P. 1
PrestConMunic

PrestConMunic

|Views: 1.425|Likes:
Publicado pordeval silva

More info:

Published by: deval silva on Jul 18, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/04/2013

pdf

text

original

Sections

  • Introdução
  • 1 - Legislação e regulamentação
  • 1.1 - Constituição Federal
  • 1.2 - Lei nº 4.320, de 1964
  • 1.3 - Lei Complementar nº 101, de 2000
  • 1.4 - Instruções do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo
  • 2 - Formalização de processo
  • 3.1 - Da Gestão Fiscal - Sistema Audesp
  • 3.2 - Da Manutenção e Desenvolvimento do Ensino
  • 3.3 - Das Ações e Serviços Públicos de Saúde
  • 3.4 - Da Ordem Cronológica de Pagamentos
  • 3.5- Da Prestação de Contas (principais modificações)
  • 3.5.1 - Atividades desenvolvidas em face das metas propostas na LDO
  • 3.5.2 - Demonstrações contábeis isoladas e consolidadas
  • 3.5.3 - Alterações orçamentárias
  • 3.5.4 - Demonstrativo da despesa licitada e da despesa não licitada
  • 3.5.5 - Precatórios
  • 3.5.6 - Plano Diretor
  • 3.5.7 - Recursos transferidos - Parecer conclusivo
  • 4. Prestação de Contas (documentação exigida)
  • 4.1 - Das Prefeituras
  • 4.2 - Das Câmaras
  • 4.3 - Das Autarquias
  • 4.4 - Das Fundações
  • 4.5 - Das Entidades de Previdência Municipal
  • 4.6 - Das Sociedades de Economia Mista e das Empresas Públicas
  • 4.7 - Dos Consórcios Intermunicipais
  • Modelos
  • Modelo I - Relatório de Prestação de Contas
  • Modelo II - Certidões
  • Modelo III - Declarações
  • Modelo IV - Repasses Públicos ao Terceiro Setor
  • Modelo V - Quadros Demonstrativos
  • Modelo VI - Gestão Associada de Serviços Públicos

Fiorilli Sociedade Civil - Ltda - Software

CURSOS

Parte: Assunto: Atualização:

Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 1

Prestação de Contas Municipais
Trabalho elaborado pela equipe técnica da Fiorilli Soc Civil Ltda.-Software Fevereiro - 2008

Sumário Introdução. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 03 1 - Legislação e Regulamentação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 04 1.1 - Constituição Federal. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 04 1.2 - Lei nº 4.320, de 1964. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 04 1.3 - Lei Complementar nº 101, de 2000. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 04 1.4 - Instruções do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 04 2 - Formalização de Processo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 05 3 - As “novas” Instruções do Tribunal de Contas - SP. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 05 3.1 - Da Gestão Fiscal - Sistema Audesp. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 06 3.2 - Da Manutenção e Desenvolvimento do Ensino. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 06 3.3 - Das Ações e Serviços Públicos de Saúde. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 06 3.4 - Da Ordem Cronológica de Pagamentos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 06 3.5 - Da Prestação de Contas (principais modificações). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 07 3.5.1 - Atividades desenvolvidas em face das metas propostas na LDO. . . . . . . . . . . . . . 07 3.5.2 - Demonstrações contábeis isoladas e consolidadas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 07 3.5.3 - Alterações orçamentárias. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 08 3.5.4 - Demosntrativo da despesa licitada e da despesa não licitada. . . . . . . . . . . . . . . . . 08 3.5.5 - Precatórios. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 08 3.5.6 - Plano Diretor. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 08 3.5.7 - Recursos Transferidos - Parecer Conclusivo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 08 4 - Prestação de Contas (documentação Exigida). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 09 4.1 - Das Prefeituras. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 09 4.2 - Das Câmaras. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15 4.3 - Das Autarquias. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18 4.4 - Das Fundações. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20 4.5 - Das Entidades de Previdência Municipal. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22 4.6 - Das Sociedades de Economia Mista e das Empresas Públicas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28 4.7 - Dos Consórcios Intermunicipais. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29 4.8 - Consórcio Públicos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32 Modelos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 35 Modelo I - Relatório de Prestação de Contas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 35 Modelo II - Certidões. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 65 Modelo III - Declarações. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 68 Modelo IV - Repasses Públicos ao Terceiro Setor. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 79 Modelo V - Quadros Demonstrativos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 80 Modelo VI - Gestão Associada de Serviços Públicos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82 Anotações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 85

Este Documento pode ser reproduzido, em parte ou integralmente, desde que devidamente autorizado e citada a fonte Fiorilli Soc. Civil Ltda.-Software - Assistência e Consultoria Municipal

Fiorilli Sociedade Civil - Ltda - Software
CURSOS

Parte: Assunto: Atualização:

Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 2

Fiorilli Soc. Civil Ltda.-Software - Assistência e Consultoria Municipal

Fiorilli Sociedade Civil - Ltda - Software
CURSOS

Parte: Assunto: Atualização:

Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 3

Prestação de Contas Municipais (TCE-SP)
Introdução As entidades e órgãos municipais, quando da elaboração das respectivas prestações de contas, devem promover a formação de processo específico, o qual deverá contemplar o relatório das ações desenvolvidas e de seus resultados, além de informações diversas, acompanhadas dos balanços anuais, assim como de outras peças contábeis, de declarações, certidões, demonstrativos e, também, de outros documentos, segundo o que dispuser os regulamentos respectivos. A responsabilidade pela elaboração deste processo normalmente recai ao Setor de Contabilidade, com a participação de todos os demais setores administrativos, os quais respondem solidariamente pela fidelidade dos documentos e informações processados. Este setor procede à compilação dessas informações e documentos, encartando-os de forma ordenada no respectivo processo de prestação de contas, que se constitui no documento hábil, revestido de fé pública e que servirá de base para a avaliação, pelos Tribunais de Contas, órgãos pertencentes ao chamado controle externo, dos atos praticados e dos resultados obtidos pelos respectivos gestores das entidades e dos órgãos públicos. A avaliação exercida pelos Tribunais de Contas, conforme o caso, consistirá na emissão de parecer prévio, quando se tratar das contas do Poder Executivo, ou mesmo de julgamento - singular ou colegiado -, quando se tratar das contas das demais entidades e órgãos públicos. No caso específico dos municípios, não se pode olvidar que segundo expressa disposição contida na Constituição Federal (art. 31, § 2º), o parecer prévio emitido pelo Tribunal de Contas só deixará de prevalecer por decisão de dois terços dos membros da Câmara Municipal, constituindo-se, destarte, num verdadeiro "julgamento", em se considerando que dificilmente esse "quorum qualificado" será conseguido junto àquela Casa Legislativa. Também não se pode esquecer que a avaliação da prestação de contas não se exaure apenas com a sua apreciação pelos Tribunais de Contas e pelas Câmaras Municipais. Não menos importante do que estas, estão sujeitas, ainda, à avaliação da sociedade (controle social das contas públicas). Esta avaliação, que já era garantida pela Constituição Federal de 1988 (art. 31, § 3º, em nível municipal), ganhou importante reforço com a edição da Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal). Esta Lei Complementar, ao introduzir o conceito de transparência na gestão pública, incluiu a prestação de contas como um de seus instrumentos, nos termos de seu artigo 48: "São instrumentos de transparência na gestão fiscal, aos quais será dada ampla divulgação, inclusive em meios eletrônicos de acesso público: os planos, orçamentos e leis de diretrizes orçamentárias; as prestações de contas e o respectivo parecer prévio; o Relatório Resumido da Execução Orçamentária e o Relatório de Gestão Fiscal; e as versões simplificadas desses documentos". Como reforço à divulgação desses instrumentos, dispõe ainda a Lei de Responsabilidade Fiscal, em seu artigo 56, § 3º: "será dada ampla divulgação dos resultados da apreciação das contas, julgadas ou tomadas". E arremata a Lei Complementar, dispondo em seu artigo 49, que "as contas apresentadas pelo Chefe do Poder Executivo ficarão disponíveis, durante todo o exercício, no respectivo Poder Legislativo e no órgão técnico responsável pela sua elaboração, para consulta e apreciação pelos cidadãos e instituições da sociedade". Muito embora ainda tímida esta "avaliação popular", levando-se em conta que nem toda a sociedade tenha condições de proceder essa "avaliação técnica", pois se trata de matéria específica e de difícil interpretação por parte dos cidadãos comuns, ocorre que, por meio de suas entidades representativas, vem ganhando espaço o conceito do "controle social das contas públicas", passando a sociedade a ter, pelo menos, meios de melhor entender os resultados apresentados na gestão pública. Em sendo assim, a prestação de contas passa a exigir dos respectivos responsáveis toda cautela, pois, ao refletir os resultados obtidos na gestão governamental durante determinado período (correspondente a um exercício financeiro), certamente deverá ser elaborada de forma criteriosa, contendo informações de fácil compreensão e devidamente compiladas, precedida de algumas providências, conforme adiante veremos.
Fiorilli Soc. Civil Ltda.-Software - Assistência e Consultoria Municipal

Fiorilli Sociedade Civil - Ltda - Software
CURSOS

Parte: Assunto: Atualização:

Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 4

O presente trabalho tem por objetivo principal a enumeração dessas providências preliminares e das informações a serem coligidas no processo de prestação de contas, procurando, assim, amenizar os trabalhos dos respectivos responsáveis. 1 - Legislação e regulamentação Os dispositivos legais e regulamentares que regem a prestação de contas, são: 1.1 - Constituição Federal A Constituição da República Federativa do Brasil, de 1988, trata da prestação de contas, em nível municipal, em seu artigo 31, dispondo que a fiscalização do Município será exercida pelo Poder Legislativo Municipal, mediante controle externo, e que este controle externo será exercido com o auxílio dos Tribunais de Contas dos Estados ou, onde houver, dos Conselhos ou Tribunais de Contas dos Municípios. No caso dos Municípios do Estado de São Paulo, com exceção da Capital, todos os demais se submetem à "jurisdição" do Tribunal de Contas do Estado. Este mesmo artigo 31, em seu § 2º, dispõe que "o parecer prévio, emitido pelo órgão competente sobre as contas que o Prefeito deve anualmente prestar, ...", percebendo-se, assim, a obrigatoriedade constitucional da prestação de contas, inclusive, com relação ao período respectivo (anual). 1.2 - Lei nº 4.320, de 1964 A obrigatoriedade da prestação de contas também é prevista pela Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964, conforme as disposições contidas em seus artigos 81 e 82, determinando que o Poder Executivo, anualmente, prestará contas ao Poder Legislativo, e que essas contas serão a ele encaminhadas com parecer prévio do Tribunal de Contas ou órgão equivalente. A apreciação das contas prestadas tem por objetivo a verificação da probidade da Administração, bem como a guarda e legal emprego dos recursos públicos, e, ainda, o cumprimento da Lei Orçamentária Anual. 1.3 - Lei Complementar nº 101, de 2000 Também a Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal), dispõe sobre a prestação de contas. Esta é tratada em seu artigo 56, estabelecendo que as contas prestadas pelos Chefes do Poder Executivo, incluirão, além das suas próprias, as dos Presidentes dos órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário e do Chefe do Ministério Público, as quais receberão parecer prévio, separadamente, do respectivo Tribunal de Contas. Mais adiante, seu artigo 58 dispõe que "a prestação de contas evidenciará o desempenho da arrecadação em relação à previsão, destacando as providências adotadas no âmbito da fiscalização das receitas e combate à sonegação, as ações de recuperação de créditos nas instâncias administrativa e judicial, bem como as demais medidas para incremento das receitas tributárias e de contribuições". Além disso, esta inclui a prestação de contas como um dos instrumentos da transparência na gestão pública (art. 48), determinando, também, sua ampla divulgação, inclusive em meios eletrônicos de acesso público, dispondo, ainda, que as contas apresentadas ficarão disponíveis, durante todo o exercício, no respectivo Poder Legislativo e no órgão técnico responsável pela sua elaboração, para consulta e apreciação pelos cidadãos e instituições da sociedade (art. 49), não obstante a Constituição Federal assim disponha no § 3º de seu artigo 31: "As contas dos Municípios ficarão, durante sessenta dias, anualmente, à disposição de qualquer contribuinte, para exame e apreciação, o qual poderá questionar-lhes a legitimidade, nos termos da lei". E a Lei de Responsabilidade Fiscal vai além, ao introduzir o Relatório Resumido da Execução Orçamentária - RREO e o Relatório de Gestão Fiscal - RGF, que são demonstrativos de acompanhamento concomitante da execução orçamentária e de obediência aos diversos limites por ela impostos. 1.4 - Instruções do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo
Fiorilli Soc. Civil Ltda.-Software - Assistência e Consultoria Municipal

Ltda . Nada impede que o relatório apresente.Formalização de processo A remessa da prestação de contas para o Tribunal de Contas deverá ser precedida da formalização de processo específico. evidentemente. do respectivo Tribunal. deverão estar devidamente numeradas e autenticadas pelo órgão (art. ao seu final. nos diversos capítulos nela previstos.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 5 O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Os balanços e seus anexos também deverão ser apresentados devidamente formalizados. dispensando-se neologismos e assuntos fora do contexto. "consolidam" todas as obrigações para com aquele órgão de fiscalização. que dispõe sobre as obrigações dos órgãos e entidades municipais. aplicáveis. As novidades introduzidas pelas Instruções nº 2.As "novas" Instruções do Tribunal de Contas . Fiorilli Soc. Propõe-se. das informações contábeis e gerenciais. Dentre eles. editou. de 2007. Por fim. destacam-se os relatórios. publicadas no Diário Oficial do Estado de 11 de dezembro de 2007. Esta edição se deu por meio da Resolução nº 8 (TC-A-40. os balanços e os seus anexos. serão detalhadas mais adiante. em item específico deste trabalho. as Instruções nº 2. O relatório deve ser apresentado de forma clara e objetiva. Também deverá espelhar as principais realizações nas diversas áreas do governo municipal. e assinadas pelos respectivos responsáveis. dispondo. 371). A exemplo do que ocorreu anteriormente. de 28 de novembro de 2007. adendos ou entrelinhas. visando possibilitar a operacionalidade desse novo sistema de coleta de dados contábeis e gerenciais. estabelece que para todo e qualquer encaminhamento de documentos. de "forma eletrônica".Assistência e Consultoria Municipal . também. de 2007. Civil Ltda. em nível municipal. Ao seu final. de 2007. as novas Instruções editadas e divulgadas pelo Tribunal de Contas paulista. eventuais justificativas prévias para os resultados apurados (se. 3 . trazendo uma exposição sobre as demonstrações contábeis e seus resultados. são estabelecidas as normas relativas à remessa. àquele Tribunal. Nessas novas seções. no caso dos municípios paulistas. deverá constar despacho de encaminhamento. As declarações. sem rasuras ou entrelinhas. negativos). no uso de suas atribuições constitucionais e legais. por oportunidade da edição das Instruções nº 2. de 28 de novembro de 2007. deverá conter a assinatura do responsável pelo órgão/entidade respectivo. que principalmente as certidões e declarações sejam redigidas de forma concisa. respectivamente. aos organismos da Administração do Estado e dos Municípios. editou recentemente as Instruções nº 1 e nº 2. inclusive. de 2007. deverão os órgãos indicar a matéria e o dispositivo a que se referem (art. 372). deverão ser redigidos de forma clara e objetiva.728/026/07).728/026/07). certidões e demais documentos que compõem a prestação de contas. Determina ainda que as cópias dos documentos constantes nos processos a ele encaminhados. 2 . no Capítulo relativo às Disposições Finais. devidamente assinado pelo responsável ou pessoa legalmente investida (art. sem rasuras.SP Na conclusão do "Projeto Audesp". (TC-A-40. respectivamente. determina que na última folha de cada processo ou documento enviado. agora denominado como "Sistema Audesp". aprovada pela Resolução nº 8.Fiorilli Sociedade Civil .-Software . O processo de prestação de contas será composto por vários documentos. as Instruções nº 2. de 2002. 370). dos respectivos órgãos e entidades municipais a ele subordinados. sobre cada um dos órgãos e entidades da administração pública municipal direta e indireta. Aliás. o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. A principal alteração introduzida nessas novas Instruções se tratou da introdução de novas seções dispondo sobre a "gestão fiscal".

Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 6 Além dessas informações que serão encaminhadas mensalmente.4 . de 2001. que por força de disposições contidas no artigo 256 da Constituição Estadual paulista devem ter "acompanhamento trimestral". da obediência à cronologia dos pagamentos realizados. contudo. também estarão dispensadas da remessa de informações aquelas consideradas como "dependentes". a obrigatoriedade do gestor de saúde apresentar. também. também. Percebe-se. 3º. Percebe-se. as ações e serviços de saúde passam a ter. 3. acompanhamento trimestral. ao contrário das ações ligadas à manutenção e desenvolvimento do ensino. Fundações. É o que se pode depreender à vista do que dispõe o artigo 5º das Instruções nº 2. ao Conselho de Saúde.Fiorilli Sociedade Civil . é interessante que os órgãos e entidades municipais venham a se preocupar com o assunto. a novidade introduzida se trata da "extinção" das planilhas a serem preenchidas trimestralmente a esse respeito. Fiorilli Soc. conforme especificações técnicas contidas no "Manual Técnico-Operacional do Sistema Audesp". Portanto.-Software .3 . tal obrigação persiste. o mesmo é apresentado em apostila específica em 3. com isto. E.art. par. segundo as mesmas Instruções. único . conforme veremos adiante. em audiência pública junto à Câmara de Vereadores.Da Gestão Fiscal . Caso sejam "independentes".sp. não se distanciar de seu tema principal. além de disponibilizar. visando. e. Civil Ltda. de 27 de julho de 1993 determinar. relatório pormenorizado das ações praticadas e dos resultados alcançados.os dados e informações pertinentes à manutenção e desenvolvimento do ensino deverão ser prestados de "forma eletrônica". Isto porque.Da Ordem Cronológica de Pagamentos A respeito da ordem cronológica de pagamentos.Ltda . ainda.Sistema Audesp separado. conforme especificações técnicas contidas no "Manual Técnico-Operacional do Sistema Audesp". de 2007.1 . 3. em seu artigo 12.Assistência e Consultoria Municipal . outras obrigações a serem cumpridas pelos orgãos e entidades a ele subordinados. também às entidades de regime próprio de previdência social . pelo Tribunal de Contas.tce. trimestralmente. que a remessa de informações relativas à ordem cronológica de pagamentos ainda é obrigatória aos órgãos e entidades que não façam parte do "orçamento municipal consolidado". Ocorre.2 .RPPS. de 2007. não obstante a Lei (federal) nº 8. pois. e de "forma eletrônica". as novas Instruções editadas pelo Tribunal de Contas trazem. que os dados coletados pelo Sistema Audesp venham possibilitar a averiguação. também. as informações respectivas também deverão ser prestadas de "forma eletrônica".Das Ações e Serviços Públicos de Saúde Novidade mesmo é a alteração promovida pelas novas Instruções do Tribunal de Contas paulista em relação às ações e serviços de saúde. 3. as novas Instruções suprimiram a necessidade de encaminhamento das respectivas informações quanto às Prefeituras e Câmaras Municipais. às Autarquias. com isto.689.gov. o que nos leva a crer que este possa ser obtido junto a seu site disponibilizado na Internet (www. pois é notorio o fato de que poucos obedecem essa ordem cronológica de pagamentos. que esse manual técnico-operacional não se fez acompanhar das Instruções editadas pelo Tribunal. as novas regulamentações a respeito da prestação de contas desses órgãos e entidades municipais.br). a despeito de nenhuma legislação de nosso ordenamento jurídico assim determinar. Em relação às sociedades de economia mista e empresas públicas. Dada a relevância e o volume do assunto.Da Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Com as novas Instruções do Tribunal de Contas paulista . segundo expressa disposição contida no artigo 248 das Instruções nº 2. nos termos da Portaria STN nº 589. E. Neste trabalho são destacadas. apenas. tais como as próprias sociedades de economia mista e empresas públicas "não dependentes".

Ltda . de 2007.cabe ao Poder Executivo a consolidação das contas públicas. por outro. Obviamente.2 . essas metas. as recentes Instruções editadas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. e ainda à dívida pública. de 2000 . são objeto de prestação de contas específicas. também mensal.Atividades desenvolvidas em face das metas propostas na LDO Ao contrário das Instruções anteriores. 1º.art.Demonstrações contábeis isoladas e consolidadas Nos termos do que dispõe a Lei Complementar nº 101.Das Contas . por um lado.a que se referem à Lei (federal nº 11. as informações serão encaminhadas via Internet e se darão em períodos mensais.Da Prestação de Contas (principais modificações) A despeito das novas regras introduzidas quanto à remessa mensal de informações contábeis e gerenciais. essa atribuição recai nas Prefeituras Municipais que são responsáveis pela consolidação das contas públicas municipais. e c) consolidado. os balanços individuais representarão os "atos" praticados "individualmente" pelos Prefeitos.5. ficará sob sua responsabilidade a remessa dos dados "isolados" de todos os órgãos e entidades municipais. Destarte. por força das próprias Instruções do Tribunal de Contas paulista. não obstante o avanço tecnológico obtido com a implantação do Sistema Audesp. são aquelas ligadas às receitas. e. Civil Ltda.-Software . b) em conjunto. enquanto que os balanços consolidados representarão os atos praticados por "todo o ente de governo". Na digital. caso isto venha a ocorrer. 3.fica clara a necessidade de remessa dos balanços das Prefeituras "individuais e consolidados". houve por bem o Tribunal de Contas paulista em não se afastar do "sistema convencional" de prestação de contas até então vigente. 3. enquanto que os balanços consolidados representarão os "atos" praticados "coletivamente" pelos Prefeitos e pelos responsáveis pelos demais órgãos e entidades da Administração Municipal. os balanços individuais representarão os atos praticados por cada um dos dirigentes. onde o Tribunal de Contas exigia apenas as principais realizações da Administração Municipal. Logo em seu Capítulo I . dispõem. sobre a prestação de contas "convencional". incs. Dessa forma. E. até 31 de março de cada ano. e. Essa dúvida. Em nível municipal. e de todos os dados contábeis do Município de forma consolidada. esse sistema convencional de prestação de contas também foi objeto de alterações introduzidas pelas Instruções nº 2. essas informações são encaminhadas por documentos impressos e se darão uma vez por ano. sobre a prestação de contas a serem encaminhadas pelos órgãos e entidades municipais. porém. as Instruções nº 2. 3. na convencional. em sua Seção I .1 . sobre a prestação de contas "digital". forçosamente esta terá por obrigação a remessa de seus dados contábeis de forma isolada. será ela a única responsável pela remessa desses Fiorilli Soc. Uma única dúvida que pode persistir é a "individualização" dos balanços da Prefeitura e da Câmara Municipal. as novas Instruções determinam que essas realizações sejam informadas em função das metas propostas na Lei de Diretrizes Orçamentárias.5. dispõem. com o que a própria "prestação de contas" passa a ser. também pela remessa dos dados em conjunto. Obviamente.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 7 assim como os consórcios públicos . em se considerando que essas últimas.a Lei de Responsabilidade Fiscal . Como a Prefeitura Municipal é responsável pela remessa dos dados consolidados.107. normalmente. a saber: a) isolado. de 2007. IV a VII . Porém. o Tribunal de Contas põe fim às dúvidas sobre a necessidade de serem encaminhadas as demonstrações contábeis isoladas das Prefeituras Municipais. por seu turno. como visto. conforme veremos. às despesas.e os consórcios intermunicipais. de 2005 .Assistência e Consultoria Municipal . Com as novas Instruções. aos resultados primário e nominal. é dirimida à medida em que o Tribunal de Contas paulista disponibiliza três situações de remessa mensal dos dados contábeis. Assim.Fiorilli Sociedade Civil .Das Prefeituras. Caso esta venha a optar.5. em seções específicas.

I. os valores transferidos e os comprovados. 3. apenas. e. 41. evidentemente paulista. em relação aos pareceres conclusivos a serem emitidos pelos órgãos concessores de recursos transferidos a entidades do "Terceiro Setor". inc.Parecer conclusivo As novas Instruções também trouxeram inovações em relação às suas disposições finais. Ocorre.Assistência e Consultoria Municipal . com o que. quais sejam: declaração atestando o recebimento da prestação de contas dos entes beneficiários.3 . especiais e extraordinários. remanejamentos e transferências de recursos orçamentários. passa o Tribunal de Contas a determinar a remessa de informações. do artigo 1º. e separados em alimentares e não alimentares. e.5. e arrolando o mínimo de informações a serem prestadas pelas respectivas autoridades competentes. de 1989. este Anexo não consta das Instruções publicadas. as Instruções nº 2. a descrição do objeto dos recursos repassados. ao contrário do que dispõe a respeito dos créditos orçamentários adicionais. 3. cujo modelo apresentado se trata do Anexo 18 de referidas Instruções. porém.LRF. ainda. a partir das contas relativas ao exercício de 2007. 182 . 3.5. por fontes de recursos. a finalidade estatutária da entidade beneficiária.Precatórios Com as novas Instruções. porém.Recursos transferidos . datas da prestação de contas e dos repasses concedidos.já determinava a sua edição por municípios com população superior a 20 mil habitantes. de 2000.art. Civil Ltda. aqueles derivados do parcelamento a que se refere a Emenda Constitucional nº 30. caso não receba em tempo os dados individualizados ficará sujeita às penalidades regulamentares estabelecidas na Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.5. independentemente do número de habitantes. que deverão atender à transparência da gestão definida pelo artigo 48 da Lei de Responsabilidade Fiscal . referido quadro demonstrativo deve ser elaborado de conformidade com o Anexo 23. cópia do Plano Diretor. além do mapa de precatórios do Tribunal de Justiça e dos ofícios requisitórios da Justiça do Trabalho. a localização e o regular funcionamento da entidade que recebeu os recursos. deverão ser encaminhadas. o que foi reforçado pela Lei (federal) nº 10.Ltda . É quase certo que o Tribunal de Contas paulista indicará como base dessa exigência a norma estabelecida pela Constituição Estadual. de 2007. A surpresa a que nos referimos se deve ao fato de que desde 1988 a Constituição Federal .Alterações orçamentárias Além da necessidade do preenchimento de anexo específico a respeito dos créditos orçamentários adicionais. segundo o que dispõe o seu inciso XXIV. Para os exercícios seguintes. É o que dispõe o inciso XX.6 .5 . exige a edição do Plano Diretor para todo e qualquer município. empenhados ou não.que estendeu o prazo de sua edição até 2006 . juntamente com a prestação de contas das Prefeituras Municipais. 3.Estatuto da Cidade . de 10 de julho de 2001 .4 . de 2007. por meio do preenchimento de quadro demonstrativo. não obstante não indique modelo próprio.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 8 dados. art 50.257.c. as alterações nele introduzidas por leis posteriores. das alterações ao orçamento provocadas por intermédio de transposições.art. de 2007. também deverão ser relacionados os precatórios de exercícios anteriores não pagos. É o que se percebe à vista do disposto em seu artigo 369. das Instruções nº 2.Fiorilli Sociedade Civil . das Instruções nº 2.5. dos resultados alcançados e qual a economicidade obtida em relação ao previsto em programa governamental. por certo. do artigo 1º.Demonstrativo da despesa licitada e da despesa não licitada Também em seu artigo 1º. bem como a aplicação de sanções por eventuais ausências de comprovação ou desvio de finalidade.5. c. que irão compor os documentos relativos à prestação de contas. traz outra novidade.-Software . deverá ser objeto de futura inclusão e de nova publicação. Nos termos deste inciso. suplementares. segundo o que dispõe inciso LXVII. 3. o cumprimento das cláusulas Fiorilli Soc. que a Constituição do Estado de São Paulo.Plano Diretor Uma novidade que irá surpreender muitos municípios é a de o Tribunal de Contas passar a exigir.7 .

Para fins de fiscalização contábil. b) remeter cópia das folhas de pagamentos mensais do Prefeito e Vice e dos Secretários (se houver). na seguinte apresentação: a) atividades desenvolvidas: exposição sobre as demonstrações contábeis e seus resultados e as realizações em face das metas propostas na lei de diretrizes orçamentárias. gestores e demais responsáveis por bens e valores públicos.Certidão Dirigentes e Responsáveis III .Das Prefeituras CAPÍTULO I DAS PREFEITURAS SEÇÃO I Das Contas Artigo 1º . "1" .-Software . deverá ser encaminhada a este Tribunal. 4. IV .Assistência e Consultoria Municipal . VI . Modelo I. denominado Sistema de Informações da Administração Pública . Prestação de Contas (documentação exigida) No sentido de facilitar a identificação dos documentos exigidos para a prestação de contas. a) remeter uma cópia da(s) lei(s) da fixação dos subsídios do Prefeito e Vice e Secretários (se houver). Deve-se ainda tomar o cuidado para que todos os relatórios. com os respectivos comentários. relativa ao exercício anterior: I . sempre que possível. 4.relatório de atividades desenvolvidas e dados estatísticos. patrimônio. legitimidade e economicidade. com os respectivos períodos de gestão.balanço patrimonial individual e consolidado. a regularidade dos gastos efetuados e sua perfeita contabilização.Fiorilli Sociedade Civil .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 9 pactuadas em conformidade com a regulamentação que rege a matéria. por meio eletrônico requisitado pelo Programa. devidamente separados por órgãos/entidades municipais. fundos especiais e pelas áreas da Saúde e Educação (Secretário ou Diretor Municipal). financeira. instalar em seu microcomputador e digitar os dados solicitados pelo programa. os itens a seguir.br". a indicação "PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 200_". operacional e patrimonial. controle interno.Ltda .SIAP.cópia da lei de fixação dos subsídios e eventuais alterações. tesouraria. Prefeito.sp. trazem a transcrição dos artigos contidos nas Instruções do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. administradores.balanço financeiro individual e consolidado. quanto à legalidade. II . Vice-Prefeito e Secretários Municipais. atestados pelos controles internos do beneficiário e do concessor. os mesmos deverão ser datados e assinados pelo(s) responsável(eis) pela informação. podem não ser os mesmos indicados nos modelos. Civil Ltda.Relatório de Prestação de Contas . VII . exercida por meio do controle externo.demonstração das variações patrimoniais individual e consolidado.balanço orçamentário individual e consolidado. afastamentos e substituições.gov. Ao seu final. a seguinte documentação.certidão com os nomes dos responsáveis pelo Executivo (Prefeito e Vice-Prefeito). bem como folhas de pagamentos mensais dos Srs. Fiorilli Soc.Prefeitura b) dados estatísticos: atualização do banco de dados deste Tribunal. V .1 . "1" . Se não tiver o programa SIAP do TCE. quadros ou declarações contenham em sua parte superior o timbre da entidade ou a identificação da mesma e. bem como apreciação dos atos praticados por seus ordenadores de despesa. os quais. até o dia 31 (trinta e um) de março. e emissão de parecer prévio sobre as contas anuais das prefeituras.tce. almoxarifado. orçamentária. obtê-lo junto à sua Unidade Regional ou junto ao site "www. Modelo II.

empenhados com recursos do FUNDEB. Modelo V .demonstrativo da despesa e receita segundo as categorias econômicas.Assistência e Consultoria Municipal .demonstrativo da dívida fundada.demonstrativo da despesa por funções e subfunções. XVI . Anexar a Certidão do Conselho Regional de Contabilidade do Profissional Responsável.cópia do boletim de caixa e bancos de 31 (trinta e um) de dezembro e respectiva conciliação bancária.Créditos Adicionais . XIX .quadro demonstrativo dos créditos adicionais.comparativo da despesa autorizada com a realizada.cópia dos balancetes da receita e da despesa de dezembro. d) despesas contraídas no último ano de mandato do Prefeito (quando for o caso): 1 .demonstrativo da dívida flutuante. b) na área do ensino: 1 . identificando as contas de depósito: a) na área da saúde: 1 . 3 .nos últimos oito meses. de conformidade com o Anexo 18. remanejamentos e transferências de recursos: Modelo V .comparativo da receita orçada com a arrecadada. 2 . XVIII .Anexo 18 TCE XX – quadro demonstrativo das transposições.dos demais recursos. 2 .certidão expedida pelo Conselho Regional de Contabilidade. XVII ."2" . Civil Ltda.empenhados com recursos próprios.dos recursos próprios repassados decendialmente. identificando os valores processados e os não processados.dos recursos próprios. 2 . 3 . IX . X .Ltda . comprovando a habilitação profissional do responsável pelos balanços e demonstrações contábeis. abrangendo os fundos especiais.empenhados com outros recursos. XIII .dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica FUNDEB. 3 . c) demais despesas: 1 . XV . 2 . 3 ."1" . Remanejamentos e Transferências XXI .dos recursos do Sistema Único de Saúde . XII .empenhados com recursos próprios.relação de restos a pagar.dos demais recursos.SUS. XIV .Transposições.cópia do balanço patrimonial do exercício anterior individual e consolidado.quadro consolidado das despesas por categoria econômica. 2 . 2 .empenhados com recursos próprios. destacando separadamente: a) na área da saúde: 1 .empenhados com outros recursos. inclusive extra-orçamentária. separados por função e subfunção. XI .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 10 VIII .empenhados com recursos do SUS.nos primeiros quatro meses. b) na área do ensino: 1 .-Software .empenhados com outros recursos. se houver Fiorilli Soc. dentro do prazo de validade.Fiorilli Sociedade Civil .

666. poderão utilizar-se da Relação das Licitações Realizadas emitida pelo mesmo. "1" XXIII – relação das despesas efetuadas com dispensa ou inexigibilidade de licitação. modalidade da licitação ou fundamento da dispensa ou inexigibilidade. objeto. mesmo que somente em determinadas modalidades: Modelo III. XXVII . "13". data. "10" e em caso negativo. vencedor (es).TCE) XXV . fazer uma declaração negativa conforme Modelo III. fazer uma relação semelhante ao Modelo III. Relacionar todos os auxílios. convênios firmados com órgãos públicos e operações de crédito celebrados no exercício. identificando as pertinentes à Saúde e ao Ensino. "8" e. XXIX . de valor global inferior a R$ Fiorilli Soc. constando: órgão concessor. "2" . subvenções e contribuições recebidos do Estado. valor e data do recebimento. subvenções e contribuições recebidos da União para a área da Saúde. efetuados no exercício.relação das licitações realizadas. Caso exista algum contrato de gestão firmado no exercício. "11". contendo: n° do ajuste. valor. semelhante ao Modelo III. Modelo III. de conformidade com o Anexo 23. "6" e.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 11 XXII . objeto. Caso tenha sido feito algum processo de dispensa ou inexigibilidade de licitação para despesa maior que o limite de dispensa da Lei 8. constando: contratado. objeto. nos casos enquadrados na exigência de ratificação do ato (artigo 26 da Lei Federal n° 8. XXIV . comissão ou responsável pela fiscalização da execução do ajuste. constando órgão concessor. objeto. fazer a declaração negativa. constando n° do processo. Termos de Parceria e Convênios firmados no exercício com entidades do Terceiro Setor. mencionando nº do ajuste. identificando as pertinentes à Saúde e ao Ensino.666/93 e suas alterações). data da abertura. subvenções e contribuições recebidos do Estado em quadro semelhante ao Modelo III.Relação das Licitações Caso não tenha realizado licitações.relação de todos repasses financeiros ao Terceiro Setor. subvenções e contribuições relacionados à Saúde e recebidos da União em quadro semelhante ao Modelo III. corrigidos anualmente pela variação da UFESP. em caso contrário. valor e data do recebimento. objeto. fazer uma declaração semelhante ao Modelo III. conforme exigido no inciso. XXX . fazer uma relação para cada modalidade. "9". valor. "3" e. OSCIP ou conveniada). fornecedor e data da publicação da ratificação.quadro demonstrativo do quantitativo da despesa licitada e da despesa não licitada. Caso não tenha recebido."4" . "7". Caso exista algum algum contrato de concessão ou permissão de serviços públicos firmado ou em vigor no exercício. "12". constando número do processo. data da abertura.relação dos contratos inclusive aditamentos.Relação dos Contratos XXVI . firmados ou em vigor no exercício em exame.(Anexo 23 . "5" . valor e data de eventual contrato. Modelo III. interessada (OS.Assistência e Consultoria Municipal .relação dos Contratos de Gestão. separadas por modalidade.Ltda . fazer uma declaração semelhante ao Modelo III.000. decorrentes dos vigentes Contratos de Gestão. objeto.Negativa de Licitações Os usuários que fazem as licitações ou seus cadastro no sistema. Termos de Parceria e Convênios. XXVIII .00. "1" . de valor igual ou superior a R$ 750. n° da licitação. interessado.relação dos auxílios. preencher a relação do Modelo III.Quadro Demonstrativo do Quantitativo da Despesa Licitada e da Despesa Não Licitada . data. Os usuários que não fazem licitação pelo sistema deverão. para preencher o modelo 05. órgão. valor e número de protocolo do TCESP dado aos respectivos ajustes. caso contrário. data de início e encerramento do ajuste. em caso contrário fazer a declaração negativa semelhante ao Modelo III. separados por modalidade. conforme Modelo III. fazer uma relação semelhante ao Modelo III. quando couber. Relacionar todos os auxílios.relação dos auxílios. objeto. Civil Ltda.Fiorilli Sociedade Civil . Modelo V .-Software .relação dos contratos de concessão e permissão de serviços públicos. "4".

Caso não tenha ocorrido aquisições. consórcios entre municípios ou entidades municipais. horário de funcionamento e respectivos dirigentes. indicando o valor comercial e de aquisição. fornecer declaração a esse respeito.cópia do Mapa de Precatórios do Tribunal de Justiça e Ofícios Requisitórios da Justiça do Trabalho e relação de pagamentos efetuados à conta de precatórios judiciais. XXXVI . preencher relação semelhante ao Modelo III.Assistência e Consultoria Municipal . "15". fazer declaração semelhante ao Modelo III. XXXIII .320/64. XXXII . providenciar uma declaração semelhante ao Modelo III.relação dos precatórios de exercícios anteriores não pagos. "14". caso tenha havido pagamento de precatórios. "18". determinado pelo Tribunal (Modelo IV.Ações Negociadas. em função de convênio de delegação de competências do Código de Trânsito Brasileiro. celebrado com o Estado. Fiorilli Soc. empenhados ou não. subvenções e contribuições.relação de obras de arte e objetos históricos adquiridos no período. Civil Ltda. importância histórica e origem (nacional ou estrangeira). "17". Caso não exista no município qualquer das entidades indicadas no inciso. endereços. Caso não tenha sido concedido nenhum auxílio. acompanhada dos respectivos pareceres conclusivos elaborados nos termos do artigo 369 (DAS DISPOSIÇÕES FINAIS) Relacionar todos os repasses respectivos concedidos pela Prefeitura em quadro igual ao Anexo 1. "19" . Encaminhar Mapa de Precatórios do Tribunal de Justiça e Ofícios Requisitórios da Justiça do Trabalho e.Ltda . Relacionar todos os repasses respectivos concedidos pela Prefeitura em quadro igual ao Anexo 2.declaração acerca do montante de receitas relativas à arrecadação de multas previstas na legislação de trânsito. "20". Relacionar as entidades porventura existentes no município . autarquias. Caso não tenha ocorrido aquisição e/ou venda de ações.-Software . em conformidade com o Anexo 2. empresas públicas. preencheer relação semelhante ao Modelo III.000. subvenção ou contribuição.Relação de Precatórios. Caso contrário. fornecer declaração a esse respeito. efetuados no exercício à conta de auxílios. subvenção ou contribuição. Caso não tenha sido concedido nenhum auxílio. da qual constem origem da ação.relação de todos repasses financeiros ao Terceiro Setor. na qual constem empresa. nos termos dos artigos 12. "22" XXXVII . em conformidade com o Anexo 1.00. Caso existam precatórios não pagos de exercícios anteriores. utilizar o Modelo III. "23". fazer relação semelhante ao Modelo III. XXXIV . "16" . Caso tenha sido adquirido obras de arte e objetos históricos. 16 e 21 da LF n° 4. determinado pelo Tribunal (Modelo IV. separados em alimentares. providenciar declaração semelhante ao Modelo III.Modelo III. telefone.declaração sobre a existência de fundos especiais e participação em sociedades de economia mista. XXXV . XXXI . de 2000. corrigidos anualmente pela variação da UFESP.Fiorilli Sociedade Civil . Caso tenha havido convênio com o Estado. acompanhada dos respectivos pareceres conclusivos elaborados nos termos do artigo 369 (DAS DISPOSIÇÕES FINAIS). Modelo III. "1"). "21". citando as denominações. Caso contrário.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 12 750. "24". não alimentares e derivados do parcelamento da Emenda Constitucional nº 30. encaminhar declaração a respeito.relação das ações negociadas (aquisição e venda). tipo. valor e data de pagamentos. por infrações praticadas no uso das vias terrestres do município. "2"). utilizar o Modelo III. quantidade e valor e as instituições envolvidas na operação. Caso contrário fazer declaração semelhante ao Modelo III. fundações (instituídas ou mantidas pelo Poder Público).

Fiorilli Sociedade Civil . Encaminhar cópia da publicação solicitada.CMS. Caso o Município não possua. por meio eletrônico. composto por Agenda. em função das receitas referidas no inciso anterior. fornecer declaração a respeito. Caso não tenha o programa.resumo anual da folha de pagamento da saúde vistada pelos membros do CMS. Modelo II.cópia da lei municipal que regulamenta a realização de despesas sob o regime de adiantamento. ou publicação da mesma no Diário Oficial da União. Remeter a cópia da norma instituidora do Conselho.cópia da norma instituidora do Conselho do FUNDEB.gov. remeter cópia da lei e do convênio. parcial ou total. Encaminhar cópia do relatório respectivo. de campo. XLIII . Fiorilli Soc. Encaminhar cópia da lei de criação do Conselho Municipal de Saúde e de eventuais alterações XLVIII .cópia da lei de criação do Fundo Municipal de Saúde . dos adiantamentos concedidos. Encaminhar cópia dos pareceres emitidos pelo Conselho Municipal de Saúde LII . "24".declaração acerca do montante aplicado em despesas com sinalização. XLII . XLIV . Caso tenha havido convênio com o Estado. se de posse do Município. "1" (adaptar.Ltda .cópia dos pareceres do CMS sobre as fiscalizações e acompanhamento do desenvolvimento das ações e serviços da saúde. providenciar "declaração negativa". devidamente vistado pelos membros do Conselho.sp. trabalhadores de saúde e prestadores de serviços. engenharia de tráfego. XL .certidão contendo a composição do CMS. XLV .cópia da lei de criação do CMS.cópia da publicação anual dos valores dos subsídios e das remunerações dos cargos e empregos públicos. Encaminhar cópia do plano.br". de conformidade com o programa disponibilizado por este Tribunal. No caso de municipalização do ensino. Caso não tenham sido concedidos adiantamentos durante o exercício. Encaminhar o resumo sintético da folha de pagamento da Saúde.cópia do termo de convênio e respectiva lei autorizadora da municipalização. do ensino. Plano de Saúde e Quadro de Metas e sua respectiva aprovação pelo Conselho Municipal de Saúde . utilizar o Modelo III. requisitá-lo junto à sua Unidade Regional ou pelo site "www. Remeter cópia da norma instituidora do Plano de Carreira. Civil Ltda.relação. Esta Portaria é editada pelo Ministério da Saúde.tce. Caso contrário. Caso não tenha sido efetuada a publicação. XLI .cópia do Plano Municipal de Saúde. fazer declaração semelhante ao Modelo III. Encaminhar cópia da lei de criação e de eventuais alterações XLVII .-Software . L .Assistência e Consultoria Municipal . devidamente aprovado pelo Conselho XLVI . Encaminhar cópia da Portaria. XXXIX . instalar em seu microcomputador e digitar os dados solicitados. se for o caso.FMS.cópia da norma instituidora do Plano de Carreira e Remuneração do Magistério. policiamento.cópia da portaria que habilitou o município no modelo de atenção e da gestão do SUS. XLIX – cópia do Relatório de Gestão da Saúde. "25". fiscalização e educação de trânsito. bem como sua respectiva representatividade distribuída entre usuários.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 13 XXXVIII . fazer "declaração negativa". abrangendo o exercício de 2007) LI . Remeter cópia da lei municipal que regulamenta a realização de despesas sob o regime de adiantamento.

data da assinatura e prazo. bem como de eventuais alterações. Modelo III. enviados ao Ministério da Saúde. fornecer declaração a respeito LX . consultas sobre assuntos pertinentes às ações e serviços de saúde. bem como de eventuais alterações. no âmbito da gestão associada de serviços públicos. devidamente assinada pelos membros do Conselho. LVII . informando: a) nº do ajuste e data da assinatura. utilizar o Modelo VI.Assistência e Consultoria Municipal .declaração expedida pelo CMS indicando se foram apreciadas eventuais denúncias. no âmbito da gestão associada de serviços públicos.cópia do protocolo de entrega dos relatórios do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos – SIOPS. Encaminhar cópia do protocolo de entrega. firmados no exercício. Caso tenham sido celebrados contratos de rateio. utilizar o Modelo VI. Encaminhar as cópias respectivas. Caso contrário.Ltda .cópia das atas das audiências públicas trimestrais realizadas na câmara municipal para apreciação dos relatórios financeiros e operacionais da Saúde. "2". e) nome do Chefe do Poder Executivo eleito como representante legal. "26" .relação dos contratos de rateio. c) identificação dos entes da Federação consorciados e d) natureza jurídica (associação pública ou pessoa jurídica de direito privado sem fins econômicos). informando: a) nº do ajuste e data da assinatura. finalidade. LIX . LXII . LV . firmados no exercício.cópias das atas de audiências públicas realizadas até o final de maio. Caso tenham sido celebrados contratos em questão.-Software . Encaminhar cópia da carta. fornecer declaração a respeito. firmados no exercício. utilizar o Modelo VI. "1" Caso contrário. informando: a) nº do ajuste. firmados no exercício.relação dos contratos de programa assinados com consórcio público. no âmbito da gestão associada de serviços públicos. LVI . Civil Ltda. informando: a) nº do ajuste.Declaração Conselho Municipal de Saúde LIV . Caso contrário.Fiorilli Sociedade Civil .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 14 LIII . Enviar os demonstrativos a que se refere o inciso em questão. LVIII . data da assinatura e prazo. prazo de duração e sede do consórcio. b) denominação. b) contratado e c) valor total. ente federativo consorciado que representa e período para o qual foi eleito representante. Caso tenham sido celebrados convênios em questão.relação dos convênios de cooperação.carta dirigida ao CMS.relação dos contratos de consórcio público. LXI .cópia dos demonstrativos enviados pelos consórcios públicos com as informações das despesas realizadas com os recursos entregues em virtude dos contratos de rateio. conforme determina o § 4º do artigo 9º da LRF. Encaminhar cópia das atas respectivas. b) finalidade e prazo de duração e c) identificação dos entes da Federação conveniados. "3". devidamente assinada por seus membros. fornecer declaração a respeito. caso as audiências tenham sido realizadas. no âmbito da gestão associada de serviços públicos. setembro e fevereiro. Fiorilli Soc.

Caso tenham sido celebrados contratos de programa em questão. fornecer declaração a respeito. b) Despesa (valor previsto e valor aplicado por projeto/atividade).Assistência e Consultoria Municipal . bem como de eventuais alterações. mantendo-os à disposição deste Tribunal."3" . fornecer declaração a respeito.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 15 b) contratado e c) resumo das obrigações.Remetida a documentação solicitada nos incisos XLI a XLVIII. contemplando origem e aplicação dos valores provenientes da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico .CIDE. ainda. utilizar o Modelo VI. fornecer declaração a respeito.2 . Caso contrário."6". identificando: a) Receita (repasse CIDE e rendimentos das aplicações financeiras). deverá ser encaminhada apenas declaração negativa. 10. § 2º. firmados no exercício.As Prefeituras deverão arquivar separadamente e de forma individualizada os contratos de consórcio. não havendo informações a serem prestadas com relação a estes e aos demais incisos deste artigo. LXV . LXVI – demonstrativo específico. Caso contrário.Para efeito de emissão do recibo definitivo de quitação da prestação de contas. conforme o caso. com os acréscimos da Lei Federal nº 10.-Software . "4". LXIII ."7". Nos exercícios seguintes. dos recursos da CIDE em 31. os contratos de programas e os contratos de rateio. "5". serão enviadas nos exercícios seguintes apenas as alterações ocorridas e. § 3º. 4..12. de 19 de dezembro de 2001.cópias do ato formal de comunicação e da lei embasadora no caso de o Município ter se retirado de consórcio público do qual fazia parte. os convênios de cooperação.Recursos CIDE LXVII – cópia do Plano Diretor. c) Comprovante da conta vinculada. utilizar o Modelo VI . utilizar o Modelo VI. indicando os quantitativos previstos.Fiorilli Sociedade Civil . os Municípios que possuam Fundos ou Unidades Gestoras de Previdência Municipal deverão apresentar também a prestação de contas prevista na Seção XVIII deste Capítulo. no âmbito da gestão associada de serviços públicos.relação dos contratos de programa assinados com entes federativos por força de convênios de cooperação. informando: a) nº do ajuste. Caso tenham sido celebrados contratos de programa com consórcios públicos. apenas as alterações Encaminhar cópia da lei que aprovou o Plano Diretor. aberta nos termos do § 1º do artigo 1º-A (Lei Federal nº. ou Modelo VI . indicando os quantitativos previstos. LXIV . conforme o caso.866. bem como a respectiva documentação pertinente.336. b) contratado e c) resumo das obrigações. § 1º . Caso contrário. inclusive a que comprove a compatibilização e adequação das despesas decorrentes às normas vigentes nos Artigos 16 e 17 da LC 101/00 .Das Câmaras CAPÍTULO II DAS CÂMARAS Fiorilli Soc.Ltda .Lei de Responsabilidade Fiscal. de 04 de maio de 2004). Civil Ltda. Caso tenham ocorrido.declaração de ocorrência de alteração ou extinção de contrato de consórcio público e/ou convênio de cooperação. data da assinatura e prazo. acompanhada do próprio. Modelo V . Encaminhar as cópias solicitadas.

contendo exposição sobre as demonstrações contábeis e seus resultados. inclusive de suplentes. e folhas de pagamentos mensais dos Srs.Relação dos Duodécimos XX .relação de restos a pagar. operacional e patrimonial. administradores. extraordinárias) realizadas mês a mês. IX . com os respectivos períodos de gestão. deverá ser encaminhada a este Tribunal. orçamentária. XII .-Software . XIX . XVI . XI .demonstrativo da despesa por funções e subfunções. Civil Ltda. financeira.Para fins de fiscalização contábil. a seguinte documentação. exercida por meio do controle externo. XIII . de conformidade com o Anexo 18. inclusive as suas principais realizações.comparativo da receita orçada com a arrecadada.Ltda . IV .cópia da lei de fixação dos subsídios e eventuais alterações.relatório das atividades desenvolvidas.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 16 SEÇÃO I Das Contas Artigo 70 . identificando os valores processados e os não processados. tesouraria. Modelo I.Certidão de Vereadores e Sessões V . "2" .cópia da lei orçamentária e quadro demonstrativo dos créditos adicionais. gestores e demais responsáveis por bens e valores públicos. e julgamento das contas anuais das câmaras. XVII . legitimidade e economicidade.certidão ou declaração contendo o número de vereadores. III . XVIII . X . Modelo II. XV . "27" . inclusive extra-orçamentária. Presidente da Câmara e Vereadores. VI .demonstração das variações patrimoniais.Certidão Dirigentes e Responsáveis (adaptar). controle interno. Fiorilli Soc.certidão com os nomes dos responsáveis pelo Legislativo (Mesa Diretora). bem assim a apreciação dos atos praticados por seus ordenadores de despesa. até o dia 31 (trinta e um) de março.balanço orçamentário.Câmara II . "1" .cópia dos balancetes da receita e da despesa de dezembro. XIV .relação dos duodécimos orçados e repassados mensalmente pelo Executivo. "2" .comparativo da despesa autorizada com a realizada.Fiorilli Sociedade Civil . b) remeter uma cópia das folhas de pagamentos mensais do Presidente da Câmara e dos Vereadores.demonstrativo da dívida flutuante.balanço patrimonial. relativa ao exercício anterior: I . quanto à legalidade.balanço financeiro. de sessões (ordinárias.quadro consolidado das despesas por categoria econômica. VIII . almoxarifado e patrimônio. afastamentos e substituições. discriminando as ausências justificadas e remuneradas e as não remuneradas. VII .Relatório de Prestação de Contas . Modelo II.demonstrativo da despesa e receita segundo as categorias econômicas.cópia do balanço patrimonial do exercício anterior. a) Remeter uma cópia da lei que aprovou o orçamento do exercício findo.Assistência e Consultoria Municipal .cópia do boletim de caixa e bancos de 31 (trinta e um) de dezembro e respectiva conciliação bancária. Modelo III. a) remeter uma cópia da lei da fixação dos subsídios do Presidente da Câmara e dos Vereadores.

relação. "1". caso contrário. objeto. ainda.-Software . XXIX . Parágrafo único – Remetida a documentação solicitada nos incisos XXVIII e XXIX.relação dos contratos.certidão expedida pelo Conselho Regional de Contabilidade. conforme Modelo III. fazer uma relação para cada modalidade. preencher a relação do Modelo III. fazer um quadro igual ao Modelo V . Remeter cópia do regimento interno da Câmara. não havendo informações a serem Fiorilli Soc. mencionando nº do ajuste. XXIV . Civil Ltda. "1"."1" .Relação dos Contratos XXV . "2". XXIII .relação das licitações realizadas.cópia da lei municipal que regulamenta a realização de despesas sob o regime de adiantamento. Caso o Município não possua. Modelo III. serão enviadas nos exercícios seguintes apenas as alterações ocorridas e.666. do Modelo III. data. no quadro do Anexo 18 (Modelo V ."1"). "4". fornecedor e data da publicação da ratificação. importância histórica e origem (nacional ou estrangeira). Caso contrário. Se não tiver o programa. XXVII . nos casos enquadrados na exigência de ratificação do ato (artigo 26 da Lei Federal n° 8. vencedor(es). "14" . XXII . Anexar a Certidão do Conselho Regional de Contabilidade do Profissional Responsável.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 17 b) Caso tenham sido feitas alterações orçamentárias no exercício findo. requisitá-lo junto a sua Unidade Regional ou pelo site "www. data da abertura. poderão utilizar-se da Relação das Licitações Realizadas emitida pelo mesmo. dos adiantamentos concedidos. modalidade da licitação ou fundamento da dispensa ou inexigibilidade. Os usuários que fazem as licitações ou seus cadastro no sistema.tce. se houver. fazer uma declaração negativa para cada uma conforme Modelo III. XXVIII . fazer "declaração negativa". escrever na primeira linha: "nada a demonstrar" XXI . data da abertura. convênios firmados no exercício. dentro do prazo de validade. valor e data de eventual contrato. por meio eletrônico. Os usuários que não fazem licitação pelo sistema deverão. fazer uma relação para cada modalidade. Conforme exigido nas Instruções. instalar em seu microcomputador e digitar os dados solicitados. fornecer declaração a respeito.Obras de Arte XXVI . Remeter cópia da lei municipal que regulamenta a realização de despesas sob o regime de adiantamento.relação das despesas efetuadas com dispensa ou inexigibilidade de licitação. de conformidade com o programa disponibilizado por este Tribunal. Modelo III. para preencher o modelo III. "5" .Fiorilli Sociedade Civil . comprovando a habilitação profissional do responsável pelos balanços e demonstrações contábeis. valor.cópia do regimento interno.666/93 e suas alterações). Caso tenha sido realizado algum processo de dispensa ou inexigibilidade de licitação para despesa maior que o limite de dispensa da lei 8. inclusive aditamentos. conforme exigido no inciso. Caso não tenham sido realizadas licitações de determinadas modalidades. constando n° do processo. separadas por modalidade.relação de obras de arte e objetos históricos adquiridos no período. "1". constando número do processo.Assistência e Consultoria Municipal .Ltda . objeto. n° da licitação.sp.cópia da publicação anual dos valores dos subsídios e das remunerações dos cargos e empregos públicos. indicando o valor comercial e de aquisição. valor. Encaminhar cópia da publicação solicitada. fazer uma declaração negativa conforme Modelo III. fornecer declaração a respeito. objeto.br". "3" e.gov.Anexo 18 TCE c) Caso não tenha sido feita nenhuma alteração orçamentária. Caso não tenham sido concedidos adiantamentos durante o exercício. interessado.

XIII . financeira. quanto à legalidade.-Software . legitimidade e economicidade. Modelo II. XVI . operacional e patrimonial. conforme a opção .quadro consolidado das despesas por categoria econômica.Certidão Dirigentes e Responsáveis (adaptar) III . quando couber. XV .3 . a seguinte documentação. 4.Das Autarquias CAPÍTULO III DAS AUTARQUIAS SEÇÃO I Das Contas Artigo 91 . no caso de não serem remunerados. inclusive extra-orçamentária. administradores. tesouraria.cópia do balanço patrimonial do exercício anterior. a) remeter uma cópia do ato de fixação da remuneração dos Superintendentes. XVIII . Diretoria.certidão expedida pelo Conselho Regional de Contabilidade. bem como. VIII .Assistência e Consultoria Municipal . identificando os valores processados e os não processados.cópia da fixação da remuneração e demonstrativos dos pagamentos efetuados aos Superintendentes. XII . relativa ao exercício anterior: I .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 18 prestadas com relação a estes e aos demais incisos deste artigo.(adaptar) II . até o dia 31 (trinta e um) de março.demonstrativo da dívida fundada.comparativo da receita orçada com a arrecadada.demonstração das variações patrimoniais. deverá ser encaminhada a este Tribunal.relatório das atividades desenvolvidas. VII .demonstrativo da dívida flutuante. Diretores e Conselheiros. a apreciação dos atos praticados por seus ordenadores de despesa.Ltda . Diretores e Conselheiros. abrangendo os fundos especiais.Para fins de fiscalização contábil.comparativo da despesa autorizada com a realizada. Diretores e Conselheiros ou declaração negativa. "1" ou I. IX .cópia do boletim de caixa e bancos de 31 (trinta e um) de dezembro e respectiva conciliação bancária. Conselhos e os responsáveis pelo controle interno. orçamentária. "2". gestores e demais responsáveis por bens e valores públicos. exercida por meio do controle externo e julgamento das contas anuais das autarquias. "1" .balanço orçamentário. IV . V . b) remeter uma cópia das folhas de pagamentos mensais dos Superintendes. Fiorilli Soc.balanço financeiro.cópia dos balancetes da receita e da despesa de dezembro.demonstrativo da despesa por funções e subfunções. almoxarifado. comprovando a habilitação profissional do responsável pelos balanços e demonstrações contábeis. inclusive as suas principais realizações. XVII . deverá ser encaminhada apenas declaração negativa.Fiorilli Sociedade Civil .relação de restos a pagar. X . XI . Modelos I.demonstrativo da despesa e receita segundo as categorias econômicas. com os respectivos períodos de gestão. XIX . afastamentos e substituições. XIV .certidão contendo os nomes dos dirigentes e integrantes da Superintendência.balanço patrimonial. patrimônio e fundos especiais. contendo exposição sobre as demonstrações contábeis e seus resultados. VI . Civil Ltda.

quantidade. dentro do prazo de validade. importância histórica e origem (nacional ou estrangeira). Fiorilli Soc. objeto. valor e data de eventual contrato. fazer uma declaração negativa para cada uma conforme Modelo III.relação das licitações realizadas. conforme Modelo III.Repasses Públicos ao Terceiro Setor . fazer uma relação para cada modalidade. decorrentes dos vigentes Contratos de Gestão."2" . de conformidade com o programa disponibilizado por este Tribunal. "14" .relação dos Contratos de Gestão. separadas por modalidade. "2". objeto.666/93 e suas alterações). Caso tenha sido feito algum processo de dispensa ou inexigibilidade de licitação para despesa maior que o limite de dispensa da lei 8.Relação dos Contratos XXIII . data. objeto. fornecedor e data da publicação da ratificação. em conformidade com o Anexo 1.000.relação de obras de arte e objetos históricos adquiridos no período. indicando o valor comercial e de aquisição."1" .Assistência e Consultoria Municipal .relação das despesas efetuadas com dispensa ou inexigibilidade de licitação. Caso não tenham sido realizadas licitações de determinadas modalidades. "3" e. interessado. convênios firmados com órgãos públicos e operações de crédito celebrados no exercício. interessada (OS.relação dos contratos inclusive aditamentos. data. "19" . Termos de Parceria e Convênios de valor global inferior a R$ 750. Civil Ltda. por meio eletrônico. valor. fazer uma relação para cada modalidade. dos adiantamentos concedidos.-Software . Termos de Parceria e Convênios XXIV .relação de todos repasses financeiros ao Terceiro Setor. poderão utilizar-se da Relação das Licitações Realizadas emitida pelo mesmo.relação de todos repasses financeiros ao Terceiro Setor. conforme exigido no inciso. Modelo III. Modelo III. "1". OSCIP ou conveniada).Contratos de Gestão. contendo: n° do ajuste. subvenções e contribuições. Conforme exigido no inciso. XXI .Ltda . "4". XX .Ações Negociadas XXVIII . Modelo III. Modelo III . fazer uma declaração negativa conforme Modelo III. efetuados no exercício. objeto."6" . Modelo IV .provenientes de auxílios / subvenções / contribuições (Anexo 2 do TCE) XXVI . 16 e 21 da LF n° 4.00.000. acompanhada dos respectivos pareceres conclusivos elaborados nos termos do artigo 369 (DAS DISPOSIÇÕES FINAIS).provenientes de contratos (Anexo 1 do TCE) XXV . constando n° do processo. acompanhada dos respectivos pareceres conclusivos elaborados nos termos do artigo 369 (DAS DISPOSIÇÕES FINAIS) Modelo IV . XXII .00. "1". constando número do processo. nos termos dos artigos 12. modalidade da licitação ou fundamento da dispensa ou inexigibilidade. separados por modalidade.Obras de Arte XXVII . caso contrário.relação das ações negociadas (aquisição e venda). tipo.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 19 Anexar a Certidão do Conselho Regional de Contabilidade do Profissional Responsável. vencedor (es). do Modelo III.relação.666. preencher a relação do Modelo III. Termos de Parceria e Convênios firmados no exercício com entidades do Terceiro Setor. corrigidos anualmente pela variação da UFESP. data da abertura. para preencher o modelo III. valor e número de protocolo do TCESP dado aos respectivos ajustes. nos casos enquadrados na exigência de ratificação do ato (artigo 26 da Lei Federal n° 8. mencionando nº do ajuste. valor. Os usuários que não fazem licitação pelo sistema deverão. valor e as instituições envolvidas na operação. data da abertura. se houver. em conformidade com o Anexo 2. na qual constem empresa. de valor igual ou superior a R$ 750. efetuados no exercício à conta de auxílios. "5" .Fiorilli Sociedade Civil . n° da licitação.Repasses Públicos ao Terceiro Setor . corrigidos anualmente pela variação da UFESP.320/64. Os usuários que fazem as licitações ou seus cadastro no sistema.

financeira. bem como quadro demonstrativo dos créditos adicionais. Caso contrário. bem como de eventuais alterações. Civil Ltda. no âmbito da gestão associada de serviços públicos. exercida por meio do controle externo e julgamento das contas anuais das fundações instituídas ou mantidas pelo Poder Público. fornecer declaração a respeito. XXXIV . 4. ainda. escrever na primeira linha: "nada a demonstrar". orçamentária. Caso contrário."1"): c) Caso não tenha sido feita nenhuma alteração orçamentária. Caso o Município não possua. inclusive a que comprove a compatibilização e adequação das despesas decorrentes às normas vigentes nos Artigos 16 e 17 da LC 101/00 . Encaminhar a cópia da publicação solicitada. no quadro do Anexo 18 .cópia da lei de criação. contratado.sp. Remeter cópia da lei municipal que regulamenta a realização de despesas sob o regime de adiantamento. serão enviadas nos exercícios seguintes apenas as alterações ocorridas e. fornecer declaração a respeito. § 2º . data da assinatura.Para fins de fiscalização contábil. mantendo-os à disposição deste Tribunal.Lei de Responsabilidade Fiscal. XXXII . contratado.Das Fundações CAPÍTULO IV FUNDAÇÕES SEÇÃO I Das Contas Artigo 145 .4 . gestores e demais responsáveis por bens e valores públicos. resumo das obrigações e prazo.-Software . regulamentos e regimentos. até 30 (trinta) dias a contar da realização de sua Fiorilli Soc.cópia da publicação anual dos valores das remunerações dos cargos e empregos públicos. constando: nº do ajuste. fazer um quadro igual ao Anexo 18 do Tribunal (Modelo V . Caso tenham sido celebrados contratos em questão. fornecer declaração a respeito.TCE. b) Caso tenham sido feitas alterações orçamentárias no exercício findo.Fiorilli Sociedade Civil .relação dos contratos de programa firmados no exercício com consórcios públicos. não havendo informações a serem prestadas com relação a estes e aos demais incisos deste artigo.Remetida a documentação prevista nos incisos XXXI e XXXII.As Autarquias deverão arquivar separadamente e de forma individualizada os contratos de programas e a respectiva documentação pertinente. regulamentos e regimentos.Ltda . utilizar Modelo VI.relação dos contratos de programa firmados no exercício com entes federativos por força de convênios de cooperação no âmbito da gestão associada de serviços públicos. XXXIII . "4". Remeter cópia da Lei de criação da Autarquia. deverá ser encaminhada apenas declaração negativa. Caso não tenham sido concedidos adiantamentos durante o exercício. a) Remeter uma cópia da lei e decreto que aprovou o orçamento do exercício findo. data da assinatura.gov. "5". administradores. se houverem. instalar em seu microcomputador e digitar os dados solicitados. XXX .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 20 Se não tiver o programa. resumo das obrigações e prazo. XXXI . quanto à legalidade. bem como a apreciação dos atos praticados por seus ordenadores de despesa. Caso tenham sido celebrados contratos em questão. de conformidade com o Anexo 18. requisitá-lo junto a sua Unidade Regional ou pelo site "www.br".cópia da lei orçamentária e respectivo decreto.tce. utilizar o Modelo VI. se houver. constando: nº do ajuste.Assistência e Consultoria Municipal . § 1º . Caso contrário. deverá ser encaminhada a este Tribunal. fazer "declaração negativa" XXIX . operacional e patrimonial. fornecer declaração a respeito.cópia da lei municipal que regulamenta a realização de despesas sob o regime de adiantamento. legitimidade e economicidade. bem como de eventuais alterações.

cópia dos balancetes da receita e da despesa de dezembro. com os respectivos períodos de gestão. data. relativa ao exercício anterior: I . quando couber. corrigidos anualmente pela variação da UFESP. valor. constando n° do processo. objeto. X .balanços e demais demonstrações contábeis. XVI . objeto. Fiorilli Soc. corrigidos anualmente pela variação da UFESP. no caso de se submeter à Lei Federal n° 6. acompanhada dos respectivos pareceres conclusivos elaborados nos termos do artigo 369 (DAS DISPOSIÇÕES FINAIS) XIX . inclusive as suas principais realizações.relação de obras de arte e objetos históricos adquiridos no período.relação dos Contratos de Gestão. VIII .relação de todos repasses financeiros ao Terceiro Setor. inclusive extra-orçamentária abrangendo os fundos especiais. Termos de Parceria e Convênios firmados no exercício com entidades do Terceiro Setor. patrimônio e fundos especiais.relação dos contratos inclusive aditamentos. OSCIP ou conveniada). Conselhos e os responsáveis pelo controle interno.Ltda . tesouraria. conforme modelo Anexo 11.certidão expedida pelo Conselho Regional de Contabilidade. juntamente com o Termo de Ciência e de Notificação.certidão contendo os nomes dos dirigentes e integrantes da Presidência. VI . separadas por modalidade. objeto.relação de restos a pagar. efetuados no exercício.cópia da fixação da remuneração e demonstrativos dos pagamentos efetuados aos dirigentes da Fundação.cópia do boletim de caixa e bancos de 31 (trinta e um) de dezembro e respectiva conciliação bancária. fornecedor e data da publicação da ratificação. objeto. quando houver. XVII .Assistência e Consultoria Municipal . identificando os valores processados e os não processados. quando couber. n° da licitação. XIII . contendo: n° do ajuste. ou até o dia 31 (trinta e um) de março nos demais casos. vencedor (es).320/64.666/93 e suas alterações). data. data da abertura. objeto.relação das despesas efetuadas com dispensa ou inexigibilidade de licitação. XII . acompanhada dos respectivos pareceres conclusivos elaborados nos termos do artigo 369 (DAS DISPOSIÇÕES FINAIS). indicando o valor comercial e aquisição. nos casos enquadrados na exigência de ratificação do ato (artigo 26 da Lei Federal n° 8. convênios firmados com órgãos públicos e operações de crédito celebrados no exercício. em conformidade com o Anexo 2.00. nos termos dos artigos 12. decorrentes dos vigentes Contratos de Gestão. modalidade da licitação ou fundamento da dispensa ou inexigibilidade. XIV . importância histórica e origem (nacional ou estrangeira). valor e número de protocolo do TCESP dado aos respectivos ajustes. comprovando a habilitação profissional do responsável pelos balanços e demonstrações contábeis.00.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 21 Assembléia Geral Ordinária. valor.000. IX . constando número do processo. constando: órgão concessor. a seguinte documentação. Termos de Parceria e Convênios . subvenções e contribuições recebidos do Estado e da União. XV . quando couber.relação das licitações realizadas. interessado. afastamentos e substituições.cópia do parecer da Auditoria Interna e/ou Independente.relatório da diretoria sobre as atividades desenvolvidas. contendo exposição sobre as demonstrações contábeis e seus resultados. subvenções e contribuições. XI . mencionando nº do ajuste. interessada (OS.-Software . de valor global inferior a R$ 750.000. almoxarifado. VII .Fiorilli Sociedade Civil . data da abertura. separados por modalidade. V . em conformidade com o Anexo 1.relação de todos repasses financeiros ao Terceiro Setor. II .404/76. efetuados no exercício à conta de auxílios. valor e data do recebimento. Diretoria.relação dos auxílios. IV .cópia do parecer do Conselho Fiscal e/ou de Curadores. Civil Ltda. III . XVIII .cópia da ata da Assembléia Geral Ordinária que aprovou as contas do exercício e a respectiva publicação. conforme o caso. valor e data de eventual contrato. 16 e 21 da LF n° 4. de valor igual ou superior a R$ 750.

Lei de Responsabilidade Fiscal. os documentos relativos à decisão de sua paralisação ou de sua extinção. Artigo 147 . deverá ser.cópia da lei que autorizou a instituição da Fundação. § 2º . valor e as instituições envolvidas na operação. até o dia 31 (trinta e um) de março. XXI . data da assinatura. quanto à legalidade.5 . por estes. inclusive a que comprove a compatibilização e adequação das despesas decorrentes às normas vigentes nos Artigos 16 e 17 da LC 101/00 . legitimidade e economicidade.Para fins de fiscalização contábil.-Software . deverão encaminhar a este Tribunal. Artigo 146 . data da assinatura. encaminhada a este Tribunal. deverá ser encaminhada apenas declaração negativa. ou de seus delegados. NOTA: Aplicar as observações consignadas nos itens anteriores.recebam recursos financeiros de órgãos da administração pública. XXII . quando for o caso. de admissão de pessoal e demais se houver. por meio eletrônico. constando: nº do ajuste.que tenham sido criadas ou mantidas por órgãos da administração pública. regulamentos de compras.As entidades referidas neste Capítulo. bem como a apreciação dos atos praticados por seus ordenadores de despesa. quantidade.relação. III .Das Entidades de Previdência Municipal CAPÍTULO V DAS ENTIDADES DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL SEÇÃO I Das Contas Artigo 201 . § 1º – Remetida a documentação solicitada no inciso XXIII.cópia da publicação anual dos valores das remunerações dos cargos e empregos públicos. a seguinte documentação relativa ao exercício anterior: Fiorilli Soc. serão enviadas. escritura pública. tipo. e ainda. no que couber.estejam localizadas em imóveis públicos ou destinados ao serviço público. VI . bem como de eventuais alterações. que se enquadrem em qualquer das condições abaixo descritas: I . 4. Civil Ltda. obras e serviços. administradores.O disposto neste Capítulo aplica-se.estejam sob a supervisão ou sob controle dos órgãos da administração pública. resumo das obrigações e prazo. operacional e patrimonial.As Fundações deverão arquivar separadamente e de forma individualizada os contratos de programas e a respectiva documentação pertinente. orçamentária. XXIII . II .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 22 XX . não havendo informações a serem prestadas com relação a este e aos demais incisos deste artigo. na qual constem empresa. regimento interno.relação dos contratos de programa firmados no exercício com entes federativos por força de convênios de cooperação no âmbito da gestão associada de serviços públicos. no prazo de 30 (trinta) dias. quando couber.sejam administradas por funcionários ou servidores de quaisquer órgãos da administração pública. gestores e demais responsáveis por bens e valores públicos. nos exercícios seguintes apenas as alterações ocorridas. XXIV . de conformidade com o programa disponibilizado por este Tribunal. resumo das obrigações e prazo. contratado. XXV .Fiorilli Sociedade Civil . contratado. mantendo-os à disposição deste Tribunal.relação dos contratos de programa firmados no exercício com consórcios públicos. exercida por meio do controle externo e julgamento das contas anuais das entidades de previdência municipal.relação das ações negociadas (aquisição e venda).Ltda . V . financeira. IV . constando: nº do ajuste. adaptando-se os Modelos sugeridos. estatuto. no âmbito da gestão associada de serviços públicos.Assistência e Consultoria Municipal . às fundações. dos adiantamentos concedidos. convênios ou contratos com órgãos da administração pública. bem como de eventuais alterações.ajustem. regularmente.

.. Modelo II.... b) remeter cópia das folhas de pagamento respectivas.....09......... a saber: a) balanço patrimonial..certidão contendo os nomes dos dirigentes e membros dos Conselhos de Administração.. Modelo I.... Civil Ltda.. 5º Para a organização do regime próprio de previdência social devem ser observadas as seguintes normas gerais de contabilidade..Certidão Responsáveis ...317...... d) demonstração analítica dos investimentos.. Nota: Alterado pela Portaria nº 1.demonstrações financeiras a que alude o inciso VI do artigo 5º da Portaria MPAS nº 4.......Assistência e Consultoria Municipal .. conforme disposto no artigo 101 da Lei nº 4... com base em sua escrituração contábil e na forma fixada pelo Ministério da Previdência e Assistência Social. inclusive suas principais realizações.Relatório de Prestação de Contas . e d) demonstrações das variações patrimoniais.balanços: patrimonial... V .......... 5º Para a organização do regime próprio de previdência social devem ser observadas as seguintes normas gerais de contabilidade: I .....-Software ........Fiorilli Sociedade Civil .......320/64 e suas alterações.... Publicada no DOU de 19....2003 VI ....... "3" ...... VI ... contendo exposição sobre as demonstrações financeiras e seus resultados. tesouraria.. (*) Atual redação do art........ VI.. ....... de 26 de novembro de 1998....Ltda . Redação original: Art... conforme o caso. de 17.09. demonstração das variações patrimoniais. com base em sua escrituração contábil e na forma fixada pelo Ministério da Previdência Social. b) demonstração do resultado do exercício. demonstrações financeiras que expressem com clareza a situação do patrimônio do respectivo regime e as variações ocorridas no exercício..........Previdência Municipal III ... VI – o ente estatal ou a unidade gestora do regime próprio de previdência social deve elaborar.992.. a saber: a) balanço orçamentário....notas explicativas às demonstrações financeiras.......... c) balanço patrimonial...cópia do ato de fixação da remuneração e demonstrativos dos pagamentos efetuados aos dirigentes da Entidade e aos membros dos Conselhos. almoxarifado e patrimônio.........o ente estatal ou a unidade gestora do regime próprio de previdência social deve elaborar...... bem como os respectivos períodos de gestão. e dos responsáveis pelo controle interno.. de 1999: Art...... demonstrações financeiras que expressem com clareza a situação do patrimônio do respectivo regime e as variações ocorridas no exercício..........992/99 e suas alterações..... 5º.... se houver...Entidades/Fundos de Previdência Municipal II ... no que couber..... b) balanço financeiro............ Fiorilli Soc... que dispõe sobre contabilidade de entidades fechadas de previdência privada: I .. anexar Portaria de nomeação e enquadramento do cargo)... o disposto na Portaria MPAS nº 4.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 23 I . financeiro.... a) remeter cópia do ato de fixação da remuneração (em se tratando de cargo nomeado pelo Chefe do Executivo... afastamentos e substituições. da Portaria MPAS nº 4.. aplicando-se.. orçamentário.858....... c) demonstração financeira das origens das aplicações dos recursos.2003. IV ......... .relatório das atividades desenvolvidas....... patrimonial do exercício anterior e anexos.. "3" . Fiscal e/ou Curador...

a qual já está de acordo com a exigência do Tribunal. fazer uma relação para cada modalidade. de 4 de setembro de 1969. constando número do processo. IX . preencher a relação do Modelo III.DRAA. constando nº de processo. conforme Modelo III.Relação da Incorporação de Bens Móveis. XII .Modelo III. Os usuários que não fazem licitação pelo sistema deverão. Encaminhar o Demonstrativo de Resultado da Avaliação Atuarial . VIII . objeto. conforme exigido no inciso. valor e data de eventual contrato.Modelo III. separadas por modalidade. XIV .cópia do parecer do conselho fiscal ou do conselho curador. se houver. comprovando a habilitação do profissional ou da empresa de atuária. Anexar a Certidão do Instituto Brasileiro de Atuária do Profissional Responsável. "31" .Fiorilli Sociedade Civil . fazer uma declaração negativa conforme Modelo III.cópia das atas das reuniões ou respectivo(s) extrato(s) do(s) órgão(s) deliberativo(s) competente(s) que tenha(m) aprovado as demonstrações financeiras. fornecedor e data da publicação da ratificação. de acordo com as normas de atuária estabelecidas pela Portaria MPAS nº 4.certidão expedida pelo Instituto Brasileiro de Atuária .Relação da Incorporação de Bens Imóveis. Modelo III. "3" e. caso contrário.avaliação atuarial. se houver. Encaminhar as atas respectivas.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 24 Notas Explicativas já inclusas no Relatório de Prestação de Contas. "30" . "29" . emitido pelo atuário contratado pela Entidade. dispondo sobre a apreciação das demonstrações financeiras.Assistência e Consultoria Municipal . poderão imprimir a Relação das Licitações Realizadas. Fiorilli Soc. .Relação da Desincorporação de Bens Imóveis. conforme o caso. especificando forma e razão. "28" . Anexar a Certidão do Conselho Regional de Contabilidade do Profissional Responsável. Providenciar "declaração" a respeito.Modelo III. dentro do prazo de validade.IBA. Encaminhar cópia do parecer sobre as demonstrações financeiras e atividades da Entidade. da Lei Federal nº 8.Modelo III. nos termos do Decretolei nº 806.relação das despesas efetuadas com dispensa ou inexigibilidade de licitação. XIII .Ltda . . Civil Ltda. XI .666/93 e suas alterações).certidão expedida pelo Conselho Regional de Contabilidade. data da abertura.666/93.balancete analítico do mês de dezembro.-Software . Os usuários que fazem as licitações ou seus cadastros no sistema. valor. "1". VII . data da abertura. "4". . comprovando a habilitação profissional do responsável pelos balanços e demonstrações contábeis. dentro do prazo de validade. "1" .Relação das Licitações Caso não tenham sido realizadas licitações de determinadas modalidades.relação das incorporações e desincorporações de bens móveis e imóveis.relação das licitações realizadas. objeto. de acordo com o que dispuser as normas legais e regulamentares da Entidade. nº da licitação. conforme dispuser as normas legais e regulamentares da Entidade. "2".992/99 e suas alterações.cópia do boletim de caixa e bancos de 31 (trinta e um) de dezembro e respectiva conciliação bancária.Relação da Desincorporação de Bens Móveis. fazer uma declaração negativa para cada uma conforme Modelo III. vencedor(es). XV . nos casos enquadrados na exigência de ratificação do ato (artigo 26. XVI . Caso tenha sido feito algum processo de dispensa ou inexigibilidade de licitação para despesa maior que o limite de dispensa da Lei 8. X . .

Fiorilli Sociedade Civil - Ltda - Software
CURSOS

Parte: Assunto: Atualização:

Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 25

XVII - relação dos contratos, inclusive aditamentos, convênios e operações de crédito firmados no exercício, mencionando nº do ajuste, data, interessado, objeto, valor, modalidade da licitação ou fundamento da dispensa ou inexigibilidade; Modelo III, "5" - Relação dos Contratos XVIII - relação de obras de arte e objetos históricos adquiridos no período, indicando o valor comercial, importância histórica e origem (nacional ou estrangeira); Modelo III, "14" - Obras de Arte. Caso não tenha ocorrido aquisições, providenciar declaração semelhante ao Modelo III, "15". XIX - relação das carteiras de ações, constando: empresa, tipo, quantidade e valor; Modelo III, "32" - Carteira de Ações XX - cópia das publicações do demonstrativo financeiro e orçamentário da receita e despesa previdenciárias e acumulada no exercício; Esta exigência, certamente, encontrava-se baseada nos termos do caput do art. 14 da Portaria nº 4.992, de 1999, do Ministério da Previdência e Assistência Social, cuja redação original era a seguinte:
"Art. 14. A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios publicarão no respectivo órgão oficial de imprensa, até trinta dias após o encerramento de cada mês, demonstrativo da execução financeira e orçamentária mensal e acumulada do exercício em curso, informando, conforme Anexos II e III desta Portaria:"

No entanto, a redação deste artigo foi objeto de alterações, introduzidas pelas Portarias nº 7.796, de 28.08.2000, nº 3.385, de 14.09.2001 e nº 1.317, de 17.09.2003, sendo sua redação "atual", a seguinte:
"Art. 14 A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios encaminharão à Secretaria de Previdência Social, até trinta dias após o encerramento de cada bimestre do ano civil, Demonstrativo das Receitas e Despesas do Regime Próprio desse período de acordo com o Anexo II."

Dessa forma, ficou dispensada a necessidade da publicação desse demonstrativo pelos regimes previdenciários próprios, bastando a remessa do demonstrativo constante do Anexo II à Secretaria de Previdência Social. Em sendo assim, entendemos que deva ser elaborada uma "declaração" a respeito desse assunto, encaminhando-a ao Tribunal de Contas. XXI - relação, por meio eletrônico, dos adiantamentos concedidos, de conformidade com o programa disponibilizado por este Tribunal; Se não tiver o programa, requisitá-lo junto a sua Unidade Regional ou pelo site "www.tce.sp.gov.br", instalar em seu microcomputador e digitar os dados solicitados. Caso não tenham sido concedidos adiantamentos durante o exercício, fazer "declaração negativa". XXII - cópia da lei que autorizou a criação da Entidade de Previdência Social, escritura pública, estatuto, regimento interno, regulamento de compras, obras e serviços, de admissão de pessoal e demais, se houver. Encaminhar cópia dos documentos solicitados. XXIII - relação dos contratos de programa firmados no exercício com consórcios públicos, no âmbito da gestão associada de serviços públicos, bem como de eventuais alterações, constando: nº do ajuste, data da assinatura, contratado, resumo das obrigações e prazo; Caso tenham sido celebrados os contratos em questão, utilizar o Modelo VI, "4". Caso contrário, fornecer declaração a respeito. XXIV - relação dos contratos de programa firmados no exercício com entes federativos por força de convênios de cooperação no âmbito da gestão associada de serviços públicos, bem como de eventuais alterações, constando: nº do ajuste, data da assinatura, contratado, resumo das obrigações e prazo. Caso tenham sido celebrados os contratos em questão, utilizar o Modelo VI, "5".
Fiorilli Soc. Civil Ltda.-Software - Assistência e Consultoria Municipal

Fiorilli Sociedade Civil - Ltda - Software
CURSOS

Parte: Assunto: Atualização:

Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 26

Caso contrário, fornecer declaração a respeito. § 1º - Remetida a documentação solicitada no inciso XXII, serão enviadas nos exercícios seguintes apenas as alterações ocorridas e, ainda, não havendo informações a serem prestadas com relação a este e aos demais incisos deste artigo, deverá ser encaminhada apenas declaração negativa. § 2º - As Unidades deverão arquivar separadamente e de forma individualizada os contratos de programas e a respectiva documentação pertinente, inclusive a que comprove a compatibilização e adequação das despesas decorrentes às normas vigentes nos Artigos 16 e 17 da LC 101/00 - Lei de Responsabilidade Fiscal, mantendo-os à disposição deste Tribunal. Artigo 202 - As entidades de previdência municipal deverão encaminhar a este Tribunal, no prazo de 30 (trinta) dias, os documentos relativos à decisão de sua paralisação ou de sua extinção.

SEÇÃO XVIII Das Contas dos Fundos e Unidades Gestoras de Previdência Municipal
Artigo 63 - Para fins de fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial quanto à legalidade, legitimidade e economicidade, exercida por meio de controle externo, e julgamento das contas anuais dos gestores dos fundos e unidades gestoras de previdência municipal, deverão encaminhar a este Tribunal, até o dia 31 (trinta e um) de março, a seguinte documentação relativa ao exercício anterior: I - relatório das atividades desenvolvidas, contendo exposição sobre as demonstrações financeiras e seus resultados, inclusive suas principais realizações; Modelo I, "3" - Relatório de Prestação de Contas - Entidades/Fundos de Previdência Municipal. II - certidão contendo os nomes dos dirigentes e membros dos Conselhos de Administração e Fiscal, dos responsáveis pela tesouraria, almoxarifado e patrimônio, quando houver, bem como os respectivos períodos de gestão, afastamentos e substituições; Modelo II, "3" - Certidão Responsáveis - Previdência Municipal III - cópia do ato de fixação de remuneração e demonstrativos dos pagamentos efetuados aos dirigentes da Entidade e aos membros dos Conselhos, se houver; a) remeter cópia do ato de fixação da remuneração; b) remeter cópia das folhas de pagamento respectivas. Caso não sejam remunerados, fornecer "declaração" a respeito. IV - balanços: patrimonial, orçamentário, financeiro, demonstração das variações patrimoniais e anexos; V - demonstrações financeiras de que alude o inciso VI do artigo 5º da Portaria MPAS nº 4.992/99 e suas alterações; (*) Vide a nota inserida quanto à mesma obrigação para as Entidades de Previdência Municipal VI - notas explicativas às demonstrações financeiras; Notas Explicativas já inclusas no Relatório de Prestação de Contas. Providenciar "declaração" a respeito. VII - avaliação atuarial, de acordo com as normas de atuária estabelecidas pela Portaria MPAS nº 4.992/99 e suas alterações; Encaminhar o Demonstrativo de Resultado da Avaliação Atuarial - DRAA, emitido pelo atuário contratado pela Entidade. VIII - atas das reuniões ou respectivo(s) extrato(s) do(s) órgão(s) deliberativo(s) competente(s) que tenha(m) aprovado as demonstrações financeiras, se houver; Encaminhar as atas respectivas, dispondo sobre a apreciação das demonstrações financeiras, de acordo com o que dispuser as normas legais e regulamentares do Fundo. Caso não tenha, fornecer "declaração" a respeito. IX - cópia do boletim de caixa e bancos de 31 (trinta e um) de dezembro e respectiva conciliação bancária;
Fiorilli Soc. Civil Ltda.-Software - Assistência e Consultoria Municipal

Fiorilli Sociedade Civil - Ltda - Software
CURSOS

Parte: Assunto: Atualização:

Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 27

Boletim de Caixa Para fazer a conciliação bancária: a) imprimir os extratos de contas correntes no sistema; b) comparando-o com o extrato bancário do mesmo período, preencher um quadro de conciliação bancária para cada conta corrente ou utilizar o programa de conciliação existente no sistema, para registrar dados e fazer a conciliação completa; c) caso não tenha um modelo próprio, e não deseje utilizar o programa, o Modelo IV serve de subsídio para a confecção da mesma. X - balancete analítico do mês de dezembro; XI - certidão expedida pelo Conselho Regional de Contabilidade, comprovando a habilitação profissional do responsável pelos balanços e demonstrações financeiras; Anexar a Certidão do Conselho Regional de Contabilidade do Profissional Responsável, dentro do prazo de validade, se houver. XII - certidão expedida pelo Instituto Brasileiro de Atuária - IBA, comprovando a habilitação do profissional ou da empresa de atuária; Anexar a Certidão do Instituto Brasileiro de Atuária do Profissional Responsável, dentro do prazo de validade, se houver. XIII - cópia do parecer do Conselho Fiscal, se houver; Encaminhar a cópia respectiva, em caso positivo XIV - relação das incorporações e desincorporações de bens móveis e imóveis, especificando forma e razão; - Modelo III, "28" - Relação da Incorporação de Bens Móveis; - Modelo III, "29" - Relação da Incorporação de Bens Imóveis; - Modelo III, "30" - Relação da Desincorporação de Bens Móveis; - Modelo III, "31" - Relação da Desincorporação de Bens Imóveis. XV - relação das licitações e/ou dispensas/inexigibilidades realizadas para atender às necessidades do Fundo ou Unidade Gestora de Previdência Municipal; Modelo III, "1" - Relação das Licitações Caso não tenham sido realizadas licitações de determinadas modalidades, fazer uma declaração negativa para cada uma conforme Modelo III, "2". Os usuários que fazem as licitações ou seus cadastros no sistema, poderão imprimir a Relação das Licitações Realizadas, a qual já está de acordo com a exigência do Tribunal. Os usuários que não fazem licitação pelo sistema deverão, conforme exigido no inciso, fazer uma relação para cada modalidade, conforme Modelo III, "1". Caso tenha sido feito algum processo de dispensa ou inexigibilidade de licitação para despesa maior que o limite de dispensa da Lei 8.666/93, preencher a relação do Modelo III, "3" e, caso contrário, fazer uma declaração negativa conforme Modelo III, "4". XVI - relação da carteira de ações, constando: empresa, tipo, quantidade e valor; Modelo III, "32" - Carteira de Ações XVII - cópia das publicações do demonstrativo financeiro e orçamentário e da receita e despesa previdenciária e acumulada no exercício; (*) Vide a nota inserida quanto à mesma obrigação para as Entidades de Previdência Municipal XVIII - relação, por meio eletrônico, dos adiantamentos concedidos, de conformidade com o programa disponibilizado por este Tribunal;

Fiorilli Soc. Civil Ltda.-Software - Assistência e Consultoria Municipal

Fiorilli Sociedade Civil - Ltda - Software
CURSOS

Parte: Assunto: Atualização:

Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 28

Se não tiver o programa, requisitá-lo junto a sua Unidade Regional ou pelo site "www.tce.sp.gov.br", instalar em seu microcomputador e digitar os dados solicitados. Caso não tenham sido concedidos adiantamentos durante o exercício, fazer "declaração negativa". XIX - cópia da lei que autorizou a criação do Fundo ou Unidade Gestora de Previdência Municipal, normas de funcionamento e regimento interno. Encaminhar cópia dos documentos solicitados. Caso já tenham sido encaminhados anteriormente, remeter apenas eventuais alterações ocorridas no exercício referente ao da prestação de contas. § 1º - Remetida a documentação solicitada no inciso XIX, serão enviadas nos exercícios seguintes apenas as alterações ocorridas e, ainda, não havendo informações a serem prestadas com relação a este e aos demais incisos deste artigo, deverá ser encaminhada apenas declaração negativa. § 2º - Para os efeitos de aplicação dos termos destas Instruções considerar-seá "gestor de previdência municipal" o Diretor ou responsável pelo Fundo ou Unidade Gestora de Previdência Municipal. § 3º - Entende-se como "Unidade Gestora" aquela com a finalidade de gerenciamento e operacionalização de regime próprio de previdência social. § 4º - O processo de tomada de contas dos gestores dos Fundos e Unidades Gestoras de Previdência Municipal será julgado por este Tribunal, independentemente do processo de prestação anual de contas da administração financeira do Município. § 5º - O processo de tomada de contas do gestor do Fundo ou Unidade Gestora de Previdência Municipal não elide a responsabilidade do titular do Poder Executivo quanto aos atos e fatos da sua gestão. 4.6 - Das Sociedades de Economia Mista e das Empresas Públicas

CAPÍTULO VI DAS SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA E DAS EMPRESAS PÚBLICAS
SEÇÃO I Das Contas
Artigo 223 - Para fins de fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial, quanto à legalidade, legitimidade e economicidade, exercida por meio do controle externo e julgamento das contas anuais das sociedades de economia mista e empresas públicas, quando o Poder Público tiver maioria acionária com direito a voto, de forma individual ou coletiva, bem como apreciação dos atos praticados por seus ordenadores de despesa, administradores, gestores e demais responsáveis por bens e valores públicos, deverá ser encaminhada a este Tribunal, pelas sociedades de economia mista, no prazo de 30 (trinta) dias a contar da realização de sua Assembléia Geral Ordinária e pelas empresas públicas, quando não se submeterem a este procedimento, até 90 (noventa) dias após o encerramento de seu exercício financeiro, a seguinte documentação relativa ao exercício anterior: I - relatório das atividades desenvolvidas, contendo exposição sobre as demonstrações contábeis e seus resultados, inclusive as suas principais realizações; Modelo I - "5" - Relatório de Prestação de Contas - Empresa Pública II - certidão contendo os nomes dos dirigentes e integrantes da Presidência, Diretoria, Conselhos e os responsáveis pelo controle interno, tesouraria, almoxarifado e patrimônio, com os respectivos períodos de gestão, afastamentos e substituições; III - cópia da fixação da remuneração e demonstrativos dos pagamentos efetuados aos Presidentes, Diretores e Conselheiros, quando couber; IV - balanço patrimonial, demonstração do resultado do exercício e demais demonstrações financeiras; V - cópia do boletim de caixa e bancos de 31 (trinta e um) de dezembro e respectiva conciliação bancária; VI - cópia dos balancetes analíticos de dezembro;
Fiorilli Soc. Civil Ltda.-Software - Assistência e Consultoria Municipal

Civil Ltda. quando couber. XII . vencedor (es). bem como de eventuais alterações. indicando o valor comercial e de aquisição. resumo das obrigações e prazo.7 . XV . constando número do processo.relação com os nomes e participação de cada acionista.relação dos contratos de programa firmados no exercício com entes federativos por força de convênios de cooperação. objeto. convênios firmados com órgãos públicos e operações de crédito celebrados no exercício. bem como de eventuais alterações. inclusive a que comprove a compatibilização e adequação das despesas decorrentes às normas vigentes nos Artigos 16 e 17 da LC 101/00 . constando: nº do ajuste.As Unidades deverão arquivar separadamente e de forma individualizada os contratos de programas e a respectiva documentação pertinente. XI .relação dos contratos de programa firmados no exercício com consórcios públicos. XIV . data da assinatura.Fiorilli Sociedade Civil . IX . deverão encaminhar a este Tribunal.cópia do parecer do Conselho Fiscal. nos exercícios seguintes apenas as alterações ocorridas e.cópia da lei que autorizou a instituição da sociedade de economia mista ou empresa pública. n° da licitação. quando for o caso. não havendo informações a serem prestadas com relação a este e aos demais incisos deste artigo. data da abertura. constando n° do processo.Lei de Responsabilidade Fiscal. XX . XVI . constando: nº do ajuste. VIII .As entidades referidas neste Capítulo. interessado. X . 4. de admissão de pessoal e demais se houver. no prazo de 30 (trinta) dias. Artigo 224 . adaptando-se os Modelos sugeridos. inclusive constando a parte integralizada e a integralizar do capital.Assistência e Consultoria Municipal . no âmbito da gestão associada de serviços públicos. § 2º . modalidade da licitação ou fundamento da dispensa ou inexigibilidade. quando couber. XIII . escritura pública. objeto.666/93 e suas alterações). os documentos relativos à decisão de sua paralisação ou de sua extinção. regimento interno. data da abertura. XIX . mencionando nº do ajuste.Dos Consórcios Intermunicipais CAPÍTULO VII DOS CONSÓRCIOS INTERMUNICIPAIS Fiorilli Soc. fornecedor e data da publicação da ratificação. deverá ser encaminhada apenas declaração negativa. data. XVIII . quando couber. obras e serviços.cópia da ata e respectiva publicação da Assembléia Geral Ordinária que aprovou as contas do exercício. no âmbito da gestão associada de serviços públicos. mantendo-os à disposição deste Tribunal.Ltda . resumo das obrigações e prazo. tipo.relação de obras de arte e objetos históricos adquiridos no período. valor e data de eventual contrato.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 29 VII . na qual constem empresa.relação das ações negociadas (aquisição e venda). XVII . quantidade. quando couber.certidão expedida pelo Conselho Regional de Contabilidade. contratado.relação das despesas efetuadas com dispensa ou inexigibilidade de licitação.relação das licitações realizadas. valor. importância histórica e origem (nacional ou estrangeira). nos casos enquadrados na exigência de ratificação do ato (artigo 26 da Lei Federal n° 8.-Software . data da assinatura.Remetida a documentação solicitada no inciso XVIII. serão enviadas. ainda. valor. separadas por modalidade.cópia do parecer da Auditoria Interna e/ou Independente. comprovando a habilitação profissional do responsável pelos balanços e demonstrações contábeis.cópia da publicação anual dos valores dos subsídios e das remunerações dos empregos públicos. NOTA: Aplicar as observações consignadas nos itens anteriores. estatuto. contratado. objeto. § 1º . valor e as instituições envolvidas. regulamentos de compras.relação dos contratos inclusive aditamentos.

Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 30 SEÇÃO I Das Contas Artigo 256 .Demonstração das Variações Patrimoniais. a seguinte documentação. Modelo III. bem como a apreciação da aplicação dos recursos transferidos aos mesmos por um dos municípios associados. seja. tesouraria. inclusive extraorçamentária. "11". legitimidade e economicidade. financeira. Anexo 12 . ou qualquer forma de repasse de auxílios. nos termos do regulamento do Consórcio VIII .certidão contendo os nomes dos dirigentes. interessado. Modelo II. comprovando a habilitação profissional do responsável pelos balanços e demonstrações contábeis.Consórcios Intermunicipais II .Relação dos Contratos IX .Certidão Dirigentes e Responsáveis (adaptar) III .relação dos contratos. membros titulares. Anexo 15 .cópia da fixação da remuneração e demonstrativos dos pagamentos efetuados aos dirigentes do Consórcio Intermunicipal. VII . deverá ser encaminhada a este Tribunal até 31 (trinta e um) de março. "10" . subvenções e contribuições recebidos do Estado. Anexar a Certidão do Conselho Regional de Contabilidade do Profissional Responsável.certidão expedida pelo Conselho Regional de Contabilidade.relação dos auxílios. se houver.Balanço Patrimonial b) balanço orçamentário. respectivos substitutos ou suplentes dos Conselhos existentes e os responsáveis pelo controle interno. "1" . "4" . relativa ao exercício anterior: I . V . Anexo 14 . b) Balancete da Despesa do mês de Dezembro VI . IV . a) balanço patrimonial. se houver.cópia do parecer do Conselho Fiscal e outros. modalidade da licitação ou fundamento da dispensa ou inexigibilidade. data. exercida por meio do controle externo. X . valor e data do recebimento.00.Fiorilli Sociedade Civil . quanto à legalidade. operacional e patrimonial. Caso não sejam remunerados. objeto. e julgamento das contas dos consórcios intermunicipais personalizados juridicamente. valor. de valor igual ou superior a R$ 750. No caso de ter recebido auxílios. orçamentária. a título de cotas de contribuição. com os respectivos períodos de gestão.Estado. utilizar o Modelo III. mencionando nº do ajuste.Balanço Financeiro d) demonstração das variações patrimoniais. Civil Ltda. a) Balancete da Receita do mês de Dezembro. distintamente. Modelo I. utilizar o Modelo III.000.Balanço Orçamentário c) balanço financeiro. corrigidos anualmente pela Fiorilli Soc.Ltda .-Software . constando órgão concessor. contendo exposição sobre as demonstrações contábeis e seus resultados. assim como receitas próprias. inclusive aditamentos e convênios firmados no exercício.Assistência e Consultoria Municipal . subvenções e contribuições. afastamentos e substituições. fornecer "declaração" a respeito. a) remeter cópia do ato de fixação da remuneração.balanços e demais demonstrações contábeis.relatório do Conselho Municipal de Prefeitos ou equivalente sobre as atividades desenvolvidas. conforme o caso. Caso contrário. "5" .Para fins de fiscalização contábil. dentro do prazo de validade. b) remeter cópia das folhas de pagamento respectivas. Encaminhar cópia dos pareceres emitidos. objeto.Relatório de Prestação de Contas . almoxarifado e patrimônio.relação dos Contratos de Gestão. Anexo 13 . Termos de Parceria e Convênios firmados no exercício com entidades do Terceiro Setor.cópia dos balancetes da receita e da despesa de dezembro. inclusive as suas principais realizações.Auxílios recebidos .

nos exercícios seguintes apenas as alterações ocorridas e. obras e serviços. Modelo III. interessada (OS. em conformidade com o Anexo 2. nos termos dos artigos 12. regimento interno. Encaminhar cópia da publicação solicitada.320/64.cópia da publicação anual dos valores dos subsídios e das remunerações dos cargos e empregos públicos. separados por modalidade. decorrentes dos vigentes Contratos de Gestão. objeto.repassados e pendentes). classificação contábil das transferências (correntes ou de capital). ainda. Modelo III . quantidade e valor.-Software .Relação de Empréstimos Caso não tenha ocorrido empréstimos. 16 e 21 da LF n° 4. Modelo III. financiamentos e operações de crédito.cópia da lei que autorizou a instituição do consórcio intermunicipal.provenientes de auxílios / subvenções / contribuições (Anexo 2 TCE)."6" . "33" . estatuto.relação das carteiras de ações na qual constem empresa. valor e número de protocolo do TCESP dado aos respectivos ajustes. subvenções e contribuições.deverá conter identificação dos municípios repassadores.000.Obras de Arte XIV . quando couber.relação de obras de arte e objetos históricos adquiridos no período. "20". XVII . deverá ser encaminhada apenas declaração negativa. escritura pública. firmados com instituições públicas ou privadas. providenciar declaração semelhante ao Modelo III. "19" . na qual constem empresa. tipo. Modelo IV .Carteira de Ações XVI .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 31 variação da UFESP.relação de todos repasses financeiros ao Terceiro Setor.relação de todos repasses financeiros ao Terceiro Setor. acompanhada dos respectivos pareceres conclusivos elaborados nos termos do artigo 369 (DAS DISPOSIÇÕES FINAIS) Modelo IV .Repasses Públicos ao Terceiro Setor . instituições envolvidas. valor e as instituições envolvidas na operação. XVIII . importância histórica e origem (nacional ou estrangeira). valores (devidos. discriminando por operação. corrigidos anualmente pela variação da UFESP."1" . acompanhada dos respectivos pareceres conclusivos elaborados nos termos do artigo 369 (DAS DISPOSIÇÕES FINAIS). data do ajuste. tipo. não havendo informações a serem prestadas com relação a este e aos demais incisos deste artigo. XV . data. Fiorilli Soc.relação das ações negociadas (aquisição e venda). XII . em conformidade com o Anexo 1. deverá ser detalhada e obedecer às seguintes regras: I . financiamentos e operações de crédito.Contratos de Gestão. serão enviadas.00."2" . Artigo 257 . OSCIP ou conveniada). XI . efetuados no exercício à conta de auxílios. dos consórcios intermunicipais.A prestação de contas das cotas de contribuição ou outra forma de repasse que não se caracterize como auxílios/subvenções/contribuições. Encaminhar cópia dos documentos solicitados. "34". "14" . vigência e valores. fazer declaração semelhante ao Modelo III.Assistência e Consultoria Municipal . Termos de Parceria e Convênios de valor global inferior a R$ 750.Ações Negociadas Caso não tenha ocorrido aquisição e/ou venda de ações. regulamentos de compras. efetuados no exercício. Civil Ltda. "32" . quantidade. datas.Repasses Públicos ao Terceiro Setor . Termos de Parceria e Convênios. XIII .Ltda . objetivos.relação dos empréstimos. contendo: n° do ajuste. Modelo III. indicando o valor comercial e de aquisição. Parágrafo único – Remetida a documentação solicitada no inciso XVIII. de admissão de pessoal e demais se houver.Fiorilli Sociedade Civil . Modelo III.provenientes de contratos (Anexo 1 TCE).

operacional e patrimonial. deverão encaminhar a este Tribunal.balanço patrimonial.o município gestor arquivará as prestações de contas dos associados para efeitos de fiscalização.balanço orçamentário. VII .Assistência e Consultoria Municipal . V .Documento comprobatório da eleição do representante legal do consórcio público.107.). gestores e demais responsáveis por bens e valores públicos. II . registrado se pessoa jurídica de direito privado.As entidades referidas neste Capítulo. tesouraria.Cartão de inscrição no CNPJ do consórcio público. VIII . VI . e outros ajustes firmados entre entes da Federação consorciados e outros entes e instituições. Fiorilli Soc. quanto à legalidade.cópia da fixação da remuneração e dos demonstrativos dos pagamentos efetuados ao representante legal. bem como dos responsáveis pelo controle interno. V . inclusive as suas principais realizações.Para fins de fiscalização contábil. III . contendo exposição sobre as demonstrações contábeis e seus resultados. financeira. contratos.Fiorilli Sociedade Civil . quando for o caso.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 32 II . almoxarifado.Ltda .cópia do balanço patrimonial do exercício anterior. dos integrantes da Assembléia Geral e dos demais dirigentes conforme estrutura definida nos Estatutos (Diretoria.certidão contendo o nome do representante legal do consórcio público. orçamentária.-Software . bem como a apreciação dos atos praticados por seu representante legal e seus administradores.O respectivo Representante Legal deverá comunicar por ofício a este Tribunal a constituição de consórcio público até o dia 30 do mês subseqüente à data da Assembléia Geral que aprovou sua eleição. Parágrafo único . no prazo de 30 (trinta) dias. Civil Ltda.Protocolo de Intenções acompanhado de suas publicações pelas imprensas oficiais dos entes da Federação consorciados. os documentos relativos à decisão de sua paralisação ou de sua extinção. atos. Conselho Fiscal etc. quando couber. IV .Cópia das leis de ratificação do Protocolo de Intenções e suas respectivas publicações. com os respectivos períodos de gestão. fazendo-o acompanhado de cópia dos seguintes documentos: I . DE 06/04/05) SEÇÃO I Dos Atos de Constituição dos Consórcios Públicos e da Transferência da Competência Jurisdicional sobre Consórcios Públicos para o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo Artigo 309 .Aplicam-se as disposições deste artigo na hipótese de eleição de novo representante legal de consórcio público já constituído que implique na transferência de sua subordinação jurisdicional para o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.8 . Artigo 258 . 4. legitimidade e economicidade das despesas. II .balanço financeiro. III . afastamentos e substituições. até o dia 31 (trinta e um) de março. SEÇÃO II Das Contas Artigo 310 .Contrato de consórcio público.demonstração das variações patrimoniais. IV . relativa ao exercício anterior: I .Dos Consórcios Públicos CAPÍTULO VIII DOS CONSÓRCIOS PÚBLICOS (LEI FEDERAL 11. inclusive de rateio e de programa. diretores e conselheiros. patrimônio e fundos especiais. a seguinte documentação. exercida por meio do controle externo e julgamento das contas anuais dos consórcios públicos. deverá ser encaminhada a este Tribunal.relatório das atividades desenvolvidas.

Fiorilli Sociedade Civil . Fiorilli Soc. valor e data de eventual(is) contrato(s). data da abertura. nos casos enquadrados na exigência de ratificação do ato (artigo 26 da Lei Federal n° 8. fornecedor e data da publicação da ratificação. identificando os valores processados e os não processados. valor e data do recebimento.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 33 IX . XV . informando: a) nº do ajuste. firmados no exercício. bem como de eventuais alterações. relacionados separadamente os destinados à área da Saúde. convênios firmados com órgãos públicos. XVII . separadas por modalidade. n° da licitação. constando número do processo. XXIII .comparativo da receita orçada com a arrecadada. se houver. valor. XXVIII .demonstrativo da despesa e receita segundo as categorias econômicas. bem como de eventuais alterações.cópia do parecer do Conselho Fiscal e outros. constando objeto.cópia da ata e respectiva publicação da Assembléia Geral que aprovou as contas do exercício. XX . XIII . abrangendo os fundos especiais. firmados no exercício. Civil Ltda. objeto. XVIII .relação dos auxílios.-Software . valor. data da assinatura e prazo.certidão expedida pelo Conselho Regional de Contabilidade. objeto. XXIV . XII . XXX .cópia dos Estatutos do consórcio público. conforme o caso. subvenções e contribuições recebidos da União.relação dos contratos inclusive aditamentos. X . quando couber. XXI .cópia do parecer da Auditoria Interna e/ou independente. no âmbito da gestão associada de serviços públicos. XIV . XXV .Assistência e Consultoria Municipal .relação das despesas efetuadas com dispensa ou inexigibilidade de licitação.relação das licitações realizadas. valor e data do recebimento.demonstrativo da dívida flutuante. XXII . operações de crédito e os de concessão e permissão de serviços públicos. constando órgão concessor. XI . comprovando a habilitação profissional do responsável pelos balanços e demonstrações contábeis. data. vencedor(es). XXXI . b) interveniente e c) valor total. modalidade da licitação ou fundamento da dispensa ou inexigibilidade. mencionando nº do ajuste.relação. dos auxílios. XIX . XXVII .cópia dos demonstrativos enviados aos entes consorciados com as informações das despesas realizadas com os recursos entregues em virtude dos contratos de rateio. data da abertura.cópia do boletim de caixa e bancos de 31 (trinta e um) de dezembro e respectiva conciliação bancária.quadro consolidado das despesas por categoria econômica. XXIX .comparativo da despesa autorizada com a realizada. subvenções e contribuições recebidos. XVI . interessado.Ltda . objeto. inclusive extra-orçamentária.demonstrativo da despesa por funções e subfunções.cópia dos contratos de programa firmados pelo consórcio público no exercício.666/93 e suas alterações). quando couber.relação dos contratos de rateio. por entidade concessora ou órgão de governo concessor dos níveis municipal e estadual. XXVI . constando n° do processo.cópia dos balancetes da receita e da despesa de dezembro.demonstrativo da dívida fundada.relação de Restos a Pagar. objeto.

000. XLII . valor e as instituições envolvidas na operação.cópia do respectivo instrumento aprovado pela Assembléia Geral e das respectivas leis ratificadoras dos entes federativos consorciados. por meio eletrônico.relação das ações negociadas (aquisição e venda). Termos de Parceria e Convênios de valor global inferior a R$ 750. na qual constem empresa.00.Fiorilli Sociedade Civil . indicando o valor comercial e de aquisição.320/64. 16 e 21 da LF n° 4. informando nome. serão enviadas nos exercícios seguintes apenas as alterações ocorridas e. em conformidade com o programa fornecido por este Tribunal. XXXIV . objeto.relação de obras de arte e objetos históricos adquiridos no período. Civil Ltda.ato formal de comunicação e lei embasadora. XLI . em conformidade com o Anexo 2. acompanhada dos respectivos pareceres conclusivos elaborados nos termos do artigo 369 (DAS DISPOSIÇÕES FINAIS) Parágrafo único .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 34 XXXII . ainda. no caso de ocorrência de alteração ou extinção do contrato de consórcio público. não havendo informações a serem prestadas com relação a estes e aos demais incisos deste artigo. corrigidos anualmente pela variação da UFESP. tipo. deverá ser encaminhada apenas declaração negativa.relação dos funcionários cedidos ao consórcio público. adaptando-se os Modelos sugeridos Fiorilli Soc. efetuados no exercício à conta de auxílios. XXXV . e cópia da respectiva legislação disciplinadora da matéria. decorrentes dos vigentes Contratos de Gestão. data. acompanhada dos respectivos pareceres conclusivos elaborados nos termos do artigo 369 (DAS DISPOSIÇÕES FINAIS).Ltda . efetuados no exercício.declaração informando o embasamento legal que regulamenta a realização de despesas. importância histórica e origem (nacional ou estrangeira). XXXVII . subvenções e contribuições. em conformidade com o Anexo 1.-Software . Termos de Parceria e Convênios firmados no exercício com entidades do Terceiro Setor. contendo: n° do ajuste. sob o regime de adiantamento. no caso de ocorrência de retirada de ente da Federação do consórcio público.relação de todos repasses financeiros ao Terceiro Setor. XXXIII . ente de origem e permissivo legal.relação. nos termos dos artigos 12. NOTA: Aplicar as observações consignadas nos itens anteriores. XXXIX .00. separados por modalidade. valor e número de protocolo do TCESP dado aos respectivos ajustes.relação de todos repasses financeiros ao Terceiro Setor. interessada (OS. XL . dos adiantamentos concedidos. corrigidos anualmente pela variação da UFESP.cópia da publicação anual dos valores das remunerações dos cargos e empregos públicos.000. XXXVIII .Remetida a documentação prevista nos incisos do artigo 309 e nos incisos XXVIII e XXXVII deste artigo.relação dos Contratos de Gestão.Assistência e Consultoria Municipal . pelo consórcio público. XXXVI . OSCIP ou conveniada). quantidade. de valor igual ou superior a R$ 750.

de __ de ________ de ___. em especial.. Lei nº ___/__ (LOA/200_). 165 da Constituição Federal. orienta a elaboração da lei orçamentária anual. onde são apresentados quadros comparativos e demais demonstrativos consignando os resultados alcançados.. para que seja submetida à apreciação desse Egrégio Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.período ____/____ . de . em __ de ________ de 200_ (nome do município e data) Ofício nº __/__ Senhor Presidente Temos a honra de encaminhar a Vossa Excelência...320. Civil Ltda. de alterações. Considerações Preliminares O orçamento público municipal é o instrumento essencial na atuação do Poder Legislativo no direcionamento e fiscalização dos recursos públicos e no processo de formulação de políticas públicas e acompanhamento de sua implementação. vai acompanhado dos documentos exigidos por esse Egrégio Tribunal. objetivos e metas da adiministração pública municipal para as despesas de capital e outras dela decorrentes. Os resultados constantes dos documentos anexados. aprovada pela Resolução nº 8.Prefeituras PRESTAÇÃO DE CONTAS .. adaptações ou outras modificações. de 2007. de 200_). O plano plurianual . e.Assistência e Consultoria Municipal . Fiorilli Soc. Lei nº ___/__ (LDO/200_).. em confronto com as metas estabelecidas na Lei de Diretrizes Orçamentárias .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 35 Modelos Os modelos aqui apresentados buscam apenas auxiliar os profissionais ligados aos assuntos de orçamento e de finanças públicas. de ... com suas peças analíticas complementares. de 28 de novembro de 2007. As Leis do Plano Plurianual (PPA) e das Diretrizes Orçamentárias (LDO) são instrumentos definidores dos parâmetros e diretrizes para a elaboração e execução da Lei Orçamentária Anual (LOA).. portanto.foi instituído pela Lei nº __... de modo geral.. Em se tratando de "modelos". reflete toda a ação político-administrativa desta Prefeitura.. O presente relatório. dividimos o relatório em itens específicos. incluindo as despesas de capital para o exercício financeiro subseqüente. de acordo com o que prevê o § 1º do art..."1" Relatório de Prestação de Contas .. Modelo I . Plano Plurianual A lei que institui o plano plurianual estabelece as diretrizes. de 17 de março de 1964.Fiorilli Sociedade Civil . a qual. também foi disciplinado pelos seguintes dispositivos legais: Lei nº ___/__ (PPA ____/____)..Relatório de Prestação de Contas Modelo I ..EXERCÍCIO DE 200_ PREFEITURA MUNICIPAL DE _____________ ____________... que analisa aspectos da gestão econômica-financeira desta Prefeitura. relativa ao exercício financeiro de 200_.-Software . passíveis.LDO (Lei nº ... O processo orçamentário municipal relativo ao exercício financeiro de 200_ foi disciplinado pelos mandamentos da Constituição Federal e pelas disposições contidas na Lei nº 4. Para facilitar essa análise. e dispõe sobre as alterações na legislação tributária. a prestação de contas desta Prefeitura. conforme as Instruções de nº 2. assim como as relativas aos programas de duração continuada.Ltda . não trazem consigo qualquer obrigatoriedade de adoção e assim devem ser recepcionados pelos eventuais interessados. Lei de Diretrizes Orçamentárias A lei de diretrizes orçamentárias compreende as metas e prioridades da administração pública municipal. além destes. têm por objetivo a oferta de melhores condições para uma ampla visão da situação econômico-financeira.

Previsão da Receita e a Fixação da Despesa na Lei Orçamentária Anual A receita estimada é apresentada no quadro seguinte: RECEITA ESTIMADA RECEITAS CORRENTES Receita Tributária Receita de Contribuições Receita Patrimonial Receita de Serviços Transferências Correntes Outras Receitas Correntes (-) Deduções da Receita Orçamentária RECEITAS DE CAPITAL Operações de Crédito Alienação de Bens Transferências de Capital Outras Receitas de Capital TOTAL VALORES . segundo as categorias econômicas e os grupos de natureza da despesa. 1. foram abertos créditos adicionais.Assistência e Consultoria Municipal VALOR R$ . conforme mostrado a seguir: CRÉDITOS ADICIONAIS Suplementares Especiais Extraordinários TOTAL (-) Abertos com recursos de anulações (=) TOTAL LÍQUIDO Fiorilli Soc.Fiorilli Sociedade Civil .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 36 Tem como finalidade principal compatibilizar a programação orçamentária anual com o planejamento de longo prazo definido pelo PPA.Ltda . foi sancionada e promulgada sob o nº ___.LOA A elaboração dessa lei deve orientar-se pelas disposições estabelecidas na lei de diretrizes orçamentárias aprovada para o exercício e conformar-se com os objetivos e metas constantes do plano plurianual vigente no período. foi sancionada e promulgada sob o nº ____.R$ A despesa fixada.-Software . A Lei de Diretrizes Orçamentárias (exercício de 200_).R$ 2. é apresentada no quadro seguinte: DESPESA FIXADA DESPESAS CORRENTES Pessoal e Encargos Juros da Dívida Outras Despesas Correntes DESPESAS DE CAPITAL Investimentos Inversões Financeiras Amortização da Dívida RESERVA DE CONTINGÊNCIA TOTAL VALORES . Alterações do Orçamento Para a obtenção dos recursos necessários à execução orçamentária do exercício. Lei Orçamentária Anual . no valor líquido de R$ _______. Civil Ltda. de __ de ______ de 200_. A Lei Orçamentária Anual (exercício de 200_). de __ de _______ de 200_.

equivalente a ___% do valor de previsão.__ R$_____.__. CLASSIFICAÇÃO Receitas Correntes Receitas de Capital TOTAL 100. As Receitas Correntes participam com ___% do total da receita arrecadada. No quadro a seguir.__ R$_____. Em relação ao arrecadado no exercício anterior.__.__. representados por __ leis e __ decretos. valor correspondente a ___% do previsto. 3. As Receitas de Capital participam com ___% do total da receita.__ ____. houve um(a) (aumento/queda) real na arrecadação de ___%. Civil Ltda. Os recursos utilizados para a abertura desses créditos foram os seguintes: Superávit financeiro Excesso de arrecadação Operações de crédito R$_____. em que foi realizada a receita de R$ ___. A execução das Receitas Correntes totalizou um valor de R$ ____. realização esta que corresponde a __% da receita total prevista. CLASSIFICAÇÃO RECEITAS DE CAPITAL Operações de Crédito Alienação de Bens Amortiz.1 Receitas Correntes natureza. Execução da Receita A receita orçamentária efetivamente arrecadada é mostrada no quadro a seguir. totalizando R$ ______.__. as Receitas Correntes têm seus valores distribuídos segundo a sua CLASSIFICAÇÃO RECEITAS CORRENTES Receita Tributária Receita de Contribuições Receita Patrimonial Receita Agropecuária Receita Industrial Receita de Serviços Transferências Correntes Outras Receitas Correntes Deduções da Receita Corrente PREVISÃO R$ % Receita Total EXECUÇÃO R$ % Receita Total EXECUÇÃO/ PREVISÃO % 3. um(a) (aumento/queda) real de arrecadação dessa receita de ___%. Esse valor executado representa.2 Receitas de Capital O quadro seguinte mostra os valores de previsão e execução das Receitas de Capital.00 100.Assistência e Consultoria Municipal PREVISÃO R$ % EXECUÇÃO R$ % EXEC/PREV % . fixação da despesa orçamentária passou a ser de R$ 3. de Empréstimos Transferências de Capital Outras Receitas de Capital Fiorilli Soc.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 37 A abertura dos créditos adicionais processou-se com a publicação de __ diplomas legais. em relação ao exercício anterior.__.Fiorilli Sociedade Civil . A execução das Receitas de Capital totalizou R$ ____.-Software . distribuídos entre os seus grupos de receitas.00 PREVISÃO R$ % EXECUÇÃO R$ % EXECUÇÃO/ PREVISÃO % Em relação ao exercício anterior (200_). Depois de alterada pelos créditos abertos.Ltda . houve um(a) (aumento/redução) de arrecadação dessa receita de ___%.

por funções de governo discriminando-se os projetos respectivos. ___%. portanto.Fiorilli Sociedade Civil .00 100. 6.Ltda . representou ___%. evidenciando.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 38 4.320.__. Civil Ltda. Em relação ao exercício anterior (200_). referentes ao exercício de 200_. as diferenças entre elas. Desse percentual. FUNÇÕES ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO Projeto x Projeto y AGRICULTURA Projeto x Projeto y EDUCAÇÃO E CULTURA Projeto x Projeto y HABITAÇÃO E URBANISMO Projeto x Projeto y INDÚSTRIA. COMÉRCIO E SERVIÇOS Projeto x Projeto y SAÚDE E SANEAMENTO Projeto x Projeto y ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA Projeto x Projeto y FIXADO R$ REALIZADO R$ % REALIZADO/FIXADO 6. que corresponde a ___% do crédito total autorizado.-Software . 6. como também as receitas e despesas realizadas. CLASSIFICAÇÃO FIXAÇÃO ATUALIZADA R$ % EXECUÇÃO R$ % % EXECUÇÃO/ PREVISÃO Despesas Correntes Despesas de Capital TOTAL 100. Poder Executivo. A participação dos Poderes do Município na execução da despesa orçamentária no exercício apresentou os seguintes percentuais: Poder Legislativo. consideradas as alterações havidas no decorrer do exercício com a abertura de créditos adicionais. de 17 de março de 1964. ainda.1 Balanço Orçamentário O Balanço Orçamentário sintetiza as receitas e despesas previstas e fixadas no orçamento. esse valor representa um(a) (aumento/redução) real da despesa de ___%.1.1. Execução da Despesa A despesa orçamentária apresenta o total executado de R$ ____.1. havendo. Balanços Gerais As demonstrações contábeis que compõem os Balanços do Município. as Receitas Correntes participam com ___%.1 Receita Prevista e Receita Arrecadada Fiorilli Soc. ___%. em relação à sua fixação. foram elaboradas de acordo com as disposições da Lei nº 4. e as Despesas de Capital com ___%. assim como pelas demais normas regulamentares a respeito da matéria. Principais Realizações por Funções de Governo O quadro adiante demonstra as principais realizações durante o exercício. uma economia de dotações da ordem de ___%. 5.1 Receitas e Despesas Orçamentárias (comparativos) 6.Assistência e Consultoria Municipal .00 A execução da despesa.

__. equivalente a ___% da despesa fixada.__ R$______.__ R$ ________.1.R$ % 100.__.__ R$ _____.__ R$ ______.1.__ Fiorilli Soc. e indica o resultado patrimonial.00 6.__ R$ _____.__ R$ ________. Receita Arrecadada Despesa Realizada Superávit/Déficit Orçamentário R$ _______.12. bem como os saldos discriminados no Balanço Financeiro podem ser assim sumariados: Disponível do exercício anterior .__ R$ ______. DESPESA Fixada Executada Diferença VALOR .__ R$ ________.R$ % 100.__ R$ ________. coincide com os existentes no grupo “Disponível" do Balanço Patrimonial. conforme observado a seguir: VARIAÇÕES ATIVAS RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA Receita Orçamentária Mutações Patrimoniais INDEPENDENTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA R$ ______. bem como os recebimentos e os pagamentos de natureza extra-orçamentária.00 6.__ R$ _______.__ (+) Ingressos Orçamentários Extra-orçamentários (-) Dispêndios Orçamentários Extra-orçamentários (=) Disponível do exercício . conforme demonstrado a seguir: RECEITA Prevista Arrecadada Diferença VALOR .2 Despesa Fixada e Despesa Realizada Confrontando-se a despesa fixada com a despesa realizada.1.00 __.Assistência e Consultoria Municipal . de R$ _____.__ 100.Fiorilli Sociedade Civil . verifica-se a (não realização da arrecadação/superação da arrecadação) de R$ ____.__ R$ ______. constata-se uma diferença.__% __.__ R$ _______. que corresponde a ___% a (menor/maior) que a prevista.3 Demonstração das Variações Patrimoniais O Demonstrativo das Variações Patrimoniais evidencia os efeitos ocorridos no patrimônio do Município durante o exercício. correspondente a ___% da receita arrecadada.-Software .2 Balanço Financeiro O Balanço Financeiro é o demonstrativo contábil que reflete a receita e a despesa orçamentárias. Civil Ltda. O resultado patrimonial do exercício é obtido pelo confronto entre as variações ativas e passivas. assim demonstrado. conforme demonstrado a seguir.__ R$_______.12.__% 6. conjugados com os saldos em espécie provenientes do exercício anterior. o que demonstra a sua exatidão. identifica-se um (superávit/déficit) orçamentário de R$ ____.31.3 Receita Arrecadada e Despesa Realizada Comparando-se a receita arrecadada com a despesa realizada.1.__ O saldo de Caixa e Bancos.__ R$ ______.__.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 39 Do confronto da receita estimada com a realizada. no valor de R$ ____. 6.Ltda . A posição das contas de receita e despesas. e os que se transferem para o exercício seguinte.__. a menor.31.

2 Outras Disponibilidades Financeiras Fiorilli Soc. seguem as informações complementares: 6.__ R$ ______. da entidade pública.__.__ 100. em situação estática.__. No presente exercício (____).R$ _______. Civil Ltda.__ VALORES .__.00 _______.1.1 Resultado Patrimonial do Exercício O resultado patrimonial é a diferença entre as variações patrimoniais ativas e as passivas e representa as alterações patrimoniais do exercício.__ _______.Fiorilli Sociedade Civil .4. R$ _____.__ Compensado R$ ______.4 Balanço Patrimonial O Balanço Patrimonial é a demonstração contábil que evidencia. 105.1 ATIVO 6.__ _______.__ R$ ______.__ 6. conforme o quadro acima.__ % ____. O quadro a seguir demonstra seus resultados: ATIVO Financeiro Permanente ATIVO REAL Saldo Patrimonial (se Passivo Real a Descoberto Compensado TOTAL R$ ______. registrou-se um superávit/déficit de R$ _______.Ltda .__ R$ ______. de livre movimentação.4.1.__ e Bancos Conta Especial (Vinculadas).__ Saldo Patrimonial (se Ativo Real Líquido) R$ ______.__ R$ _____.4.__ R$ ______.__ R$ ______. regulamentos ou contratos. Aqui encontramos os saldos de Caixa.4. conforme discriminado a seguir: ATIVO FINANCEIRO Ativo Disponível Caixa Bancos Conta Movimento Contas Vinculadas Outras Disponibilidades Realizável TOTAL _______.__ PASSIVO REAL R$ ______. Bancos Conta Movimento.__ R$ ______.1.__ TOTAL PASSIVO R$ ______.__ Financeiro R$ ______. 6.__ _______.__ R$ ______.__ 6.3.1.__ ____. R$ ____.320/64.__ _______.__ Permanente R$ ______.__ R$ ______.1.__ Para melhor esclarecimento dos elementos que compõem esse balanço.1 Disponível Este subgrupo representa o montante das disponibilidades em poder da Tesouraria. as quais para serem movimentadas obedecem a disposições legais. as contas representativas de bens. 6.__ (-) VARIAÇÕES PASSIVAS RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA Despesa Orçamentária Mutações Patrimoniais INDEPENDENTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA (=) RESULTADO PATRIMONIAL (Superávit/Déficit) R$ ______. ou em forma de depósitos em instituições bancárias. R$ ______.1 Ativo Financeiro O Ativo Financeiro compreende os créditos e valores que independem de autorização orçamentária para serem movimentados. àquelas estabelecidas na Lei nº 4.Assistência e Consultoria Municipal . Este Balanço foi elaborado em obediência às normas legais e. obrigações e o saldo patrimonial positivo ou negativo. compreendendo Ativo e Passivo e estruturado conforme o que dispõe o seu art.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 40 R$ ______.-Software . como também as contas especiais. em especial. direitos.

1. . . .__ R$ _______. . R$ __________. . . . .4.3 Realizável Neste subgrupo são representados os valores financeiros em poder de terceiros e outros direitos junto a pessoas ou entidades devedoras.__ Disponibilidades Financeiras. Neste grupo encontramos os saldos das contas concernentes a: Bens Móveis Bens Imóveis Bens deNaturezaIndustria Créditos Valores Diversos 6. R$__________. . .4.Provenientes de Créditos de Convênios celebrados. . . . . . . .4. .__ R$ _______.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 41 Representa este subgrupo o numerário relativo a outras disponibilidades financeiras que não aquelas relacionadas ao Caixa e Bancos.__ . .__ . . .__% em relação ao exercício anterior (200_).__ R$ _______. Individualizando. . com R$ ______. .1.__.__ R$ ______. multas e outros créditos da Prefeitura Municipal. . . direitos. . .2. Representa este grupo os registros de bens.1.__ R$ ______.__ . . Tratam-se de valores que não se integram ao patrimônio. . .4.1. .Ltda .__ R$ ______. R$ __________. Encontramos neste subgrupo o saldo de Outras _____. . .Exercício de 200_ Saldo do exercício anterior (200_) (+) Inscrições no exercício (=) Subtotal (-) Recebimentos no exercício (-) Baixas e/ou cancelamentos no exercício (=) Saldo do exercício 6. .4. . . . Civil Ltda. . obrigações e situações não compreendidas no patrimônio. . .__ e inclusa em Créditos.-Software . . Desdobrando as contas. . O quadro a seguir revela o demonstrativo sintético desta conta: DÍVIDA ATIVA .__ R$ ______. . . .2 PASSIVO 6. . . encontramos os seguintes saldos: Valores em Poder de Terceiros Valores de Terceiros Responsabilidades Contratuais Garantias Diversas de Terceiros Diversos 6. . mas que refletem as transações contábeis oriundas dos atos administrativos. créditos e valores que para serem movimentados ou alienados. . . dependem de autorização legislativa. possam vir a afetá-lo. .__ VALORES . . .2 Ativo Permanente Este grupo representa os bens. .Fiorilli Sociedade Civil . direta ou indiretamente. . registra os valores relativos aos créditos do Município contra terceiros. . .Assistência e Consultoria Municipal . . . . encontramos os seguintes saldos: Devedores Diversos Responsabilidades Financeiras Títulos e Valores Contas Pendentes Ativas 6.1 Dívida Ativa A rubrica Dívida Ativa. .3 Ativo Compensado Este grupo compreende as contas com função precípua de controle. 6. . mas que. O saldo desta conta apresentou uma variação positiva/negativa de __. . provenientes de tributos. . . R$ Fiorilli Soc.__ . . . . . . .4. .1 Passivo Financeiro R$ ______. .2. .R$ . R$__________. . . .__ R$ _______. . .1. R$__________. .

no montante geral de R$ ______.__. provenientes de parcelamento da dívida flutuante em atraso.__ ________.4.__ ________. Dentre elas pode-se citar: compromissos do Município com organismos previdenciários e Pasep. se negativa.2.R$ % 6.2 Dívida Fundada Externa Por Contratos Por Títulos 6. Suas contas demonstram os seguintes saldos: PASSIVO FINANCEIRO Depósitos Restos a Pagar Processados Não Processados Outras Obrigações Financeiras TOTAL ________.2. O Saldo Patrimonial da Prefeitura (Administração Direta) no exercício em análise.__ ____.3. de R$ _______. tendo alcançado o valor de R$ ______.2. Se positiva a diferença.__ (ou nulo). conforme demonstrativo a seguir: Fiorilli Soc.1 Dívida Fundada Interna Este subgrupo representa o registro dos compromissos a longo prazo. 6. quanto para o seu resgate.3 Saldo Patrimonial O Saldo Patrimonial é representado pela diferença entre os valores do Ativo Real e do Passivo Real.__.4.__ ____.4.__ foi elevado/reduzido para R$ _______. Aqui encontramos os saldos das contas: Por Contratos Por Títulos 6.2 Passivo Permanente Este grupo representa as dívidas fundadas e outras que dependem de autorização legislativa.Assistência e Consultoria Municipal .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 42 Este grupo representa os compromissos exigíveis a curto prazo de débitos de natureza financeira cuja movimentação independe de autorização orçamentária.R$ ________.__ % ____.-Software .__ R$ ______.4.4.2.__. (excluir os valores alusivos à administração indireta) R$ _______.2.3 Passivo Compensado O Passivo Compensado contém os registros das contrapartidas das contas registradas no ativo compensado.Fiorilli Sociedade Civil .__ R$ _______. temos Ativo Real Líquido (constando no Passivo).2. em virtude de sua adição/diminuição.__.2. Civil Ltda.1 Saldos Patrimoniais Comparados Considerando que o exercício encerrou-se com um resultado econômico positivo/negativo de R$ _____. Suas contas demonstram os seguintes saldos: PASSIVO PERMANENTE Dívida Fundada Interna Dívida Fundada Externa Diversos TOTAL 100.__ ________.Ltda .3 Diversos Este subgrupo representa o registro de outras obrigações que não se enquadram nas classificações anteriores.__ 100. tanto para sua formação ou constituição. confessados. apresentou uma situação positiva (se Ativo Real Líquido)/negativa (se Passivo Real a Descoberto) no valor de R$ ______. oriundos especialmente de operações de crédito e/ou financiamento de bens e serviços contraídos no País.__ 6.__ R$ ______.4. teremos Passivo Real a Descoberto (constando no Ativo).4. Neste grupo encontram-se as contas que compõem a dívida flutuante.2.__ 6.00 VALORES .00 VALORES . 6. o saldo patrimonial do exercício anterior.

3 Dívida fiscal líquida Para uma apuração real da dívida fiscal líquida.1.__ ______.__ (Tecer os comentários que julgar convenientes face aos resultados alcançados) 7.__ (2) Metas Realizadas em 200_ ______. Civil Ltda.__ ___.__ ______. compreendida a proveniente de transferências.__ R$ ______. que certamente influenciarão os resultados futuros.__ ______.__ ______.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 43 R$ ______.__ (2) Metas Realizadas em 200_ ______. comparados com as metas fixadas na Lei de Diretrizes Orçamentárias (Lei nº ___.__ _______.__ ___.Fundeb Fiorilli Soc.__ (Tecer os comentários que julgar convenientes face aos resultados alcançados) 7. assim.1.__ ______. 8.Recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação .Fiorilli Sociedade Civil .__ ___.__ _______. no decorrer do exercício.__ ______. ou seja.__ _______.__ ______. tendo aplicado.__ ___.Artigo 212 da Constituição Federal A Prefeitura Municipal atendeu à disposição contida no artigo 212.2 .1 Resultado primário Discriminação Receita Total Receitas Primárias (a) Despesa Total Despesas Primárias (b) Resultado Primário (a-b) (1) Metas Previstas em 200_ ______. correspondente a ___% sobre a receita resultante de impostos.1. foram os seguintes: 7.1 Da Manutenção e Desenvolvimento do Ensino 8.__ ______. a importância de R$ _____.__ (3) Variação (2-1) ______. não obstante estes já tenham sido informados pelos diversos relatórios encaminhados a esse Egrégio Tribunal ao longo do exercício.__ ______.__ R$ ______. Resultados comparados com as metas fixadas na LDO Os resultados alcançados ao final do exercício.__ Saldo Patrimonial (Ativo Real Líquido/Passivo Real a Descoberto) de 200_ Resultado Econômico do exercício (+ se Ativo Real Líq.Assistência e Consultoria Municipal _______.Real Desc) Saldo Patrimonial (Ativo Real Líquido/Passivo Real a Descoberto) de 200_ 7.1 .__ ______. utiliza-se aqui critério diferenciado daquele determinado pela Secretaria do Tesouro Nacional.__ ___. / .__ % (3/1) x 100 ___.se Pass.1.__ % (3/1) x 100 ___.2 Resultado nominal Discriminação Dívida Pública Consolidada Dívida Consolidada Líquida Resultado Nominal (1) Metas Previstas em 200_ ______.Ltda . da Constituição Federal. Dívida Pública Consolidada (+) Restos a Pagar (+) Outras Obrigações a Pagar (curto prazo) (-) Disponibilidades Financeiras (-) Créditos a Receber (curto prazo) (=) Dívida Fiscal Líquida 8.__ ______.__ (por extenso).__ ______. 8.__ ______. toda a dívida fiscal da Prefeitura Municipal. refletindo. passamos a relatar outros resultados alcançados pela gestão econômico-financeira desta Prefeitura. Demais Resultados Como informações complementares.__ ______. delas deduzindo-se as disponibilidades financeiras e outros créditos de curto prazo.1.__ _______.__ _______.__ ___.__ ______.__ (3) Variação (2-1) ______.-Software .__ ______. na manutenção e desenvolvimento do ensino.__ ______. há neste demonstrativo a união das dívidas de curto e de longo prazos.__ . de ___ de _______ de 200_).__ ______.

etc. assim distribuídos: 8.__ % APLICAÇÃO ___.__.__ nos demais níveis de ensino. se for o caso: O recolhimento dos encargos sociais encontra-se na seguinte posição: (detalhar e. tendo aplicado o percentual de ___% da receita resultante de impostos.1.1. estando.2. com a nova redação dada pela Emenda Constitucional nº 29. justificar) 8. o Município também aplicou a importância de R$ ____.Da Saúde A Prefeitura Municipal atendeu à determinação contida no artigo 198 da Constituição Federal.1 .__.3 . nos termos da Constituição Federal.__ ___.5.__ ___.__ _____.SUS.Dos Encargos Sociais Os encargos sociais foram recolhidos rigorosamente em dia. de 13 de setembro de 2000.-Software . Essa aplicação foi assim distribuída entre as seguintes subfunções da função 10 .Assistência Hospitalar e Ambulatorial 303 . Ou. atendendo.Vigilância Sanitária 305 .Atenção Básica 302 .494.º 101.__ ___.Restos a Pagar No encerramento do exercício.__.1. assim. a saber: 8.2 . caso encontrar-se em atraso.__ _____. .__ _____.Aplicação nos demais níveis de ensino (se for o caso) Além da aplicação mínima obrigatória.__. portanto.__ 100. dando-se assim cumprimento ao que determina o artigo 22.Saúde: SUBFUNÇÕES 301 . excluídas as transferências de recuros do Sistema Único de Saúde . no Ensino Superior.Alimentação e Nutrição TOTAL 8. de 20 de junho de 2007.R$ _____. além de outros limites nela previstos.__ _____.__ _____. dentro dos limites estabelecidos pela Lei Complementar n.Ltda .1 . foram inscritos em Restos a Pagar compromissos assumidos pela Prefeitura Municipal. de 4 de maio de 2000.__ _____.R$ ____.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 44 8. que disciplina os limites das despesas com pessoal. de 20 de junho de 2007. incluídos aqueles provenientes de aplicações financeiras. em ações e serviços de saúde. correspondeu a ___% da Receita Corrente Líquida Municipal.3 .Recursos Próprios Fiorilli Soc.R$ ____.494.Suporte Profilático e Terapêutico 304 . às disposições insertas no artigo 21 da Lei federal nº 11.5 .1 .5.1.Do pagamento aos profissionais do magistério Desses recursos. Civil Ltda. 8.__ ___.Das Despesas com Pessoal O total das despesas com pessoal.Assistência e Consultoria Municipal VALOR .Do Total dos Recursos do Fundeb Dos recursos recebidos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. no valor de R$ _____. assim como o disposto no artigo 77 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias. 8.Restos a Pagar do Ensino Os Restos a Pagar relativos às despesas com a manutenção e desenvolvimento do ensino somaram a importância de R$ ______.__ ___. no Ensino Médio.Vigilância Epidemiológica 306 .2 .4 . 8.Fiorilli Sociedade Civil . a saber: . destacando-se aqueles relacionados com a aplicação no ensino e com a aplicação na saúde.2. ___% foram aplicados no decorrer do exercício de 200_. ___% foram gastos com remuneração de profissionais do magistério da educação básica em efetivo exercício na rede pública. da mesma Lei federal nº 11. ao final do exercício. 8.00 .

de convênios firmados com o Estado de São Paulo. relativa ao Convênio ______ . existia disponibilidade financeira para o pagamento respectivo. ao final do exercício e constantes do Boletim de Caixa de 31 de dezembro.2 . 8. se for o caso) Embora não dispusesse Prefeitura Municipal de recursos vinculados suficientes para a cobertura desses Restos a Pagar.Recursos Vinculados Também foram inscritos em Restos a Pagar despesas relacionadas à Saúde.__ referem-se a recursos de convênios com a União e R$ _____. no grupo Ativo Financeiro. Do valor total inscrito. importante mencionar que o crédito respectivo junto ao(s) órgão(s) concessor(es) encontra-se devidamente registrado no grupo do Ativo Financeiro de seu Balanço Patrimonial.__ .R$ _____.5. somaram a importância de R$ _____. relativa ao Convênio ______ . Civil Ltda.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 45 Os valores inscritos em Restos a Pagar. relacionados com a aplicação no ensino.conta nº ____ do Banco _________. referentes a recursos próprios. relativa ao Convênio ______ . apresentam saldos suficientes para a cobertura dos compromissos inscritos. conforme pode-se verificar pelo Balanço Patrimonial.2 . importante mencionar que o crédito respectivo junto ao(s) órgão(s) concessor(es) encontra-se devidamente registrado no grupo do Ativo Financeiro de seu Balanço Patrimonial.__ .R$ _____.2.5. por conta de empenhos emitidos em dotações orçamentárias vinculadas aos recursos do Fundeb. 8.__. relativa ao Convênio ______ . conforme pode-se verificar pelo saldo bancário da conta respectiva (conta n. relativa ao Convênio ______ . do Banco _______). em 31 de dezembro. no importe de R$ _____.5.º _____.__ e. no grupo Ativo Financeiro. 8.conta nº ____ do Banco _________. Do valor total inscrito. relativos a recursos provenientes de transferências de convênios. relativa ao Convênio ______ . As contas bancárias vinculadas a esses convênios.__ referem-se a recursos de convênios com a União e R$ _____.__.R$ _____.__. R$ _____.R$ _____.Fiorilli Sociedade Civil . montaram a importância de R$ _____.__ e. Encerramento Fiorilli Soc. no importe de R$ _____. existia disponibilidade financeira para o pagamento respectivo.R$ _____.1.1 .Recursos Próprios Os valores inscritos em Restos a Pagar.Outros Recursos Também foram inscritos em Restos a Pagar despesas relacionadas ao Ensino.conta nº ____ do Banco _________. referentes a recursos próprios.__ (ou. se for o caso) Embora não dispusesse a Prefeitura Municipal de recursos vinculados suficientes para a cobertura desses Restos a Pagar.conta nº ____ do Banco _________.__ .Ltda . 8.R$ _____.__. 9.5. conforme demonstrativo abaixo: .2 . relacionados com as ações e serviços de saúde. montaram a importância de R$ _____.5. em atendimento às normas legais e regulamentares.__ . de convênios firmados com o Estado de São Paulo.Recursos do Fundeb Os valores inscritos em Restos a Pagar. apresentam saldos suficientes para a cobertura dos compromissos inscritos.Assistência e Consultoria Municipal . assim distribuídos: 8.-Software . ao final do exercício e constantes do Boletim de Caixa de 31 de dezembro. R$ _____.__.1.__ e. conforme pode-se verificar pelo Balanço Patrimonial.__ (ou.conta nº ____ do Banco _________.conta nº ____ do Banco _________. relativos a recursos provenientes de transferências de convênios. conforme demonstrativo abaixo: . este demonstrava-se suficiente para o pagamento respectivo.3 .Restos a Pagar da Saúde Os Restos a Pagar relativos às despesas com as ações e serviços de saúde somaram a importância de R$ ______. As contas bancárias vinculadas a esses convênios.2. em atendimento às normas legais e regulamentares.

tem por objetivo a análise d os principais aspectos da gestão econômico-financeira desta Câmara. em seus aspectos orçamentários e financeiros. Conselheiro Presidente do Egrégio Tribunal de Contas do Estado de São Paulo São Paulo . relativa ao exercício financeiro de 200__.Capital Modelo I . vai acompanhado dos documentos relacionados nos incisos I a XXIX do artigo 70. aprovadas pela Resolução nº 8. Ofício nº ___/___ Senhor Presidente Temos a honra de encaminhar a Vossa Excelência. passamos à análise do exercício financeiro de 200__. contemplou este Legislativo com dotações orçamentárias na importância de R$ ______.__ (__________). já que esses créditos tiveram como recursos para sua abertura a anulação de outros créditos orçamentários.Câmara Municipal de _____________ _______________. Apresenta a Vossa Excelência os protestos de nosso respeito e consideração. colocando-nos à disposição desse Egrégio Tribunal de Contas para quaisquer outros esclarecimentos que se tornarem necessários.320. DESCRIÇÃO CRÉDITOS ORÇAMENTÁRIOS (+) Créditos Adicionais Suplementares Especiais Extraordinários TOTAL (-) Abertos com recursos de anulações (=) TOTAL LÍQUIDO VALOR R$ _______.Ltda .__ Fiorilli Soc.__ _______.__ _______. não houve alteração no valor contemplado pela Lei Orçamentária Anual.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 46 Procuramos no presente relatório retratar os principais aspectos da gestão financeira do exercício ora encerrado.-Software . dos Municípios e do Distrito Federal. Civil Ltda. dos Estados. A execução orçamentária da despesa foi realizada em consonância com os dispositivos da Lei federal 4. de 28 de novembro de 2007. que estatui normas gerais de direito financeiro para elaboração e controle dos orçamentos e balanços da União. de ___ de __________ de __. a prestação de contas desta Câmara Municipal. (Situação 1) Na execução orçamentária da despesa.Câmaras Relatório de Prestação de Contas . I . em ___ de _______ de 200__.Fiorilli Sociedade Civil .Assistência e Consultoria Municipal (nome do município."2" Relatório de Prestação de Contas . Os resultados constantes dos documentos anexados objetivam oferecer condições para uma ampla visão da situação financeira-orçamentária que.__ _______. das Instruções nº 2 .__ _______. que aprovou o orçamento para o exercício que se examina.__ _______. de 2007. conforme pode observado nas peças contábeis que acompanham a presente prestação de contas. reflete toda a ação desenvolvida por esta Casa de Leis. data) . com clareza e objetividade. para que seja submetida à apreciação desse Egrégio Tribunal de Contas. de 1964.EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA A Lei Municipal nº ___. O presente relatório.__ _______. do Capítulo II. de modo geral. embora tenham sido abertos créditos adicionais conforme mostrado a seguir. Assim sendo.__ _______. Prefeito Municipal de ______ À Sua Excelência o Senhor ______________________ DD.

. . .__. .__.___. . . . havendo portanto perfeito equilíbrio na execução orçamentária do Legislativo. Porém. . Subtotal das alterações ( . . a fixação da despesa orçamentária passou a ser de 1 . . .__ R$ ____. . a receita orçamentária geral do Legislativo elevou-se à soma de R$ ____. .__. . . .__ _______. . . etc. .__ Fiorilli Soc. .Situação 3) Na execução orçamentária da despesa. .DESPESA Depois de alterada. . .__ _____. . . Diferença R$ ________. Computando-se a esse suprimento a importância de R$ ____.Situação 2) Na execução orçamentária da despesa. Despesa Empenhada R$. . . .Ltda . 2 . . . . . . .__ _____.__. .__ R$ ____. _______. .__. . .__.__ _____. . . conforme os valores e diplomas mostrados a seguir: Data Diploma Recursos Anulação de dotações próprias Anulação de dotações Anulação de dotações Prefeitura Excesso de arrecadação (+ ou -) + + + Valor R$ _____.__ R$ ____. a despesa empenhada no exercício atingiu a cifra de R$ ____. .__ _______. . . . . Depois de alterada pelos créditos abertos. . . . . . .__ R$ ____.__ proveniente de créditos adicionais. .) Créditos abertos à Câmara com anulação de dotações próprias Total Líquido das Alterações Orçamentárias VALOR R$ ______. . . .__ _______. . (e/ou diminuiu-se o valor de R$ ______. .__ (ou ainda.__ _____. proveniente de anulação de dotações da Câmara Municipal).__ R$ ____.__.__. . . O movimento despesa orçamentária assim se resume: Despesa Fixada R$. . . . conforme mostrado a seguir: CRÉDITOS ADICIONAIS Suplementares Especiais Extraordinários TOTAL (-) Abertos com recursos de anulações (=) TOTAL LÍQUIDO Os recursos utilizados para a abertura desses créditos foram os seguintes: Superávit financeiro R$_____.Assistência e Consultoria Municipal . . .__ Excesso de arrecadação R$_____.-Software . . acrescentou-se o valor de R$ ______. . .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 47 (ou. . . .__ Operações de crédito R$_____. .__ _____.__ _______. a despesa orçamentária autorizada passou a ser de R$ ____. . . . . _______. . . . . . .__ _/_/_ Lei ou Decreto nº _/_/_ Lei ou Decreto nº _/_/_ Lei ou Decreto nº _/_/_ Lei ou Decreto nº etc. . . referente a créditos orçamentários não repassados pelo Executivo.__ _____. acrescentou-se o valor de R$ ______. . Civil Ltda. . . . . . . . conforme o caso . .__ Explicando melhor. . .__ _______. .__ _____. . e correspondeu a ___. assim se resume: Despesa Inicial Fixada Aumento (ou Diminuição) por Créditos Adicionais Despesa Final Fixada (-) Despesa Empenhada (=) Economia de Dotações R$ ____.__% do orçamento do Legislativo.RECEITA O suprimento proveniente de créditos orçamentários efetivamente recebidos da Prefeitura foi de R$ ____. .__. .Fiorilli Sociedade Civil . .__ proveniente de créditos adicionais. resultando numa despesa efetivamente inferior (ou igual) à autorizada em R$ ____. conforme o caso .__ _____. .

-Software . II . 1 .RESULTADO DA EXECUÇÃO O exercício encerrou-se com um resultado econômico (positivo.1 . conforme previsão orçamentária da receita.__ ======= R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.Ltda . Para melhor esclarecimento dos elementos que compõe esse balanço.__ conforme demonstrado: Variações Ativas Resultantes da Execução Orçamentária: Receita Orçamentária Mutações Patrimoniais Subtotal Independentes da Execução Orçamentária: Variações Econômicas Total da Variações Ativas Déficit Verificado (se for o caso) Total Geral Variações Passivas Resultantes da Execução Orçamentária: Despesa Orçamentária Mutações Patrimoniais Subtotal Independentes da Execução Orçamentária Total da Variações Passivas Superávit Verificado (se for o caso) Total Geral IV . devemos examinar o Anexo 14.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ Das disponibilidades existentes.__ R$ ____.__ .__ R$ ____. Civil Ltda.320/64.Fiorilli Sociedade Civil .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 48 O resultado da execução orçamentária demonstrado no Balanço Orçamentário apresenta um (déficit ou superávit) no valor de R$ ___. conforme espelha a Demonstração da Dívida Flutuante inclusa. e detalhes no balancete de dezembro.__ R$ ____. que integra esta peça.__.BALANÇO PATRIMONIAL Este balanço foi elaborado em obediência às normas legais e. em caso especial.__ R$ ____. (Se superávit) Isto em decorrência da economia de dotações.__ R$ ____. compreendendo Ativo e Passivo. às estabelecidas na Lei 4. (Se déficit) Isto em decorrência da falta de repasses financeiros pelo Poder Executivo.Ativo 1. (se for o caso) III . conforme acima. no montante de R$ ____.__ R$ ____.Ativo Financeiro Fiorilli Soc.__ R$ ____.BALANÇO FINANCEIRO A gestão financeira do exercício demonstra-se da seguinte forma: Suprimento à conta de créditos orçamentários (+) Suprimento à conta de Restos a Pagar (-) Devolução de Suprimentos (economia havida) Soma (+) Receita Extraorçamentária Total (-) Despesa Orçamentária Empenhada (+) Empenhos a Pagar (Restos a Pagar) (-) Despesas Extraorçamentárias Disponível R$ ____.__ R$ ____.Assistência e Consultoria Municipal R$ ____.__ R$ ____. negativo ou nulo) de R$ ____. serão destinadas ao pagamento dos compromissos a curto prazo.__.__ ======= R$ ____.

1.__. individualizando. neste grupo. Fiorilli Soc. Aqui encontramos os saldos de Caixa .R$ ____. também.__ R$ ____. encontramos os seguintes saldos: Valores em Poder de Terceiros Valores de Terceiros Responsabilidades Contratuais Garantia Diversas de Terceiros Diversos 2 .3 Realizável Representa este subgrupo os valores financeiros em poder de terceiros e outros direitos junto a pessoas ou entidades devedoras.__ R$ ____.Disponível Representa este subgrupo o montante das disponibilidades em poder da Tesouraria.__ R$ ____.Assistência e Consultoria Municipal R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.2 .Passivo Financeiro Este grupo representa os compromissos exigíveis a curto prazo de débitos da natureza financeira cuja movimentação independe de autorização orçamentária.R$ ____.__.R$ ____. Civil Ltda. obrigações e situações que.__ R$ ____. possam a vir a afetar o patrimônio. as contas especiais.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 49 Este grupo representa os créditos e valores cuja movimentação independe de autorização orçamentária.1.Passivo 2.__ R$ ____.__ R$ ____.__ e Bancos Contas Especiais .Fiorilli Sociedade Civil .3 .1 .1 .__ R$ ____.__ R$ ____. Bancos Conta Movimento . regulamentos ou contratos.__ R$ ____.Vinculado em C/C Bancárias Este subgrupo representa o numerário depositado em estabelecimento de crédito.Ativo Compensado Representa este grupo os registros de bens.2 .1.__.__ R$ ____.__ R$ ____.__. 1. direta ou indiretamente. ou de forma de depósitos em bancos.__ R$ ____.Passivo Permanente Representa este grupo as dívidas fundadas e outras que dependem de autorização legislativa tanto para formação ou constituição quanto para seu resgate. as quais para serem movimentados obedecem a disposições legais. valores.2 . Encontramos neste subgrupo o saldo de Bancos C/ Vinculados . Suas contas demonstram os seguintes saldos: Restos a Pagar Serviço da Dívida a Pagar Depósitos Débitos Débitos de Tesouraria Contas Pendentes Passivas 2.__ R$ ____. vinculado à realização de determinadas despesas por imposição de lei ou contrato.__ R$ ____.__ R$ ____. encontramos os seguintes saldos: Devedores Diversos Responsabilidades Financeiras Títulos e Valores Contas Pendentes Ativas 1. R$ ____. Desdobrando as contas.__ R$ ____. como.-Software .__ .Ativo Permanente Encontramos. os saldos das contas concernentes a: Bens Móveis Bens Imóveis Créditos Valores Diversos 1. de livre movimentação.Ltda . inclusive os valores numerários.R$ ____. 1.1.

retratar os principais aspectos da gestão financeira do exercício ora encerrado.Assistência e Consultoria Municipal .1 . da Constituição Federal Despesa com pessoal LC 101. ____________________________________ Presidente da Câmara Municipal de ______ À Sua Excelência o Senhor ______________________ DD.Fiorilli Sociedade Civil .__ Executado R$ _____. 29-A.-Software . no presente relatório. 20.__ R$ ____.3 . Apresentamos.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 50 2. número de indicações apresentadas.__ (ou nulo). no montante geral de R$ ____. da LIMITE R$ ___. finalmente. etc. de 2000. com clareza e objetividade. Como exemplo. conforme se demonstra a seguir: SALDOS PATRIMONIAIS COMPARADOS Ativo Real Líquido ou (Passivo Real Descoberto) do exercício anterior Mais (ou Menos): Superávit (ou Déficit) do exercício (Resultado Patrimonial Anexo 15) Ativo Real Líquido (ou Passivo Real a Descoberto) do Exercício R$ ____. “a” Limite Limite R$ _____. 2.__ EXECUTADO R$ ___. número de requisições de informações solicitadas ao Poder Executivo etc. 3 .__ Executado R$ _____.__. encontramos um (excesso do primeiro) da ordem de R$ ____. III. provenientes de parcelamento da dívida flutuante em atraso. discutidos. al.__ Procuramos.__ (Descrever as principais realizações da Câmara no exercício).__. aprovados e rejeitados.Ltda . 29-A. o exercício encerrou-se com um resultado econômico (positivo ou negativo) de R$ ____.Diversos Este subgrupo representa o registro de outras obrigações ou valores tais como: compromissos da entidade com organismos previdenciários.Passivo Compensado Representa este grupo os registros das contrapartidas das contas correspondentes ao ativo compensado.Resultado da Execução Comparando-se a soma do Ativo Real com o Passivo Real. Civil Ltda. nas importância de R$ ____. art.__ Despesa com folha de pagamento (inclusive subsídios) 70% das Receitas previstas no art.__ R$ ____.. pondo-nos à disposição desse Egrégio Tribunal de Contas para quaisquer outros esclarecimentos que se tornarem necessários.__ R$ _____. Apresenta a Vossa Excelência os protestos de nosso respeito e consideração. Conselheiro Presidente do Egrégio Tribunal de Contas do Estado de São Paulo São Paulo .__.2. os demonstrativos da execução orçamentária e financeira comparados com os limites constitucionais e legais fixados: DESPESA COM O PODER LEGISLATIVO __% das Receitas Constituição Federal previstas no art. importância essa que se constitui no Patrimônio Líquido (ou Patrimônio Descoberto) do exercício. Finalizando. inc.Capital Fiorilli Soc. confessadas. número de projetos apresentados.

de 2007).__ _______.__ provenientes créditos adicionais. econômico e patrimonial. passamos à análise do balanço geral do exercício de 200_. de ___ de______ de 200__.__.992. I .Execução Orçamentária Na execução orçamentária da despesa. das Instruções nº 2. da mesma data e publicadas no Diário Oficial do Estado . ficando previsto. perfeito equilíbrio. (nome do município. em seus aspectos orçamentário. do artigo 63.Assistência e Consultoria Municipal . de 2007. (Lei Orçamentária Anual) que aprovou o orçamento para exercício que se examina.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 51 Modelo I . data) Ofício nº ___/___ Senhor Presidente Temos a honra de encaminhar a Vossa Excelência.1 . conforme pode ser observado nas peças contábeis que acompanham a presente prestação de contas.Suplemento .__ _______.-Software . financeiro. e assim se _______. uma arrecadação (a maior.de 11 de dezembro de 2007 (ou. com suas peças analíticas complementares.320. e demais normas regulamentares. estimou a Receita e fixou a Despesa na importância de R$ ____. para que seja submetida à apreciação desse Egrégio Tribunal de Contas do Estado."3" Relatório de Prestação de Contas . Civil Ltda.Execução Orçamentária apresentou: A receita orçamentária efetivamente arrecadada foi da ordem de R$ ____.__ Verificou-se. de 17 de março de 1964. de 15 de julho de 2003. Seção XVIII.__ _______. com os dispositivos da Lei 9. de 27 de novembro de 1988. a prestação de contas desta Entidade. em se tratando de fundo. e nº 916.BALANÇO ORÇAMENTÁRIO A Lei nº ___. dos Estados.__ Receitas Correntes Receitas de Capital Receitas intra-orçamentárias Contribuições Patronais Do Exercício De Exercícios Anteriores Repasses para Cobertura de Déficit Outros Aportes ao RPPS TOTAL DAS RECEITAS _______. aprovadas pela Resolução nº 8.__.__ (______). acrescentou-se o valor de R$ ____. A execução orçamentária foi realizada em consonância com os dispositivos da Lei 4. do artigo 201. incisos I a XIX. 1 . em ___ de _______ de 200__. O presente relatório. reflete toda a ação administrativa desta Entidade (ou Fundo). que analisa os principais aspectos da gestão econômico-financeira desta Entidade. pois.117. dos Municípios e do Distrito Federal.__ _______. a menor ou igual) de R$ ____.1 . objetivam oferecer condições para uma ampla visão da situação econômico-financeira.RECEITA 1.Ltda . de 28 de novembro de 2007.__ _______.Entidades/Fundos de Previdência Municipal Prestação de Contas da Entidade (ou Fundo) de Previdência Municipal (incluindo Notas Explicativas às Demonstrações Contábeis) _______________. Os resultados constantes dos documentos anexados.Fiorilli Sociedade Civil . que estatui normas gerais de direito financeiro para elaboração e controle dos orçamentos e balanços da União. vai acompanhado dos documentos relacionados nos incisos I a XXIV. Assim sendo. relativa ao exercício financeiro passado.__ _______. portanto.DESPESA 2. 2 . aprovadas pela Resolução nº 8. ambas do Ministério da Previdência Social. como segue: Fiorilli Soc. com os dispositivos das Portarias nº 4. das Instruções nº 2. de modo geral. de 5 de fevereiro de 1999. que.

__.__ Os recursos utilizados na oportunidade.__.__: Arrecadação da Receita: Para mais (ou Para menos) Economia de Dotações Saldo (+ ou -) Mais (ou Menos): Créditos adicionais abertos.__ R$ ____.__.__ R$ ____.-Software . para abertura desses créditos foram os seguintes: Depois de alterada pelos créditos abertos.__ R$ ____. por categorias econômicas: Receitas Correntes Receitas de Capital Receitas intra-orçamentárias Soma 2 .Fiorilli Sociedade Civil . Civil Ltda.__ R$ ____.__ R$ ____. vamos verificar que o exercício ora examinado apresentou um (superávit ou déficit) orçamentário da ordem de R$ ____. como abaixo.__ R$ ____.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 52 Suplementares Especiais Extraordinários Superávit Financeiro Excesso de Arrecadação Operações de Crédito Superávit Orçamentário R$ ____.__ R$ ____.__ e estão assim distribuídas.RECEITA Na execução da receita as operações orçamentárias das receitas arrecadadas por fontes alcançaram no exercício a cifra de R$ ____.__ Diferença R$ ____.__ R$ ____.__. alusivas que foram de competência do exercício.__ R$ ____.__ R$ ____. assim se resume o resultado do exercício: Na execução financeira.DESPESA R$ ____.__ R$ ____.BALANÇO FINANCEIRO 1 . resultando numa despesa efetivamente (inferior ou igual) à fixada em R$ ____. as operações orçamentárias das despesas realizadas por funções de governo somaram R$ ____.__ Empenhada R$ ____.__ R$ ____. O movimento da despesa assim se resume: Fixada R$ ____.Assistência e Consultoria Municipal .RESULTADO DA EXECUÇÃO Resumindo-se a execução orçamentária.__ R$ ____.__ R$ ____. a despesa orçamentária autorizada passou a ser R$ ____.__ R$ ____. sem a conseqüente redução ou anulação de dotações orçamentárias Déficit (ou Superávit) da execução orçamentária . por categorias econômicas: Despesas Correntes Despesas de Capital Despesas intra-orçamentárias Soma R$ ____.__ R$ ____.Ltda .__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ 3 .__ Em outra explicação.__ R$ ____.__ R$ ____. Porém a empenhada no exercício atingiu a cifra de R$ ____.__ R$ ____.(ou +) Receita: Orçamentária Despesa: Orçamentária e Suplementar Créditos Especiais Créditos Extraordinários Déficit (ou Superávit) II .__ Fiorilli Soc. As despesas estão assim distribuídas.

__.__ R$ ____.Fiorilli Sociedade Civil .__ R$ ____.__ R$ ____.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 53 3 .__ . conforme se demonstra a seguir: Receita Orçamentária Arrecadada Receita Intra-Orçamentária Arrecadada Total Receita Arrecadada Despesa Orçamentária Empenhada Despesa Intra-Orçamentária Empenhada Total Despesa Empenhada Superávit (ou Déficit) Verificado R$ ____. Civil Ltda.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____. nesse exercício em exame. coincide com os existentes no grupo “Disponível" do Balanço Patrimonial.__ conforme demonstrado: Variações Ativas Resultantes da Execução Orçamentária Mutações Patrimoniais Independentes da Execução Orçamentária Subtotal Déficit Verificado (se for o caso) Total das Variações Ativas Total Geral Variações Passivas Resultantes da Execução Orçamentária Mutações Patrimoniais Independentes da Execução Orçamentária Subtotal Superávit Verificado (se for o caso) Total das Variações Passivas Total Geral R$ ____. negativo ou nulo) de R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ Fiorilli Soc. III .__ R$ ____.__ R$ ____.__ ======= R$ ____.__ R$ ____.-Software .__ em decorrência da gestão financeira do exercício passaram a ser de R$ ____. no valor de R$ ____.__ O saldo de Caixa a Bancos.Assistência e Consultoria Municipal R$ ____.__ R$ ____.RESULTADO DA EXECUÇÃO Houve.__ R$ ____.__ R$ ____.__ ======== R$ ____.__.__.__ R$ ____.__ As disponibilidades líquidas de Caixa a Bancos que foram transferidas do exercício anterior totalizaram a importância de R$ ____.__ R$ ____. que se demonstra da seguinte forma: Saldo no início do exercício Receita Orçamentária Receita Intra-Orçamentária Receita Extraorçamentária Não considerar os valores dos Restos a Pagar e Serviço da Dívida a Pagar (Contrapartida da Despesa a Pagar) Soma Menos: Despesa Orçamentária Despesa Intra-Orçamentária (-) Restos e Serviços da Dívida a Pagar (Contrapartida da Despesa a Pagar) Soma (+) Despesa Extraorçamentária Saldo disponível em 31/12/200_ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____. um (superávit ou déficit) financeiro no montante de R$ ____.Ltda . o que demonstra a sua exatidão.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.DEMONSTRAÇÃO DAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS (ECONÔMICO) RESULTADO DA EXECUÇÃO O exercício encerrou-se com um resultado econômico (positivo.

Obrigações a Pagar de Longo Prazo Obrigações Legais e Tributárias Outras Obrigações de Longo Prazo R$ _____. Aqui encontramos os saldos de Caixa .PASSIVO 2.1.__ R$ ____.Ltda .-Software .__ R$ ____.ATIVO 1.2 . Este grupo é composto pelos seguintes subgrupos: 2. neste grupo.__ . de débitos de natureza financeira cuja movimentação independe de autorização orçamentária.1 .Saldo Patrimonial Fiorilli Soc.Passivo Financeiro Este grupo representa os compromissos exigíveis a curto prazo.2.Reservas Matemáticas Previdenciárias (se for o caso) Este grupo representa as obrigações eventualmente consignadas no relatório do Atuário e assim se apresenta: Benefícios Concedidos Benefícios a Conceder Reservas a Amortizar (redutora) (conforme o relatório atuarial) 2.2.__.__ R$ ____.__ 2.1 .__ R$ _____. 1 .RS ____. Suas contas demonstram os seguintes resultados: Depósitos Obrigações a Pagar Outras Obrigações Financeiras 2.Fiorilli Sociedade Civil .Passivo Compensado Este grupo representa a contrapartida do registro dos créditos relativos às contribuições patronais constante do Ativo Compensado.Ativo Permanente Este grupo representa os bens que compõem o acervo imobilizado da Entidade.1 .__. Encontramos.3 .2 .1. compreendendo Ativo e Passivo.__ R$ ____.3 .Passivo Permanente Representa este grupo as dívidas e outras obrigações decorrentes de compromissos assumidos ou reconhecidos de vigência plurianual.R$ 1.2 .Investimentos Investimentos de Renda Fixa Investimentos de Renda Variável Provisão para Perdas em Investimentos (redutora) 1.1 .__ R$ ____.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 54 IV .__ R$ ____.Assistência e Consultoria Municipal R$ ____. os saldos das contas concernentes a: Bens Móveis Bens Imóveis 1.Ativo Financeiro 1.__ R$ ____.Ativo Compensado Este grupo representa créditos a receber da Entidade junto aos órgãos e entidades municipais e assim se apresenta: Créditos (contribuições patronais a receber) 2 . Contrapartida dos Créditos 3 . e Bancos Conta Movimento .2 . Civil Ltda.Disponível ____.2.__ R$ ____.BALANÇO PATRIMONIAL Este balanço foi elaborado em obediência às normas legais e regulamentares.

aprovadas pela Resolução nº 8.Prestação de Contas . de 1964. dos Municípios e do Distrito Federal. das Instruções nº 2. (no caso de contabilidade pública . de 2007. de 2007 (ou inciso I.EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA Fiorilli Soc. de 2007 em se tratando de Fundo). (nome do município. Dirigente ______ À Sua Excelência o Senhor ______________________ DD.Assistência e Consultoria Municipal . importância essa que se constitui no (ativo real líquido ou passivo real a descoberto."4" Relatório . retratar os principais aspectos da gestão financeira do exercício ora encerrado.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 55 (excesso do primeiro sobre o segundo. aprovadas pela Resolução nº 8. encontramos um da ordem de R$ ____. de modo geral.320. (Procurar demonstrar os benefícios concedidos. das Instruções nº 2.Consórcio Intermunicipal _____________ _______________.-Software . para que seja submetida à apreciação desse Egrégio Tribunal de Contas. a prestação de contas deste Consórcio Intermunicipal. (Descrever as principais realizações da Entidade).Capital OBSERVAÇÃO: Este relatório deverá estar acompanhado de cópia do Relatório Atuarial.Ltda .717. pondo-nos à disposições desse Egrégio Tribunal de Contas para quaisquer outros esclarecimentos que se tornarem necessários. do Capítulo VII. no presente relatório. do artigo 63. conforme previsto na Lei Federal nº 9. vai acompanhado dos documentos relacionados nos incisos I a XVIII do artigo 256. Apresenta a Vossa Excelência os protestos de nosso respeito e consideração. com clareza e objetividade. ou excesso do segundo sobre o primeiro) Comparando-se a soma do Ativo Real com o Passivo Real da Entidade. que estatui normas gerais de direito financeiro para elaboração e controle dos orçamentos e balanços da União.Consórcios Intermunicipais Relatório de Prestação de Contas . relativa ao exercício financeiro de 200__. de 27 de novembro de 1998 Modelo I . das Instruções nº 2. I . em ___ de _______ de 200__. O presente relatório. dos Estados. Conselheiro Presidente do Egrégio Tribunal de Contas do Estado de São Paulo São Paulo . Civil Ltda.Fiorilli Sociedade Civil . conforme pode ser observado nas peças contábeis que acompanham a presente prestação de contas. data) Ofício nº ___/___ Senhor Presidente Temos a honra de encaminhar a Vossa Excelência. No sentido de darmos cabal cumprimento às disposições contidas no inciso I. Assim sendo. reflete toda a ação desenvolvida por este Consórcio Intermunicipal. assim como os benefícios extintos no decorrer do exercício) Procuramos. aprovadas pela Resolução nº 8. conforme o caso) do exercício. Os resultados constantes dos documentos anexados objetivam oferecer condições para uma ampla visão da situação financeira/orçamentária que. passamos a demonstrar as principais realizações nas diversas áreas da entidade de previdência municipal. passamos à análise do exercício financeiro de 200__. em seus aspectos orçamentário e financeiro. que analisa os principais aspectos da gestão econômico-financeira deste Consórcio. do artigo 201.Situação 1) A execução orçamentária da despesa foi realizada em consonância com os dispositivos da Lei Federal 4.__.

__ _______.-Software .__ _______. realização esta que corresponde a __% da receita total prevista. conforme o caso) Na execução orçamentária da despesa.__ (__________).Ltda .__.__ R$_____. Esse valor executado representa. a despesa orçamentária autorizada passou a ser R$ ____. um(a) (aumento/queda) real de arrecadação dessa receita de ___%.__ _______. valor correspondente a ___% do previsto. embora tenham sido abertos créditos adicionais conforme mostrado a seguir. A execução das Receitas Correntes totalizou um valor de R$ ____. acrescentou-se o valor de R$ ______. Civil Ltda.Assistência e Consultoria Municipal . em que foi realizada a receita de R$ ___. As Receitas Correntes participam com ___% do total da receita arrecadada. não houve alteração no valor contemplado pelo orçamento aprovado. Na execução orçamentária da despesa.RECEITA A receita orçamentária efetivamente arrecadada é mostrada no quadro a seguir.__ VALOR R$ _______.00 100.__. houve um(a) (aumento/queda) real na arrecadação de ___%. equivalente a ___% do valor de previsão.Fiorilli Sociedade Civil .__ _______. Fiorilli Soc.__ _______.00 PREVISÃO R$ % EXECUÇÃO R$ % EXECUÇÃO/ PREVISÃO % Em relação ao exercício anterior (200_). R$_____. e foi fixado em R$ ______.__. conforme mostrado a seguir: CRÉDITOS ADICIONAIS Suplementares Especiais Extraordinários TOTAL (-) Abertos com recursos de anulações (=) TOTAL LÍQUIDO Superávit financeiro Excesso de arrecadação Operações de crédito R$ ____. totalizando R$ ______.__ _______.DESPESA Depois de alterada. 2 .__ Os recursos utilizados para a abertura desses créditos foram os seguintes: Depois de alterada pelos créditos abertos. a fixação da despesa orçamentária passou a ser de 1 .__ proveniente de créditos adicionais.__. em relação ao exercício anterior.__ R$_____. Em relação ao arrecadado no exercício anterior.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 56 O orçamento do Consórcio Intermunicipal foi aprovado pelo(a) _____________.__ _______.__ _______. já que esses créditos tiveram como recursos para sua abertura a anulação de outros créditos orçamentários.__ _______.__ _______. houve um(a) (aumento/redução) de arrecadação dessa receita de ___%.__ _______.__ _______. A execução das Receitas de Capital totalizou R$ ____. DESCRIÇÃO CRÉDITOS ORÇAMENTÁRIOS (+) Créditos Adicionais Suplementares Especiais Extraordinários TOTAL (-) Abertos com recursos de anulações (=) TOTAL LÍQUIDO (ou.__. As Receitas de Capital participam com ___% do total da receita. CLASSIFICAÇÃO Receitas Correntes Receitas de Capital TOTAL 100.__ VALOR R$ _______.__.

__ R$ ____.12.__ conforme demonstrado: Variações Ativas Resultantes da Execução Orçamentária: Receita Orçamentária Mutações Patrimoniais Subtotal Independentes da Execução Orçamentária: Variações Econômicas Total da Variações Ativas Déficit Verificado (se for o caso) Total Geral Variações Passivas Resultantes da Execução Orçamentária: Despesa Orçamentária R$ ____.__ Diferença R$ ________. no valor de R$ ____. O movimento despesa orçamentária assim se resume: Despesa Fixada R$ ________.Ltda . a despesa empenhada no exercício atingiu a cifra de R$ ____.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 57 Porém.__. O montante dos ingressos orçamentários (receitas orçamentárias) pode ser assim detalhado: Cotas de Contribuição (Municípios-membros) Auxílios/Subvenções/Contribuições Recebidos Receita Própria Outras TOTAL DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA R$ _________.__ R$ ____.__ R$ _____. o que demonstra a sua exatidão. II .__ (+) Ingressos Orçamentários Extra-orçamentários (-) Dispêndios Orçamentários Extra-orçamentários (=) Disponível do exercício .__.BALANÇO FINANCEIRO A posição das contas de receita e despesas financeiras.-Software . coincide com os existentes no grupo “Disponível" do Balanço Patrimonial. assim se resume: O resultado da execução orçamentária demonstrado no Balanço Orçamentário apresenta um (déficit ou superávit) no valor de R$ ___.__ R$ _________.__ .__ R$ _____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__ R$ ____.__.31.__ R$ __________.__ R$ ____.__ R$ _________.__ III .__ O saldo de Caixa e Bancos.__ R$ __________. Civil Ltda.__ R$ _________.__ ======= R$ ____. negativo ou nulo) de R$ ____.Fiorilli Sociedade Civil .31.Assistência e Consultoria Municipal R$ ____.__ R$ ____.__ R$ _________.__ R$ __________.__ R$ ____. resultando numa despesa efetivamente inferior (ou igual) à autorizada em R$ ____.__ Explicando melhor.__ R$ __________.__ R$ ____.__ Fiorilli Soc.12. bem como os saldos discriminados no Balanço Financeiro podem ser assim sumariados: Disponível do exercício anterior .__ Despesa Inicial Fixada Aumento por Créditos Adicionais Despesa Final Fixada (-) Despesa Empenhada (=) Economia de Dotações Despesa Empenhada R$ ________.RESULTADO DA EXECUÇÃO O exercício encerrou-se com um resultado econômico (positivo.__.__ R$ __________.

__ R$ ____. Aqui encontramos os saldos de Caixa . as quais para serem movimentados obedecem a disposições legais.1.__ R$ ____.__.Ativo Permanente Encontramos.Disponível Representa este subgrupo o montante das disponibilidades em poder da Tesouraria. encontramos os seguintes saldos: Devedores Diversos Responsabilidades Financeiras Títulos e Valores Contas Pendentes Ativas 1. em caso especial.2 .__ ======= R$ ____.R$ ____.Assistência e Consultoria Municipal R$ ____. como.__ R$ ____.R$ ____.__ R$ ____.2 .Vinculado em C/C Bancárias (se for o caso) Este subgrupo representa o numerário depositado em estabelecimento de crédito.__ R$ ____.Ltda . 1 .__ R$ ____. encontramos os seguintes saldos: Valores em Poder de Terceiros Valores de Terceiros Responsabilidades Contratuais Garantia Diversas de Terceiros Diversos R$ ____.R$ ____.__ R$ ____. obrigações e situações que. Bancos Conta Movimento .R$ ____. também.__ R$ ____.__ R$ ____.Ativo Financeiro Este grupo representa os créditos e valores cuja movimentação independe de autorização orçamentária.__ R$ ____. 1.1 .1.__. Para melhor esclarecimento dos elementos que compõe esse balanço.__.3 Realizável Representa este subgrupo os valores financeiros em poder de terceiros e outros direitos junto a pessoas ou entidades devedoras.__ R$ ____.__ R$ ____. Civil Ltda.__ R$ ____. devemos examinar o Anexo 14.__ R$ ____. às estabelecidas na Lei 4.1 . 1.__ Fiorilli Soc.-Software . valores. os saldos das contas concernentes a: Bens Móveis Bens Imóveis Créditos Valores Diversos 1. inclusive os valores numerários. as contas especiais.Ativo Compensado Representa este grupo os registros de bens.__ R$ ____. regulamentos ou contratos. 1.3 . Encontramos neste subgrupo o saldo de Bancos C/ Vinculados .__. que integra esta peça. individualizando.BALANÇO PATRIMONIAL R$ ____. ou de forma de depósitos em bancos.1.Fiorilli Sociedade Civil .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 58 Mutações Patrimoniais Subtotal Independentes da Execução Orçamentária Total da Variações Passivas Superávit Verificado (se for o caso) Total Geral IV .Ativo 1.__ e Bancos Contas Especiais .__ R$ ____. vinculado à realização de determinadas despesas por imposição de lei ou contrato. . Desdobrando as contas. neste grupo.__ Este balanço foi elaborado em obediência às normas legais e. compreendendo Ativo e Passivo. de livre movimentação. direta ou indiretamente. possam a vir a afetar o patrimônio.320/64.

assim podem ser demonstradas.3 . no montante geral de R$ ____.2 .-Software . importância essa que se constitui no Patrimônio Líquido (ou Patrimônio Descoberto) do exercício.Passivo Financeiro Este grupo representa os compromissos exigíveis a curto prazo de débitos da natureza financeira cuja movimentação independe de autorização orçamentária.Passivo Compensado Representa este grupo os registros das contrapartidas das contas correspondentes ao ativo compensado.Passivo Permanente Representa este grupo as dívidas fundadas e outras que dependem de autorização legislativa tanto para formação ou constituição quanto para seu resgate. sinteticamente: Fiorilli Soc.__ R$ _________.__ R$ ____.__ (ou nulo).Situação 2) As demonstrações financeiras foram elaboradas em consonância com os dispositivos da Lei Federal nº 6. 176 e seguintes). podem ser assim sintetizadas Cotas de Contribuição (Municípios-membros) Auxílios/Subvenções/Contribuições Recebidos Receitas Operacionais Receitas Financeiras Outras Receitas TOTAL DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA R$ _________. Finalizando.Resultado da Execução Comparando-se a soma do Ativo Real com o Passivo Real.__ R$ ____.__ R$ _________. conforme se demonstra a seguir: SALDOS PATRIMONIAIS COMPARADOS Ativo Real Líquido ou (Passivo Real Descoberto) do exercício anterior Mais (ou Menos): Superávit (ou Déficit) do exercício (Resultado Patrimonial Anexo 15) R$ ____.__.__ R$ ____. 3 .__ R$ ____.404.__. nas importância de R$ ____.__ R$ ____. RECEITAS As receitas deste Consórcio Intermunicipal. de 1976 (art.__ 2.__ R$ ____. 2.__ R$ ____. Suas contas demonstram os seguintes saldos: Restos a Pagar Serviço da Dívida a Pagar Depósitos Débitos Débitos de Tesouraria Contas Pendentes Passivas 2.__ Ativo Real Líquido (ou Passivo Real a Descoberto) do Exercício (ou. provenientes de parcelamento da dívida flutuante em atraso.Passivo 2.__ R$ ____.Assistência e Consultoria Municipal . Civil Ltda. confessadas.Ltda . encontramos um (excesso do primeiro) da ordem de R$ ____.__.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 59 2 . conforme pode ser observado nas peças contábeis que acompanham a presente prestação de contas I . 2.Fiorilli Sociedade Civil .DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS 1.1 .__ R$ _________.2. DESPESAS As despesas deste Consórcio Intermunicipal. o exercício encerrou-se com um resultado econômico (positivo ou negativo) de R$ ____.1 .__ R$ _________. que dispõe sobre as sociedades por ações.__ R$ _________.Diversos Este subgrupo representa o registro de outras obrigações ou valores tais como: compromissos da entidade com organismos previdenciários. se for o caso de contabilidade comercial .

de 1976.404. àquelas estabelecidas na Lei nº 6. compreendendo Ativo e Passivo e assim estruturado: ATIVO ATIVO CIRCULANTE Disponível Caixa e Bancos Aplicações Financeiras Demais Disponibilidades ATIVO REALIZÁVEL A LONGO PRAZO ATIVO PERMANENTE Investimentos Imobilizado Diferido TOTAL DO ATIVO PASSIVO PASSIVO CIRCULANTE Exigível Fornecedores Salários a Pagar Demais Exigibilidades PASSIVO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital Social Reservas de Capital Reservas Estatuárias TOTAL DO PASSIVO Exercício atual Exercício anterior Exercício atual Exercício anterior Fiorilli Soc. Civil Ltda.__ __________.__ R$ _________.BALANÇO PATRIMONIAL momento. em determinado Este Balanço foi elaborado em obediência às normas legais e.__ ______.Assistência e Consultoria Municipal .__ __________. estática.__ __________. em especial.__ __________.Ltda . O Balanço Patrimonial é a representação da situação patrimonial.__ __________. RESULTADO DO EXERCÍCIO O Resultado do exercício assim se apresentou: RECEITA ARRECADADA DESPESA REALIZADA RESULTADO DO PERÍODO R$ _________.__ II .Fiorilli Sociedade Civil .__ __________.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: R$ Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 60 Discriminação Despesas Operacionais Despesas com Pessoal e Encargos Outras Despesas Operacionais Despesas Financeiras Juros e encargos s/ empréstimos Outras Despesas Financeiras Despesas Tributárias Impostos e Taxas Outras Despesas Tributárias Demais Despesas TOTAL DA DESPESA __________.__ 3.__ __________.__ __________.-Software .__ __________.__ R$ _________.

.. . em caixa ou em forma de depósitos em bancos. Esteve assim composto: ....... Individualizando......__ e Bancos Contas Especiais ... No Balanço Patrimonial... serviços executados etc..__ R$ ______....2 Realizável a Longo Prazo Representa este grupo os direitos da sociedade cujo vencimento ultrapassa o exercício subseqënte.... Este grupo este assim composto: (detalhar...Ativo Circulante Este grupo representa os valores disponíveis e realizáveis até o exercício subseqüente..3 . 2.............. retratar os principais aspectos da gestão financeira do exercício ora encerrado.. como..__ R$ ______....__ Imobilizado R$ ____.__ R$ ____.. também.. (conforme o caso..__ (Descrever as principais realizações do Consórcio no exercício).....Assistência e Consultoria Municipal . 1...Ltda ... projetos realizados...1 . Bancos Conta Movimento ... 1...__ (conforme o caso. com clareza e objetividade. este grupo esteve assim composto: Capital Reservas de Capital Reservas Estatutárias R$ ______... Procuramos. podendo ser desdobrado em capital nominal e eventuais variações à disposição para integralização.. no presente relatório.Fiorilli Sociedade Civil ......Passivo Exigível a Longo Prazo Neste grupo são registrados os compromissos assumidos pela sociedade cuja exigibilidade ultrapassa o exercício subseqüente...1......Disponível Representa este subgrupo o montante das disponibilidades em poder da sociedade...Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 61 Para melhor esclarecimento dos elementos que compõem esse balanço.......Ativo Permanente Este grupo apresentou os seguintes saldos: Investimentos R$ ____... regulamentos ou contratos.Passivo Financeiro Este grupo representa os compromissos assumidos e exigíveis até o exercício subseqüente..Passivo 2. .R$ ____.__ R$ ____... encontramos os seguintes saldos: .__ R$ ____.. as contas especiais....1 .__..... conforme o caso) 2. detalhar) Aqui encontramos os saldos de Caixa ...Ativo 1. Apresenta a Vossa Excelência os protestos de nosso respeito e consideração....-Software .... seguem as informações complementares: 1 .3 .........__ Diferido R$ ____..__ R$ ____. colocando-nos à disposição desse Egrégio Tribunal de Contas para quaisquer outros esclarecimentos que se tornarem necessários.. Conselheiro Presidente do Egrégio Tribunal de Contas do Estado de São Paulo São Paulo ..__... detalhar os saldos das contas que compõem os subgrupos) 2 ..Capital Fiorilli Soc.....Patrimônio Líquido Este grupo representa o capital próprio da sociedade. as quais para serem movimentados obedecem a disposições legais. 1.......... ____________________________________ Dirigente do Consórcio ______ À Sua Excelência o Senhor ______________________ DD....... de livre movimentação......R$ ____... Civil Ltda... Como exemplo.1 .. segundo a atividade desenvolvida pelo mesmo.....2 .R$ ____...

......... Sr..... que analisa os principais aspectos da gestão econômico-financeira desta Empresa...... de 2007...... que dispõe sobre as sociedades por ações.............. reflete toda a ação desta entidade....... respondem pelo gerenciamento da infra-estrutura e dos recursos financeiros.....Ltda ..................... Sr................. 176 e seguintes)............... As demonstrações financeiras foram elaboradas em consonância com os dispositivos da Lei Federal nº 6.......... vai acompanhado dos documentos relacionados nos incisos I a XX do artigo 223... objetivam oferecer condições para uma ampla visão da situação econômico-financeira...... função desempenhada . A direção desta Empresa é composta por profissionais que desenvolvem as políticas da organização e coordenam suas atividades... (formação profissional) .. função desempenhada ............ Sr............. (formação profissional) . a prestação de contas desta Empresa....... do Capítulo VI... Ativo Não Financeiro Representado pelas Obrigações em Circulação....... conforme pode ser observado nas peças contábeis que acompanham a presente prestação de contas....... ........... A apuração de resultado é elaborada de acordo com o regime contábil de competência........................ para que seja submetida à apreciação desse Egrégio Tribunal de Contas...... Referidos profissionais encontram-se abaixo identificados: Sr..... Os resultados constantes dos documentos anexados.................... Valores Pendentes a Curto e Longo Prazo Fiorilli Soc... em ___ de _______ de 200__............. Sr......Empresa Pública _____________ _______________..................... (formação profissional) ............... O presente relatório..................404.................. relativa ao exercício financeiro de 200__......Assistência e Consultoria Municipal (nome do município.. Civil Ltda... depósitos bancários em contas correntes. destacando-se os seguintes procedimentos: Ativo Financeiro Apresentados pelos valores de liquidação........................................ aprovadas pela Resolução nº 8.......Prestação de Contas ............... materiais e humanos..... de 2001......... das Instruções nº 2.... Valores em Circulação....... com suas peças analíticas complementares.............. a qual de modo geral. assim como de acordo com as Instruções desse Egrégio Tribunal..."5" Relatório .......... em especial aquelas que foram financiadas com recursos públicos recebidos no exercício.......... .................... função desempenhada .Fiorilli Sociedade Civil ............... aplicações financeiras e créditos a receber a curto prazo.... os quais incorporam os valores em dinheiro............. com as adaptações introduzidas pela Portaria nº 589..... data) ............. de 1976 (art.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 62 Modelo I .... Imobilizados e Diferidos Passivo Financeiro O Passivo Financeiro é demonstrado pelos valores de Depósitos........Empresa Pública Relatório de Prestação de Contas ................... O corpo técnico que responde pela execução dos programas prestados pela organização é composta dos seguintes profissionais: Sr.....................-Software ........... Ofício nº ___/___ Senhor Presidente Temos a honra de encaminhar a Vossa Excelência........... ....... Valores Pendentes de Curto e de Longo Prazo Ativo Permanente Representado pelos valores existentes relativos aos Investimentos.. . ...... Valores Pendentes a Curto e Longo Prazo Passivo Não Financeiro Representado pelas Obrigações em Circulação................ ...... da Secretaria do Tesouro Nacional.......

Reservas.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 63 Passivo Real Exercício. Civil Ltda. Resultados Acumulados e Resultado do I .Balanço Patrimonial ATIVO ATIVO FINANCEIRO Disponível Realizável ATIVO NÃO FINANCEIRO Bens Móveis Bens Imóveis Outros TOTAL DO ATIVO PASSIVO PASSIVO FINANCEIRO Despesa com Pessoal Obrigações Patronais Impostos e Taxas Fornecedores Outras Obrigações PASSIVO NÃO FINANCEIRO Operações de Crédito Dívida Contratada PATRIMÔNIO/CAPITAL Capital Social Reserva de Capital Reservas Estatutárias Resultado do Exercício Resultado Acumulado TOTAL DO PASSIVO Exercício atual Exercício anterior Exercício atual Exercício anterior II.Demonstração do Resultado DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO RECEITAS Transferências do Município Receitas de Serviço Aplicações Financeiras Outras Receitas Correntes Operações de Crédito Alienação de Bens Transferências de Capital DESPESAS Pessoal e Encargos Sociais Juros e Encargos da Dívida Outras Despesas Correntes Investimentos Inversões Financeiras Amortização da Dívida Transferências de Capital RESULTADO (Déficit/Superávit) Fiorilli Soc.Ltda .-Software . Representado pelo Patrimônio Líquido.Fiorilli Sociedade Civil .Assistência e Consultoria Municipal .

Principais realizações O quadro adiante demonstra as principais realizações durante o exercício por funções de governo.Assistência e Consultoria Municipal . o número de servidores da Empresa totalizava ___.__ _____. colocando-nos à disposição desse Egrégio Tribunal de Contas para quaisquer outros esclarecimentos que se tornarem necessários.__ _____. conforme segue: Contribuições ao INSS: competência _____ .recolhimento em __ de _____ de 200_ Contribuições do Pasep: competência _____ .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 64 Das Obrigações Previdenciárias A Empresa está sujeita ao recolhimento mensal das obrigações previdenciárias. registrando-se no período um (acréscimo/decréscimo) de ___% em seu quadro de pessoal.recolhimento em __ de _______de 200_ Fundo de Garantia por Tempo de Serviço: competência ____ .__ R$ _____.recolhimento em __ de _____ de 200_ Da Remuneração Paga a Funcionários e Administradores sintetizada: A remuneração paga pela Empresa a seus funcionários e administradores pode ser assim Remuneração Bruta Máxima Mínima Média Funcionários _____. CÓDIGO FUNÇÃO 04 Administração e Planejamento Projeto: ____________ Quantidade realizada: Atividade: __________ Quantidade realizada: 12 Educação Projeto: ___________ Quantidade realizada: Atividade: __________ Quantidade realizada: R$ _____.__ R$ _____.__ Procuramos no presente relatório mencionar os principais aspectos da gestão financeira do exercício ora encerrado.Fiorilli Sociedade Civil . e indicando a quantidade e valor realizado. __ de ________ de 200_ ______________________ Presidente ______________________ Contador CRC Fiorilli Soc.__ R$ _____. cuja posição em 31 de dezembro de 200_ se encontra devidamente regularizada até o mês de ______.__ R$ _____.Ltda .__ Administradores _____. discriminando-se os projetos e atividades respectivos. contra ____. com clareza e objetividade. _________.__ _____.__ Em 31 de dezembro de 200_.__ VALOR R$ _____. na posição de 31 de dezembro de _____(ano anterior).__ _____.-Software . Civil Ltda.

. ............... mais....... RG..... para Vice-Prefeito...............)............... e ....................... o controle do patrimônio está afeto aos serviços do setor de ..... ...... mais. e que é responsável pelo setor de ........ CERTIFICA para os fins do inciso II do art............ (certifica........ .... a ............ .... a ... RG..."1" Certidão Dirigentes e Responsáveis ..... Municipal o Conselho .... ....................... RG...... mais.. a ......... b) Quanto ao Controle Interno: Que é responsável pelo controle interno dos serviços afetos à Prefeitura o servidor Sr.......... RG.... que durante o exercício financeiro de 200_ essa função foi exercida pelo servidor Sr... a .. . .............. essa função foi exercida pelo servidor Sr.................. RG......... que durante o exercício financeiro de 200_..... RG. ....... que no período de .... no período de ........ ..... RG...................... a .......... .............. ..... CERTIFICA.. CERTIFICA..Assistência e Consultoria Municipal .... mais. d) Quanto ao Almoxarifado: que é responsável pelos serviços do almoxarifado da Prefeitura o servidor Sr....... o servidor Sr.. e : Fiorilli Soc...... RG . por fim.. ...... RG.... no período de . que exerce o cargo (ou emprego) de .... Civil Ltda....... a ........... ou (conforme o caso) CERTIFICA...... RG.... . durante todo período.. . RG............ Estado de São Paulo............ Sr............... ............ ............ . Secretário da Prefeitura Municipal de ...................... ................. que durante o exercício financeiro de 200_ o referido Conselho foi integrado pelos seguintes membros: Sr........................ .............. ....... que é responsável pelo controle do patrimônio o servidor Sr... mais......... (e pelo servidor Sr.. mais........ o servidor Sr............................. RG.............. ....... e) Quanto ao Patrimônio: que é responsável pelo controle do patrimônio o servidor Sr.... que durante o exercício financeiro de 200_ o cargo de Prefeito foi exercido.. no período de ..Certidões Modelo II ... que exerce o cargo (ou emprego) de .......... que exerce o cargo (ou emprego) de .... no período de ...... do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo...... de 2007... RG......... deles verificou constar: a) Quanto ao Executivo: que foram eleitos para o quatriênio de 01/01/200_ a 31/12/200_ e encontram-se no efetivo exercício do mandato os Srs....... das Instruções nº 2.... a .......................... RG .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 65 Modelo II ............. RG........ ........... mais................. no período de ... CERTIFICA..... etc... foi substituído pelo servidor Sr...............).................. .. RG.... CERTIFICA....... no período de ..... .. (e pelo servidor Sr.......... que durante o exercício financeiro de 200_ essa função foi exercida pelo servidor Sr............... ........... ........................... CERTIFICA...... .....................)........ ............. no período de ............ RG. e pelo Sr.... Sr............. CERTIFICA................ Presidente... para Prefeito...... c) Quanto à Tesouraria: Que é responsável pelos serviços da Tesouraria da Prefeitura o servidor Sr.... .-Software ....... . no período de . que revendo os arquivos sob sua guarda............. ......... f) Quanto ao Fundo de Seguridade Municipal: Que é responsável pela movimentação do Fundo de Seguridade .. .Ltda ... RG....).............. .... . a ......................... (e pelo servidor Sr. ..Fiorilli Sociedade Civil ... que durante o exercício financeiro de 200_ o cargo de Prefeito foi exercido pelo Sr.... ou (conforme o caso) que conforme a organização das atividades internas da Prefeitura Municipal. pelo Sr..... . a ............. .... .....

......... essa função foi exercida pelo servidor Sr...."2" Certidão de Vereadores e Sessões CÂMARA MUNICIPAL DE ___________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 200_ Certidão Certificamos. para os fins previstos nas Instruções nº 2.... (com as seguintes exceções: Sr. de 2007. Presidente...... o Legislativo Municipal era composto por ___ (______) Vereadores e que foram realizadas as seguintes sessões: Mês Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro ____________.... que durante o exercício financeiro de 200_.......Ltda .................... ... O referido é verdade e dá fé... (e pelo servidor Sr. que exerce o cargo (ou emprego) de .. do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo....... o Conselho ........... ................. CERTIFICA........ ........ a .. de ...... ... RG...................... a ...... no período de .. CERTIFICA........Fiorilli Sociedade Civil .......... RG.......... a ......... e Sr. desde que devidamente adptado... .... ............. essa função foi exercida pelo servidor Sr... que a função de Conselheiro foi pelos mesmos exercida por todo período de 200_.. ... h) Quanto à área da Saúde: que é responsável pela área de Saúde do Município o servidor Sr...... RG........ que durante o exercício financeiro de 200_......... ainda.................. no período de ........ Civil Ltda...... CERTIFICA..... no período de .. ainda... ..... ......... mais......... ..........Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 66 CERTIFICA........... no período de ...... ___ de ___________ de 200_ __________________________________ Secretário _______________________________ Presidente Fiorilli Soc...)....... RG..... .......).............. mais.......... Sr..... no período de .............. (com as seguintes exceções: Sr.............. de .........Assistência e Consultoria Municipal Sessões Ordinárias Sessões Extraordinárias Sessões Especiais Ausências Remuneradas Ausências Não Remuneradas ...... que durante o exercício financeiro de 200_. a ............... ......). Prefeitura Municipal de . CERTIFICA.... . ...... ............ mais..... ..... (e pelo servidor Sr.... RG.................... .................. i) Quanto à área de Educação: que é responsável pela área de Saúde do Município o servidor Sr................ ...................... Modelo II .. que exerce o cargo (ou emprego) de . . RG.. RG.......-Software ...................... ....... que a função de Conselheiro foi pelos mesmos exercida por todo período de 200_........ RG... pelas demais entidades.. que durante o exercício financeiro de 200_ o referido Conselho foi integrado pelos seguintes membros: Sr.... a .... .... Nome e Assinatura Obs: o modelo pode ser aproveitado..) g) Quanto ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação .FUNDEB: que é responsável pela movimentação do Fundo .... ......... ...... ... RG.. RG............ a ..... no período de ...... RG..................

........ Estado de São Paulo etc. RG....... RG............(Vice-Presidente......... das Instruções nº 2... . Fiorilli Soc.... ... ... RG . . RG...... que durante o exercício financeiro de 200_ o cargo de ..... deles verificou constar: a) Quanto aos Dirigentes: Que foram nomeados e encontram-se no efetivo exercício dos cargos os Srs......... g) Quanto ao Almoxarifado: Que é responsável pelos serviços do almoxarifado da Entidade o servidor Sr....../200_........ (se for o caso) no período de ..... (o primeiro deles) foi exercido pelo Sr.......... que exerce o cargo (ou emprego) de ......Assistência e Consultoria Municipal ../200_ a . .................../.............. no período de ............. de 2007 (para o caso de entidades).... que revendo os arquivos sob sua guarda........................... RG.............. Presidente........ a ..... para .. a ....... (e pelo servidor Sr............/200_. Conselheiro... RG.. . . RG......... f) Quanto à Tesouraria: Que é responsável pelos serviços da Tesouraria da Entidade o servidor Sr......."3" Certidão dos Responsáveis ............... RG .... a ........ e pelo Sr... a ../...... . conforme o caso)...... mais..... Sr...../...... a ................. no período de ................. (o primeiro deles) foi exercido.... CERTIFICA para os fins do inciso II do artigo 201....Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 67 Modelo II .................... mais.... CERTIFICA............./200_ a ...... durante todo período........ das Instruções nº 2................. ...............Ltda .. (se for o caso) no período de .. no período de ..........Fiorilli Sociedade Civil . . Sr... Secretário da __________ (nome da entidade).. (e pelo servidor Sr... no período de ............... Vice-Diretor ou outra denominação para o cargo do substituto legal do dirigente máximo. no período de ...... RG... (etc...................... CERTIFICA....... mais..... e ..........)........... .. ....... de 2007 (para o caso de fundos) do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo....../200_ a ... . b) Quanto aos membros do Conselho de Administração: (se for o caso) Que o Conselho de Administração desta Entidade foi assim constituído durante o exercício de 200_: Sr..... conforme o caso)........) c) Quanto aos membros do Conselho Fiscal: (se for o caso) Que o Conselho Fiscal desta Entidade foi assim constituído durante o exercício de 200_: (idem ao Conselho de Administração) d) Quanto aos membros do Conselho Curador: (se for o caso) Que o Conselho Curador desta Entidade foi assim constituído durante o exercício de 200_: (idem ao Conselho de Administração) e) Quanto ao Controle Interno: Que é responsável pelo controle interno dos serviços afetos à Entidade o servidor Sr. . que durante o exercício financeiro de 200_ essa função foi exercida pelo servidor Sr. .. (Presidente.. .)....... no período de ...... que durante o exercício financeiro de 200_ essa função foi exercida pelo servidor Sr......... etc............./200_. que exerce o cargo (ou emprego) de .. Vice-Presidente.... ................. que durante o exercício financeiro de 200_ o cargo de . mais./. ............ ......... .. ...... RG.Previdência Municipal CERTIDÃO ____________.. ou do inciso II do artigo 63../.. RG.... a .. Civil Ltda....... ... CERTIFICA.............. pelo Sr.... para ... RG.......................... ......../. no período de . ou (conforme o caso) CERTIFICA.... . Diretor....... Superintendente ou outra denominação do cargo do dirigente máximo da entidade...-Software .

Concorrência Pública................ .................. a ... .. ...... a ... ........ por fim.... que é responsável pelo controle do patrimônio o servidor Sr..Proc N.. ...... CERTIFICA.... ..... Leilão... no período de ..Ltda .... Caso não tenham sido realizadas licitações de determinadas modalidades. mais....... (certifica. RG.... RG......"2" Negativa de Licitações Declaração Declaramos.Assistência e Consultoria Municipal ...............Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 68 CERTIFICA..Declarações Modelo III . Civil Ltda...... Responsável (Assinatura e nome) __________________________ Observação: Conforme exigido nas Instruções.... e que é responsável pelo setor de ....."1" Relação das Licitações PREFEITURA MUNICIPAL DE ___________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE ______ RELAÇÃO DAS LICITAÇÕES REALIZADAS ... .......................).... Concorrência. Objeto Saúde (S) Vencedor(es) Ensino (E) Valor R$ Data Contrato _____________...Fiorilli Sociedade Civil .... que não foram realizadas licitações na modalidade _________ (Convite........... ________... a ........ que no período de ....Licit Data Abert..... ... RG.-Software . ___ de _______ de 200_..... Modelo III ..... Tomada de Preços.... Leilão ou Pregão) durante o exercício de 200_ por esta Prefeitura Municipal... .. fazer uma declaração negativa para cada uma.... .. essa função foi exercida pelo servidor Sr... mais. RG........ O referido é verdade e dá fé...... ___ de __________ de 200_ ______________________________ Encarregado do Setor de Licitações ____________________ Prefeito Fiorilli Soc. h) Quanto ao Patrimônio: Que conforme a organização das atividades internas desta Entidade..... foi substituído pelo servidor Sr.. __ de ________ de 200_ ______________________ Nome e Assinatura Modelo III ...... . Tomada de Preços.... Pregão) N... para fins de Prestação de Contas do exercício financeiro de 200_....... o servidor Sr....... no período de .... o controle do patrimônio está afeto aos serviços do setor de .. (e pelo servidor Sr.. o servidor Sr.....MODALIDADE ________ (Convite. que durante o exercício financeiro de 200_.. fazer uma relação para cada modalidade...................). RG...... Entidade/Fundo Municipal...

.. Responsável (Assinatura e nome) __________________________ Observação: Não é necessário relacionar as despesas enquadradas nos incisos I e II do art..Assistência e Consultoria Municipal ....Fiorilli Sociedade Civil .. ___ de _______ de 200_.. Modelo III . 24 da Lei nº 8....... fazer uma declaração negativa para cada uma. _____________.......... Responsável (Assinatura e nome) __________________________ Fiorilli Soc...Ltda .......Proc Data Abert... ___ de _______ de 200_............ ___ de __________ de 200_ ______________________________ ______________________________ Encarregado do Setor de Licitações Prefeito Modelo III ..-Software ..."5" Relação dos Contratos PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE ______ PREFEITURA MUNICIPAL DE . RELAÇÃO DOS CONTRATOS FIRMADOS NO EXERCÍCIO DE 200_ Nº do Data Ajuste Interessado Objeto Valor R$ Licitação/Fundam....... para fins de Prestação de Contas do exercício financeiro de 200_.. que não foram efetuadas despesas com dispensa ou inexigibilidade de licitação.. Civil Ltda.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 69 Modelo III . Ratif......."3" Relação das Dispensas de Licitações PREFEITURA MUNICIPAL DE ___________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE ______ RELAÇÃO DAS DESPESAS EFETUADAS COM DISPENSA OU INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO N.. Objeto Saúde (S) Ensino (E) Valor R$ Fornecedor Data Publ..... Caso não tenham sido realizadas licitações de determinadas modalidades....666/93 (dispensa legal). Legal _____________.."4" Negativa de Dispensa e/ou Inexigibilidades de Licitações Declaração Declaramos. nos casos enquadrados na exigência de ratificação do ato (artigo 26 da Lei Federal n° 8666/93 e suas alterações). durante o exercício de 200_ por esta Prefeitura Municipal ________.

.. ________________________ Secretário (Nome e Assinatura) Fiorilli Soc.2004 06....10.."6" Contratos de Gestão.... ___ de ___________ de 200_ (Nome e assinatura do responsável) Modelo III ........... 02 01.."8" Relação de Concessões e Permissões de Serviços Públicos PREFEITURA MUNICIPAL DE ___________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE ______ Contratos de concessão e permissão de serviços públicos firmados ou em vigor no exercício de 200_ _________________________________ 01 01...............05.... Observação: Lei nº ..... de ... Objeto: serviços de água e esgoto 04. ___ de _______ de 200_...... de ... .... Órgão de Fiscalização: Prefeitura 08...... Início do Contrato: 06............Assistência e Consultoria Municipal .R$ Protocolo TCESP _____________.. Órgão Concessor: Prefeitura 07. de ............. Número Data Contratada Objeto Valor ...... RELAÇÃO DOS CONTRATOS DE GESTÃO..... das Instruções nº 2..... de 2007........-Software ........ termo de parceria ou convênio pela Prefeitura Municipal de .. para fins de prestação de contas e em atendimento ao disposto no inciso XXVI. 1º.200_ 05........ Término: 06. do art.. Permissionária: Empresa de Carnes S/C Ltda 03....... de .. Concessionária: SABESP 03..200_ 05.. de ... Prefeitura Municipal de ... Civil Ltda. _____________...... etc..........."7" Negativa de Contratos de Gestão DECLARAÇÃO Declaramos....Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 70 Modelo III ..... Órgão de Fiscalização: Prefeitura 08... Observação: Lei nº . Término: 05. Tomada de Preços nº .... Termos de Parceria e Convênios PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ PREFEITURA MUNICIPAL DE ... TERMOS DE PARCERIA E CONVÊNIOS FIRMADOS NO EXERCÍCIO DE 200_ Modalidade Gestão Parceria Convênio etc.10...... __________________________ Responsável (Assinatura e nome) Modelo III .. não foi celebrado qualquer contrato de gestão..05..Ltda .. Órgão Concessor: Prefeitura 07....... Natureza: concessão 02... do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo que no decorrer do exercício de 200_.....200_ 06... Objeto: Matadouro Municipal 04. Início do Contrato: 05............ Natureza: permissão 02.Fiorilli Sociedade Civil . ...

......."11" Auxílios/Subvenções/Contribuições .. que durante o exercício financeiro de 200_ não foi firmado pelo Executivo Municipal de __________............ Civil Ltda.. SUBVENÇÕES E CONTRIBUIÇÕES RECEBIDOS DO UNIÃO .SAÚDE Órgão Concessor Objeto Valor R$ Data Recebim..Assistência e Consultoria Municipal . ___ de __________ de 200_ ______________________________ Contador ______________________________ Prefeito Modelo III ..........Estado PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ PREFEITURA MUNICIPAL DE . subvenções ou contribuições de quaisquer valores ou para quaisquer finalidades durante o exercício de 200_ por esta Prefeitura Municipal.....Fiorilli Sociedade Civil .. para os fins das Instruções nº 2..."12" Auxílios/Subvenções/Contribuições recebidos União ......"9" Negativa de Contratos de Concessões e Permissões Declaração Declaramos... nenhum contrato de concessão ou de permissão de serviços ou de bens municipais................. ___ de _______ de 200_.. ________.. _____________..... ou mesmo encontrava-se em vigor.......... que não foram recebidos do Estado...........Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 71 Modelo III .. para fins de Prestação de Contas do Exercício Financeiro de 200_.........-Software .Ltda ............Negativa de Recebimento Declaração __________________________ Declaramos. de 2007 do Tribunal de Contas do Estado. __ de ___________ de ____ __________________________ Secretário (Nome e Assinatura) ________________________________ Prefeito Municipal (Nome e Assinatura) Modelo III ....... ___ de _______ de 200_.. __________________________ Responsável (Assinatura e nome) Fiorilli Soc....... SUBVENÇÕES E CONTRIBUIÇÕES RECEBIDOS DO ESTADO Órgão Concessor Objeto Valor R$ Data Recebim........ Prefeitura Municipal de _________..Saúde PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ PREFEITURA MUNICIPAL DE ..... RELAÇÃO DOS AUXÍLIOS. auxílios.. Responsável (Assinatura e nome) Modelo III .......... _____________. RELAÇÃO DOS AUXÍLIOS."10" Auxílios/Subvenções/Contribuições recebidos .

"13" Auxílios/Subvenções/Contribuições ."16" Relação de Precatórios PREFEITURA MUNICIPAL DE ______________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ RELAÇÃO DOS PAGAMENTOS A CONTA DE PRECATÓRIOS JUDICIAIS Órigem da Ação Credor Valor R$ Data do Pagam.-Software ."14" Obras de Arte PREFEITURA MUNICIPAL DE ______________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ RELAÇÃO DAS OBRAS DE ARTE/OBJETOS HISTÓRICOS ADQUIRIDOS Data aquisição Valor . ________.Assistência e Consultoria Municipal . que não foram recebidos da União. durante o exercício de 200_ por esta Prefeitura Municipal."15" Negativa .Obras de Arte Declaração Declaramos. Civil Ltda. quaisquer obras de arte e/ou objetos históricos. subvenções ou contribuições de quaisquer valores para finalidades ligadas à área da Saúde.R$ Comercial Aquisição Importância histórica Origem Nacional (N) Estrang (E) ________________. auxílios. ___ de __________ de 200_ ____________________ Contador ____________________ Prefeito Modelo III . ___ de __________ de 200_ ______________________________ Contador ______________________________ Prefeito Modelo III . _____________. que não foram adquiridos pela Prefeitura Municipal. para fins de Prestação de Contas do Exercício Financeiro de 200_.Fiorilli Sociedade Civil . __________________________ Responsável (Assinatura e nome) Fiorilli Soc. no exercício de 200_.Ltda . para fins de Prestação de Contas do Exercício Financeiro de 200_.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 72 Modelo III . __ de __________ de 200_ ________________________ Contador ________________________ Prefeito Municipal Modelo III . ___ de _______ de 200_.Negativa de Recebimento Declaração Declaramos. ________.

___ de __________ de 200_ ____________________ Contador ____________________ Prefeito Fiorilli Soc. quaisquer ações negociáveis no decorrer do exercício."19" Ações Negociadas PREFEITURA MUNICIPAL DE ______________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ RELAÇÃO DAS AÇÕES NEGOCIADAS (AQUISIÇÃO OU VENDA) Data Empresa Tipo Quantidade Valor R$ Instituicões envolvidas _____________.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 73 Modelo III . ___ de _______ de 200_. ________."20" Negativa de Ações Negociadas Declaração Declaramos. pela Prefeitura Municipal. ___ de __________ de 200_ ____________________ Contador ____________________ Prefeito Modelo III . pela Prefeitura Municipal. Civil Ltda. quaisquer pagamentos a título de precatórios no decorrer do exercício."17" Negativa de Precatórios Declaração Declaramos. __________________________ Responsável (Assinatura e nome) Modelo III . para fins de Prestação de Contas do Exercício Financeiro de 200_.Ltda . para fins de Prestação de Contas do Exercício Financeiro de 200_. que não foram adquiridas ou alienadas. ________. que não foram realizados.18 Precatórios de exercícios anteriores não pagos PREFEITURA MUNICIPAL DE ______________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ PRECATÓRIOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES NÃO PAGOS Órigem da Ação Credor Valor R$ Alimentar (A) Não alimentar (NA) Parcelamento EC 30 (P) Modelo III .-Software .Assistência e Consultoria Municipal .Fiorilli Sociedade Civil .

com sede na Rua _________. com suas alterações posteriores. cujas contas integram o orçamento do Executivo.. inciso XXXVII das Instruções nº 2.__ (por extenso). sob a forma de autarquia. Fundo Municipal de Seguridade. de _______. de ______. com suas alterações posteriores. com suas alterações posteriores. 03. com sede na Rua ________. que no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 200_. tel. Declaração Declaramos. de ________. ______. cujas contas integram o orçamento do Poder Executivo. foi de R$ ______. no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 200_. Prefeitura Municipal de _________. sociedade de economia mista. Civil Ltda. o montante das receitas arrecadadas pela Prefeitura Municipal. Sr. de natureza orçamentária: 01.Ltda . empresa pública. em ________. Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação . com sede na Rua ______."22" Negativa de Fundos. ___________. para fins de Prestação de Contas do exercício financeiro de 200__. nº ____. RG. Prefeitura Municipal de _________. Autarquias . em _________. a título de multas previstas na legislação de trânsito. criado pela Lei nº _____. ___________. nº ____. Serviço Autônomo de Água e Esgoto. criado pela Lei nº _____. tel. ______. Sr. do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. RG. de ________. ____________. criada pela Lei nº _____. consórcios intermunicipais ou entidades municipais criadas ou mantidas por esta Prefeitura Municipal. fundação. que funciona das ____ às ____ horas dos dias úteis. entidades da administração indireta: 01. Empresa Municipal de Desenvolvimento. __ de _________ de 200_ _________________________ Contador (Nome e Assinatura) ________________________________ Prefeito Municipal (Nome e Assinatura) Fiorilli Soc. ___ de __________ de 200_ ____________________ ____________________ Contador Prefeito Modelo III ."23" Receitas . de ______. em função de convênio de delegação de competências celebrado com o Estado.criado pela Lei nº ______. 02.Assistência e Consultoria Municipal . Fundo da Assistência Social. em ______.. pelo qual responde o Superintendente. do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. criado pela Lei nº _____. ________. nº ___. ______. que não existem neste município. 02.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 74 Modelo III . Sr.-Software . __ de _________ de 200_ _________________________ Secretário (Nome e Assinatura) _______________________________ Prefeito Municipal (Nome e Assinatura) Modelo III . 02. de ________.Fiorilli Sociedade Civil ."21" Declaração de Fundos. de 2007. ________. de 2007. tel. inciso XXXVI das Instruções nº 2. que funciona das ____ às ____ horas dos dias úteis.Multas de Trânsito DECLARAÇÃO Declaramos. pela qual responde o seu Presidente. ___________. autarquias. cujas contas integram o orçamento do Executivo. pela qual responde o Diretor-Presidente. Autarquias Declaração Declaramos. sob a forma de empresa pública. que a Administração do Município de _______. Fundação do Ensino Profissionalizante criada pela Lei nº _____. RG. compreendia os seguintes serviços e entidades: 01. para os fins do artigo 1º.FUNDEB. que funciona das ____ às ____ horas dos dias úteis. para os fins do artigo 1º. _____. 03.

foram apresentadas a este Conselho as seguintes denúncias/consultas relacionadas com ações e serviços de saúde: DENÚNCIAS Objeto Denunciante Resultado CONSULTAS Objeto Consulente Resposta Conselho Municipal de Saúde do Município de ____________.Assistência e Consultoria Municipal .Multas de Trânsito DECLARAÇÃO Declaramos."25" Despesas Trânsito DECLARAÇÃO Declaramos. de delegação de competências do Código de Trânsito Brasileiro. por seus membros abaixo identificados e assinados. ligadas às receitas arrecadadas em função do convênio. __ de _________ de 200_ _______________________ Contador (Nome e Assinatura) ____________________________ Prefeito Municipal (Nome e Assinatura) Modelo III . em __ de _______ de 200_ _____________________ Nome/Assinatura _____________________ Nome/Assinatura ___________________ Nome/Assinatura ___________________ Nome/Assinatura Fiorilli Soc. Civil Ltda.__ (por extenso). engenharia de tráfego. para os fins do artigo 1º. que a Prefeitura Municipal de ____. Prefeitura Municipal de _________. não firmou com o Estado qualquer convênio tendo por objeto a delegação de competências do Código de Trânsito Brasileiro."26" Declaração Conselho Municipal de Saúde DECLARAÇÃO O Conselho Municipal de Saúde do Município de __________.-Software . de 2007. policiamento. para os fins do artigo 1º. Estado de São Paulo.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 75 Modelo III . para fins de prestação de contas junto ao Egrégio Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Prefeitura Municipal de _________. __ de _________ de 200_ ______________________ Contador (Nome e Assinatura) ____________________________ Prefeito Municipal (Nome e Assinatura) Modelo III . DECLARA. de 2007. o montante das despesas realizadas pela Prefeitura Municipal com sinalização. do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. razão pela qual não arrecadou quaisquer receitas provenientes de multas previstas na legislação de trânsito e. não realizou quaisquer despesas com sinalização. que no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 200_."24" Negativa de Convênio . foi de R$ ______. tampouco. incisos XXXVII e XXXVIII das Instruções nº 2. de campo.Fiorilli Sociedade Civil . que durante o exercício de 200_.Ltda . inciso XXXVIII das Instruções nº 2. fiscalização e educação de trânsito. em função das receitas arrecadadas em virtude de convênio firmado com o Estado. policiamento. engenharia de tráfego. do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. fiscalização e educação de trânsito. de campo.

anotar na coluna "descrição do bem" o seguinte: nada a declarar. Fiorilli Soc.R$ ____. Repasses realizados em obediência ao art.000 ações Sabesp Mesa reunião 16 lugares Forma Compra Compra B. 29-A da Constituição Federal . inciso XIX) Mês (*) VALOR DUODÉCIMO . __ de _________ de 200_ _________________________________ Responsável (nome e assinatura) Observação: Não tendo ocorrido qualquer incorporação de bens móveis.“27” Relação Duodécimos CÂMARA MUNICIPAL DE _________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DE 200_ RELAÇÃO DOS DUODÉCIMOS (Instruções nº 2. 70. Civil Ltda.Ltda . art.-Software .Assistência e Consultoria Municipal .Valores Compra Motivo Renovação da frota Renovação da frota Investimento Renovação mobiliário ______________. Os repasses foram realizados em obediência à programação financeira e o cronograma financeiro de desembolso 2.__ REPASSADO Câmara Municipal de _________.R$ ORÇADO Janeiro Fevereiro Março Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Total recebido (-) Devolução saldo não utilizado Total líquido (*) OBSERVAÇÕES: 1.Fiorilli Sociedade Civil . em ___ de _______ de 200_ _____________________ Contador ____________________ Presidente Modelo III . de 2007.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 76 Modelo III ."28" Relação de Incorporações de Bens Móveis PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 200_ RELAÇÃO DAS INCORPORAÇÕES DE BENS MÓVEIS Data 30/03/06 15/06/06 26/07/06 30/09/06 Processo 001 002 003 004 Nº Patrimônio 01-0045 01-0046 03-0147 Descrição do Bem Veículo VW Santana 2003 Veículo VW Saveiro 2003 Lote 10.

000 m2 Compra _____________. __________________________ Responsável (Assinatura e nome) Observação: Não tendo ocorrido qualquer desincorporação de bens imóveis.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 77 Modelo III . fazer declaração negativa a respeito Modelo III . 01-0045 01-0078 03-0148 Descrição do Bem Forma Motivo Inservível Manut. Leilão 1998 Mesa p/ microcomputador Fac-simile marca Philips Doação Baixa Lote de 20. Modelo III .31” Relação da Desincorporação de Bens Imóveis PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE ______ RELAÇÃO DAS DESINCORPORAÇÕES DE BENS IMÓVEIS Data 28/03/06 05/05/06 Proc.000ações da Sabesp B. Civil Ltda. 005 005 Nº Patrim.Valores _____________."29" Relação de Incorporações de Bens Imóveis PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE ______ RELAÇÃO DAS INCORPORAÇÕES DE BENS IMÓVEIS Data 28/10/06 15/12/06 Processo 005 006 Nº Patrimônio 02-0002 02-0003 Descrição do Bem Lote de 5.1995 Leilão Veículo marca VW.Fiorilli Sociedade Civil . fazer declaração negativa a respeito. Fiorilli Soc. Santana.-Software .Ltda . anotar na coluna "descrição do bem" o seguinte: nada a declarar. __ de _________ de 200_ _________________________________ Responsável (nome e assinatura) Observação: Não tendo ocorrido qualquer desincorporação de bens móveis.Assistência e Consultoria Municipal .000 m2 Forma Compra Motivo Investimento Instalação da sede Gleba urbana de 25."30" Relação das Desincorporações de Bens Móveis PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE ______ RELAÇÃO DAS DESINCORPORAÇÕES DE BENS MÓVEIS Data 20/03/06 30/04/06 28/06/06 25/07/06 30/10/06 Proc. __ de _________ de 200_ _________________________________ Responsável (nome e assinatura) Observação: Não tendo ocorrido qualquer incorporação de bens imóveis. ___ de _______ de 200_. 001 002 003 004 005 03-1763 Nº Patrim. Anti Econômica Sem uso Reforço receita Furto Veículo marca Ford Belina. 02-0005 02-0025 Descrição do Bem Gleba urbana de 2 alqueires Faixa de 560 m2 Forma Loteamento Motivo Polo Industrial Área remanescente de obra Investidura _____________.

__________________________ Responsável (Assinatura e nome) Observação: O total da relação deverá ser igual ao do Balanço Patrimonial Modelo III . PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ RELAÇÃO DOS EMPRÉSTIMOS. __________________________ Responsável (Assinatura e nome) Modelo III ..Fiorilli Sociedade Civil .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 78 Modelo III .. que no decorrer do exercício de 200_. para fins de prestação de contas junto ao Egrégio Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. FINANCIAMENTOS E OPERAÇÕES DE CRÉDITO Natureza da Operação Instituição Data do Ajuste Objetivo Vigência Valor R$ _____________. Civil Ltda."33" Relação de Empréstimos . quaisquer contratos tendo por objeto a realização de empréstimos.Assistência e Consultoria Municipal . ___ de _______ de 200_. _____________. ___ de _______ de 200_. financiamentos ou operação de crédito. não foi celebrado por esta ______ (nome da entidade)."34" Negativa de Empréstimos DECLARAÇÃO Declararamos."32" Carteira de Ações RELAÇÃO DAS CARTEIRAS DE AÇÕES Empresa Tipo Quantidade Valor R$ _____________. ___ de _______ de 200_.-Software . __________________________ Responsável (Assinatura e nome) Fiorilli Soc.Ltda .

VALOR EM REAIS TOTAL __________________________. SUBVENÇÕES OU CONTRIBUIÇÕES PAGOS DURANTE O EXERCÍCIO DE ______. DE VALOR INFERIOR A LIMITE DE REMESSA AO TCESP VALORES REPASSADOS DURANTE O EXERCÍCIO DE ______ ÓRGÃO CONCESSOR: ____________________________ CONTRATO GESTÃO Nº (*) TERMO PARCERIA Nº (*) CONVÊNIO Nº (*) VIGÊNCIA ATÉ VALOR GLOBAL DO AJUSTE VALOR REPASSADO NO EXERCÍCIO DATA OBJETO TOTAL __________________. Civil Ltda.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 79 Modelo IV . _____ de _________ RESPONSÁVEL: _____________________________________ (nome. CEP) LEI Nº DATA FINALIDADE DATA DO PAGTO.Ltda .“2” Provenientes de auxílios/subvenções/contribuições (Anexo 2 .TCE) ANEXO 2 REPASSES PÚBLICOS AO TERCEIRO SETOR RELAÇÃO DOS AUXÍLIOS. Cidade. cargo.Assistência e Consultoria Municipal . cargo.Repasses Públicos ao Terceiro Setor Modelo IV . nº.TCE) ANEXO 1 REPASSES PÚBLICOS AO TERCEIRO SETOR RELAÇÃO DOS AJUSTES COM ENTIDADES NÃO-GOVERNAMENTAIS. Modelo IV .Fiorilli Sociedade Civil .-Software . assinatura) Fiorilli Soc. SEM FINS LUCRATIVOS.“1” Provenientes de Contratos (Anexo 1 . ÓRGÃO CONCESSOR: _________________________________________________ TIPO DA CONCESSÃO (A / S / C) NOME DO BENEFICIÁRIO ENDEREÇO (Rua. _______ de _________ RESPONSÁVEL: _______________________________________________ (nome. assinatura) (*) preencha a coluna de acordo com o tipo de ajuste firmado.

RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS TRANSPOSIÇÕES / REMANEJAMENTOS / TRANSFERÊNCIAS Autorização Lei/data Decreto/data Créditos orçamentários Órgão Unidade Orçamentária Unidade Executora Função Subfunção Programa Projeto/atividade Classificação da despesa Órgão Unidade Orçamentária Unidade Executora Função Subfunção Programa Projeto/atividade Classificação da despesa Aumento Diminuição ________.-Software .Quadros Demonstrativos Modelo V .“1” Créditos Adicionais (Modelo 18 .Assistência e Consultoria Municipal .__ ________.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 80 Modelo V . Fiorilli Soc.TCE) ANEXO 18 DEMONSTRAÇÃO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA ENTIDADE: _________________________________________________ EXERCÍCIO:________ LEI ORÇAMENTÁRIA Nº ___ DE ___/___/___ RECEITA PREVISTA R$ _____________ PERCENTUAL AUTORIZADO NA LEI ORÇAMENTÁRIA PARA SUPLEMENTAÇÃO: _____% (__________) AUTORIZAÇÃO LEI Nº DATA DECRETO Nº DATA FINALI DADE SUPLEMENTAÇÃO ESPECIAL / EXTRAORDINÁRIO SUPERAVIT OP DE CRÉDITO VIGÊNCIA SUPERAVIT ANULAÇÃO EXCESSO OP DE ANULAÇÃO EXCESSO CRÉDITO TOTAIS DATA: ____/_______/________ RESPONSÁVEL:_____________________________ Caso não haja nenhuma alteração orçamentária.Ltda . Modelo V .“2” Transposições.Fiorilli Sociedade Civil . Civil Ltda. Remanejamentos e Transferências PREFEITURA MUNICIPAL DE _____________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ QUADRO DEMONSTRATIVO . escrever na primeira linha: "nada a declarar".__ DATA: ____/_______/________ RESPONSÁVEL:_____________________________ Caso não haja nenhuma alteração orçamentária. escrever na primeira linha: "nada a declarar".

...“4” Despesa Licitada e não licitada (Anexo 23 ...Assistência e Consultoria Municipal ......__ Recursos recebidos no exercício ..................90...__ _______.........__ Rendimento de aplicações financeiras ................... cargo.....__ _______........R$ _______..__ DESPESA Programa/projeto/atividade ..XX VALOR LICITADO VALOR NÃO LICITADO VALOR TOTAL ________________________________....... __ de _____________ de 200_ ___________________________ Nome e assinatura do responsável Modelo V .................................TCE) QUADRO DEMONSTRATIVO DO QUANTITATIVO DA DESPESA LICITADA E DA DESPESA NÃO LICITADA DESPESA POR SUBELEMENTO (33............. ______ de ___________de_________ RESPONSÁVEL: _______________________________________ (nome.......30..XX a 33...90....__ _______........................................ R$ ______... ..........Exercício de 200_ Município: _____________ RECEITA Contribuição sobre Intervenção no Domínio Econômico Saldo de exercício anterior .................__ Total recursos CIDE ...... Valor Previsto ..__ _______...............Fiorilli Sociedade Civil .................36.__ _______........... Civil Ltda.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 81 Modelo V ...... R$ ______.......................“3” Recursos CIDE Prestação de Contas ..........__ _______.......R$ _______...__ Valor aplicado .... assinatura) Fiorilli Soc........ R$ ______.................. .........-Software .............................Ltda .......................... R$ ______...__ Total recursos aplicados no exercício Saldo para o exercício seguinte ______________.......

-Software .“1” Gestão Associada de Serviços Públicos / Contratos de Consórcio Público PREFEITURA MUNICIPAL DE ___________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ Gestão Associada de Serviços Públicos Contratos de Consórcio Público Relação dos Contratos firmados no exercício No Ajuste: ________ Data: ________ Consórcio/Denominação: ___________________ Consórcio/Sede: __________________ Natureza jurídica: ________ (associação pública ou pessoa jurídica de direito privado sem fins econômicos. etc. conforme o caso) Entes da Federação integrantes do Consórcio: a) Município de ______________. Civil Ltda.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 82 Modelo VI .Fiorilli Sociedade Civil . etc. ___ de _________ de 200_ ______________________ (assinatura) (*) inclusive aditamentos Fiorilli Soc.“2” Gestão Associada de Serviços Públicos / Convênios de Cooperação PREFEITURA MUNICIPAL DE ___________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ Gestão Associada de Serviços Públicos Convênios de Cooperação Relação dos Convênios firmados no exercício No Ajuste: ________ Data: ________ Finalidade: ___________________ Prazo de duração: __________________ Entes da Federação conveniados: ________ (discriminar) ________.Ltda .Assistência e Consultoria Municipal . Finalidade: ____________________ Prazo de duração: _______________________ Representante legal do Consórcio: Prefeito Municipal de ________________ Período do mandato: de ___________ a ______________ ________. ___ de _________ de 200_ ______________________ (assinatura) Modelo VI .Gestão Associada de Serviços Públicos Modelo VI . b) Município de ______________.

Assistência e Consultoria Municipal . ___ de _________ de 200_ ______________________ (assinatura) (*) inclusive aditamentos Modelo VI . mencionando quantitativos previstos) ________.Fiorilli Sociedade Civil .-Software .“5” Gestão Associada de Serviços Públicos / Convênios de Programas com Entes Federativos PREFEITURA MUNICIPAL DE ___________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ Gestão Associada de Serviços Públicos Contratos de Programas com Entes Federativos Relação dos Contratos firmados no exercício No Contrato: ________ Data: ________ Prazo: _______________ Contratado: ____________________ (discriminar o ente federativo) Obrigações: ____________ (descrever resumidamente.Ltda . ___ de _________ de 200_ ______________________ (assinatura) (*) inclusive aditamentos Modelo VI .“3” Gestão Associada de Serviços Públicos / Contratos de Rateio PREFEITURA MUNICIPAL DE ___________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ Gestão Associada de Serviços Públicos Contratos de Rateio Relação dos Contratos firmados no exercício No Contrato: ________ Data: ________ Prazo: _________________ Contratado: ________________________ Valor total: __________________ ________. mencionando quantitativos previstos) ________. ___ de _________ de 200_ ______________________ (assinatura) (*) inclusive aditamentos Fiorilli Soc.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 83 Modelo VI .“4” Gestão Associada de Serviços Públicos / Contratos de Programas com Consórcios Públicos PREFEITURA MUNICIPAL DE ___________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ Gestão Associada de Serviços Públicos Contratos de Programas com Consórcios Públicos Relação dos Contratos firmados no exercício No Contrato: ________ Data: ________ Prazo: _______________ Contratado: Consórcio ____________________ Obrigações: ____________ (descrever resumidamente. Civil Ltda.

visando a gestão associada de serviços públicos. Civil Ltda. etc. __ de _________ de 200_ ______________________ Contador (Nome e Assinatura) ____________________________ Prefeito Municipal (Nome e Assinatura) Fiorilli Soc. (No caso de alteração) As alterações promovidas com o ajuste ora informado foram as seguintes: a) __________. c) etc. foi formalizada a alteração (ou) extinção do convênio de cooperação. Prefeitura Municipal de _________. firmado em ___. b) __________. etc. etc.Ltda .-Software . (No caso de alteração) As alterações promovidas com o ajuste ora informado foram as seguintes: a) __________. foi formalizada a alteração (ou) extinção de Consórcio Público. b) Município de ______________.Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 84 Modelo VI . tendo por finalidade a ___________. Prefeitura Municipal de _________. etc. de _______ de 200_. visando a gestão associada de serviços públicos.Fiorilli Sociedade Civil . denominado por _________. tendo como seus integrantes os seguintes entes da Federação: a) Município de ______________.“6” Alteração/Extinção Contratos Consórcio Público PREFEITURA MUNICIPAL DE ___________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ Gestão Associada de Serviços Públicos Alteração/Extinção de Contratos de Consórcio Público Relacionamos abaixo a(s) alteração(ões) (ou) extinção(ões) de contratos de consórcio público firmado(s) no decorrer do exercício de 200_. etc. b) Município de ______________. c) etc. etc. __ de _________ de 200_ ______________________ Contador (Nome e Assinatura) ____________________________ Prefeito Municipal (Nome e Assinatura) Modelo VI . tendo por finalidade a ___________.Assistência e Consultoria Municipal . 01 Pelo ajuste de nº ___. e tendo como partícipes os seguintes entes da Federação: a) Município de ______________. 01 Pelo ajuste de nº ___. b) __________. de _______ de 200_. firmado em ___.“7” Alteração/Extinção Convênios Cooperação PREFEITURA MUNICIPAL DE ___________________ PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 200_ Gestão Associada de Serviços Públicos Alteração/Extinção de Convênios de Cooperação Relacionamos abaixo a(s) alteração(ões) (ou) extinção(ões) do(s) convênio(s) de cooperação firmado(s) no decorrer do exercício de 200_.

Assistência e Consultoria Municipal . Civil Ltda.Ltda .-Software .Fiorilli Sociedade Civil .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 85 Anotações Fiorilli Soc.

-Software .Fiorilli Sociedade Civil .Assistência e Consultoria Municipal .Ltda .Software CURSOS Parte: Assunto: Atualização: Cursos 2007 Prestação de Contas Página: 86 Anotações Fiorilli Soc. Civil Ltda.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->