P. 1
Diabetes

Diabetes

5.0

|Views: 3.841|Likes:
Publicado porPaulo M Fernandez
Conheça um pouco mais a diabetes e saiba como se cuidar dessa doença.
Conheça um pouco mais a diabetes e saiba como se cuidar dessa doença.

More info:

Published by: Paulo M Fernandez on Aug 03, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/15/2013

pdf

text

original

Diabetes DIABETES O QUE É DIABETES?

Página 1

É uma doença crônica causada pela ausência e/ou deficiência na produção ou mau aproveitamento da insulina pelo pâncreas. A insulina é um hormônio que ajuda no transporte da glicose do sangue às células do corpo, onde será usada como fonte de energia. A doença evolui com o aumento da taxa de glicose (açúcar) no sangue, que chamamos de hiperglicemia. QUANDO UMA PESSOA É CONSIDERADA DIABÉTICA?
• • •

Quando a taxa de glicose no sangue em jejum for maior ou igual a 126 mg/dl; Quando a taxa de glicose no sangue, após sobrecarga desta, for maior que 200 mg/dl; É necessário que as duas verificações sejam realizadas em dias diferentes e estejam alteradas para que o diagnóstico de diabetes seja feito.

TIPOS DE DIABETES

Tipo I - É decorrente da destruição das células beta do pâncreas, produtoras de insulina. O organismo, por engano, entende que elas são corpos estranhos e acaba por atacá-las. Geralmente é diagnosticada em crianças, adolescentes ou adultos jovens. Neste tipo não há como prevenir. Tipo II - Neste tipo há produção de insulina, porém este hormônio não é suficiente ou usado de forma não eficiente pelas células. Geralmente é diagnosticado em pessoas após os 40 anos de idade, associado a à história familiar ou ao excesso de peso. Logo, há como prevenir, mantendo controle do peso, da pressão arterial e dos níveis adequados de colesterol e triglicerídeos. Diabetes gestacional - Nestes casos há o aumento da glicose durante a gravidez, mas que geralmente retorna ao normal após o parto.

PRINCIPAIS SINAIS E SINTOMAS DA DIABETES
• • • • • •

Urinar muito; Muita fome; Emagrecimento; Cansaço fácil; Visão turva; Muita sede

IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO É uma doença que, se não for bem tratada e controlada, acaba acarretando sérias complicações, lesões graves e fatais, como infarto agudo do miocárdio, derrame cerebral, cegueira, impotência sexual, doença renal, úlcera nas pernas e até amputações de membros inferiores. CUIDADOS COM OS PÉS DOS DIABÉTICOS As pessoas com as taxas de glicose (açúcar) acima do normal podem apresentar, com
Organizado por Paulo M Fernandez - O Artista do Asfalto

Diabetes

Página 2

freqüência, infecções, micoses ou abcessos da pele, inclusive perda da sensibilidade, tendo como conseqüência não sentir queimaduras, cortes ou machucados, facilitando desta maneira, as infecções. DICAS PARA EVITAR COMPLICAÇÕES DOS MEMBROS INFERIORES

• • • • • • •

• •

Lavar diariamente os pés com sabonete e água morna (jamais água muito quente), secando os pés cuidadosamente com uma toalha macia especialmente entre os dedos e ao redor das unhas. Se a pele for seca aplicar um creme ou loção hidratante para mantê-la suave e macia; Manter as unhas cuidadosamente aparadas, cortando-as em linha reta (com tesoura apropriada), bem lixadas, eliminando pontos aguçados; Procurar especialista em caso de calos ou calosidades que necessitem ser removidos; Examinar os sapatos para ver se há corpos estranhos, como pedras, deformações das palmilhas ou pregos, que podem ferir os pés; Nunca andar descalço, nem mesmo dentro de casa. Proteger os pés se for nadar ou à praia; Usar sempre meias folgadas e limpas, de preferência de algodão; Não utilizar bolsas de água quente para aquecer os pés; Procurar usar sempre sapatos confortáveis, devendo a adaptação a sapatos novos ser gradual, aumentando lentamente os períodos de uso, evitando o uso de sapatos abertos ou sandálias; Não fume! O cigarro prejudica seriamente a circulação, podendo levar à gangrena e até mesmo à amputação; Consulte o médico sempre que tiver cortes, unha encravada, micoses e dores nos pés ou na barriga da perna. Portanto não esquecer de examinar os pés diariamente, se necessário, com auxilio de espelho.

COMO DEVE SER A ALIMENTAÇÃO DO DIABÉTICO?

• • • •

Deve ser uma alimentação saudável, rica em fibras, pobre em gordura e com uma quantidade balanceada de nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo; Devem ser levados em consideração o peso, a atividade física, o nível de açúcar no sangue e o que a pessoa gosta de comer; Usar adoçante artificial no lugar de açúcar branco, mascavo ou mel; Não confiar totalmente em alimentos diet ou light, ler os rótulos e usar marcas conhecidads; Procurar serviço médico para obter orientação sobre o plano alimentar a ser seguido.

QUAIS SÃO OS OBJETIVOS DO TRATAMENTO? Manter a glicemia no nível da normalidade, evitando, não só o aumento do açúcar (hiperglicemia), mas também a baixa deste (hipoglicemia), que se traduz pela queda excessiva de açúcar no sangue, abaixo de 70mg/dl. A hipoglicemia pode ter várias causa, como comer pouco ou fora de hora, tomar mais medicamentos que o receitado ou fazer exercícios a mais do que o planejado, ocasionando tonteiras, suor frio, fome súbita, palpitações, tremor, inquietação no sono, confusão ou mudança de comportamento, dormência nos lábios e língua, muito sono e cansaço.

Organizado por Paulo M Fernandez - O Artista do Asfalto

Diabetes

Página 3

Estas alterações, se não tratadas, podem evoluir para complicações graves e até a morte. Porém, se tratadas adequadamente, não têm grandes conseqüências. Mantenha a atividade física, pois os exercícios ajudam a controlar o peso, a baixar o nível de açúcar e de gordura no sangue e evitar enfermidades do coração, além de ajudar no controle da pressão, melhorar a aparência, reduzir o estresse e fortalecer ossos e músculos. Procure sempre um profissional da área para orientá-lo sobre a alimentação e a medicação adequadas. RESPONSABILIDADES DO DIABÉTICO: Saber reconhecer e tratar a hipoglicemia e a hiperglicemia ° Tentar manter o nível de açúcar no sangue (glicemia) dentro da normalidade, através da adesão à dieta, aos exercícios e aos medicamentos ° Fazer exame do fundo de olho com oftalmologista e exame de urina uma vez ao ano ° Cuidar dos pés ° Consultar o seu médico pelo menos duas vezes por ano, mesmo sentindo-se bem.

Este e muitos documentos interessantes você encontra em: http://www.artistadoasfalto.rg3.net

Organizado por Paulo M Fernandez - O Artista do Asfalto

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->