Você está na página 1de 3

BECO SEM SAÍDA – Êxodo 14.1 – 14.

1. Introdução

Encontrei uma poesia e gostaria de recitá-la:


O homem sussurrou: “Deus, fale comigo”… e um passarinho cantou. Mas o
homem não ouviu.
Então, o homem gritou: “Deus, fale comigo”… E trovões e raios apareceram no
céu. Mas o homem não notou.
O homem olhou em volta e disse: “Deus, deixe-me ver o Senhor”… E uma
estrela brilhante apareceu. Mas o homem não percebeu.
O homem gritou: “Deus, mostre-me um milagre”… E uma vida nasceu. Mas o
homem não reparou.
Então, o homem clamou em desespero: “Toque-me, Deus, e deixe-me saber que
o Senhor está aqui”…Ao que Deus o tocou suavemente. Mas o homem espantou
a borboleta que pousara no seu ombro.
O homem chorou: “Deus, eu preciso da sua ajuda” … E um e-mail chegou
trazendo boas notícias e palavras de encorajamento. Mas o homem o deletou e
continuou a chorar…
MORAL: Muitas vezes, nós não conseguimos escutar Deus e vê-lo nas coisas
simples da nossa vida. Talvez tenha sido por esse motivo que Deus tenha levado
o povo de Moisés até um beco sem saída, para que diante do mar, frente a uma
situação difícil pudessem aprender a escutar Deus.
Muitas pessoas só escutam Deus quando as circunstâncias estão complicadas,
quando estão sendo provadas. É por isso que Deus nos coloca em alguns becos
sem saída.

2. Tema

O BECO SEM SAÍDA É UM LUGAR PARA ONDE DEUS NOS LEVA PARA SERMOS
PROVADOS. NESTE LUGAR PODEMOS FALHAR, MAS ALÍ DEUS NOS AJUDARÁ A
VENCER.

3. O que aprendemos sobre o beco sem saída:

3.1 O beco sem saída é um lugar para onde Deus nos conduz para sermos
provados v.1-9
“1 Disse o SENHOR a Moisés: 2 Fala aos filhos de Israel que retrocedam e se
acampem defronte de Pi-Hairote, entre Migdol e o mar, diante de Baal-Zefom;
em frente dele vos acampareis junto ao mar. 3 Então, Faraó dirá dos filhos de
Israel: Estão desorientados na terra, o deserto os encerrou. 4 Endurecerei o
coração de Faraó, para que os persiga, e serei glorificado em Faraó e em todo o
seu exército; e saberão os egípcios que eu sou o SENHOR. Eles assim o
fizeram. 5 Sendo, pois, anunciado ao rei do Egito que o povo fugia, mudou-se o
coração de Faraó e dos seus oficiais contra o povo, e disseram: Que é isto que
fizemos, permitindo que Israel nos deixasse de servir? 6 E aprontou Faraó o seu
carro e tomou consigo o seu povo; 7 e tomou também seiscentos carros
escolhidos e todos os carros do Egito com capitães sobre todos eles. 8 Porque o
SENHOR endureceu o coração de Faraó, rei do Egito, para que perseguisse os
filhos de Israel; porém os filhos de Israel saíram afoitamente. 9 Perseguiram-
nos os egípcios, todos os cavalos e carros de Faraó, e os seus cavalarianos, e o
seu exército e os alcançaram acampados junto ao mar, perto de Pi-Hairote,
defronte de Baal-Zefom.
Tento imaginar a reação do povo quando Deus os manda ficar acampados num
lugar que não lhes proporcionava nenhuma defesa contra o exército inimigo.
Diante do mar vermelho o povo estava indefeso. Geograficamente estavam
cercados na frente pelo mar, aos lados por montanhas impossíveis de serem
transpostas, e por trás pelo exército inimigo dos egípcios.
Até mesmo o Rei dos Egípcios declara no v.2, que os judeus estavam
desorientados. Essa atitude do Rei ilustra a atitude de algumas pessoas quando
vêem outras em situação difícil. Nessas horas, não faltam pessoas para zombar
ou ridicularizar o cristão.
Mas devemos lembrar de que Deus estava ali com o seu povo. Não importa se
estamos no deserto, não importa se estamos em um beco sem saída na vida.
Importa é que estejamos com Deus. Alguém disse: “Se Deus resolvesse descer
até o inferno, o inferno seria transformado por causa da sua gloriosa presença”
Portanto, importa é que Deus esteja presente conosco.
Outro detalhe importante é que Deus diz no versículo v,4: “Serei glorificado”.
Num beco sem saída, num momento difícil de nossas vidas, ou nas provações, o
nome de Jesus será glorificado, Ele se revelará como Deus poderoso. Creia, não
perca as esperanças, pois Deus é fiel.

3.2 O beco sem saída é o lugar onde às vezes falhamos com Deus v.10-12

“10 E, chegando Faraó, os filhos de Israel levantaram os olhos, e eis que os


egípcios vinham atrás deles, e temeram muito; então, os filhos de Israel
clamaram ao SENHOR. 11 Disseram a Moisés: Será, por não haver sepulcros no
Egito, que nos tiraste de lá, para que morramos neste deserto? Por que nos
trataste assim, fazendo-nos sair do Egito? 12 Não é isso o que te dissemos no
Egito: deixa-nos, para que sirvamos os egípcios? Pois melhor nos fora servir aos
egípcios do que morrermos no deserto.” (Êxodo 14:10-12 RA)
Em situações difíceis nos evidenciamos aquilo que realmente somos e qual é a
qualidade da fé que nós temos. Quando somos atingidos por alguém ou por
alguma situação, temos a oportunidade de demonstrar o tipo de Cristianismo
vivemos.
A Bíblia relata que o povo de Deus não teve ousadia e fé naquele momento tão
difícil. Eles não usaram uma visão de fé para discernir aquela situação. O texto
diz no v. 10 que “levantaram os olhos… e temeram muito”.
Muitas pessoas do povo de Deus começaram a murmurar e diziam a Moisés: “nos
tiraste de lá para que morramos neste deserto” v 11. Muitos em suas
lamentações começaram a desejar a vida antiga que haviam deixado para trás.
Essa tem sido a estratégia do Diabo. Ele tenta provocar em nós o saudosismo do
pecado, das coisas que deixamos para seguir Jesus. E nessa hora muitos falham
com Deus, por não terem visão espiritual e fé que os ajude a crer na presença de
Deus em momentos difíceis. No beco sem saída precisamos aprender a glorificar
e crer que não seremos abandonados ou deixados para traz.
Nas horas difíceis precisamos ser como os apóstolos que não prisão adoravam a
Deus em vez de reclamaram ou murmurarem Atos 16:25.

3.3 O beco sem saída é o lugar em que Deus nos ajuda v.13-14

“13 Moisés, porém, respondeu ao povo: Não temais; aquietai-vos e vede o


livramento do SENHOR que, hoje, vos fará; porque os egípcios, que hoje vedes,
nunca mais os tornareis a ver. 14 O SENHOR pelejará por vós, e vós vos
calareis.” (Êxodo 14:13-14 RA)
Deus permitiu que o povo fosse provado para que vislumbrassem a grande
vitória que seria dada. O povo iria viajar durante 40 anos no deserto, e muitos
precisavam ver um grande milagre no início daquela viagem para que pudessem
renovar seus ânimos e continuar dispostos a prosseguir.
Moisés diz ao povo: “Vede o livramento que o Senhor hoje vos fará”. Talvez esta
seja a palavra que você precise escutar hoje para ficar novamente animado e
voltar a crê mais na providencia de Deus para tua vida. Nestas horas difíceis
lembre-se que você não está sozinho.

4. Conclusão

Um famoso palestrante começou um Seminário segurando uma nota de 20


dólares. Numa sala, com 200 pessoas, ele perguntou: – Quem quer esta nota de
20 dólares?”
Mãos começaram a se erguer. Ele disse: – Eu darei esta nota a um de vocês,
mas, primeiro, deixem-me fazer isto!
Então ele amassou a nota. E perguntou, outra vez: – Quem ainda quer esta
nota? -As mãos continuaram erguidas.
– Bom – ele disse – e se eu fizer isto? E ele deixou a nota cair no chão
e começou a pisá-la e esfregá-la. Depois pegou a nota, agora imunda e
amassada, e perguntou: – E agora? Quem ainda quer esta nota? Todas as
mãos permaneceram erguidas.
– Meus amigos, vocês todos devem aprender esta lição. Não importa o que
eu faça com o dinheiro, vocês ainda irão querer esta cédula, porque ela
não perde o valor. Ela ainda valerá 20 dólares. Essa situação também se dá
conosco.
Muitas vezes, em nossas vidas estamos num Beco sem saída, somos amassados,
pisoteados e ficamos sujos, por decisões que tomamos ou pelas circunstâncias
que vêm em nossos caminhos. E assim, ficamos nos sentindo desvalorizados,
sem importância. Porém, creiam, não importa o que aconteceu ou o que
acontecerá, jamais perderemos o nosso valor ante o Universo. Quer estejamos
sujos, quer estejamos limpos, quer amassados ou inteiros, nada disso altera
a importância que temo para Deus. O preço de nossas vidas não é pelo
que fazemos ou sabemos, mas pelo que SOMOS! Somos especiais. VOCÊ é
especial para Deus. Muito especial. Jamais se esqueça disso! Deus te abençoe!

Interesses relacionados