Você está na página 1de 23

Interaes reversveis

1- Ligaes eletrostticas (inicas) Um grupamento carregado pode atrair um grupamento com carga oposta. Ex: NaCl = Na+ Cl-

2- Ligaes de hidrognio
Um tomo de hidrognio compartilhado compartilhado por outros dois tomos (FON).

3- Ligaes de van der waals Uma fora de atrao inespecfica quando dois tomos quaisquer estiverem prximos.

A gua

A gua
Constitui cerca de 60% do peso corporal. Participa como substrato e produto em reaes. A gua difunde-se livremente atravs da maioria das membranas celulares.

Propriedades biologicamente importantes:


uma molcula polar A gua altamente coesiva

A gua excelente solvente de molculas polares, enfraquecendo ligaes inicas e ligaes de hidrognio, competindo com elas por suas atraes.

Ligaes hidrofbicas

Ionizao da gua

H2O

+ H

OH

Constante de equilbrio

Keq = [H+ ] [OH-]


[H2O]

[H+ ] = 10 -7

pH
pH= - log [H+] [H+ ] > 10 -7 solues cidas (pH < 7)

[H+ ] < 10 -7
Solues bsicas (pH>7)

cidos e Bases
cido: substncia doadora de prtons
Base: substncia aceptora de prtons

HA H+ + A-

A fora de um cido determinada por sua constante Ka.

Ka= [H+] [A-] [HA]


cidos fracos possuem Ka < 1 cidos fortes possuem Ka >1

pKa
pKa= - log Ka
Quanto menor o valor de pKa, mais forte o cido

Tampes
So substncias que em soluo aquosa do a estas solues a propriedade de resistir s variaes do seu pH quando s mesmas so adicionadas quantidades relativamente pequenas de cido (H+) ou base (OH-).

Tampes biolgicos
1- Tampo fosfato Age no citoplasma das clulas.

H2PO4- H+ + HPO42- pKa= 6,86


Resiste s variaes de pH na regio entre 6,36 e 7,36.

2- Tampo bicarbonato Age no plasma sanguneo. H2CO3 H+ + HCO3-

CO2(d) +H2O H2CO3


CO2(g) CO2(d)

Regulao pulmonar do tamponamento sanguneo

Regulao renal do pH sanguneo: eliminao dos ons H+ na forma de amnia

reabsoro de bicarbonato.

Atuao de protenas no tamponamento sanguneo