BIOFÍSICA DAS TROCAS DE CALOR

Professora: Luana Kárem Ferreira de Souza

"A felicidade não está em viver, mas em saber viver. Não vive mais o que mais vive, mas o que melhor vive." (Mahatma Gandhi)

186J  .sob pressão normal.  SI: unidade de quantidade de calor é o joule(J) 1cal = 4.Princípios da Física Quando um sistema cede ou recebe calor † variação da Temperatura Temperatura é a medida do grau de agitação de um átomo ou molécula  Caloria (cal): quantidade de calor necessária para aumentar a temperatura de 1g de água de 14.5°C.5°C a 15.

Princípios Físicos Trocas de calor: † ´Lei Zero da Termodinâmicaµ .

com/2009/03/circulacao-de-materia-e-fluxo-de.html .http://biologototal.blogspot.

blogspot.html .http://gracienelacerda.com/2010_06_01_archive.

onde a termogênese depende das reações envolvidas com os metabolismos e a homeostase exige uma oferta adequada de oxigênio para os tecidos. 2001) .  (WESCHENFELDER .Biofísica das trocas de calor corporal Mecanismos Orgânicos: † Termogênese: † produção de calor Termólise: dissipam calor Processos básicos que suportam e mantêm a vida.

Biofísica das trocas de calor corporal Metabolismo basal: † Consumo de oxigênio na transformação metabólica dos alimentos † Mecanismos reguladores que produzem e dissipam calor corporal  Equilíbrio da temperatura interna do corpo. (WESCHENFELDER . 2001) .

calafrio) Contração desorganizada dos músculos esqueléticos † Resposta involuntária † Resultante de uma atividade nervosa descontrolada † Termogênese química Mais lenta que a termogênese mecânica † Meio mais importante para a manutenção da temperatura corporal † Gorduras .tecido adiposo marrom † (WESCHENFELDER .Termogênese Biológica Termogênese mecânico: Produção de calor (ex. 2001) .

gorduras e proteínas † Exterior através de radiação. condução e convecção Taxa metabólica basal: taxa de liberação de calor durante as reações químicas † 35% da energia dos alimentos calor (GUYTON & HALL.Termogênese Biológica O calor é um subproduto de todos os processos metabólicos † Metabolismo de carboidratos. 2006) .

2006) .Termogênese Biológica Produção de calor .5 kcal/min em um homem de 70Kg † Calor gerado principalmente no fígado. hormônio do crescimento e testosterona  Efeito da epinefrina. norepinefrina e a estimulação simpática  Termogênese dos alimentos  (GUYTON & HALL. cérebro.metabolismo basal 1. coração e músculos esqueléticos † Fatores que afetam a termogênese biológica: † Cerca Metabolismo muscular  Influencia da tiroxina.

tecido subcutâneo e tecido adiposo venoso e anastomoses arteriovenosas (GUYTON & HALL.Termólise Biológica Velocidade da perda de calor: † Velocidade da condução do calor dos órgão profundos para a pele † Velocidade de transferência do calor entre a pele e o meio ambiente Sistema de Isolamento do corpo: † Pele. 2006) Fluxo sanguíneo ² Transferência de calor: † Plexo .

2006) .(Guyton & Hall.

(GUYTON & HALL.Termólise Biológica Radiação: † Cerca de 60% da perda de calor corporal . 2006) .radiação calorífera (raios infravermelhos) † Raios infravermelhos emitidos pela pele humana  Comprimento de onda entre 5 a 20 m † Receber calor do corpo dissipá-lo sob forma de radiação eletromagnética .fundamental na transferência de calor entre o corpo e o meio.

2006) .Termólise Biológica Condução † Transferência de calor por contato direto entre um corpo frio e outro quente † Auxilia na formação das correntes de convecção por aquecer a moléculas de ar que entram em contato com a pele † Perda de 3% para objetos sólidos 15% para o ar (GUYTON & HALL.

2006) .Termólise Biológica Convecção † Transferência de energia térmica de um sistema para outro † Movimentação de massas de ar † Força: diferença entre o empuxo do meio e o peso das partículas do ar † Clima Privado: efeito refrigerador que a convecção de ar exerce sobre a pele (GUYTON & HALL.

2006) .Termólise Biológica Vaporização † Evaporação da água ao nível da pele e dos pulmões † Cerca de 20 a 25% do calor total perdido pelo corpo humano † Grandes queimados -perda calor está prejudicada † Mecanismo necessário em altas temperaturas † Evaporação do suor ² Taxa de Sudorese (GUYTON & HALL.

2006) .(Guyton & Hall.

1998) .Controle da Temperatura Corporal Pecilotérmicos Não dispõe de mecanismos controladores de temperatura corporal † Atividade metabólica varia com a temperatura ambiente † Controlam essa variação por métodos comportamentais † Homeotérmicos Possuem mecanismos controladores de temperatura corporal ² atividade metabólica mesmo em grandes variações térmicas † Precisam ingerir mais alimento que outros animais † (CAMBRAIA.

capacidade de atuar como órgão refrigerador do corpo.Controle da Temperatura Corporal Pele: † Órgão de vital importância . † Termorreceptores Receptores para o calor e para o frio (10x mais)  Pele fria evocação de reflexos imediatos  Estímulos para Calafrios  Inibição da Sudorese  Vasoconstrição da pele  (WESCHENFELDER . 2001) .

2006) . vísceras abdominais e ao redor de grandes veias † Expostos à temperatura central † Prevenção de Hipotermia (GUYTON & HALL.Controle da Temperatura Corporal Receptores Corporais Profundos: † Medula espinhal.

Controle da Temperatura Corporal Hipotálamo: † Balanço entre os processos de produção e eliminação de calor † Controle da produção de calor † Regulação Vasomotora † Regulação Sudomotora † Regulação Metabólica  Hormônios que aumentam o metabolismo WESCHENFELDER (2001). CAMBRAIA (1998) .

A. 1988.C.Controle da Temperatura Corporal Fig.: Mecanismo hipotalâmico e tronco cerebral Fonte: Guyton.45 . p.

(GUYTON & HALL. 2006) .

Acabou!!! .

1988.Caldas e Chow. 1982 http://www.. DOUGLAS. Tratado de Fisiologia Médica. ed. 11ª ed.C. C. 2006 OKUNO. p.. A.. Fisiologia Humana. E PACHECO. OLIVEIRA..443 -530 GUYTON. 775-98. J.A.com. Ed. São Paulo: Editora Harper e Row.br/noticia.. São Paulo: Robe Editorial. UFV. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 2005. 1ªed. Caderno Didático. 6ª.Referências Bibliográficas CAMBRAIA. HALL. Introdução à Biofísica. 1994. Física para Ciências Biológicas e Biomédicas.C. J. Elsevier Ed. A. RIBEIRO. J.cuidaresaude.R.E. p. 219 ²48. Rio de Janeiro.php?id=005 . Tratado de Fisiologia Aplicada às Ciências da Saúde. S. 1315-43. GUYTON. M.