Você está na página 1de 1

1. Traçar duas linhas de centro perpendiculares para desenhar a perspectiva. O centro do nosso desenho coincidirá com o cruzamento das linhas de centro.

coincidirá com o cruzamento das linhas de centro. 1º 2. Do cruzamento das linhas de centro,

2. Do cruzamento das linhas de centro, marcamos a medida igual ao raio da peça;

de centro, marcamos a medida igual ao raio da peça; 2º 3. Por esses pontos, traçamos

3. Por esses pontos, traçamos linhas auxiliares paralelas às linhas de centro e desenhamos um quadrado;

paralelas às linhas de centro e desenhamos um quadrado; 3º 4. Traçamos 4 linhas diagonais ligando

4. Traçamos 4 linhas diagonais ligando os cantos dos quadrados aos centros das linhas auxiliares (cruzamento destas com a linha de centro), que serão os centros dos raios menores;

4º

5. Começamos a traçar a elipse pelo raio maior, colocando a ponta seca do compasso no vértice dos cantos com ângulos obtusos, tomando cuidado de não ultrapassar as linhas de centro;

5º

6. Colocamos a ponta seca do compasso no cruzamento das diagonais traçadas e então traçamos os raios menores e concluímos a elipse.

6º

Podemos também traçar uma bissetriz nos ângulos agudos e duas diagonais com vértice em qualquer dos ângulos obtusos e teremos o centro do raio menor.

dos ângulos obtusos e teremos o centro do raio menor. Podemos ainda traçar uma bissetriz nos

Podemos ainda traçar uma bissetriz nos ângulos agudos e duas diagonais paralelas, do vértice dos ângulos obtusos ao cruzamento das linhas de centro com as linhas auxiliares e teremos o centro do raio menor.

dos ângulos obtusos ao cruzamento das linhas de centro com as linhas auxiliares e teremos o