Você está na página 1de 2

O HINO DA VITÓRIA

(Por Sérgio Dal Sasso, palestrante, palestras,


treinamentos e consultoria –
www.sergiodalsasso.com.br).

Talvez as coisas aconteçam um pouco diferente da forma como você


imaginou.
Talvez você passe uma vida toda procurando por algo que nunca vá
conseguir alcançar.

São por estes caminhos que trilhamos, digo isso usando o plural, pois
dos mais simples ao mais sofisticados dos sonhos, todos se encontram
na busca pelo equilíbrio emocional, do prazer que justifica estar feliz,
estar vivo.

O que de certo enfrentaremos são seqüências de momentos que hora


serão favoráveis, que hora serão conturbados e de difíceis
equacionamentos, mas sempre somarão para a formação do conjunto da
sua obra, dentro de um processo de luta, aonde a média do equilíbrio
deve estar sustentada na ponderação dos pontos que adotamos quando
vencemos ou quando perdemos. A equação da vitória é simples e está
na intensidade dos valores que creditamos quando vencemos, não
importando nunca a quantidade de vezes da ocorrência, mas a
intensidade motivacional que assumimos quando verificamos que somos
capazes.

A capacidade para a vitória se encontra disponível em cada um, mas é o


equilíbrio e convicção que determina e seleciona os vitoriosos, aqueles
que continuadamente vão se ajustando sem a perda do foco e objetivos.
Aqueles que acreditam e por isso ultrapassam o racional, o óbvio dos
outros. Quanto tempo você estaria disposto para aguardar à fisgada de
um peixe? Pense nisso e saiba que desta resposta sairá seu futuro.
Procure também entender que nunca poderá viver somente pela
expectativa de um peixe que ainda não pescou e é neste momento que
vale pensar que o tempo passa e não volta.

Vale então a sabedoria de poucos que mesmo não conseguindo o exato


desejo, procuram ampliar o horizonte que os cerca criando outros
objetivos para justificar a espera, que sempre serão complementares e
de auxilio para a sua conquista pela valorização do tempo. Antes mesmo
da busca por respostas, vale observar o que faz um bom pescador
enquanto não conquista seu objetivo.
Verifique, analise e perceba o seu comportamento e chegará à
conclusão que em muitas vezes o peixe até deixa de ser representativo,
pois o exercício continuado e persistente da procura, muitas vezes acaba
por criar ramificações e valores tão importantes que podem justificar sua
existência, revelando o significado do amor, do natural, das famílias, dos
amigos, dos sorrisos e assim, com mais felicidade, com mais
grandiosidade, temos mais motivos e relevância para a batalha pelas
coisas que queremos.

Ainda me lembro da primeira vez que fui aplaudido, e teve um


significado especial, pois não esperava. Ao terminar o evento, virei de
costas para guardar o material. De repente escutei palmas e retornando
a posição original verifiquei o publico de pé, sorrindo e todos se dirigindo
a minha pessoa. Foi fantástico e emocionante, verificar que o meu
esforço estava sendo recompensado. Chorei e hoje percebo que a
extensão e o valor dos aplausos vêm do fato de viver falando aquilo que
sou, que penso e se hoje tenho adesões a minha pessoa é porque
continuo procurando por melhores maneiras para se alcançar um
caminho que pondere equações que produzam felicidade.

Interesses relacionados