Você está na página 1de 19

LITERATURA

Questões de 1 a 6: Literatura Portuguesa

1. A respeito de Camões, analise as afirmações, a seguir; e, depois, aponte


a alternativa que traz as assertivas corretas:

I - Sua obra é fortemente influenciada por Sá de Miranda, nos sonetos


hermeticamente medidos, e Damião de Góis, autor da tragédia “A Castro”.
II - Cultivou a poesia tradicional de sua época, como as redondilhas, lembrando
em muito as cantigas de amigo, com abordagem de elementos da natureza.
III - Diante do insucesso de “Os Lusíadas”, à época, o autor isolou-se no Norte
da África, só regressando a Portugal antes de sua morte, em 1480.
IV - Sua obra é um composto, especialmente, dos gêneros épico e lírico,
realidades em que se sobressai.
a) I e II
b) I e III
c) I e IV
d) II e IV
e) III e IV

2. Sobre “Os Lusíadas”, é correto afirmar que se tratam de um

a) poema épico, dividido em dez cantos, com ressonância de Homero e Virgílio, de


modo engenhoso, tratando da História de Portugal.
b) poema épico, dividido em dez cantos, com base nos estilos de Petrarca e
Lentine, contando parte dos feitos portugueses, nos séculos XV e XVI.
c) poema dramático, dividido em oito cantos, baseado na “Eneida”, de Virgílio,
tratando especificamente da primeira viagem de Vasco da Gama.
d) texto cujos originais se perderam no tempo, restando hoje apenas parte dessa
obra, que aborda uma extensa e curiosa mistura de episódios lusitanos.
e) texto considerado a obra-prima da literatura mundial, de caráter épico e
dramático, narrando os feitos portugueses e espanhóis, no século XV.

3. No Canto III, “Os Lusíadas”

a) expõem exclusivamente o gigante Adamastor, que simboliza o cabo das


Tormentas, um local nunca antes visitado.
b) exaltam Cabral, pelo descobrimento do Brasil, e Vasco da Gama, por
“encontrar” o caminho marítimo para as Índias.
c) lamentam os fracassos iniciais de Cabral, animando-o a prosseguir seu intento,
isto é, as viagens pelo mundo afora.
d) mostram os benefícios que trarão aos lusos, quanto à junção das dinastias
Castelhana e de Avis.
e) atingem sua parte considerada pela crítica como a mais sublime, com o
episódio de Inês de Castro.

4. Luís Vaz de Camões está filiado a que momento literário português?

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 1


a) Quinhentismo
b) Seiscentismo
c) Setecentismo
d) Trovadorismo
e) Antitrovadorismo

5. O nome de Inês de Castro, pelos laços afetivos, está intimamente ligado a

a) D. Afonso IV
b) D. Dinis
c) D. Pedro
d) Adamastor
e) Pedro Álvares Cabral

6. Em referência a Inês de Castro, coloque F ou V, nos parênteses, ao lado


de cada declaração abaixo, conforme ela seja FALSA ou VERDADEIRA.

( ) - Ingressou na Corte de Portugal, em 1340, como dama de companhia da


infante D. Constança, apaixonando-se pelo marido desta.
( ) - Com o repúdio a D. Constança, casa-se com o príncipe lusitano,
destacando-se na Corte, tanto pelo seu autoritarismo, quanto pela sua
tirania no trato com o povo.
( ) - Seu suicídio ocorreu por opressão da Corte, para que esta não caísse no
jugo do reino de Castela.

Em que alternativa a seqüência indica as afirmativas corretas?

a) (F) - (V) - (F)


b) (F) - (V) - (V)
c) (V) - (V) - (F)
d) (V) - (F) - (F)
e) (V) - (F) - (V)

Questões de 7 a 30: Literatura Brasileira

7. Atente ao seguinte:

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 2


I - O movimento Barroco encontra seu apogeu na segunda metade do século
XVIII, época em que sucedeu ao Arcadismo.
II - O estilo Barroco leva a um tipo de raciocínio confuso, muitas vezes, por
causa da mistura de verdade e falsidade, caracterizando-se, sobretudo, pelo
exagerado uso de figuras, como: hipérboles, antíteses e paradoxos.
III - A obra de Cláudio Manuel da Costa é o ponto alto do Barroco, no Brasil,
embora a simplicidade de seu estilo chegue a classificá-lo como pré-
romântico.
IV - A prosa barroca constitui-se, em grande parte, tanto pela Literatura de
informação sobre o Brasil, quanto pela ênfase dada aos gêneros oratório e
epistolar.

Aponte a alternativa cujas assertivas são as corretas.

a) I e II
b) I e III
c) I e IV
d) II e III
e) II e IV

8. A respeito de

... a Literatura de cada nação européia buscava freqüentemente colocar em


evidência seus respectivos heróis nacionais, representados por reis e
cavaleiros andantes medievais. No entanto, aqui no Brasil, país cuja história, à
semelhança das demais jovens nações da América, não apresenta a chamada
Idade Média, a figura deste herói, em determinado momento, foi a do índio.
JOBIM, José Luís. & SOUZA,
Roberto Acízelo de.
Iniciação à literatura
brasileira. Rio de Janeiro:
Ao Livro Técnico, 1987, p.
115.
A declaração acima diz respeito a que período literário brasileiro?
a) Barroco
b) Pré-Modernismo
c) Arcadismo
d) Romantismo
e) Modernismo

9. Numere a coluna da direita, consoante a da esquerda, relacionando a


obra com o respectivo autor. Em seguida, aponte a alternativa que indica
a seqüência correta:

( ) José de Alencar ( ) “O Moço Louro”

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 3


( ) Bernardo Guimarães ( ) “As Minas de Prata”
( ) Joaquim Manuel de Macedo ( ) “O Garimpeiro”
( ) “O Sertanejo”
a) ( 1 ) - ( 2 ) - ( 1 ) - ( 1 )
b) ( 3 ) - ( 1 ) - ( 2 ) - ( 1 )
c) ( 2 ) - ( 1 ) - ( 3 ) - ( 2 )
d) ( 3 ) - ( 1 ) - ( 2 ) - ( 2 )
e) ( 2 ) - ( 2 ) - ( 1 ) - ( 3 )

10.Em que alternativa a característica é exclusiva do segundo momento


romântico brasileiro?

a) Grande exploração das lendas e folclore brasileiros, usando a natureza como


pano de fundo.
b) Uso da temática de cunho social e político da época, isto é, o engajamento aos
problemas da coletividade.
c) Os assuntos para as obras são encontrados nos mistérios da religião cristã,
tendo Deus como o centro de tudo.
d) Existência de uma dualidade, caminhando lado a lado, com a mediocridade de
muitos textos e obras primas literárias de grande valor.
e) Fase de amargura, do desalento, da exploração dos sentimentos recônditos; e,
também, da irreverência e afirmação do romance.

11.O que mais caracterizou o romantismo brasileiro?

a) O apuro na forma de expressão, obedecendo aos rigores da língua padrão.


b) A grande preocupação com o nacionalismo, destacando-se, nesse momento, o
indianismo.
c) A total despreocupação com a língua, razão por que os textos dessa época
“pecam”, em virtude dos inúmeros vícios de linguagem.
d) A estranha falta de representatividade no gênero dramático; o destaque ficou
por conta do lírico.
e) A resistência, que ainda hoje persiste, diante de suas proposições.

12.Indique a alternativa em que todas as obras de Machado de Assis são


exclusivamente de influência romântica:

a) “ Iaiá Garcia”, “A Mão e a Luva” e “Helena”.


b) “Quincas Borba”, “Ressurreição” e “Helena”.
c) “Dom Casmurro”, “A Mão e a Luva” e “Memórias Póstumas de Brás Cubas”.
d) “Iaiá Garcia”, “Memorial de Aires” e “Memórias Póstumas de Brás Cubas”.
e) “Ressurreição”, “Esaú e Jacó” e “Memorial de Aires”.

13.Observe que

O romancista não se derrama (...), quer no retrato dos personagens, quer na


condução da história. É parcimonioso e pausado. E entremostra a tendência
fundamental sua de fazer reflexão em meio à narrativa

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 4


LOPES, H. Literatura brasileira. São Paulo: Filo-Juris, 1971, p.54.

O comentário acima, sobre Machado de Assis, trata de que estilo de sua fase?

a) Pré-Romântica
b) Naturalista
c) Clássica
d) Realista
e) Romântica

14.Numere a coluna da direita, observando a da esquerda, fazendo a


correspondência da obra com as personagens, de Machado de Assis. Em
seguida, marque a alternativa que está com a seqüência correta:

(1 ) Rubião e Sofia ( ) “Memórias Póstumas de Brás Cubas”


(2 ) Damasceno e Eulália ( ) “A Mão e a Luva”
(3 ) Paulo e Natividade ( ) “Quincas Borba”
(4 ) Bentinho e Capitu ( ) “D. Casmurro”
( ) “Esaú e Jacó”

a) ( 3) - ( 4 ) - ( ) - ( 2) - ( 1)
b) ( 4) - ( 3 ) - ( 1 ) - ( ) - ( 2)
c) ( 2) - ( 4 ) - ( 1 ) - ( 3) - ( )
d) ( ) - ( 3 ) - ( 2 ) - ( 4) - ( 3)
e) ( 2) - ( ) - ( 1 ) - ( 4) - ( 3)

15.Algumas personagens de Machado de Assis tornaram-se célebres, ao


passar dos tempos, dada a representatividade no enredo das obras de
que fizeram parte. Uma delas, Capitu, terminou por se tornar o símbolo
de quê?

a) Traição
b) Meiguice
c) Dissimulação
d) Indiferença
e) Inocência

16.Analise o seguinte trecho:

Narrado na primeira pessoa (...), [essa obra] não se desenvolve no tempo. Mas
independente dele e evolui segundo os vaivens da memória do narrador. Se
entretece de digressões, que cortam e retardam a narrativa, que não segue
uma linha reta, mas guina à esquerda e à direita – como o observa o próprio

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 5


autor. Sem dúvida, é o seu romance mais rico de virtuosismo estilístico e de
humor imprevisto.

PACHECO, João. A literatura brasileira: o realismo(1870 – 1900). São Paulo: Cultrix, 1971, p.61.

A crítica, em questão, se refere a que obra de Machado de Assis?

a) “Memórias Póstumas de Brás Cubas”


b) “A Mão e a Luva”
c) “Quincas Borba”
d) “”Esaú e Jacó”
e) “Helena”

17.Observe a sextilha que vem, a seguir:

Por casos de guerra caiu prisioneiro


Nas mãos dos Timbiras: - no extenso terreiro
Assola-se o teto, que o teve em prisão;
Convidam-se as tribos dos seus arredores,
Cuidosos se incumbem do vaso das cores,
Dos vários aprestos da honrosa função.
(Gonçalves Dias)
É correto afirmar que o fragmento caracteriza-se
a) pela exuberância subjetivista ao pintar o índio brasileiro, um dos motivos do
segundo instante romântico nacional.
b) por compor a “Confederação dos Tamoios”, poema gonçalvino que se
entrecruza com “Os Timbiras”.
c) pela criação indianista, do primeiro momento romântico brasileiro, ao tratar de
motivos exclusivamente nacionais.
d) por mostrar o epílogo de “I–Juca-Pirama”, ocasião que trata de todos os
conflitos entre Tamoios e Timbiras.
e) pela idealização heróica do índio, mostrada através de um número exagerado
de qualificativos e de figuras de linguagem.

18.Constitui aspecto do Simbolismo:

a) a poesia descritiva, com exclusivo predomínio da razão.


b) o pleno uso da associação de imagens, em vez das idéias, com valorização do
lirismo.
c) a abordagem do eterno conflito humano entre o que é material e o que é
espiritual.
d) o predomínio da temática social, voltando-se à preocupação dos problemas
humanos, no meio.
e) a arte é traduzida por emoção, num contexto em que o objeto deve ser sugerido
e não apontado.

19.Tratam-se de obras eminentemente simbolistas:

a) “Versos e Rimas” e “Aleluias”.


b) “Broquéis” e “Missal”.
c) “Primaveras” e “Espumas Flutuantes”.

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 6


d) “Chuva de Pedras” e “Fio d’Água”.
e) “Estrela Solitária” e “A Rosa do Povo”.

20.Observe o seguinte:

I - “Canaã”, de Graça Aranha, embora tenha sido escrito em plena época


romântica brasileira, trata-se de uma obra filiada ao Modernismo.
II - O acervo literário de Lima Barreto não fica apenas ligado ao romance,
estendendo-se a contos, crônicas e memórias.
III - O momento que vai do Simbolismo ao Modernismo, no Brasil, ocupando duas
décadas é conhecido como período do “sincretismo literário”.
IV - A poesia, a crônica e os artigos de Augusto dos Anjos chamam a atenção,
tanto pela simplicidade da linguagem, quanto pela leveza do estilo.

Em que alternativa aparecem as afirmações corretas?

a) I e II
b) I e III
c) I e IV
d) II e III
e) II e IV

21.Com respeito ao que se segue:

[Em] seu romance mais famoso (...), vemos a personagem principal sofrer
repetidas desilusões por causa de seu nacionalismo ingênuo e exagerado. Há
outras personagens, com as quais ela convive, que, em vez de serem nacionalistas
desinteressadas, queriam mesmo era defender os interesses delas próprias. Lima
Barreto é impiedoso com essas personagens, criticando-as e revelando a hipocrisia
social por detrás de seus comportamentos.

JOBIM, José Luís & SOUZA, Roberto Acízelo de. Iniciação à literatura brasileira: Rio de
Janeiro: Ao Livro Técnico, 1987, p.221.

A observação acima se refere a que obra de Barreto?


a) “Histórias e Sonhos”
b) “Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá”
c) “Recordações do Escrivão Isaías Caminha”
d) “Triste Fim de Policarpo Quaresma”.
e) “Bagatelas”

22.Em que alternativa todas as personagens são exclusivas de Lima Barreto?

a) Luís Dutra, dona Eusébia e Lobo Neves.


b) Maria Benedita, Saul e Carlos Maia.
c) Armando Borges, dona Maricota e Ricardo.
d) Conceição, dona Inácia e Chico Bento.
e) Ricardo, mãe Avelina e Isaura.

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 7


23.Trata-se do romance que, de forma mais clara, representa o
impressionismo literário brasileiro. Considerado pela crítica como a obra
principal de Raul Pompéia, é narrado em primeira pessoa, em que Sérgio,
a personagem principal, em idade adulta, conta suas experiências
estudantis.

A obra de que tratam esses caracteres é:

a) “O Ateneu”
b) “O Alienista”
c) “Memórias de Um Condenado”
d) “O Coronel Sangrado”
e) “Angústia”

24.Use F ou V, nos parênteses, ao lado de cada afirmativa, abaixo, caso ela


seja FALSA ou VERDADEIRA:

( ) - “Martim Cererê”, de Cassiano Ricardo, é uma obra de caráter conciliatório


das três raças da constituição inicial étnica do país.
( ) - Um dos aspectos mais marcantes de todo o modernismo brasileiro é, além
da recriação de palavras, a valorização da expressividade regionalista.
( ) - O nome de Mário de Andrade está ligado, com mais intensidade, à segunda
fase modernista brasileira.
Em que alternativa a seqüência é a correta?
a) (V) - (F) - (F)
b) (F) - (V) - (V)
c) (V) - (V) - (F)
d) (V) - (F) - (V)
e) (F) - (V) - (F)

25.Seu primeiro trabalho se denomina “Cinzas das Horas”, de conteúdo


essencialmente simbolista. Depois, de vez, filia-se ao Modernismo, onde
evolui, literariamente, segundo a crítica, pela linguagem simples,
coloquial , chegando às raias do mais alto grau de lirismo, como atestam
“Carnaval” e “ Libertinagem”.

A referência é a quem?

a) Ribeiro Couto
b) Menotti del Picchia
c) Guilherme de Almeida
d) Cassiano Ricardo
e) Manuel Bandeira

26.Atente às afirmações seguintes, sobre as correntes modernistas, no


Brasil:

I - O predomínio do movimento, da velocidade, concomitante ao interesse pelo


progresso e pela tecnologia do mundo atual são aspectos inerentes à
realidade DINAMISTA.
II - A DESVAIRISTA tinha como caráter a volta de um Brasil ao passado, quando
sua linguagem era uma forma de expressão mais pura, mais límpida.

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 8


III- ESPIRITUALISTA diz respeito à defesa do mistério, da tradição e, ainda, à
motivação da revista “Festa”, que tratava de tudo isso.
IV - Cuidar da nacionalização do contexto literário nacional, servindo-se do
movimento verde-amarelo, é um dos aspectos fundamentais do
PRIMITIVISMO.

Qual a alternativa que indica as assertivas corretas?

a) I e II
b) I e III
c) I e IV
d) II e IV
e) III e IV

27.Aponte a alternativa em que a correspondência entre autor e respectiva


obra esteja correta:

a) Cecília Meireles - “Retrato Natural”


b) Raul Bopp - “Martin Cererê”
c) Manuel Bandeira - “Juca Mulato”
d) Menotti del Picchia - “Canções de Amor”
e) Ribeiro Couto - “Cobra Norato”

28.Numere a coluna da direita, conforme a da esquerda, fazendo a


correspondência do poeta com a devida fase modernista. E, depois,
assinale a alternativa que traduz a seqüência correta:

(1 ) Primeira ( ) Carlos Drummond de Andrade


(2 ) Segunda ( ) Mário Quintana
(3 ) Terceira ( ) Ledo Ivo
( ) Raul Bopp
a) ( 1 ) - ( 2 ) - ( 2 ) - (3 )
b) ( 3 ) - ( 3 ) - ( 1 ) - (2 )
c) ( 2 ) - ( 1 ) - ( 3 ) - (1 )
d) ( 3 ) - ( 1 ) - ( 2 ) - (1 )
e) ( 2 ) - ( 3 ) - ( 3 ) - (1 )

29. Ponha F ou V, abaixo, nos parênteses, ao lado de cada afirmativa, consoante ela seja FALSA ou
VERDADEIRA:
I - Embora a poesia modernista, tradicionalmente, possa ser dividida em três
fases, a prosa comporta apenas duas: a da “renovação” e a do “regionalismo”.
II - José Lins do Rego, Jorge Amado e Graciliano Ramos são alguns dos autores
nacionais filiados ao regionalismo nordestino.
III - Érico Veríssimo, apesar de romancista, é detentor de trabalhos dentro do ciclo
novelesco, ao tratar, tanto dos sucessos heróicos do povoamento sulino,

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 9


quanto da formação patriarcal dessa região brasileira.

Mostre a alternativa que contém a seqüência correta:

a) (V) - (V) - (F)


b) (F) - (V) - (V)
c) ( F) - (V) - (F)
d) (V) - (F) - (V)
e) (F) - ( F) - (V)

30.Que espécie literária é comum a Machado de Assis, Dalton Trevisan e


Magalhães da Costa?

a) Romance de costumes
b) Romance psicológico
c) Novela
d) Conto
e) Crônica

Questões de 31 a 60: Literatura Piauiense

31.Examine o texto, a seguir:

SONETO LXV
Ovídio Saraiva
Pastora
Terno, meigo Pastor, meu peito anseia
Há quatro lustros, esta fresca fonte,
Que deste Olmeiro qual está defronte,
Outrora me alegrava, hoje me odeia:
A minha, também tua, inculta aldeia
De festões de prazer cobriu-me a fronte:
Hoje a troco porém por qualquer monte:
Terno, meigo Pastor, meu peito anseia.
Pastor
Ah! Pastora, Pastora, acaso ignoras
Dessas mudanças o princípio claro,
A doce origem desse bem que choras?
Oh! Que sagrado amor... teu peito avaro...
Porém que observo? tu, Pastora, coras?
Pastora
Sim, porque a causa és tu de um bem tão caro.
A respeito do texto, coloque F ou V, nos parênteses, ao lado de cada
afirmação, abaixo, conforme ela seja FALSA ou VERDADEIRA; e, em
seguimento, aponte a alternativa que leva a seqüência correta:

( ) - Trata-se de um soneto, sob a forma de diálogo, em estilo neoclássico, ou


seja, à moda árcade.
( ) - Diz respeito a uma poesia em cujo contexto, sob uma realidade apenas
imaginada, mostra aspectos inerentes à natureza e aos costumes
interioranos brasileiros.
( ) - Apresenta uma forma diferente de soneto, uma inovação que veio do
romantismo português.

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 10


a) ( V) - (F) - (F)
b) ( V) - (F) - (V)
c) ( F) - (V) - (F)
d) ( F) - (V) - (V)
e) ( F) - (F) - (V)

32.Que aspectos literários marcantes são observados nos texto?

a) A forma objetiva com que a temática é desenvolvida e a estrutura da espécie


em que predomina a “arte pela arte”.
b) O modo antigo de compor sonetos, rigorosamente metrificado, e o aparecimento
de diálogo, fatos só observáveis em literaturas ocidentais.
c) A linguagem estilisticamente simples, exteriorizada numa atmosfera campesina
e o realce, tanto da natureza, quanto do que há de expressividade lírica.
d) A ausência de palavras polissêmicas e o domínio de vocábulos denotativos,
monopolizando a mensagem do autor.
e) O floreio de palavras, caracterizando a mensagem do texto e a mostra da
dualidade ideativa do amor e da recusa, numa realidade pastoril.

33.Ainda sobre esse texto, é correto afirmar que ele faz parte do único livro
publicado de Ovídio Saraiva, intitulado

a) “ Retalhos do Coração”
b) “Sombras e Ruínas”
c) “Meus Devaneios”
d) “Poemas”
e) “Reticências...”

34.É correto afirmar que o período romântico piauiense iniciou com


_______________, de Licurco de Paiva, contudo _______________ , de José
Coriolano, marcou de vez esse estilo no Piauí, seguindo os modelos
literários que dominavam, então, todo o mundo ocidental, especialmente
a Europa.

Que obras preenchem as lacunas, respectivamente?


a) “Ecos do Coração” e “A Lira Sertaneja”.
b) “Verdades Singelas” e “Impressões e Gemidos”.
c) “Flores da Noite” e “Ecos do Coração”.
d) “Verdades Singelas” e “Ecos do Coração”.
e) “Flores da Noite” e “Impressões e Gemidos”.

35.Numere a coluna da direita, conforme a da esquerda, correlacionando a


característica com a fase romântica piauiense, que vai de 1870 a 1889:

(1 ) Nativa ( ) - Relevância da sensibilidade sobre a razão,


especialmente, fugindo-se à formalidade do
“pensamento” feito.
(2 ) Sentimental ( ) - Estranha mistura de objetivismo e de subjetivismo,
fato percebido claramente nas várias criações de
gosto duvidoso.
(3 ) Revolucionária ( ) - Exaltação à terra e seus elementos constituintes,
em suma, aos componentes da natureza.

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 11


( ) - Atividade artística plena de liberdade de criação, no
fazer literário, negando todos os princípios
anteriormente utilizados.

Em que alternativa está a seqüência correta?

a) ( ) - (3) - (1 ) - ( 2)
b) ( 3 ) - ( ) - (3 ) - ( 1)
c) ( 2 ) - (1) - (3 ) - ( )
d) ( 1 ) - (2) - ( ) - ( 3)
e) ( 2 ) - ( ) - (1 ) - ( 3)

36.Analise o seguinte texto:


VISÕES DA MORTE

Da Costa e Silva

Almas tristes, sinistras e angustiadas,


Almas sombrias dos desiludidos,
Dos seres para sempre adormecidos
Na poeira azul das eras apagadas.

Almas doudas de amor, martirizadas,


Almas errantes dos incompreendidos
Que hoje descansam frios, envolvidos
No sudário das noites desoladas.

Castas filhas do Medo e do Mistério,


Duendes tremendos do Pavor, medonhos
Espectros que vagais no cemitério...

Quão semelhantes sois, mudos, tristonhos,


Nesse cortejo lúgubre e funéreo,
À Procissão de Passos dos meus sonhos!

Sobre o texto de Da Costa e Silva, é correto afirmar o seguinte:

a) Tanto pode ser classificado como barroco, por causa dos ornatos e do exagero
religioso, quanto pode ser de categoria árcade, pela forma ingênua de
concepção de vida, e, nesse contexto, o medo da morte.
b) Não possui classificação definida, no que toca ao estilo literário; seu conteúdo
está repleto de caracteres de todos os momentos de que a Literatura do Piauí é
detentora até hoje.
c) Está filiado ao movimento romântico, não só por causa da temática “morte”,
mas também pela exagerada – chegando a inverossímil – subjetividade
perfeitamente visível.

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 12


d) É simbolista, mediante os aspectos característicos nele encontrados, como: a
vaguidade, o mistério, a transcendência, o oculto, além do “eu poético”
manifestar-se subjetivamente, valorizando o sentimento e a emoção.
e) É parnasiano, tendo em vista seu aspecto formal, em que se ressalta a “arte
pela arte”, nos versos decassílabos e nas rimas ricas e preciosas; além do mais,
apresenta-se profundamente metafórico.

37.“Visões da Morte” compõe o acervo da primeira obra de Da Costa e Silva,


denominada

a) “Sangue”
b) “Pandora”
c) “Zodíaco”
d) “Alhambra”
e) “Verhaeren”

38.Use F ou V, nos parênteses, a seguir, ao lado de cada declaração,


consoante ela seja FALSA ou VERDADEIRA:

( ) - “Saudades” e “Verônica” são as duas últimas obras de Da Costa e Silva,


ambas publicadas postumamente.
( ) - “Verônica” é a obra de Da Costa e Silva que trata de duas “Imagens”: “da
Vida e do Sonho” e “do Amor e da Morte”.
( ) - Da Costa e Silva, além da poesia, ainda enveredou pelo jornalismo e pela
crítica literária.
Marque a alternativa que contém a seqüência correta:
a) ( V ) - ( V ) - ( F )
b) ( F ) - ( V ) - ( V )
c) ( F ) - ( V ) - ( F )
d) ( F ) - ( F ) - ( V )
e) ( V ) - ( F ) - ( F )

39.A que momento literário piauiense está filiado Da Costa e Silva?

a) Modernismo
b) Barroco
c) Romantismo
d) Neoclassicismo
e) Fase Acadêmica

40.Note as assertivas que se seguem. Depois, indique a alternativa que


traduz as que estão corretas:

I - O “sincretismo”, na Literatura Piauiense, teve como marco inicial a fundação


da Academia Piauiense de Letras – APL, em 1917, caracterizando-se por uma
mistura de várias correntes estilísticas.
II - “Ataliba, o Vaqueiro”, de Francisco Gil Castelo Branco, é uma das obras mais
significativas do sincretismo literário piauiense.
III - Hermínio Castelo Branco e Teodoro Castelo Branco destacaram-se, no
período romântico de 1889-1917, no Piauí, deixando significativa obra (três
títulos), elaborada em parceria.
IV - O período literário sincrético piauiense é também conhecido como Fase
Acadêmica, findando-se pelo início da década de 40, do século passado.

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 13


a) I e II
b) I e III
c) I e IV
d) II e III
e) II e IV

41.Romance escrito entre 1901-1902, e publicado apenas em 1909, “Um


Manicaca” é uma obra que criou muita polêmica, à época, visto seu
discurso, em certos momentos, anticlerical, talvez, com isso, valorizando
mais o aspecto literário que possui. Qual é o seu autor?

a) José Coriolano
b) Fontes Ibiapina
c) Higino Cunha
d) Abdias Neves
e) Artur Passos

42.Ainda, com referência a “Um Manicaca”, é correta a seguinte afirmativa:

a) Trata-se de um texto que diz respeito à realidade de Teresina, coexistindo na


obra elementos ficcionais, históricos e sociais.
b) É uma obra que se volta para o universo político teresinense, do final do século
XIX para o início do século XX, em que dominadores e dominados estão em
constante luta.
c) É o relato de três poderes agindo, de forma paralela, às ocultas, em Teresina, a
partir do final do século XIX, com desfechos trágicos.
d) O romance é fragmentado em contos, sofrendo solução de continuidade e
mostrando a burguesia teresinense num mundo falso em que vive.
e) Diz respeito a um texto, de relato misto, em que a igreja é realidade
fundamental e monopoliza todo o enredo da obra.

43.Qual o estilo de “Um Manicaca” ?

a) Pré-Romântico
b) Pré-Realista
c) Romântico
d) Naturalista
e) Modernista

44.Poeta, jornalista, professor e jurisconsulto, tido pela crítica como pessoa


destacada, tanto pela cultura quanto pela inteligência, idealizou e foi um
dos fundadores da Academia Piauiense de Letras. Publicou
“Alexandrinos”, em parceria com seu irmão. A referência é a quem?

a) Da Costa e Silva
b) Martins Napoleão
c) Celso Pinheiro
d) Lucídio Freitas
e) Jônatas Batista

45.Que realidade literária é comum a Herculano Moraes, Socorro Magalhães


e Francisco Miguel de Moura?

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 14


a) Conto
b) Novela
c) Romance
d) Crônica
e) Crítica

46.Com respeito à seguinte crítica:

Em “Beira Rio Beira Vida”, o autor rompe com o processo de narrativa cronológica
e tradicional, através da sucessão natural dos fatos, usando a narrativa de fundo
psicológico(flash back), substituindo capítulos ou unidades por reflexões na
memória de uma personagem-narradora, quebrando a ordem do tempo e do
espaço.

VASCONCELOS, José Maria. Apud Adrião Neto. Literatura piauiense para estudantes. Teresina:
Geração 70, 2000, p.74.

Quem é o autor a que essa crítica diz respeito?

a) Magalhães da Costa
b) Fontes Ibiapina
c) Assis Brasil
d) O. G. Rego de Carvalho
e) William Palha Dias

47.Em que alternativa as personagens são exclusivas de “Beira Rio Beira


Vida” ?

a) Cotinha, Tomás e Virgínia.


b) Luís, Darcy e Nazirinha.
c) Luíza, Cremilda e Jessé.
d) Ermelinda, Zita e Tomás.
e) Hugo, Pedro e Manuel.

48.Correlacione a coluna da direita, conforme a da esquerda, acasalando a


personagem com a respectiva obra de que faz parte. A seguir, aponte a
alternativa em que se encontra a seqüência correta:

(1 ) “Palha de Arroz” ( ) - Ceci


(2 ) “Um Manicaca” ( ) - Conceição
(3 ) “Rio Subterrâneo” ( ) - Miloca
(4 ) “Beira Rio Beira Vida” ( ) - Terezinha
( ) - Neusa

a) ( 4 ) - ( 1) - ( 2) - ( ) - ( 3)
b) ( 2 ) - ( 4) - ( 1) - ( 3 ) - ( )
c) ( 2 ) - ( 4) - ( ) - ( 1 ) - ( 3)
d) ( 4 ) - ( ) - ( 1) - ( 3 ) - ( 2)
e) ( ) - ( 2) - ( 1) - ( 4 ) - ( 3)

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 15


49.São obras exclusivas de Lucídio Freitas:

a) “ Vôos e Quedas” e “Quedas Fatais”.


b) “Flores Incultas” e “Efeitos do Amor”.
c) “Almas Irmãs” e “Chama Extinta”.
d) “Vida Obscura” e “Minha Terra”.
e) “Amor e Angústia” e “A Janela do Céu”.

50.Observe que:

Adotando a técnica realista–documental, os romances “Tombador” e “Sambaíba”


revelam um autor memorialista, identificado com a região nordestina. “As
redondezas de Picos” servem de cenário. O quadro [ é ] predominante sobre o
homem rural com seus problemas geográficos, políticos e sociais, na segunda
metade do século XIX e começo do século XX.

EULÁLIO, Carlos Evandro M. Apud Adrião Neto. Literatura piauiense para estudantes. Teresina: Geração 70,
2000, p. 87.

A referência é a que autor?

a) Assis Brasil
b) Fontes Ibiapina
c) Francisco Miguel de Moura
d) William Palha Dias
e) O. G. Rego de Carvalho

51.Note que:

Na sua arte ele universaliza o indivíduo, projetando da palavra um mundo de


reações “humanas”, que tem por base o comportamento do homem nesse
universo. Tudo isso decorreu da vivência com a crítica diária dos poetas que
surgiam e com as próprias experiências realizadas no JB. Durante três anos (...),
manteve coluna de orientação crítica e informação das tendências da Literatura
Brasileira.

MORAES, Herculano. Visão histórica da literatura piauiense. Rio de Janeiro: Americana,


1976, p.110.

A crítica, em questão, refere-se a Mário Faustino, autor de

a) “ O Homem e Sua Hora” e “ Evolução da Poesia Brasileira”.


b) “O Homem e Sua Hora” e “ Seara Humilde”.
c) “O Homem e Sua Hora” e “Além do Silêncio”.

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 16


d) “O Homem e Sua Hora” e “Volatas”.
e) “O Homem e Sua Hora” e “O Tempo Conseqüente”.

52.Que autores desenvolveram, através da Literatura, as lendas do folclore


piauiense de “Não Se Pode”, “O Boi de Dona Briolanja” e “O Cabeça de
Cuia”, respectivamente?

a) Hermínio Castelo Branco, João Ferry e Assis Brasil.


b) João Ferry, Fontes Ibiapina e Josias Carneiro.
c) Josias Carneiro, Assis Brasil e Fontes Ibiapina.
d) Assis Brasil, Celso Pinheiro e Hermínio Castelo Branco.
e) Celso Pinheiro, Hermínio Castelo Branco e William Palha Dias.

53.Em que alternativa os aspectos estão corretos, consoante o autor?

a) Baurélio Mangabeira – Magistério – Historiografia.


b) Benjamim Batista – Crítica – Jurisprudência.
c) Monsenhor Chaves – Ficção – Poesia.
d) Jonas Fontenele da Silva – Jornalismo – Ficção.
e) José Lopes dos Santos – Jornalismo – Jurisprudência.

54.Aponte a alternativa em que há correspondência entre a obra e o seu


autor:

a) “A Glória de Saraiva”, de Pe. Cláudio Melo.


b) “Arco do Triunfo”, de Paulo Freitas.
c) “Os Primeiros Currais”, de Manuel Paulo Nunes.
d) “...E o Sibarita Casou”, de William Palha Dias.
e) “Eu e Meu Amigo Charles Brown”, de Herculano Moraes.

55.Que autor-compositor, do Piauí, formou parcerias com artistas baianos


nas décadas de 60 e 70, do século passado, integrando-se ao movimento
denominado “Tropicália”?

a) Herculano Moraes
b) Pedro Celestino
c) Mário Faustino
d) Ribamar Nunes
e) Torquato Neto

56.Analise as declarações, a seguir; depois, marque a alternativa que traz


aquelas corretas:

I - As produções de Abdias Neves e de Odilon Nunes têm em comum um gênero


pouco explorado no Piauí, a Historiografia.
II - Além de poeta e contista, Paulo Machado, também, se sobressai como
cronista, de cenas do cotidiano, numa expressividade perfeitamente
modernista.
III - O nome de Álvaro Pacheco destaca-se, nas letras piauienses, como um dos
ficcionistas mais fiéis à pintura de personagens e paisagens da terra.
IV - “Tinha Que Acontecer” é o último livro de poemas de Cineas Santos, nele se
firmando como autêntico modernista da contemporaneidade.

a) I e II
b) I e III

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 17


c) I e IV
d) II e III
e) II e IV

57.Em que universo literário têm relacionamento João Ferry, Gomes Campos
e Aci Campelo?

a) Jornalismo
b) Crônica
c) Novela
d) Drama
e) Conto

58.Aponte a alternativa em que há correlação entre obra e autor:

a) “Os Últimos Dias de Paupéria”, de Torquato Neto.


b) “Casos Contados”, de Paulo Machado.
c) “Memorial da Cidade Amiga”, de Hardi Filho.
d) “A Paz do Pântano”, de Cineas Santos.
e) “Os Cavaleiros da Noite”, de Esdras do Nascimento.

59.Em que alternativa o conjunto de obras é exclusivo de H. Dobal?

a) “A Matéria do Sonho” e “Três Cantos do Purgatório”.


b) “Os Instantes e os Gestos” e “O Dia Sem Presságio”.
c) “O Dia Sem Presságio” e “O Tempo Conseqüente”.
d) “Três Cantos do Purgatório” e “Os Instantes e os Gestos”.
e) “O Tempo Conseqüente” e “A Matéria do Sonho”.

60.Observe que

As lembranças da infância e da terra natal são realmente a temática


preponderante dos seus primeiros livros, justificando, até, o título do terceiro,
“Margem Rio Mundo”. As imagens retidas e os fatos acontecidos na margem (o
chão) daquele rio (o Parnaíba) construiriam um verdadeiro mundo de
lembranças-fim que o Poeta só podia mesmo extravasar em forma de poesia.

HARDI FILHO, Apud Adrião Neto. Literatura piauiense para estudantes.


Teresina: Geração 70, 2000, p. 96.

A referência é a que autor?


a) H. Dobal
b) Álvaro Pacheco

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 18


c) Mário Faustino
d) Torquato Neto
e) Cineas Santos

VESTIBULAR 2003 – PERÍODO REGULAR 19