Você está na página 1de 13

A Relação Homem e Natureza nas Antigas

Epopeias: Uma Leitura de Ilíada e Odisseia.

Projeto: A RELAÇÃO HUMANA COM A NATUREZA NA CULTURA OCIDENTAL:
FUNDAMENTOS, PRESSUPOSTOS E POSSIBILIDADES

Alunos: Amanda Ranieri; Dâmaris Assunção; Marcus Gabriel Rosa.

Professora: Andreza Flexa

OBJETIVOS GERAL: Verificar como vem sendo construída a relação homem natureza na Literatura. .

Discutir como se dá a relação homem e natureza nas sociedades descritas nas obras literárias. . Estudar a literatura que trata da relação homem e natureza. Identificar os recursos estilísticos próprios dos gêneros lidos.OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Realizar um levantamento de obras literárias representativas dos séculos propostos pelo Projeto.

 Elaboração da apresentação oral. .  Leitura das obras escolhidas e de outras fontes de apoio.  Produção escrita.METODOLOGIA  Levantamento das obras literárias. de acordo com o período proposto.

C. C. no século IX a. supostamente..  Poeta cego.  A relação do homem com a natureza em Ilíada e Odisseia.  Ações narradas. palavra proveniente do grego aoidós.  ‘Aedo’.  Natureza de obra transmitida oralmente. que significa ‘cantor’ . por Homero.  Escritos. em Atenas.  Os versos teriam sido compilados no século VI a.Introdução  Gênero Literário Épico*.  Elementos essenciais do poema épico. .  Considerações finais. aproximadamente.

enquanto se cumpria a vontade de Zeus). ficando seus corpos como presa para cães e aves de rapina. e o divino Aquiles. Na estrutura épica temos:  o narrador. a cólera de Aquiles.Gênero Literário Épico* O gênero épico é a narrativa em versos que apresenta um episódio heroico da história de um povo. Nesse gênero geralmente há presença de figuras fantasiosas.  a história.  as personagens. . o Pelida (mortífera!. que tantas dores trouxe aos Aqueus e tantas almas valentes de heróis lançou no Hades.  o tempo. ó deusa. desde o momento em que primeiro se desentenderam o Atrida. soberano dos homens.  o espaço. Ilíada Homero Canta.

 Ilíada e Odisseia. .

Vem do nome do seu personagem principal. . o principal texto que foi reunido sob o nome de Homero na cultura grega. Odisseia  Este é. Odisseu – ou. Ulisses.O príncipe troiano Paris foi a Esparta ( cidade da Grécia ) acabou apaixonando-se por Helena e a raptou. como ficou conhecido pela tradução latina. depois da Ilíada. Aconteceu por causa do rapto da princesa grega Helena (esposa do rei Meclau).AÇÕES NARRADAS  Ilíada  A guerra de Tróia foi um conflito entre gregos e troianos e durou aproximadamente 10 anos.

AÇÕES NARRADAS .

Mares.  Tempo cronológico: o dia é marcado pelo revezamento sucessório e ininterrupto da luz do sol e da escuridão noturna. . Muralhas. Portos. Ítaca.669. Ilhas e Cidades percorridas pelas personagens.693 versos e a Odisseia por 11.  O narrador onisciente. Palácios. Paisagens urbana e rural.  Personagens principais: Aquiles e Ulisses.  Espaço da narrativa: Ágora. ambas construídas em hexâmetro dactílico.  A Ilíada é constituída por 15.ELEMENTOS ESSENCIAIS DOS POEMAS ÉPICOS  Divididas em 24 cantos.

De inverno e de verão. outro arregoa. outro envelhece. À velhice escapássemos e à morte. mas dos mil transes Letais ninguém se exime: eia. Zéfiro meigo lhes sazona os frutos. Onde florentes árvores viçosas. se esquivando ora esta guerra.” Não distante. Nem combatera eu mesmo. ganhemos Ou demos a ganhar embora a palma. perene brotam. nem te instara Pela fama a pugnar. Um pula.AS RELAÇÕES HOMEM NATUREZA EM ILÍADA E ODISSEIA “Amigo. há vergel de quatro jeiras. .

CONSIDERAÇÕES FINAIS Apresentamos. de forma geral.  Demonstramos como ocorre a relação do homem com a natureza em duas das mais antigas epopeias que serviram (servem) de inspiração para muitas outras narrativas que as sucederam.  Elencamos os elementos que foram essenciais à construção dos poemas de Homero. . os principais acontecimentos que aparecem nas duas obras.

Odorico Mendes. A. _______. PLATÃO. 2007. UFES: VITÓRIA 2014. Ciências e Letras da Universidade de São Paulo (USP).REFERÊNCIAS AUBRETON. 2001. Odorico Mendes.C. São Paulo: Companhia das Letras. . Gêneros literários. HETEROTOPIAS E UTOPIAS NA GRÉCIA ANTIGA (SÉCULOS X-VIII A. Livro III. São Paulo: Imprensa da Faculdade de Filosofia. Introdução a Homero. Trad. R. Tradução de Maria Helena da Rocha Pereira. 2003. Ana Penha. São Paulo: Princípios. Odisseia. Lisboa: Fundação Calouste Gunbenkian. GABRECHT.. 1956. A REPRESENTAÇÃO DO ESPAÇO NA ODISSEIA: DEFININDO ISOTOPIAS. São Paulo: Arx. Trad. HOMERO. SOARES. Ilíada.) – Tese de Doutorado. A República. 2011.