Você está na página 1de 111

UNIDA TÍTULO DA EMENTA LOCAL DE PUBLICO ANO DE TIPO DE ÁREA DATA DATA COORDENAÇÃO

DE ATIVIDADE REALIZAÇÃO TOTAL CRIAÇÃO AÇÃO TEMÁ DE DE


ACADÊ ENVOLVI TICA INÍCIO TÉRMI
MICA DO NO
FS/DSC APOIO A Regional Paranoá é a sede da Rede Escola FS e Regional de 50 2015 PROJETO SAÚDE 31/03/ 10/12/ GUSTAVO
INSTITUCIONAL FM/UnB. As ações serão de apoio ao Saúde 2015 2015 NUNES DE
AO desenvolvimento de processos gerenciais, Paranoá e OLIVEIRA
DESENVOLVIME planejamento, gestão, avaliação de ações de saúde Itapoã -
NTO GERENCIAL do SUS Regional. A vivência dos extensionistas, Secretaria de
DA ATENÇÃO articuladas à formação, aos serviços e pesquisa, Estado da
BÁSICA SUS DF favorecerá a formação de profissionais de saúde Saúde - DF
voltados às necessidades do SUS a SESDF no
enfrentamento dos desafios e dificuldades do SUS
regional.
FS/ODT Atenção A proposta tem por intenção possibilitar aos alunos Centro de 10 2004 PROJETO SAÚDE 11/08/ 01/07/ LUCAS
odontológica aos do curso de graduação em Odontologia a vivência do Medicina do 2014 2016 FERNANDO
pacientes do atendimento de idosos portadores de quadros Idoso do TABATA
Centro de demenciais senis, dentro do contexto HUB
Medicina do multidisciplinar. Os estudantes de Odontologia
Idoso do HUB realizarão atendimento específico em saúde bucal,
priorizando as necessidades individuais do idoso
demenciado, particularmente aquele que se
encontra em dependência de cuidadores,
direcionada a promoção da saúde bucal e melhoria
da qualidade de vida.
FAV ATENDIMENTO Este projeto destina-se a treinar alunos e médicos Hospitais 2000 2010 PROJETO MEIO 01/10/ 01/10/ RAFAEL
CLÍNICO E veterinários através do atendimento clínico e Veterinários AMBIE 2014 2016 VERISSIMO
CIRÚRGICO A cirúrgico a animais silvestres enviados para os da FAV/UnB, NTE MONTEIRO
ANIMAIS hospitais veterinários de pequenos e grandes animais eventualmen
SILVESTRES NO da UnB. Os resultados coligidos e passíveis de te no local
HVET DA UNB publicação serão enviados a revistas científicas. de
Ressalte-se a importância das informações relativas à alojamento
zoonoses e biossegurança que são repassadas aos dos animais.
proprietários, melhorando a saúde dele, de seus
familiares e pessoas que convivam com o animal.
FAV ATENDIMENTO Diagnosticar, tratar e prevenir doenças do sistema Hospital 15 2014 PROJETO Meio 01/08/ 05/08/ RODRIGO
CLÍNICO- reprodutor de machos e fêmeas dos animais de Veterinários Ambie 2014 2016 ARRUDA DE
REPRODUTIVO produção (equídeos, bovinos, caprinos, ovinos e de grandes nte OLIVEIRA
DE ANIMAIS DE suínos) criados na região e nas proximidades do DF, Animais da
PRODUÇÃO além de implantar e acompanhar o desenvolvimento FAV/UnB
de biotécnicas da reprodução, como: Diagnóstico de
gestação, colheita e transferência de embriões,
criopreservação de sêmen do epidídimo e colhido
com vagina artificial, exame andrológico,
inseminação artificial, etc.
FS/ODT ATENDIMENTO Diagnosticar, prevenir, tratar e acompanhar Divisão de 720 2002 PROJETO SAÚDE 27/08/ 28/08/ HELIANA
DE PACIENTES pacientes portadores de condições genéticas que Odontologia 2014 2016 DANTAS
PORTADORES DE afetam o desenvolvimento craniofacial e dentário. Os do HUB e MESTRINHO
ANOMALIAS pacientes são atendidos por alunos do curso de Laboratório ANA
DENTÁRIAS NA odontologia e estagiários de pós graduação no Multidiscipli CAROLINA
CLÍNICA DE ODT/FS assim como alunos de pós-graduação no nar da FS ACEVEDO -
ODONTOLOGIA Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde; POPPE
DO HUB instalar protocolos de diagnóstico diferencial para as
diferentes alterações de desenvolvimento
craniofacial e dental; aplicar protocolos clínicos de
atendimento.
FAV ATENDIMENTO Oferecer subsídios para uma melhor avaliação da Distrito 250 2001 PROJETO SAÚDE 26/02/ 26/02/ JOSÉ RENATO
MÉDICO pecuária regional referentes aos entraves que Federal e 2014 2016 JUNQUEIRA
VETERINÁRIO interferem no seu desenvolvimento, identificando-os Entorno BORGES
AOS ANIMAIS DE e orientando os proprietários no controle dessas
PRODUÇÃO enfermidades, além de proporcionar
acompanhamento zootécnico visando a melhoria da
qualidade do rebanho e do manejo nutricional e
educação higiênico sanitárias para melhorar as
condições do meio ambiente com diminuição dos
índices de zoonoses e obtenção de um produto final
de melhor qualidade.
FCE AVALIAÇÃO O propósito deste trabalho é estabelecer relações Ambulatório 15 2013 PROJETO SAÚDE 03/03/ 01/03/ CORINA
COGNITIVA entre ensino, serviços e comunidade mediante a de Promoção 2014 2016 ELIZABETH
BREVE DE avaliação da ocorrência de declínio cognitivo, da SATLER
PACIENTES COM presença de sintomas de ansiedade e/ou depressão e Funcionalida
DISFUNÇÕES DO análise da qualidade de vida em uma coorte de de Humana
MOVIMENTO pacientes que apresentam disfunções do movimento do Hospital
e que frequentam o Ambulatório de Promoção da Universitário
Funcionalidade Humana do Hospital Universitário de de Brasília
Brasília.
FT/EFL BEIJA-FAL Os objetivos do Projeto Beija-fal são: valorizar o Fazenda 25 2003 PROJETO MEIO 16/10/ 17/10/ JOSÉ ROBERTO
ECOTURISMO Bioma Cerrado despertando o interesse dos alunos Água Limpa - AMBIE 2014 2016 RODRIGUES
CIENTÍFICO E quanto sua beleza cênica, contribuir para o FAL NTE PINTO
EDUCAÇÃO desenvolvimento individual do estudante e da
AMBIENTAL comunidade escolar para torná-los agentes na
construção de um futuro em harmonia com a Terra; e
estimular nos alunos uma visão ambiental mais
ampla, fazendo-os perceber que somos apenas um
elo na teia da vida.deste planeta. Para isso, será
trabalhado, primeiramente, o tema meio ambiente e
Cerrado.
FCE BOLETIM DOR O projeto DOL – Dor On Line tem a finalidade de Faculdade de 10 2011 PROJETO COMU 30/05/ 30/05/ PAULO
ON LINE divulgar informações sobre o tema DOR, de maneira Medicina de NICAÇ 2014 2016 GUSTAVO
a incentivar o interesse e facilitar o entendimento de Ribeirão ÃO BARBONI
notícias e artigos mais atuais sobre o assunto. Em sua Preto/ modo DANTAS
nova fase visa como público-alvo três segmentos: 1) virtual NASCIMENTO
estudantes e pesquisadores; 2) clínicos e participantes
especialistas e 3) público em geral, procurando de Faculdade
utilizar uma linguagem acessível aos diferentes tipos de Ceilândia-
de leitores. Unb
FAC CAFÉ FAC O Café FAC é um ciclo de eventos e atividades Universidade 800 2012 PROJETO COMU 17/07/ 17/07/ FABÍOLA
acadêmicas com o intuito de viabilizar um diálogo de Brasília NICAÇ 2014 2016 ORLANDO
que gere conteúdo entre estudantes, professores, ÃO CALAZANS
pesquisadores e profissionais. Possui formato flexível MACHADO
e aberto, entendido como palestra, mesa-redonda e WAGNER
muitos outros modelos possíveis. A opção por essa RIZZO
configuração reflete o entendimento da
Comunicação como um campo de natureza
interdisciplinar que se depara com o desafio da
construção do conhecimento a partir de uma postura
dialógica.
IDA/M CAMERATA DE Transformar a Camerata de Música Antiga da UnB, Departament 40 2014 PROJETO CULTU 01/12/ 01/12/ ADEILTON
US MÚSICA ANTIGA formada por alunos da UnB e componentes externos o de Música RA 2014 2016 BAIRRAL
DA UNB em atividade de extensão contínua. A Camerata é
formada por um Núcleo Vocal e um Núcleo
Instrumental e trabalha o repertório barroco, do
período colonial brasileiro, a música portuguesa e a
música ibero-americana dos séculos anteriores ao
século XIX. Tem sido o único grupo do Distrito
Federal em resgatar este tipo de repertório
sistematicamente.
FAV CAPACITAÇÃO O projeto estimula o desenvolvimento da Hospital 200 2010 PROJETO EDUCA 11/07/ 10/07/ ANTONIO
DE JOVENS PARA equideocultura nacional com sensibilização e Veterinário ÇÃO 2014 2016 RAPHAEL
O EXERCÍCIO DA capacitação continuada de mão de obra, com jovens da UnB, TEIXEIRA
ATIVIDADE do meio rural, técnicos agrícolas e estudantes de Granja do NETO
EQUESTRE medicina veterinária, agronomia, zootecnia e áreas Torto
afins. Na prática do manejo básico dos equideos, a
partir do contato direto com a atividade e
conhecimento teórico sobre os temas que a
compõem. Nesse contexto, fomenta-se um Setor que
tem crescimento econômico e social expressivo na
região, no Brasil e do mundo.
FS/NUT CENTRO DE O Centro de Alimentação Saudável (CASA), projeto de Órgãos 500 2004 PROJETO SAÚDE 01/08/ 01/08/ MARIA
ALIMENTAÇÃO extensão de ação contínua, busca integrar, de forma públicos, 2014 2016 NATACHA
SAUDÁVEL aplicada, a ciência e o ensino, a pesquisa e o Escolas, TORAL
desenvolvimento social, tendo como público-alvo a Centros de BERTTOLIN
população escolar e adulta. Além disso, busca Saúde,
desenvolver e avaliar estratégias de educação Universidade
alimentar e nutricional para promoção da de Brasília
alimentação saudável e criar espaço de
aprendizagem sobre este tema para alunos de
graduação em Nutrição da UnB.
FCE CENTRO Atividades sociais, produtivas e de lazer são Programa 50 2013 PROJETO SAÚDE 01/09/ 01/09/ KÁTIA
PROVIDÊNCIA DE estratégias que promovem a manutenção da saúde e Providência 2014 2016 VANESSA
CONVIVÊNCIA E do bem-estar da população idosa. O objetivo deste (SGAS – L2 PINTO DE
BEM ESTAR projeto é criar um espaço para a convivência de Sul - Quadra MENESES
idosos, tendo em vista a valorização humana, a sua 602 – Edifício
satisfação e seu pleno desenvolvimento pessoal, Providência
social, intelectual, cognitivo e afetivo. Metodologia: – 2º andar –
serão oferecidas diversas atividades como palestras, Asa Sul).
cursos e oficinas. Serão utilizados instrumentos para
avaliação e acompanhamento das atividades
CDT CERNE - CENTRO O projeto consiste em profissionalizar o processo de Edifício CDT - 42 2014 PROJETO SAÚDE 31/10/ 29/01/ HEBERT
DE REFERÊNCIA gestão da Incubadora e geração sistemática dos Campus 2014 2016 KIMURA
PARA APOIO DE empreendimentos inovadores, em que são Darcy Ribeiro
NOVOS implementados os sistemas relacionados ao processo
EMPREENDIMEN de incubação e ao desenvolvimento dos
TOS empreendimentos, além de alguns elementos de
gestão e melhoria contínua, essenciais à geração de
empreendimentos de sucesso. Ao final do projeto,
em 24 meses, espera-se que a Multincubadora de
Empresas do CDT/UnB possua todos os processos e
suas práticas.
FCE CICLO DE O projeto tem por objetivo contribuir para a Faculdade de 10 2014 PROJETO SAÚDE 01/04/ 01/04/ JOÃO LUIZ
PALESTRA atualização de docentes, profissionais e para a Ceilândia 2014 2016 QUAGLIOTTI
RELACIONADA À formação complementar de alunos de graduação em DURIGAN
FISIOTERAPIA E Fisioterapia das diversas Universidades do DF. O
PLASTICIDADE evento consistirá em, no mínimo uma palestra a cada
DO SISTEMA trimestre, proferidas por professores com
MUSCULOESQUE experiência em assuntos relevantes para a formação
LÉTICO e capacitação profissional dos discentes e docentes.
Pretende-se então, estabelecer ambiente para
desenvolvimento de ensino, pesquisa e extensão
DTE/DE CIDADE VERDE, Reflexão sobre tema estratégico para a cidadania na Plano Piloto - 300 2013 PROJETO MEIO 06/01/ 06/01/ MARIA ROSA
X MOBILIDADE atual etapa histórica: necessidade da consolidação Área AMBIE 2014 2016 ABREU DE
SUSTENTÁVEL, dacidade verde, mobilidade sustentável face às metropolitan NTE MAGALHÃES
CIDADANIA mudanças climáticas e proteção da vida no planeta á a do DF e
ATIVA luz de referenciais teóricos, bem como documentos e cidades
estudos de organismos internacionais e nacionais. interessadas
Apresentação de alternativas de solução sustentáveis
na esfera da mobilidade urbana para qualidade de
vida e direitos humanos com vistas ar limpo,
diminuição de congestionamento,acidentes
DEX/CA CINECAL Desde 2008 o coordenador e idealizador do projeto Casa da 45 2012 PROJETO CULTU 25/12/ 24/12/ ANTÔNIO
L CineCal Antonio Carlos Maranhão vem apresentando Cultura da RA 2014 2016 CARLOS AYRES
a linguagem cinematográfica ao publico do DF América MARANHÃO
através de duas sessões semanais de filmes que Latina
priorizam a cinematografias de países cuja a língua
oficial seja advinda do latim e cinco mostras
comentadas do CineCAL no Museu ao longo do ano.
IP/PPB Círculo de Círculo de Cultura Surda é uma tecnologia social que Escola 10 2015 PROJETO CULTU 13/04/ 12/04/ DOMINGOS
Cultura Surda desenvolve produtos (filmes, livros imagem e Bilíngue RA 2015 2016 SÁVIO
procedimentos) e metodologias reaplicáveis (Círculos Libras e COELHO
de Cultura), desenvolvidas na interação com a Português
comunidade (surdos, professores, familiares) e que Escrito de
representem efetivas soluções de transformação Taguatinga
social para surdos urbanos, surdos indígenas e surdos
quilombolas. O projeto envolve professores da UnB,
professores da Secretaria de Educação do DF,
professores indígenas e ONG do povo Paiter Surui.
FEF CLUBE DE YOGA Oferecer atividades de yoga, com a prática de Centro 350 2008 Projeto Saude 14/07/ 14/07/ OSMAR RIEHL
MOVER JUNTOS exercícios psicofísicos e realização de atividades que Olímpico 2014 2016
visem à qualidade de vida. Além disso, estímulo a
práticas ao ar livre, em contato com a natureza.
IDA/CE COMETA CENAS Este projeto de extensão prevê a realização do Universidade 30 2004 PROJETO CULTU 10/10/ 10/10/ CECÍLIA DE
N Cometa Cenas - Mostra Semestral de Artes Cênicas de Brasília - RA 2014 2016 ALMEIDA
da UnB, ininterrupta desde 1984. O projeto busca Campus BORGES
propiciar aos estudantes de artes cênicas a Universitário
experiência do encontro com o público, fundamental Darcy
em sua formação profissional, proporcionando ainda, Ribeiro.
uma experiência em produção de eventos artísticos e
culturais à equipe executora da mostra, oferecendo
ao público da cidade e de seu entorno acesso à
produção em artes cênicas da UnB.
FAC/JO COMUNICAÇÃO O Programa de Extensão pretende analisar como Regiões 2720 2007 PROGRA COMU 01/01/ 31/12/ FERNANDO
R COMUNITÁRIA E ocorre o processo de apropriação e ressignificação da administrativ MA NICAÇ 2015 2016 OLIVEIRA
O PATRIMÔNIO cultura e do patrimônio cultural e natural de as do DF e ÃO PAULINO
CULTURAL E Planaltina pelos seus moradores, investigando como atividades
NATURAL DE a comunicação pode contribuir com processos de nacionais e
PLANALTINA mobilização social e promoção desta cultura e deste internacionai
patrimônio por meio das tecnologias da informação e s por meio
comunicação. do
dissonante.o
rg
FCI CONSERVAÇÃO Resumo da proposta O Projeto de Extensão está Ponto de 35 2011 PROJETO CULTU 26/12/ 08/09/ MARIJARA DE
DO ACERVO DO delineado em três grandes eixos: (1) Conservação Memória e RA 2014 2016 SOUZA
PONTO DE preventiva do acervo ainda em fase de constituição; Biblioteca QUEIROZ
MEMÓRIA DA (2)Preservação da memória cultural local que será Comunitária
CIDADE estruturado a partir do inventário participativo e da Cidade
ESTRUTURAL memória oral . (3) Elaboração e Organização do Estrutural e
Acervo e (4) Ações educativas e culturais referente Faculdade de
ao patrimônio e museologia . As ações serão Ciência da
conduzidas de acordo com a realidade local e o Informação -
atendimento às necessidades emergenciais FCI
FEF CORRIDA PARA A corrida é uma das atividades esportivas que mais Pista de 50 2015 PROJETO SAÚDE 05/01/ 05/01/ Tiago Guedes
TODOS cresceram nos últimos anos, parte dessa sua atletismo da 2015 2016 Russomanno
popularidade está relacionada com o fato de ser Faculdade de
acessível a toda população apta, e também por ser Educação
uma atividade de lazer muito acessível. Dentro desse Física
contexto o presente projeto busca oferecer dentro
do espaço da UnB uma oportunidade para a
comunidade interna e externa de praticar a corrida
com acompanhamento de profissionais da área que
estarão sendo preparados para serem instrutores de
corrida.
FCE CRIAÇÃO DO Int. Reconhecimento da importância do tema crack e RIDE-DF 400 2013 PROGRA DIREIT 29/03/ 20/12/ ANDREA
CENTRO DE outras drogas no cenário nacional, sendo prioridade MA OS 2014 2016 DONATTI
REFERÊNCIA na agenda política do atual governo. Obj. HUMA GALLASSI
REGIONAL PARA Implementar um CRR para formação permanente dos NOS E
CAPACITAÇÃO profissionais de saúde, assistência social e segurança JUSTIÇ
DE pública que atuam com usuários de crack e outras A
PROFISSIONAIS drogas em 4 regiões da RIDE-DF. Met. Os cursos
QUE ATUAM serão desenvolvidos em aulas expositivas, role play e
JUNTO A virtualmente (moodle), com amplo envolvimento dos
USUÁRIOS DE estudantes da FCE e da comunidade.
DROGAS
CEAM/ Cuidando dos O Projeto faz parte das atividades do Programa Liga Centro 5000 2008 PROJETO SAÚDE 01/09/ 01/09/ ANDRÉA
NEPTI idosos e de seus Acadêmica de Gerontologia da UnB (LAGUnB), cujo o Multidiscipli 2014 2016 MATHES
cuidadores no principal objetivo é oferecer um espaço humanizado nar do Idoso FAUSTINO
Centro de assistência, promoção e educação em saúde (CMI) do
Multidisciplinar relacionada ao envelhecimento, com ênfase na Hospital
do Idoso do orientação e promoção do autocuidado e Universitário
Hospital independência funcional para idosos e seus de
Universitário de cuidadores assistidos no Centro Multidisciplinar do Brasília(HUB)
Brasília Idoso do Hospital Universitário de Brasília (HUB),
referência no atendimento a idosos com demência
no Distrito Federal.
FE DIÁLOGOS COM O projeto é uma iniciativa interdisciplinar que reúne Brasília, DF, 200 2011 PROJETO EDUCA 06/08/ 11/08/ SIMONE
EXPERIÊNCIAS professores de duas unidades da UnB (FE e IP), na UnB e ÇÃO 2014 2016 GONÇALVES
EDUCACIONAIS estudantes de graduação e pós, profissionais da escolas e DE LIMA
INOVADORAS educação, pais e educadores de escolas instituições
associativistas e da rede pública de Brasília para parceiras
refletir, desenvolver e sistematizar uma praxis
educacional que respeite as crianças e ofereça um
ambiente de desenvolvimento de autonomia,
colaboração, solidariedade e criatividade. Realizamos
fõruns, conferências, grupos de estudo e
intervenções em escolas
FACE/C DISSEMINAÇÃO A busca da eficiência do gasto público e a adesão do Preferencial 10 2014 PROJETO TECNO 19/05/ 18/05/ JOSÉ
CA DA CULTURA DE Brasil as normas internacionais de contabilidade mente no LOGIA 2014 2016 MARILSON
GESTÃO, CUSTOS aplicada ao setor público, além de cumprir a Distrito E MARTINS
E obrigação legal de manter sistema de gestão e Federal, mas PROD DANTAS
PRODUTIVIDADE produtividade no setor público como pode ser com UÇÃO
NOS ENTES DA constatado por diversos dispositivos legais, onde atividades
FEDERAÇÃO destacamos o artigo 137 do Decreto 93.872/1986 em todos os
que diz:Art.. 137. A contabilidade deverá apurar o Entes da
custo dos projetos e atividades, de forma a Federação
evidenciar os resultados da gestão (Decreto-Lei nº
200/67, art. 69)
FUP EDUCAÇÃO E O projeto tem por objetivo implantar um conjunto de Campus UnB 200 2012 Projeto Educaç 10/07/ 10/07/ JULIANA
PSICOLOGIA: práticas de atendimento, acompanhamento e de Planaltina, ão 2014 2016 EUGENIA
MEDIAÇÕES capacitação que viabilizem o processo de inclusão espaços CAIXETA
POSSÍVEIS EM continuada de seus participantes. Para tanto, foi públicos em
TEMPO DE subdividido em cinco subprojetos. Cada subprojeto geral, escolas
INCLUSÃO está voltado para o atendimento de um público alvo
específico ou está voltado para o uso de alguma
ferramenta mediadora específica.
FM EDUCAÇÃO EM AS AÇÕES DE EXTENSÃO ESTÃO SENDO ARTICULADAS CEM 111 400 2013 PROJETO EDUCA 01/12/ 01/12/ JUSSARA
SAÚDE E PELA EQUIPE DO MAH. FICOU CARACTERIZADO Recanto das ÇÃO 2014 2016 ROCHA
CIDADANIA PRELIMINARMENTE, NOS CENÁRIOS DE PRÁTICA Emas e CEM FERREIRA
JUNTO À DUAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DE 01 Paranoá
REGIÕES ADMINISTRATIVAS DE BAIXO IDH, A
NECESSIDADE PREMENTE DE AÇÕES
TRANSFORMADORAS NA ABORDAGEM DE TEMAS
SOBRE EDUCAÇÃO EM SAÚDE DO CORPO SAUDÁVEL
PARA COMPLEMENTAR COM INSTRUÇÕES
CIENTÍFICAS ATUALIZADAS DURANTE AS FEIRAS DE
CIÊNCIAS DESTAS INSTITUIÇÕES.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UnB 80 2014 PROJETO TRABA 01/09/ 01/09/ Cristina Castro
JÚNIOR AD&M entre o CDT/UnB e a AD&M Consultoria, empresa LHO 2014 2016 Lucas de Souza
júnior deAdministração,, por meio do Programa Depieri
Empresa Júnior instituído pelo ato da reitoria número
901/2006, como sendocomposta por atividades que
são caracterizadas como apoio a ações de extensão
desenvolvidas no âmbito dasempresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UnB 80 2014 PROJETO TRABA 11/08/ 11/08/ CRISTINA
JÚNIOR entre o CDT/UnB e Concreta Consultoria e Serviços, LHO 2014 2016 CASTRO
CONCRETA empresa júnior de Engenharia Civil, Engenharia LUCAS DE
Ambiental e Arquitetura e Urbanismo da SOUZA
Universidade de Brasília, por meio do Programa DEPIERI
Empresa Júnior instituído pelo ato da reitoria número
901/2006, como sendo composta por atividades que
são caracterizadas como apoio a ações de extensão
desenvolvidas no âmbito das empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UnB 80 2015 PROJETO TRABA 01/05/ 01/05/ CRISTINA
JÚNIOR entre o CDT/UnB e a Econsult Consultoria Econômica, LHO 2015 2017 CASTRO
ECONSULT empresa júnior de Ecnonomia, por meio do Programa LUCAS DE
Empresa Júnior instituído pelo ato da reitoria número SOUZA
901/2006, como sendo composta por atividades que DEPIERI
são caracterizadas como apoio a ações de extensão
desenvolvidas no âmbito das empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UnB 80 2014 PROJETO TRABA 22/09/ 22/09/ CRISTINA
JÚNIOR ENETEC entre o CDT/UnB e Enetec Consultoria, empresa LHO 2014 2016 CASTRO
júnior de Engenharia Elétrica, por meio do Programa LUCAS DE
Empresa Júnior instituído pelo ato da reitoria número SOUZA
901/2006, como sendo composta por atividades que DEPIERI
são caracterizadas como apoio a ações de extensão
desenvolvidas no âmbito das empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UnB 80 2014 PROJETO Trabal 01/10/ 01/10/ CRISTINA
JÚNIOR FACTO entre o CDT/UnB e a Facto Agência de Comunicação, ho 2014 2016 CASTRO
empresa júnior de Jornalismo, por meio do Programa LUCAS DE
Empresa Júnior instituído pelo ato da reitoria número SOUZA
901/2006, como sendo composta por atividades que DEPIERE
são caracterizadas como apoio a ações de extensão
desenvolvidas no âmbito das empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UnB 80 2015 PROJETO TRABA 01/04/ 01/04/ CRISTINA
JÚNIOR GRUPO entre o CDT/UnB e o Grupo Gestão, empresa júnior LHO 2015 2017 CASTRO
GESTÃO de Engenharia da Produção, por meio do Programa LUCAS DE
Empresa Júnior instituído pelo ato da reitoria número SOUZA
901/2006, como sendo composta por atividades que DEPIERI
são caracterizadas como apoio a ações de extensão
desenvolvidas no âmbito das empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UnB 80 2014 PROJETO TRABA 09/06/ 09/06/ CRISTINA
JÚNIOR entre o CDT/UnB e a Lamparina Design, empresa LHO 2014 2016 CASTRO
LAMPARINA júnior de desenho industrial da Universidade de LUCAS DE
DESIGN Brasília, por meio do Programa Empresa Júnior SOUZA
instituído pelo ato da reitoria número 901/2006, DEPIERI
como sendo composta por atividades que são
caracterizadas como apoio a ações de extensão
desenvolvidas no âmbito das empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UnB 80 2015 PROJETO TRABA 01/05/ 01/05/ CRISTINA
JÚNIOR PRAXIS entre o CDT/UnB e a Praxis, empresa júnior de LHO 2015 2017 CASTRO
Psicologia, por meio do Programa Empresa Júnior LUCAS DE
instituído pelo ato da reitoria número 901/2006, SOUZA
como sendo composta por atividades que são DEPIERI
caracterizadas como apoio a ações de extensão
desenvolvidas no âmbito das empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UnB 80 2015 PROJETO TRABA 01/04/ 01/04/ CRISTINA
JÚNIOR entre o CDT/UnB e a Quimera Eventos, empresa LHO 2015 2017 CASTRO
QUIMERA júnior de Línguas Estrangeiras Aplicadas ao LUCAS DE
EVENTOS Multilinguismo e à Sociedade da Informação, por SOUZA
meio do Programa Empresa Júnior instituído pelo ato DEPIERI
da reitoria número 901/2006, como sendo composta
por atividades que são caracterizadas como apoio a
ações de extensão desenvolvidas no âmbito das
empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UnB 80 2014 PROJETO TRABA 05/08/ 05/08/ CRISTINA
JÚNIOR entre o CDT/UnB e a Strategos Consultoria Política, LHO 2014 2016 CASTRO
STRATEGOS empresa júnior de Ciências Políticas, por meio do LUCAS DE
Programa Empresa Júnior instituído pelo ato da SOUZA
reitoria número 901/2006, como sendo composta DEPIERI
por atividades que são caracterizadas como apoio a
ações de extensão desenvolvidas no âmbito das
empresas.
FEF MASSAGEM Oferecer aos docentes técnicos administrativos e Faculdade de 2400 2009 PROJETO SAÚDE 07/07/ 07/07/ JOSÉ CELI
LABORAL NA FEF pessoal terceirizado que atuam no âmbito da FEF Educação 2014 2016 NETO
massagem laboral todos os dias da semana buscando Física e
auxiliar a diminuição do estresse pelo Centro
descongestionamento e relaxamento da musculatura Olímpico
exigida no trabalho, possibilitando melhoria na
qualidade de vida e manutenção da saúde.
FUP MATEMÁTICA Oferecer cursos e minicursos durante o ano, a fim de FUP 50 2011 PROJETO EDUCA 13/07/ 13/07/ ROGÉRIO
COM se ensinar à Comunidade da Região, com didática e ÇÃO 2014 2016 CÉSAR DOS
INFORMÁTICA tecnologia apropriadas, as noções básicas da SANTOS
Matemática da Educação Básica, com pinceladas no
Ensino Superior, fazendo-se uso de softwares livres
como apoio didático.
FEF MEDITAÇÕES Oferecer à comunidade em geral, práticas corporais Centro 100 2014 PROJETO SAÚDE 24/11/ 24/11/ MARCELO DE
ATIVAS baseadas nas meditações ativas de Osho Olímpico - 2014 2016 BRITO
C.O/ FEF
FT/EN MENINAS O projeto “Meninas Velozes, Meninas nas Exatas” UnB; FT e 100 2013 PROJETO TECNO 16/02/ 31/01/ DIANNE
M VELOZES, tem por objetivo motivar meninas do ensino médio, Gama; CEM LOGIA 2015 2016 MAGALHÃES
MENINAS NAS de regiões de baixo poder aquisitivo a continuarem 404 em E VIANA
EXATAS seus estudos optando por carreiras na área de Santa Maria, PROD
exatas. São articuladas atividades extensionistas com CEM 01 do UÇÃO
apoio de estudantes de graduação, envolvendo Paranoá
também pesquisa e ensino. São utilizadas
metodologias ativas de aprendizagem, explorando
conceitos relacionados a automóveis de competição,
sistemas mecânicos e robótica.
IG/SIS MONITORAMEN O monitoramento sismológico de um reservatório 0 0 2015 PROJETO MEIO 01/01/ 01/01/ Giuliano
TO hidrelétrico tem por objetivo avaliar a atividade AMBIE 2015 2018 Sant'Anna
SISMOLÓGICO sísmica natural na sua área de influência, verificar as NTE Marotta
DAS UHES DE mudanças no nível de sismicidade natural, devido ao
FUNIL, enchimento do reservatório, e orientar a adoção de
IGARAPAVA, eventuais procedimentos futuros, no que diz respeito
NOVA PONTE E à redução dos impactos ambientais, sociais e
MIRANDA - econômicos decorrentes de sismos com epicentros
CEMIG na área de influência do reservatório.
FEF RODAS E O projeto visa a implementação de atividades Sala 18 12 2015 PROJETO SAÚDE 05/05/ 06/05/ ALICE MARIA
DANÇAS relacionadas a expressão corporal e a dança com (dança) - 2015 2016 CORRÊA
indivíduos de 18 a 50 anos de ambos os sexos, que Centro MEDINA
utilizam cadeiras de rodas. As atividades ocorrerão Olímpico da
duas vezes por semana com 60 minutos cada. Tem Faculdade de
como objetivo a construção de espaços interativos, Educação da
expressivos e criativos com a participação efetiva do UnB
grupo no processo de construção das atividades. O
projeto baseia-se na relação dos processos
expressivos para a promoção da socialização e
autonomia.
FM/MC SAÚDE INTEGRAL O Projeto se propõe a fazer Educação e Promoção de Recanto das 2000 PROJETO SAÚDE 15/05/ 15/05/ LENORA
A EM FAMÍLIAS Saúde em famílias carentes do DF (Santa Maria Emas, Santa 2014 2016 GANDOLFI
CARENTES DO (Porto Rico), Recanto das Emas (Quadras:509-510 e Maria (Porto
DISTRITO 511) Estrutural (na Invasão de Santa Luzia), Itapoã e Rico),
FEDERAL Ceilândia (Sol Nascente) e Prevenção de Doenças Estrutural
Crônicas e Infecciosas. Participam alunos de (Santa Luzia),
graduação e de pós graduação de vários cursos da Itapoã,
UnB: Nutrição, Medicina, Odontologia, Farmácia, Ceilândia
Agronomia, Biologia, Letras, Pedagogia, Psicologia, (Sol
Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional. Nascente).
FS/ENF SERVIÇO O PEAC “Serviço Ambulatorial de Enfermagem em 1000 2005 PROJETO SAÚDE 14/02/ 22/12/ IVONE
AMBULATORIAL Estomaterapia – SAEE”, é desenvolvido no 2014 2015 KAMADA
DE Ambulatório do Hospital Universitário de Brasília.
ENFERMAGEM Tem como objetivo atender pessoas com estomias,
EM feridas e incontinências urinária e anal, e oferecer
ESTOMATERAPIA uma atenção interdisciplinar humanizada, com
ênfase na promoção do cuidado para promoção de
saúde. O projeto permite ampla integração do
serviço, comunidade, ensino e extensão,
proporcionando aos extensionistas aprofundar seus
conhecimentos em estomaterapia.
CDT SERVIÇO O objeto do projeto é a prestação de serviços para empreended 1000 2013 PROJETO TRABA 22/09/ 22/09/ GRACE
BRASILEIRO DE confecção de respostas técnicas sob demanda, ores , MPEs, LHO 2014 2016 FERREIRA
RESPOSTAS produção de dossiês técnicos, atualização de RTs já APL, GHESTI
TÉCNICAS existentes, elaboração de respostas referenciais e sindicatos,
respostas técnicas proativas para atender as assoicações,
demandas de MPEs e empreendedores por cooperativas
informação tecnológica, além de contribuir para a , estudantes
transferência de conhecimentos de cunho de
tecnológico para os setores de comércio, indústria, graduação e
serviços e agronegócio por meio do Serviço Brasileiro pós-
de Respostas Técnicas. graduação,
FAV SERVIÇO DE O objetivo do projeto foi criar um serviço de Hospital 700 2012 PROJETO SAÚDE 10/03/ 28/02/ ANA
FISIOTERAPIA fisioterapia veterinária no Hospital Veterinário da Veterinário 2014 2016 CAROLINA
VETERINÁRIA UnB/FAV e proporcionar o estudo das modalidades de Pequenos MORTARI
fisioterápicas e reabilitação aos alunos de graduação Animais da
e pós-graduação de medicina veterinária, bem como FAV- UnB
melhorar as condições de atendimento de cães e
gatos no Hospital Veterinário da UnB e atender
demanda de reabilitação e tratamento pós-
operatório de diversas doenças. Nesta nova etapa
com o atendimento consolidado, visamos a melhoria
do serviço.
FAV SERVIÇO DE O projeto atende a comunidade do DF e entorno e Hospital 6 PROJETO SAÚDE 01/04/ 01/04/ PAULA DINIZ
OFTALMOLOGIA Médicos Veterinários que necessitem auxílio na Veterinário 2014 2016 GALERA
VETERINÁRIA conduta de seus casos clínico-cirúrgicos, bem como da FAV
auxílio diagnóstico. Objetiva-se fomentar a extensão
dentro da universidade e fornecer um atendimento
diferenciado e de qualidade aos animais da
comunidade. Pretende-se, com a casuística deste
serviço, contribuir com o ensino teórico e prático das
disciplinas profissionalizantes do curso de graduação
em Medicina Veterinária da UnB e a pesquisa.
FS/DSC ENVELHECIMENT Em função do rápido envelhecimento da população ESCOLAS 1000 2014 PROJETO SAÚDE 30/04/ 30/04/ ELZA MARIA
O ATIVO E brasileira ao mesmo tempo em que ainda é alta a PÚBLICAS DO 2014 2016 DE SOUZA
SAUDÁVEL NA proporção de jovens na população, há necessidade PARANOÁ
PERSPECTIVA de estratégias de promoção de saúde que envolva ,DF
INTERGERACION esses dois grupos etários, a fim de promover o
AL:UM ESTUDO envelhecimento ativo e saudável para todas as
MULTIMETODOL idades. Atividades intergeracionais com esse
ÓGICO NO propósito estão aumentando em vários países da
PARANOÁ, DF Europa e da América do Norte.
CDT ESCOLA DE O Projeto Escola de Empreendedores (Empreend), Campus 2000 2014 PROJETO TECNO 22/09/ 22/09/ CRISTINA
EMPREENDEDOR através do desenvolvimento de suas diversas Universitário LOGIA 2014 2016 CASTRO
ES atividades, atua no tripé da Universidade com a Darcy Ribeiro E LUCAS DE
indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão. O PROD SOUZA
objetivo do projeto é desenvolver e disseminar a UÇÃO DEPIERI
cultura empreendedora e a responsabilidade social
em educandos, educadores e comunidade em geral,
como um dos eixos norteadores para a garantia da
educação ao longo da vida e a formação de uma
consciência responsável, ética e cidadã.
IP/PED Espaço de Realização de oficinas de reflexão em grupo, sobre UnB, Casa de 200 2006 PROJETO CULTU 21/10/ 20/10/ LÚCIA HELENA
reflexão, prática temas de interesse dos grupos participantes, com Ismael, RA 2014 2016 CAVASIN
e divulgação em temas sobre estética, ética, política, ciência.Oficinas escolas, ZABOTTO
Filosofia, Artes e visam o exercício de um pensamento não IFETs PULINO
Humanidades: predeterminado, não atrelado a ciência. Um espaço
Espaço Aion não acadêmico. É uma oportunidade para
desconstruirmos ideias e verdades tidas como
definitvas e pensarmos novas maneiras de viver,
conviver, dar sentido a nossas experiências. AION é o
tempo não cronológico. Valorizamos perguntas e não
respostas.
CEAM/ ESTUDAR EM O projeto “Estudar em Paz: Mediação de Conflitos no Escolas 950 2010 PROJETO DIREIT 29/11/ 30/11/ NAIR HELOISA
NEP PAZ – MEDIAÇÃO Contexto Escolar” é um Projeto de Extensão de Ação Públicas do OS 2014 2016 BICALHO DE
DE CONFLITOS Contínua – PEAC da Universidade de Brasília/UnB, Distrito HUMA SOUSA
NO CONTEXTO cuja unidade de origem é o Núcleo de Estudos para a Federal NOS E
ESCOLAR Paz e os Direitos Humanos/NEP. O PEAC tem como JUSTIÇ
objetivo levar a proposta da mediação social para as A
escolas da rede pública de ensino do DF, por meio da
formação de mediadores/as sociais na escola e da
promoção dos valores da Cultura de Paz, dos direitos
humanos, da justiça social e cidadania.
FCE EU QUERO Este projeto propõe trabalhar com questões Rua e os 500 2013 PROJETO COMU 01/08/ 01/08/ PEDRO DE
OUVIR SUA VOZ: relacionadas aos direitos humanos e cidadania sobre Centro de NICAÇ 2014 2016 ANDRADE
PESSOAS EM pessoas em situação de rua, através da linguagem Referência ÃO CALIL JABOUR
SITUAÇÃO DE audiovisual no ambiente escolar, incorporar à prática Especializado
RUA, educativa e estratégias pedagógicas que permitam para
CONTRIBUIÇÕES aos alunos enriquecer a construção do conhecimento População
PARA UM e como resultado desta leitura midiática estimular a em Situação
DEBATE consciência critica e olhar social. de Rua
existentes
FUP EUREKA: projeto visa a formação integral dos estudantes do PLANALTINA 500 2014 PROJETO EDUCA 18/06/ 20/06/ ROSYLANE
INTEGRAÇÃO DE curso de licenciatura em Ciências Naturais em ÇÃO 2014 2016 DORIS DE
SABERES EM consonância com a contribuição com a formação de VASCONCELOS
CIÊNCIAS professores e alunos da educação básica do Distrito
Federal, integrando saberes das ciências através de
atividades pedagógicas, lúdicas e científicas com o
uso da construção de multimeios de divulgação dos
conteúdos das ciências naturais com métodos e
técnicas inovadoras.
FCE FALANDO SOBRE Promoção de espaço aberto e diferenciado, que Centro de 320 2010 PROJETO SAÚDE 09/08/ 12/08/ FLÁVIA
SEXUALIDADE favoreça o encontro, a troca e a reflexão de quetões Ensino 2014 2016 MAZITELLI DE
COM JOVENS DO relacionadas à sexualidade, permitindo aos Fundamental OLIVEIRA
ENSINO adolescentes a coletivização de questões cotidianas e 10 de
FUNDAMENTAL: experiências diversas de suas histórias de vida, Taguatinga
UMA PROPOSTA proporcionando elaborações reflexivas e,
REFLEXIVA E consequentemente, produção de novos sentidos e
MOTIVADORA novas práticas cotidianas. Ao término da proposta
pretende-se formar um grupo de jovens
multiplicadores habilitados a lidar com a temática da
sexualidade.
FCE FARMACÊUTICO: Esta ação visa a produção de um vídeo sobre a CEILÂNDIA 16 2013 PROJETO EDUCA 20/07/ 20/07/ LÍVIA CRISTINA
PROFISSIONAL profissão farmacêutica, com ênfase nos cursos de ÇÃO 2014 2016 LIRA DE SÁ
DE GRANDE graduação em Farmácia disponibilizados pela BARRETO
IMPACTO PARA Universidade de Brasília, nos campus de Ceilândia e
A SOCIEDADE Darcy Ribeiro, respectivamente. O produto elaborado
será utilizado para a recepção dos alunos
ingressantes nestes cursos, proporcionando assim,
um contato imediato com a profissão farmacêutica.
Esse material audiovisual também será utilizado em
exposições às escolas públicas de Ceilândia.
FUP FERRAMENTAS Neste projeto propõe-se uma articulação mais Faculdade 50 2013 PROJETO MEIO 13/05/ 15/04/ FERNANDA
DE GESTÃO PARA próxima entre a Universidade e as pequenas UnB AMBIE 2014 2016 REGINA
PEQUENAS propriedades rurais da região para fomentar a Planaltina NTE NASCIMENTO
PROPRIEDADES Gestão dos empreendimentos, através da aplicação
RURAIS NA de ferramentas gerenciais existentes para agregação
REGIÃO DE de valor e competitividade das propriedades, as quais
PLANALTINA possam fortalecer e incentivar a permanência do
homem no campo com competitividade
FCE FISIOTERAPIA O atendimento dos pacientes realizado pelo Hospital de 20 2014 PROJETO SAÚDE 02/06/ 05/05/ JOSEVAN
AQUÁTICA fisioterapeuta deve-se basear não só em sua Apoio de 2014 2016 CERQUEIRA
BASEADA EM experiência clínica, mas também no conhecimento Brasilia LEAL
EVIDÊNCIAS: DA teórico atualizado que está disponível nos artigos localizado no
PRÁTICA À científicos publicados nas diversas revistas setor de
TEORIA especializadas. Para isso é importante que além da áreas
interpretação da informação disponível nos artigos, isoladas
se avalie a aplicabilidade clínica destas informações e norte e
a consequente modificação da conduta clínica. Faculdade de
Ceilândia
FCE FONOAUDIOLOG Promover a comunicação humana e funções Serviços de 500 2015 PROGRA SAÚDE 31/03/ 01/04/ CRISTINA
IA NA orofaciais, a qualidade da saúde e da vida em ações Saúde e MA 2015 2017 LEMOS
PROMOÇÃO DE e/ou campanhas globais ou específicas; proporcionar Educação; BARBOSA
SAÚDE a interação entre a Instituição de Ensino, Instituições parques, FURIA
de Saúde e Comunidade. Organizar e realizar centros
atividades de promoção e prevenção da saúde comunitários
fonoaudiológica em relação a Atenção a Disfagia; dia , institutos
mundial da Voz; conscientização sobre o Ruído ; de longa
Aleitamento Materno; atenção a Respiração Oral; permanência
atenção a gagueira e combate a Surdez nos próximos ,
dois anos
FUP Formatação de O projeto se realizará no formato de oficinas de Laboratório 50 2015 PROJETO EDUCA 29/04/ 30/04/ CAROLINA
Trabalho aplicação de ferramentas de formatação eletrônica de ÇÃO 2015 2016 LOPES ARAUJO
Científico em textual e de ferramentas de gerenciamento de Informática
editor de texto bibliografia por meio de base de dados da FUP
eletrônico e computadorizado.
gerenciamento
de referências
bibliográficas
com ferramenta
IL FORTALECIMENT O projeto consiste na realização de atividades Brasília e 165 2010 PROJETO EDUCA 10/09/ 10/09/ ANA SUELLY
O DA HERANÇA complementares à formação de professores aldeias ÇÃO 2014 2016 ARRUDA
LINGUÍSTICA E indígenas, voltadas para o ensino, pesquisa, e criação CÂMARA
CULTURAL DOS de acervos de línguas indígenas e para o uso dos CABRAL
POVOS NATIVOS resultados nas práticas educacionais desenvolvidas
DO BRASIL: nas escolas das aldeias. Promoverá a produção de
CONTRIBUIÇÃO livros didáticos para serem usados como apoio na
À FORMAÇÃO DE formação de professores indígenas e para subsidiar
PROFESSORES reflexões sobre uma educação que sirva para
PESQUISADORES fortalecê-los enquanto indígenas e cidadãos
INDÍGENAS brasileiros.
IG GEOQUÍMICA, Descrição de amostras de poço estratigráfico (~ 5.000 Instituto de 15 2015 PROJETO EDUCA 02/03/ 02/03/ CARLOS JOSÉ
BIOESTRATIGRAF m de profundidade) que está sendo feito na Bacia Geociências ÇÃO 2015 2017 SOUZA DE
IA, LITOLOGIA E dos Parecis, MT. A UnB foi escolhida para a sua ALVARENGA
QUIMIOESTRATI execução por ter uma equipe com experiência na
GRAFIA DO área do estudo. A descrição será feita tanto no IG-
POÇO UnB, como em unidades da Petrobrás. A equipe inclui
ESTRATIGRÁFICO professores do IG e alunos que serão treinados em
2-ANP-4-MT técnicas modernas usadas por profissionais de
geologia de petróleo. Os dados obtidos poderão ser
usados em pesquisas futuras.
FEF GRUPO DE A FEF, em 2000, implantou o Núcleo de Atendimento Parque 50 2007 PROJETO EDUCA 13/05/ 12/05/ ALEXANDRE
ESTUDO DA Esportivo à Pessoa Portadora de Deficiência, que se Aquático do ÇÃO 2014 2016 LUIZ
NATAÇÃO transformou em GENES/Grupo de Estudo da Natação Centro GONÇALVES
ESPECIAL - Especial. O ensino da natação está pautado na Olímpico da DE REZENDE
GENES ludicidade/autonomia/afetividade. Aulas: 3as e 5as, UnB - Piscina
de 14h às 16h, no Parque Aquático do Centro Semi-
Olímpico. O projeto é gratuito. O envolvimento de Olímpica
estudantes promove um enriquecimento curricular.
Por meio do projeto, a UnB contribui na socialização
do conhecimento e na prestação de serviços à
comunidade
IP/DPC GRUPO O grupo Personna tem como objetivo primordial Campus 40 2014 PROJETO DIREIT 07/04/ 04/04/ ILENO ÍZIDIO
PERSONNA desenvolver atividades de extensão na área de Darcy Ribeiro OS 2014 2016 DA COSTA
criminalidade, violência e perversão. Para tal, HUMA
pretende prestar serviços de atendimento NOS E
psicológico; avaliação em psicologia forense; JUSTIÇ
desenvolver capacitação para estudantes e A
profissionais ligados à área; promover trocas
científico-acadêmicas e incrementar estudos que
possam auxiliar na promoção de políticas públicas.
FM HOSPITAL DO É notável a aflição de crianças quando as mesmas são Escolas 15 2013 PROJETO SAÚDE 23/02/ 23/02/ SILVANA
URSINHO DE levadas a consultas ou submetidas a procedimentos Públicas no 2015 2016 FAHEL DA
BRASÍLIA médicos. Nesse sentindo, visamos criar um ambiente Paranoá, no FONSECA
que desmistifique a concepção de que a ida ao Itapoã e na
consultório médico seja algo penoso. Para isso, Cidade
iremos elaborar um espaço lúdico nos qual a criança Estrutural
será a cuidadora de um urso de pelúcia, que por
algum motivo teve que ser levado ao "Hospital do
Ursinho". Acreditamos que isso mudará a visão que a
criança tem do médico e da consulta.
IDA IDA(S) E VINDAS: IdAS e VINDAS é um programa que integra projetos Brasília, 1000 2012 PROGRA CULTU 06/11/ 06/11/ IZABELA
DIÁLOGOS do Instituto de Artes (IdA) da UnB e que visa Palmas, MA RA 2014 2016 COSTA
ARTÍTICOS estabelecer diálogos, através de produções artísticas, Anápolis, BROCHADO
em suas perspectivas de fazer, refletir e difundir, Itapetininga,
entre as comunidades nas quais se localizam os Ipatinga,
novos campi da UnB (Gama, Ceilândia e Planaltina) e Posse,
o conjunto de docentes e discentes dessas áreas de Primavera do
saberes, do campus Darcy Ribeiro, bem como nos Leste,
pólos de apoio presencial dos municípios que fazem Barretos,
parte do programa Universidade Aberta.
FCE INCLUSÃO Muitas pessoas não têm a oportunidade de ter aulas Universidade 134 2011 PROJETO SAÚDE 19/06/ 30/06/ ALEXIS
CIENTIFICA EM práticas do ensino presencial ou não obtêm todos os de Brasília - 2014 2016 FONSECA
LABORATÓRIOS seus potenciais benefícios. O objetivo principal deste Faculdade de WELKER
DAS ÁREAS DE projeto é promover a inclusão científica. Ele será Ceilândia
SAÚDE E executado por uma equipe multidisciplinar com
BIOLÓGICA COM experiência em educação no ensino médio, ensino a
AUXILIO DA distância (licenciatura), desenvolvimento de pesquisa
INTERNET na área de Educação, produção de filmes, realização
de projeto de extensão em laboratório e elaboração
de “site”.
IH/SER INFÂNCIA, A proposta de extensão e ação contínua em apreço UnB e 200 2013 PROJETO DIREIT 15/07/ 01/07/ AILTA BARROS
ADOLESCÊNCIA E tem como objetivo favorecer a discussão sobre a eventualmen OS 2014 2016 DE SOUZA
CIDADANIA NO implementação da Lei 8.069/90 Estatuto da Criança e te outras HUMA
DF do Adolescente além de buscar possíveis soluções instituições NOS E
aos entraves encontrados na implementação da JUSTIÇ
mesma. A proposta visa ainda a criação de um fórum A
permanente de debate sobre as questões
fundamentais que concernem a relação da sociedade
com as crianças e adolescentes a partir de eixos
temáticos fundamentais.
FUP INTEGRAÇÃO As medidas socioeducativas buscam favorecer a Secretaria de 40 2012 PROJETO EDUCA 01/07/ 01/07/ CYNTHIA
PSICOLOGIA E integração e promoção social do adolescente em Estado da ÇÃO 2014 2016 BISINOTO
EDUCAÇÃO: conflito com a lei, por meio da responsabilização e Criança do EVANGELISTA
ARTICULAÇÕES conscientização de suas condutas. Tendo finalidade Distrito DE OLIVEIRA
PARA A pedagógico-educativa, as medidas ancoram-se no Federal
FORMAÇÃO processo educativo para auxiliar na construção de
PROFISSIONAL novas possibilidades e projetos de vida. Neste
contexto, a escola torna-se espaço privilegiado de
mediações sociais e culturais que podem transformar
as trajetórias de desenvolvimento dos jovens.
FCE INTEGRAÇÃO A presente proposta tem como objetivo estimular a CEM-04 90 2010 PROJETO TECNO 20/10/ 16/12/ ANDERSON DE
QUÍMICA E integração entre os alunos da Universidade e os Escola LOGIA 2014 2016 JESUS GOMES
SAÚDE alunos do segundo grau, da comunidade de técnica e E
Ceilândia. A integração será realizada através de outros PROD
palestras, de aulas de reforço na temática de Química UÇÃO
e sempre que possível na realização de experimentos
voltados para a fixação de conceitos abordados nas
aulas teóricas.
IQ INTEGRAÇÃO Levar os professores a: - identificarem e Laboratório 4000 1997 PROJETO EDUCA 03/05/ 30/05/ RENATA
UNIVERSIDADE dimensionarem problemas no ensino de química e de Pesquisas ÇÃO 2014 2016 CARDOSO DE
ESCOLA ciências, focalizando de modo integrado, as relações em Ensino de SÁ RIBEIRO
entre sujeito que conhece (aluno), objeto de Química - RAZUCK
conhecimento (conteúdo) e atuação mediadora de Prédio novo ROBERTO
outro indivíduo (professor e condições de ensino); - do Instituto RIBEIRO DA
implementarem e avaliarem propostas de soluções de SILVA
para os problemas identificados; - construírem uma Química/UnB
proposta pedagógica para o ensino de química e de
ciências.Elaborar palestras de divulgação científica.
IB/GEM INTERDISCIPLINA Executado em Samambaia - DF de interface Samambaia 200 2013 PROJETO EDUCA 01/01/ 31/12/ UMBERTO
RIDADE NO interdisciplinar para o desenvolvimento humano, norte ÇÃO 2015 2015 EUZÉBIO
ACOLHIMENTO E social, econômico ecultural. Objetiva proporcionar
INSERÇÃO DE experiência de extensão na formação com
REFUGIADOS E desenvolvimento crítico, ético e cultural, dacidadania
IMIGRANTES DE e da responsabilidade social com de oficinas
BANGLADEH E integradoras. São atividades interdisciplinares e
PAQUISTÃO A transversaise participativas tomando como eixo as
CULTURA orientações do fórum de pró-reitores de extensão
BRASILEIRA E AO universitária Avaliaçãocontínua da prática
PORTUGUÊS DO integradora em português
BRASIL.
IPOL JUVENTUDE E Promover palestras, debates e conferências sobre o CEM 404 - 40 2015 PROJETO 02/03/ 16/12/ MARILDE
POLÍTICA sistema político brasileiro, e outros temas de Santa Maria 2015 2016 LOIOLA DE
natureza política. MENEZES
IDA/CE LABORATÓRIO LPTV é um laboratório de investigação da linguagem Espaços 16 2010 PROJETO CULTU 09/09/ 04/09/ SIMONE SILVA
N DE do teatro performativo e zonas híbridas. Cabe aos públicos, RA 2014 2016 REIS MOTT
PERFORMANCE E integrantes pesquisar, elaborar, selecionar e expor teatros,
TEATRO DO esse material cênico, que é produzido sob orientação seminários e
VAZIO da professora Drª Simone Reis. Também é objeto de congressos,
pesquisa o desenvolvimento de oficinas de teatro, escolas
onde o caráter performativo e biodramático firmam- públicas do
se como temática central, tanto no objeto DF.
metodológico das oficinas como no material artístico
produzido.
FCE LABORATÓRIO Ação visa fornecer aoo alunos do ensino médio UAC e CEM 120 2012 PROJETO TECNO 15/09/ 31/07/ CLAURE NAIN
VIRTUAL DE conceitos laboratoriais de química utilizando 04 LOGIA 2014 2016 LUNARDI
QUÍMICA ferramentas tecnológicas, tais como uso de E GOMES
softwares de simulação de experimentos.Assim, o PROD
aluno irá vivenciar de maneira virtual o ambiente UÇÃO
laboratorial. Esta ação irá ser conduzida sob
orientação de docentes da UnB, em conjunto com os
professores da rede pública de ensino e atuação dos
alunos extensionistas da UNB-Ceilândia.
FCE LIGA ACADÊMICA A Liga Acadêmica de Feridas em Enfermagem da Faculdade de 40 2014 PROJETO SAÚDE 02/05/ 02/05/ TAYSE
DE FERIDAS EM Faculdade de Ceilândia pretende congregar alunos do Ceilândia 2014 2016 TÂMARA
ENFERMAGEM curso de Enfermagem da mesma unidade, visando a PAIXÃO
integrá-los aos cenários da prática profissional. Tem DUARTE
como princípios o conhecimento, a educação e a MICHELLE
assistência, como as inúmeras ligas acadêmicas ZAMPIERI
criadas em outras universidades do Brasil e do IPOLITO
mundo.
FS/ENF LIGA ACADÊMICA A LAPS permeia a integração do ensino, da pesquisa e Ambulatório 500 2014 PROJETO SAÚDE 03/02/ 03/02/ ALINE
DE PEDIATRIA da extensão em saúde da criança e do adolescente de Pediatria 2014 2016 OLIVEIRA
EM SAÚDE - LAPS efortalece a interação entre estudantes, e Unidade de SILVEIRA
profissionais, universidade e comunidade. Congrega Internação
ações de naturezapolítica, técnica, educativa, Pediátrica do
científica, cultural e social. Tem-se como Hospital
pressupostos teóricos e filosóficos a Universitário
atençãohumanizada, o cuidado integral, de Brasília
culturalmente competente e centrado na família. (HUB) e
Adota-se a abordagem integrada aodesenvolvimento Instituições
e às experiências de saúde e doença. de Ensina, de
Saúde e
Cuidado
infanto-
juvenil
inseridas nas
regiões de
abrangência
da
Universidade
.
FCE LIGA DE Historicamente, o ensino das habilidades de Ras Ceilândia 20 2013 PROJETO SÁUDE 06/01/ 06/01/ MÁRCIA
SIMULAÇÃO EM enfermagem sempre se apoiou no uso da simulação. Faculdade de 2014 2016 CRISTINA DA
SAÚDE - LISSA Os novosparadigmas da educação e da tecnologia Ceilândia - SILVA MAGRO
permitiram avançar para o conceito de simulação. FCE Camus
Essa proposta visa a criação de uma Liga de Universitário
Simulação em Saúde do Curso de Enfermagem afim
de proporcionar o desenvolvimento e amotivação
dos seus membros e do corpo acadêmico do curso
em enfermagem da Faculdade de
Ceilândia/Universidade de Brasília através de
atividades de pesquisa, ensino e extensão
FS/ENF LIGA DO RISO DA A proposta de Ação continuada "Liga do Riso", está Enfermaria 1000 2013 PROJETO SAÚDE 17/02/ 13/02/ LETÍCIA MEDA
UNB sendo submetida novamente devido a troca da de Clínica 2014 2016 VENDRUSCUL
coordenação do projeto. Este visa favorecer ações de Médica, O FANGEL
humanização no ambiente hospitalar promovendo o Centro de
contato e vivência recreacional entre acadêmicos de Medicina do
áreas distintas, profissionais de saúde e a população Idoso,
atendida pelo HUB, por meio do desenvolvimento de Centro de
atividades lúdicas, artísticas, artesanais e outras, Alta
durante estadia no hospital, promovendo qualidade Complexidad
de vida a pacientes, acompanhante e equipe. e em
Oncologia,
Ambulatório
s do HUB
IP/PPB LIVROS O Projeto de Extensão de Ação Continuada 'Livros Escola Classe 820 2011 PROJETO EDUCA 02/05/ 01/05/ EILEEN
ABERTOS: AQUI Abertos: Aqui Todos Contam' tem por missão formar 415 Norte ÇÃO 2014 2016 PFEIFFER
TODOS leitores e desenvolver, em interação com a FLORES
CONTAM! comunidade, conhecimento acerca da mediação de
leitura garantindo assim o acesso da criança à
cidadania e à informação, lazer,arte e cultura.
CDT MULTINCUBADO A presente proposta tem como objetivo a Campus 30 2012 PROGRA TECNO 16/06/ 30/06/ HEBERT
RA DE EMPRESAS formalização do Programa Multincubadora de Universitário MA LOGIA 2014 2016 KIMURA
Empresas como atividade de extensão de ação Darcy E
contínua. Este programa visa à difusão do Ribeiro, PROD
empreendedorismo e o apoio ao desenvolvimento de Regiões UÇÃO
empreendimentos inovadores, por meio de Administrativ
atividades ações, infraestrutura e formação as do DF
complementar do empreendedor, a fim de estimular,
facilitar e acelerar o processo de inovação
tecnológica.
FM/MO MUSEU DE Os principais objetivos do PEAC: “Museu de Faculdade de 90000 2002 PROJETO EDUCA 10/07/ 11/07/ ANA LÚCIA
R ANATOMIA Anatomia Humana da UnB e a interação com a Medicina / ÇÃO 2014 2016 CARNEIRO
HUMANA DA sociedade”, são a difusão e popularização do Área de SARMENTO
UNB E A conhecimento. Esse PEAC está contribuindo para Morfologia /
INTERAÇÃO COM tornar vivo esse espaço de educação nas Ciências 2º andar /
A SOCIEDADE Morfológicas e para retornar parte dos resultados Sala B2
das pesquisas e dos estudos científicos realizados
pela universidade à sociedade, de forma
democrática. Realiza exposições guiadas, oficinas,
palestras, painéis, vídeos, com extensionistas,
utilizando o acervo do MAH/UnB.
IG MUSEU DE O Museu de Geociências da UnB (MGeo-UnB) tem Museu de 5000 1997 PROJETO EDUCA 22/09/ 22/09/ BERNHARD
GEOCIÊNCIAS uma história que remonta a década de 1960. Geociências ÇÃO 2014 2016 MANFRED
Atualmente é um centro de extensão vinculado ao da UnB- BUHN
Instituto de Geociências com missão de divulgar as Darcy Ribeiro
geociências para a sociedade além de manter e , ICC Central ,
ampliar acervos paleontológico, mineralógico e Instituto de
litológico voltados à pesquisa, exposição e ações Geociências,
pedagógicas. Em 2013 o MGeo reabriu suas portas e AT 276
retomou as atividades de atendimento ao público no
seu espaço, sem deixar de participar de eventos
externos.
FM MUSEU VIRTUAL A filosofia do Museu Virtual (MV) será difundir o Área de 90000 2014 PROJETO EDUCA 04/08/ 04/08/ JUSSARA
DE ANATOMIA conhecimento e promover acesso aos saberes sobre Morfologia ÇÃO 2014 2016 ROCHA
HUMANA o corpo humano saudável, utilizando via internet, da Faculdade FERREIRA
uma apresentação de fotografias de dissecação de de Medicina
peças anatômicas. A virtualização da coleção
universitária construída ao longo da História das
Ciências da Saúde no Distrito Federal, divulgará parte
desta coleção utilizando Ciência e Tecnologia como
estratégia de popularização do saber.
FACE/C NÚCLEO DE O Projeto Olimpíadas Brasileiras de Contabilidade Todo 1000 2014 PROJETO EDUCA 31/03/ 31/03/ FÁTIMA DE
CA ESTUDOS E (OBC) visa promover estudos e pesquisas na área território ÇÃO 2014 2016 SOUZA FREIRE
PESQUISAS EM contábil com a finalidade de promover uma nacional
CONTABILIDADE competição anual aberta a todos os estudantes
E universitários das instituições de ensino superior
SUSTENTABILIDA brasileira. O projeto será gerenciado pela
DE ECONÔMICA Coordenação Geral em Brasília, sendo uma atividade
E de extensão da UnB, objetivando inserir
SOCIOAMBIENTA decisivamente na melhoria e qualidade do ensino da
L (NEPECON) contabilidade no Brasil.
IDA/CE NÚCLEO DE O NUTRA propôe-se a procedimentos de trabalhos Departament 20 2009 PROJETO CULTU 09/10/ 08/10/ RITA DE
N TRABALHO DO corporais em busca de uma praparação pessoal do o de Artes RA 2014 2016 CASSIA DE
ATOR – NUTRA estudante/pesquisador para a atuação cênica tendo Cênicas - ALMEIDA
como base três pilares: pesquisa - prática - reflexão. UnB, Ponto CASTRO
Para isto, o núcleo tem como referência as pesquisas de Cultura
realizadas por: Jerzy Grotowski (Teatro Laboratório - Galpão do
Polônia), Eugênio Barba (Teatro Odin - Dinamarca), Riso-
Luís Otávio Burnier (LUME - Brasil). Samambaia e
cidades
satélites.
IB/GEM O A visão de vulnerabilidade social é, usualmente, Comunidade 600 2015 PROJETO SAÚDE 01/01/ 31/12/ SILVIENE
CONHECIMENTO referida nos quilombos em relação à saúde e à s 2015 2015 FABIANA DE
DO ESTADO doença, tanto de origem infectocontagiosa quanto Quilombolas OLIVEIRA
GERAL DE SAÚDE crônico-degenerativa. Ressalta-se que importância no norte do
E do recorte étnico na assistência e na atenção em Tocantins
ANCESTRALIDAD saúde relativa às doenças e às condições de vida da
E EM população negra permite que sejam apontados
POPULAÇÕES contingentes populacionais mais suscetíveis.Este
QUILOMBOLAS projeto busca levantar aspectos relacionados à saúde
BRASILEIRAS geral destas comunidades e ancestralidade
VISANDO A quilombolas.
IMPLEMENTAÇÃ
O DA POLÍTICA
NACIONAL DE
SAÚDE
FUP O ENSINO DE Promover espaços de discussões e criar propostas Escolas de 400 2012 PROJETO SAÚDE 10/09/ 10/09/ FRANCO DE
FÍSICA E A que visem solucionar problemas relacionados ao Ensino 2014 2016 SALLES PORTO
INTERAÇÃO processo de ensino-aprendizagem enfrentados pelos Básico e FUP
UNIVERSIDADE- professores de Física e de Ciências da educação
ESCOLA básica. Criar e inovar experimentos de Física por
meio de materiais usados, reciclados e de baixo
custo. Desenvolver formação inicial e continuada de
professores de Ciências, de forma que exista contato
entre graduandos e professores de Física, Química,
Biologia e Ciências da Educação Básica.
IH / SER O GRITO SOCIAL O Grito Social das Águas é uma atividade permanente UnB, 100 2011 PROJETO MEIO 26/12/ 20/04/ PERCI COELHO
DAS ÁGUAS de extensão que articula o ensino e a pesquisa sobre Pantanal AMBIE 2014 2017 DE SOUZA
URBANAS DE problemáticas socioambientais emergentes de Matogrossen NTE
PLANALTINA, quatro cenários: águas urbanas, águas sertanejas, se
PARANOÁ E águas amazònicas e águas pantaneiras. Tem como
ITAPOÃ ponto de partida a articulação dos Movimentos
socias com os atores universitários autoridades
públicas tendo em vista a conquista de direitos
sociais pelos primeiros.
FCE O LÚDICO NO O projeto tem como objetivo utilizar a arte do Teatro Ceilândia - 250 2013 PROJETO SAÚDE 10/04/ 10/04/ LAIANE
AMBIENTE Clown na assistência à criança e ao adolescente Hospital 2014 2016 MEDEIROS
HOSPITALAR hospitalizado,incluindo seus familiares e equipe de Regional da RIBEIRO
saúde. Para tanto, os clowns buscam na música, no Ceilândia
teatro, na dança, na mágica, na mímica, entre outras,
recursos para estimular o riso e a alegria no ambiente
hospitalar. O projeto tem sua fundamentação na
metodologia proposta pelos "Doutores da Alegria"
somada aos conhecimentos das disciplinas
Enfermagem Pediátrica.
FACE/C OLIMPÍADAS O Projeto Olimpíadas Brasileiras de Contabilidade Todo 1000 2014 PROJETO EDUCA 31/03/ 30/03/ FÁTIMA DE
CA BRASILEIRAS DE (OBC) visa promover estudos e pesquisas na área território ÇÃO 2014 2016 SOUZA FREIRE
CONTABILIDADE contábil com a finalidade de promover uma nacional
competição anual aberta a todos os estudantes
universitários das instituições de ensino superior
brasileira. O projeto será gerenciado pela
Coordenação Geral em Brasília, sendo uma atividade
de extensão da UnB, objetivando inserir
decisivamente na melhoria e qualidade do ensino da
contabilidade no Brasil.
IDA/M ÓPERA ESTÚDIO O PEAC vem se consolidando como uma iniciativa de Departament 120 2005 PROJETO CULTU 10/07/ 10/07/ IRENE
US caráter interdisciplinar com o intercâmbio do o de Música RA 2014 2016 BENTLEY DE
Departamento de Música com o Laboratório de da UnB - CARVALHO
Publicidade e Propaganda da Faculdade de Auditório,
Comunicação. O Projeto se propõe a ser laboratório SG-2 e SG-4.
para preparar alunos para o exercício da profissão,
pela participação em encenações de óperas
completas. Atualmente o Projeto integra
aproximadamente 120 participantes por semestre
entre Discentes e Docentes da UnB e Comunidade
Externa.
IP/PED OS AFETOS EM O trabalho em casa de abrigo visa criar um espaço de Abrigo Nosso 80 2008 PROJETO EDUCA 21/05/ 21/05/ REGINA LÚCIA
CENA: A brincaderia autoterapêutico onde as crianças possam Lar, mantido ÇÃO 2014 2016 SUCUPIRA
BRINCADEIRA expressar seus afetos e angústias possibilitando o pela PEDROZA
NAS RELAÇÕES desenvolvimento da criatividade, imaginação, Comunhão
EM UM ABRIGO importantes recursos de personalidade para Espírita de
PARA CRIANÇAS resolução de conflitos. Nesse contexto, o trabalho Brasilia no
E ADOLESCENTES contribui para a construção da autonomia e Nucleo
capacidade de dialogar. Bandeirante,
DF.
FCE PARE, PENSE, A FCE está sendo continuamente construída como Faculdade da 3200 2011 PROJETO MEIO 30/05/ 30/04/ VANESSA
DESCARTE: local voltado para a criação de alternativas para a Ceilândia e AMBIE 2014 2016 RESENDE
COLETA melhoria da qualidade de vida e desenvolvimento, cooperativas NTE NOGUEIRA
SELETIVA social. Nesse sentido, pretende-se desenvolver a de catadores CRUVINEL
SOLIDÁRIA E coleta seletiva solidária, por meio da sensibilização na Ceilândia
SAÚDE DOS da comunidade acadêmica e do aumento da oferta
TRABALHADORES de matéria-prima para as associações de catadores.
/CATADORES Além disso, pretende identificar e implementar linhas
de ações com os catadores em promoção de saúde,
direito, geração de renda e inclusão social.
FCE PARTICIPAÇÃO O objetivo desse estudo é desenvolver intervenções Instituições 720 2009 PROJETO SAÚDE 20/06/ 20/06/ OLGA MARIA
COMUNITÁRIA com base nas necessidades e soluções propostas por em Ceilândia 2014 2016 RAMALHO DE
COMO MEIO DE grupos de instituições existentes em Ceilândia e seu e no Entorno ALBUQUERQU
PROMOVER entorno. Os estudantes da Promoção de Saúde E
SAÚDE adotarão pesquisa ação para aproximar-se da
realidade social e incorporar a comunidade na
produção social da saúde com impacto sobre sua
qualidade de vida. Assim fazendo desenvolvem
habilidades reflexivas e de enfrentamento das
questões relativas ao processo saúde doença em
coletividades
FS/NUT PERFIL A identificação do perfil da clientela atendida por Refeitórios 2000 2003 PROJETO SAÚDE 31/07/ 31/07/ KARIN
NUTRICIONAL DA UANs Hospitalares é importante para o planejamento das Unidades 2014 2016 ELEONORA
CLIENTELA de ações de promoção e prevenção da saúde. Nos de SÁVIO DE
ATENDIDA NO restaurantes participantes da pesquisa serão Alimentação OLIVEIRA
HUB EM avaliadas, por amostra representativa, as atitudes e Nutrição
UNIDADES DE dos usuários no momento de se servir. A proposta Hospitalares
ALIMENTAÇÃO E tem a intenção de contribuir com a formação do do DF
NUTRIÇÃO DO conhecimento sobre o perfil dessa clientela e auxiliar
DISTRITO no planejamento de políticas públicas para a
FEDERAL prevenção de contaminações em UANs Hospitalares.
IP/PED PINTANDO E O trabalho em casa de abrigo visa criar um espaço de Orfanato 80 2007 PROJETO EDUCA 21/05/ 21/05/ REGINA LÚCIA
BORDANDO:DES brincaderia autoterapêutico onde as crianças possam Filhas do ÇÃO 2014 2016 SUCUPIRA
ENVOLVIMENTO expressar seus afetos e angústias possibilitando o Puríssimo PEDROZA
DE CRIANÇAS E desenvolvimento da criatividade, imaginação, Coração de
ADOLESCENTES importantes recursos de personalidade para Maria Setor
EM ABRIGOS. resolução de conflitos. Nesse contexto, o trabalho 5, Quadra 9,
contribui para a construção da autonomia e Lote 1/10 -
capacidade de dialogar. Jardim
Umuarama,
Cidade
IF PLANETÁRIO O projeto tem por objetivo levar sessões de Planetário 1000 2013 PROJETO EDUCA 22/09/ 21/12/ CÁSSIO COSTA
ITINERANTE: planetário às Regiões Administrativas de baixo IdH Itinerante ÇÃO 2014 2015 LARANJEIRAS
COM OS PÉS NO (Santa Maria, Paranoá, Ceilândia, Samambaia,
CHÃO E DE OLHO Recanto das Emas, Planaltina, Brazlândia, Varjão,
NAS ESTRELAS Cidade Estrutural, Itapoã, Fercal, etc..) do Distrito
Federal, desenvolvendo, incentivando e apoiando
atividades científicas (lúdicas e interativas) nessas
regiões.
IH/SER POLO DE O Pólo de Prevenção visa atender a comunidade Campus UnB 26 2012 PROGRA SAÚDE 09/07/ 09/07/ MÁRIO
PREVENÇÃO interna e externa a Universidade de Brasília com MA 2014 2016 ÂNGELO SILVA
DST/AIDS aconselhamento em DST/AIDS; oficinas de sexo
seguro; site interativo para difusão de informação;
esclarecimentos de dúvidas sobre testagem HIV,
sinais e sintomas de DST’s, riscos, prevenção e
tratamento; entre outras atividades. Ademais, a
formação de multiplicadores das ações do Pólo é
empreendida.
FE/TEF PORTAL ENSINO Ao fomentar o diálogo entre estudantes, Faculdade de 1850 2014 PROJETO EDUCA 01/04/ 01/04/ WIVIAN JANY
MÉDIO professoras/es e pesquisadoras/es da juventude, Educação e ÇÃO 2014 2016 WELLER
EMDIÁLOGO: bem como ao ampliar a produção do conhecimento Escolas de
ARTICULANDO sobre os jovens e a relação com a escola, o projeto Ensino
REDE DE visa ampliar e potencializar as ações desenvolvidas Médio do
UNIVERSIDADES pelo projeto “Diálogos com o Ensino Médio” por Distrito
COM O ENSINO meio do Portal EMdiálogo. Este projeto integra uma
MÉDIO rede de universidades, composta pelas seguintes
INOVADOR - instituições: UFF, UFMG, UFC, UnB, UFSM, UFPA,
DISTRITO UFPR.
FEDERAL
IF PRÓ - CIÊNCIA & Este projeto tem por objetivo desenvolver ações Campus 120 2015 PROGRA EDUCA 01/05/ 31/12/ JOSÉ
CIÊNCIA NA interdisciplinares, articuladas e convergentes no Darcy Ribeiro MA ÇÃO 2015 2017 LEONARDO
ESCOLA campo da educação, divulgação e popularização da e FERREIRA
ciência e tecnologia no Distrito Federal e entorno de Observatório
Brasília. Pretende-se ainda, implantar o Observatório Astronônmic
Astronômico Luiz Cruls na Fazenda Água Limpa da o na FAL.
UnB, como centro de pesquisa, divulgação e
popularização da ciência e tecnologia da
Universidade de Brasília
IL/LET PROFISSIONALIZ As ações do Projeto de Extensão de Ação Continua Laboratório 30 2014 PROJETO TECNO 19/06/ 15/12/ JEAN CLAUDE
ANDO-SE NA (PEAC) “PROFISSIONALIZANDO-SE NA TRADUÇÃO” de tradução - LOGIA 2014 2015 LUCIEN
TRADUÇÃO (PROTRAD) objetivam orientar e preparar os UnB - ICC Sul E MIROIR
(PROTRAD) estudantes extensionistas, membros da comunidade, - Módulo 4 - PROD
inseridos num ambiente de trabalho Css 078/099 UÇÃO
profissionalizante, colaborativo e acadêmico, ao
ofício de tradutor profissional e à sua melhor
inserção no mercado do trabalho regional, nacional e
internacional.
FAU/TE PROGRAMA DE O Programa de Assistência Técnica em Urbanismo e CASAS - 20 2011 PROJETO TECNO 01/10/ 01/10/ LIZA MARIA
C ASSISTÊNCIA Arquitetura - PATUA - pretende contribuir para o Centro de LOGIA 2014 2016 SOUZA DE
TECNICA EM avanço no campo da tecnologia do ambiente Ação Social E ANDRADE
URBANISMO E construído desenvolvendo estudos e projetos em em PROD
ARQUITETURA - arquitetura e urbanismo de empreendimentos com Arquitetura UÇÃO
PATUA relevante impacto social, a partir de demandas e/ou Sustentável -
solicitações de comunidades organizadas. Escritório
Model -
FAU/UnB
FM/HU PROGRAMA DE Trata-se de um projeto multiprofissional para Hospital 1174 2012 PROJETO SAÚDE 03/11/ 04/11/ RAIMUNDA
B EXTENSÃO, contemplar a promoção da saúde dos usuários Universitário 2014 2016 NONATA
PROMOÇÃO E atendidos Hospital Universitário de Brasília para o de Brasília RIBEIRO
EDUCAÇÃO EM diagnóstico e tratamento das leishmanioses no SAMPAIO
SAÚDE AOS serviço de Dermatologia, referência nacional de
PACIENTES Tratamento de Leishmaniose Tegumentar Americana
PORTADORES DE (LTA). Entende-se que é necessário construir
LEISHMANIOSE processos inovadores de promoção de saúde aos
TEGUMENTAR portadores de LTA, operando com instrumentos e
AMERICANA saberes diferenciados em um esforço conjunto de
uma equipe multidisciplinar.
FCE PROGRAMA DE O Programa de Extensa~o em Reabilitac¸a~o Centro de 285 2014 PROGRA SAÚDE 01/09/ 01/09/ FELLIPE
REABILITAÇÃOO Cardiovascular e Metabo´lica tem como objetivo Ensino MA 2014 2016 AMATUZZI
E PREVENÇÃO prestar um atendimento preventivo e reabilitativo Médio 4 de TEIXEIRA
DA DOENÇA eficiente e qualificado na a´rea de Reabilitac¸a~o Ceilândia
CARDIOVASCULA Cardiovascular e Metabo´lica ao paciente cardiopata Ginásio
R E METABÓLICA ou com fatores de risco cardiovascular, baseado em Terapêutico
PARA ADULTOS diretrizes atuais e bem estabelecido nacionalmente e da Faculdade
JOVENS E internacionalmente por diversas associac¸o~es (SBC, de Ceilândia
IDOSOS SBMEE, AACVPR, ACSM, AHA e ESC) auxiliando o FCE, da
CARDIOPATAS E tratamento cli´nico e ciru´rgico e na prevenc¸a~o Universidade
NÃO de Brasília -
CARDIOPATAS UnB
FCE PROGRAMA DE Levantamento, planejamento e execução de ações Hospital 120 2015 PROGRA SAÚDE 30/03/ 01/04/ ISABELLA
SAÚDE AUDITIVA que norteiam o serviço de saúde auditiva existente Universitário MA 2015 2017 MONTEIRO DE
NO HOSPITAL seguindo o plano diretor do hospital e as diretrizes de Brasília CASTRO SILVA
UNIVERSITÁRIO do Ministério da Saúde. Capacitação dos profissionais
DE BRASÍLIA e definição de protocolos, fluxogramas e
atendimento em equipe multiprofissional. O
programa contará com a participação dos docentes e
discentes do curso de fonoaudiologia, equipe de
Fonoaudiologia e equipes afins da Instituição,
consolidando a fonoaudiologia na equipe da
reabilitação.
IDA/M PROGRAMA O Curso de Extensão Música para Crianças da UnB Departament 2000 2015 PROGRA EDUCA 28/02/ 26/11/ RICARDO JOSÉ
US MÚSICA PARA existe desde 2002 e já atendeu aproximadamente o de Música MA ÇÃO 2015 2016 DOURADO
CRIANÇAS 6000 crianças nestes 11 anos de funcionamento. o e Núcleo de FREIRE
curso nesta edição pleiteia ser transformado em Vivência -
projeto com o objetivo de oferecer uma formação SG10
musical continuada para a criança. Neste caso a
criança e sua família terá o acompanhamento dentro
do projeto desde o nascimento até a escolha do
instrumento musical e sua inserção em conjuntos
orquestrais.
FCE PROGRAMA Este programa de extensão será realizado em NRAD DA 100 2011 PROGRA SAÚDE 06/05/ 06/05/ DIANE MARIA
SAÚDE EM CASA parceria com a Secretaria de Estado de Saúde do REGIONAL MA 2014 2016 SCHERER
Distrito Federal, por meio do Núcleo Regional de DE SAÚDE DE KUHN LAGO
Atenção Domiciliar - NRAD Ceilândia. Tem como CEILÂNDIA
objeto a qualidade da assistência domiciliar
desempenhada por este núcleo especificamente e
pretende participar ativamente das atividades da
equipe e complementar estas com informações e
capacitações aos profissionais de saúde, aos
cuidadores, familiares e pacientes atendidos pelo
Programa de Atenção Domiliar.
FUP PROJETO DE O projeto tem como objetivo oferecer o serviço de UnB 200 2011 PROJETO EDUCA 30/09/ 30/09/ ELIETE ÁVILA
EDUCAÇÃO educação infantil para os filhos e filhas do/as Planaltina ÇÃO 2014 2016 WOLF
INFANTIL educando/as do Curso de Licenciatura em Educação
CIRANDA do Campo, durante as Etapas de Tempo Escola. Visa,
ainda, desenvolver atividades educativas com as
crianças - com oficinas, envolvendo os alunos do
curso de Licenciatura em Educação do Campo,
proporcionando-lhes maior dominio do uso de
recursos didáticos diversos, assim como uma
experiência educativa com uma das etapas do
desenvolvimento humano.
CEAM PROJETO DE Esse projeto visa apoiar a implantação do Núcleo de 100 2014 PROJETO SAÚDE 10/12/ 15/01/ Ana Valéria
IMPLANTAÇÃO Observatório da Política Nacional de Saúde Integral Estudos em 2014 2016 Machado
DO de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais Saúde Mendonça
OBSERVATÓRIO (LGBT), no Sistema Único de Saúde (SUS), no que diz Pública
DA POLÍTICA respeito à organização de três linhas de ações.
NACIONAL DE
SAÚDE INTEGRAL
LGBT NO SUS
FT/ENE PROJETO Ministrar cursos de eletrônica básica para estudantes Escolas 10 2012 PROJETO EDUCA 30/09/ 30/06/ RAFAEL
ELECTRON 2 de escolas públicas do Distrito Federal, visando públicas de ÇÃO 2014 2016 AMARAL
despertar o interesse dos alunos para os cursos de ensino SHAYANI
engenharia e tecnologia. As aulas abordarão aspectos médio e
teóricos, em que são ensinados os conceitos básicos fundamental
de eletrônica, e também atividades práticas, do DF
realizando experimentos utilizando material didático
fornecido pelo IEEE (Instituto de Engenheiros
Eletricistas e Eletrônicos) e desenvolvidos pelos
alunos das engenharias da UnB.
DEX/CA PROJETO SARAU Desde abril de 2011 a Casa da Cultura da América Museu 2100 2012 PROJETO CULTU 20/11/ 17/11/ ANTÔNIO
L Latina, na época dirigida por Ana Queiroz, vem Nacional da RA 2014 2016 CARLOS AYRES
apresentado o Projeto Sarau em parceria com o Republica MARANHÃO
Museu Nacional da República, realizando três edições
anuais, mostrando à comunidade brasiliense um
trabalho baseado em cinco linguagens artísticas
tratando-as como artes integradas.
FS/ENF Promoção da Acolhemos e apoiamos mulheres e casais grávidos, HUB e 30 2000 PROJETO SAÚDE 21/11/ 21/11/ SILVÉRIA
Saúde Sexual e por meio da disponibilidade para ouvir, olhar, tocar, Faculdade de 2014 2016 MARIA DOS
Reprodutiva do perceber, sentir e acolher, minimizando suas Saúde SANTOS
HUB: Grupo de necessidades e inquietações. Trabalhamos valores e
Gestantes e metas preconizados por organizações nacionais e
Casais Grávidos internacionais, baseados em evidências científicas,
pactos e políticas, tais como Programa Nacional de
Humanização do Parto e Nascimento, a política dos
Direitos Sexuais e dos Direitos Reprodutivos, a Rede
Cegonha, prevenindo a violência institucional.
FCE PROMOÇÃO DE Este projeto tem como objetivo a promoção de Sala de 50 2012 PROJETO SAÚDE 19/05/ 20/05/ JANAINA
PRÁTICAS práticas saudáveis na população idosa que pertence Reuniões do 2014 2016 MEIRELLES
SAUDAVEIS COM a área de referência do Centro de Saúde 09 de Centro de SOUSA
OS IDOSOS DO Ceilândia – DF. A estratégia a ser utilizada é de Saúde 09 de
CENTRO DE trabalho em grupo como base para a promoção da Ceilândia.
SAÚDE 09 DE saúde, prevenção de doenças e estímulo do processo
CEILANDIA de envelhecimento saudável e ativo, por meio de
palestras, campanhas e atividades culturais. As
atividades serão desenvolvidas por discentes e
docentes do curso de enfermagem da UNB –
Faculdade de Ceilândia.
CDT PROSPECÇÃO E Prospecção e Mapeamento Tecnológico de Universidade 0 2014 PROJETO TECNO 22/09/ 22/09/ GRACE
MAPEAMENTO competências e perfis integra o Planejamento de Brasília LOGIA 2014 2016 FERREIRA
TECNOLÓGICO Estratégico 2011/2015 da Universidade de Brasília e E GHESTI
está sendo executada pelo Centro de Apoio ao PROD
Desenvolvimento Tecnológico (CDT). O projeto visa UÇÃO
levantar informações sobre os projetos de pesquisa
desenvolvidos na Universidade, disseminar a
importância da proteção do conhecimento gerado, a
política de propriedade intelectual da UnB e os
serviços disponíveis no CDT
IH/SER QUINTAS Em 2015 será a 12a edição temática consecutiva UnB 150 2003 PROJETO DIREIT 01/12/ 26/12/ PERCI C. DE
URBANAS UNB (desde 2004), do projeto. Trata-se um projeto de OS 2014 2016 SOUZA
2015: A LUTA extensão que se propõe a articular diferentes, grupos HUMA
DOS POVOS de pesquisa e autoridades do poder público partir de NOS E
PELO BEM-VIVER temas propostos em diálogo com os Movimentos JUSTIÇ
CONTRA O Sociais. Os temas tem relação com a problematização A
IMPERIALISMO de políticas sociais seja em escala local, regional,
nacional ou internacional. Esta edição de 2015 será
na ÁREA DOS DIREITOS HUMANOS COM O TEMA "A
luta dos povos pelo bem-viver contra o imperialismo
FS/DSC SISTEMA SAÚDE Tatas-e de proposta que visa a integração curricular, Campus 800000 2014 PROGRA SAÚDE 30/09/ 01/09/ DAIS
ESCOLA - permitindo a interface de disciplinas e cursos da área Darcy Ribeiro MA 2014 2016 GONÇALVES
PROGRAMA DE da saúde coletiva, medicina e práticas da educação e Secretaria ROCHA
REORIENTAÇÃO da UnB, por meio de atividades de formação de Estado da
DA FORMAÇÃO profissional numa relação ativa de ensino-serviço Saúde,
PROFISSIONAL comunidade. O programa integra o proposta do Secretaria de
EM SAÚDE Ministério da Saúde de reorientação da formação de Estado de
profissionais da área da saúde focados na região Educação e
centro oeste e tem como principal objetivo fomentar Escolas do
e integrar projetos na área da saúde. Distrito
Federal;
Paranoá;
Itapoã;
Ceilândia;
Universidade
Federal de
Goiás/GO;
Escolas de
Ciência de
Ciências da
Saúde -
ECs/DF
IB/GEM SOMOS FEITOS Na 4ª etapa do projeto de extensão de ação contínua Campus 40 2010 PROJETO EDUCA 22/08/ 22/07/ CARLA
DE CÉLULAS! 4ª Somos feitos de células! serão realizados o Darcy Ribeiro ÇÃO 2014 2016 MEDEIROS Y
ETAPA. planejamento e a efetivação de atividade de ARAÚJO
extensão que congrega alunos de graduação e
professores do Ensino Médio, no intuito de estimular
a incorporação de habilidades e procedimentos do
pensamento científico nas atividades educacionais
em Biologia Celular e Molecular.
FAC/JO SOS – IMPRENSA Atividades compartilhadas de "Media literacy" Faculdade de 8 2000 PROJETO COMU 10/11/ 10/11/ LUIZ MARTINS
R (Literacia) em "Ética na Comunicação", Comunicaçã NICAÇ 2014 2016 DA SILVA
compreendendo estudos comparados de Códigos de o da ÃO
Ética na área de Comunicação e proposição Universidade
cooperada de códigos análogos no âmbito de de Brasília
laboratórios e empresas juniores de Comunicação,
concorrendo para tal os bolsistas do projeto SOS-
Imprensa e treinandos-parceiros nas unidades
consorciadas. Experiência-piloto: elaboração de um
Código de Ética para o jornal Campus, da Faculdade
de Comunicação da UnB.
FE/TEF TECENDO A O Projeto visa promover a alfabetização e Vários 400 2012 PROJETO EDUCA 01/10/ 30/09/ CLÁUDIA
CIDADANIA NO escolarização (1º segmento )de 600 jovens e adultos ÇÃO 2014 2016 VALÉRIA DE
CAMPO - EJA de áreas de reforma agrária do DF e Entorno . ASSIS DANSA
NOS Financiado pelo Pronera, vinculado ao INCRA.
ASSENTAMENTO Envolve professores da Faculdade de Educação da
S DE REFORMA UnB, estudantes universitários e técnico
AGRÁRIA DO DF administrativo de apoio além de 50 educadores/as
E ENTORNO do ensino fundamental e 5 coordenadores
pedagógicos locais. Os beneficiários indiretos serão
as comunidades assentadas onde as salas de aula
irão funcionar e adjacências.
FUP TERRITORIALIDA No Assentamento Rio Bonito, em Cavalcante-GO, há Assentament 150 2012 PROJETO MEIO 27/10/ 27/10/ REGINA
DE, MEIO grande biodiversidade de cerrado contrastando com o Rio Bonito AMBIE 2014 2016 COELLY
AMBIENTE E fragilidades socioambientais. A ausência de políticas - Cavalcante NTE FERANDES
SUSTENTABILIDA públicas agrava a pobreza entre os assentados, - GO SARAIVA
DE NO depredação da natureza e êxodo rural. Neste
ASSENTAMENTO contexto, propõe-se o projeto desenvolver ações
RIO BONITO voltadas para o fortalecimento de identidades com o
território, ações de economia solidária, voltadas para
o fortalecimento de vínculos comunitários e ações
que promovam a preservação ambiental.
FM TÓPICOS Trata-se de atividade prática no Centro de Trauma do Hospital de 60 2012 PROJETO SAÚDE 28/03/ 02/03/ JOÃO BATISTA
AVANÇADOS EM HBDF, sob a chancela do Dr. Rodrigo C. Belém, Base do 2015 2017 DE SOUSA
TRAUMA médico assistente do serviço e diretor do SAMU-DF. Distrito
Os alunos participantes deverão acompanhar os Federal
atendimentos e procedimentos, sempre
supervisionados pelos médicos assistentes
(residentes e staffs) da instituição. Podem ainda ser
solicitados a realizar procedimentos da rotina do
serviço, sempre sob supervisão direta. Deverão ainda
apresentar os casos vistos nas reuniões semanais da
Liga de Trauma.
FACE/C Transparência e Esta ação integra o Projeto principal 53.527 e tem Prefeituras, 78 2015 PROJETO TECNO 01/05/ 18/05/ JOSÉ
CA Gestão de por objetivo como define o estatuto da UnB buscar Gestores LOGIA 2015 2016 MARILSON
Custos: soluções democráticas para os problemas nacionais. públicos, E MARTINS
Cumprindo o Buscamos intervir na realidade dos Estados Contadores PROD DANTAS
artigo 50 da Lei brasileiros, especificamente nos 3 municípios com públicos, UÇÃO
de menor IDH(base 2010) implementamento os órgãos de
Responsabilidade produtos da UnB voltados a cumprir o artigo 50 da controle,
Fiscal LRF por meio da melhoria da qualidade da sociedade
informação contábil e do cumprimento da legislação. em geral e
Buscando a melhor utilização dos recursos públicos servidores da
escassos. contabilidad
e pública
FS / TRANSPLANTE A proposta deste projeto de extensão é atuar junto Clinica de 10 2011 PROJETO SAÚDE 20/11/ 18/11/ SERGIO
ODT DENTAL aos pacientes atendidos na Clínica de Odontologia do Cirurgia e 2014 2016 BRUZADELLI
HUB e pacientes triados no Hospital Regional do Traumatologi MACEDO
Paranoá -DF, onde a perda dental é muito a Buco
prevalente. O objetivo de realização dos transplantes Maxilo Facial
dentais autógenos em substituição aos dentes do HUB
perdidos é restaurar função, oclusão, estética e,
acima de tudo, promover saúde bucal e recuperação
da auto-estima visto a substituição de um dente
condenado à extração por outro elemento dental
sadio.
FS/ODT TRATAMENTO Clínica de Odontologia UnB Clínica de 20 PROJETO SAÚDE 01/04/ 11/03/ MARIA DO
PERIODONTAL Odontologia 2015 2017 CARMO
EM PACIENTES UnB MACHADO
PORTADORES DE GUIMARÃES
DIABETES
MELLITUS TIPO 1
E2
CET TURISMO Oferecer atividade de turismo cultural e educativo à Brasilia e 1000 2014 PROJETO CULTU 04/09/ 14/12/ NEIO LÚCIO
CULTURAL PARA comunidade internacional da Universidade de entorno RA 2014 2015 DE OLIVEIRA
A COMUNIDADE Brasilia com a possibilidade de ampliação da CAMPOS
INTERNACIONAL proposta para toda a comunidade universitária.
DA UNB Trata-se de observar a atividade de Turismo como
complementar ao processo de educação cultural de
jovens e adultos. Bem como meio para o dialogo e a
aproximação entre a comunidade nacional e
internacional de forma a abrir perspectivas para uma
cidadania global.
FUP TURISMO SOCIAL Este projeto tem por objetivo investigar o gênero e a Brasília, 60 2012 PROJETO DIREIT 10/07/ 10/07/ DONÁRIA
EM BRASÍLIA: deficiência nos setores hoteleiro, de bares e Sobradinho, OS 2014 2016 COELHO
AÇÕES NO SETOR restaurantes de Brasília. Busca também mapear Formosa e HUMA DUARTE
HOTELEIRO, estabelecimentos rurais acessíveis em Sobradinho, Planaltina NOS E
BARES E Planaltina e Formosa. A partir dessa investigação, JUSTIÇ
RESTAURANTES busca fazer uma intervenção por meio da criação de A
NA CAPITAL ferramentas de conscientização nos setores, como a
FEDERAL EM elaboração de cartilhas e orientações
FUNÇÃO DOS
MEGA EVENTOS
FAV UMA O projeto propõe a implantação de uma unidade Fazenda 100 2011 PROJETO TECNO 17/05/ 17/05/ LUCI SAYORI
ALTERNATIVA DE demonstrativa de um sistema de criação de suínos ao Água Limpa - LOGIA 2014 2016 MURATA
SUINOCULTURA ar livre na FAL/UnB. A produção de suínos ao ar livre UnB E
SUSTENTÁVEL tem como objetivo melhorar a qualidade de vida do PROD
PARA A produtor familiar, incentivando a fixação do homem UÇÃO
AGRICULTURA no meio rural, assim como produzir alimentos. O
FAMILIAR sistema como tem princípios a sustentabilidade
ambiental, o bem-estar dos animais, o aumento do
emprego e renda no meio rural, a qualidade do
alimento produzido e a segurança alimentar.
FCE UNIVERSIDADE Este projeto tem como objetivo fomentar ações Faculdade da 1000 2015 PROJETO SAÚDE 04/05/ 03/05/ Margo gomes
DA MATURIDADE educativas e integrativas que possibilitem a Ceilândia 2015 2017 de oliveira
(UMA) DO ampliação de capacidades e habilidades na vida karnikowski
DISTRITO adulta e dos idosos da comunidade com foco na
FEDERAL – BEM saúde, no direito, no esporte, lazer, arte e cultura de
ESTAR, SAÚDE E maneira a contribuir para o desenvolvimento
DESENVOLVIME humano e social. Para tanto, serão desenvolvidas
NTO HUMANO E atividades no âmbito dos módulos propostos pela
SOCIAL Universidade da Maturidade além de outras ações
integrativas com a comunidade interna e externa à
Universidade.
FCE Viver sem limites Esta proposta da continuidade ao Projeto de CEM4 - 60 2012 PROJETO TECNO 01/05/ 30/04/ EMERSON
em um corpo Extensão de Ação Contínua (PEAC): Viver sem limites Centro de LOGIA 2015 2017 FACHIN
que interage em um corpo pela metade, porém com suas ações Ensino E MARTINS
com tecnologias voltadas para um público mais abrangente. Nesta 2ª Médio PROD
edição, o PEAC chamará: Viver sem limites em um Número 4 de UÇÃO
corpo que interage com tecnologias. As ações de Ceilândia
extensão que integram este projeto tem como
objetivo desenvolver, avaliar e repassar ao usuário
tecnologias em saúde, notadamente tecnologia
assistiva, que sejam baseadas nas suas percepções do
que é útil.
FGA ZONEAMENTO A proposta é despertar o interesse dos alunos de Gama e 15 2013 PROJETO TECNO 08/12/ 08/12/ JOSIANE DO
ENERGÉTICO ensino médio pelos cursos de engenharia e estimular Novo Gama LOGIA 2014 2016 SOCORRO
DIALOGADO E os alunos do ensino superior a continuarem os seus E AGUIAR DE
TECNOLÓGICO estudos por meio da aplicabilidade dos conteúdos PROD SOUZA
NO GAMA (ZEED- com a multidisciplinaridade de experiências UÇÃO
GAMA) transversal, conjuntamente com os professores do
ensino médio tendo como tema gerador será o
mapeamento do potencial, demanda de energia,
áreas degradadas e de preservação permanente na
área administrativa do Gama e Novo Gama.
IQ CONS-CIÊNCIA Identificar, intervir e apoiar as estratégias adotadas Laboratório 1000 2008 PROJETO EDUCA 12/05/ 12/05/ PATRÍCIA
NA EDUCAÇÃO por professores de Ciências na abordagem de temas de Pesquisa ÇÃO 2014 2016 FERNANDES
AMBIENTAL ambientais e no desenvolvimento de projetos sobre em Ensino de LOOTENS
educação ambiental nas escolas do DF, visando Química - MACHADO
contribuir a melhoria da educação ambiental no DF. Salas BT -
17/3 e BT -
21/3 (Prédio
Novo do
Instituto de
Química) e
em todas as
Escolas
envolvidas
no Projeto.
FUP TERRA EM CENA O projeto Terra em Cena existe na UnB desde 2010, Campus de 300 2011 PROGRA CULTU 20/10/ 20/12/ RAFAEL LITVIN
com o intuito de promover uma ação articulada entre Planaltina da MA RA 2014 2015 VILLAS BOAS
as dimensões do ensino, extensão e pesquisa, no UnB,
âmbito da linguagem teatral, em comunidades de assentament
acampamento, assentamento e no território os,
quilombola dos Kalunga. Para tanto, foi constituído acampament
um coletivo de formadores e multiplicadores com os e
estudantes do curso de Licenciatura em Educação do quilombosl.
Campo e do Residência Agrária da UnB, que atuam
por meio de oficinas, formando e coordenando
grupos teatrais.
FT/EN PRECOCE - O PROJETO PRECOCE É DESENVOLVIDO DESDE 2007 Campus 1000 2007 PROJETO EDUCA 16/03/ 10/03/ AIDA ALVES
M PROMOVE NA FACULDADE DE TECNOLOGIA DA UNB E Darcy Ribeiro ÇÃO 2015 2017 FADEL
ENGENHARIA NO FINANCIADO PELA FINEP DENTRO DO PROGRAMA
ENSINO MÉDIO INOVA - PROMOVE ENGENHARIA ENVOLVENDO
ALUNOS DOS CURSOS DAS DIVERSAS ENGENHARIAS,
MATEMATICA, FISICA, EDUCACAO, FARMACIA,
BIOLOGIA, QUIMICA, LETRAS, BIBLIOTECONOMIA,...
FAV BANCO DE O objetivo do projeto inicialmente é criar um banco Hospital 500 2011 PROJETO SAÚDE 01/08/ 30/08/ ANA
SANGUE CANINO de sangue canino e oferecer treinamento aos Veterinário 2014 2016 CAROLINA
acadêmicos de medicina veterinária na seleção dos de Pequenos MORTARI
cães doadores de sangue, coleta de bolsas de sangue, Animais da
realização dos testes de compatibilidade sanguínea FAV- UnB
entre o sangue dos doadores e receptores caninos. O
projeto também visa melhorar as condições de
atendimento de cães no Hospital Veterinário de
Pequenos Animais da UnB e atender prontamente a
grande demanda de sangue para tratamento de
animais.
FD DIREITOS Direitos Humanos e Gênero: Promotoras Legais NPJ da UnB, 14 2005 PROJETO DIREIT 01/10/ 01/10/ BISTRA
HUMANOS E Populares' é um projeto de capacitação de mulheres localizado na OS 2014 2016 STEFANOVA
GÊNERO: em noções de direito, gênero e cidadania, que CNN 1, Bloco HUMA APOSTOLOVA
CAPACITAÇÃO objetiva formar promotoras legais populares, para E, sobreloja, NOS E
EM NOÇÕES DE atuarem na defesa dos direitos das mulheres. Visa Ceilândia/DF JUSTIÇ
DIREITO E proporcionar ao estudante da UnB uma formação A
CIDADANIA – crítica e humanística, a partir do contato com
PROMOTORES demandas sociais. As atividades consistem na
LEGAIS preparação e realização de debates, oficinas e
POPULARES(PLP) atividades de militância mediados por profissionais
de diferentes áreas.
FM/MC CENTRO DE Apoiar o paciente com Doença Celíaca e seus Faculdade de 30 2001 PROJETO SAÚDE 15/05/ 15/05/ LENORA
A PESQUISA, familiares realizando atendimento médico, Medicina/ 2014 2016 GANDOLFI
DIAGNÓSTICO, nutricional, psicoterapêutico e realizando exames de Ciências da
TRATAMENTO E diagnóstico, oficinas de alimentação sem glúten, com Saúde ;
APOIO AOS esclarecimentos sobre DC e pesquisas relacionadas Hospital
PACIENTES COM ao tema. Universitário
DOENÇA de Brasília
CELÍACA (DC) NO (HUB).
DISTRITO
FEDERAL
IDA LABORATÓRIO Este programa, que iniciou com a participação do Departament 20 2012 PROJETO CULTU 03/11/ 03/11/ SÔNIA MARIA
TRANSDISCIPLIN Laboratório de cenografia na Quadrienal de Praga, o de Artes RA 2014 2016 CALDEIRA
AR DE será vinculado, até 2015, ao Doutorado da Cênicas- Sala PAIVA
CENOGRAFIA coordenadora deste PEAC. A proposta de Sônia Paiva BT16
é a realização de um Doutorado Sanduiche com um
ano de residência no Instituto Watermill Center – um
Laboratório Interdisciplinar para Artes e
Humanidades, fundado por Robert Wilson. A ideia da
coordenadora deste projeto de extensão, é trazer a
metodologia de criação interdisciplinar do Watermill
Center.
FE / PORTAL DOS Configuração do Portal dos Fóruns de EJA do Brasil, a 27 unidades 50 2009 PROGRA EDUCA 16/09/ 12/05/ ADRIANA
MTC FÓRUNS DE partir da análise da relação entre o movimento social federadas MA ÇÃO 2014 2016 ALMEIDA
EDUCAÇÃO DE dos Fóruns de EJA e as possibilidades e (estados e SALES DE
JOVENS E potencialidades do ambiente virtual interativo DF) MELO
ADULTOS – EJA multimídia educativo. Pedagogicamente incorpora a
DO metodologia do estudo do meio, em diálogo com o
BRASIL(WWW.F uso de tecnologias, na perspectiva da construção das
ORUMEJA.ORG.B histórias dos lugares em diálogo com o uso de
R) tecnologias, na perspectiva da construção das
histórias dos lugares em que a EJA se configura.
FS/NUT COZINHAR FAZ Realizar oficinas de culinária para a comunidade Laboratório 400 2011 PROJETO SAÚDE 24/06/ 30/05/ RENATA
BEM: OFICINAS externa, visando aprimorar os conhecimentos em de técnica 2014 2016 PUPPIN
DE CULINÁRIA alimentação e nutrição da população por meio da dietética ZANDONADI
EM prática culinária e dietética de preparações saborosas
ALIMENTAÇÃO E e saudáveis; Analisar sensorialmente as preparações
NUTRIÇÃO elaboradas, por meio de teste de aceitabilidade com
os participantes; Capacitar os participantes a fazerem
melhores escolhas alimentares baseadas em
evidências, assim como preparar refeições que
valorizem esses alimentos.
FS/ENF PRÁTICA Trata-se de um projeto de extensão de ação contínua Ambulatório 480 2013 PROJETO SAÚDE 07/05/ 10/04/ GISELE
AVANÇADA DE (PEAC) a ser desenvolvido em conjunto com as de Cirurgia 2015 2017 MARTINS E
ENFERMAGEM equipes dos serviços de Cirurgia Pediátrica e Pediátrica e SIMONE
EM Nefrologia Pediátrica do Hospital Universitário de Unidades BATISTA DA
UROPEDIATRIA Brasília (HUB). Este projeto tem como objetivo Pediátricas COSTA
principal prover um cuidado de enfermagem do Hospital
especializado para a população pediátrica acometida Universitário
por disfunções miccionais, atuando tanto no âmbito de
de educação à saúde quanto na assistência e na Brasília(HUB)
reabilitação em saúde.
FCE PROJETO DE O projeto é composto por 7 fases: Fase1 diagnóstico Hospital 76 2015 PROJETO SAÚDE 23/11/ 10/11/ Silvana
IMPLANTAÇÃO situacional do conhecimento prévio dos enfermeiros Regional de 2015 2016 Schwerz
DA sobre a Ceilandia Funghetto
SISTEMATIZAÇÃ Sistematização da Assistência de Enfermagem.Fase 2
O DA capacitação dos enfermeiros sobre Teorias de
ASSISTÊNCIA DE Enfermagem
ENFERMAGEM e SAE. Fase 3 construção em conjunto dos
NO HRC instrumentos que subsidiarão implantação.Fase 4
implantação em uma
unidade de internação como piloto. Fase 5 validação
dos instrumentos. Fase 6 implantação e
acompanhamento em
todo HRC. Fase 7 analise do processo de implantação.
FCE ACOLHIMENTO Trata-se de um PEAC desenvolvido na Emergência do Emergência 13 2013 PROJETO SAÚDE 05/10/ 20/09/ Margarete
COM AVALIAÇÃO Hospital Universitário de Brasília - HUB. Este projeto do Hospital 2015 2017 Marques Lino
E CLASSIFICAÇÃO tem Universitário
DE RISCO como objetivo principal fortalecer o processo ensino- de Brasília
NOCOMPONENT aprendizagem quanto à humanização do (HUB)
E HOSPITALAR atendimento na Rede
DA REDE DE de Atenção às Urgência, através da identificação do
ATENÇÃO ÀS usuário que necessita de tratamento imediato,
URGÊNCIAS estabelecimento
do potencial de risco e agravos à saúde, e
atendimento priorizado de acordo com o grau de
sofrimento ou a
gravidade do caso
IREL AMUN KIDS AMUN Kids é um projeto de cunho social Escola Classe 168 2010 PROJETO EDUCA 07/10/ 20/09/ Cristina Yumie
desenvolvido pelos graduandos do curso de Relações 22 de ÇÃO 2015 2017 Aoki Inoue
Internacionais da Ceilândia
Universidade de Brasília. Ligado ao AMUN, Americas
Model United Nations, o projeto foi criado com o
intuito de
disseminar valores reconhecidos pela Organização
das Nações Unidas como essenciais para a
construção de um
mundo melhor. O AMUN Kids trabalha com crianças
de escolas públicas do Distrito Federal que
frequentam os anos
iniciais do ensino fundamental.
FEF MOVI-MENTE A proposta é baseada em atividades corporais não Centro 100 2012 PROJETO EDUCA 14/09/ 14/09/ Marcelo de
comuns que visam conduzir o indivíduo a uma Olímpico - ÇÃO 2015 2017 Brito
percepção UnB
sensível de si mesmo, conduzindo-o a um estado
meditativo.
As atividades acontecem em espaços diferenciados e
atendem à perspectivas de ruptura com os padrões
cotidianos.
FS/DSC APOIO A Regional Paranoá é a sede da Rede Escola FS e Regional de 50 2015 PROJETO SAÚDE 03/11/ 29/07/ Gustavo
INSTITUCIONAL FM/UnB. As ações serão de apoio ao Saúde 2015 2016 Nunes de
AO desenvolvimento de Paranoá e Oliveira
DESENVOLVIME processos gerenciais, planejamento, gestão, Itapoã -
NTO GERENCIAL avaliação de ações de saúde do SUS Regional. A Secretaria de
DA ATENÇÃO vivência dos Estado da
BÁSICA SUS DF extensionistas, articuladas à formação, aos serviços e Saúde - DF
pesquisa, favorecerá a formação de profissionais de
saúde
voltados às necessidades do SUS a SESDF no
enfrentamento dos desafios e dificuldades do SUS
regional.
FCE RODA DE O projeto de extensão tem objetivo desenvolver um Faculdade de 2013 PROJETO DIREIT 24/06/ 24/06/ Maria de
DEBATE: CRACK, espaço de debate e a reflexão sobre os paradigmas, Ceilândia OS 2015 2017 Nazareth
OUTRAS DROGAS políticas, os HUMA Rodrigues
E processos da intersetorialidade, a reabilitação NOS Malcher de
VULNERABILIDA psicossocial, e as vulnerabilidade envolvido ao tema Oliveira Silva
DE ASSOCIADAS. droga, em
encontros semanais, de duas horas, com a presença
de um profissional mediador convidado que poderá
ser:
docente, profissional dos serviços intersetoriais,
representantes de ONG's; como processo de
formação continuada e
relevância para formação acadêmica.
IQ TEXTOS DE A presente proposta contempla a administração de Internet 20 2014 PROJETO EDUCA 16/10/ 15/10/ Daniel
DIVULGAÇÃO uma revista eletrônica voltada à divulgação científica. ÇÃO 2015 2017 Perdigão Nass
CIENTÍFICA NA Trata-se de
FORMAÇÃO DO uma resposta à diminuição e/ou extinção de textos
PROFESSOR DE de divulgação científica voltados para professores em
CIÊNCIAS revistas
como Química Nova na Escola, Revista Brasileira de
Ensino de Física e Revista Matemática Universitária,
como
verificado por pesquisas que vimos realizando.
Amadurecido pela atuação na vigência anterior,
anual, o projeto toma
novo rumo e prevê duração de um biênio.
FGA BIOGAMA- As mudanças climáticas enfatizam a importância da Campus 30 2011 PROGRA MEIO 01/10/ 31/10/ Patricia Regina
RECICLAGEM DE consciência ambiental no mundo e a necessidade de Darcy MA AMBIE 2015 2017 Sobral Braga
ÓLEO DE mudar o Ribeiro, NTE
FRITURA E modelo de desenvolvimento urbano. Parte do Planaltina,
CONSCIENTIZAÇÃ problema se deve ao descarte incorreto de resíduos. Gama e
O AMBIENTAL A Nesse contexto, o Ceilândia,
PARTIR DE projeto pretende despertar a consciência ambiental além das
COLETA da comunidade por meio de processos educativos, cidades do
SELETIVA NA com Entorno
COMUNIDADE motivação no descarte correto do óleo usado e
DO GAMA demonstração de reuso de resíduos no ambiente
urbano visando
minimizar os impactos ambientais e a apropriação de
recursos naturais
DEX/DT INDEX- Este projeto é fruto de uma parceria entre o Decanato de 200 2015 PROJETO COMU 01/10/ 24/07/ Therese
E INFORMAÇÃO E Decanato de Extensão (DEX/UnB) e a Faculdade de Extensão - NICAÇ 2015 2017 Hofmann Gatti
COMUNICAÇÃO Comunicação DEX UnB ÃO Rodrigues da
DA EXTENSÃO (FAC/UnB), especificamente a turma do sétimo Costa
UNIVERSITÁRIA semestre, da disciplina Assessoria e Consultoria em
NA Comunicação,
UNIVERSIDADE do curso de Comunicação Organizacional. Nosso
DE BRASÍLIA objetivo é dar maior visibilidade às atividades da
extensão, a partir
do incentivo à participação de docentes, técnicos e
discentes na proposição de atividades de extensão. A
proposta
contempla desde a realização de pesquisa de opinião
sobre a Extensão perante a comunidade acadêmica, a
elaboração de um planejamento estratégico de
comunicação que organize as ações para os próximos
anos até a
produção de tutorial para institucionalização de
ações de extensão e de uma campanha de
divulgação.
FT / PROJETOS Desenvolvimento de projetos com base em UnB; FT; 100 2009 PROJETO TECNO 01/10/ 31/08/ Dianne
ENM ESPECIAIS DE metodologias PBL e de aprendizagem ativa. Objetiva- CEM 01 - LOGIA 2015 2017 Magalhães
ENGENHARIA se realizar a Paranoá Viana
síntese e integração dos conhecimentos adquiridos
na formação curricular de engenharia e áreas afins,
assim como
dos campos de conhecimentos associados aos temas
de projetos. Os projetos são articulados com outras
atividades
extensionistas, inclusive de pesquisa e de ensino,
priorizando-se a aplicação prática, o caráter
colaborativo e
interdisciplinar e a geração de benefícios à
comunidade.
FUP SEMENTES Com a finalidade de promover a difusão e integração Bioma 300 2013 PROJETO MEIO 01/11/ 31/10/ MÔNICA
CROULAS E de iniciativas de conservação da agrobiodiversidade, Cerrado AMBIE 2015 2016 CELEIDA
AGROBIODIVERSI o NTE RABELO
DADE DO presente projeto prevê o inventário de feiras de NOGUEIRA
CERRADO sementes e tecnologias sociais associadas hoje
existentes no Brasil,
para a constituição de um banco de dados on-line,
além da realização de cursos, seminários,
intercâmbios, vivências
e feira(as) de sementes no Cerrado. A expectativa é
de que as atividades propostas contribuam para a
criação de
uma Rede de Sementes Crioulas do Cerrado.
FUP O ENSINO DE Desenvolvimento de experimentos de ciências de Escolas de 400 2007 PROJETO EDUCA 14/07/ 16/06/ JEANE
CIÊNCIAS E O baixo custo nas escolas de Ensino básico da região de Ensino ÇÃO 2014 2016 CRISTINA
DESAFIO DA Planaltina, desenvolver material didáticos para a as Básico e FUP GOMES ROTTA
APROXIMAÇÃO aulas de Ciências e visitas monitoradas ao
UNIVERSIDADE Laboratório de Apoio a Pesquisa e o Ensino de
ESCOLA ciências (LAPEC I) da FUP. Promovendo a formação
continuada e inicial de professores de Ciências,
Química, Biologia e Física, por meio da integração dos
licenciandos com os professores da Educação Básica.
FAV ZOONOSES: Nos últimos anos zoonoses (doenças comuns ao Hospital 300 2010 PROJETO SAÚDE 17/03/ 02/03/ LIGIA MARIA
APRENDENDO, homem e os animais) ganharam atenção mundial Veterinário 2014 2016 CANTARINO
ENSINANDO E crescente. Para adoção das medidas adequadas de da UnB, DA COSTA
CONSTRUINDO controle e prevenção é importante desenvolver o Centro de
SAÚDE sentido de responsabilidade para com a saúde Zoonoses
individual e coletiva e, para tanto é preciso que os (DIVAL/SES/
sujeitos recebam e se apropriem de informação, DF)
reflitam sobre as consequências das suas ações, a
responsabilidade de todos com o meio ambiente e a
complexidade do processo saúde-doença.
FCE ORIENTAÇÃO O cultivo do morango consome uma grande Núcleo Rural 50 2013 PROJETO EDUCA 16/03/ 14/03/ MARIA
PARA OS variedade de defensivos agrícolas de diferentes Alexandre de ÇÃO 2015 2016 HOSANA
AGRICULTORES classes de compostos orgânicos. Esse projeto de Gusmäo - CONCEIÇÃO
DO MORANGO extensão visa orientar os agricultores e suas famílias Brazlândia
NO MANEJO DOS para o uso adequado dos pesticidas na cultura do
AGROTÓXICOS morango, através de cartilhas que serão construídas
com as crianças das famílias dos agricultores
residentes no núcleo rural da Chapadinha - incra 08,
Brazlândia DF.
FM/MC EDUCAÇÃO 1- Reforço Escolar e Incentivo a Leitura com oficinas Recanto das 40 2007 PROGRA EDUCA 15/05/ 15/05/ LENORA
A INTEGRAL & de: matemática, portugues, saúde bucal, alimentação Emas. MA ÇÃO 2014 2016 GANDOLFI
INCLUSÃO saudável, higiene corporal, conservação do meio
SOCIAL NO ambiente. 2- Aula de cidadania, educação artistica e
ASSENTAMENTO esportiva e sua importância para inclusão social dos
DE RECANTO jovens, crianças e deficientes. 3- Desenvolver o
DAS EMAS potencial de cada criança e descobrir talentos
musicais, com aulas de música e dança. 4- Trabalho
terapêutico e sociológico, de escuta das crianças por
meio de desenhos, músicas, danças.
FCE PROJETO ESCOLA O envelhecimento acarreta alterações estruturais e Corpo de 500 2012 PROJETO SAÚDE 08/03/ 08/03/ PATRÍCIA
DE AVÓS E funcionais no organismo, que predispõem ao Bombeiros 2014 2016 AZEVEDO
OFICINA DE surgimento de doenças crônico-degenerativas, à de Ceilândia GARCIA
QUEDAS: redução da capacidade funcional e ao aumento do e Hospital
APRENDER PARA risco de quedas. Com o intuito de prevenir quedas e Regional de
PREVINIR outros desfechos adversos na saúde dos idosos, o Ceilândia
projeto “Escola de Avós e Oficina de Quedas:
aprender para prevenir” propõe ações em saúde:
atividades educativas, rastreamento de idosos em
risco de quedas e fragilidade, programa de exercícios
terapêuticos.
ICS ESCOLA LIVRE DE O Projeto Escola Livre de Filosofia orienta-se para a escolas 1000 2012 PROJETO EDUCA 13/10/ 14/12/ ROGÉRIO
FILOSOFIA criação e realização de atividades de extensão que públicas, ÇÃO 2014 2015 ALESSANDRO
venham a ampliar as possibilitadades de acesso a espaços DE MELLO
temas, questões e problemas filosóficos para o comunitários BRASIL
público em geral, relacionando isso às pesquisas e ao , conjunto
ensino de filosofia. Professores e estudantes de dos campi
filosofia organizarão coletivamente o projeto e suas unb
ações, com palestras, debates, minicursos e outras
atividades, a partir das quais produzirão materiais
educativos para divulgar a filosofia.
CEAM/ OBSERVATÓRIO A idéia é congregar os esforços dos trabalhos da Escolas de 600 2008 PROGRA EDUCA 30/05/ 29/05/ LEILA CHALUB
NEIJ DA JUVENTUDE extensão voltados para o público jovem, no Ensino MA ÇÃO 2014 2016 MARTINS
DA Observatório da Juventude, a exemplo do já realizado Médio do
UNIVERSIDADE por outras instituições de ensino federais brasileiras. Distrito
DE BRASÍLIA Diversas pesquisas sobre jovens têm sido realizadas Federal e
pela UnB em diferentes áreas do conhecimento. Entorno
Pretende-se disponibilizar esse conjunto de
informações no site do Observatório
(www.ceam.unb.br/oj). Pretende-se também atuar
diretamente com intervenções voltadas aos jovens
do DF e Entorno.
FD VEREDICTO - O Veredicto é um projeto de Simulações Jurídicas, UnB e Centro 60 2013 PROJETO DIREIT 13/02/ 12/02/ JULIANO
SIMULAÇÕES Pesquisa e Extensão criado com iniciativa de Ensino OS 2015 2016 ZAIDEN
JURÍDICAS, principalmente dos alunos do Direito da UnB. A Médio 01 de HUMA BENVINDO
PESQUISA E simulação por alunos do Ensino Superior tem o Sobradinho NOS E
EXTENSÃO objetivo da integração entre teoria e prática. A JUSTIÇ
Pesquisa é feita em duas partes: uma, pelos Diretores A
sobre o caso abordado nos Tribunais, outra, pelos
integrantes do Social. A Extensão simboliza nosso
trabalho social sobre Direito e cidadania
desenvolvido com alunos do Ensino Médio de escolas
públicas do DF.
FS/ENF ENFERMAGEM E Trata-se de um projeto de extensão de ação continua Núcleo de 26 2014 PROJETO SAÚDE 24/03/ 31/12/ LUCIANA
A EDUCAÇÃO EM (PEAC) a ser desenvolvido em conjunto com os Educação em 2014 2015 NEVES DA
URGÊNCIA, enfermeiros do SAMU/DF. O projeto tem como Urgência SILVA BAMPI
EMERGÊNCIA E objetivo colaborar na atualização técnica e científica (NEU) e MARGARETE
TRAUMA e no treinamento de estudantes de enfermagem e de Central de MARQUES
enfermeiros em situações de urgência, emergência e Regulação do LINO
trauma. A atuação se dará no âmbito da educação, SAMU/DF
produção e atualização de conhecimentos técnicos e
científicos, assim como na produção de pesquisa na
área.
FD PROJETO VEZ E Ação pedagógica nas escolas de ensino básico do Escolas de 10 2014 PROJETO DIREIT 30/06/ 11/12/ JOSÉ GERALDO
VOZ - EDUCAÇÃO Distrito Federal e Entorno, baseada no modelo Paulo Ensino OS 2014 2015 DE SOUSA
POPULAR NA freiriano de educação, para prevenção e Médio de HUMA JUNIOR
PREVENÇÃO E enfrentamento ao tráfico de pessoas. Águas Lindas NOS E
NO de Goiás JUSTIÇ
ENFRENTAMENT A
O AO TRÁFICO
DE PESSOAS NO
DISTRITO
FEDERAL E
ENTORNO
IDA / MOVER - Projeto de Extensão de caráter cultural e educativo Brasilia e 12 2011 PROJETO CULTU 05/11/ 19/11/ MÁRCIA
CEN LABORATÓRIO com foco em estudos e pesquisas no campo da entorno DF, RA 2014 2016 DUARTE
DE PESQUISA E linguagem do movimento. Tem por objetivo instigar a Festivais PINHO
CRIAÇÃO EM experimentação estética e a reflexão crítica. Nacionais e
POÉTICA DO Elaborado como atividade complementar prevista Internacionai
MOVIMENTO nos Projetos Pedagógicos dos cursos de graduação s no Brasil e
do Dep. de Artes Cênicas da UnB. Propõe atuação em exterior
três instâncias fundamentais: O desenvolvimento de
processos de criação artística; compartilhar o
conhecimento teórico-artístico; circulação de
espetáculos
FCE PROJETO DE Este projeto objetiva apoiar o processo de Regional de 50 2012 PROJETO SAÚDE 16/03/ 16/03/ CRIS RENATA
ACOLHIMENTO implantação da humanização no contexto do SUS/DF, Saúde da 2015 2017 GROU VOLPE
NA REGIONAL DE por meio do acolhimento, como ferramenta de Ceilandia -
SAÚDE práticas inclusivas de saúde. O acolhimento vem Hospital
CEILANDIA: ganhando importância crescente e, busca Regional da
UNIVERSITÁRIO recontextualizar as questões do acesso e recepção Ceilândia e
QUE ACOLHE dos usuários aos serviços. A dificuldade do acesso no Campus
tem levado a população a utilizar urgência e UnB
emergência, como porta de entrada ao SUS. A Ceilândia.
Política de Humanização é uma iniciativa que visa a
superação desta situação.
FAV/HV ATENDIMENTO O Hospital Veterinário - FAV - UnB possui uma grande Hospital 100 2011 PROJETO SAÚDE 28/02/ 28/02/ GLAUCIA
ET CLÍNICO NO rotina de atendimento clínico nos setores de Veterinário/F 2014 2016 BUENO
SERVIÇO DE pequenos e grandes animais e animais silvestres, AV-UnB PEREIRA NETO
CARDIOLOGIA incluindo o atendimento de casos na área de
VETERINÁRIA NO cardiologia veterinária. Assim, presente projeto visa
HOSPITAL criar e proporcionar uma rotina de atendimento
VETERINÁRIO DA especializado na área de cardiologia veterinária a
UNIVERSIDADE população de animais do DF e região que frequentam
DE BRASÍLIA o hospital veterinários da Universidade de Brasília.
FCE DETERMINAÇÃO O cultivo do morango consome uma grande Fazenda 150 2010 PROJETO SAÚDE 05/05/ 05/05/ MARIA
RESÍDUOS DE variedade de defensivos agrícolas de diferentes Chapadinha 2014 2016 HOSANA
AGROQUIMICOS classes de compostos orgânicos. Esse projeto de Brazlândia CONCEIÇÃO
EM HORTALIÇAS extensão visa determinar os resíduos dos fungicidas
E PERFIL SÓCIO da classe dos ditiocarbamatos presentes no morango
DEMOGRÁFICO E e estudar por meio de questionários sócio-
DE SAÚDE DA econômico e de saúde o perfil da população do
POPULAÇÃO Núcleo Rural da Chapadinha _ Alexandre Gusmão.
RESIDENTE NO Além disso, seräo desenvolvidas atividades de
NÚCLEO RURAL oficinas junto às famílias dos agricultores residentes
DE BRAZLÂNDIA no núcleo rural.
DF
FS/ODT ATENDIMENTO Dar continuidade ao projeto já existente desde 2002, Hospital 600 2002 PROJETO SAÚDE 07/07/ 25/05/ NILCE SANTOS
ODONTOLÓGICO aumentando o envolvimento dos alunos da Universitário 2014 2016 DE MELO
A PACIENTES graduação, pós-graduação (residência e mestrado) e de Brasília -
COM NEOPLASIA professores. Realizar acolhimento junto ao CACON UnB
MALIGNA (Centro de alta complexidade em oncologia), dando
suporte odontológico aos pacientes com neoplasia
maligna. Aumentar o acesso de pacientes
oncológicos ao tratamento odontológico, antes do
tratamento quimioterápico e radioterápico.
Tratamento das sequelas bucais relacionadas ao
tratamento oncológico.
FAV CONTRIBUIÇÃO O presente projeto auxiliará proprietários de animais Laboratório 100 2014 PROJETO MEIO 10/07/ 06/07/ FABIANO JOSE
AO domésticos de baixa renda do Distrito Federal e de Patologia AMBIE 2014 2016 FERREIRA DE
DIAGNÓSTICO entorno fornecendo gratuidade nos exames Veterinária NTE SANT ANA
VETERINÁRIO anatomopatológicos do LPV para realização de da UnB e
DAS diagnóstico de enfermidades, visando a manutenção propriedades
ENFERMIDADES da saúde animal, bem como o consequente aumento rurais do DF
DOS ANIMAIS da produtividade e do bem-estar animal e da saúde e entorno
DOMÉSTICOS DE pública.
PROPRIETÁRIOS
DE BAIXA RENDA
DO DISTRITO
FEDERAL E
ENTORNO
FE/TEF PÓS-POPULARES O intuito é democratizar, orientar e facilitar o acesso CNN 01 100 2014 PROGRA EDUCA 20/12/ 10/12/ ERLANDO DA
- à universidade pública, por meio da formulação e Bloco F 1º MA ÇÃO 2014 2016 SILVA RÊSES
DEMOCRATIZAÇ discussão de pré-projetos de pesquisa individuais andar,
ÃO DO ACESSO À para apresentação em grupo. Exige-se como Núcleo de
UNIVERSIDADE contrapartida uma proposta de intervenção social. Práticas
PÚBLICA PELO Jurídicas e
CHÃO DA outros locais
PESQUISA itinerantes
do DF
FS/ENF A Trata-se de um PEAC a ser desenvolvido no CPA do Divisão de 500 2014 PROJETO SAÚDE 15/09/ 15/09/ MÔNICA
REESTRUTURAÇÃ HUB. O projeto está vinculado ao Laboratório de Enfermagem 2014 2016 CHIODI
O DO HOSPITAL Estudos em Gestão dos Serviços de Saúde e do TOSCANO DE
UNIVERSITÁRIO Cuidado em Enfermagem: Atenção Básica e CAMPOS
DE BRASÍLIA Hospitalar, que tem como objetivos fortalecer o
COMO CAMPO processo ensino-aprendizagem de alunos de
DE CONSTRUÇÃO graduação em enfermagem, na temática de
DE NOVAS Gerenciamento de Serviços de Saúde, permitindo o
PRÁTICAS E contato direto com o serviço por meio do
SABERES PARA A desenvolvimento de ações voltadas para a gestão do
GESTÃO EM cuidado de enfermagem e dos serviços no HUB.
ENFERMAGEM
IDA ACADEMIA DO Projeto que visa à produção de material didático Departament 12 2012 Projeto CULTU 01/09/ 01/09/ ANTENOR
RITMO: sobre gêneros musicais brasileiros para ser utilizado o de Música RA 2014 2016 FERREIRA
PESQUISA E em cursos de música nos ciclos fundamental e médio. da UnB e CORREIA
PRODUÇÃO DE Este material também será aproveitado pelos alunos Pesquisa de
MATERIAL durante a realização de 2 disciplinas da Licenciatura campo em
DIDÁTICO SOBRE em Educação Musical: Projeto de Estágio e Prática Brasília e no
GÊNEROS Docente e Estágio Supervisionado em Música. entorno
MUSICAIS Objetiva-se pesquisar manifestações culturais,
BRASILEIROS elaborar atividades musicais, compor obras baseadas
em ritmos brasileiros e produzir um CD didático
FCE ACIDENTE A proposta tem por objetivo estabelecer rotinas de Hospital 100 2015 PROJETO SAÚDE 09/04/ 31/03/ JOSÉ AIRTON
VASCULAR divulgação sobre os fatores de risco e os sinais e Regional de 2015 2016 JORGE ALVES
CEREBRAL: sintomas do acidente vascular cerebral (AVC), Ceilândia
CONHECER PARA alertando aos pacientes que já tiveram o primeiro
PREVENIR AVC e seus familiares sobre o risco de novos eventos
vasculares cerebrais. Também promoveremos, junto
aos profissionais de saúde do Hospital Regional de
Ceilândia (HRC), debates e oficinas sobre a
prevenção, sinais e sintomas e identificação dos
fatores de risco para AVCs.
FAU/TE AÇÕES SOCIAIS O projeto 'Ação Social em Arquitetura e Urbanismo CASAS - 20 2009 PROJETO TECNO 01/10/ 01/10/ LIZA MARIA
C EM Sustentáveis' está ligado à FAU/UnB e tem como Centro de LOGIA 2014 2016 SOUZA DE
ARQUITETURA E objetivo contribuir para diminuir a informalidade do Ação Social E ANDRADE
URBANISMO processo construtivo no âmbito da RIDE (Região em PROD
SUSTENTÁVEL - Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Arquitetura UÇÃO
ASAS Entorno) utilizando-se da integração entre Sustentável -
Universidade e comunidades organizadas em busca Escritório
de soluções sustentáveis que resultem na melhoria Model -
da qualidade de vida das populações, tendo como FAU/UnB
eixo os problemas vivenciados pelas comunidades.
UNBCE Agroecologia, O PEAC - Agroecologia, inovação e sustentabilidade: Assentament 150 2015 PROJETO EDUCA 15/05/ 15/05/ NINA PAULA
RRADO inovação e ressignificando a relação do jovem com o campo, os rurais dos ÇÃO 2015 2017 FERREIRA
sustentabilidade: propõe atender aos assentamentos rurais dos municípios LARANJEIRA
ressignificando a municípios de Colinas do Sul e São João D'Aliança, de Colinas do
relação do jovem com carga horária total de 300 horas, realizando Sul e São
com o campo atividades presenciais e desenvolvimento de projetos João
(horas indiretas). Segue linha pedagógica onde a D'Aliança
autonomia gradativa, experimentação inovadora e a
reconexão com a terra como meio de sobrevivência
visa despertar jovens camponeses a resistirem no
campo.
IB/ECL ÁGUA COMO A proposta de trabalho do Projeto ''Água como Universidade 0 2012 PROJETO EDUCA 03/11/ 14/11/ MARIA DO
MATRIZ Matriz Ecopedagógica' continuará tendo como foco o de Brasília ÇÃO 2014 2016 SOCORRO
ECOPEDAGÓGIC cuidado com as águas em seus aspectos simbólicos, RODRIGUES
A BIÊNIO 2014- pedagógicos e ecológicos. As ações que serão IBANEZ
2016 desenvolvidas em 2014 e 2016 são as seguintes:
Edição do curso Água como Matriz Ecopedagógica;
Edição de uma publicação com os temas água, saúde
e transdisciplinaridade; Organização de uma mesa
redonda na Semana Universitária- 2015 e 2016;
Organização do Seminário Internacional Água e
Transdisciplinaridade
CEAM Liga Acadêmica O Programa de Extensão Liga Acadêmica de FS, FCE, HUB, 1500 PROGRA SAÚDE 08/06/ 30/06/ Andréa
de Gerontologia Gerontologia e Geriatria da UnB (LAGGUnB), é um CEAM, MA 2015 2017 Mathes
e Geriatria da espaço aberto para APOSFUB Faustino
Universidade de
Brasília
(LAGGUnB)
FCE AÇÕES DE PROJETO SAÚDE 01/07/ 01/07/ Cristina Lemos
PROMOÇÃO DA 2015 2016 Barbosa Furia
SAÚDE
FONOAUDIOLÓG
ICA DO IDOSO
UnB Lírios PROJETO SAÚDE 01/07/ 01/07/ Vania Maria
2015 2016 Moraes
Ferreira
FS Conversando PROJETO EDUCA 07/08/ 08/07/ Mônica Valero
sobre limpeza e ÇÃO 2015 2016 da Silva
beleza
IL Aportes da 60 2015 PROJETO EDUCA 19/08/ 19/08/ Ana Suelly
Linguística ÇÃO 2015 2016 Arruda
Histórica, da Camara Cabral
Geolinguística e
da
Sociolinguística
para um Atlas
Sonoro das
Línguas
Indígenas do
Brasil
FGA Pandoras da A proposta é a promoção do interesse das alunas do Gama 500 PROJETO TECNO 31/08/ 31/08/ Josiane do
energia ensino médio pelos cursos de engenharia e estimular LOGIA 2015 2016 Socorro Aguiar
hidrocinéticas do as alunas de Souza
cerrado do ensino superior valorizando o seu exemplo de
história de vida e a sua capacidade de tradução do
seu
conhecimento para atividades práticas
interinstitucionais com outros alunos. O tema
gerador será a fabricação e
instalação de um protótipo de microturbina
hidrocinética em uma bancada móvel em processos
desenvolvidos de
acordo com a pedagogia de alternância de ambiente.
FS/ODT ATENÇÃO A proposta tem por intenção possibilitar aos alunos Centro de 45 2013 PROJETO SAÚDE 11/08/ 01/07/ Lucas
ODONTOLÓGICA do curso de graduação em Odontologia a vivência do Medicina do 2014 2016 Fernando
AOS PACIENTES atendimento de idosos portadores de quadros Idoso do Tabata
DO CENTRO DE demenciais senis, dentro do contexto HUB
MEDICINA DO multidisciplinar. Os estudantes de Odontologia
IDOSO DO realizarão atendimento específico em saúde bucal,
HOSPITAL priorizando as necessidades individuais do idoso
UNIVERSITÁRIO demenciado, particularmente aquele que se
DE BRASÍLIA encontra em dependência de cuidadores,
direcionada a promoção da saúde bucal e melhoria
da qualidade de vida.
FCE GESCardioNut - A nutrição tem papel primordial na promoção, CAMPUS 200 2015 PROJETO SAÚDE 03/08/ 30/07/ KELB
Grupo de Estudo manutenção e recuperação da saúde, sendo CEILÃNDIA 2015 2017 BOUSQUET
em Saúde fundamental o preparo SANTOS
Cardiovascular e adequado dos profissionais de saúde em relação ao
Nutricional assunto. Esta proposta tem como objetivo aplicar
métodos que
permitam a problematização de questões
alimentares em alunos de graduação da área de
saúde a partir da
avaliação do seu estado nutricional. As estratégias de
promoção de mudança dos hábitos alimentares
incluirão o
Guia Alimentar para População Brasileira (MS) e
mídia social.
CDT Empresa Júnior A proposta descrita estabelece a parceria realizada UNB 80 2015 PROJETO TRABA 30/05/ 30/05/ Cristina Castro
Resultagro entre o CDT/UnB e a Resultagro, empresa júnior de LHO 2015 2017 Lucas de Souza
Gestão do Depieri
Agronegócio, por meio do Programa Empresa Júnior
instituído pelo ato da reitoria número 901/2006,
como sendo
composta por atividades que são caracterizadas
como apoio a ações de extensão desenvolvidas no
âmbito das
empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UNB 80 2015 PROJETO TRABA 30/05/ 30/05/ Cristina Castro
JUNIOR SOCIUS entre o CDT/UnB e a Socius, empresa júnior de LHO 2015 2017 Lucas de Souza
Serviços Depieri
Sociais, por meio do Programa Empresa Júnior
instituído pelo ato da reitoria número 901/2006,
como sendo
composta por atividades que são caracterizadas
como apoio a ações de extensão desenvolvidas no
âmbito das
empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UNB 80 2015 PROJETO TRABA 30/05/ 30/05/ Cristina Castro
JUNIOR NUTRIR entre o CDT/UnB e Nutrir, empresa júnior de LHO 2015 2017 Lucas de Souza
Nutrição, por meio Depieri
do Programa Empresa Júnior instituído pelo ato da
reitoria número 901/2006, como sendo composta
por atividades
que são caracterizadas como apoio a ações de
extensão desenvolvidas no âmbito das empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UNB 80 2015 PROJETO TRABA 30/05/ 30/05/ Cristina Castro
JUNIOR TECMEC entre o CDT/UnB e a TECMEC, empresa júnior de LHO 2015 2017 Lucas de Souza
Engenharia Depieri
Mecânica, por meio do Programa Empresa Júnior
instituído pelo ato da reitoria número 901/2006,
como sendo
composta por atividades que são caracterizadas
como apoio a ações de extensão desenvolvidas no
âmbito das
empresas
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UNB 80 2015 PROJETO TRABA 30/05/ 30/05/ Cristina Castro
JUNIOR PHYGEO entre o CDT/UnB e a Phygeo, empresa júnior de LHO 2015 2017 Lucas de Souza
Geofísica, por Depieri
meio do Programa Empresa Júnior instituído pelo ato
da reitoria número 901/2006, como sendo composta
por
atividades que são caracterizadas como apoio a
ações de extensão desenvolvidas no âmbito das
empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada unb 80 2015 PROJETO TRABA 30/05/ 30/05/ Cristina Castro
JUNIOR PUPILA entre o CDT/UnB e a Pupila Audiovisual, empresa LHO 2015 2017 Lucas de Souza
AUDIOVISUAL júnior de Depieri
Audiovisual, por meio do Programa Empresa Júnior
instituído pelo ato da reitoria número 901/2006,
como sendo
composta por atividades que são caracterizadas
como apoio a ações de extensão desenvolvidas no
âmbito das
empresas.
CDT EMPRESA A proposta descrita estabelece a parceria realizada UNB 80 2015 PROJETO TRABA 30/05/ 30/05/ Cristina Castro
JUNIOR DOMANI entre o CDT/UnB e Domani Consultoria Internacional, LHO 2015 2017 Lucas de Souza
empresa Depieri
júnior de Relações Internacionais,por meio do
Programa Empresa Júnior instituído pelo ato da
reitoria número
901/2006, como sendo composta por atividades que
são caracterizadas como apoio a ações de extensão
desenvolvidas no âmbito das empresas.
FEF JUVENTUDE Trata-se de uma proposta voltada para jovens CENTRO 60 2015 PROJETO EDUCA 20/05/ 02/06/ MARCELO DE
CONSCIENTE adolescentes, do Ensino Médio, entre 15 e 21 anos, OLÍMPICO ÇÃO 2015 2016 BRITO
de ambos os UNB
gêneros, empenhada na busca do desenvolvimento
humano integral e tendo como base o exercício físico
nas suas
mais diversas expressões.
FEF ARTES MARCIAIS O projeto apresenta como principal propósito a FEF E 60 2015 PROJETO EDUCA 11/05/ 16/05/ GLAUCO
E A ARTE DA PAZ formação de um grupo de estudo de Artes Marciais CENTRO ÇÃO 2015 2016 FALCÃO DE
envolvendo OLÍMPICO ARAUJO FILHO
difusores e praticantes internos e externos à
universidade. O objetivo é resgatar a essência das
Artes Marciais e
difundi-la na perspectiva do desenvolvimento da
cultura da Paz inserindo-a como opção de prática
física e mental
alternativa, para iniciantes e praticantes, no
ambiente acadêmico e escolar e com enfoque
formador.
FEF STRIX BRASILIA O projeto Strix Brasília Ultimate (SBU) surge a partir CENTRO 50 2015 PROJETO EDUCA 04/05/ 09/05/ FELIPE
ULTIMATTE da disciplina prática desportiva "Ultimate Frsibee" OLÍMPICO ÇÃO 2015 2017 RODRIGUES
realizada em UNB DA COSTA
2014/2, que contou com 25 estudantes da UnB.
Como produto da disciplina foi organizado o I Festival
de Ultimate
Frisbee da UnB que teve aproximadamente 60
participantes, além da presença do professor José
Albeiro Echeverry
Ramos, da Universidade de Antioquia, que palestrou
sobre a modalidade. Nesse contexto, surge o SBU
para
promover e desenvolver a modalidade no DF.
FAV AMBULATÓRIO O Hospital Veterinário da UnB/FAV possui uma HOSPITAL 5 2015 PROJETO CIÊNCI 01/06/ 30/05/ ANA
DE NEUROLOGIA grande rotina de atendimento clínico e cirúrgico nos VETERINÁRI AS 2015 2017 CAROLINA
DE PEQUENOS setores de O DE AGRÁR MORTARI
ANIMAIS pequenos animais, incluindo uma grande demanda PEQUENOS IAS
de de casos na área de neurologia. Assim, o objetivo ANIMAIS-
do presente FAV/UNB
projeto é criar um atendimento para especialidade
de neurologia em pequenos animais no Hospital
Veterinário da
UnB/FAV e proporcionar o estudo das afecções,
localização das lesões e métodos auxiliares de
diagnóstico aos
alunos de graduação e pós-graduação.
FAV VIVENCIANDO O O projeto consiste de visitas a propriedades rurais de ASSENTAME 120 2015 PROJETO CIÊNCI 01/07/ 30/06/ SOLANGE DA
APRENDIZADO assentamentos de reforma agrária do Distrito NTO DE AS 2015 2016 COSTA
DA EXTENSÃO Federal, pelos REFORMA AGRÁR NOGUEIRA
RURAL EM alunos da Disciplina de Extensão Rural da FAV AGRÁRIA DO IAS
ASSENTAMENTO (estudantes do curso de Agronomia, Medicina DISTRITO
DE REFORMA Veterinária e FEDERAL
AGRÁRIA NO Engenharia Florestal), onde os alunos, orientados
DISTRITO pela professora de Extensão Rural e apoio de
FEDERAL estagiários, fazem
um diagnóstico participativo da propriedade e,
posteriormente, com a orientação de professores da
FAV, elaboram
propostas de melhoria ou novas atividades
econômicas.
FAV GRUPO DE Tem por objetivo complementar e aprofundar o HOSPITAL 20 2015 PROJETO MEIO 01/07/ 01/07/ MARCELO
ESTUDOS E conhecimento referente a animais silvestres, exóticos VETRINÁRIO AMBIE 2015 2016 ISMAR SILVA
PESQUISAS e afins. O FAV UNB, NTE SANTANA
SOBRE ANIMAIS GEPAS promoverá palestras semanais preparadas CETAS DF
SILVESTRES pelos próprios integrantes, alunos e profissionais,
(GEPAS) com temas
relacionados com a conservação, características de
espécies, famílias, tráfico de animais, apresentação
de
atividades em estágios, temas atuais entre outros.
Ainda, os acadêmicos participantes serão engajados
na pesquisa
científica.
FE CENTRO DE O Programa Centro de Memória e Documentação em Universidade 30 2015 PROJETO EDUCA 25/05/ 24/05/ SHIRLEIDE
MEMÓRIA VIVA- Educação Popular, EJA e Movimentos Sociais do DF de Brasília e ÇÃO 2015 2017 PEREIRA DA
DOCUMENTAÇÃ tem por Região SIVA CRUZ
O E REFERÊNCIA finalidade constituir a memória coletiva da Educação Metropolitan
EM ED E Popular e da Educação de Jovens e Adultos no DF por a do DF
MOVIMENTOS meio da
SOCIAIS DO DF coleta, organização, sistematização e organização de
documentos, imagens, audiovisuais e história oral de
atores
sociais representativos da história da EJA no Distrito
Federal para constituir um acervo próprio em dois
formatos,
físico e virtual
IL CULTURA E Este projeto de extensão tem como objetivo propor SECRETARIA 20 2015 PROJETO CULTU 01/06/ 01/06/ SORAYA
SOCIEDADE: ação na área de Cultura e Sociedade no que tange à DE DIREITOS RA 2015 2017 FERREIRA
ACESSIBILIDADE acessibilidade de pessoas com deficiência a peças HUMANOS ALVES
DE PEÇAS audiovisuais e artísticas, como cinema, teatro e artes DE
AUDIOVISUAIS- plásticas. PRESIDÊNCIA
AUDIO Para tal, conta com a participação de entidades e DA
DESCRIÇÃO E instituições sem fins lucrativos que demandarão REPÚBLICA;
LEGENDAGEM material a ser PARÓQUIA
legendado e audiodescrito pelos participantes do DOS
projeto. O projeto também se propõe a organizar SURDOS;
mostrar CEEEDV;
audiovisuais para formação de platéia de usuários UNB
dos recursos.
FCE COGNITO Programas de treino cognitivo têm refletido na LAR DOS 120 2015 PROJETO SAÚDE 10/08/ 24/07/ KATIA
melhoria na autonomia, independência e qualidade VELHINHOS 2015 2017 VANESSA
de vida em idosos. DE PINTO DE
Objetivos: criar espaço para estimulação cognitiva de TAGUATING MENESES
idosos. Criação de espaços para atividades A
didáticopedagógicas
e direcionamento de pesquisas. Metodologia: público
- idosos; desenvolvimento de oficinas de
estimulação cognitiva por monitores capacitados.
Avaliações antes e depois da participação nas oficinas
para
verificar estatua cognitivo, funcional e qualidade de
vida.
FGA ELAS NA Projeto de inciação científica para estudantes do CENTRO 10 PROJETO EDUCA 26/05/ 05/06/ RUDI HENRI
ENGENHARIA ensino médio, que surgui me 2013 quando EDUCACION ÇÃO 2015 2016 VAN ELS
contemplado com pelo AL 08 DO
edital CNPQ 18/2013. Em 2014 a mesma proposta GAMA- CED
também foi aprovado ProIC - EM 2014 / 2015 da 08
UnB. O objetivo
geral desta proposta consiste em estimular alunas do
Centro Educacional 08 do Gama da área de
abrangência da
UnB campus Gama para participar em atividades de
extensão relacionadas aos cursos de engenharia, a
fim de
despertar o interesse vocacional pela profissão de
engenheira.
DEX EMPREENDER E Proposta de programa apresentado ao edital PROEXT RIDE PROJETO CIÊNCI 30/05/ 01/01/ RUDI HENRI
INOVAR 2016 em maio 2015. O Programa Empreender e AS 2015 2018 VAN ELS
Inovar tem AGRÁR
como objetivo fortalecer associações e cooperativas IAS
de produtores rurais familiares por meio de
capacitação na área
de gestão sustentável de empreendimentos rurais
envolvendo estudantes de graduação e
extensionistas rurais na
assessoria com os produtores. O programa será
composto por vários projetos a serem executados em
conjunto com
a Emater e professores e estudantes da FUP, FAV e
FACE.
FUP INOVAÇÕES O presente projeto tem como objetivo pesquisar, MICRO 100 PROJETO CIÊNCI 10/06/ 11/06/ JANAINA
SOCIOTÉCNICAS adaptar e socializar tecnologias empregadas por REGIÃO DE AS 2015 2017 DEANE DE
PARA PRÁTICAS famílias e CHAPADA AGRÁR ABREU SÁ
NO comunidades extrativistas de produtos florestais não DOS IAS DINIZ
EXTRATIVISMO madeireiros da região de entorno de Brasília e 6 VEADEIROS,
DE ESPÉCIES outras ENTORNO
VEGETAIS micorregiões próximo. O projeto de pesquisa e DE BRASÍLIA,
NATIVAS extensão conta com parceria da Emater-DF e JANAÚBA
Embrapa Cerrados, (MG),
Central do Cerrado e Serviço Florestal Brasileiro. Os MONTE
produtos a serem pesquisados são araticum, baru, CLARO (MG)
buriti, SALINAS
cagaita, cajuzinho do cerrado, côco-indaiá, jatobá e (MG), UNAÍ
pequi. (MG), VÃO
DE PARANÁ
(GO)
CDS PROMOÇÃO DA Proposta de programa apresentado ao edital PROEXT Serão PROJETO MEIO 30/05/ 01/01/ RUDI HENRI
IGUALDADE 2016 em maio 2015. O Programa 'Promoção da realizadas AMBIE 2015 2018 VAN ELS
RACIAL NA igualdade ações em NTE
UNIVERSIDADE, racial na universidade' visa apoiar a realização de Brasília, nos
POR MEIO DA projetos de pesquisa e extensão de estudantes campi da
INTEGRAÇÃO indígenas e Universidade
ENTRE quilombolas, do Mestrado Profissional em de Brasília, e
GRADUAÇÃO E Sustentabilidade junto a Povos e Terras Tradicionais nos estados
PÓS- (MESPT), envolvendo e municípios
GRADUAÇÃO estudantes de graduação (também negros e onde os
indígenas), da Universidade de Brasília (UnB). estudantes
indígenas e
quilombolas
do Mestrado
Profissional
em
Sustentabilid
ade junto a
Povos e
Terras
Tradicionais
(MESPT)
FCE VIGILÂNCIA EM A existência de condições inadequadas nos Centro de 450 2015 PROJETO SAÚDE 31/05/ 31/05/ DANIELA DA
SAUDE DO ambientes de trabalho, com exposição de Referência 2015 2016 SILVA
TRABALHADOR trabalhadores a diversos em Saúde do RODRIGUES
:DIAGNÓSTICO E riscos demonstram processos de trabalho Trabalhador
ANÁLISE DE inapropriados, o que tem resultado em novas formas - DF
ACIDENTES E de adoecimento dos
DOENÇAS DE trabalhadores com aumento de acidentes e de
TRABALHO doenças relacionadas ao trabalho. Este projeto visa
ações de
vigilância com o objetivo promover a prevenção,
promoção, saúde e segurança em prol da saúde dos
trabalhadores.
FAV PROJETO Atendimento clínico, cirúrgico e higiênico-sanitário DISTRITO 300 2015 PROJETO SAÚDE 10/03/ 09/03/ JOSE RENATO
CARROCEIRO dos equídeos de tração do DF e Entorno objetivando FEDERAL E 2015 2017 JUNQUEIRA
a melhoria ENTORNO BORGES
do estado sanitário e orientações sobre manejo,
alimentação e bem-estar animal.
FGA VIDEO AULAS E Esse projeto visa à produção de material didático: FGA 10 2015 PROJETO EDUCA 01/07/ 30/05/ MARIA
SIMULADORES vídeo aulas e simuladores informatizados. O objetivo ÇÃO 2015 2016 VITORIA
INFORMATIZADO é fornecer DUARTE
S NO ENSINO dados e informações, como elementos motivadores FERRARI
SOBRE para sensibilizar e conscientizar estudantes de TOME
IMPACTOS graduação,
AMBIENTAIS E extensivo estudantes de ensino médio, sobre a
RESPONSABILIDA demanda do controle de impactos ambientais nos
DE processos
COMPARTILHAD produtivos e a responsabilidade compartilhada em o
A PELO CICLO DE ciclo de vida dos produtos. Para isso utiliza como
VIDA DOS princípios o
PRODUTOS pensamento sistêmico e pensamento de ciclo de
vida.
FCE AYRUREDA NO A proposta do projeto eh desenvolver ações de CENTRO DE 500 2015 PROJETO SAÚDE 06/08/ 22/07/ PAULA MELO
SUS extensão dentro do universo do Ayurveda, com PRÁTICAS 2015 2016 MARTINS
aplicação direta no INTERATIVAS
serviço publico de saúde, por meio do CERPIS, EM SAUDE-
objetivando o desenvolvimento do Observatório de CERPISPRATI
Ayurveda no CA
SUS. De tal forma que possamos fomentar a INTERATIVA
discussão para que se amplie as opções terapêuticas EM SAUDE-
inseridas nas CERPIS
PNPIC, avaliando-se os resultados dessa ação de
extensão proposta.
FEF EQUOTERAPIA O projeto abrange 2 sessões semanais de INSTITUTO 20 PROJETO SAÚDE 03/08/ 03/08/ RICARDO JACO
PARA PESSOAS equoterapia com duração de 30 minutos cada. A CAVALO 2015 2017 DE OLIVEIRA
COM DOENÇAS atividade tem como SOLIDÁRIO E
DE PARKINSON objetivo melhorar o equilíbrio, a força e a qualidade 1º RCG
AVANÇADA de vida dos praticantes.
FCE REANIMANDO Projeto de capacitação de profissionais de CENTROS DE 150 2015 PROJETO SAÚDE 03/07/ 03/08/ MARCIA
NA ATENÇÃO enfermagem que incorpora a educação em SAUDE DA 2015 2016 CRISTINA DA
PRIMARIA prevenção primária (detecção CEILANDIA SILVA MAGRO
e modificação dos fatores de risco para doenças
cardiovasculares) e reconhecimento dos sinais de um
evento
cardiopulmonar iminente, bem como educação sobre
prevenção de mortes evitáveis. Além disso, visa
construção de
cartilha com orientações sistematizadas para
atendimento do indivíduo em parada
cardiorrespiratória para
profissionais de enfermagem .
IB PROJETO Esta proposta visa a construção coletiva do processo CENTRO DE 200 PROJETO MEIO 01/06/ 15/06/ JOSÉ
AQUARIPARIA: de conscientização e sensibilização das comunidades ENSINO AMBIE 2015 2016 FRANCISCO
FORMANDO residentes nas áreas rurais e urbanas da região de MÉDIO 01 DE NTE GONÇALVES
SENTINELAS Brazlândia, por meio da implantação de projeto de BRAZLANÂN JÍNIOR
AMBIENTAIS Educação DIA
Ambiental pela capacitação de agentes comunitários
voluntários designados como “Sentinelas
ambientais”. Visa
mobilizar estudantes e docentes do ensino básico da
rede de ensino como multiplicadores de
conhecimentos,
habilidades e atitudes que garantam a manutenção
da zona ripária.
IL/LET REFORÇO O Projeto visa promover o melhor desempenho BAIRRO SÃO 50 PROJETO EDUCA 01/09/ 31/08/ ORMEZINDA
ESCOLAR DE escolar das alunas matriculadas no Projeto Garatuja, JOSÉ- ÇÃO 2015 2016 MARIA
PORTUGUÊS E por meio de QUADRA 4- RIBEIRO
MATEMÁTICA acompanhamento nas disciplinas de Português e LOTE 30-
NO PROJETO Matemática. O desenvolvimento de atividades nessas SÃO
GARATUJA: disciplinas SEBASTIÃO-
LETRAMENTO E básicas objetiva suprir a carência no aprendizado das DF
CIDADANIA alunas, incentivando o gosto pelo estudo e pela
leitura e a
busca pela capacitação profissional. Serão atendidas
100 crianças e adolescentes com poucos recursos
financeiros
entre 9 e 17 anos, residente em São Sebastião-DF.
FCE PRÁTICAS Este projeto de extensão é uma demanda da CASA DE 65 PROJETO SAÚDE 10/06/ 10/06/ SILVIA MARIA
MÉDICAS Secretaria Especial de Saúde Indígena do Ministério SAUDE 2015 2017 FERREIRA
INDÍGENAS E O da Saúde. A INDÍGENA GUIMARÃES
SUBSISTEMA DE proposta é realizar ações de extensão com os DO DF
ATENÇÃO À pacientes e acompanhantes indígenas, localizados na
SAUDE Casa de Saúde
INDÍGENA: Indígena do DF (CASAI). Para tanto, pretende-se, por
AÇÕES NA CASAI- meio de rodas de conversas e oficinas, compartilhar
DF as
experiências vividas nas diversas comunidades dos
indígenas que se encontram na CASAI. Além disso,
pretende-se
refletir sobre o atendimento indígena no espaço
urbano.
IF ELABORAÇÃO DE A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma CESAS - 70 2015 PROJETO EDUCA 01/08/ 31/07/ Eliana dos Reis
TEXTOS, oportunidade para que os adultos possam concluir Centro de ÇÃO 2015 2016 Nunes
QUESTÕES seus estudos e se Estudos
EVÍDEOS COM qualificar para o mercado de trabalho. Nesse sentido, Supletivos
CONTEÚDOS DE é possível - e em alguns casos desejável - a utilização Asa Sul
FÍSICA DDO 1º do
ANO DO suporte conceitual e metodológico da Educação a
ESNSINO Distância para se viabilizar o processo educativo
MÉDIO/EJA formal de jovens
e adultos, nos níveis fundamental e médio.
IF A UTILIZAÇÃO DE Os games tomam um grande espaço na vida de Centro de 140 2015 PROJETO EDUCA 01/08/ 31/07/ Eliana dos Reis
GAMES NO crianças e adolescentes. Usados como espaços de Ensino ÇÃO 2015 2016 Nunes
ENSINO DE diversão, os Médio Paulo
FISICA games podem, na realidade educacional de efetiva Freire - Asa
aprendizagem na atualidade, ser pesquisados para Norte
um melhor
entendimento e aproveitamento de suas utilidades
pedagógicas, visto que essa ferramenta se encontra
ainda em
descaso. No Ensino de Física os games podem ser
alternativas que venham a auxiliar na aprendizagem
de
conteúdos científicos, na motivação e na
concentração do estudante.
FS AMBULÁTÓRIO O Ambulatório de Saúde Indígena do Hospital Hospital 600 2015 PROJETO SAÚDE 01/06/ 31/05/ Maria da
DE SAÚDE Universitário de Brasília/UnB, inaugurado em abril de Universitário 2015 2017 Graça Luderitz
INDÍGENA NO 2013, é fruto de de Brasília Hoefel
HUB uma parceria entre a UnB, o HUB, a Secretaria
Especial de Atenção à Saúde Indígena do Ministério
da Saúde e a
Casa de Saúde Indígena. Tem o objetivo geral de
promover ações que visam melhorar o acesso com
qualidade e
Atenção Integral à Saúde Indígena no HUB e
implantar, por meio da extensão, um processo de
integração ensinoserviço
no campo da Atenção à Saúde dos Povos Indígenas.
FEF ATIVIDADES Projeto de atividades físicas para pessoas com Centro 50 2012 PROJETO SAÚDE 01/06/ 02/06/ Ricardo Jaco
FÍSICAS PARA doença de. As atividades serão realizadas com o Olímpico - 2015 2017 de Oliveira
PESSOAS COM objetivo de desenvolver valências físicas, capacidades UnB
DOENÇAS DE neuromotoras e socialização entre os participantes
PARKINSON visando a
promoção de saúde e qualidade de vida. O projeto
será desenvolvido de acordo com o Projeto
Pedagógico da
FEF-UnB e com o Plano de Desenvolvimento da
Instituição
FEF ATIVIDADES Programa de atividades físicas para pessoas com Centro 100 2012 PROGRA SAÚDE 03/06/ 03/07/ Ricardo Jaco
FÍSICAS PARA doenças neurodegenerativas, tais como:doença de Olímpico- MA 2015 2017 de Oliveira
PESSOAS COM Parkinson, FEF/UnB
DOENÇAS ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), esclerose
NEURODEGENER múltipla, doença de Alzheimer. As atividades serão
ATIVAS realizadas com o
objetivo de desenvolver valências físicas, capacidades
neuromotoras e socialização entre os participantes
visando a
promoção de saúde e qualidade de vida. O programa
será desenvolvido de acordo com o Projeto
Pedagógico da
FEF-UnB e com o Plano de Desenvolvimento da
Instituição.
FS TRAUMA O Projeto de Extensão e Ação Contínua “ Trauma Hospital 1025 2011 PROJETO SAÚDE 02/06/ 02/07/ Liliana Vicente
DENTAL: dental: prevenção e tratamento " foi criado em Julho Universitário 2015 2017 Melo de Lucas
PREVENÇÃO E de 2011 com de Brasília e Rezende
TRATAMENTO a finalidade de promover a saúde e o bem estar das Escolas da
pessoas acometidas por traumatismos dentários, rede da SES
através de do Distrito
medidas preventivas e de tratamento das sequelas. Federal
Para tal, conta com infra-estrutura e equipe
altamente
especializada na realização de ações preventivas e de
atendimento especializado do público alvo, sem
qualquer
custo e através de uma abordagem multidisciplinar e
contínua.
CEN TEATRO DE Esse Projeto de Extensão de Ação Continuada Departament 2015 PROJETO CULTU 18/06/ 19/06/ Clarice da Silva
PALAVRA pretende desenvolver pesquisa teórico-pratica ligada o de Artes RA 2015 2017 Costa
ao teatro, bem Cênicas
como, investigar e incitar a construção de cena
teatral a partir da análise do texto teatral,
objetivando a alfabetização
estética em teatro para o público em geral e em
particular para os estudantes da educação básica, por
meio de
apresentações dos resultados cênicos.
IP GRUPO DE Oferecer atendimento de orientação psicanalítica a Centro de 20 2014 PROJETO SAÚDE 30/05/ 30/05/ Eliana Rigotto
ATENDIMENTO E crianças, adolescentes e adultos com demanda Atendimento 2015 2016 Lazzarini
ESTUDOS voltada às e Estudos
PSICANALÍTICOS dificuldades e transtornos alimentares. Serão Psicológicos
EM oferecidos atendimentos semanais, individual e em
TRANSTORNOS grupo, aos
ALIMENTARES pacientes e suas famílias, de acordo com a demanda
de cada caso. Os atendimentos serão feitos no CAEP.
Também
serão realizados com a equipe do Projeto grupos de
estudos e supervisão com periodicidade semanal
FEF OFICINAS Oferecer à comunidade um programa de atividades Centro 300 2013 PROJETO SAÚDE 01/06/ 01/06/ Luiz Cezar dos
ESPORTIVAS esportivas pedagogicamente orientado por princípios Olímpico da 2015 2017 Santos
recreativos FEF
e culturais, voltado às necessidades bio-pisico-sociais
de crianças e adolescentes de 6 a 11 anos de idade.
Criar um
espaço de atuação interdisciplinar que reúna os
professores ligados à formação didático-
metodológica e oportunize
aos alunos a vivência de uma experiência de ensino
concreta. Aplicar e renovar conhecimentos e
tecnologias
educacionais relacionadas com a Educação Física.
FACE/C LABORATÓRIO O presente projeto de extensão tem como objetivo Laboratório 30 2015 PROJETO EDUCA 01/07/ 30/06/ Eduardo Bona
CA CONTÁBIL DO geral contribuir para uma avançada formação do de Ciências ÇÃO 2015 2017 Safe de Matos
CURSO DE graduando em Contábeis
GRADUAÇÃO EM Ciências Contábeis da Universidade de Brasília, por
CIÊNCIAS meio da criação e da permanente operação do
CONTÁBEIS DA laboratório
UNIVERSIDADE contábil.
DE
IPOL POLÍTICA NA O projeto é constituído de seis a doze visitas Escola Classe 600 2012 PROJETO EDUCA 09/06/ 09/06/ Terrie R. Groth
ESCOLA quinzenais durante dois semestres a um número 01 (Paranoá) ÇÃO 2015 2017
variável de escolas
públicas. As primeira seqüência de visitas envolvem a
apresentação e discussão de seis grandes temas:
Política,
Participação, Representação, e Comunidade e
Cidadania, Democracia e Conquistas e Direitos; a
segunda, temas da
atualidade e o projetos das crianças. As semanas
intervenientes ocupam-se com reuniões internas
dedicadas a
assuntos administrativos e acadêmicos.
HUB ACOMPANHAME Recém-nascidos estão sobrevivendo com pesos ao Ambulatório 150 2015 PROJETO SAÚDE 04/08/ 02/08/ Caroline de
NTO DO nascimento cada vez mais baixos,em decorrência dos de Pediatria- 2015 2016 Oliveira Alves
NEURODESENVO avanços Crescimento
LVIMENTO DE científicos e tecnológicos. No entanto, essas crianças e
CRIANÇAS DO apresentam elevado risco de alterações no Desenvolvim
AMBULATÓRIO desenvolvimento, ento do
DE PEDIATRIA incluindo formas sutis de atraso no desenvolvimento, Hospital
DO HOSPITAL até danos cerebrais permanentes, como paralisia Universitário
UNIVERSITÁRIO cerebral. de Brasilia
DE BRASÍLIA Assim,cuidado especial deve ser destinado à essas
crianças, principalmente no primeiro ano de vida,
período de
maior plasticidade neuronal.
FCE QUALIFICAÇÃO Para garantir um bom atendimento e atenuar as Unidades 150 2015 PROJETO SAÚDE 01/07/ 01/06/ Josiane Maria
DA EQUIPE DE deficiências e diferenças no atendimento prestado a Básicas de 2015 2017 Oliveira de
ENFERMAGEM vítimas em Saúde da Souza
PARA O situações de emergência faz-se necessário, além do Ceilândia
ATENDIMENTO treinamento da equipe multiprofissional, a
DA PARADA padronização dos
CARDIORRESPITA carros de emergência por meio de protocolos
TÓRIA A NÍVEL baseados em conhecimentos e experiências da saúde
AMBULATORIAL baseada em
evidências. Busca-se neste projeto criar protocolo
operacional padrão do carro de parada cardíaca,
validá-lo e
capacitar os enfermeiros dos Centros de Saúde de
Ceilândia.
FCE COMUNICAÇÃO, A importância da Fonoaudiologia no tratamento de Escolas 240 2015 PROJETO EDUCA 17/06/ 17/06/ Cristina Lemos
MÚSICA E FILME diversos agravos que acometem o indivíduo, o públicas do ÇÃO 2015 2016 Barbosa Furia
conceito Distrito
representativo da voz em suas variadas Federal
categorizações atribuídas em composições musicais e
primordialmente o
conhecimento da profissão será apresentado a
comunidade escolar. A fundamentação teórica
baseia-se em
filmografias e composições musicais do cotidiano da
população, que apresentam características que
remetem ao
desempenho do Fonoaudiólogo.
FCE COMUNICAÇÃO O projeto de Extensão "Comunicação em todos os Escolas do 500 2015 PROJETO EDUCA 15/06/ 15/06/ Cristina Lemos
EM TODOS OS ciclos de vida: a Fonoaudiologia se Apresenta" Ensino ÇÃO 2015 2016 Barbosa Furia
CICLOS DE VIDA: engloba as Médio do
A parcerias IES (docentes e discentes) e escolas como Distrito
FONOAUDIOLOG suporte educacional das ações de promoção de Federal
IA SE APRESENTA políticas
púbicas voltadas para a orientação vocacional aos
alunos no Ensino Médio, e esclarecimento da
atuação da
Fonoaudiologia.
FUP FORMAÇÃO Desenvolver projetos em parcerias com escolas de Campus da 350 2015 PROJETO EDUCA 03/08/ 02/08/ Maria de
DOCENTE: Ensino Básico de Planaltina, promovendo a formação Faculdade de ÇÃO 2015 2016 Lourdes
ENSINANDO continuada Planaltina e Lazzari de
CIÊNCIAS POR e inicial dos professores de Ciências Naturais, nas escolas Freitas
PROJETOS Química e Biologia. Os projetos visam desenvolver
material didáticos
para a as aulas e experimentos de Ciências.
FCE LIGA ACADÊMICA A Liga Acadêmica de Cardiologia em Enfermagem da Centro de 30 2015 PROJETO SAÚDE 10/07/ 10/07/ Tayse Tâmara
DE CARDIOLOGIA Faculdade de Ceilândia pretende congregar alunos do Saúde 08 da 2015 2017 da Paixão
EM curso Ceilândia Duarte
ENFERMAGEM de Enfermagem da mesma unidade, visando a
integrá-los aos cenários da prática profissional. Tem
como princípios o
conhecimento, a educação e a assistência, como as
inúmeras ligas acadêmicas criadas em outras
universidades do
Brasil e do mundo.
FCE SAÚDE PARA O objetivo do presente projeto é implementar ações Centro de 80 2015 PROJETO SAÚDE 01/08/ 31/08/ Rodrigo Luiz
QUEM preventivas de promoção da saúde, por meio de Saúde n.3, 2015 2017 Carregaro
TRABALHA COM intervenções Ceilândia.
SAÚDE: ergonômicas e exercício terapêutico no local de
PROGRAMAS DE trabalho, com o intuito de melhorar a qualidade de
ATENÇÃO vida de
VOLTADOS PARA trabalhadores da área da saúde da Regional da
OS Ceilândia. Serão realizados procedimentos de análise
TRABALHADORES ergonômica e,
DE SAÚDE com base nos resultados, serão adotadas medidas
REGIONAL tais como: atividades em grupo, cinesioterapia
laboral,
orientações gerais de saúde, reeducação postural
FGA OBSERVATÓRIO Esse projeto tem como objetivo principal a FGA e FACIS 11 2015 PROJETO EDUCA 03/07/ 01/07/ Maria Vitoria
DE RESÍDUOS reformulação do Observatório de Resíduos, em ÇÃO 2015 2017 Duarte Ferrari
design, conteúdo, Tome
estrutura e organização de seu banco de dados, para
atender às demandas atuais de formato, conteúdo e
interface,
atendendo ao perfil dos usuários e padrões atuais da
web. A meta é alcançar o elo da cadeia produtiva
responsável
pelo consumo e descarte de produtos, o consumidor,
seja pessoa física ou jurídica.
FCE CINESIOTERAPIA O objetivo será implementar ações de cinesioterapia Laboratório 80 PROJETO SAÚDE 01/08/ 31/08/ Rodrigo Luiz
APLICADA E baseados em exercícios terapêuticos e terapia de Ensino e 2015 2017 Carregaro
ATENÇÃO manual, voltados Pesquisa em
FISIOTERAPÊUTIC para indivíduos portadores de disfunção têmporo- Fisioterapia
A PARA A mandibular (DTM). Farão parte do estudo sujeitos
PREVENÇÃO E moradores da
REABILITAÇÃO região de Ceilândia e adjacências que, com base na
DE PORTADORES divulgação do projeto, estejam interessados e
DE DISFUNÇÃO possuam
disponibilidade para participar da ação. Será
realizado um processo de avaliação postural e físico-
funcional e
intervenção com terapia manual e exercícios
terapêuticos.
FGA PROJETO O Projeto Catavento tem o objetivo de promover a Santa Maria - 213 2015 PROJETO EDUCA 01/08/ 01/08/ Paula Meyer
CATAVENTO conscientização acerca do consumo e produção DF ÇÃO 2015 2017 Soares
sustentáveis de
energia com a participação de alunos do ensino
médio de instituições do entorno do Campus Gama
dentro de um
contexto de sistemas energéticos renováveis com
destaque para energia eólica. Serão desenvolvidas
atividades
articuladas em três eixos temáticos: meio ambiente,
energia e Engenharia com o apoio de estudantes de
graduação
envolvendo também atividades de pesquisa e ensino.
FCE ORIENTAÇÃO Na rotina do atendimento do CACON do HUB, os CACON 200 2015 PROJETO SAÚDE 17/06/ 17/06/ Cristina Lemos
FONOAUDIOLÓG pacientes de câncer de cabeça e pescoço participam Hospital 2015 2016 Barbosa Furia
ICA DO PACIENTE de uma Universitário
COM CÃNCER DE primeira consulta com as orientações da equipe de Brasilia
CABEÇA E multidisciplinar médico, enfermagem, nutrição,
PESCOSÇO odontologia, serviço
social, psicologia, fisioterapia sobre o tratamento de
radioterapia e quimioterapia, a fonoaudiologia fará
parte da
equipe orientando antes e durante o tratamento,
inclusive propondo a confecção de um folder
ilustrativo sobre os
cuidados com a voz, deglutição e alimentação.
FCE AÇÕES DE O envelhecimento da população é um tendência real Ceilândia 1000 2015 PROJETO SAÚDE 01/07/ 01/07/ Cristina Lemos
PROMOÇÃO DA que exige uma alta demanda dos serviços de saúde, 2015 2016 Barbosa Furia
SAÚDE inclusive
FONOAUDIOLÓG fonoaudiológicos, devido ao seu impacto em funções
ICA DE IDOSO como a comunicação, que envolve a audição e a fala,
e
alimentação, principalmente no que tange à
deglutição. Sendo assim este projeto propõe ações
de promoção da
saúde fonoaudiológica dos idosos habitantes de
Ceilândia, Distrito Federal.
FCE AÇÕES DA Promover a comunicação e capacitação de Clínicas da 350 2015 PROJETO SAÚDE 01/07/ 01/07/ Cristina Lemos
FONOAUDIOLOG profissionais da atenção básica, dando ênfase aos Saúde da 2015 2016 Barbosa Furia
IA NA ATENÇÃO agentes comunitários, Família -
BÁSICA- em relação as campanhas de aleitamento materno, Recanto das
EXPERIÊNCIA NO atenção a disfagia, atenção a gagueira e Emas
RECANTO DAS desenvolvimento da
EMAS linguagem, para maximizar assim a promoção e
prevenção da saúde fonoaudiológica e dessa forma
proporcionar
melhor qualidade de vida aos usuários.
FCE PROJETO O projeto agente ambiental mirim tem como Regional de 200 2015 PROJETO MEIO 01/07/ 30/06/ Aldira
AGENTE proposta realizar oficinas com escolares do ensino Ensino de AMBIE 2015 2017 Guimaraes
AMBIENTAL fundamental I da Ceilândia- NTE Duarte
MIRIM Regional de Ensino da Ceilândia - Sol Nascente, com o Sol Nascente Dominguez
intuito de ajudar no processo de educação e
sensibilização
sobre temas relacionados ao cuidado e preservação
do meio ambiente.
ECO UNB O UnB Consulting Club é uma iniciativa estudantil que UnB 15 2015 PROJETO EDUCA 01/08/ 01/09/ Andrea
CONSULTING funciona como um grupo de estudos para estudar ÇÃO 2015 2016 Felippe
CLUB resoluções Cabello
de “cases” de negócios de modo a melhor preparar
os estudantes para o mercado de trabalho privado do
país.
FM NÚCLEO DE O Núcleo de Mútua Ajuda às Pessoas com UnB / 100 PROJETO SAÚDE 01/07/ 01/07/ Gabriel Graca
MÚTUA AJUDA Transtornos Afetivos (APTA) é uma associação civil Faculdade de 2015 2016 de Oliveira
ÀS PESSOAS sem fins lucrativos, Medicina
COM constituída por profissionais da área de saúde
TRANSTORNOS (médicos, psiquiatras, psicólogos, farmacêuticos,
AFETIVOS(APTA) fisioterapeutas,
DO DISTRITO nutricionistas, estudantes de Graduação e Pós-
FEDERAL graduação e residentes do HuB) visando o mútuo
apoio solidário às
pessoas com transtornos afetivos, seus familiares e
cidadãos interessados. O objetivo desta proposta é
promover a
saúde mental no DF e Entorno.
FCE FONOAUDIOLOG Esta pesquisa apresenta o profissional fonoaudiólogo UnB - 100 2015 PROJETO SAÚDE 01/07/ 30/06/ Laura Davison
IA NA e o seu papel de promover e prevenir a saúde, dando Faculdade de 2015 2016 Mangilli Toni
PROMOÇÃO DA ênfase à Ceilândia
SAÚDE- importância da sua atuação junto ao aleitamento
ALEITAMENTO materno.
MATERNO Este projeto terá como método a utilização de
folders e palestras referentes ao tema da Semana
Mundial da
Amamentação: “Amamentar e trabalhar é possível”.
FCE FONOAUDIOLOG Este projeto apresenta o profissional fonoaudiólogo e Faculdade de 100 2015 PROJETO SAÚDE 01/07/ 30/06/ Melissa Nara
IA NA o seu papel de promover e prevenir a saúde, dando Ceilândia - 2015 2016 de Carvalho
PROMOÇÃO DA ênfase à UnB Picinato Pirola
SAÚDE-
RESPIRAÇÃO
ORAL
FCE TERAPEUTAS Nas cidades do Distrito Federal e seu entorno Faculdade da 50 PROJETO SAÚDE 22/06/ 22/06/ Silvia Maria
POPULARESNO encontram-se em plena atividade parteiras, Ceilândia - 2015 2017 Ferreira
DF E REGIÃO DO rezadeiras, benzedeiras, UnB Guimaraes
ENTORNO: raizeiros, entre outros, atuando com um universo de
DIÁLOGO ENTRE pessoas que não se satisfazem com a exclusividade
SABERES E dos modos
PRÁTICAS de operação da biomedicina. A proposta deste
projeto é mapear os terapeutas populares que atuam
nas cidades do
DF e seu entorno e discutir sobre a importâcia de
seus ofícios nas redes de cuidado locais e sua
complementaridade
com o sistema oficial de saúde.
FCE REMÉDIOS, O alto consumo de medicamentos pela população Centros de 2500 PROJETO SAÚDE 01/06/ 31/05/ Camila Alves
OQUE FAZER? justifica-se pela influência que os mesmos exercem Saúde, 2015 2017 Areda
COMO FAZER? sobre as Praças
opções de tratamento, em quase todas as esferas de públicas,
atenção à saúde. A utilização inadequada e a Campi UnB,
automedicação Centros
sem orientação, especialmente nas comunidades Comunitários
mais carentes, constituem um sério problema de etc
saúde pública.
Esse projeto de extensão pretende promover ações
de educação e orientação do uso adequado e
racional dos
medicamentos e outros nas comunidades que são
assistidas pela UnB
FCE SAÚDE Construção de um blog Fono em Foco do programa Mídia 350 2015 PROJETO SAÚDE 01/07/ 01/04/ Cristina Lemos
FONOAUDIOLÓG Fonoaudiologia na Promoção da Saúde, para divulgar eletronica 2015 2017 Barbosa Furia
ICA: FONO EM as BLOG
FOCO ações de prevenção e promoção à atenção a disfagia,
dia mundial da voz, conscientização sobre o ruído,
aleitamento materno, atenção a respiração oral,
atenção a gagueira e linguagem; dia do idoso e
atenção a surdez.
Bem como o blog tem como objetivo aprimorar os
conhecimentos dos alunos participantes,
profissionais da saúde e
educação, comunidade acadêmica e usuários em
geral.
FS/ODT Reabilitação O desenvolvimento de novas técnicas de tratamento Clínica de 20 2012 PROJETO SAÚDE 11/08/ 11/08/ ALINE ÚRSULA
protética de do câncer permitiu que a sobrevida dos pacientes Ensino de 2014 2016 ROCHA
pacientes com fosse maior, e que estes lidem por mais tempo com Graduação, FERNANDES
defeitos as seqüelas do tratamento. O tratamento das Divisão de
maxilofaciais neoplasias malignas pode envolver cirurgia Odontologia
REABILITAÇÃO excisional, o que acarreta o surgimento de seqüelas do Hospital
PROTÉTICA DE físicas muito importantes. O objetivo deste projeto é Universitário
PACIENTES COM desenvolver um programa de reabilitação de Brasília
DEFEITOS maxilofacial para a população com defeitos em
MAXILOFACIAIS região de cabeça e pescoço.
ICH O ENSINO DE O projeto tem como objetivo apresentar e executar Centro de 30 2015 PROJETO EDUCA 10/08/ 08/09/ Ruth Elias de
GEOGRAFIA EM propostas de atividades didáticos pedagógicas no 5º Ensino da ÇÃO 2015 2016 Paula Laranja
TURMAS DE ano do 416 sul
INCLUSÃO NO Ensino Fundamental I em turmas de inclusão .com
ENSINO alunos surdos-mudos e autistas.
FUNDAMENTAL A finalidade desta atividade é proporcionar recursos
I: INICIALIZAÇÃOdidáticos e facilitar o ensino da disciplina Geografia
CARTOGRÁFICA E uma
AMBIENTAL ferramenta para melhorar a compreensão do
conteúdo geográfico de Orientação Espacial com
base em uma
proposta de educação inclusiva.
FUP TECNOLOGIAS A presente proposta tem como objetivo estimular o 60 2015 PROJETO MEIO 30/05/ 31/12/ JANAINA
SUSTENTÁVEIS extrativismo sustentável de espécies do Cerrado AMBIE 2015 2015 DEANE DE
PARA como estratégia NTE ABREU SÁ
AGREGAÇÃO DE de conservação do bioma e de complementação de DINIZ
VALOR E renda de agricultores familiares. O projeto de
GERAÇÃO DE extensão foi
RENDA À contemplado pelo Prêmio Santander Universidade
POPULAÇÃO Solidária edição 2013 e foi executado por meio de
FAMILIAR NO termo de
CERRRADO cooperação numero 8860. O termo de cooperação
está em processo de renovação.
IP Programa de Este Projeto de Ação Continua é aberto a toda a CAEP, Sala 100 PROJETO EDUCA 22/05/ 22/05/ Jane Farias
Desenvolvimento comunidade do Distrito Federal e entorno e tem por de Recursos ÇÃO 2015 2017 Chagas
de Habilidades objetivo e/ou Ferreira
Sociais para promover o desenvolvimento de habilidades sociais Laboratório
Jovens entre jovens talentosos com idade entre 16 e 30 de Psicologia
Talentosos anos. Serão Escolar
realizados encontros semanais presenciais e não-
presenciais para discussão, vivências e dinâmicas de
grupo
associados às demandas peculiares do
desenvolvimento socioemocional de jovens talentos.
FD UNIVERSITÁRIO O PEAC Universitários Vão à Escola (UVE) é um Itapoã 30 2012 PROJETO DIREIT 24/08/ 24/08/ Menelick de
VÃO Á ESCOLA projeto de extensão que objetiva a democratização OS 2015 2017 Carvalho
da educação e HUMA Netto
da NOS E
informação. Sua rotina preza pelo desenvolvimento JUSTIÇ
da AUTONOMIA, tanto de seus membros associados A
quanto das
crianças envolvidas no projeto. O projeto atua em
Itapoã, uma das Regiões Administrativas mais
carentes do DF.
Procura fornecer um espaço aberto e acolhedor em
que sejam desenvolvidas – através de leituras,
atividades
lúdicas, situações-problema, as capacidades dos
participantes
DEX BOAS-VINDA O Boas-vindas da UnB é uma ação que ocorre Centro 3000 2015 PROJETO EDUCA 05/08/ 10/01/ Therese
AOS CALOUROS semestralmente com o objetivo de recepcionar os Comunitário ÇÃO 2015 2016 Hofmann Gatti
UNB-2°/2015 discentes recém Athos Bulcão Rodrigues da
ingressos na Universidade de Brasília. O projeto Costa
conta coma participação de diversas unidades
institucionais e
também com discentes veteranos. Faz parte da
programação a realização de palestra semestral com
pensadores da
atualidade convidados para conversar com a
comunidade da UnB sobre um tema específico. É um
momento para
troca de saberes entre grandes mestres e jovens
acadêmicos.
IQ TRANSDISCIPLIN O presente projeto se constitui de três etapas, a Instituto de 25 2014 PROJETO EDUCA 01/08/ 31/07/ Daniel
ARIDADE NO saber: a) elaboração de material didático Química da ÇÃO 2015 2016 Perdigão Nass
ENSINO MÉDIO: transdisciplinar para o Universidade
O CÁCULONA Ensino Médio, tendo como eixo de convergência o de Brasília
CONVERGÊNCIA Cálculo Diferencial e Integral; b) aplicação do
material produzido
em uma oficina para alunos do Ensino Médio regular
das redes pública e privada do DF; c) avaliação do
curso,
correção e aperfeiçoamento do material e
disponibilização na internet.
FCS CONVERSANDO Considerando que a maior parte das pessoas não UnB- 20 2015 PROJETO EDUCA 07/08/ 08/07/ Mônica Valero
SOBRE LIMPEZA dispõe de conhecimentos suficientes sobre o uso Faculdade de ÇÃO 2015 2016 da Silva
E BELEZA correto e seguro Ceilândia
de materiais de limpeza, assim como de alguns
cosméticos de uso pessoal, tem-se a intenção de
levar a comunidade
de baixo índice de desenvolvimento humano,
informações de forma clara e numa linguagem
simples para que os
participantes possam compreender como utilizar
esses produtos que apresentam em sua composição
substâncias
químicas irritantes e tóxicas.
IL ATUAÇÃO DE Esta proposta tem como objetivo capacitar os Secretaria do 250 2015 PROJETO EDUCA 19/08/ 25/07/ Michelle
EXTENSIONISTAS estudantes extensionistas a atender às demandas de curso de ÇÃO 2015 2016 Machado de
PARA ENTENDER extensão do Letras EaD Oliveira
ÀS DEMANDAS curso de Letras EaD. Este projeto visa preencher a da UnB Vilarinho
DE EXTENSÃO DE lacuna da falta de oferta de cursos de extensão ao
CURSO DE 240 alunos
LETRAS EAD dos cursos de Letras na modalidade EaD da UnB,
tendo em vista que os alunos residem em cinco polos
localizados
em municípios que nem sempre apresentam
oportunidades para que o graduando possa ter
acesso às atividades de
extensão.
FT DESENVOLVIME O presente projeto prevê o desenvolvimento de um Universidade 50 2012 PROJETO TECNO 28/08/ 28/02/ Dianne
NTO DE VEÍCULO protótipo de um veículo elétrico a ser utilizado para de Brasília, LOGIA 2015 2017 Magalhães
ELÉTRICO PARA realizar o Faculdade de Viana
APOIO A CENTRO transporte de materiais recicláveis depositados em Tecnologia
DE COLETA containeres em pontos específicos de uma área
SELETIVA urbana para uma
central de triagem.
Será utilizado como referência para determinação
das especificações um modelo de aplicação no
campus da UnB
integrado aos estudos.
FCS CUIDADO EM Trata-se de um projeto de extensão de ação continua SAMU/DF e 8 2015 PROJETO SAÚDE 06/08/ 31/07/ Luciana Neves
URGÊNCIA, (PEAC) a ser desenvolvido em conjunto com HBDF 2015 2017 da Silva Bampi
EMERGÊNCIA E enfermeiros do
TRAUMA SAMU/DF. O projeto tem como objetivo colaborar na
atualização técnica e científica e no treinamento de
estudantes
de enfermagem e de enfermeiros em situações de
urgência, emergência e trauma. A atuação se dará no
âmbito da
produção e da atualização de conhecimentos
técnicos e científicos, na qualificação profissional no
atendimento
hospitalar imediato
FCE AUDIOLOGIA NA Trata-se de um programa de educação em saúde Escolas da 3000 2015 PROJETO SAÚDE 01/08/ 01/08/ Isabella
ESCOLA- auditiva, desenvolvido em escolas junto aos rede da 2015 2017 Monteiro de
EDUCAÇÃO professores e aos Secretaria de Castro Silva
CONTUNUADA E alunos. Os professores receberão formação básica Estado de
SAÚDE AUDITIVA em audiologia, no que se refere à função do sistema Educação
auditivo, seu
desenvolvimento e as habilidades auditivas
importantes para o processo de aprendizagem. Serão
propostas oficinas
e ações educativas sobre o som e seus efeitos
estimuladores ou degenerativos no sistema auditivo,
sendo alunos e
professores os multiplicadores das informações.
FS/NUT OBSERVATÓRIO O papel da promoção da saúde, incluindo a educação Unidades de 17 2015 PROJETO SAÚDE 04/08/ 04/08/ Rita de Cassia
DE ALIMENTOS E nutricional, como estratégia no combate às doenças Alimentação 2015 2017 Coelho de
ALIMENTAÇÃO é e Nutrição, Almeida
essencial, e o nutricionista é o responsável pela laboratório Akutsu
implantação de estratégias de promoção da saúde de técnica
por meio da dietética,
realização de práticas educativas. Assim, o objetivo hospitais
deste projeto é avaliar as relações de saúde, trabalho
e meio
ambiente dos trabalhadores e usuários de UANs e
Analisar Unidades de Alimentação e Nutrição e suas
relações com
o homem e meio ambiente.
FGA ATIVIDADES A ludicidade e a aprendizagem não podem ser Faculdade do 200 2015 PROJETO EDUCA 25/08/ 25/08/ Tatiane da
LÚDICAS NO consideradas como ações com objetivos distintos. O Gama ÇÃO 2015 2016 Silva
ENSINO DA jogo e a Evangelista
MATEMÁTICAS brincadeira são por si só uma situação de
aprendizagem. Desta forma, este projeto visou
apresentar atividades
lúdicas no processo ensino-aprendizagem de
matemática para os alunos da FGA. Nesse sentido, o
conhecimento
pode ser desenvolvido de maneira prazerosa, dentro
de uma prática rica em expressão, interação e
comunicação,
garantido o lugar do lúdico na solução de problemas
matemáticos.
CDT DISQUE O CDT é responsável pela implantação da execução http://www. 500 2013 PROJETO TECNO 05/08/ 05/08/ Grace Ferreira
TECNOLOGIA da política de prestação de serviços tecnológicos da cdt.unb.br/di LOGIA 2015 2017 Ghesti
UnB. squetecnolo
Sendo assim, este Centro criou em 1994 o Projeto gia
Disque Tecnologia, no intuito de cumprir com a
atribuição de
“incentivar, apoiar e coordenar as atividades de
prestação de serviços na área tecnológica”, conforme
determina o
Art. 2º, inciso IV do Ato da Reitoria nº 100/1986,
aprovado por meio da Resolução do Conselho Diretor
da UnB, em
sua reunião 295ª realizada em 10/04/1986.
FCE SIMULAÇÃO O aumento do uso da tecnologia na área da saúde, e Faculdade de 100 2015 PROJETO EDUCA 01/10/ 01/10/ Marcia
COMO MÉTODO as expectativas do público e do paciente têm Ceilândia de ÇÃO 2015 2017 Cristina da
DE incentivado tanto Universidade Silva Magro
CAPACITAÇÃO o desenvolvimento quanto a utilização de métodos de Brasília
PROFISSIONAL educativos inovadores em educação em saúde.
Método: Será
desenvolvida uma estratégia participativa e
integrativa para expansão e disseminação de
conhecimento por meio do
emprego do método de simulação aliado aos
métodos tradicionais, a fim de alcançar a melhoria do
processo de
cuidar praticado por profissionais de saúde.
FGA INCENTIVO A Como objetivo principal desse projeto, incentivar os Gama-DF 15 2014 PROJETO TECNO 01/09/ 01/08/ Luis Filomeno
ENGENHARIA NO estudantes do ensino médio da rede pública do LOGIA 2015 2016 de Jesus
ENSINO MÉDIO Gama, a Fernandes
COM USO DO freqüentarem essa instituição e desenvolverem
PROCESSADOR tarefas e ao final um projeto especifico da área de
ARDUINO engenharia que
envolva para além dos conhecimentos da ciências da
natureza, e tomarem conhecimento ao universo
fascinante da
engenharia eletrônica e da energia. De forma sucinta
os objetivos a serem atingidos enumeram-se abaixo:
este
projeto se propõe a divulgar e incentivar o curso de
Engenh
FCS PROJETO Revelar e visibilizar o cotidiano de vida, cultura e UnB, 04 75 2013 PROJETO SAÚDE 19/08/ 18/08/ Maria da
VIDADES trabalho dos trabalhadores (formais e informais) a estados do 2015 2017 Graça Luderitz
PARALELAS- partir do olhar Brasil e Hoefel
TRABALHADOR dos próprios sujeitos, por meio de processos de Centre ABC
formação em cultura digital e articulação de redes na França
sociais para
fortalecimento da promoção da saúde, cultura e
participação social na construção de políticas
públicas.
FGA ECOGAMA: O projeto tem uma filosofia educativa objetivando Engenho das 10 2014 PROJETO EDUCA 01/11/ 01/11/ Paula Meyer
ENERGIA, mostrar a importância do consumo sustentável e o Lages-DF ÇÃO 2015 2017 Soares
EDUCAÇÃO E uso racional
SUSTENTABILIDA dos recursos energéticos para o equilíbrio do meio
DE- 2015/2017 ambiente. Trata-se de uma proposta extensionista
pedagógica
adotada no Centro de Ensino Fundamental Engenho
das Lages e FGA -UnB com a participação de
docentes e
discentes. Os trabalhos consistirão em palestras
educativas, oficinas com aproveitamento de lixo
reciclável e uso
racional de energi
FE SEMEADORES DE O Projeto Semeadores de investigação: educação, Faculdade de 100 2015 PROJETO EDUCA 15/10/ 16/10/ Fatima Lucilia
INVESTIGAÇÃO ( transformação e alegria na prática docente Educação ÇÃO 2015 2017 Vidal
SEMILLERO): (SEMILLERO) propõe Rodrigues
EDUCAÇÃO, um espaço de pesquisa e extensão interdisciplinar e
TRANSFORMAÇÃ intercâmbio de ideias, projetos, práticas e pessoas
O E ALEGRIA NA que desejem
PRÁTICA transformar a prática docente com alegria,
DOCENTE rigorosidade investigativa e práticas extensionistas.
Seu desenvolvimento
se dará em encontros com estudantes e professores,
com coordenação colegiada.Suas ações e discussões
se darão
em nível local, nacional e internacional.
IP GRUPO DE Oferecer atendimento de orientação psicanalítica a Centro de 20 2014 PROJETO SAÚDE 02/10/ 12/12/ Balsem Pinelli
ATENDIMENTO E crianças, adolescentes e adultos com demanda Atendimento 2015 2016 Júnior
ESTUDOS voltada às e Estudos
PSICANALÍTICOS dificuldades e transtornos alimentares. Serão Psicológicos/
EM oferecidos atendimentos semanais, individual e em IP/UnB
TRANSTORNOS grupo, aos
ALIMENTARES pacientes e suas famílias, de acordo com a demanda
de cada caso. Os atendimentos serão feitos no CAEP.
Também
ICH DIÁLOGOS O Projeto tem por finalidade estreitar os vínculos Instituto 350 2014 PROJETO TRABA 01/09/ 01/12/ Valdir Adilson
GEOGRÁFICOS entre os graduados em Geografia, nas modalidades Historico e LHO 2015 2016 Steinke
PROFISSIONAIS de Licenciatura Geografico
e Bacharelado, com os profissionais já graduados e do DF e
que estejam em plena atividade profissional. Tal Universidade
interação se de Brasilia
dará pela realização de diálogos mediados por um
professor convidado. Se espera atingir toda a
comunidade
geográfica, desde os alunos da UnB como de outras
instituições.
FS LIGA DE A Liga de Humanização do Parto e Nascimento Faculdade de 40 2013 PROJETO SAÚDE 15/10/ 31/10/ Silveria Maria
HUMANIZAÇÃO (LHPN) tem como eixo norteador a humanização da Ciências da 2015 2017 dos Santos
DE PARTO E assistência Saúde- FS
NASCIMENTO - obstétrica e neonatal para o alcance da Maternidade
LHPN Segura, por meio da formação de profissionais
críticos,
reflexivos e sensibilizados com o tema. Fundamenta-
se nas boas práticas em saúde (práticas baseadas em
evidências científicas) e na
multi/interdisciplinaridade.
FCE FARMACOEDUCA Pretende-se, neste estudo, oferecer orientação CAPS- 400 2011 PROJETO SAÚDE 01/08/ 31/07/ Jose Eduardo
ÇÃO EM SAÚDE específica sobre o tratamento utilizando-se TAGUATING 2015 2016 Pandossio
MENTAL psicofármacos aos A, CAPS -
usuários do CAPS 2 (Transtornos mentais), de PARANOÁ e
Taguatinga e do Paranoá, e também aos usuários do CAPS-
CAPS Ad (álcool CEILÂNDIA
e drogas), bem como aos familiares dos usuários,
pois são fundamentais na adesão ao
tratamento. Do ponto de vista da formação
profissional e acadêmica dos estudantes, visa à
aprendizagem
relacionada à inserção na comunidade, a partir da
participação social do futuro farmacêutico.
FE FORMANCIPA - O projeto vem criando um processo de formação Sede do 120 2013 PROGRA EDUCA 17/09/ 31/08/ Erlando da
FORMAÇÃO integrada e emancipadora de acesso à Educação SERPAJUS - MA ÇÃO 2015 2017 Silva Rêses
INTEGRADA E Superior à Quadra 602,
EMACIPADORA estudantes da fase final e egressos do Ensino Médio lote 02,
DE ACESSO À no Município de Novo Gama-GO (Pedregal) e Pedregal/G0
EDUCAÇÃO Valparaíso-GO,
SUPERIOR conduzido diretamente por estudantes da graduação
da UnB, sob a supervisão e orientação de professores
e da
coordenação do projeto.
CEAM PROJETO DE O Observatório de Desenvolvimento Sustentável 200 2015 PROJETO MEIO 01/10/ 30/12/ Ricardo
CRIAÇÃO DE UM (ODS) se propõe a ser um mecanismo que contribua AMBIE 2015 2016 Wahrendorff
OBSERVATÓRIO significativamente para um melhor NTE Caldas
DE acompanhamento do debate e das discussões sobre
DESENVOLVIME desenvolvimento sustentável
NTO no Brasil e para um maior conhecimento sobre as
SUSTENTÁVEL ( realizações do Governo Brasileiro em cada
ODS) NA compromisso assumido
UNIVERSIDADE na Rio+20, considerando seus impactos sobre renda,
DE BRASÍLIA. emprego, inovação e inclusão social.
CEAM CRITÉRIOS PARA Este projeto tem a finalidade de auxiliar não 2015 PROJETO POLITI 01/09/ 30/08/ Ricardo
A AVALIAÇÃO DE pesquisadores e gerentes de organizações públicas informado CA 2015 2016 Wahrendorff
PROGRAMAS na análise crítica da Caldas
SOCIAIS DO concepção, implantação e uso de um sistema de
GOVERNO DO indicadores de desempenho da Gestão Pública do
DISTRITO Governo do
FEDERAL Distrito Federal (GDF).
FCS/DS PROJETO VIDAS O “Projeto Vidas Paralelas (PVP) Campo” constitui um comunidades 200 2013 PROJETO SAÚDE 19/08/ 18/08/ Maria da
C PARALELAS desmembramento do Projeto Vidas Paralelas (PVP), rurais 2015 2017 Graça Luderitz
CAMPO nascido distribuídas Hoefel
em 2008 enquanto uma parceria entre o Ministério em todo o
da Saúde, Ministério da Cultura, Universidade de território
Brasília e Rede nacional
Escola Continental em Saúde do Trabalhador.
O Projeto Vidas Paralelas (PVP) Campo busca dar
visibilidade – sob a ótica dos povos do campo - aos
conflitos
socioambientais existentes em comunidades rurais
distribuídas em todo o território nacional e fortalecer
o combate
aos ag
FCS/DS PROJETO VIDAS O Projeto Vidas Paralelas Indígena (PVPI) busca UnB e 120 2012 PROJETO SAÚDE 19/08/ 18/08/ Maria da
C PARALELAS revelar e visibilizar o cotidiano de vida, cultura e aldeias 2015 2017 Graça Luderitz
INDÍGENAS trabalho dos povos indígenas Hoefel
indígenas a partir do olhar dos próprios sujeitos, por distribuídas
meio de processos de formação em cultura digital e em território
articulação nacional
de redes sociais para fortalecimento da promoção da
saúde, cultura e participação social na construção de
políticas
públicas. Para tanto, busca também promover a
criação de espaços sócio-culturais que viabilizem a
continuidade
utônoma das ações e a construção d
FCE DANÇA EM A presente proposta visa a realização de uma oficina CAPS II 90 PROJETO SAÚDE 11/09/ 08/09/ Diane Maria
EXTENSÃO de Terapia Através da Dança voltada à mulheres com Taguatinga 2015 2017 Scherer Kuhn
quadros Lago
depressivos no Centro de Atendimento sicossocial de
Taguatinga. Tal iniciativa contextualiza-se nos moldes
de
atenção psicossocial propostos pela Reforma
Psiquiátrica, dada a efetividade da modalidade
terapêutica não apenas
para o manejo da patologia, como no fomento à
melhora das relações interpessoais, do auto
conhecimento e da
comunicação das usuárias envolvidas.
FSC/DS REDE RARAS- Trata-se de projeto de construção e manutenção do Cátedra 20 2013 PROJETO SAÚDE 15/08/ 17/08/ Natan
C OBSEVATÓRIO portal Rede Raras em apoio às Pessoas com doenças UNESCO de 2015 2017 Monsores de
DE DOENÇAS raras, Bioética Sá
RARAS como uma das atividades do Observatório de
Doenças Raras da UnB, tendo por meta coordenar a
informação
técnico-científica sobre o tema, assim como
congregar as associações de pacientes e entidades
governamentais em
comunidades virtuais em rede colaborativa virtual
aberta e baseada em software livre.
CEAM ABRIGOS DA O PEAC busca promover interação entre teoria, UNB 8 1997 PROJETO CULTU 01/08/ 31/07/ Elizângela
MEMÓRIA NA produção de conhecimento e atividades práticas da RA 2015 2016 Carrijo
REGIÃO DE Ciência da
BRASÍLIA Informação e outras áreas que estudam Informação,
Memória e História. Na intenção de preservar
pesquisas
acadêmicas, o projeto visa continuar a gestão
documental do acervo do NECOIM/ CEAM/ UnB,
existente desde
1987. Sendo constituído por mais de 20 metros
lineares de documentos (em diversos suportes) que
traduzem bens
culturais das memórias dos cidadãos do país e em
especial do DF.
FSC/DS Ambulatório de O Ambulatório de Saúde Indígena do Hospital Hospital 600 2015 PROJETO SAÚDE 01/06/ 31/05/ Maria da
C Saúde Indígena Universitário de Brasília/UnB, inaugurado em abril de Universitário 2015 2017 Graça Luderitz
no HUB 2013, é fruto de de Brasília Hoefel
uma parceria entre a UnB, o HUB, a Secretaria
Especial de Atenção à Saúde Indígena do Ministério
da Saúde e a
Casa de Saúde Indígena. Tem o objetivo geral de
promover ações que visam melhorar o acesso com
qualidade e
Atenção Integral à Saúde Indígena no HUB e
implantar, por meio da extensão, um processo de
integração ensinoserviço
no campo da Atenção à Saúde dos Povos Indígenas.
FD AÇÕES O Projeto Ações Formativas para o Desenvolvimento Não 32000 2015 PROJETO DIREIT 01/10/ 01/10/ Menelick de
FORMATIVAS de Cultura e Métodos Participativos e Consensuais de informado OS 2015 2017 Carvalho
PARA O Solução HUMA Netto
DESENVOLVIME de Conflitos está inserido no cenário de relevância NOS E
NTO DE atualmente assumida pelos métodos participativos e JUSTIÇ
CULTURA E consensuais A
MÉTODOS de solução de conflitos, promovendo ações
PARTICIPATIVOS formativas para a difusão, em nível nacional, da
E CONSENSUAIS cultura e dos métodos
DE SOLUÇÃO DE autocompositivos (mediação, conciliação e
CONFLITOS negociação) por meio de atividades que se
consubstanciam na oferta de
cursos gratuitos e na modalidade à distância.
FS/NUT INVESTIGANDO A As doenças transmitidas por alimentos (DTA) são Restaurantes 10 2015 PROJETO SAÚDE 30/09/ 30/09/ Verônica
QUALIDADE consideradas o maior problema de saúde pública no Universitário 2015 2017 Cortez Ginani
HIGIEÊNICO- mundo s (UnB) e
SANITÁRIA DAS contemporâneo pela possível abrangência de estudantes
PREPARAÇÕES disseminação devido ao número de refeições da
OFERTADAS realizadas fora de casa universidade
PELOS atualmente. No Brasil, estima-se que os
RESTAURANDTES estabelecimentos que produzem alimentos sejam
UNIVERSITÁRIOS responsáveis por mais de
DA UNB 50% dos surtos de toxinfecções alimentares de
origem bacteriana. Levando em consideração que os
consumidores
atuais estão cada vez mais exigentes com relação à
sua alimentação
FGA NUCLEO DE Essa proposta visa contribuir para as ações do Núcleo Comunidade 6 2015 PROJETO MEIO 17/09/ 18/08/ Maria Vitoria
SUSTENTABILIDA de Sustentabilidade da UnB, desenvolvendo ações no Acadêmica AMBIE 2015 2016 Duarte Ferrari
DE- CAMPUS Campus UnB Gama. Os principais temas tratados do Campus NTE Tome
UnB GAMA serão consumo de energia, consumo de água, gestão Gama
de resíduos.
A proposta alcança todos os membros da
comunidade acadêmica da FGA e contribui para o
exercício da
responsabilidade ambiental e social.
DEX PROGRAMA O Núcleo da Sustentabilidade busca mobilizar a Campi UnB 1000 2015 PROGRA MEIO 21/09/ 21/09/ Izabel Cristina
NÚCLEO DA comunidade acadêmica, promovendo ações em prol MA AMBIE 2015 2017 Bruno Bacellar
SUSTENTABILIDA da NTE Zaneti
DE sustentabilidade ambiental na Universidade de
Brasília que contribui para a gestão ambiental dos
quatro campi,
trabalhando concomitantemente com os eixos de
ensino, pesquisa e extensão, que representam a base
das
atividades da Universidade de Brasília. O Programa
proposto pelo Núcleo da Sustentabilidade já
contempla dois
projetos: Projeto Pare, Pense e Descarte e Projeto
Agente Mirim.
FS/NUT IMPLEMENTAÇÃ A presente proposta configura uma nova etapa da 29000 2015 PROJETO SAÚDE 01/12/ 30/11/ Elisabetta
O DA POLÍCA parceria entre NUT/OPSAN/UNB, Ministério da Saúde 2015 2016 Gioconda Iole
NACIONA DE e Giovanna
ALIMENTAÇÃO E Recine
NUTRIÇÃO: A
REDENUTRI
COMO
INSTRUMENTO
PARA
DESENVOLVIME
NTO DE
CAPACIDADES
DEX MATERIAIS EM O presente projeto visa executar ações voltadas ao TABATINGA 200 2015 PROJETO EDUCA 21/09/ 26/02/ Therese
ARTE E apoio para inclusão social e produtiva e a integração E ÇÃO 2015 2016 Hofmann Gatti
INCLUSÃO dos BRAZLÂNDIA Rodrigues da
SOCIAL trabalhadores rurais por meio de mobilização, Costa
cadastramento, diagnóstico, capacitação, consultoria,
assistência
técnica às associações e grupos que atuam em áreas
rurais no entorno de Brasília. O objetivo é promover
a
qualificação técnica de agricultores familiares e
pessoas em risco de vulnerabilidade social, gerando
renda e
otimizando matérias-primas, energia e recursos
humanos.
DEX PLANO MAIS O Plano Mais Cultura da UnB foi construído num 2015 PROGRA CULTU 01/08/ 01/09/ Therese
CULTURA DA processo dialógico que contou com a participação de MA RA 2015 2017 Hofmann Gatti
UNB alunos, Rodrigues da
docentes e funcionários com a missão de provocar a Costa
Universidade, no seu papel, como elemento de
transformação
da realidade cultural do país, imbuída na construção
das políticas culturais e educacionais elucidadas em
seus
respectivos Plano Nacional de Cultura e de Educação.
Vinte e três ações compõe o Plano que se inscrevem
nas
regiões Centro-Oeste, Sudeste e Norte.
IDA CARAVANA “Caravana Cênica” é um programa direcionado para DF - Campus 1000 2012 PROGRA CULTU 01/10/ 01/10/ Giselle
CÊNICA-UNB EM o Curso de Licenciatura em Teatro a Distância (CLTD) Darcy MA RA 2015 2017 Rodrigues de
TRÂNSITO que se Ribeiro, Brito
estende ao Departamento de Artes Cênicas a ser municipios
executado em municípios do ensino a distância e que abrigam
outros composto os polos de
de três projetos: Caravana de Espetáculos, Caravana apoio
de Oficinas, Caravanas Mediadas - que abarcam presencial do
ações ensino a
relacionadas às atividades desenvolvidas pelo Depto distancia
de Artes Cênicas da UnB. O programa é realizado
desde de
2012 e já atendeu diversas cidades brasileiras.
DEX PROJETO COLETA O presente projeto está vinculado ao Programa CAMPI UNB 250 2015 PROJETO MEIO 10/10/ 10/10/ Izabel Cristina
SELETIVA Núcleo da Sustentabilidade e pretende implantar a AMBIE 2015 2016 Bruno Bacellar
SOLIDÁRIA NA Coleta Seletiva NTE Zaneti
UNB Solidária na Universidade de Brasília, o que é uma
demanda urgente, pois o Decreto n°5940/2006
obriga os órgãos
federais a destinarem os seus resíduos às
cooperativas. Dessa forma, visando suprir essa
demanda na Universidade,
este projeto visa captar bolsistas para auxiliarem no
processo de implementação da Coleta Seletiva em
todos os
Campi da Universidade de Brasília.
FDD PROJETO O Projeto está voltado para circulação de livros no FACULDADE 20 2015 PROJETO CULTU 05/10/ 30/09/ Vallisney de
HABEAS LIBER âmbito da Faculdade de Direito/UnB, a fim de que DE DIREITO RA 2015 2016 Souza Oliveira
estudantes
possam ter acesso a livros e referências bibliográficas
e que no geral possam aproveitá-los de maneira
apropriada
mediante doação, criando-se um espaço coletivo de
troca de livros, e fluxo de conhecimento que
proporcione
interação dos estudantes entre si e com a
comunidade jurídica e universitária, possibilitando-se
com esse movimento
de troca um benefício técnico-cultural à comunidade
FCE TO CLICANDO O objetivo: promover a inclusão digital e social do LAR DOS 200 2011 PROJETO SAÚDE 01/10/ 30/11/ Katia Vanessa
idoso. Metodologia: oficina de informática, oficina de VELHINHOS - 2015 2017 Pinto de
memória, TAGUATING Meneses
oficina de fotografia, oficina de atividades manuais, A
acesso à internet e ações de promoção de saúde.
Serão
utilizados instrumentos para avaliação e
acompanhamento das atividades desenvolvidas.
FD PROJETO VEZ E Ação pedagógica nas escolas de ensino básico do Escolas de 10 2014 PROJETO DIREIT 01/10/ 31/12/ Jose Geraldo
VOZ- EDUCAÇÃO Distrito Federal e Entorno, baseada no modelo Paulo Ensino OS 2015 2016 de Sousa
POPULAR NA freiriano de Médio de HUMA Junior
PREVENÇÃO E educação, para prevenção e enfrentamento ao Águas Lindas NOS
NOP tráfico de pessoas. de Goiás
ENFRENTAMENT
O AO TRÁFICO
DE PESSOAS NO
DISTRITO
FEDERAL E
ENTORNO
FCE JOGANDO Projeto propõe ações para integração entre ensino, UNB 10 2013 PROJETO SAÚDE 05/10/ 04/10/ Felipe Augusto
CONTRA O pesquisa, serviços e comunidade explorando os CEILÂNDIA 2015 2017 dos Santos
PARKINSON limites ao Mendes
acesso e as possibilidades de ações de reabilitação na
região de Ceilândia. O objetivo principal é a
implementação
de ações intervencionistas, preventivas e educativas
para pacientes com a Doença de Parkinson e seus
cuidadores,
por equipe multiprofissional. Pretende-se então,
estabelecer ambiente para o desenvolvimento de
ensino, pesquisa e
extensão.
DEX NORDESTE EM Busca-se divulgar e difundir a existência de um Cidades do 8000 2015 PROJETO CULTU 29/09/ 31/12/ Therese
FOCO: BUMBA- Patrimônio Cultural Imaterial nas Cidades do Distrito Distrito RA 2015 2015 Hofmann Gatti
MEU-BOI E Federal com o Federal nas Rodrigues da
TAMBOR-DE- desenvolvimento de apresentações artísticas Escolas Costa
CRIOULA DE SEU culturais do Bumba-meu-boi de Seu Teodoro aos Públicas:
TEODORO NAS alunos da rede Recanto das
ESCOLAS pública do DF. Emas,
PÚBLICAS Samambaia,
Itapoã,
Paranoá,
Planaltina e
Estrutural.
FCE AVALIAÇÃO E Propõe-se com esse projeto um espaço de reflexão Paróquia 32 2013 PROJETO SAÚDE 31/10/ 31/10/ Ana Clara
TRATAMENTOP crítica e técnica em área específica do conhecimento Nossa 2015 2017 Bonini Rocha
DE PESSOAS que é a Senhora da
COM Fisioterapia Neurofuncional, Fisioterapia Traumato- Glória em
INCAPACIDADE Ortopédica, Osteopatia, Saúde Coletiva e Prevenção, Ceilândia Sul;
NEUROMOTORA englobando Centro
conhecimentos da Neurofisiologia, das Neurociências Comunitário
e da Reabilitação em locais do sistema de saúde do do Idoso
GDF sem Luisa de
fins lucrativos ou filantrópicos, associações e centros Marillac em
comunitários. Ceilândia Sul;
Associação
Parkinson
Brasília na
Escola Classe
C 206 Sul em
Brasília
FS/ENF SERVIÇO O PEAC “Serviço Ambulatorial de Enfermagem em Hospital 1000 2005 PROJETO SAÚDE 23/12/ 22/12/ Ivone Kamada
AMBULATORIAL Estomaterapia – SAEE”, é desenvolvido no Universitário 2015 2017
DE Ambulatório do de Brasília
ENFERMAGEM Hospital Universitário de Brasília. Tem como objetivo
EM atender pessoas com estomias, feridas e
ESTOMATERAPIA incontinências
urinária e anal, e oferecer uma atenção
interdisciplinar humanizada, com ênfase na
promoção do cuidado para
promoção de saúde. O projeto permite ampla
integração do serviço, comunidade, ensino e
extensão, proporcionando
aos extensionistas aprofundar seus conhecimentos
em estomaterapia.
IP INTEGRAÇÃO O PEAC consta de um trabalho sistemático junto a UnB e 350 1997 PROJETO EDUCA 26/09/ 26/09/ Claisy Maria
UNIVERSIDADE/P psicólogos escolares, pedagogos e professores da escolas ÇÃO 2015 2017 Marinho
SICOLOGIA Secretaria de públicas do Araujo
ESCOLAR Educação do Distrito Federal, oferecendo assessoria DF
à prática profissional, formação e aperfeiçoamento
contínuo em
serviço, bem como oportunizando aos alunos de
graduação do Instituto de Psicologia da UnB estágios,
pesquisa e
atividades de extensão universitária. Outras ações
são o Colóquio de Psicologia Escolar do DF e a
assessoria em
serviço a profissionais da Secretaria da Criança.
IP/PED DIÁLOGOS COM O projeto é uma iniciativa interdisciplinar que reúne Brasília, DF, 200 2012 PROJETO EDUCA 06/08/ 11/08/ Simone
EXPERIÊNCIAS professores de duas unidades da UnB (FE e IP), na UnB e ÇÃO 2014 2016 Goncalves de
EDUCACIONAIS estudantes de escolas e Lima
INOVADORAS graduação e pós, profissionais da educação, pais e instituições
educadores de escolas associativistas e da rede parceiras
pública de
Brasília para refletir, desenvolver e sistematizar uma
praxis educacional que respeite as crianças e ofereça
um
ambiente de desenvolvimento de autonomia,
colaboração, solidariedade e criatividade. Realizamos
fõruns,
conferências, grupos de estudo e intervenções em
escolas.
BCE CONSEVAÇÃO E Revitalização do acervo da BCE por meio de Biblioteca 2015 PROGRA CULTU 16/11/ 10/12/ Silmara Kuster
RESTAURAÇÃO pesquisas, cursos, palestras, práticas de higienização, Central - MA RA 2015 2017 de Paula
DE BENS conservação, Laboratório Carvalho
CULTURAIS NA restauração, encadernação e acondicionamento. As de
BIBLIOTAECA ações do programa prevê a inclusão de pessoas com Conservação
CENTRAL DA deficiência intelectual no mercado de trabalho, a e
UNB ressocialização dos apenados do sistema prisional do restauração
DF, a
participação de professores e pesquisadores na BCE,
a institucionalização das parcerias com as várias
unidades
acadêmicas da UnB e instituições externas.
CDS PROJETO Trata-se de um projeto de extensão universitária com Campi UnB 250 2015 PROJETO MEIO 16/11/ 16/11/ Izabel Cristina
VITRINE DA fins pedagógicos. Partido dos resultados do projeto AMBIE 2015 2016 Bruno Bacellar
SUSTENTABILIDA de NTE Zaneti
DE pesquisa "Desafios da Valorização dos Resíduos
Sólidos Urbanos - potencial da digestão anaeróbia na
redução de
resíduos, na produção de energia e de
biofertilizantes", busca dimensionar, instalar e
qualificar uma Unidade
Integrada Sustentável demonstrativa de produção e
uso de energias renováveis para aplicação, integral
ou parcial,
em comunidades isoladas ou de baixa renda.
FCS PROGRAMA DE A educação apresenta papel fundamental na HUB 1760 2013 PROGRA SAÚDE 27/11/ 24/11/ Angélica
DIABETES abordagem do paciente portador de diabetes MA 2015 2017 Amorim
MELITTUS DO mellitus. A proposta deste Amato
HUB projeto é instituir atividades educativas de caráter
multidisciplinar voltadas aos pacientes
acompanhados no HUB e
adaptadas às recomendações da American Diabetes
Association (ADA), no Grupo de Diabetes do Hospital
Universitário de Brasília, com a participação de
docentes e discentes das Áreas de Medicina,
Nutrição e Farmácia.
CDT PROJETO A proposta descrita estabelece a parceria entre o Brasília 1000 2013 PROGRA TRABA 05/11/ 30/11/ Cristina Castro
EMP´RESA CDT/UnB e as Empresas Juniores da Universidade de MA LHO 2015 2017 Lucas de Souza
JÚNIOR - PRÓ JR. Brasília, por Depieri
meio do Programa Empresa Júnior - Pró Jr, instituído
pelo Ato da Reitoria nº 901/2006, como sendo
composta por
atividades que são caracterizadas como apoio a
ações de extensão desenvolvidas no âmbito das
empresas.
FGA MACARIA - A meta de ampliar o número de estudantes do sexo FGA 10 2014 PROJETO TECNO 17/11/ 16/11/ Maria Vitoria
MACAÚBA E feminino nas Engenharias no Campus Gama da UnB LOGIA 2015 2016 Duarte Ferrari
ENGENHARIA: está em Tome
PRODUÇÃO DE sinergia com a Chamada Pública MCTI/CNPq/SPM-
ÓLEO DE POLPA PR/Petrobras Nº 18/2013 - Meninas e Jovens
E AMÊNDOAS DE Fazendo Ciências
MACAÚBA E Exatas, Engenharias e Computação - cujo incentivo é
GASEIFICAÇÃO despertar o interesse de jovens do sexo feminino em
DE buscar
formação de nível superior nessa área.
FCE DOCE DESAFIO Evidências indicam que programas de práticas físicas Centro de 80 2013 PROJETO SAÚDE 12/11/ 12/11/ Luisiane de
(DIABETES, regular em diabetes são urgentemente necessários Saúde 3 e 2015 2016 Avila Santana
EDUCAÇÃO EM para Centro de
SAÚDE E melhora da qualidade de vida das pessoas afetadas Saúde 6
ATIVIDADES por essa condição crônica. Este projeto de extensão
FÍSICAS universitária
ORIENTADAS)- tem caráter interdisciplinar e contínuo para o
CEILÂNDIA exercício físico em diabetes, com ênfase em práticas
físicas orientadas
para reabilitação das pessoas com diabetes. Ao
mesmo tempo que oferece ações voltadas ao
diabetes, desenvolve
estudos e pesquisas.
FGA PROJETO O “Workshop Biogama” pretende despertar a Faculdade 30 2014 PROJETO MEIO 16/11/ 16/11/ ANDRÉIA
WORKSHOP consciência ambiental da comunidade do Distrito UnB Gama AMBIE 2015 2017 ALVES COSTA
BIOGAMA Federal por meio de NTE
um workshop, cujo principal objetivo é resgatar um
diálogo entre o ensino médio e a universidade, com
motivação no
descarte correto do óleo usado. Uma demonstração
do impacto causado pelo descarte incorreto desse
resíduo no
ambiente urbano será apresentada, assim como
modelos de reciclagem e reuso, visando minimizar os
impactos
ambientais e a depreciação de recursos naturais.
FCE LIGA ACADÊMICA A Liga Acadêmica da Saúde de Família e Comunidade Ceilândia. 100 2015 PROJETO SAÚDE 23/11/ 29/12/ Josenaide
DE SAÚDE DA é composta por um grupo de alunos dos cursos de FCE 2015 2017 Engracia dos
FAMÍLIA E saúde Santos
COMUNIDADE coletiva, medicina, terapia ocupacional, psicologia,
DA enfermagem, farmácia, nutrição e educação física
UNIVERSIDADE que possam
DE BRASÍLIA compor uma equipe multidisciplinar em saúde,
(LASFAC-UnB) devidamente vinculados à LASFAC com o objetivo de
estudar a
Atenção Primária, bem como as estratégias de Saúde
da Família e Comunidade. É pautada em três pilares:
Ensino,
Pesquisa e Extensão.
FD JURISDIÇÃO O projeto tem como objetivo capacitar o participante Faculdade de 85 2015 PROJETO DIREIT 10/08/ 10/12/ Gabriela
COSNTUTICIONA para o desenvolvimento jurídico, assegurando-lhe o Direito da OS 2015 2017 Neves Delgado
L TRABALHISTA E acesso à UnB HUMA
PREVIDENCIÁRIA jurisdição trabalhista e previdenciária nos Tribunais NOS E
NO TRIBUNAIS Superiores. Além disso, deve fornecer noções básicas JUSTIÇ
SUPERIORES para a A
formulação de raciocínio crítico, pautado em estudo
de casos, com suporte no constitucionalismo
contemporâneo e
na jurisprudência trabalhista e previdenciária.
FGA UnBBEATABLES Este projeto tem como foco principal o incentivo à Nas 20 2015 PROJETO TECNO 27/10/ 16/12/ Mariana Costa
formação em ciên- cias e tecnologia através da dependência LOGIA 2015 2016 Bernardes
realização de s das escolas Matias
ações em escolas públicas de ensino fundamental e e demais
médio e apresentações abertas ao público, visando a instituições
divulgação interessadas
da ciência e tecnologia entre os jovens. Nestes
eventos e oficinas, serão propostas atividades lúdicas
que estimulem
as crianças, de- senvolvendo o aprendizado e o
raciocínio lógico e colocando em prática conceitos
das áreas de
ciências e exatas.
FCE LIGA ACADÊMICA A liga acadêmica de Fisioterapia Cardiovascular – Centros de 50 2015 PROJETO SAÚDE 02/04/ 02/04/ Vera Regina
DE FISIOTERAPIA UnB trata-se de um grupo de estudantes que através Saúde da 2015 2017 Fernandes da
CARDIOVASCULA da pesquisa Ceilândia Silva Marães
R- UnB e da extensão, pretende desenvolver atividades com
a comunidade acadêmica e com moradores da
Ceilândia, em
pesquisas epidemiológicas na população de
intervenção, afim de prevenção e promoção de
saúde. De forma que
através das evidências científicas e das observações
culturais e sociais da população, podendo apresentar
soluções
e realização de parcerias com os sistemas de saúde
local.
FACE/C PROGRAMA DE O controle social é uma das face mais importante da Distrito 1000 2015 PROGRA EDUCA 18/11/ 16/11/ José Marilson
CA EDUCAÇÃO democracia e se torna uma ferramenta eficaz de Federal e MA ÇÃO 2015 2017 Martins
FISCAL, manifestação demais Dantas
CONTROLE popular. A educação fiscal pode exercer um papel Estados
SOCIAL E importante nesse processo inovando na construção brasileiros.
GESTÃO DE de uma visão
CUSTOS que envolve a conscientização do contribuinte como
provedor e usuário dos serviços entregue pelo setor
público, e
ao mesmo tempo inserir um sistema de informação
que possa gerar uma informação de fácil
entendimento pelo
contribuinte para que possa exercer o controle social.
FAV ATENDIMENTO Realização de análise microbiológicas de alimentos Laboratório 6 2012 PROJETO SAÚDE 03/11/ 03/12/ Angela Patricia
NO para pequena, média e grandes empresas/indústrias de 2015 2016 Santana
LABORATÓRIO que Microbiologi
DE fabriquem e/ou manipulem alimentos destinados ao a de
MICROBIOLOGIA consumo humano. Treinamento dos estudantes de Alimentos
DE ALIMENTOS- graduação FAV/UnB
FAV/UNB com relação às técnicas de análises microbiológicas
de alimentos. Orientação à população (empresários e
civis da
área de alimentos) no que se refere à produção de
alimentos seguros para o consumo humano.
Orientação frente a
situações de desafios detectados na indústria por
análises laborat
FEF ONCOFITNESS O programa Oncofitness visa oferecer exercícios Faculdade de 200 2015 PROGRA SAÚDE 09/11/ 09/11/ Ricardo Jaco
físicos assistidos a pessoas diagnosticadas com Educação MA 2015 2017 de Oliveira
câncer de mama e Física da UnB
atendidas pelo SUS no DF. O foco das ações
desenvolvidas será o indivíduo acometido e a
valorização de sua
qualidade de vida. Deste modo, a valorização
pessoal, o equilíbrio psicofisiológico, a manutenção e
melhora das
capacidades físicas, o lazer e a busca do bem-estar, a
socialização e a saúde são objetivos que deverão ser
alcançados por meio da prática de exercícios físicos
FEF PROJETO BOAS O Projeto Boas Vibrações, vinculado ao Programa Faculdade de 100 2016 PROJETO SAÚDE 04/01/ 04/01/ Ricardo Jaco
VIBRAÇÕES Oncofitness, visa a promoção de atividades físicas Educação 2016 2017 de Oliveira
tais como Física da UnB
Yoga, Tai chi chuan, meditação e terapia Reiki, que
buscam unir corpo e mente, a fim de promover
saúde, qualidade
de vida e atenuar efeitos colaterais do tratamento
oncológico O foco das ações desenvolvidas será a
valorização
pessoal, o equilíbrio psicofisiológico, a manutenção e
melhora das capacidades físicas, o lazer e a busca do
bemestar,
a socialização e a saúde.
FEF PROJETO CUIDAR O presente projeto visa o acompanhamento da Faculdade de 300 2015 PROJETO SAÚDE 01/12/ 01/12/ Ricardo Jaco
- INICIATIVA EM qualidade de vida mulheres diagnosticadas com Educação 2015 2017 de Oliveira
PROMOÇÃO DDE câncer de mama Física - UnB
SAÚDE EM tratadas no Distrito Federal, através de exames e
CÂNCER diagnósticos dos hábitos de vida e da composição
corporal. Com o
intuito de melhor entender os hábitos de vida desta
população para futuramente propor intervenções em
saúde e
desenvolver práticas educativas em saúde.