Você está na página 1de 8
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ANÁLISE DE SISTEMAS ELÉTRICOS DE POTÊNCIA

LISTA DE EXERCÍCIOS

QUESTÃO 1: Dados o sistema da Figura 1, os parâmetros dos ramos e a matriz Z BARRA em pu, calcule:

(a)

a corrente de curto-circuito bifásico na barra 7, em amperes;

(b)

as tensões de fase nas barras 1, 4 e 5, em kV;

(c)

os fluxos de corrente nas linhas 1-6 e 8-7, em amperes.

os fluxos de corrente nas linhas 1-6 e 8-7, em amperes. Figura 1. Diagrama unifilar de

Figura 1. Diagrama unifilar de um sistema de 8 barras e 12 ramos.

De Para r+ + j x+

0

1 0,000 + j 0,010

0

2 0,000 + j 0,015

1

2 0,000 + j 0,084

0

3 0,000 + j 0,005

2

3 0,000 + j 0,122

2

4 0,000 + j 0,084

3

5 0,000 + j 0,037

1

6 0,000 + j 0,126

6

7 0,000 + j 0,168

4

7 0,000 + j 0,084

5

8 0,000 + j 0,037

QUESTÃO 2: São dados, o diagrama unifilar de um sistema de potência e a forma

QUESTÃO 2: São dados, o diagrama unifilar de um sistema de potência e a forma de armazenamento das matrizes (Figura 2), os dados das barras e das linhas e as matrizes de impedâncias Z+ BARRA e Z0 BARRA :

(a)

Calcule os curtos-circuitos trifásico e monofásico na barra 7.

(b)

Considerando o item a. calcule os fluxos de correntes de fase nas linhas 7-6, 6-1 e 0-1.

(c)

Considerando o item a. calcule as tensões de fase nas barras 7, 6 e 2.

o item a. calcule as tensões de fase nas barras 7, 6 e 2. Figura 2:

Figura 2: Diagrama unifilar e o armazenamento das matrizes de impedâncias de um sistema de 8 barras.

Dados das barras:

1 - UM

2 - DOIS

3 - TRES

4 - QUATRO

5 - CINCO

6 - SEIS

7 - SETE

8 OITO

Dados das linhas (valores %)

De Para

r+ + j x+ r0 + j x0

0

1 0,00 + j 5,29 0,00 + j13,05

0

6 1,03 + j 5,84 1,44 + j 8,15

1

2 3,71 + j 9,88 10,07 + j35,21

0

3 2,02 + j23,06 4,43 + j25,13

2

4 2,21 + j 5,85 6,03 + j20,85

4

7 1,93 + j 5,11 5,25 + j18,18

3

5 2,03 + j 5,39 5,54 + j19,17

1

6 4,14 + j10,96 11,28 + j39,03

6

7 3,05 + j 7,72 8,02 + j27,69

5

8 0,73 + j 1,91 1,91 + j 6,61

7

8 4,08 + j 9,21 9,48 + j33,01

0

5 0,63 + j 3,47 1,84 + j 9,65

2

6 4,77 + j11,04 11,36 + j39,30

5

7 4,58 + j10,54 10,85 + j37,52

Matriz de impedância de sequência positiva (valores %)

Z+( 1) = 0,385681 + j3.398391 Z+( 2) = 0,110781 + j1.591402 Z+( 3) = 1,315499 + j4,411099 Z+( 4) = -0,023229 + j0,758462 Z+( 5) = 0,397383 + j2,035895 Z+( 6) = 1,238196 + j4,622544 Z+( 7) = 0,061218 + j1,249933 Z+( 8) = 0,857298 + j3,149817 Z+( 9) = 0,306553 + j1,773410 Z+( 10) = 1,922899 + j5,902931 Z+( 11) = -0,046367 + j0,467950 Z+( 12) = 0,129891 + j1,141081 Z+( 13) = 0,268193 + j1,732399 Z+( 14) = 0,199004 + j1,391829 Z+( 15) = 0,521662 + j2,466277 Z+( 16) = 0,013453 + j1,182843 Z+( 17) = 0,242242 + j1,674219 Z+( 18) = 0,052521 + j0,930848 Z+( 19) = 0,278390 + j1,684293 Z+( 20) = 0,026663 + j0,726873 Z+( 21) = 0,711978 + j3,077975 Z+( 22) = 0,017948 + j0,951664 Z+( 23) = 0,457153 + j2,048083 Z+( 24) = 0,227231 + j1,544129 Z+( 25) = 0,923495 + j3,197790 Z+( 26) = 0,259356 + j1,610858 Z+( 27) = 0,309963 + j1,693095 Z+( 28) = 1,330759 + j4,202066 Z+( 29) = -0,039047 + j0,549978 Z+( 30) = 0,178463 + j1,296396 Z+( 31) = 0,262658 + j1,700356 Z+( 32) = 0,308003 + j1,701613 Z+( 33) = 0,483667 + j2,320132 Z+( 34) = 0,067391 + j0,891852 Z+( 35) = 0,421127 + j2,055570 Z+( 36) = 1,095880 + j3,857703

Matriz de impedância de sequência zero (valores %)

Z0(1) = 0,755080 + j 8,867506 Z0(2) = 0,215496 + j 3,409552

Z0(3) = 3,249781 + j12,975730 Z0(4) = 0,003378 + j 1,114757 Z0(5) = 0,783226 + j 4,117803 Z0(6) = 2,410116 + j10,708180 Z0(7) = 0,123356 + j 2,463966 Z0(8) = 2,057601 + j 8,632038 Z0(9) = 0,612224 + j 3,431500 Z0(10) = 4,952695 + j18,532050 Z0(11) = -0,020303 + j 0,682563 Z0(12) = 0,342760 + j 2,240779 Z0(13) = 0,555416 + j 3,393154 Z0(14) = 0,558214 + j 3,105134 Z0(15) = 1,390170 + j 6,637319 Z0(16) = 0,013599 + j 1,759068 Z0(17) = 0,411445 + j 2,817482 Z0(18) = 0,102635 + j 1,116764 Z0(19) = 0,457234 + j 2,889847 Z0(20) = 0,101381 + j 1,014002 Z0(21) = 1,130128 + j 5,835394 Z0(22) = 0,043351 + j 1,639532 Z0(23) = 1,019711 + j 4,844615 Z0(24) = 0,463374 + j 2,833094 Z0(25) = 2,223339 + j 8,984296 Z0(26) = 0,745758 + j 3,858790 Z0(27) = 0,497130 + j 2,952954 Z0(28) = 3,271282 + j12,593860 Z0(29) = -0,009462 + j 0,842267 Z0(30) = 0,456335 + j 2,675206 Z0(31) = 0.539927 + j 3,299701 Z0(32) = 0,837461 + j 4,085989 Z0(33) = 1,281986 + j 6,173728 Z0(34) = 0,167873 + j 1,337523 Z0(35) = 1,169254 + j 5,316102 Z0(36) = 2,852695 + j11,537840

QUESTÃO 3: A Figura 3 mostra o diagrama unifilar simplificado de um sistema 345 - 500 kV. Os dados das barras e linhas são mostrados respectivamente nas Tabelas 1 e 2 assim como as matrizes de impedâncias nodais Z+ barra e Z0 barra , em % (Sbase = 100,0 MVA). Calcule:

(a)

as correntes de curtos-circuitos trifásico e monofásico, em amperes, na SE Campinas 345 kV (barra 9);

(b)

as correntes, em amperes, nas fases a, b e c da linha SE Poços de Caldas 345 kV - SE Campinas 345 kV

(linha 3 9) para o curto-circuito trifásico calculado no item a.

(c) as tensões das fases a, b e c, em kV, na SE Campinas 500 kV (barra 10) para o curto-circuito trifásico

calculado no item a.

Figura 3: Diagrama unifilar simplificado do sistema 345 - 500 kV de Furnas. Tabela 1:

Figura 3: Diagrama unifilar simplificado do sistema 345 - 500 kV de Furnas.

Tabela 1: Dados das barras.

Figura 3: Diagrama unifilar simplificado do sistema 345 - 500 kV de Furnas. Tabela 1: Dados

Tabela 2: Dados das linhas.

Tabela 2: Dados das linhas. Obs.: i. as linhas e as colunas da matriz obedecem a
Tabela 2: Dados das linhas. Obs.: i. as linhas e as colunas da matriz obedecem a

Obs.:

i. as linhas e as colunas da matriz obedecem a numeração das barras; ii. a matriz Z0 barra foi formada sem considerar os acoplamentos mútuos.

QUESTÃO 4: Um transformador trifásico de 34,5/13,8 kV com conexão Δ/Yg - alimenta cargas resistivas equilibradas ligadas em Δ cuja resistência por fase é de 120,0 Ω, como mostrado na Figura 4. Calcule e apresente os respectivos diagramas fasoriais:

(a) As correntes de linha em ambos os lados do transformador;

(b) As correntes de linha em ambos os lados do transformador, considerando o fusível da fase A interrompido;

(c) A tensão no relé 59N, considerando o fusível da fase A interrompido, sabendo-se que o TP possui a

relação de tensão de 34500/√3 - 115 V/fase.

possui a relação de tensão de 34500/ √3 - 115 V/fase. Figura 4: Transformador Δ/Yg com

Figura 4: Transformador Δ/Yg com carga resistiva

QUESTÃO 5: No sistema de energia elétrica radial representado pelo diagrama unifilar da Figura 5, calcule as correntes de curto-circuito trifásico e bifásico nas barras C, D e E.

curto-circuito trifásico e bifásico nas barras C, D e E. Figura 5. Diagrama unifilar de um

Figura 5. Diagrama unifilar de um sistema de energia elétrica interligado.

QUESTÃO 6: As reatâncias de um gerador de 100MVA, 20kV são X” = X 2 = 20% e X 0 = 5%. O gerador está conectado a um transformador Δ – Y de 100MVA, 20Δ – 230YkV, com uma reatância de 10%. O neutro do transformador está solidamente aterrado. Quando a tensão terminal do gerador é de 20kV, ocorre no transformador uma falta fase-terra no lado de alta tensão que estava aberto. Determine o valor eficaz inicial das correntes simétricas em todas as fases do gerador.

QUESTÃO 7: Os valores nominais de um turbo-gerador de 60Hz são 500MVA, 22kV. Ele é conectado em Y, solidamente aterrado e está operando em vazio com tensão nominal. Ele está isolado do restante do sistema. Suas reatâncias são X”=X 2 = 0,15 e X 0 = 0,05 p.u. Determine a razão entre a corrente subtransitória de linha para uma falta fase-terra e a corrente subtransitória de linha para uma falta trifásica.

QUESTÃO 8: Determine o valor da reatância indutiva em ohms que deve ser inserida no aterramento do neutro do gerador da Questão 7 para limitar a corrente subtransitória de linha para a falta fase-terra ao valor da corrente para uma falta trifásica.