Você está na página 1de 11
Exercícios de Artes Questão 01 - A religiosidade é uma característica muito relevante no estudo

Exercícios de Artes

Questão 01 - A religiosidade é uma característica muito relevante no estudo da arte na pré-história. Que item atesta esta realidade e justifica a arte rupestre?

a) As pinturas serviam de decoração das cavernas para os deuses.

b) Os homens cultuavam seus deuses a todo o momento em suas pinturas.

c) Era parte de um processo de magia para interferir na captura de animais.

d) Havia a intenção imediata do artista em criar uma arte decorativa e religiosa.

Questão 02 - A Mesopotâmia foi habitada por vários povos entre eles os sumérios, os persas e os assírios . Cada um desses povos deixou registrado através de sua produção artística, suas características e valores Quanto a produção artística dos sumérios marque a ÚNICA alternativa INCORRETA:

a) Seus temas prediletos eram cenas do cotidiano.

b) Há uma influência da cena egípcia na representação da figura humana dos sumérios.

c) As representações de suas cenas eram feitas como em histórias em quadrinhos.

d) As imagens eram representadas com o rosto achatado.

Questão 03 - Quanto à produção artística egípcia julgue os itens abaixo em (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO e em seguida

marque a alternativa correspondente à seqüência

obtida.

I. Extremamente voltada para a produção de imagens de deuses na expectativa de recebimento de graças. ( )

II. Uma produção bastante livre, onde facilmente é detecta a característica de cada artista. ( )

III. A produção artística do Egito era dominada pela religiosidade, não dando margem a criação pessoal ou expressão própria do artista. ( )

restrições impostas pelo processo

político e religioso a de maior relevância denominava-se Lei da Frontalidade. ( )

a) V – V – V – V

b) V – F – V – F

c) F – F – V – V

d) F – F – F – F

Questão 04 - A “religião” é um importante componente cultural do estudo antropológico que chamamos de fator social, pois está relacionada com a sociedade e suas atitudes. Também a política valeu-se da religião. Na arte e cultura egípcia este fator social – no caso – a religião - foi utilizado em sua forma mais concreta: fazer do processo político e da fé humana meios de condução social em todos os períodos de sua história. Este fator predominante na cultura egípcia se refletiu na produção artística deste povo, tendo como característica:

IV. Das

a) Uma arte bastante criativa dando ao artista inteira liberdade de expressão.

b) Uma arte que valorizava a criatividade do artista.

c) Ao observar uma obra já se define o autor, pois suas características estão expressas na obra.

d) Uma arte bastante padronizada, não dando margem à criatividade nem a imaginação pessoal.

Questão 05 - No período Clássico da Grécia uma nova característica marcou sua escultura. Quanto a esta característica assinale a alternativa CORRETA:

a) As figuras masculinas eram apresentadas em rigorosa posição frontal.

b) As estátuas masculinas eram nuas e buscavam a imobilidade.

c) Os braços e a cabeça passaram a ser representados levantados.

d) Surge a escultura em bronze.

Questão 06 - Agora analisaremos da mesma forma o período Helenístico. Quanto a este período marque a alternativa CORRETA:

a) Os

braços

e

a

cabeça

passaram

a

representados levantados.

ser

b) As estátuas masculinas eram nuas e

buscavam movimento.

c) Os temas variaram

aparece o erotismo e o realismo nas esculturas.

d) O feio e a velhice decrépita desaparecem das

vez:

pela

primeira

esculturas.

Questão 07 - A técnica de pintura utilizada pelos romanos recebia seu nome em relação ao processo que era usado na sua composição. Que técnica era esta?

a) Pintura a Óleo

b) Técnica em gesso

c) Encáustica

d) Afresco

- pintura românica marque a ÚNICA alternativa INCORRETA:

Questão 08

Quanto as características da

a) Os principais santos eram pintados bem menores do que as pessoas comuns.

b) Cristo era representado com braços e mão exagerados.

c) O exagero da representação de Cristo era para acentuar o ato de abençoar.

d) Os olhos de Cristo são arregalados, para enfatizar que tudo vê.

A arte Bizantina utiliza-se de algumas técnicas artísticas na sua produção, entre elas a pintura em afrescos, mosaicos e iluminuras. Nas questões 09, 10 e 11 marque o que se pede em cada uma delas.

Questão 09 – O Mosaico Bizantino é uma das técnicas mais peculiares deste período. Quanto ao mosaico assinale a alternativa FALSA:

a )

Eram

produzidos

com

diminutas pedras

preciosas.

b )

As

figuras

humanas

eram

apresentadas

chapadas. c ) As pessoas são representadas com a face ovalada.

d )

A

altura

com

que

as

pessoas

são

representadas

não

era

um

fator

preponderante nos mosaicos

Questão 10 – NÃO é uma característica dos Afrescos:

a ) O afresco era uma manifestação artística mais barata que o mosaico.

b ) Os afrescos não eram encontrados nos mosteiros

c ) As características básicas das representações em afrescos eram as mesmas do mosaico.

d ) Os afrescos, ao contrário dos mosaicos, eram muito encontrados nas províncias pobres.

Questão 11 Quanto às Iluminuras assinale

o único item que NÃO representa uma de suas características::

a) Eram copiadas à mão.

b) Assim como os Afrescos eram feitas pelos monges.

c) A Iluminura é uma intervenção artística feita no inicio de cada capitulo da bíblia.

d) Os temas usados nas iluminuras eram de personagens bíblicos

Questão 12 O ÍCONE é outra manifestação da Arte Bizantina. Analise:

a) Ícone vem do grego e significa imagem.

b) São quadros que representam figuras sagradas.

c) Suas características de representação são diferentes da figura do mosaico.

d) Os motivos de temas encontrados eram aves e florais.

Questão 13 Como todo movimento o período Gótico tem na arquitetura um de seus grandes representantes. Analise e julgue os itens a baixo marcando a ÚNICA alternativa CORRETA sobre a arquitetura gótica.

a) Bem diferente dos edifícios baixos e pesados, a arquitetura gótica é esbelta e muito alta.

b) Os prédios passam a ser decorados com inspiração na Antiguidade Clássica.

c) Os capitéis e colunas marcam este período.

d) Pela altura suas paredes eram de enorme espessura.

Questão 14 - Desde que Roma adotou a religião cristã como religião oficial, o homem europeu viveu apenas para Deus e a arte servia como veículo para afirmar sua crença. No século

XIV houve muito progresso na arte, na literatura

e na ciência e o homem voltou-se para si mesmo,

recolocando-se como a criatura mais importante da terra. Vimos então o Renascimento. Quanto às características do Renascimento assinale a única alternativa CORRETA:

a) Na escultura renascentista predomina o nu, assim como no clássico grego.

b) A posição do homem como o centro do mundo é visto pela primeira vez no Renascimento.

É

c) na arquitetura Renascentista que se decora

o

interior dos ambientes com inspiração na

arte da Idade Média.

d) A pintura Renascentista acompanha os mesmos padrões da escultura grega

Questão 15 -. Quanto às características do Renascimento analise e julgue os itens abaixo com (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO e em seguida marque a alternativa correspondente à seqüência obtida.

I. Na escultura renascentista o nu é totalmente abandonado. ( )

II. A posição do homem como o centro do mundo é retomada. ( )

III. É na arquitetura Renascentista que o interior é decorado com inspiração na arte da antigüidade Clássica. ( )

IV. A pintura Renascentista acompanha os mesmos padrões da escultura citados no item 1. ( )

a) – F – V – F

b) – F – V – V

c) – V – F – V

d) – V – V – F

V

F

V

F

Questão 16 Quanto a Pintura Barroca analise itens abaixo e em seguida marque a ÚNICA alternativa CORRETA.

a) Na pintura, freqüentemente uma luz incide diretamente sobre aquilo que o pintor quer valorizar na tela.

b) As cores de tons azul e rosa são banidos da pintura.

c) O artista Barroco esta fortemente ligado ao misterioso e ao sobrenatural.

d) Há uma tendência para a utilização da cor preta.

Questão 17 Antes do final do século já havia impressionistas tentando novas técnicas e novos rumos: foram os chamados pós- impressionistas. Entre eles Paul Cézanne, Georges Seurat, Henri Toulouse, Paul Gauguin. Quanto as características dadas a este período por estes artistas analise os itens abaixo e em seguida marque a ÚNICA alternativa INCORRETA.

a) Cézanne estudava as formas geométricas e as proporções de cada objeto a ser retratado.

b) Seurat agrupava as pinceladas em forma de pontos.

c) É neste período que surge a técnica denominada Surrealismo.

d) Toulouse buscava inspiração na figura humana que povoava os cabarés e bares de Paris.

Questão 18 - Quanto as característica do Expressionismo analise os itens abaixo e marque a ÚNICA alternativa INCORRETA.

a) Enquanto o Impressionismo se preocupava com as sensações de luz, os expressionistas tinham como preocupação e objetivo retratar as emoções e angustias do homem.

b) O artista não representava apenas o que via, mas também o que ele sentia em relação ao fato que estava sendo retratando.

c) Para os expressionistas representar o movimento era sempre o ideal.

d) Para alcançar seus objetivos os expressionistas chegavam a deformar as figuras.

Questão 19 – No inicio do século, em Paris, Pablo Picasso e Georges Braque criaram um novo estilo que mudou a idéia de se fazer arte. Estamos falando do Cubismo. Quanto a este movimento marque uma ÚNICA alternativa FALSA. Os cubistas:

a) Romperam com a idéia de arte como imitação da natureza.

b) Passaram a valorizar as formas geométricas.

c) A cor é o elemento mais importante da obra.

d) Reproduziam os objetos e figuras em dezenas de pedaços.

Questão 20 - O Teatro é uma das artes que mais expressam os sentimentos do ser humano durante sua história. Quanto as características desta arte julgue os itens abaixo e marque a ÚNICA alternativa FALSA:

a) Shakespeare considerado o primeiro ator do mundo.

b) O Teatro fora usado em Atenas como um instrumento eficiente para promover a educação do povo.

c) Inicialmente os locais para apresentação teatral eram de madeira.

d) As encostas dos morros foram usadas como teatro.

Leia o TEXTO I para responder as questões 01 a

05. TEXTO I A Civilização do Nilo O vale e o delta do rio Nilo
05.
TEXTO I
A Civilização do Nilo
O
vale e o delta do rio Nilo já eram

habitados desde 5000 a.C. Lá existiam pequenas unidades políticas autônomas chamadas nomos.

Os nomos do Norte formaram o reino do baixo

Egito, e os do Sul, o reino do Alto Egito. Por volta de 3200 a.C., os dois reinos foram unificados por um governo centralizado na pessoa do Faraó. Começava a longa história do Egito Antigo, que se estendeu até 525 a.C.

Os egípcios acreditavam ter recebido dos

deuses os conhecimentos e as técnicas da civilização. Sua religião era politeísta. Entre as numerosas divindades contava-se: Rá ou Amon- Rá, Osíris, Ísis e Anúbus. Consideravam o faraó com encarnação do deus Hórus. Havia também numerosos deuses locais, e muitos animais eram considerados divinos, como o crocodilo, o babuíno, o gato e o escaravelho. Conhecemos muito sobre a vida do Egito Antigo graças às informações escritas em

papiros e nas paredes de seus túmulos e monumentos. Existiam três tipos de escrita: a hieroglífica (considerada sagrada e reservada para os templos e túmulos), a hierática (uma simplificação dos hieróglifos) e a demótica (escrita popular usada no comércio). A escrita egípcia foi decifrada em 1822 pelo sábio francês Champollion. Em meio as areias do deserto do Saara, erguem-se as pirâmides. São construções imponentes, que há cerca de 5 mil anos maravilham o mundo. ( )

Adaptado de IONS, Verônica. Egipto. Biblioteca de Grandes Mitos e Lendas Universais.1982

De acordo com os estudos sobre a Arte Egípcia, julgue os itens das questões abaixo:

Questão 01 – Marque (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO:

1. (

) Em termos de evolução artística, podemos comparar a Arte Egípcia com

a Arte Moderna, pois tanto uma quanto

a outra era agressivamente convulsiva,

2. (

e uma técnica se sobrepunha a outra num piscar de olhos. ) A maior preocupação dos egípcios era garantir uma vida após a morte confortável para seus soberanos, que eram considerados deuses.

3. ( ) A religião era o aspecto mais

significativo da cultura egípcia. Tudo era orientado por ela. ) A principal característica da Arte Egípcia foi a busca de uma ordem e de uma disciplina que superasse o ideal de infinitude do espaço das igrejas católicas.

4. (

Questão 02 - Marque (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO:

1. (

)

)

A Arte Egípcia concretizou-se, desde o

2. (

início, nos túmulos, nas estatuetas e nos vasos deixados juntos aos mortos. ) A arquitetura egípcia se realizou

3. (

sobretudo nas construções mortuárias. No Egito, o emprego do ferro e do

4. (

vidro levou a um excesso de floralismo decorativista, cujo exemplo mais claro são as famosas pirâmides egípcias. ) A civilização egípcia imitou muito a Arte Cretense, mas a sua arquitetura apresentou traços próprios. Suas construções são longas e retangulares.

Questão 03 - Marque (V) VERDADEIRO ou

(F)

FALSO:

1. (

)

Os egípcios acreditavam que Ka, o

2. (

)

espírito do Faraó, era imortal, e assim depositavam em sua tumba todos os seus bens terrenos para que ele os usasse na eternidade. As esculturas egípcias eram feitas para

3. (

)

durar um determinado tempo, pois acreditava-se que assim como o espírito, as imagens deveriam ser sempre renovadas como um “novo fôlego de vida”. Nas pinturas em paredes, as superfícies

4. (

)

eram divididas em painéis verticais e também, às vezes, diagonais. As imagens representadas nos famosos painéis egípcios raramente eram separadas por linhas, mas sim sobrepostas.

Questão 04 - Marque (V) VERDADEIRO ou

(F) FALSO:

1. A imponência das construções egípcias eram feitas para atestar a grandiosidade do poder político do Faraó.

2. A Lei da Frontalidade era rigidamente obrigatória. Essa lei determinava que o tronco da pessoa fosse representado sempre de perfil, enquanto sua cabeça, pernas e pés eram vistas sempre de frente.

3. No início, as tumbas dos primeiros Faraós eram réplicas das casas em que moravam. As pessoas mais simples eram sepultadas em construções comuns denominadas Mastabas.

4. ) Foram as mastabas que deram origem

às grandes pirâmides construídas mais

(

)

(

)

(

)

(

tarde.

Questão 05 - Marque (V) VERDADEIRO ou

(F) FALSO:

1. )

(

De acordo com a Lei da Frontalidade,

a

arte não deveria apresentar uma

reprodução naturalista que sugerisse ilusão de realidade.

2. ) As estátuas egípcias revelavam dados particulares do retratado: sua fisionomia, seus traços raciais e sua

(

condição social.

3. ( ) A Arte Egípcia era bastante

padronizada, não dando margem à criatividade ou imaginação pessoal, pois a obra deveria revelar um perfeito domínio das técnicas de execução e não estilo do artista. ) Feitas para durar eternamente, as estátuas egípcias eram esculpidas em substâncias flexíveis. A pose era sempre de perfil com os braços próximos ao dorso.

4. (

Leia o TEXTO II para responder as questões 06, 07 e 08.

TEXTO II

Acrópole O poder e a arte

) (

protetores e seus heróis e acreditava que seu destino dependia deles. Respeitá-los e homenageá-los era uma atitude cívica. Ofendê- los era ofender a cidade. Religião e política eram, portanto, inseparáveis.

Os templos eram construídos na acrópole, a parte mais alta da polis, e a escolha desse lugar confirma a importância dos deuses na vida dos gregos.

O mais belo templo grego e orgulho dos atenienses foi construído nessa época: o Partenon, dedicado à deusa Atena. O projeto da obra ficou a cargo dos arquitetos Ictínio e Calícrates, e a responsabilidade da construção foi entregue a Fídias. Reconhecido como o maior escultor da Grécia Antiga, Fídias usou marfim e ouro para fazer a estátua de Atena e decorou o templo com um friso de 167m de comprimento representando a procissão da Panatenéias, um festival realizado em homenagem à deusa. Toda a população acompanhava essa procissão, que percorria a cidade e subia até o Partenon. A cada quatro anos, fazia-se uma homenagem especial: um manto bordado, o peplo, era ofertado à deusa. Competições esportivas eram organizadas no itinerário da procissão e os vitoriosos dedicavam seu triunfo a Atena. Era a maior festa cívica ateniense.

Rodrigues, Estér Joelza. História em Documento. FTD.

2001

Toda a cidade grega venerava seus deuses

Questão 06 - Marque (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO:

1. (

) A arte grega preocupa-se basicamente em expressar apenas sentimentos agradáveis, dominando a técnica de uma execução perfeita.

2.

(

)

No estilo grego houve o predomínio do sentimento sobre a razão, na criação artística, maior espontaneidade e liberdade na composição e na técnica.

3. As obras gregas romperam o equilíbrio entre a razão e a emoção ou entre a arte e a ciência.

(

)

4. A arte grega estava intimamente ligada à religião, servindo de veículo de difusão dos preceitos e das crenças religiosas.

(

)

Questão 07 - Marque (V) VERDADEIRO ou

(F) FALSO:

Dos povos da Antigüidade, os que apresentaram uma produção cultural mais livre foram os gregos.

2. ) Os gregos não se submeteram às imposições de sacerdotes ou de reis autoritários, e valorizaram especialmente as ações humanas, na certeza de que o homem era a criatura mais importante do universo.

1. (

)

(

3. Durante o período do desenvolvimento da cultura grega, houve uma explosão de criatividade, resultando em um nível de excelência sem paralelo nos campos da arte, poesia, drama, filosofia, governo, leis, lógica e matemática.

4. A pintura, a escultura e arquitetura gregas, foram movidas por concepções muito parecidas das que os egípcios tiveram de vida, da morte e das divindades.

Questão 08 - Marque (V) VERDADEIRO ou

(F) FALSO:

A pintura grega de um modo geral, está voltada á pesquisa das cores e das sombras luminosas.

2. ) Os contrastes de luz e sombra comuns na pintura grega eram obtidas de acordo com a lei das cores complementares.

3. ) Os gregos buscavam uma síntese dos dois pólos do comportamento humano

(

)

(

)

1. (

(

)

(

– paixão e razão – e por meio da representação artística da forma humana (freqüentemente em movimento), chegaram muito perto de conquistá-la 4. ( ) Enquanto o nu masculino sempre foi aceitado na escultura grega, as estátuas femininas evoluíram de totalmente vestidas para o nu sensual.

Leia o TEXTO III para responder as questões 09 e 10.

TEXTO III

O grande Império Romano entrou em decadência por causa das lutas internas e das invasões dos bárbaros. Além disso, o surgimento do cristianismo estimulou muitas disputas e perseguições, pois os imperadores romanos temiam que o Reino de Cristo viesse a enfraquecer o seu poder. Além dos prejuízos causados pelos povos bárbaros, dois episódios limitaram o desenvolvimento das artes visuais neste século. O primeiro foi a Iconoclastia (séc VIII), ou seja, a proibição de imagens de santos em Constantinopla, capital do Império Romano do Oriente. O argumento era de que as pessoas estavam idolatrando os ícones, que para o povo eram dotados de propriedades milagrosas. Mas, nessa época, a adoração de qualquer imagem, exceto a de Cristo, era um desrespeito a Deus. Outro episódio histórico que interferiu no desenvolvimento da arte foi a Inquisição – um tribunal religioso que determinava uma rigorosa perseguição aos hereges, ou seja , a todos que

não fossem católicos e que ameaçassem de alguma forma os dogmas da Igreja com outras crenças. As perseguições aos cristãos foram aos poucos diminuindo até que, em 313, o Imperador Constantino permitiu que o cristianismo fosse livremente professado e converteu-se à religião cristã. Sem as restrições do governo de Roma, o cristianismo expandiu-se muito, principalmente nas cidades, e, em 391, o Imperador Teodósio oficializou-o como a religião do império.

Questão 09 - Marque (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO:

1. ( ) A Arte Bizantina tinha um objetivo: de expressar a autoridade absoluta do imperador, considerado sagrado,

2. (

representante de Deus e com poderes temporais. ) As obras na Idade Média dominaram

)

3. (

com sabedoria um jogo expressivo de luz e sombra, geradora de uma atmosfera que parte da realidade, mas que estimula a imaginação do observador. A pintura da Idade Média não se

4. (

destinou a transmitir emoções, como a alegria, tristeza e sensualidade. ) A principal característica da Arquitetura na Idade Média foi à busca de uma ordem e de uma disciplina que superasse o ideal de infinitude do espaço das catedrais antigas.

Questão 10 - Marque (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO:

1. (

) A afirmação do cristianismo coincidiu

)

2. (

historicamente com o momento de esplendor da capital do Império Bizantino. Por isso, ao contrário da arte cristã primitiva, que era simples e popular, a arte cristã depois da oficialização do cristianismo assume um caráter majestoso, que exprime poder e riqueza. ) Essa orientação espiritual tomou,

3. (

dentro da arquitetura a forma de construções menos arejadas, mas em compensação, com traços mais leves e sublimes. A massa e o volume da arquitetura romana deram lugar a edificações que refletiam o ideal cristão: rebuscados e majestosos, mas discretos mosaicos, afrescos e vitrais espiritualmente simbólicos no interior.

4. (

) A Arte Medieval se compõe de quatro estilos diferentes: bizantino, romano, gótico e grego.

Leia o TEXTO IV para responder as questões 11, 12, 13 e 14.

TEXTO IV

VISITADOR - (Lendo) Por mercê de Deus e por delegação do inquisidor-mor em estes reinos e senhorios de Portugal, eu, visitador do Santo Ofício, a todos faço saber que, num prazo

de quinze dias devem os culpados de heresia ou

que souberem que outrem o está, virem declarar

a verdade. Os que assim procederem ficarão isentos das penas de morte, cárcere perpétuo,

desterro e confisco. E, para que as sobreditas cousas venham à notícia de todos e delas não possam alegar ignorância, mando passar a presente carta para ser lida neste lugar e em todas as igrejas desta cidade a uma légua em roda ( ) VISITADOR Desculpem, é uma tarefa bastante desagradável, mas somos obrigados a cumpri-la. NOTÁRIO É nosso dever. SIMÃO – (Mais intimamente do que

Branca) Estejam à vontade perfeitamente.

BRANCA – Quem ainda não entendeu nada fui eu. Afinal, o que é que os senhores procuram? Somos católicos, nada temos em nossa casa que possa ofender a Deus ou a Santa Madre Igreja. VISITADOR (Enigmático) Recebemos uma denúncia. Temos que apurar. NOTÁRIO – (Entra com pilhas de livros. Como se encontrasse uma bomba) Livros! BRANCA Meus livros! São meus! Que vais fazer com eles? BRANCA As Metamorfoses! (Passa o livro ao Visitador) VISITADOR Ovidio, Mitologia, Paganismo. ( ) VISITADOR (Entrega os livros ao Notário) Todos esses livros são reprovados pela Igreja; vamos levá-los. BRANCA – Também a Bíblia? NOTÁRIO Em linguagem vernácula! BRANCA Mas é Bíblia. VISITADOR - Em linguagem vernácula.( ) VISITADOR Branca estamos aqui para ajudá-la. Mas é preciso também que você nos ajude, a nós que temos por ofício defender a fé. BRANCA – Não creio senhor que esteja

Nós entendemos

no momento em condições de ajudar quem quer que seja, mas no que depender de mim

VISITADOR A Igreja, Branca, está diante de um perigo crescente e ameaçador. Toda a sociedade humana, a ordem civil e

religiosa, construída com imensos esforços, toda

a civilização e cultura do Ocidente, estão ameaçados de dissolução.

BRANCA E sou eu, sou eu a causa de tanta desgraça? VISITADOR Não é você isoladamente, são milhares que, como você, consciente ou inconscientemente, propagam doutrinas revolucionárias e práticas subversivas. Está aí o protestantismo, minando os alicerces da religião de Cristo. Estão aí os cristãos-novos, judeus falsamente convertidos, mas secretamente seguindo os cultos e a lei de Moisés.”

GOMES, Dias. O Santo Inquérito.

Na Baixa Idade Média, as autoridades Católicas foram criticadas por seus comportamentos condenáveis. Nesse clima, Lutero e Calvino fizeram a chamada “Reforma”. Em reação, o Concílio de Trento (1545 – 1563), entre outra medidas, restabeleceu a Inquisição para julgar os hereges. As visitas do Santo Ofício também ocorreram Brasil, como retrata a peça teatral de Dias Gomes, O Santo Inquérito. A Arte Barroca desenvolveu-se no século XVII, num período muito importante da história da civilização ocidental, pois nele ocorreram mudanças econômicas, religiosas e sociais que deram nova feição à Europa da Idade Moderna. Essas mudanças tiveram conseqüências bastante significativas, pois favoreceram o surgimento dos Estados Nacionais e dos governos absolutos, pois propunham que cada nação se libertasse da submissão ao papa. Diante desse pano de fundo, surgiu a Arte Barroca. E assim, de acordo com suas principais características, julgue os itens das questões que se seguem.

Questão 11 - Marque (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO:

1. (

) O estilo barroco retomou os próprios

)

2. (

princípios da arte da antigüidade greco- romana; e de acordo com essa nova tendência, uma obra só seria perfeitamente bela na medida em que imitasse os artistas clássicos gregos. Diante da Reforma Protestante a Igreja Católica logo se organizou contra. E assim a Arte Barroca serviu para revigorar seus princípios doutrinários.

3. (

)

Com o vigor barroco,

os palácios

barrocos se tornaram ambientes de encantamento, projetados para

impressionar os visitantes com o poder

e a glória do rei. 4. ( ) O ideal humanista, a preocupação com

o rigor científico e a composição

equilibrada, são as principais características da Arte Barroca.

Questão 12 - Marque (V) VERDADEIRO ou

(F)

FALSO:

1. (

) Os tons suaves e pastéis, o equilíbrio simétrico, a luz diagonal e a composição bidimensional fazem parte

do

estilo barroco.

2. (

) Na representação barroca a figura humana, diversas vezes, aparece levemente geometrizada, revelando

3. (

uma preocupação naturalista. ) Do ponto de vista pictórico, as obras barrocas apresentam uma iluminação basicamente simétrica em relação a perspectiva linear utilizada.

4. ( ) Nas obras barrocas as cenas representadas envolvem-se num acentuado contraste de claro-escuro, o que intensifica a expressão de sentimento.

Questão 13 - Marque (V) VERDADEIRO ou

(F)

FALSO:

1. (

)

O racionalismo tão buscado e desejado pelo Renascimento, tornou-se altamente secundário, dando lugar as emoções dentro do estilo Barroco.

2. ( ) As obras barrocas romperam o

equilíbrio entre o sentimento e a razão

ou entre a arte e a ciência.

3. (

)

A iluminação diagonal tão marcante na

4. (

pintura barroca remete ao observador uma sensação estática. ) Considerada por diversos críticos uma arte requintada, aristocrática e convencional, o Barroco acabou tornando-se, com o passar do tempo, superficial.

Questão 14 - Marque (V) VERDADEIRO ou

(F)

FALSO:

 

1. (

)

O

“Juízo

Final”

pintado por

Michelangelo no teto da Capela Sistina,

foi sem

primeiras obras com características barrocas.

dúvida alguma, uma das

2. (

) A Arte Barroca originou-se na Itália e

)

3. (

não tardou a espalhar-se pela Europa e também pela América. ) O Barroco desenvolveu-se igualmente

4. (

nos diversos países em que se manifestou, realização raramente conquistada pelos outros movimentos artísticos existentes, fazendo com que o Barroco se diferencie dos demais em termos de importância. A Arte Barroca foi um dos meios de propagar o Protestantismo e ampliar sua influência.

Leia o TEXTO V para responder as questões 15 e 16.

TEXTO V

A Arte é necessária

De tudo o que observamos, pensamos

e refletimos a respeito da história da humanidade, podemos concluir que a arte tem várias funções na sociedade e na cultura:

interpretar o mundo; provocar emoção e reflexão; expressar o pensamento e a visão de mundo do artista; explicar e refletir a história humana; questionar a realidade; representar crenças e homenagear deuses, idéias, pessoas, entre muitas outras. E nós, como apreciadores ativos, como espectadores atuantes, quando procuramos viver uma experiência estética, podemos ter vários objetivos. Uns objetivos predominam sobre outros, mas podem surgir juntos, todos ao mesmo tempo. Estão em torno das seguintes ações intelectuais e emocionais:

) (

Refletir, pensar, questionar: Como nunca pensei nisso? Como as coisas podem ser vistas assim? O que isso representa? O que me diz?

Distrair: Que agradável observar uma obra tão bem feita!

Usufruir do prazer estético: Como o artista soube usar tão bem o material! Que efeito interessante! Que idéia bem realizada!

Fugir da realidade: E se as coisas fossem assim?

Diminuir a solidão: Ele sente a mesma sensação que eu!

Entender o ser humano: Como esse artista via o mundo de maneira diferente!

Conhecer o mundo: Quer dizer que essa forma de comunicação representa uma época? Um período estético?

Organizar e compreender os próprios sentimentos e emoções: Que emoção estranha que eu sinto quando observo esse quadro! Será que estou gostando? Será que estou assustado com a imaginação do artista? Por que esse tema incomoda?

Vivenciar outras realidades: Esse quadro parece que saiu de um pesadelo! Como o autor imaginou isso?

Conhecer outra forma de ver o mundo: E eu que nunca tinha pensado assim!

A experiência estética que a arte proporciona é uma forma de felicidade muito especial porque é transformadora. Ela nos modifica pela emoção que proporciona. Para interagir a apreciar a arte, usamos: experiências anteriores; percepção; habilidades comunicativas, visuais e espaciais; informações; sensibilidade: imaginação. Assim, quanto mais desenvolvermos essas capacidades, competências e habilidades, mais nos aproximaremos do mundo da arte. ( )

O Globo, Jornal, 2002

Questão 15 - Marque (V) VERDADEIRO ou

(F) FALSO:

A grosso modo, é certo dizer que a arte é o conjunto de normas para a execução mais ou menos perfeita de qualquer coisa.

2. ) Observando nosso cotidiano, podemos afirmar que a função da arte é basicamente decorar os ambientes domésticos e públicos.

3. ) A arte promove um diálogo visual do observador com o artista, pois expressa a imaginação de seu criador tão claramente como se ele estivesse falando através da obra.

4. (

O conceito do belo é bastante relativo, pois ele depende de época, país e indivíduos.

1. (

)

(

(

)

Questão 16 - Marque (V) VERDADEIRO ou

(F) FALSO:

1. (

)

Em relação à arte em si, definir o que é belo seria decidir o que é arte. Na

verdade são dois problemas distintos, pois determinar o que é arte nos capacita avaliar sua qualidade.

2. (

)

A

arte é uma forma única para

3. (

)

representar nosso cotidiano. A arte de hoje está em torno de nós. A arte, hoje, faz parte do nosso cotidiano.

4. (

) Através da história podemos afirmar que o homem exigiu da arte que ela se tornasse um espelho da natureza.

Leia o TEXTO VI para responder as questões 17 e 18.

TEXTO VI

O filósofo Voltaire (1694-1778) foi o grande defensor da liberdade de pensamento e da tolerância. Com seu estilo irônico e vibrante,

criticou a monarquia absolutista de direito divino, a Igreja Católica, o clero, a intolerância religiosa e o fanatismo. Afirmava ser necessária uma monarquia respeitadora das liberdades individuais e governada por um soberano esclarecido pela filosofia das luzes.

“ Posso não concordar com nenhuma das

palavras que dizeis, mas defenderei até a morte

vosso direito de dize-la.”

“ Não é aos homens que me dirijo, é a ti,

Deus de todos os seres, de todos os homens e de

Que as pequenas diferenças

todos os tempos (

entre as vestimentas que cobrem nossos fracos corpos, entre nossos costumes ridículos, entre

todas as nossas leis imperfeitas, entre todas as

nossas opiniões insensatas (

que todas essas

pequenas nuances que distinguem os átomos chamados homens não sejam motivos de perseguição.”

Voltaire, Tratado sobre a Tolerância, 1763, in Histore, 3º. Collection J. Monnier, Paris: F. Nathan, 1966.

).

)

Em meados do século XVII, pensadores europeus exaltaram a razão e o espírito crítico como “luzes” capazes de clarear a mente das pessoas e de eliminar a escuridão da ignorância e da miséria humana. Assim, o Neoclassicismo expressou os valores próprios de uma nova e fortalecida burguesia, que assumia a direção da sociedade européia após a Revolução Francesa e principalmente com o império de Napoleão.

Questão 17 – Marque (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO:

1. (

)

A arte neoclássica trazia um tom calmo e completamente racional, enfatizando

 

o

desenho com linhas, sem que se

2. (

percebesse vestígios das pinceladas. ) “ Agora se quer heroísmo e virtudes cívicas”, assinalou o escritor alemão Goethe. A arte neoclássica era séria, ilustrando temas da história antiga ou

 

da

mitologia, em vez das frívolas cenas

de

festa rococó.

3. (

)

A linha mestra do estilo neoclássico era

4. (

dada por figuras severas, desenhadas com exatidão, que apareciam em segundo plano, com ilusão de profundidade dos relevos romanos. ) O neoclassicismo foi um fenômeno francês. Esse estilo derivou da ruptura de seus antecessores. Os neoclássicos queriam que a arte fosse mais substancial, não inteiramente delicada a captar um momento passageiro. Sua principal temática era a vida noturna, naturezas-mortas e auto retratos.

Questão 18 – Marque (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO:

1. ( ) Valores como ordem, intuição e emoção nortearam todo período da estética neoclássica.

2. (

) Sendo a cultura neoclássica uma

cultura teocêntrica pode-se afirmar que

a

arte dessa época é, na sua maior

3. (

parte, uma arte com função religiosa. ) Segundo o pensamento neoclássico, o

4. (

belo é praticamente inatingível, pois não está na natureza, mas sim no espírito do homem. ) A estética neoclássica retomou as

técnicas barrocas: iluminação, diagonal, cores intensas e temática mitológica. Leia o TEXTO VII para responder as questões 19 e 20.

TEXTO VII Modernismo Brasileiro

Essa arte nova aparece inicialmente

através da atividade crítica e literária de Oswald de Andrade, Menotti del Picchia, Mário de Andrade e alguns outros artistas que vão se conscientizando do tempo em que vivem. Oswald de Andrade, já em 1912, começa a falar dos Manifestos Futuristas, de Marinetti, que

) (

propõe “o compromisso da literatura com a nova civilização técnica.” Mas, ao mesmo tempo, Oswald de Andrade alerta para a valorização das raízes nacionais, que devem ser o ponto de partida para os artistas brasileiros. Assim, cria movimentos, como o Pau-Brasil, escreve para os jornais expondo suas idéias renovadoras de grupos de artistas que começam a se unir em torno de uma nova proposta estética. “Queremos luz, ar, ventiladores, aeroplanos, reivindicações obreiras, idealismos, motores, chaminés de fábricas, sangue, velocidade, sonhos, na nossa Arte! E que o ruído de um automóvel, nos trilhos de dois versos,

espante da poesia o último deus homérico, que ficou anacronicamente a dormir e sonhar, na era do jazz band e do cinema, com as flautas dos

pastores ( )”

A pouca gente interessava o que eu

ia ler e apresentar. O que interessava era patear.

) (

irracional infame

sorrindo como pude, que o barulho serenasse. Depois de alguns minutos isso se deu. Abri a boca então. Ia começar a ler, mas a pateada se

elevou, imensa, proibitiva. (

me sentei e me sucedeu Mário de Andrade, a vaia estrondou de novo. Mário, com aquela santidade que às vezes marcava, gritou: ‘ Assim

No fim quando

Esperei de pé, calmo,

Eu me levantei e o teatro estrugiu numa vaia

Menotti Del Picchia

)

(

)

(

)

não recito mais’! Houve grossas risadas”.

Oswald de Andrade relembrando os acontecimentos de

15/02/1922.

Questão 19 - Marque (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO:

1. (

)

)

A Semana de Arte Moderna de 22

2. (

representou um universo de grandes modificações na arte brasileira. ) O grande objetivo dos artistas

3. (

Modernistas brasileiros era exclusivamente trazer para o Brasil as influências estéticas inovadoras dos artistas norte-americanos. A Semana de Arte Moderna de 22

4. (

marca o advento da Arte Contemporânea no Brasil e é ponto de encontro das várias tendências que vinham desde a 1ª Guerra Mundial. ) As idéias dos artistas Modernistas se firmaram num primeiro momento nas principais capitais brasileiras, como Belo Horizonte.

Questão 20 - Marque (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO:

1. (

) A Semana de Arte Moderna de 22 foi

)

)

2. (

inaugurada no Teatro Municipal de São Paulo com várias palestras, ilustradas por comentários musicais e poemas. A Semana de Arte Moderna de 22

3. (

queria “mexer” com a estrutura cultural da época, sendo assim, a reação negativa do público se iniciou a partir do primeiro dia da Semana. As principais obras que participaram da

4. (

Semana de Arte Moderna de 22 abordavam temas bíblicos e históricos, mas com influência pós- impressionistas. ) Mesmo com todos os manifestos, as obras dos artistas modernistas ainda eram sem dúvida, ligadas aos princípios da Imperial Academia de Belas-Artes.