Você está na página 1de 4

0 More Next Blog» Create Blog Sign In

Eletro Dicas
Blog criado para tirar todo tipo de dúvidas em relação a eletricidade...

sexta-feira, 10 de março de 2017

Inscrever-se Divisão de circuitos residenciais, dicas e regras.


Postagens Para o correto funcionamento de uma instalação residencial muitos cuidados devem ser
tomados, desde o cumprimento de normas, correto dimensionamento de componentes e
Comentários cabos, escolha adequada de interruptores, tomadas e lâmpadas e um ponto muito
importante que é a distribuição dos circuitos da instalação.

Chama-se circuito o conjunto de pontos de consumo (pontos de luz e tomadas),


Confira!! alimentados pelos mesmos condutores e ligados ao mesmo dispositivo de proteção. Todos
os circuitos iniciam-se no QDC (quadro de distribuição de circuitos) e finalizam nos pontos
de tomadas, iluminação e as demais cargas.
Create A Infelizmente uma grande parte das instalações residenciais no Brasil não tem corretamente
Profile Now distribuídos os seus circuitos e muitas instalações se quer possuem um QDC.

Start Download Esquema de divisão de circuitos.

Para que separar a instalação em circuitos?


A instalação elétrica deve ser dividida em circuitos separados de modo a:

Diminuir as consequências de uma falha, a qual provocará apenas o


seccionamento do circuito defeituoso; Nas casas onde não há distribuição dos
circuitos uma falha geralmente acarreta no seccionamento do disjuntor geral, isto
Dúvidas Aqui!! provoca do deligamento total da instalação o que não permite por exemplo que
sejam ligado aparelhos e ferramentas elétricas as vezes necessárias a
Março (26) manutenção adequado do local defeituoso.
Fevereiro (7) O risco de acidente físico uma instalação em que haja falta de iluminação devido ao um
seccionamento geral é muito alto, principalmente quando a falha ocorre no período noturno.
Janeiro (42)

Facilitar o funcionamento adequado dos dispositivos de proteção garantindo


Veja também!! seletividade;
A seletividade tem tudo a ver com a escolha correta do disjuntor, e quando a seletividade foi
feita corretamente evita que mais de um disjuntor ou o disjuntor errado seja seccionado em
caso de falha.

converted by Web2PDFConvert.com
Start Download

Seletividade de disjuntores.

Facilitar as verificações, os ensaios e as manutenções.


Pesquisa! Caso não haja distribuição de circuitos não e possível averiguar parte por parte de uma
instalação elétrica, este procedimento ajuda muito para encontrar o ponto exato das falhas
Pesquisar elétricas.

Como dividir a instalação


Para que a divisão seja adequada e siga as normas devem ser observadas as seguintes
restrições:

A carga total deve ser dividida de modo a construir circuitos de potências


próximas, porém sem ultrapassar 1.200 watts em distribuições de 110 volts e
2.200 watts em distribuição de 220 volts, em 12 pontos de luz por circuito;
Circuitos de potências próximas garantem um equilíbrio de corrente entre os circuitos, em
casos onde haja mais de uma fase distribuída entre os circuitos (circuitos bipolares ou
tripolares) este equilíbrio é muito importante para que um polo de um disjuntor bipolar ou
tripolar não se aqueça de forma desigual a outros polos.

Cada circuito deverá ter seu próprio condutor neutro;


Nos casos de circuitos monofásicos esta regra é essencial para que não haja
sobreaquecimento dos cabos elétricos de neutro, a perda de um neutro, o famoso neutro
interrompido, pode causar desequilíbrio das tensões de uma instalação e queima de
aparelhos eletrodomésticos.

Devem ser previstos circuitos particulares para aparelhos de potência igual ou


superior a 1.200 watts em distribuições de 110 volts e de 2.200 watts em
distribuições de 220 volts (chuveiros elétricos, aquecedores de água, fogões,
máquinas de lavar, etc.);
Todo ponto onde a corrente nominal for superior a 10A deve ser instalado um
circuito independente.
Estes pontos se complementam, com a atual norma de tomadas existem tomadas de 10A e
20A comercial, os circuitos mencionados acima ou terão uma corrente máxima de 10A ou
serão superiores e dedicas devendo ser utilizadas tomadas de 20A. Circuitos que
necessitem de corrente maiores que 20A para um aparelho, caso de um chuveiro elétrico
por exemplo) não deve ser usado tomadas e sim uma conexão direta com emendas.

Deve ser previsto pelo menos um circuito para cada 60m² ou fração da
residência.
Esta medida visa uma divisão por área da a instalação e garante fisicamente divisão dos
circuitos em áreas distintas da instalação.

Os pontos de cozinha, copas, copas-cozinhas, áreas de serviço, lavanderias e


locais análogos devem ser atendidos por circuito exclusivamente destinado a
alimentação de tomadas desses locais.
Geralmente nestes cômodos estão os eletrodomésticos mais potentes de uma casa e por
isso seus circuitos são mais carregados, devem ser distintos dos demais para evitar
aquecimento indevido ou sobrecarga.

Em instalações habitacionais, pontos de tomadas e iluminações podem ser


alimentados por circuitos comuns (iluminação e tomada) desde que:
A corrente de projeto do circuito comum não seja superior a 16A.

converted by Web2PDFConvert.com
Os pontos de iluminação não sejam alimentados por um só circuito comum em
sua totalidade.
Os pontos de tomadas não sejam alimentados por um só circuito comum em sua
totalidade.
Este ponto muito polêmico entre os profissionais da área de eletricidade é previsto na norma
NBR5410 – Instalações elétricas de baixa tensão e pode ser melhor entendido neste vídeo
abaixo:

Devido a grande quantidade de instalações que não possuem a divisão correta de circuitos,
conhecer as regras sobre a divisão de circuitos é uma grande oportunidade de trabalho, o
profissional autônomo que trabalha prestando serviço de manutenção e instalação irá se
deparar diversas vezes com instalações deste tipo e este serviço deve ser ofertado aos
clientes, é trabalhoso para um instalação já pronta ter a divisão feita posterior a esta
instalação por isso é um trabalho que tem maior valor agregado.

É muito importante na divisão manter os pontos dos circuitos próximos, não é recomendado
por exemplo que um circuito que alimente por exemplo uma parte da sala de um lado da
casa, venha a alimentar um outro ponto do lado oposto da casa, além de gastar muitos
cabos na hora da instalação pode causar confusão a que for realizar uma manutenção
posterior.

Postado por Allan Oliveira Leme às 06:08


Recomende isto no Google

Nenhum comentário:
Postar um comentário

Digite seu comentário...

Comentar como: Selecionar perfil...

Publicar Visualizar

converted by Web2PDFConvert.com
Start Download

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga

Assinar: Postar comentários (Atom)

Wikipedia
Sub
mit

Baixar Isso Para PDF

Confira!!

Baixar Isso Para PDF

Allan O. Leme. Tema Espetacular Ltda.. Tecnologia do Blogger.

Quem sou eu
Allan Oliveira Leme
Nova Esperança, Paraná, Brazil
Visualizar meu perfil completo

converted by Web2PDFConvert.com