Você está na página 1de 26

|  

  



Luana Kárem Ferreira de Souza



 !"#$
#$%!
&'%(%)
*+*
± Quando um sistema cede ou recebe calor
- variação da Temperatura
[ Temperatura é a medida do grau de agitação de um átomo
ou molécula
[ Caloria (cal): quantidade de calor necessária para
aumentar a temperatura de 1g de água de 14,5°C a
15,5°C,sob pressão normal.
[ SI: unidade de quantidade de calor é o joule(J) 1cal =
4,186J
*+*
± Trocas de calor:
- ´Lei Zero da Termodinâmicaµ
Kttp://biologototal.blogspot.com/2009/03/circulacao-de-materia-e-fluxo-de.Ktml
Kttp://gracienelacerda.blogspot.com/2010_06_01_arcKive.Ktml
|*+

± vecanismos Orgânicos:
- Termogênese: produção de calor
- Termólise: dissipam calor

[ urocessos básicos que suportam e mantêm a vida, onde a


termogênese depende das reações envolvidas com os
metabolismos e a Komeostase exige uma oferta adequada
de oxigênio para os tecidos.

(w , " 
-../)
|*+

± vetabolismo basal:
- Consumo de oxigênio na transformação metabólica dos
alimentos
- vecanismos reguladores que produzem e dissipam
calor corporal
[ Ôquilíbrio da temperatura interna do corpo.

(w , " 
-../)
01|20
Termogênese mecânico:
± urodução de calor (ex. calafrio)

- Contração desorganizada dos músculos esqueléticos


- Resposta involuntária
- Resultante de uma atividade nervosa descontrolada

Termogênese química
- vais lenta que a termogênese mecânica
- veio mais importante para a manutenção da temperatura
corporal
- Gorduras - tecido adiposo marrom

(w , " 
-../)
01|20
± O calor é um subproduto de todos os processos
metabólicos
- vetabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas
- Ôxterior através de radiação, condução e convecção

± Taxa metabólica basal: taxa de liberação de calor


durante as reações químicas
- 35% da energia dos alimentos ± calor

((34 "5, -..6)


01|20
± urodução de calor - metabolismo basal
- Cerca 1,5 kcal/min em um Komem de 70Kg
- Calor gerado principalmente no fígado, cérebro,
coração e músculos esqueléticos
- Fatores que afetam a termogênese biológica:
[ vetabolismo muscular
[ Influencia da tiroxina, Kormônio do crescimento e
testosterona
[ Ôfeito da epinefrina, norepinefrina e a estimulação
simpática
[ Termogênese dos alimentos

((34 "5, -..6)


2|20
± ƒelocidade da perda de calor:
- ƒelocidade da condução do calor dos órgão profundos
para a pele
- ƒelocidade de transferência do calor entre a pele e o
meio ambiente
± Sistema de Isolamento do corpo:
- uele, tecido subcutâneo e tecido adiposo
± Fluxo sanguíneo ² Transferência de calor:
- ulexo venoso e anastomoses arteriovenosas
((34 "5, -..6)
(($7 5,-..6)
2|20
±
8
- Cerca de 60% da perda de calor corporal - radiação
calorífera (raios infravermelKos)
- Raios infravermelKos emitidos pela pele Kumana
[ Comprimento de onda entre 5 a 20 ßm
- Receber calor do corpo ± dissipá-lo sob forma de
radiação eletromagnética - fundamental na
transferência de calor entre o corpo e o meio.

((34 "5, -..6)


2|20
± $8
- Transferência de calor por contato direto entre um
corpo frio e outro quente
- Auxilia na formação das correntes de convecção por
aquecer a moléculas de ar que entram em contato com
a pele
- uerda de 3% para objetos sólidos 15% para o ar

((34 "5, -..6)


2|20
± 8
- Transferência de energia térmica de um sistema para
outro
- vovimentação de massas de ar

- Força: diferença entre o empuxo do meio e o peso das


partículas do ar
- Clima urivado: efeito refrigerador que a convecção de
ar exerce sobre a pele

((34 "5, -..6)


2|20
± 9+:8
- Ôvaporação da água ao nível da pele e dos pulmões
- Cerca de 20 a 25% do calor total perdido pelo corpo
Kumano
- Grandes queimados -perda calor está prejudicada

- vecanismo necessário em altas temperaturas

- Ôvaporação do suor ² Taxa de Sudorese

((34 "5, -..6)


(($7 5,-..6)
 +$+
± uecilotérmicos
- Não dispõe de mecanismos controladores de temperatura
corporal
- Atividade metabólica varia com a temperatura ambiente

- Controlam essa variação por métodos comportamentais

± §omeotérmicos
- uossuem mecanismos controladores de temperatura corporal
² atividade metabólica mesmo em grandes variações
térmicas
- urecisam ingerir mais alimento que outros animais

&'|
 /;;<)
 +$+
± 
- örgão de vital importância - capacidade de atuar
como órgão refrigerador do corpo.
- Termorreceptores
[ Receptores para o calor e para o frio (10x mais)
[ uele fria ± evocação de reflexos imediatos
[ Ôstímulos para Calafrios
[ Inibição da Sudorese
[ ƒasoconstrição da pele

(w , " 
-../)
 +$+
±
++ $
- vedula espinKal, vísceras abdominais e ao redor de
grandes veias
- Ôxpostos à temperatura central

- urevenção de §ipotermia

((34 "5, -..6)


 +$+
± ,+
- |alanço entre os processos de produção e eliminação
de calor
- Controle da produção de calor

- Regulação ƒasomotora

- Regulação Sudomotora

- Regulação vetabólica
[ §ormônios que aumentam o metabolismo

w , " 
&-../)='|
 &/;;<)
 +$+

Fig.: vecanismo Kipotalâmico e tronco cerebral


($7!/;<< +!>?
((34 "5, -..6)
 $@@@
Referências |ibliográficas
± CAv|RAIA, J., RI|ÔIRO, v. OLIƒÔIRA, J.A. Ô uAC§ÔCO, S.
$8A|*. Caderno Didático. Ôd. UFƒ, 2005.
± DOUGLAS, C.R. 0+A
1B! 1ªed., São uaulo: Robe Ôditorial, 1994,
p. 219 ²48; 775-98; 1315-43.
± GUYTON, A.C. 0,$! 6ª. ed., Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 1988, p.443 -530
± GUYTON, A.C.; §ALL, J.Ô. 0'C.
11ª ed. Rio de Janeiro, Ôlsevier Ôd., 2006
± OKUNO,Caldas e CKow. *+1|20
|C! São uaulo: Ôditora §arper e Row, 1982
± Kttp://www.cuidaresaude.com.br/noticia.pKp?id=005