ª conj. o modelo abaixo é só um padrão de conjugação.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Falarei mais sobre o imperativo à frente. Fernando Pestana – Aula 02 Obs.: is / 3ª p. Lembra-se da regra de transposição de voz ativa para passiva? O sujeito da ativa vira agente da passiva.: m 1ª p. Viu pedrinhas ali perto (voz ativa) = Pedrinhas foram vistas ali perto (voz passiva analítica). • Desinência Modo-Temporal: indica o modo e o tempo verbal.: s 2ª p.: Os tempos que aqui não foram mencionados (pretérito imperfeito.: ram Tempo Presente indicativo Pretérito perfeito do indicativo Futuro do presente do indicativo Futuro do subjuntivo e Infinitivo flexionado Imperativo afirmativo 1ª p. Modo Subjuntivo e a --sse sse ------r Formas Nominais infinitivo r gerúndio ndo particípio (a/ i)do* Tempo Modo Indicativo Presente (1ª conj.

o pretérito imperfeito do indicativo é interessante. Com certeza. Enfim. da fantasia. real. O sentido deste uso do pretérito imperfeito do indicativo se refere a um tempo que não cabe na história temporal. datada cronologicamente. você já usou quando criança esta forma verbal (Agora faz de conta que eu era a mamãe e você era o papai. Questão atípica da FCC. e o mais importante: o simples verbo vira locução verbal (ser + particípio). Sobre a afirmação II. Fernando Pestana – Aula 02 passiva. que verá de fato que são formas imperativas. Memorize aquela tabela!!! 12GABARITO: B. pois é usado por crianças em suas histórias e universos infantis.br 46 de 68 . nos versos Agora eu era o herói e A gente agora já não tinha medo. durante suas brincadeiras. lá em cima. o uso do advérbio agora mostra-se ADEQUADO. Portanto. quando eu falei de emprego de tempos e modos verbais? Então. mantendo o mesmo tempo e modo verbais. seja (presente do subjuntivo) um super-herói ou uma figura da realeza. Note que todos os verbos após o presente do indicativo estão no presente do subjuntivo. o que corrobora a dobradinha clássica Presente do indicativo + Presente do subjuntivo. Lembra. 11GABARITO: C. “Finja” e “dê” são verbos no imperativo afirmativo. É (presente do indicativo) comum que. as crianças se transportem (presente do subjuntivo) para um universo mágico e assumam (presente do subjuntivo) a identidade de uma personagem admirada. Fernando Pestana www.estrategiaconcursos. tá?).com. Presente do indicativo Eu amo Tu amas Ele ama Nós amamos Vós amais Eles amam Imperativo afirmativo --Presente do subjuntivo (Que) Eu venha Tu venhas Imperativo negativo (igual ao pres. Leia a afirmação I de novo. pois uma questão parecida caiu na prova do ITA 2002-2003.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. como o do ontem ou do amanhã. vamos lá. Lembra a formação do imperativo? Ponha o “fingir” e o “dar” na tabela. subj. mas um tempo dentro de um espaço imaginário.) --não venhas não venha não venhamos não venhais não venham -> ama (tu) ama (você) amemos (nós) <<<- Ele venha Nós venhamos Vós venhais Eles venham -> amai (vós) amem (vocês) -> -> -> -> -> Prof.

Conjugue estes verbos em casa. pôr (e derivados).Terminados em –UAR Prof.com. vós requereis.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. vós (re)tivestes. Fernando Pestana – Aula 02 Obs. tu vires. não apresentam a letra E por terminação. pois o verbo reter é derivado do verbo ter. SEDE (vós)... meus nobres. valer. vir (e derivados). prover. fique ligado! Eu (re)tive. No presente do indicativo.. ele fica assim: SÊ (tu). aprendam! Por isso coloquei no comentário acima Aqui vai uma microaula sobre verbos ‘polêmicos’: 1. ele é conjugado assim: eu requeiro.. não? ☺ E: Se eles puserem. tu vendeste/tu requereste. ter (e derivados). Assustouse? Não se assuste. Estranhinho.. nós vendemos/requeremos. nós requeremos. respondendo a questão: A: Os verbos terminados em –UIR. por exemplo. ver (e derivados). eles venderam/requereram). como constituir. eles (re)tiveram. eles requerem.br 47 de 68 . eu vir.. Aluno. os terminados em –UAR.estrategiaconcursos. haver (e o derivado reaver).. eles virem. normalmente as bancas gostam de trabalhar o pretérito perfeito nas conjugações verbais. pois você só precisa sabre a conjugação de alguns principais: ser.. você não precisa conhecer a conjugação dos mais de 11. ele vir. crer. tu requeres. vós virdes. ele requer. Fernando Pestana www. até internalizá-los!!! Bem. requerer. D: vier é a forma correta. ele constitui. para fazer uma questão de conjugação verbal. nas demais formas verbais. veja: Quando. o verbo pôr precisa ser bem conjugado. FCC – TRE/AP – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 13GABARITO: B. –IAR e –EAR.) B: O verbo requerer não é conjugado como o verbo querer. tu constituis. cá entre nós. ir. precaver. nós virmos. ele (re)teve. só interessante dizer que o verbo ver no futuro do subjuntivo dá trabalho. mas sim a letra I (Eu constituo. o pretérito perfeito do indicativo: eu vendi/requeri. nós (re)tivemos. ele vendeu/requereu. ele se conjuga como o verbo vender (veja. pois é ‘estranho’. vós vendestes/requerestes. tu (re)tiveste.000 verbos.: O verbo SER não se adapta perfeitamente a essa formação: no imperativo afirmativo. pois o verbo vir está no futuro do subjuntivo. Foi? C: retiveram é a forma certa. caber..

penteamos. Imperativo Negativo: não apazigues. Trocando em miúdos. do presente do indicativo e presente do subjuntivo. não há mais trema nem acento agudo nos grupos “gue. apazígues. intermediais. intermedeia.. águes. Suas iniciais formam o anagrama M-A-R-I-O: Mediar. penteies. Incendiar e Odiar. penteiam Presente do subjuntivo: penteie. varia. Remediar. aguamos. apaziguai. penteia. De acordo com o novo acordo ortográfico... apaziguemos. Presente do Indicativo: apaziguo. variais. águas. variamos. penteais. apazigues. Nada de “Eu ‘vareio’. penteemos. As formas rizotônicas são pronunciadas apazigu-e. apazigueis. gui. apaziguem. penteie. apaziguais. águem. seguem a conjugação de AMAR. penteeis. variam. enxaguar e desaguar recebem acento agudo no primeiro A das formas rizotônicas. penteiem 3. Obs. Presente do Subjuntivo: apazigue. Intermediar. obliquar. apaziguem. Presente do Subjuntivo: águe.com. não apaziguem. aguemos. penteia. exceto na 1ª e 2ª pessoas do plural. águam. recebem a letra ‘i’ nas formas rizotônicas (sílaba tônica no radical). intermediamos. água. Ansiar. aguar. não apaziguemos. ou seja. conjugam-se averiguar. apaziguas. apaziguam. ou apazígue.. etc. Fernando Pestana – Aula 02 São verbos regulares da 1ª conjugação. tu varias. o ‘i’ vem após o ‘e’. Como ele.Terminados em –IAR Os verbos dessa terminação são regulares. apazigue.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. apaziguamos. não apazigue.” ☺ Há pelo menos seis verbos terminados em -IAR que recebem a letra ‘e’ antes do ‘i’ nas formas rizotônicas (formas em que a sílaba tônica recai no radical). Presente do Indicativo: intermedeio. apazigua.Terminados em -EAR No presente do indicativo. Presente do Indicativo: águo. não apazigueis.: Aguar. Prof. Imperativo Afirmativo: apazigua. que. apazigue. 2. Um exemplo é o verbo VARIAR (radical VARI-): eu vario. do subjuntivo e no imperativo. intermedeiam intermedeia. apaziguemos. qui”. enxaguar..estrategiaconcursos.. Pentear é um exemplo: Presente do indicativo: penteio. agueis. aguais. apazigues. exceto na 1ª e 2ª pessoas do plural.br 48 de 68 . Fernando Pestana www. águe.

no presente do indicativo. impelir. os demais tempos seguem a conjugação de HAVER.br 49 de 68 . no restante dos tempos.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof..Prover: verbo irregular da 2ª conjugação que significa abastecer. provejas. segue a conjugação de qualquer verbo regular terminado em -er. no presente do indicativo. não há o presente do subjuntivo.Precaver-se: não é derivado do verbo VER.. preterir.. 10.: verbos mudam o e do infinitivo para i na primeira pessoa do singular do presente do indicativo e em todas do presente do subjuntivo Presente do indicativo: adiro. conjuga-se como VENDER. reaveis. a 1ª pessoa do singular. Fernando Pestana – Aula 02 Para agilizar sua vida. concernir.. Fernando Pestana www. ou seja... como VENDER. o resto da conjugação é igual VENDER Presente do indicativo: provejo.Reaver: é derivado do HAVER. e no presente do subjuntivo: requeira. Os demais tempos seguem o modelo do paradigma VENDER. discernir. No presente do indicativo: requeiro.. só existem as formas da 1ª e 2ª pessoas do plural: reavemos. provês. 7.. 6.estrategiaconcursos. aderimos. Também. aderimos. adere. expelir. repelir. não há presente do subjuntivo. do mais. Prof. 5. ao falar de verbo durante várias páginas. os demais tempos seguem o modelo de conjugação de VENDER. mas só se conjuga quando houver a letra V na conjugação do “haver”. é defectivo. requeira. gosto muito. 4. quem não odeia? EU não odeio. varia nas desinências.Viger: é defectivo.. não há presente do subjuntivo tampouco imperativo. proveja. e você tem de gostar idem.com. aderes.Aderir.. rs. requeres. no imperativo afirmativo e no imperativo negativo tem conjugação idêntica à do verbo ver. não possui.. precaveis. Presente do subjuntivo: proveja. no presente do subjuntivo.. provê. logo você tem de saber a conjugação deste verbo. aderem. o mais usado de todos no dia a dia. no presente do indicativo. requer.Requerer: não é derivado do QUERER. 8. meu caro. no presente do indicativo..Prover: não é derivado do VER. requeiras. 9. tem conjugação regular. competir. logo. apesar de coincidir na 1ª pessoa do singular do presente do indicativo e do subjuntivo. só se conjuga nas 1ª e 2ª pessoas do plural: precavemos.. lembre-se da conjugação do verbo ODIAR.

certo? Logo. Nem preciso dizer que os verbos ser. adira. adiramos. saberá a outra. hipótese.. ir.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. a essa altura do campeonato. possibilidade.’ (presente do subjuntivo). normalmente. dúvida. e que ele vem após conjunção subordinativa... adiras. ter e haver precisam estar no sangue. my friend! 14.estrategiaconcursos.(ADAPTADA) GABARITO: C. Fernando Pestana – Aula 02 Presente do subjuntivo: adira. Transposição para a passiva analítica: A linguagem do poder (SUJEITO) era falada (LOCUÇÃO VERBAL SER + PARTICÍPÍO) tanto pelas fontes quanto pela própria historiografia (AGENTE DA PASSIVA). Saiba uma. você já sabe que é o modo subjuntivo que ‘carrega’ a ideia de incerteza. Simples assim. Competir e compelir têm conjugação semelhante. de cara. Esta foi relax. Veja: Presente do indicativo: Eu compito/compilo Prof. 16GABARITO: B. Meu amigo. adirais. Sobre a letra B. Tanto as fontes quanto a própria historiografia (SUJEITO) falavam (VERBO NO PRETÉRITO IMPERFEITO DO INDICATIVO) a linguagem do poder (OBJETO DIRETO). pôr. Fernando Pestana www. adiram. Diz aí! FCC – TRT/MT (23R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 15GABARITO: D.com. vir. certo?! Vamos nessa! Ainda não acabou. ‘desde que (conjunção subordinativa temporal) se revistam..br 50 de 68 . etc..

eu compita/compila.. Lembra-se do verbo “ver” que se encontra na lista dos que devem ser conjugados por você? Então. aparece seu derivado: antever. pois o verbo sobrepor se encontra no futuro do subjuntivo. logo a forma verbal no contexto apresentado deveria ser (mal)diSSessem (.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.. nós víssemos. vós compitais/compilais.. os viajantes maldissessem. mas o verbo está errado. “sortir” significa abastecer. eles (ante)vissem). eu competisse/compelisse.). ele visse.br 51 de 68 .. É isso aí! Agora a letra A.) Letra D: o verbo maldizer vem de dizer. Letra C: o que ocorre nesta letra é a possível confusão entre “sortir” e “surtir” (verbos parônimos). “surtir” significa provocar. eu visse. ter como consequência. ou melhor. ele compita/compila. na letra A. seu derivado (sobre)por. Fernando Pestana – Aula 02 Tu competes/compeles Ele compete/compele Nós competimos/compelimos Vós competis/compelis Eles competem/compelem E por aí vai... no contexto da alternativa. Veja de novo a tabela de conjugação dele: SOBREPOR Indicativo Pessoas Radical Presente Pretérito Pretérito Pretérito Futuro Futuro tu competisses/compelisses.. competisse/compelisse. A conjugação é a mesma. combinar.... Letra E: olha aí de novo o verbo pôr. a forma certa seria “antevissem” (se. eles compitam/compilam. Fernando Pestana www.. acarretar. prover. Veja também o presente do subjuntivo: Que. nós compitamos/compilamos.com... deveria ser “sortir” (Caso não se sortisse. a conjugação está certa. temos: Se. Assim. Finalmente no pretérito imperfeito do subjuntivo (desinência modotemporal SSE).. obviamente.estrategiaconcursos.. tu compitas/compilas. vós vísseis. só é preciso colocar o prefixo (ante-) antes do verbo “ver” conjugado. a conjugação deveria ser sobrepuseram.. tu visses. ele Prof. misturar.

a forma correta deveria ser: “Os criminosos que tenham ultrajado (pretérito perfeito composto do subjuntivo) a pátria serão forçados (futuro do presente do indicativo) a servi-la pelo tempo que se julgar (futuro do subjuntivo) necessário”. “Sempre houve povos que.com.estrategiaconcursos.br 52 de 68 . Sobre a letra E. ainda quando fossem provocados.” Na letra A. Estas “dobradinhas” (coloco entre aspas. Prof.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. mais uma “dobradinha”: pretérito perfeito do indicativo + pretérito imperfeito do subjuntivo. por forte convicção. Fernando Pestana www. evitaram a guerra. pois normalmente a correlação se dá entre dois verbos) são previstas naquela tabela de correlação verbal. Fernando Pestana – Aula 02 Perfeito Imperfeito MaisQuePerfeito usera useras usera uséramos uséreis useram do do Presente Pretérito orei orás orá oremos oreis orão oria orias oria oríamos oríeis oriam EU TU ELE NÓS VÓS ELES Sobrep Sobrep Sobrep Sobrep Sobrep Sobrep onho ões õe omos ondes õem us useste ôs usemos usestes useram unha unhas unha únhamos únheis unham SOBREPOR Subjuntivo Pessoas EU TU ELE NÓS VÓS ELES Radical Sobrep Sobrep Sobrep Sobrep Sobrep Sobrep Presente onha onhas onha onhamos onhais onham Pretérito usesse usesses usesse uséssemos usésseis usessem Futuro user useres user usermos userdes userem Formas Nominais Radical Infinitivo Gerúndio Particípio ndo sto Sobrepo R 17GABARITO: E.

As correções das outras alternativas: A: “Um fim talvez justificaria (futuro do pretérito do indicativo) os meios caso estes implicassem (pretérito imperfeito do subjuntivo) sacrifícios que não se distribuíssem (pretérito imperfeito do subjuntivo) desigualmente. Na letra C. Fernando Pestana – Aula 02 Na letra B. futuro do pretérito) ter-se formado num regime autoritário?” Prof. Fernando Pestana www.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Por que a correlação verbal está adequada? De olho na tabela. correlação verbal é um assunto chatinho. a correção (igual à letra C): “O próprio criminoso. Vejamos: “Ele acredita (presente do indicativo) que haverão (futuro do presente do indicativo) de justificar-se todos os meios quando os fins representarem (futuro do subjuntivo) um ganho de alcance coletivo. a correção (esta é uma “dobradinha” clássica!): “Ninguém seria (futuro do pretérito do indicativo) indiferente a uma vultosa soma que viesse (pretérito imperfeito do subjuntivo) a receber como indenização ao delito que o prejudicou/prejudicara/tenha prejudicado (pretérito perfeito do indicativo/pretérito mais-que-perfeito do indicativo/pretérito perfeito composto do subjuntivo).” C: “Tão logo fossem (pretérito imperfeito do subjuntivo) denunciados os horrores do stalinismo..br 53 de 68 . FCC – TRT/RO/AC (14R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 18GABARITO: B. a correção: “Os que vierem (futuro do subjuntivo) a ultrajar a pátria deverão (futuro do presente do indicativo) ser submetidos a um castigo que traga (presente do subjuntivo) consigo uma clara lição. poderia (futuro do pretérito do indicativo) tirar proveito da lição a que foi (pretérito perfeito do indicativo) submetido”. os comunistas deveriam (futuro do pretérito do indicativo) ter revisto suas antigas convicções. Na letra D.com. se mantivesse (pretérito imperfeito do subjuntivo) alguma dose de decência. De coração. não? Fazer o quê se é quase certa na prova uma questão dessas. pretérito imperfeito do indicativo..” D: “Será que alguém acreditou (pretérito perfeito do indicativo) que uma sociedade sem classes e sem preconceitos pudesse/podia/poderia (pretérito imperfeito do subjuntivo.estrategiaconcursos.

Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Fernando Pestana – Aula 02 E: “Se a catequese pudesse (pretérito imperfeito do subjuntivo) propagar a fé religiosa sem recorrer à intimidação, talvez os convertidos teriam (futuro do pretérito) sido mais numerosos.” Esta última “dobradinha”, pelo que você vem percebendo, é clássica. Não a perca de vista!

FCC – TRF (1R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 19GABARITO: C. Veja: “Andei reunindo... em que estas anotações vadias foram feitas (por mim)...” estas anotações vadias: sujeito (vira objeto direto na ativa) foram feitas: locução verbal “ser (pretérito perfeito) + particípio” (vira verbo simples na ativa) (por mim): agente da passiva (vira sujeito na ativa) Passando para a voz ativa temos: ... eu fiz estas anotações vadias... eu: sujeito fiz: verbo simples no pretérito perfeito do indicativo estas anotações vadias: objeto direto da ativa Questão de transposição de vozes é moleza, não?

FCC – TRE/AP – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 20- (ADAPTADA) GABARITO: D. É a letra D, porque o pretérito imperfeito do indicativo é caracterizado por ser um tempo que exprime um passado contínuo, ou uma ação ou estado em desenvolvimento no passado.

Prof. Fernando Pestana

www.estrategiaconcursos.com.br

54 de 68

Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Fernando Pestana – Aula 02 FCC – TRT/RS (4R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 21GABARITO: B Na letra B, o uso do verbo “imaginar” no Futuro do Pretérito do Indicativo na primeira oração (“Alguém imaginaria...”) faz com que, na segunda oração, o verbo “alcançar” apareça no Pretérito Imperfeito do Subjuntivo (“...que nosso nível de insegurança alcançasse este patamar.”), mantendo, dessa forma, a perfeita correlação entre os referidos verbos. As demais opções apresentam erro quanto à correlação verbal entre as orações. Na letra A, já que o verbo “imaginar”, na primeira oração (“Ninguém imaginava..”), aparece no Pretérito Imperfeito do Indicativo, o verbo “chegar” deveria ter sido conjugado no Pretérito Imperfeito do Subjuntivo (“Ninguém imaginava que chegasse a esse ponto nosso nível de insegurança.”). Na letra C, como o verbo auxiliar “ser”, na locução verbal “era de se prever”, está conjugado no Pretérito Imperfeito do Indicativo, o verbo “chegar”, na segunda oração (“...que nosso nível de insegurança chegava ao ponto em que está.”), deveria aparecer no Pretérito Imperfeito do Subjuntivo (“Era de se prever que nosso nível de insegurança chegasse ao ponto em que está.”). Na letra D, para que a adequada correlação verbal acontecesse, o verbo “atingir”, na segunda oração (“...que o nível de insegurança não atinge um patamar ainda mais alto.”), deveria ter sido conjugado no Presente do Subjuntivo (“Espera-se que o nível de insegurança não atinge um patamar ainda mais alto.”), visto que, na primeira oração, o verbo “esperar” aparece no Presente do Indicativo (“Espera-se...”). Já na letra E, o verbo “atingir” deveria aparecer no Presente do Indicativo (“Sempre haverá os que julguem aceitável este baixo nível de segurança que atingimos.”), na medida em que o verbo “haver”, na primeira oração (“Sempre haverá...”). 22GABARITO: D. Não se pode passar para a voz passiva verbo algum que não seja tão somente transitivo direto ou transitivo direto e indireto; alguns gramáticos, colocam como exceção os verbos transitivos indiretos obedecer/desobedecer, assistir e outros; no entanto, o verbo chegar não é colocado entre esses verbos. Ok? Os verbos das demais alternativas são transitivos diretos, logo podem ser passados para a passiva.
Prof. Fernando Pestana

www.estrategiaconcursos.com.br

55 de 68

Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Fernando Pestana – Aula 02

FCC – TRF (1R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2011 23 (adaptada)GABARITO: D. Diz-se que ele morreu em Boston em 1979, data posterior ao tempo em que viveu no Brasil, logo, só poderíamos marcar a letra D. Note que “morreria” é um verbo no futuro do pretérito, ou seja, ele junta as duas ideias temporais, futuro e pretérito. O evento de morrer é futuro em relação à história que está sendo contada no texto. Mas é passado em relação ao momento em que ela foi contada pelo autor. Existe o tempo do discurso (ou seja, do texto) e o tempo físico (ou seja, extratextual). 24GABARITO: C O valor concessivo observado na primeira oração, caracterizado principalmente pelo uso do conectivo “embora”, faz com que o verbo “saber” seja conjugado no Pretérito Imperfeito do Subjuntivo. Para que a perfeita correlação verbal ocorra, é necessário que o verbo da segunda oração, “depender”, apareça no Futuro do Pretérito do Indicativo e o verbo “ser” revele-se no Pretérito Perfeito do Indicativo. Dessa forma, a estrutura adequada seria “Embora elas soubessem que o acordo dependeria só delas, foram inábeis na argumentação.”

FCC – DPE/RS – DEFENSOR PÚBLICO – 2011 25GABARITO: B. Mera questão de conjugação verbal. É preciso apenas conhecer a conjugação do verbo “haver” (eu pedi para você treinar a conjugação dele naquela lista de verbos recorrentes na FCC, em casa, lembra?); quanto ao verbo “expressar”, ele é conjugado como qualquer outro verbo de 1ª conjugação, ou seja, verbos terminados em –AR, como “amar”. Pretérito perfeito do indicativo: Eu houve, tu houveste, ele houve, nós houvemos, vós houvestes, eles houveram. Eu amei/expressei, tu amaste/expressaste, ele amou/expressou, nós amamos/expressamos, vós amastes/expressastes, eles amaram/expressaram

Prof. Fernando Pestana

www.estrategiaconcursos.com.br

56 de 68

como você já sabe. Os verbos estão no modo subjuntivo. e. c) As leis de perfeição terão (futuro do presente) por objeto mais a bondade dos homens que as tenham seguido (pretérito perfeito composto do subjuntivo) do que a da sociedade na qual tenham sido observadas (pretérito perfeito composto do subjuntivo (voz passiva.com. este modo é o da hipótese.br 57 de 68 . Simples assim. Fernando Pestana – Aula 02 FCC – BB – ESCRITURÁRIO – 2011 26GABARITO: A.” Veja as correções na correlação verbal das demais alternativas: b) As leis de perfeição tinham (pretérito imperfeito do indicativo) por objeto mais a bondade dos homens que as seguissem (pretérito imperfeito do subjuntivo) do que a da sociedade na qual fossem observadas (pretérito imperfeito do subjuntivo). e) As leis de perfeição terão tido (futuro do presente composto do indicativo) por objeto mais a bondade do homem que venha (presente do subjuntivo) a segui-las do que a da sociedade na qual sejam (presente do subjuntivo) observadas. Fernando Pestana www. FCC – TRT/MS (24R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 27GABARITO: A. note que temos o verbo “ser + particípio”)). Prof.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. aqui vai mais uma “dobradinha” clássica: “As leis de perfeição teriam (futuro do pretérito do indicativo) por objeto mais a bondade do homem que as seguisse (pretérito imperfeito do subjuntivo) do que a da sociedade na qual fossem (pretérito imperfeito do subjuntivo) observadas. A letra A está certa porque se respeita a harmonia temporal entre os verbos.estrategiaconcursos. note que temos o verbo “ser + particípio”)). d) As leis de perfeição teriam (futuro do pretérito) por objeto mais a bondade do homem que as seguissem (pretérito imperfeito do subjuntivo) do que a da sociedade na qual tivessem sido observadas (pretérito maisque-perfeito composto do subjuntivo (voz passiva.

.. Fernando Pestana www. Nas formas nominais: • • • Infinitivo impessoal: Para ele ter/haver casado. certo? Espero que sim..com. Futuro do presente: Eu terei/haverei casado.. você já está começando a memorizar. Ou seja.estrategiaconcursos.... Fernando Pestana – Aula 02 Eu acho que. Grave os tempos compostos de uma vez por todas: Breve resumo: os tempos compostos da voz ativa são formados pelos verbos “ter/haver + particípio”. ☺ FCC – TRE/TO – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 28GABARITO: B. No subjuntivo: • • • Pretérito perfeito: Espero que ele tenha/haja casado.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof.. perceber as relações entre os verbos..br 58 de 68 . Prof. Gerúndio: Tendo/havendo casado.. Futuro do subjuntivo: Quando ele tiver/houver casado. Pretérito mais-que-perfeito: Eu tinha/havia casado. ou até mesmo. escolhera = tinha/havia escolhido. No indicativo: • • • • Pretérito perfeito: Temos/havemos casado. Pretérito mais-que-perfeito: Se ele tivesse/houvesse casado.. depois de ter feito tantas questões sobre este assunto. FCC – INFRAERO – ANALISTA DE SISTEMAS – 2011 29GABARITO: C. Futuro do pretérito: Eu teria/haveria casado. Infinitivo pessoal: Para ele ter/haver casado. A forma de tempo composto do pretérito mais-que-perfeito do indicativo é feita através do verbo ter/haver no pretérito imperfeito + particípio..

br 59 de 68 . • Aspecto pontual ou momentâneo: não é apresentada a duração. meio e/ou fim). tem sido proporcionado às partes pela conciliação. antes de tudo. adivinha como estará o verbo ser na locução verbal “ser + particípio”? No pretérito mais-que-perfeito do indicativo.com. Esta questão de duração do tempo verbal tem a ver com algo chamado “aspecto verbal”.estrategiaconcursos. Logo.. FCC – TRT/RS (4R) – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2011 31GABARITO: B. Pouco se fala sobre esse assunto. já que “absorvera” é pretérito mais-que-perfeito do indicativo. temos: . veja o trecho em vermelho: Aspectos Verbais O aspecto verbal tem a ver com o tempo gasto na duração do processo verbal (início.. Fernando Pestana www.. 30GABARITO: D. formando uma locução verbal de voz passiva analítica “ser + particípio”. mas ele é digno de nota.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Quanto à questão em si. temos a seguinte reescritura: O efetivo acesso à Justiça. pois o fato é instantâneo. Note que o tempo composto mudou apenas pela colocação do verbo ser (no particípio) + proporcionado. Só conseguimos perceber o aspecto verbal pela semântica do verbo e pelo contexto. como antes o homem fora absorvido pelo rei. Veja o quadro de conjugação verbal mais acima. passando para a voz passiva analítica. Respeitando-se as regras de passagem de voz ativa para passiva. ora bolas. 32GABARITO: B. Fernando Pestana – Aula 02 Ambos os verbos (proclamava e defendia) estão no pretérito imperfeito do indicativo. Está lembrado que o mesmo tempo e modo verbal na passagem de voz ativa para passiva devem ser mantidos? Então.. Prof.

sem conclusão. vem atender! • Aspecto inceptivo..: Prof. o telefone toca. Ex. depois a gente se fala.: O pretérito imperfeito (incompleto) do indicativo se encaixa normalmente neste aspecto. Fernando Pestana – Aula 02 Eu estou vendo TV agora. pois o processo não tem limites claros e seu prolongamento é impreciso. mas os efeitos permanecem. com começo.: Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Só soube Matemática mesmo na Faculdade. os alunos foram saindo de sala.: O pretérito perfeito (completo) do indicativo se encaixa normalmente neste aspecto. finalizado. vivo. Fernando Pestana www. frequentativo.. Amanhece em Copacabana um sol lindo. • Aspecto cessativo.: Obs. João. Ex.br 60 de 68 . Só aprendi Português no Ensino Médio. Ele me abraça três vezes ao me ver. meio e fim. Conseguimos ler o texto todo. conclusivo: o processo verbal é apresentado em sua totalidade. Ex... de hábito.. Esperamos notícias deles até agora. costume. incoativo: o processo verbal indica que algo está sendo apresentado em seu início.estrategiaconcursos.: Obs.. Ex.: • Aspecto permansivo (permanência): o processo verbal já se concluiu. Ex. durativo: o processo verbal já teve um início e continuou ou continua. (!!!) Temos exercitado muito a Língua Portuguesa. Meu filho começou a andar.: • Aspecto cursivo. porque antes. Malhei durante duas horas ontem. • Aspecto iterativo. Você tem falado muito sobre passar na prova. Ele vem ouvindo música desde criança. pois o processo é concluso.Ex. Quando o sinal tocou.com. reiterativo: o processo verbal indica uma ideia de repetição.

Fernando Pestana – Aula 02 • Aspecto genérico. da mesma forma que a estrutura “ter experimentado” deveria Prof. na medida em que introduz uma oração subordinada substantiva.estrategiaconcursos. Na letra B.de que aquela grande e única alegria não pudesse compensar as muitas tristezas” – nesse caso. o verbo “poder”). para que a correlação entre os verbos ficasse correta seria necessário que o verbo “sobrevir” aparecesse no Futuro do Pretérito do Indicativo (“..quando já não o forem. universal.. que deveria aparecer no Futuro do Subjuntivo (“. Mulher é bicho difícil de entender..) e no Pretérito Imperfeito do Subjuntivo (“.”). uma vez que os verbos da orações anteriores aparecem no Pretéritomais-que-perfeito do Indicativo (“Experimentáramos a certeza”.. Deus existe! Quem cala consente Interessante.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. deveria ter sido conjugado no Presente do Subjuntivo (“e só nos resta esperar que também eles não se classifiquem. (verbos “exaltar” e “habilitar-se” no Presente do Indicativo.com. atemporal: este processo de duração verbal trabalha com verdades absolutas ou tomadas como tal. Na letra A. não? Ex. religiosa ou culturalmente Todo número par será divisível por dois. Já na letra D.br 61 de 68 .”). científica. em sua fúria. as demais opções apresentam desvios..pudesse compensar as muitas tristezas que sobreviriam. o verbo “ser” deveria aparecer no Futuro do Presente do Indicativo.: FCC – MPE/SE – ANALISTA – 2010 33GABARITO: E Diferentemente da opção E. o uso do verbo “classificar” no Futuro do Presente do Indicativo quebra a correlação existente entre os outros verbos da frase. haja vista que o verbo da primeira oração (“mover-se”) está conjugado no Futuro do Presente do Indicativo. Fernando Pestana www. em que todos os verbos aparecem adequadamente correlacionados.. Nesse caso..”). Na letra C. o erro ocorre com o verbo “ser”. verbo “vir” no futuro do subjuntivo)..

construis ou constróis (construir). comprazi ou comprouve (comprazer-se). Ainda não tínheis acendido a vela. Ex. As mesmas regras de passagem de voz ativa para passiva se mantêm. Veja: Muitos brasileiros (sujeito) terão experimentado (verbo no tempo composto (futuro do presente)) tal sensação (objeto direto) — voz ativa com verbo no tempo composto Tal sensação (sujeito) terá sido experimentada (tempo composto de voz passiva) por muitos brasileiros (agente da passiva) — voz passiva com verbo no tempo composto 35GABARITO: C. Leia esta breve aula sobre verbos abundantes: Possuem duas ou mais formas na mesma parte da conjugação. na 2. geralmente isso ocorre no particípio.. Prof.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. já que o verbo “vir”. na primeira oração. Tenho aceitado trabalhos demais este ano.: havemos ou hemos. está conjugado no Futuro do Subjuntivo.estrategiaconcursos. o certo é “Tínhamos ganhado (ganho está errado!).. Fernando Pestana www. apresentam no imperativo afirmativo duas formas: dize ou diz. FAZER E TRAZER. faze ou faz.br 62 de 68 . Celso Cunha diz que os verbos DIZER. destruis ou destróis (destruir). traze ou traz. Sobre os particípios duplos: As formas regulares (particípio em -ado ou –ido) são empregadas na voz ativa com os verbos auxiliares ter ou haver: Eu havia pagado o banco. Ele tinha me salvado uma vez. que depuseram (já falei sobre o verbo pôr (e derivados))”. 34GABARITO: C.com. Já havíamos limpado a casa. haveis ou heis (haver). etc. Fernando Pestana – Aula 02 ser substituída por “experimentar”. O banco havia aceitado o cheque.ª pessoa do singular. Sobre a letra A.

outro da listinha. aberto. para que ninguém viesse a suspeitar do que lhe ocorrera. chegado.estrategiaconcursos. cobrir. O verbo vir tem como particípio vindo. Meus trabalhos foram aceitos pela agência. As formas irregulares (particípio não terminado em –ado ou –ido) são usadas na voz passiva com os auxiliares ser. O homem estava salvo por ele. mas sim interviesse (pretérito imperfeito do subjuntivo do verbo intervir (derivado do verbo vir)). escrever. Você podia ter imprimido o material antes.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Aquele documento enfim ficou impresso. O padre havia benzido o lugar. normalmente. bastaria você dominar a conjugação do verbo ‘vir’. O ladrão foi pego em flagrante. provindo.com. Ele tinha chegado tarde. sem que intervisse qualquer tipo de dispositivo eletrônico. A vela será acesa pelo coroinha. Sobre a letra B: (B) O helicóptero alçava o ar pela força dos meus braços. Fernando Pestana www. O cheque foi aceito pelo banco. a mesma forma que seu gerúndio. / O pacote foi trazido na hora certa. Fernando Pestana – Aula 02 Ela tinha pegado pena perpétua. chegar.: Os verbos trazer. não são abundantes. A forma “intervisse” não existe. Sobre a D: Prof. Talvez “retivesse” (respectivamente. podem variar em gênero e número: Eu sou pago pelo banco. mas lembra que eu pedi para você conjugar o verbo ‘ter’ naquela listinha de verbos recorrentes na FCC? Quanto à viesse. derivado do verbo ter) causasse certa dificuldade. E não: Ele tinha chego tarde. coberto. O fiel era bento pelo padre. escrito.br 63 de 68 . Sobre a letra C (aqui está o gabarito!): (C) Seria preciso que eu retivesse o helicóptero em sua caixa. Obs. E não: O pacote foi trago na hora. logo a única forma no particípio é: trazido. assim como seus derivados: advindo. intervindo. A casa ficou limpa pela empregada. segundo os maiores gramáticos. etc. Pelo amor de Deus! As formas trago e chego não são admitidas no registro culto da língua. forma do verbo reter. abrir. estar ou ficar. sobrevindo.

Sobre a E: (E) Meus pais se manteram para todo o sempre à margem do que ocorrera com meu helicóptero e do pequeno ardil que lhes impigira. Mantiveram (derivado do verbo ter. como não detesse a curiosidade. Detivesse é a forma certa. pois a agência de turismo não reteu Prof. Fernando Pestana www. quando entrou o rapaz considerado a testemunha mais importante de famoso crime. mas faltou a letra N no radical: impingira. a correta correlação verbal somente ocorrerá se conjugarmos os verbos “levantar” e “deter” no Futuro do Pretérito do Indicativo. FCC – TRE/RS – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2010 37GABARITO: C. no Pretérito Imperfeito do Subjuntivo.com. derivado do verbo ‘ter’. de novo!) é a forma certa. passei a abrir os presentes.estrategiaconcursos. logo o certo é ‘os bota-fora’).br 64 de 68 . não tinha ainda reavido (particípio do verbo “reaver”. Não há problema algum na letra C: “Na delegacia. por convenção) reúnem-se sempre às quinta-feiras (‘quintas-feiras’ é a forma correta porque numeral e substantivo variam quando formam um substantivo composto). houve grande confusão. Refreou é a forma certa (os verbos terminados em –EAR estão naquela listinha que eu pedi para você conjugar!).Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Fernando Pestana – Aula 02 (D) Meu irmão refreiou por um momento sua curiosidade. O verbo impingir não é usual. 36GABARITO: E Ao iniciar a frase com um conectivo condicional (“Se”) e conjugar o verbo da primeira oração no Pretérito Imperfeito do Subjuntivo (“girasse”). ao passo que eu.” Na letra A: “Os tabeliões (‘tabeliães’ é o plural correto. Na letra B: “Nos últimos botas-foras (verbo + advérbio não variam. da mesma forma que o verbo “cansar”. um dos que coloquei na listinha) os documentos que perdera.

logo “cartões-postais”. no futuro do subjuntivo) roubos de obras-primas. em que o segundo especifica o primeiro (pombo-correio. Cuidado com substantivos compostos formados por substantivo + substantivo.estrategiaconcursos. logo “quedas d’água” é a forma certa. nacionalidade só varia o último elemento. logo “micos-leões-dourados e ararinhasazuis” são formas certas. Fernando Pestana – Aula 02 (‘reteve’ é a forma certa.” Na letra D (a FCC adora o verbo ter e derivados!): “Se não se conterem (‘contiverem’ é a forma certa do verbo conter. papel-moeda). gerações futuras serão privadas de grandes realizações do espírito humano. Ok? FCC – TRT (5R) – AUXILIAR JUDICIÁRIO – 2003 Prof. O segundo elemento também pode variar segundo alguns gramáticos (papéis-moedas).br 65 de 68 . Já quando um substantivo composto é formado por um substantivo + um adjetivo. derivado do verbo ter.com. derivado do verbo ter) os que não possuíam ingresso. deveria ser ‘luso-africanos’) ostentavam no braço fitinhas verde-amarela (‘verde-amarelas’ é a forma certa.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Quando o substantivo composto for formado por substantivo + preposição + substantivo.” Na letra E: “Os lusos-africanos (substantivo composto indicando origem. ou seja pombos-correio e papéis-moeda. pois a regra geral de adjetivo composto diz que só varia o último elemento). Diz a regra tradicional que só o primeiro varia. só o primeiro elemento varia.2006 38GABARITO: B. Foi? FCC – TRT (24R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2006 39GABARITO: E. Substantivos compostos formados por substantivos e adjetivos em sua formação variam normalmente. Fernando Pestana www.” FCC – TRT/MS (24R) – AUXILIAR JUDICIÁRIO . ambos variam.

O plural de meia-tigela (numeral + substantivo) é meias-tigelas. Fernando Pestana – Aula 02 40GABARITO: C. logo o plural é feito só pelo determinante (artigo. Tanto “aliaram” quanto “conheceu” estão no pretérito perfeito do indicativo. São desinências cumulativas. pois as terminações -ram e -u marcam não só o número e a pessoa mas também o modo e o tempo. no contexto. Para acertar uma questão desta.br 66 de 68 . o que. é inadequado. pois verbo não varia quando forma um substantivo composto e vidas já está pluralizado. Para haver correlação verbal adequada. é preciso treinar conjugação verbal. Fernando Pestana www. porque a baleia foi salva depois de ficar na praia 3 dias. É isso aí! FCC – TRE/SP – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2012 42GABARITO: D.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. e não antes. hein! FCC – TRF/2R – ANALISTA JUDICIÁRIO (ADM) – 2012 44Prof. FCC – TRE/SP – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2012 43GABARITO: E.com. O plural de ‘salva-vidas’ é ‘os salva-vidas’. “Acabara” indica uma ação passada terminada antes de outra ação passada. E o plural de vale-refeição (substantivo + substantivo) é vales-refeição/valesrefeições. FCC – TRT (20R) – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2002 41GABARITO: C. que indicam o modo. o tempo. por exemplo). o trecho deveria ser reescrito assim: “Depois de se haver debatido por três dias na areia da praia a jubarte acabou sendo salva por uma traineira que veio socorrê-la”. o número e a pessoa da forma verbal.estrategiaconcursos.

dê graças a Deus de a FCC sempre colocar os mesmos verbos em questões de flexão verbal. refreando as ações predatórias. FCC – TCE/SP – AUXILIAR DE FISCALIZAÇÃO FINANCEIRA – 2012 45GABARITO: B.br 67 de 68 . percebe?). respectivamente. normalmente. para que a cidade não sucumba aos atropelos do turismo selvagem. A forma verbal “teriam” constitui forma de futuro do pretérito do indicativo. tais verbos vêm antecipados de locuções conjuntivas ou conjunções subordinativas adverbiais: para que e ainda que. Tanto “sejam” como “venha” estão no presente do subjuntivo. Usa-se futuro do pretérito do indicativo para atenuar uma ordem no lugar de verbo no imperativo: “Você pegaria aquela bola para mim. Fernando Pestana – Aula 02 GABARITO: D. Vejamos a reescrita de uma por uma: (A) A revalorização e a nova proeminência de Paraty não prescindiram e não requereram mais do que o esquecimento e a passagem do tempo.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Fernando Pestana www. Este é um bizu sagaz! FCC – TRE/PR – ANALISTA JUDICIÁRIO – 2012 46GABARITO: E. em 1974. o prestígio de um polo turístico de inegável valor histórico. eis que ela emerge do esquecimento. (E) Paraty imbuiu da sorte e do destino os meios para que obtivesse. até que. (C) A cada novo ciclo econômico ratificava-se a importância estratégica de Paraty. Uma forma de perceber isso é que.com. a partir de 1855.estrategiaconcursos. por favor?” em vez de “Pega aquela bola para mim. – PREFEITURA MUNICIPAL/SP – AUDITOR-FISCAL FCC TRIBUTÁRIO MUNICIPAL I (GESTÃO TRIBUTÁRIA ) – 2012 Prof. agora em definitivo. (D) A Casa Azul envidará todos os esforços. e não presente. sobrevieram longos anos de esquecimento. (B) Quando se imaginou que Paraty havia sido para sempre relegada a um segundo plano. por favor?” (esta segunda forma de dizer o mesmo é mais incisiva. Antes de mais nada.

era publicado seu artigo mais famoso. FCC – TRE/PR – ANALISTA JUDICIÁRIO (ADM) . logo o verbo auxiliar da locução verbal de voz passiva analítica (ser + particípio) ficará no pretérito imperfeito do indicativo também.com. a frase transposta para a voz passiva é esta: Há 40 anos.br ou fernandopestana@estrategiaconcursos. (D) Não é um fato possível.Língua Portuguesa para o ICMS/SP Questões comentadas da FCC Prof. Vejamos uma por uma: (A) A ideia de ação em processo não é exclusiva da forma Continuamos. por exemplo: “O Brasil há de ganhar a Copa de 2014!”. Pauline Kael (1919-2001). mas meramente hipotético. (B) A locução verbal foi redigida indica fato passado concluído. Por isso.br Prof.com. a mais célebre crítica de cinema dos Estados Unidos.estrategiaconcursos.br 68 de 68 . pois o verbo no gerúndio (repetindo) indica o mesmo.2012 48GABARITO: E.com. não?! Espero que você tenha entendido a importância sobre o estudo dos verbos para que nenhuma questão na FCC o surpreenda. (E) De fato há ideia de futuro e desejo na expressão hão de alimentar. Fernando Pestana www. ---------------------------------------------------------------------------------Ufa! Hoje foi intenso. Fernando Pestana – Aula 02 47GABARITO: E. Felicidades! Pestana fernandopest@yahoo. (C) A expressão a realizar-se em Salvador diz respeito à III Conferência de Cúpula da região. A forma verbal publicava está no pretérito imperfeito. como.