P. 1
Resumo Regras Oficiais Do Futsal

Resumo Regras Oficiais Do Futsal

5.0

|Views: 53.267|Likes:
Publicado pormurilobolsoni

More info:

Published by: murilobolsoni on Feb 02, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/24/2014

pdf

text

original

Original: Prof. Fernando Morales Formatação: Alessandro Cremonini Web: www.edfisicauniban.com.

br

nem será permitido sua continuação ou prosseguimento se uma das equipes, ou ambas, ficar reduzida a menos de 3 atletas. • O nº máximo de atletas reservas para substituições é de 7 atletas. Sendo permitido um número indeterminado de substituições volantes, a qualquer tempo do jogo. • O atleta expulso pelo árbitro antes ou durante a partida poderá ser substituído. Original: Prof. Fernando Morales Formatação: Alessandro Cremonini Web: www.edfisicauniban.com.br e-mail: acc.edfisica.com.br Regra 4 – Equipamentos • O equipamento dos atletas compõe-se de camisa de manga curta ou manga comprida, calção curto, meias de cano longo, caneleiras e tênis. É proibido o uso de camisa sem mangas e de sapatos com solado de couro ou pneu. Regra 5 – Árbitro Principal Regra 6 – Árbitro Auxiliar Regra 7 – Cronometrista e Anotador Regra 8 – Duração da Partida • O tempo de duração de uma partida é de 40 minutos, cronometrados, divididos em dois tempos de 20 minutos e tempo máximo de 10 minutos de descanso. • Será concedido as equipes disputantes, objetivando dar instruções aos atletas, o direito de solicitar o pedido máximo de 2 tempos de 1 minuto, um em cada período da partida. Regra 9 – Bola de Saída

RESUMO DAS REGRAS – FUTSAL Regra 1 - Quadra de Jogo • A Quadra: retangular, com comprimento máx. 42m e mín. 25m, largura máx. 22m e mín. 15m, as linhas demarcatórias deverão ser visíveis, com 8cm de largura. Na metade da quadra será traçada uma linha divisória de uma extremidade a outra. • Área de Meta: a 6m de distância de cada poste de meta haverá um semicírculo perpendicular a linha de meta que se estenderá ao interior da quadra. • Penalidade máxima: a distância de 6m do ponto central da meta, um círculo de 10 cm. • Tiro livre sem barreira: a distância de 10m do ponto central da meta, sendo de 5m a distância mínima em que o goleiro poderá ficar na cobrança dos tiros livres. • Zona de Substituição: ao lado da mesa de anotação e cronometragem, partindo da linha divisória do meio da quadra, haverá um espaço de 3m em cada metade da quadra, por onde os atletas deverão entrar e sair da quadra. • Metas: dois postes verticais separados 3m entre eles e ligados por um travessão horizontal a 2m do solo. Regra 2 - Bola • Deverá ser esférica, na categoria adulta, sub 20, sub 17 deverão ter circunferência no máximo 64cm e no mínimo 62cm, com peso no máximo 440gr e mínimo 400gr. Regra 3 - Número e Substituição de Atletas • A partida será disputada entre duas equipes compostas, cada uma de 5 atletas, um dos quais, obrigatoriamente será o goleiro. • É vedado o início de uma partida sem que as equipes contenham um mínimo de 5 atletas,

• No início da partida a escolha de lado ou saída de bola será decidido por meio de sorteio. A equipe vencedora escolherá a meia quadra onde irá atuar ou optar pela saída de bola. • No início de jogo, início do segundo período ou após consignado um tento, a bola deverá estar imóvel sobre o centro da quadra. Cada equipe deverá estar em sua metade defensiva da quadra e o atleta deverá movimentar a bola com os pés em direção a quadra contrária. • Se na bola de saída, o jogador movimentar a bola para o lado ou para trás, deverá ser 1

repetido o lance, e se tornar a fazê-lo deve ser penalizado com cartão amarelo por atitude anti desportiva e será marcado um tiro indireto em favor da equipe adversária. Regra 10 – Bola Fora de Jogo • A bola estará fora de jogo, toda vez que atravessar completamente pelo solo ou pelo alto as linhas laterais ou de meta; toda vez que a partida for interrompida pelo árbitro. • A bola estará em jogo em todas as outras ocasiões, desde o começo até o fim da partida, se tocar nos árbitros colocados dentro da quadra de jogo. Regra 11 – Contagem de Tentos • Será válido o tento quando a bola ultrapassar inteiramente a linha de fundo entre os postes de meta. Será válido o tento originado de qualquer arremesso do goleiro adversário ou de arremesso de meta por ele executado com as mãos, desde que a bola, em sua trajetória, toque, ou seja, tocada por qualquer jogador, inclusive o goleiro. Se a bola penetrar diretamente a meta, o tento não será válido, será executado arremesso de meta. • Se o atleta ao cobrar um tiro lateral ou tiro livre indireto contra a meta adversária e a bola adentrar diretamente, o gol não será válido, será tiro de meta. Se tocar em qualquer atleta, inclusive o goleiro, o gol será válido. Regra 12 – Faltas e Incorreções • Faltas Técnicas: considera-se falta técnica aquela em que o atleta comete intencionalmente (dar ou tentar dar pontapé no adversário, bater ou tentar bater no adversário, cuspir no adversário ou no companheiro de equipe, trancar o adversário de maneira perigosa etc). Será punido com a cobrança de um tiro livre direto no local onde ocorreu a infração. Na hipótese dessa ocorrência ser dentro da área de meta do infrator, uma penalidade máxima será cobrada pela equipe adversária. • Faltas Pessoais: Jogar perigosamente, mesmo sem contato físico; tentar tirar a bola do

goleiro após ter sido agarrada; obstruir intencionalmente um adversário; goleiro: controlar a bola com as mãos por mais de 4 segundos em sua área de meta; posse de bola por mais de 4 segundos em sua meia quadra de jogo; tocar a bola com as mãos após recuo com os pés de um companheiro de mesma equipe. Será punida a equipe infratora, com a cobrança de um tiro livre indireto a ser executado pelo adversário, no local onde ocorreu a infração se cometida fora da área de meta. Se cometida dentro da área de meta do infrator, o tiro livre indireto deverá ser executado sobre a linha de meta e o mais próximo do local onde ocorreu a infração. • Faltas Disciplinares: consideram-se faltas disciplinares, com a cobrança dos atletas, técnicos ou treinadores, massagistas ou atendentes, médicos ou fisioterapeutas e preparadores físicos, qualquer das seguintes infrações: entrar antes dos 2min. de expulsão ou de sua equipe ter sofrido um tento; demonstrar descontentamento com palavras ou gestos por decisões tomadas pelo árbitro; discutir com árbitros, anotador, cronometrista ou público; retardar o início da partida; trocar seu número de camisa sem avisar o anotador e o árbitro. Será cobrado um tiro livre indireto no local onde ocorreu a infração. Se cometido dentro da área de meta do infrator, o tiro deverá ser executado sobre a linha da área de meta, o mais próximo do local onde ocorreu a paralisação. O atleta ou membro da comissão que cometer esta infração será punido com o cartão amarelo. O anotador não necessita registrar as faltas cometidas individualmente por atleta, pois os mesmos não serão desclassificados por número de faltas cometidas, podem cometer um número ilimitado de faltas. Regra 13 – Tiros Livres • Tiro Livre Direto: através do qual se pode consignar diretamente um tento contra a equipe que cometeu a infração. • Tiro Livre Indireto: através do qual não se pode consignar diretamente um tento, salvo se bola, antes de entrar na meta, seja tocada ou jogada por um atleta que não seja o executor do chute. 2

- Quando da cobrança de um tiro livre, se os atletas da equipe infratora estiverem a uma distância mínima de 5m da bola, o árbitro autorizará a imediata cobrança. Se equipe infratora não respeitar a distância de 5m na reincidência, advertirá o atleta com cartão amarelo. - Se o atleta que for executar o tiro livre, demorar mais que 4seg. para movimentar a bola, sua equipe será punida com a marcação de tiro livre indireto. No tiro livre indireto, o árbitro erguerá um dos braços na vertical, até o momento do tiro. Quando for tiro livre direto, o árbitro deverá levantar um dos braços na horizontal, indicando a direção em que o tiro deverá ser cobrado, e com o outro braço apontar para o solo, com isso indicando que se trata de uma falta acumulativa. - Os tiros livres indiretos não serão anotados como faltas acumulativas e serão indiretos durante toda a partida, mesmo que a equipe já possua cinco faltas acumulativas. Somente os tiros livres diretos serão anotados como falta acumulativa. Regra 14 – Faltas Acumulativas • As primeiras 5 faltas acumulativas, de cada equipe, em cada período de jogo, deverão ser registradas na súmula da partida. As equipes poderão cometer, em cada período da partida, até 5 faltas acumulativas com direito a formação de barreira de atletas. • Após uma equipe cometer as 5 faltas acumulativas, em cada período do jogo, os tiros livres diretos passarão a ser cobrados sem direito a formação de barreira. • A partir da sexta falta acumulativa de cada, em cada período do jogo, é vedada a formação de barreira de atletas. • O anotador deverá registrar em súmula como faltas acumulativas, somente os tiros livres diretos. Cartão amarelo disciplinar, não será anotado como falta acumulativa, somente anota o cartão para o atleta.

• A penalidade máxima é um tiro livre direto, todos os atletas menos o goleiro, deverão estar numa distância de 5 metros atrás da linha da bola. O goleiro deverá postar-se sobre a linha de fundo e entre os postes de meta até que o chute seja executado, podendo movimentar-se, exclusivamente sobre a linha de fundo. Regra 16 – Tiro Lateral • O tiro lateral será cobrado sempre que a bola atravessar inteiramente as linhas laterais, quer pelo solo, quer pelo alto. A bola deverá ser colocada sobre a linha demarcatória no ponto a qual ela saiu. Os adversários deverão permanecer a uma distância de 5 metros de distância da bola, o executor do tiro lateral não poderá demorar mais que 4 segundos para realizar o tiro (reversão) Regra 17 – Arremesso de Meta • Sempre que a bola atravessar inteiramente a linha de fundo pelo alto ou pelo solo, após ter sido tocada ou jogada pela última vez por atleta da equipe atacante. A execução é de exclusividade do goleiro, com o uso das mãos, não ultrapassando o limite máximo de 4 seg., caso ultrapasse os 4 seg. para executar o arremesso, será concedido um tiro livre indireto à equipe adversária, com a bola colocada sobre a linha de 6 metros da área de meta, no ponto mais próximo onde ocorreu a infração. • Quando da execução do arremesso de meta, o goleiro não poderá ultrapassar com a mão, a linha demarcatória da marca penal, ainda de posse de bola, podendo ultrapassar parcialmente ou totalmente com os pés. No arremesso de meta vale sempre a posição da bola. Se o goleiro sair com a mão será marcado tiro indireto contra sua equipe. Regra 18 – Tiro de Canto • Sempre que a bola atravessar inteiramente a linha de fundo pelo alto ou pelo solo, após ter sido tocada ou jogada pela última vez por um atleta que estiver na defensiva. A bola deverá ser colocada no vértice formado pela linha lateral com a linha de fundo, sendo cobrado com os pés.

Regra 15 – Penalidade Máxima 3

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->