Você está na página 1de 1

Anlise esquemtica do poema Buclica de Miguel Torga

A vida feita de nadas

De
De
De
De
De

grandes serras paradas/ espera de movimento


A Natureza na sua simplicidade
searas onduladas
pura telurismo, ligao
casas de moradia/ Cadas (...)/ (...) que outrora existncia
havia (...)
forte terra
poeira
O passado, os efeitos do tempo
sombra de uma figueira
que passa, o outrora

De ver esta maravilha

O espanto, a maravilha
O elemento humano, a famlia

Meu Pai a erguer uma videira

O trabalho na terra