Você está na página 1de 3

Leis da termodinâmica

Informar erro

Você já ouviu falar em termodinâmica? Trata-se de um ramo da física que


estuda relações entre o calor trocado e o trabalho realizado em um
determinado processo físico, envolvendo a presença de um corpo e/ou um
sistema e o meio exterior. Nesse caso, usa-se a letra Q para representar o calor
trocado e a letra τ para representar o trabalho realizado.

O nome vem do grego em que therme significa calor e dynamis significa


movimento. Explicando de forma mais simplificada, a termodinâmica é a área
da física que busca explicar os mecanismos de transferência de energia
térmica para que estes realizem algum tipo de trabalho.

Por meio das variações de pressão, volume e temperatura é que busca-se, na


física, entender o comportamento e transformações que acontecem na
natureza.

O que é calor?
O conceito de calor determina que ele é a energia térmica em trânsito. Essa
acontece devido às diferenças de temperatura que existem entre os corpos e
sistemas envolvidos.

O que é energia?
Energia, segundo o conceito usado na física, nada mais é do que a capacidade
que um determinado corpo tem de realizar trabalho.

O que estuda a termodinâmica?


A termodinâmica é a área da física que estuda duas leis como pontos
principais, a primeira e segunda leis da termodinâmica, que serão explicadas a
seguir.
Foto: Reprodução

Primeira Lei da Termodinâmica


Nessa primeira lei, temos um conceito de que a variação da energia interna de
um sistema pode ser expressa por meio da diferença entre o calor trocado com
o meio externo e o trabalho realizado por ele durante determinada
transformação. Nessa lei, são estudadas algumas transformações:

 Transformação isobárica, em que a pressão é constante e variam


somente o volume e a temperatura.
 Transformação isotérmica, em que a temperatura é constante e variam
somente a pressão e o volume.
 Transformação isovolumétrica, também conhecida como isocórica, em
que o volume é constante e variam somente a pressão e a temperatura.
 Transformação adiabática, por fim, nada mais é do que uma
transformação gasosa em que, no entanto, o gás não troca calor com o
meio externo. Isso pode acontecer por ele estar termicamente isolado,
ou ainda porque o processo acontece de forma muito rápida, fazendo
com que o calor trocado seja desprezível.

Segunda Lei da termodinâmica


A Segunda Lei da Termodinâmica foi enunciada por Sadi Carnot, físico
francês, e faz restrições para as transformações que são realizadas pelas
máquinas térmicas, como por exemplo, um motor de uma geladeira.

Segundo Carnot, o enunciado é:


“Para que um sistema realize conversões de calor em trabalho, ele deve
realizar ciclos entre uma fonte quente e fria, isso de forma contínua. A cada
ciclo é retirada uma quantidade de calor da fonte quente, que é parcialmente
convertida em trabalho, e a quantidade de calor restante é rejeitada para a
fonte fria.”

Terceira Lei da termodinâmica


A temperatura relaciona calor e entropia e a interação entre essas três
quantidades é descrita por essa lei. De acordo com ela, é impossível reduzir
qualquer sistema à temperatura do zero absoluto em um número finito de
operações.

Conceitos

Sistema termodinâmico

O sistema é um espaço ou região definido por meio de limites reais ou


imaginários. São usados para delimitar o estudo da energia e suas
transformações, podendo ser grande ou pequeno, fechado ou aberto. O sistema
fechado é o que a energia transpõe os limites, mas no aberto tanto energia
quanto matéria transpõe os limites.

Estado de um sistema

O estado de um sistema é descrito por meio de um conjunto de propriedades


desse sistema, como a temperatura, pressão, volume, entre outros. É uma
condição momentânea do sistema.

Processo

Trata-se do caminho usado pelo sistema para percorrer diversos estados


termodinâmicos